Sensoriamento remoto

1,924 views

Published on

Sensoriamento remoto

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,924
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
67
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sensoriamento remoto

  1. 1. Prof. Dr. Harold Gordon Fowlerpopecologia@hotmail.com Sensoriamento Remoto Ecologia de Populações
  2. 2. Escala e EcologiaA escala regional e do paisagem é o novo desafio.As mudanças novas podem ser os próximos desafios.Precisamos • Ecologia espacial • Ecologia de escala grande • Ecologia mecanicamente robusta Ecologia Sensoriamento Remoto Complexidade
  3. 3. Sensoriamento Remoto“A coleta e interpretação de informação sobreum objeto sem contato físico com o objeto;como imagens de satélite, fotografia aérea, emedidas de levantamentos.” -- www.waterquality.de/hydrobio.hw/RTERMS.HTM
  4. 4. Ecologia e DadosDesafios do Delineamento Experimental na Ecologia: Experimentação e Observação ‘Controle dos variáveis’ Dimensionalidade e variabilidade.
  5. 5. Ecologia e Dados Pontos de vista do chão e de sensoriamento remotoMundo Real Amostras de chão Sensoriamento Remoto
  6. 6. Sensoriamento Remoto e DadosLimitado de capacidade de amostrar: radar, fotografia, espectro, laser ...Mas amplo de escopo: – Medidas de dias a meses – Cobra áreas de metros quadrados a continentes.
  7. 7. Sensoriamento Remoto e Dados EcológicosUsado tradicionalmente para o monitoramento e mapeamentoCom o aumento da resolução, não existe razão para não usa-o no desenvolvimento de teoria.
  8. 8. Escala e Dados EcológicosPattern and Process in the Plant Community AS Watt, The Journal of Ecology, 1947 - GoogleScholar, 534 citaçõesThe Problem of Pattern and Scale in Ecology SA Levin, Ecology, 1992 GoogleScholar, 1377 citações
  9. 9. Escala e EcologiaEcologia ao Nível do Indivíduo “O estudo de sistemas ecológicas da perspectiva de que os sistemas originam de indivíduos únicos e independentes e as interações dos indivíduos com outros e com seu ambiente.” Grimm e Railsback 2005, Individual-based Modeling and Ecology. Enfoque no nível de aptidão
  10. 10. Sensoriamento Remoto e Ecologia Ecologia + sensoriamento remoto é bom. A ecologia a base do indivíduo e boa. Sensoriamento remoto + Ecologia a base do indivíduo e bom?
  11. 11. Escala e Ecologia Unidade é o ‘indivíduo’O tomador de decisão é o proprietário dolote, não os lotes
  12. 12. Escala e Ecologia a Nível do IndivíduoUnidade é o ‘Individuo’Como lidar com indivíduos com sensoriamento remoto?Ajuste da escala do sensor com a escala do indivíduo escala espacial escala temporal escala característica
  13. 13. Escala e Ecologia Resolução espacialDiminuir tamanho do pixel Aumentar a resolução >1m  1 km
  14. 14. Escala e EcologiaResolução espacialEscopo espacial
  15. 15. Escala e EcologiaResolução espacialEscopo espacialResolução temporal – MODIS: 1-2 vezes por dia – Landsat ~ a cada 16 diasResolução ‘Característica’ – Resolução espectral (hiper versus multi- espectro) – Precisão de elevação
  16. 16. Escala e EcologiaHigh-resolution remote sensing of intertidal ecosystems: A low-costtechnique to link scale-dependent patterns and processes. Guichard eBourget (2000) Limnol. Oceanogr.
  17. 17. Modelos e Teoria Revisão do Modelo Modelo Dados Estatística de Padrão Grimm e Railsback
  18. 18. Escala e Ecologia = Ecologia espacial Ecologia de escala grande Ecologia mecanicamente robusta Por meio do Estudo empírico dos dados

×