Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Nome99999999999                         NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC                               ...
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Noções de Informática para Anac
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Noções de Informática para Anac

2,456

Published on

Aula demonstrativa do curso Noções de Informáica para Anac. Confira todo o catálogo do Ponto dos Concursos: http://www.pontodosconcursos.com.br

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,456
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
135
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Noções de Informática para Anac"

  1. 1. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Aula 0 – Apresentação do Curso – Noções de Informática Olá queridos (as) amigos (as), meus cumprimentos! 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 Força, garra, motivação e persistência a todos!! 99 99 e9 É com grande alegria que os recebo neste novo curso de Noções de om Informática (em Teoria e Exercícios Comentados) que tem como foco N prepará-los para o certame da Agência Nacional de Aviação Civil, ANAC. 9 99 Serão ao todo 08 aulas, além desta aula demonstrativa, em 99 que teremos resumos teóricos contemplando os pontos que 9 99 podem ser explorados pela banca e os comentários de 300 99 questões (provenientes dos concursos realizados e9 exclusivamente pelo Cespe/UnB), para que você possa se om antecipar ao estilo de cobrança dessa banca e gabaritar a sua N prova!! 99 9 Assim, pretendo apresentar com uma linguagem simples, objetiva e clara os 99 fundamentos e jargões de informática, que serão de grande valia na sua 99 prova. Utilizaremos glossários, esquemas, quadros sinóticos, resumos e mapas 9 99 mentais de forma a facilitar a memorização dos termos, propiciando uma e9 melhor fixação da matéria e das pegadinhas mais cobradas em provas.om Este curso abordará TODOS os tópicos do edital, no que tange à disciplina deN Noções de Informática, destacados a seguir. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 1O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  2. 2. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO 1 Fundamentos de sistemas operacionais e pacotes (família Windows). 2 Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 3 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à internet e intranet. 4 Conceitos básicos de segurança da informação. 99 5 Pacote Microsoft Office 2010. 99 99 Agora, força a todos, confiem em Deus e façam a diferença! Estamos aqui para 99 desbravar os atalhos da informática e ensiná-los o caminho dessa trajetória 99 que será de MUITO SUCESSO. e9 Antes de partir para o desenvolvimento da teoria e dos exercícios, om gostaria de me apresentar. Vamos lá! N 99 Sou a Profa Patrícia Lima Quintão, moro em Belo Horizonte e tenho 99 ministrado aulas de informática no Ponto dos Concursos desde 2009 (visando 99 certames como Senado Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, 99 Senado Federal, MPU, TCU, Ministério da Fazenda, Petrobrás, MPOG, ABIN, 99 TRE, TRT, TSE, ANEEL, SEFAZ-DF, SEFAZ-RJ, SEFAZ-SC, SEFAZ-SP, ISS-RJ, e9 ISS-BH, ISS-SP, SUSEP, CGU, dentre outros), além de lecionar disciplinas om técnicas do curso de Sistemas de Informação e Ciência da Computação, tanto N na graduação, quanto na pós-graduação. Também, atuo como Analista na área 99 de Tecnologia da Informação e Comunicação da Prodemge e sou instrutora 99 autorizada CISCO, já tendo ministrando cursos específicos da área de redes 99 99 junto à Faculdade Estácio de Sá em Juiz de Fora. 99 Ah! Também sou autora do livro de questões comentadas e9 de informática para concursos (Foco: FCC), pela Editora om GEN/Método, sob a coordenação dos grandes mestres N Vicente Paulo e Marcelo Alexandrino. No mês de abril/2012 9 99 tivemos nova tiragem da segunda edição do livro, 99 http://www.editorametodo.com.br/produtos_descricao.asp?c 9 odigo_produto=2303. Aproveitem! Em breve também 99 99 teremos mais novidades nessa área com foco no Cespe/UnB, e9 ESAF e FGV! om Sou mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ, N pós-graduada em Gerência de Informática e bacharel em Informática pela 99 Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atuo como membro da Sociedade 9 99 Brasileira de Computação e do Comitê Brasileiro de Processamento de Dados 99 da ABNT, que cria as normas sobre gestão da Segurança da Informação no 99 Brasil; sou editora da revista InfraMagazine; tenho certificações técnicas na 9 e9 área de segurança, redes e perícia forense; além de artigos publicados a nívelom nacional e internacional com temas da área de informática.N E como não poderia deixar de ser, nas horas vagas, também concurseira, já tendo sido aprovada em vários concursos, como: • Professora titular do Departamento de Ciência da Computação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (2011); • Professora substituta do Departamento de Ciência da Computação da Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 2O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  3. 3. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Universidade Federal de Juiz de Fora (2011); • Analista de Sistemas, Dataprev (2011); • Analista de Sistemas, Infraero (2011); • Analista-TIC, Prodemge (2011); 99 • Analista de Sistemas, Prefeitura de Juiz de Fora (2007); 99 • Analista de Sistemas, SERPRO (concursos de 2001 e 2005); 99 99 • etc. 99 e9 om O Curso Que Proponho N As aulas serão agrupadas por assuntos, conforme disposição listada a seguir. 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 9 99 9 99 99 99 e9 om N 99 9 99 99 9 99 e9omN Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 3O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  4. 4. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Planejamento das Aulas No decorrer do curso disponibilizarei os pontos teóricos de relevância, para melhor fixação da matéria, e, em seguida, trabalharemos as questões comentadas em sua íntegra. Ao fim de cada aula será apresentada também a lista com todos os exercícios 99 nela comentados, para que possa, a seu critério, resolvê-los antes de ver o 99 gabarito e ler os comentários correspondentes. 99 99 Bem, passada a apresentação inicial, espero que este curso seja de grande 99 valia para o seu estudo, fazendo-o superar os desafios vindouros na prova! e9 Vamos começar então? Força, garra e determinação, e fiquem com om Deus sempre! N 99 99 99 99 Profa Patrícia Lima Quintão 99 Facebook: http://www.facebook.com/patricia.quintao (Aguardo vocês!) e9 Twitter: http://www.twitter.com/pquintao om N 99 99 Iniciamos o curso com um assunto bastante cobrado nas provas 99 do Cespe/UnB - Internet. Totalizamos, nesta aula inaugural, 14 99 questões. Até o final deste curso iremos fazer 300 questões 99 (provenientes dos concursos realizados exclusivamente pelo e9 Cespe/UnB), para mapeamento do estilo de prova que você irá om encontrar. Bons estudos!! N 9 99 99 AULA 0 – Internet e Tópicos Relacionados (Parte I) 9 99 99 e9 Conteúdo desta aula om Introdução à Internet. N 99 Glossário. 9 99 Lista de Questões Comentadas. 99 Questões Apresentadas na Aula. 9 99 Gabarito. e9omN Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 4O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  5. 5. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Introdução à Internet A Internet é uma WAN, uma rede de redes de computadores de alcance mundial, que interliga milhões de dispositivos espalhados pelo mundo. Estes dispositivos são, em sua maioria, computadores pessoais, estações de trabalho, servidores, que armazenam e transmitem informações. Todos estes 99 equipamentos são chamados de hospedeiros (hosts) ou sistemas 99 terminais, que se utilizam de protocolos de comunicação para trocar 99 informações e oferecer serviços aos usuários da rede. 99 Em informática, host é qualquer máquina ou computador conectado a 99 uma rede. Os hosts variam de computadores pessoais a supercomputadores, e9 om dentre outros equipamentos, como roteadores. Todo host na internet precisa obrigatoriamente apontar para um endereço IP. N 99 Continuando, imagine a situação em que os comunicantes não falem a mesma 99 linguagem ou não utilizem os mesmos protocolos. A comunicação poderia não 99 ocorrer. No mundo das redes isto é fato: é preciso que o emissor e 99 receptor da mensagem utilizem os mesmos protocolos para que a 99 e9 comunicação ocorra. om N 99 99 99 99 99 e9 om N 9 99 9 99 99 99 Neste ponto, podemos perguntar: mas se as redes interligadas podem e9 utilizar tecnologias diferentes, não poderiam existir falhas de om comunicação, já que poderiam “falar” línguas diferentes? Sim, as redes N podem ser criadas com padrões de comunicação diferentes. Com o meio físico 99 disponível, resta aos computadores estabelecer algumas regras para que suas 9 conversas sejam sempre entendidas. Eles precisam falar a mesma língua. O 99 99 que resolveu o problema de comunicação entre elas, inclusive entre os 99 computadores de fabricantes diferentes, foi o protocolo de comunicação. 9 e9 Para que a comunicação entre os computadores seja possível é preciso,om portanto, que todos os computadores “falem a mesma língua”. O português é oN nosso protocolo de comunicação. Bem, já que eles possuem padrões bem diferentes (hardware diferente, sistemas operacionais diferentes, etc.) a solução encontrada foi criar um conjunto de regras de comunicação, como se fossem as regras de uma linguagem universal. A este conjunto de regras chamamos de protocolo. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 5O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  6. 6. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO A Internet opera em um modelo cliente-servidor, em que os hosts podem participar como clientes (solicitando recursos) e/ou servidores (fornecendo recursos). O protocolo da Internet (TCP/IP) fornece as regras para que as aplicações sejam criadas de acordo com este princípio. Os programas trocam informações entre si, mesmo estando em hosts diferentes. 99 O TCP/IP fornece um canal de comunicação lógico entre as aplicações por 99 meio das chamadas portas. Isto permite que um determinado computador 99 possa se comunicar com vários outros utilizando o mesmo endereço IP, 99 bastando indicar uma porta diferente. 99 Os protocolos definem uma porta padrão para utilizar nas conexões, mas estas e9 portas podem ser modificadas pelos usuários. om N 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 9 99 9 99 99 99 e9 om Figura - Alocação de algumas portas (Quintão, 2011) N 99 9 Protocolos de Comunicação 99 99 Na maioria das redes, as informações enviadas são quebradas em partes 99 menores chamadas “pacotes”. 9 e9omN Cada pacote deve conter dados de endereçamento para que possam chegar ao seu destino e serem recompostos. Protocolo é um conjunto de regras que definem a forma de construção do pacote. O protocolo também identifica o momento de se enviar o pacote, Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 6O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  7. 7. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO quais pacotes devem ser enviados, quais devem ser reenviados devido a erro de transmissão e o que fazer para que eles sejam reconstruídos. Dessa forma, os dados são trocados de acordo com um protocolo, como, por exemplo, o TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol), utilizado na Internet. 99 Na verdade o TCP/IP é uma pilha de protocolos, sendo que os 2 99 protocolos mais importantes dessa pilha são: o TCP (Transmission Control 99 Protocol - Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Internet Protocol). 99 É importante que você esteja bem ● ● ● 99 familiarizado com os protocolos Protocolo: Conjunto de regras e9 vistos a seguir, que, om preestabelecidas que os disparadamente, são os mais computadores usam para se N cobrados pela banca. São eles: HTTP, 99 comunicarem entre si e, a 99 HTTPS, SMTP, POP3, IMAP, Telnet, partir dessa comunicação, 99 DHCP, FTP, UDP, TCP, IP. Portanto, produzir algum resultado útil, 99 dediquem bastante atenção a eles!! como a navegação em sites, a 99 transmissão de e-mails ou o e9 download de arquivos. om • HTTP (Hypertext Transfer Protocol – N ● ● ● Protocolo de Transferência de 99 Hipertexto) 99 Utilizado para realizar a transferência das páginas Web para nossos 99 programas navegadores (browsers). Os dados transferidos por esse 99 99 protocolo podem conter, por exemplo: texto, áudio ou imagens. Esse e9 protocolo utiliza a porta 80. om N Cuidado para não confundir a sigla HTTP com HTML. O 9 99 HTTP é o protocolo de comunicação para transferir 99 hipertextos, enquanto o HTML é uma linguagem para 9 99 construir arquivos hipertexto. 99 e9 om • HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure) N É uma variação do protocolo HTTP que utiliza mecanismos de segurança. 99 9 Ele permite que os dados sejam transmitidos através de uma conexão 99 criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente. 99 Diferentemente do HTTP (porta 80), a porta padrão usada pelo protocolo 99 HTTPS é a porta 443. Geralmente o HTTPS é utilizado para evitar que a 9 e9 informação transmitida entre o cliente e o servidor seja visualizada porom terceiros. O endereço dos recursos na Internet que estão sob o protocoloN HTTPS inicia-se por https://. Um bom exemplo é o uso do HTTPS em sites de compras online. O HyperText Transfer Protocol Secure - HTTPS - é uma variação do protocolo HTTP que utiliza mecanismos de segurança. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 7O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  8. 8. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO • SMTP (Simple Mail Transfer Protocol - Protocolo de Transferência Simples de Correio) É um protocolo de envio de e-mail apenas. Com ele, não é possível que um usuário descarregue suas mensagens de um servidor. Esse protocolo utiliza a porta 25 do protocolo TCP. 99 99 99 • POP3 (Post Office Protocol Version 3- Protocolo de Agência de 99 Correio “Versão 3”) 99 É usado para o recebimento de mensagens de e-mail. Através do POP, e9 um usuário transfere, para seu computador, as mensagens armazenadas om em sua caixa postal no servidor. Assim, a partir do momento em que você N descarregar as mensagens do servidor de e-mail para o seu computador, 99 mesmo estando off-line (desconectado da Internet), você conseguirá 99 acessar as suas mensagens de e-mail. Atualmente esse protocolo 99 99 encontra-se em sua terceira versão, daí o termo POP3. Utiliza a porta 110 99 do protocolo TCP. e9 IMAP (Internet Message Access Protocol - Protocolo de Acesso ao om N • 99 Correio da Internet) 99 Utilizado em substituição ao POP para permitir que uma mensagem seja lida 99 em um cliente de e-mail sem que ela seja retirada do servidor de entrada. 99 99 Portanto, se o servidor de entrada utilizado por um usuário usa o protocolo e9 IMAP, ele poderá baixar as mensagens para o seu cliente de e-mail e, om mesmo assim, ainda poderá acessá-las em um navegador web N posteriormente. Na prática ele poderia ter lido seus e-mails utilizando o 9 99 Outlook em um dia e mais tarde, em uma viagem, voltar a acessar o 99 mesmo e-mail em um outro computador qualquer, em um hotel, em um 9 cyber café, em um shopping etc. 99 99 Com a utilização do IMAP as mensagens ficam e9 armazenadas no servidor e o usuário pode ter acesso om a suas pastas e mensagens de qualquer computador, N tanto por um WebMail como por um programa cliente 99 de correio eletrônico, como o Outlook Express!! 9 99 99 Se você ficou na dúvida sobre os servidores de correio eletrônico, 99 observe o seguinte: 9 e9om • Servidor de envio (servidor de saída, ou servidor SMTP)N =>Utilizado para ENVIO das mensagens que foram solicitadas por seus usuários. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 8O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  9. 9. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO O protocolo utilizado neste caso é o SMTP (Simple Mail Transfer Protocol - Protocolo de Transferência Simples de Correio) – eis a origem do Servidor SMTP! • Servidor de entrada (servidor de recebimento, ou servidor POP) 99 99 => Utilizado para ENTREGA das mensagens que foram 99 recebidas pelo usuário. 99 99 Com o uso do protocolo POP, ao utilizar um programa e9 cliente de correio eletrônico (como o Mozilla Thunderbird ou om Microsoft Outlook Express) as mensagens são trazidas do N servidor de entrada para o computador do destinatário, 99 sendo retiradas da caixa postal do usuário. 99 Obs.: Pode-se configurar o programa cliente de e-mail para 99 99 deixar cópias das mensagens na caixa postal do usuário no 99 servidor. e9 om N • Telnet (Terminal Emulator - Emulador de Terminal) 99 Permite que uma estação na rede (um micro) realize um acesso interativo 99 (controle remoto) a um servidor como se fosse um terminal deste servidor. 99 99 Em outras palavras, permite obter um acesso remoto a um computador. 99 Tudo o que for digitado no micro cliente será recebido e processado pelo e9 servidor, que devolverá o resultado ao terminal do usuário. Uma sessão de om telnet exige login e senha no computador remoto, ou seja, não é só chegar N e ir entrando, devemos estar previamente autorizados! 9 99 O uso do protocolo Telnet tem sido desaconselhado pelos administradores 99 de sistemas por questões de segurança, uma vez que os dados trocados por 9 99 meio de uma conexão Telnet são enviados em texto legível (texto claro). 99 Então, esse protocolo vem sendo gradualmente substituído pelo SSH, cujo e9 conteúdo é encriptado antes de ser enviado. O SSH (Secure Shell) é um om protocolo para login remoto de forma segura. Os dados transmitidos N durante uma conexão SSH são criptografados, ou seja, codificados. O Telnet 99 utiliza a porta 23 do protocolo TCP. 9 99 99 FTP (File Transfer Protocol - Protocolo de Transferência de 99 • Arquivos) 9 e9om Possibilita a transferência de arquivos entre dois computadores através da Internet. Também permite que pastas e arquivos sejam criados,N renomeados, excluídos, movidos e copiados de/para servidores FTP. Desta forma, basicamente tudo aquilo que se pode fazer no seu equipamento por meio do Windows Explorer é possível de ser feito em um servidor remoto por meio do FTP. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 9O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  10. 10. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO 99 99 99 99 99 e9 Fonte: Barrere, 2011. om N 99 99 99 99 99 e9 om N 99 Figura. Portas 20 e 21 utilizadas pelo FTP 99 99 99 • UDP (User Datagram Protocol - Protocolo de Datagrama de Usuário) 99 e9 Um protocolo que trabalha com datagramas (mensagens com um om comprimento máximo pré-fixado e cuja entrega NÃO é garantida). Caso a N rede esteja congestionada, um datagrama pode ser perdido e o UDP não 9 informará às aplicações sobre esta ocorrência. Outra possibilidade é que o 99 congestionamento em uma rota da rede possa fazer com que os pacotes 99 cheguem ao seu destino em uma ordem diferente daquela em que foram 9 99 enviados. O UDP é um protocolo que trabalha SEM estabelecer conexões 99 entre os softwares que estão se comunicando. e9 om Para memorizar! N O UDP (Protocolo de Datagrama de Usuário) => é não 99 confiável e não orientado à conexão. 9 99 99 99 • TCP (Transmission Control Protocol – Protocolo de Controle de 9 e9 Transmissão)om É um protocolo orientado a conexão. Permite que sejam enviadasN mensagens de qualquer tamanho e cuida de quebrar as mensagens em pacotes que possam ser enviados pela rede. Ele também cuida de rearrumar os pacotes no destino e de retransmitir qualquer pacote que seja perdido pela rede, de modo que o destino receba a mensagem original, da maneira como foi enviada. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 10O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  11. 11. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Para memorizar! O TCP (Protocolo de Controle de Transmissão) => é confiável, orientado à conexão e faz controle de fluxo. 99 • IP (Internet Protocol) 99 Responsável pelo endereçamento dos dados que são transmitidos pelos 99 computadores. Chamamos de endereço IP o número que é utilizado por 99 este protocolo para o endereçamento. 99 e9 Conforme destaca Infowester (2010), se, por exemplo, dados são enviados om de um computador para outro, o primeiro precisa saber o endereço IP do N destinatário e este precisa saber o IP do emissor, caso a comunicação exija 99 uma resposta. Sem o endereço IP, os computadores não conseguem ser 99 localizados em uma rede, e isso se aplica à própria Internet, já que ela 99 funciona como uma "grande rede”. 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 9 99 9 99 99 99 e9 om N Fonte: Curso Cisco CCNA Exploration (2010) 99 9 99 99 Qual a diferença entre IPV4 e IPV6? 9 99 Um endereço IP (padrão IPV4) é um código formado por quatro e9 números que vão de 0 a 255, separados por pontos, como 200.198.20.62.om Pelo fato de os endereços IP usados em redes locais serem semelhantes aosN IPs da Internet, usa-se um padrão conhecido como IANA (Internet Assigned Numbers Authority) para a distribuição de endereços nestas redes. Assim, determinadas faixas de IP são usadas para redes locais, enquanto que outras são usadas na Internet. Como uma rede local em um prédio não se comunica a uma rede local em outro lugar (a não ser que ambas sejam Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 11O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  12. 12. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO interconectadas) não há problemas de um mesmo endereço IP ser utilizado nas duas redes. Já na internet, isso não pode acontecer. Nela, cada computador precisa de um IP exclusivo (Infowester, 2010). Este número não pode se repetir em uma mesma rede. Portanto, na Internet NÃO há dois computadores com o MESMO endereço IP!! 99 A figura seguinte ilustra um exemplo de endereço IP, o 131.108.122.204. 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om Os octetos, quando representados, são separados por pontos. Veja abaixo N dois exemplos de endereço IP: 99 99 99 00001010 . 00000000. 00000000. 00000001 99 99 1 1 0 0 10 0 0 . 11111111 .10001110 . 00001010 e9 om Na verdade, a forma mais usual de representação do endereço IP é em N 9 números decimais. Esta notação divide o endereço IP em quatro 99 grupos de 8 bits (octeto) e representa o valor decimal de cada 99 octeto binário, separando-os por um ponto. 9 99 99 e9 Dessa forma, podemos transformar os endereços acima nos endereços om seguintes, respectivamente: N 10.0.0.1 99 9 200.255.142.10 99 99 Disso tudo, concluímos que o menor octeto possível é o 00000000, que é 99 igual a 0 em decimal, e que o maior octeto possível é 11111111, que é 9 e9 igual a 255 em decimal. Ou seja, cada octeto pode ir de 0 a 255.om Uma nova versão de sistema de endereçamento IP surge como alternativaN ao IPv4. O IPv6 utiliza endereços de 128 bits disponibilizando 2128 endereços possíveis. O endereço IP (padrão IPv6) possui 128 bits. O endereço IP (padrão IPv4) possui 32 bits. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 12O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  13. 13. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Caiu em prova! (FCC/TRT-4/2010) O formato do pacote IPv6 tem expandida a capacidade de endereçamento, em relação ao IPv4, com o aumento do endereço IP de 32 para 128 bits!! 99 99 99 Intranet, Extranet e Internet 99 A Internet 99 e9 • Trata-se de um conjunto de várias redes ligadas por roteadores baseada om na pilha de protocolos TCP/IP. N 99 • Nasceu em 1970 com um projeto de defesa dos EUA. 99 • No Brasil, chegou no final da década de 80, incentivada pela RNP – Rede 99 Nacional de Ensino e Pesquisa. 99 99 e9 O que é Intranet? om N Intranet é uma rede restrita que utiliza os protocolos e tecnologias 99 utilizados pela Internet para a troca e o processamento de dados internos. 99 Consequentemente, todos os conceitos da Internet aplicam-se também 99 numa intranet, como por exemplo o modelo de comunicação 99 cliente-servidor, em que diversas máquinas se conectam a um servidor 99 que possui uma funcionalidade específica, como a de armazenamento de e9 páginas web, a de correio eletrônico, a de transferência de arquivos, etc. om N • A gama de serviços disponibilizados em ● ● ● 9 uma intranet não é rígida, mas 99 Intranet: Rede baseada 99 normalmente o que se tem é a utilização em protocolo TCP/IP, 9 intensa de navegadores web como principal pertencente a uma 99 interface de trabalho. Serviços de e-mail empresa, acessível 99 também são muito comuns em uma e9 apenas por membros da intranet. om organização, empregados ou terceiros com N • Pode também ser definida como uma 99 aplicação interna de uma empresa que visa autorização. 9 fornecer conteúdo, informação e aplicativos ● ● ● 99 99 que facilitem o trabalho de seus 99 colaboradores. 9 e9 • Geralmente uma Intranet é acessada somente por funcionários e seuom acesso é restrito de DENTRO da companhia.N • Uma Intranet pode ou não estar conectada a Internet ou a outras redes. • É bastante comum uma Intranet de uma empresa ter acesso à Internet e permitir que seus usuários usem os serviços da Internet, porém nesse caso é comum a existência de serviços e ou dispositivos de segurança Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 13O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  14. 14. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO como, por exemplo, um firewall para fazer o barramento de dados indevidos que tentam transitar entre a rede pública e a rede privativa. • Quando uma intranet tem acesso a outra intranet, caso comum entre filiais de uma empresa ou entre empresas que trabalham em parceria, podemos chamar a junção das duas ou mais redes de EXTRANET. 99 99 O que é uma Extranet? 99 • Uma Extranet é uma rede privada, semelhante a uma Intranet, que usa 99 recurso de telecomunicações para permitir acesso remoto, usando os 99 protocolos da Internet. e9 om • É uma intranet que está parcialmente acessível a pessoas de fora do N mundo interno. O servidor real (o computador que serve as páginas web) 99 fica protegido por trás de um equipamento especial. Este equipamento 99 especial (firewall) ajuda a controlar o acesso entre a intranet e a 99 Internet, permitindo o acesso apenas às pessoas que estão devidamente 99 autorizadas. 99 e9 • O objetivo de uma Extranet é compartilhar com segurança informações om de negócio de uma empresa entre seus colaboradores, parceiros eN fornecedores. 99 • Uma Extranet também pode ser vista como uma extensão de uma 99 Intranet. 99 99 • Algumas empresas comumente chamam de extranet a área de sua 99 intranet que oferece serviços para a rede pública Internet. e9 om A Extranet contém informações restritas aos parceiros N (fornecedores, franquias, distribuidores, etc.) de uma 9 instituição. A interligação de duas intranets de duas 99 empresas para manter a comunicação da cadeia de 99 negócios (entre parceiros de negócios, por exemplo) 9 99 pode ser considerada uma Extranet. 99 e9 • Uma tecnologia que tem se difundido muito na área de tecnologia da om informação para a criação de extranets aproveitando-se da infraestrutura N da Internet é a VPN (Virtual Private Network / Rede Virtual 99 Privada). 9 99 VPN (Virtual Private Network – Rede Virtual Privada) 99 99 É uma rede que utiliza uma infraestrutura pública de 9 telecomunicações, como a Internet, para fornecer acesso e9 seguro à rede de uma organização. O objetivo de uma VPNom consiste em fornecer à organização acesso à rede comN segurança, mas a um custo menor do que quando são utilizadas linhas de comunicação dedicada. Os dados trafegam em uma rede pública, porém podem ser criptografados pela VPN formando uma espécie de túnel entre os comunicantes. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 14O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  15. 15. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Resumo em Tópicos e Palavras-Chave -> Direto ao PONTO! 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 Acesso remoto: Ingresso, por HTML (Hyper Text Markup e9 • • meio de uma rede, aos dados de Language – Linguagem de um computador fisicamente om Marcação de Hipertexto): Uma N 99 distante da máquina do usuário. das linguagens utilizadas para se 99 criar páginas da Internet. • Camada: Nível de uma 99 arquitetura de redes que • IP (Internet Protocol): 99 congrega um conjunto de Protocolo responsável pelo 99 funcionalidades relativamente roteamento de pacotes entre dois e9 coesas. sistemas que utilizam a família om de protocolos TCP/IP, N • Cliente de e-mail: Software desenvolvida e usada na 9 destinado a gerenciar contas de 99 Internet. É considerado o mais 99 correio eletrônico, possibilitando importante dos protocolos em 9 a composição, envio, 99 que a Internet é baseada. recebimento, leitura e 99 arquivamento de mensagens. • Nó: Qualquer dispositivo ligado a e9 uma rede, como servidores e om • DNS (Domain Name System – estações de trabalho. N Sistema de Nomes de 99 Domínio): Possibilita a • Protocolo de comunicação: 9 associação de nomes amigáveis Conjunto de regras (software) 99 99 (nomes de domínio) aos que permite a troca de 99 endereços IPs dos computadores, informações entre os nós de uma 9 permitindo localizá-los por seus rede. e9 nomes em vez de por seusom • Serviço: Funcionalidades que endereços IPs e vice-versa.N uma camada provê. Por exemplo, • Endereço IP: Número serviço de detecção de erros. especialmente desenvolvido para acessar um computador na Internet. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 15O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  16. 16. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 99 99 99 99 99 e9 om N 9 99 9 99 99 99 e9 om N 99 9 99 99 9 99 e9omN Figura. Protocolos Mais Cobrados em Provas (Quintão, 2011) Assim, terminamos a parte teórica da nossa aula demonstrativa. Vamos às questões comentadas!!! Aproveitem! Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 16O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.
  17. 17. Nome99999999999 NOÇÕES DE INFORMÁTICA (TEORIA E EXERCÍCIOS) P/ ANAC PROFa. PATRÍCIA LIMA QUINTÃO Lista de Questões Comentadas 1- (CESPE/Polícia Federal/Agente/2012) O Google Chrome, o Mozilla Firefox e o Internet Explorer suportam o uso do protocolo HTTPS, que possibilita ao usuário uma conexão segura, mediante certificados digitais. 99 99 99 Comentários 99 Os principais navegadores do mercado, como os listados na questão - Google 99 Chrome, o Mozilla Firefox e o Internet Explorer -, aceitam o protocolo HTTPS e9 (HyperText Transfer Protocol Secure), que é uma variação do protocolo HTTP om (Hypertext Transfer Protocol) que utiliza mecanismos de segurança. O HTTPS N permite que os dados sejam transmitidos através de uma conexão 99 criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente. 99 99 Gabarito: item correto. 99 99 e9 2- (CESPE/MPE-PI/ Técnico Ministerial/Área: Administrativa/2012) om Uma das principais características de uma intranet é o fato de ela ser uma N rede segura que não requer o uso de senhas para acesso de usuários para, 99 por exemplo, compartilhamento de informações entre os departamentos de 99 uma empresa. 99 99 99 Comentários e9 om A intranet é uma rede privada que necessita ser gerenciada, logo, deve-se N buscar o controle de acesso através de permissões de uso, e uma forma de 9 fazer isso é com a utilização de login/senha. 99 99 Gabarito: item errado. 9 99 99 3- (CESPE/AL-ES/Cargos de Nível Médio/2011) Existem diversos e9 om dispositivos que protegem tanto o acesso a um computador quanto a toda uma rede. Caso um usuário pretenda impedir que o tráfego com origem na N 99 Internet faça conexão com seu computador pessoal, a tecnologia adequada 9 a ser utilizada nessa situação será o IpV6. 99 99 99 Comentários 9 e9 IpV6 é a versão mais atual do protocolo IP. O dispositivo a ser utilizado paraom impedir que o tráfego com origem na Internet faça conexão com oN computador pessoal do usuário é o Firewall, que tem por objetivo aplicar uma política de segurança a um determinado ponto da rede. Gabarito: item errado. Profa. Patrícia Lima Quintão www.pontodosconcursos.com.br 17O conteúdo deste curso é de uso exclusivo de Nome99999999999, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título, a sua reprodução, cópia,divulgação e distribuição, sujeitando-se os infratores à responsabilização civil e criminal.

×