Onda de ideias 10 (dezembro 2012)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Onda de ideias 10 (dezembro 2012)

on

  • 4,210 views

Boletim eletrónico informativo (newsletter) da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Gândara Mar da Tocha, contendo notícias de atividades desenvolvidas pela BE e por projetos / professores ...

Boletim eletrónico informativo (newsletter) da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Gândara Mar da Tocha, contendo notícias de atividades desenvolvidas pela BE e por projetos / professores e alunos do Agrupamento, durante o 1º período do ano letivo 2012/13.

Statistics

Views

Total Views
4,210
Views on SlideShare
679
Embed Views
3,531

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

11 Embeds 3,531

http://biblos-tocha.blogspot.pt 3432
http://biblos-tocha.blogspot.com.br 39
http://biblos-tocha.blogspot.com 22
http://biblos-tocha.blogspot.ru 12
http://www.blogger.com 10
http://www.biblos-tocha.blogspot.pt 8
http://www.eb23s-jgarciabacelar.edu.pt 3
http://biblos-tocha.blogspot.co.uk 2
http://translate.googleusercontent.com 1
http://biblos-tocha.blogspot.ch 1
http://biblos-tocha.blogspot.fr 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Onda de ideias 10 (dezembro 2012) Onda de ideias 10 (dezembro 2012) Document Transcript

  • ESCOLA E. B. 2 E 3 JOÃO GARCIA BACELARONDA DE IDEIASDEZEMBRO DE 2012 NÚMERO 10 Título do bloco principal Que neste Natal, Este bloco pode conter seus serviços. possa lembrar dos que o mendamos que publique odeiam, entre 175 e 225 palavras. seu boletim, pelo menos, Pode compilar uma lista trimestralmente para que A finalidade de um bole- de correspondência a par- por eles uma prece de amor. e fazer possa ser considerado tim é fornecer informa- tir da correspondência como uma fonte de infor- ções especializadas a uma audiência alvo. Os boletins Que lembre os desesperados, recebida, de folhas de informações sobre os mação consistente. Os seus clientes ou funcioná- podem ser o veículo ideal clientes, de cartões de para publicitar os seus e faça parairão aguardar ansiosa- visita recolhidos numa rios eles uma oração de esperança. mente a respectiva publi- produtos ou serviços, bem feira ou de listas de mem- como para criar credibili- Que esqueça as tristezas do ano que termina, bros. Poderá adquirir uma cação. dade e estabelecer a identi- lista de correspondência dade da sua organização numa empresa. e faça uma prece de alegria. entre empresas da concor- Se explorar o catálogo do rência, membros, funcio- Publisher, irá descobrir nários ou fornecedores. várias publicações que Primeiro, determine qual é correspondem ao estilo do a audiência a que o bole- boletim.Que destina. Esta pode Em que oestabeleça a ainda tim se possa acreditar seguida, mundo ser qualquer pessoa que pode ser melhor, quantidade de dinheiro e o tire partido das informa-e faça ouma prece de fé. pode gastar ções que boletim con- tempo que com o boletim. Estes fac- tém; por exemplo, funcio- tores irão ajudar a deter-Obrigada Senhor minar a frequência com nários ou pessoas interes- sadas em adquirir um pro- que publica o boletim e aPor ou emalimento, respectiva duração. Reco- duto ter contratar osquando tantos passam o ano com fome.Por ter saúde,quando tantos sofrem neste momento. SUMÁRIOPor ter um lar, Na nossa bibliotecaquando tantos dormem nas ruas. Atividades de professores e alunosPor ser feliz, Escritosquando tantos choram na solidão. “Onda de Ideias”… E depois?Por ter amor,quantos tantos vivem no ódio.Feliz NatalAno Novo cheio de paz
  • ONDA DE IDEIAS Página 2 Visitas guiadas à BE - 4º e 5º anos / novos recursos Dando cumprimento ao habitual programa de formação de utiliza- dores, a BE realizou, nos dias 18, 19 e 20 de setembro e a 1 de outubro, sessões para as turmas dos 4º e 5º anos que frequentam a nossa escola. Para além da visita às diversas áreas funcionais, os alunos assistiram a uma apresentação onde se sistematizam as principais regras de conduta e outras informações relacionadas com o bom uso dos recursos da BE. A biblioteca é um No final, realizou-se uma curta abordagem ao blogue e, como TPC,universo enorme de os alunos ficaram incumbidos de interagir com a BE através do for- livros fantásticos e mulário de contacto "Deixe-nos uma mensagem...". divertidos em que A visita à BE feita pelos alunos nestas primeiras semanas detodos podem ler. Eu aconselho todos a aulas resulta da necessidade de os acolher e (in)formar e vem nolerem um pouco de seguimento do primeiro encontro / contacto que foi estabelecido tudo e às vezes com os encarregados de educação e respetivos educandos, no dia virem para os de abertura deste ano letivo (14 de setembro), momento que apro- computadores veitámos para dar as boas vindas ao nosso espaço / serviço e exibir, divertirem-se. Eu também, um pequeno vídeo com diferentes atividades realizadas no adoro a biblioteca. ano letivo anterior.Cátia Nicole - 4ºA A Biblioteca está empenhada em rentabilizar as potencialidades que os ambientes digitais proporcionam, designadamente através da produção / disponibilização de recursos online, bem como estimular a participação dos alunos (interagindo com a BE, por exemplo, por email ou através do formulário de contacto, escrevendo textos, etc...). Uma vez que, no corrente ano letivo, temos uma nova realidade "Sala de Estudo" (espaço de ocupação plena dos tempos escolares dos alunos), criámos uma nova secção no blogue, com conteúdos lúdico-pedagógicos. Atingimos, a 1 de outubro, as 14000 visitas ao nosso blogue, um marco que demonstra a visibilidade do nosso trabalho e que preten- demos que, cada vez, vá ao encontro dos interesses e necessidades dos diversos utilizadores. Como sempre, estamos abertos a sugestões e à colaboração de todos para tornar a BE mais útil e agradável!
  • Página 3 NÚMERO 10Dia Mundial da Alimentação 2012 - 16 de outubroA Biblioteca acolheu, no dia 16 de outubro, pelas 12.35minutos, uma sessão sobre Perturbações Alimenta-res, promovida pelo grupo de trabalho do PES e dinami-zada por técnicos especialistas da Escola Superiorde Enfermagem de Coimbra, a qual terá como destinatá-rios as turmas 8ºA, 8ºD, 9ºA e 11ºA.Esta sessão visou, fundamentalmente, sensibilizar acomunidade escolar para a importância de realizar umaalimentação correta e equilibrada que, associada aexercício físico e estilo de vida adequados, o que cons-titui um fator essencial para viver com saúde."Cooperativas agrícolas alimentam o mundo é o tema do Dia Mundial da Alimentação2012, celebrado a 16 de outubro, em reconhecimento do papel que as mesmas desempe-nham para melhorar a segurança alimentar e erradicar a fome.Praticamente uma em cada sete pessoas sofre de desnutrição, mas o mundo tem os meiospara eliminar a fome e promover o desenvolvimento sustentável. Há um amplo acordo deque os pequenos agricultores fornecerão grande parte dos produtos necessários para ali-mentar mais de nove bilhões de habitantes em 2050.A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) considera queuma das medidas necessárias para obter a segurança alimentar é apoiar as cooperativas,organizações de produtores e outras instituições rurais, investindo nelas." (in Portal daSaúde) DEIXA O LUGAR LIMPO E ARRUMADO LIMPA A BOCA SEMPRE NA PARTE DE DENTRO DO GUARDANAPO E ANTES DE BEBER ÁGUA.NUNCA ENCHAS DEMASIADO O PRATO,PODES SEMPRE PEDIR PARA REPETIR. COME SEMPRE DE BOCA FECHADA, SEM RUÍDO E SEM A ENCHER POR COMPLETO. ENGOLE A COMIDA ANTES DE FALAR.
  • ONDA DE IDEIAS Página 4 Mês Internacional da Biblioteca Escolar - Dia da BE "Segundo os princípios estabelecidos pela InternationalAssociation of School Librarianship - IASL, o "Mês Internacional da Biblioteca Escolar permitirá aos responsáveis pelas bibliotecas escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em outubro, que melhor se ade- que à sua situação de forma a celebrar a importância das bibliote- cas escolares... ". O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares decidiu declarar o dia 22 de outubro como o Dia da biblioteca escolar, permitindo, deste modo, às escolas a preparação atempa- da de atividades específicas a realizar nesse dia, independente- mente das ações que possam levar a efeito noutros dias do mês. Para celebrar esta data, a IASL propôs, como habitualmente, um tema aglutinador: Bibliotecas escolares: uma chave para o passado, presente e futuro. Uma chave para o passado, porque sem memória e transmissão do A biblioteca de conhecimento seria impossível receber a herança e património de hoje oferece-nos saberes, que hoje nos identifica a todos; uma chave para o pre- livros de todos os sente, porque só através do domínio da informação e gestão do géneros, desde conhecimento, que configuram a nossa era, podemos dar continui- BDs a romances, dade a esse legado, enriquecê-lo e projetá-lo no tempo; uma cha- histórias de ve para o futuro, porque este dependerá sempre da ação, expec-vampiros e contos. tativas e capacidade de gerir as mudanças com que o desejamos Uma biblioteca é tecer. um mundo cheio de letras e folhas As bibliotecas são uma das criações humanas que melhor cumprem em que cada este desígnio, de perpetuar, gerar e promover o conhecimento, nopalavra vale ouro. sentido de uma sociedade mais culta e instruída. A importância Nas bibliotecas particular das bibliotecas no campo educativo faz delas uma das encontramos chaves maiores deste desígnio. ( in Portal da RBE) livros, em cada livro temos uma Na nossa escola, assinalámos a data com a colocação de um poster história, em cada na BE (onde convidámos os alunos / professores a deixar frases ori-história uma lição. ginais relacionadas com o papel das BEs) e afixação de outras infor- Ana Sofia, nº 3, 7ºB mações nas vitrinas dos Blocos B e C. Aproveitámos a oportunidade para lançarmos o do Projeto SOBE, com a dinamização de uma atividade de leitura, na BE, para alunos do 2º e 3º anos da EB1 de Tocha.
  • Página 5 NÚMERO 10Testemunho da deslocação da turma Toch04, do 2º ano (EB 1 Tocha)Na segunda-feira, fomos à biblioteca da “escolagrande” ouvir uma história chamada “Sorrisode Estrela”. Antes de ouvirmos a história oMiguel foi ler um cartaz que estava numaestante e dizia: “ Uma chave do passado, pre-sente e do futuro…”.O professor João Paulo fezperguntas sobre as bibliotecas de antigamente, do presente e como serão no futuro. A seguir fomos ouvir uma história contada pelo professor João Paulo. A história falava de uma atriz com um mau hálito. Na his- tória os meninos imaginaram que se o mau hálito saísse pela televisão ninguém iria gostar de ver.Eles resolveram fazer um teatro sobre “lavar os dentes”; fizeram fatos de pastas, dentes ede escovas, assim como de micróbios a atacar os dentes. Inventaram uma canção que apre-sentaram na festa de final de ano.No fim da história, nós cantámos a canção dos dentes e o professor João Paulo mostrou-nosno blogue da biblioteca o projeto SOBE.Testemunho da deslocação da turma Toch06, do 3º ano (EB 1 Tocha):No dia 22 de outubro, os alunos do 3º ano da turma Toch6 foram à Biblioteca do Agrupa-mento porque se comemorava o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares.O Professor João Paulo recebeu-nos muito amavel-mente e explicou-nos o funcionamento e a funçãodas bibliotecas.De seguida, dirigimo-nos para uma sala de aula evisualizamos a história "Sorriso de Estrela" contadapelo Professor João Paulo, responsável pela Biblio-teca. A história fala de uma menina chamada Micae-la que era atriz e que tinha um sorriso maravilhoso mas... com mau hálito! Este conto per- mitiu-nos concluir que devemos ter uma boa saúde oral (lavar bem os nossos dentinhos!) Esta atividade incluiu-se no âmbito do Projeto SOBE, com as parcerias da Direção Geral de Saúde, do Plano Nacional de Leitura e da Rede de Bibliotecas Escolares.
  • ONDA DE IDEIAS Página 6 Encontro com a Escritora Alice Vieira A Rede de Bibliotecas de Cantanhede promoveu um encontro dos alu- nos do 6º ano do concelho com a escritora Alice Vieira, o qual teve lugar no dia 26 de outubro de 2012, pelas 14.30 horas, no Auditório da Biblioteca Municipal (BMC), em Cantanhede. A presente ativida- de revestiu-se de gran- de importância para os alunos, uma vez que Morre? Vive? Alice Vieira é uma das Será que vou autoras estudadas no estar cá? Será Programa de Portu- que os meus guês, constituindo umaamigos vão estarcá? No futuro, a excelente oportunida- biblioteca de para contactar com deverá sempre o seu trabalho literário ser o espaço do e conhecer o seu percurso de vida.SER! Professora Da nossa escola deslocaram-se à BMC as turmas A e B, num total de 35 Maria Regina Teixeira alunos, acompanhados pelas docentes de Português, respetivamente, professoras Ana Maria Pedreiro e Emília Brás Silva, e do professor bibliotecário. Durante o encontro, foram colocadas diversas questões à autora e, no final, houve uma sessão de autógrafos. Sendo este tipo de iniciativas fortemente recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, foi deveras proveitoso para os alunos do 6º A e B da nossa escola poder conhecer melhor Alice Vieira e ouvir as suas palavras e os seus ensina- mentos. Foi, de facto, uma tarde de sexta-feira diferente, em que a "tarde livre" dos alunos adquiriu um outro signifi- cado!
  • Página 7 NÚMERO 10Opiniões das alunas Ana Rita Laranjeiro, Isa Oliveira e Tatiana Rocha(6ºB) sobre o encontro com Alice Vieira:No passado dia vinte e seis de outubro, os alunos dos 6ºanos de algumasescolas do concelho de Cantanhede tiveram a oportunidade de estar napresença da ilustre escritora Alice Vieira e de lhe fazerem perguntas.Quase todos os alunos quiseram questionar a autora, que afirmou ir bus-car inspiração às pessoas de quem gosta, como a família e os amigos.Alice Vieira é uma das mais importantes escritoras portuguesas parajovens. Várias das suas obras foram editadas no estrangeiro. Isa Oliveira, 6ºB A biblioteca escolar pode ser uma chaveEu gostei do encontro com a escritora Alice Vieira, fizemos perguntas; para o passadoela respondeu e falou-nos de alguns dos seus livros. presente e futuroA autora contou-nos como escreveu “Rosa, minha irmã rosa.” porque: tem diversos livros do passado a falarFoi muito divertido, alguns alunos tiraram fotografias, outros levaram sobre pessoasuma assinatura da autora, outras receberam um beijo dela e outos com- importantes (comopraram um livro, no qual deu um autógrafo. Abraham Lincoln,Foi muito divertido, pois ficámos a saber coisas novas. antigo presidente dosEu acho que a autora Alice Vieira tem jeito para a escrita. Ela disse-nos Estados Unidos);uma coisa muito importante: que quando estava dois ou três dias a também oferece noescrever e não gostava do que lia, rasgava as folhas e fazia de novo até presente computadoresgostar. disponíveis sobre tudo Tatiana Rocha, 6ºB (desde livros de BD a livros da universidade);No dia 26 de outubro, as turmas do 6º A e 6º B foram com os professores no futuro prevejo umaEmília Brás, Ana Pedreiro e João Martins, a Câmara Municipal de Canta- grande evolução não só nos livros mas tambémnhede para conhecer a escritora Alice Vieira. nas instalações.Quando lá chegámos, fomos para um auditório juntamente com outras Francisco Santos,turmas do 6º ano do concelho de Cantanhede. Fizemos perguntas àescritora e ficámos a conhecer a sua vida e algumas obras que nãoconhecíamos.No fim de fazermos perguntas, tivemos a possibilidade de comprar umdos seus livrose também pedir autógrafos.Foi um privilégio conhecer pessoalmente a escritora Alice Vieira e tam-bém conhecer algumas das suas obras.No final do encontro regressámos à escola.E assim foi o nosso encontro com esta maravilhosa escritora. Ana Rita Laranjeiro, 6º B
  • ONDA DE IDEIAS Página 8 Halloween na BENão sei o que vaiacontecer mas espero que seja Como tem sido hábito, os professores de Inglês escolheram o espa- bom! ço da BE para expor trabalhos dos alunos relacionados com a cele- bração do "Halloween". Beatriz Casas / castelos assombrados, fantasmas, monstros, cemitérios, gatos pretos, bruxas e outras criações assustadoras surgiram sob a forma de desenhos e montagens tridimensionais. É de sublinhar o facto de alguns alunos se terem empenhado bas- tante na elaboração dos seus tra- balhos, o que contribuiu para o sucesso da atividade. A Biblioteca apresentou também algumas propostas de leitura, tais como "O grande livro do medo", "Contos de Vampiros", "A múmia sem medo", "Outros contos fan- tásticos", Harry Potter e os Talis- mãs da Morte" e "Winnie the Witch" (este último em Inglês).
  • Página 9 NÚMERO 10Exposições na Sala A2: “São Martinho” e “Dia do Não fumador”A sala A2 recebeu, durante duas semanas consecutivas, uma exposi-ção alusiva ao São Martinho e outra relativa ao Dia do Não fumador,com mostra de trabalhos elaborados pelos alunos de Educação Visualdos 5º e 6º anos, sob orientação do professor José Pedrosa.A evocação do São Martinho é deveras importante na cultura popularportuguesa, sendo, por isso, todos os anos celebrado na nossa escolacom a realização e exposição de trabalhos. A biblioteca é um mundo de sonhos e diversões, desejos e diversões, no qual cada livro corresponde a um sonho. Bernardo TaipinaQuanto ao Dia do Não Fumador, a sensibilização dos alunos para osmalefícios do tabaco e para a importância de não fumar, serviram de nº 3, 8ºCmote para a produção de ilustrações e mensagens bem elucidativas.
  • ONDA DE IDEIAS Página 10 Sorteio de Natal da Biblioteca Escolar A Biblioteca Escolar realizou, pela primeira vez, um sorteio de Natal. Os prémios foram apurados e entregues durante a Tertúlia de Natal (dia 13 de dezembro, pelas 21.30 horas, na Biblioteca). Assim, o primeiro prémio (rifa nº 72) coube ao Sr. Daniel Guímaro, residente nos Bizarros, que recebeu uma coleção de 20 livros, intitu- lada “Arte Portuguesa”. O segundo prémio (rifa nº 177) foi entregue à Sra Lúcia Oliveira, de Há quem diga Arneiro – Tecelão, consistindo em 12que: “A cultura é tudo o que fica livros da coleção “Clássicos da Lite- depois de ratura Portuguesa Contados às Crian-esquecermos tudo ças”. o que aprendemos”. A Finalmente, o terceiro prémio (rifabiblioteca ajuda-o a não esquecer e nº 608), constituído por duas obras –a preservar a sua “História Universal Comparada” e “O Recruta”, foi atribuído ao Sr. identidade. Ricardo Santos, da Volta da Tocha. Professor Fernando A todos os alunos que se empenharam na divulgação deste sorteio e Catarino na distribuição das rifas, bem como a todas as pessoas que colaboram connosco, o nosso bem-haja!
  • Página 11 NÚMERO 10Tertúlia “Natal na BE…” Decorreu, no passado dia 13 de dezembro, a partir das 20 horas e 30 minutos, na Biblioteca Escolar, uma tertúlia de Natal, intitulada “Natal na BE…”. Esta iniciativa visou, fundamentalmente, celebrar o Natal, divulgar o trabalho reali- zado pelos alunos no âmbito da disciplina de Educação Musical e, ainda, aproximar a Biblioteca / Escola da comunidade. Com um programa diversificado, onde se A biblioteca é incluíram canções e declamação de poe- um mundo de mas, este sarau contou com a presença de livros onde se muitos alunos do 2ºCEB, alguns discentes pode aprender, das turmas do 7º A e C e do 8º A e B, para é o sítio da além de professores da escola, ex-alunos e escola onde eude um número elevado de Encarregados de Educação dos alunos gosto mais deenvolvidos. estar. BeatrizForam apresentadas Claro Santos,canções diversas, taiscomo “As notas 4º Asão…” (5º A), “Sou aEscola”(5º C),“Knocking on Hea-ven’s Door” (5ºB), “A Estrela Guia” (5ºA, B e C); “Regresso à Esco- la”, “ My heart Will go on”, “Cantar o mar” e “ Vai Nevar” foram os temas interpretados, em conjunto, pelas turmas A e B do 6º ano. Estes alunos trouxeram-nos vários poemas de origem popular, de autores consagrados e inéditos (da autoria dos mesmos), declamando-os entre as diversas músicas apresentadas.
  • ONDA DE IDEIAS Página 12 Tertúlia “Natal na BE…” Já os alunos do 7º A e C proporcionaram um momento de contacto com as línguas rome- na e francesa, sob aQuando me amei orientação da assis- de verdade, tente de Francês - Comenius, Maria percebi que Olteanu, tendo inter- minha mente pretado os temas ““On l’appelait le nez rouge”, “Saniuta fuge” e “On se dit joyeux noel”. pode me Uma das intervenções mais eruditas veio de João Pedro Teixeira, ex-atormentar e me aluno do nosso agrupamento, que apresentou “Invierno Porteño”,dececionar. Mas de Astor Piazzolla, uma peça paraquando a coloco guitarra clássica. Também outra ex-aluna, Andreia Timóteo, ace-a serviço do meu deu ao convite da BE e fez a lei- coração, ela se tura expressiva de um poema de Natal. torna uma Já as alunas Mariana Carvalho e Gabriela Nascimento, ambas do 8ºB,grande e valiosa emprestaram a voz a, respetivamente, “Lusitana Paixão” (de Dulce Pontes) e “Chuva” (de Mariza), colhendo imensos aplausos do públi- aliada. co. Tudo isso A turma 8ºA também se fez representar, cantando “Comer saudá- vel…”, letra dos alunos e melodia de Boss AC, devidamente coreogra- é... Saber fada, através da qual chamaram a atenção para uma alimentação ade- viver!!! quada. Os professores Fernando Catari- C. CHAPLIN no e Eneida Roldão Alferes tam- bém proporcionaram dois momentos diferentes: o primeiro trouxe um poema de Miguel Tor- ga, intitulado “Era uma vez na Judeia”; a segunda apresentou um texto reflexivo de Augusto Cury, com uma mensagem intemporal.
  • Página 13 NÚMERO 10Tertúlia “Natal na BE…”Finalmente, os muitosprofessores do agrupa-mento presentes foramconvidados a cantar“Maria Faia”, seguindo-se um lanche convíviopartilhado, com o qualterminou esta tertúlia.Importa referir que,durante as quase duas horas do evento, foram atribuídos os prémios dosorteio de Natal (vide página 10).A Biblioteca agradece a todos os professores que colaboraram na pre- Prefiro os queparação e estiveram presentes nesta tertúlia, bem como a todos os alu- me criticam,nos que de forma empenhada contribuíram para o sucesso desta inicia- porque metiva. Um agradecimento especial para a Ana Rita Romão (8ºB), a corrigem, aos“apresentadora de serviço” e para o João Pedro Martins, que deu que meapoio técnico no som e imagem. Um bem-haja, também, para os encar- elogiam,regados de educação que dispuseram do seu tempo para acompanha-rem os seus educandos no evento, garantindo a participação destes. porque me corrompem. Santo AgostinhoEm suma, os objetivos foram plenamente alcançados, com uma adesãomaciça (com mais de duas centenas de pessoas presentes) que, literal-mente, fez da biblioteca um espaço pequeno, mas rico em partilha demensagens, talentos e muita animação!
  • ONDA DE IDEIAS Página 14 “Campanha de solidariedade – AMI” Tal como está planificado no PAAE, as turmas/alunos desta escola continuam a dar resposta às campanhas de solidariedade. Assim, nes- te sentido, os alunos do 6º ano, turma B e os alunos do 7º ano, turma B, participaram no peditório a favor da AMI, que se realizou a nível Nacional, como já vem sendo hábito, nos dias 25, 26, 27 e 28 de outubro. O peditório foi realizado no recinto escolar bem como nas localidadesAprendi que um de residência dos alunos envolvidos. A saber:homem só tem o Gesteira, Taboeira, Fervença, Escoural, Barrins, Lagoa Alta, Sangui-direito de olhar nheira, Cochadas, Nogueiras, Povoeiras e Casal do João.um outro de cimapara baixo paraajudá-lo a Projeto SOBE (Saúde oral, biblioteca escolar)levantar-se. A BE do Agrupamento encontra-se inscrita neste projeto que une as bibliotecas,Gabriel Garcia os serviços de saúde e os alunos na sensibilização para os cuidados com a saúdeMarquez oral. Neste período iniciámos o trabalho com a dinamização da história “Sorriso de Estrela” (de Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães), com sessões para as turmas do 4º ano, A e B, da EB2,3/Sec João Garcia Bacelar, 2º e 3º anos da EB1 de Tocha e, ainda, para o grupo de alunos que frequenta a Sala dos Apoios Educativos / Educação Especial. É de referir a articulação que tem havido, a este nível, com a AEC (Educação Musical) e que permitiu gravar um videoclip disponível em http://www.youtube.com/watch? feature=player_embedded&v=eacNBRqPwj0 .
  • Página 15 NÚMERO 10Um Natal mais FOFINHO... Um Natal mais FOFINHO a quem precisa! Os alunos estiveram presentes com muito quando lhes foi pedido que alguns pudessem ter um “ Natal Mais fofinho” O que eu faço é E na biblioteca recolheram-se simples: ponho  Bolachas pão nas mesas e  Bolos secos compartilho-o."  Compotas  Leite  Chás Madre Teresa  Chocolates de Calcutá  Rebuçados  Roupas  Calçado  Jogos / Brinquedos  Livros A tentação hoje é reduzir o cristianismo a uma sabedoria meramente humana, como se fosse a ciência do bom viver. Num mundo fortemente secularizado, surgiu uma « gradual secularização da salvação », onde se procura lutar, sem dúvida, pelo homem, mas por um homem dividido a meio, reduzido unicamente à dimensão horizontal. Ora nós sabemos que Jesus veio trazer a salvação integral, que abrange o homem todo e todos os homens, abrindo-lhes os horizontes admiráveis da filiação divina. João Paulo II
  • ONDA DE IDEIAS Página 16 Festa de Natal na EB1 de Tocha e na sede do Agrupamento As festas de Natal na EB1 da Tocha e na Escola EB 2,3/Sec João Garcia Bacelar foram um grande sucesso. Numa tarde em que a chuva e o vento se fizeram sen- tir com grande intensidade, os variados elementos do programa – desde a deco- ração do espaço, passando pela recreação do presépio vivo, até apresentação de temas musicais e dança - acabaram por animar os que participaram e/ou assisti- ram à festa. Aqui ficam alguns registos fotográficos dos eventos que tiveram lugar nos dois diferentes espaços:Lembrai-vos que emtoda festa, tendesdois convivas aentreter - o corpo ea alma; e o que daisao corpo, narealidade o perdeis.Mas o que dais àalma, permanecepara sempre. Epicteto Esta atividade do PAAA foi preparada, em boa parte, nas sessões de Educação para a Cida- dania.
  • Página 17 NÚMERO 10Cadetes/Juvenis e Minis em ação na TochaO CV Tocha foi, nos dias 17 e 18 de Novembro, responsável pela organização de duas provas da Associação de Voleibol Coimbra, nos escalões de Cadetes/Juvenis Femininos e Minis A e B, masculino e feminino. No dia 17 de Novembro(sábado) recebeu a 2ª jornada concen-trada do Torneio de Abertura de Cade-tes/Juvenis Femininos, da AV Coimbra/AV Viseu, na qual estiveram presentes,além da equipa de cadetes femininoslocal, as equipas do Colégio de Lamego,CV ES Latino Coelho (Lamego), Anreade(Resende), CARDES (Viseu), Lousã VC, AA Coimbra e CV Aveiro. Foram realizados um total de 15 jogosentre as 10.00h e as 18.30h, nos três campos montados para o efeito, sendo que a equipa da casadefrontou nesta jornada a equipa da AA Coimbra (1-2), a equipa de ANREADE (2-1) e a equipa do CVAveiro (1-2). De referir que, este torneio de abertura, o qual vai ter 4 jornadas concentradas, tem comoobjetivo aumentar a densidade competitiva das equipas destes dois escalões, proporcionando tambémum ótimo meio de preparação das equipas antes dos respetivos campeonatos regionais, os quais se vãoiniciar no inicio do mês de janeiro, e que dão apuramento para os campeonatos nacionais. Por sua vezno dia 18 de Novembro (domingo), o CV Tocha organizou a 1ª jornada da 1ª fase de Minis A e B, masculi-no e feminino, entre as 9.30h e as 13.00h. Esta 1ª fase prevê que os jogos se disputem na variante deduplas, sendo as equipas constituídas por 4 elementos, em que dois jogam na primeira parte e dois nasegunda parte. O CV Tocha participou neste convívio com 12 equipas, sendo duas minis A masculino, 4minis A feminino, 2 minis B masculino e 4 minis B feminino. Além das equipas da casa, estiveram tam-bém presentes equipas do CV Aveiro, Frei Gil VC (Bustos), AA Coimbra, Lousã VC e CAIC (Cernache), numtotal de 34 equipas e 120 atletas com idades compreendidas entre os 7 e os 13 anos. Além dos muitosatletas, também muitos pais e familiares foram acompanhando a atividade ao longo de toda a manhã,prova da importância e visibilidade que a modalidade começa a adquirir no panorama desportivo regio-nal. Foram realizados um total de 94 jogos, nos 12 campos montados para o efeito, proporcionando umamanhã divertida e de sucesso a todos as crianças e jovens que se deslocaram à Tocha. Os resultados nes-ta fase são o menos importante, pois a maioria está a dar os primeiros passos na modalidade, todavia emjeito de curiosidade, no escalão de minis A masculino o CV Tocha garantiu os dois primeiros lugares, oescalão de minis A feminino foi vencido pelo CV Aveiro, tendo as equipas A e B do CV Tocha ficado em 2ºe 3º lugar respetivamente. O escalão de minis B masculino foi totalmente dominado pelo Frei Gil VC,que conquistou os dois primeiros lugares, tendo as equipas da casa conquistado o 5º e 8º lugar. Quantoaos minis B feminino foi dominado pelas equipas do CV Tocha, que conquistaram os 2 primeiros lugares,ficando a AA Coimbra no lugar mais baixo do pódio.
  • ONDA DE IDEIAS Página 18 Escritos... - Será possível ser diferente dos outros ? - pensava o pinheirinho. Quando as pessoas acabaram de jantar, foram ter com o pinheiro ansiosamente e olharam para o relógio. Faltavam cinco minutos para abrir as prendas que eles tanto esperavam. Chegou a meia-noite. Uma criança começou a distribuir os presentes aos seus familiares. A avó tinha recebido uma nova mala; o avô, um baralho de cartas; o pai,A escrita da uma camisola quentinha; acriança não mãe, um novo cachecol eresulta de a filha uma bonequinhasimples cópia muito engraçada.de um modeloexterno, mas é Mas eu também recebi umum processo de presente: uma linda estre-construção la para pôr no topo das minhas agulhas!pessoal. Eu percebi que sou diferente dos outros porque recebo muito amorEmilia Ferreiro das pessoas que me rodeiam. Eu percebi que a esse conjunto de amor, chamámos… família!!! No dia seguinte, encontrei debaixo de mim uma prenda que se tinham esquecido de oferecer. Era para toda a famí- lia! Como sou da família eu abri e saiu de lá… muito Amor!!!! Sara Ribeiro—5º C
  • Página 19 NÚMERO 10A florVi nascer num campoUma flor muito bonitaTinha lindos olhos Escrevo como se cada frasee era catita escrita por mim fosse mudarAproximei-me dela alguma coisa — secar aE disse-lhe: Olá! lágrima que escorre no rostoEla sorriu para mim de alguém, pôr um sorrisoE ofereceu-me chá. num rosto emburrado. NadaPétalas azuis acontece. Nada muda.Folhas verdinhas Minhas palavras podem nãoCantava muito mudar a vida de outrasE tinha amiguinhas pessoas, mas salvam a minha. Sinto paz ao escrever. Sinto-me bem. E no final, sou apenas isso: Alguém queHá um tempo em que é preciso abandonar as escreve pra salvar a própriaroupas usadas, que já tem a forma do nosso vida.corpo, e esquecer os nossos caminhos, quenos levam sempre aos mesmos lugares. É otempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margemde nós mesmos.Fernando Pessoa
  • ONDA DE IDEIAS—DEZEMBRO DE 2012Onda de Ideias - número dez. E depois?Com o presente número da nossa newsletter, assinalamos mais um período de atividade da nos-sa escola / agrupamento, acompanhando em particular o trabalho realizado pela BibliotecaEscolar.Tal como sempre pretendemos e permitimos, a newsletteresteve aberta aos contributos e atividades de todos os depar-tamentos, ações individuais de professores e projetos emcurso no Agrupamento, não se cingindo, portanto, às iniciati-vas da Biblioteca.Considerando que nem sempre foi fácil obter em tempo útilnotícias (texto / imagem) das atividades dinamizadas por umnúmero significativo de docentes, estamos neste momento aequacionar que o projeto informativo da biblioteca (e por extensão da escola/agrupamento) –Onda de Ideias, venha, num futuro próximo, a assumir um formato distinto – um wiki jornal.Por definição um “Wiki é um conjunto de páginas interligadas, e cada uma delas pode ser visi-tada e editada por qualquer pessoa”. Trata-se de um espaço que pressupõe “um trabalho cola-borativo, constantemente sendo expandido, melhorado, com as pessoas criando páginas acercade seus interesses, comentando páginas antigas, etc.”Estas caraterísticas do “wiki”, aplicadas à informação de caráter periódico (jornal), conferemuma enorme liberdade aos colaboradores, pelo que todos podem facilmente dar conta das suasatividades (sem depender diretamente dos professores João Paulo ou Regina Teixeira para aedição eletrónica, como aconteceu até aqui).Assim, lançamos aqui o repto: devemos prosseguir com a atual newsletter ou mudar para umjornal “online”? Dê-nos a sua opinião! FICHA TÉCNICA EDIÇÃO E LAYOUT—PROFESSORA REGINA TEIXEIRA ACONTECEU NA ESCOLA - PROFESSOR JOÃO PAULO E PROFESSORA REGINA TEIXEIRA AGRADECEMOS A TODOS OS PROFESSORES QUE COM AS SUAS ATIVIDADES CONTRIBUEM PARA O SUCESSO DESTA NEWSLETTER.