• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração da igreja e o trabalho do Espírito Santo | Aula 14/11/10
 

[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração da igreja e o trabalho do Espírito Santo | Aula 14/11/10

on

  • 4,552 views

Apresentação utilizada na aula da EBD da Igreja Evangélica Pentecostal Maranata para a Classe dos adultos. ...

Apresentação utilizada na aula da EBD da Igreja Evangélica Pentecostal Maranata para a Classe dos adultos.

Revista O Poder e o Ministério da Oração da CPAD

Aula 14/11/10
4º Trimestre

Statistics

Views

Total Views
4,552
Views on SlideShare
4,552
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
308
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • ALELUIAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!! QUE BENÇÃO ESTE SIT....
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    [EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração da igreja e o trabalho do Espírito Santo | Aula 14/11/10 [EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração da igreja e o trabalho do Espírito Santo | Aula 14/11/10 Presentation Transcript

    • Lição 7
      A Oração da Igreja e o
      Trabalho do Espírito Santo
      2010 4º Tri - O Poder e o Ministério da Oração
    • Lição 7
      Verdade Prática
      A expansão contínua do evangelho completo é um distintivo da igreja que não se descuida da oração.
      2010 4º Tri - O Poder e o Ministério da Oração
    • Introdução
      Você é batizado com o Espírito Santo?
      Vamos aprender
      O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      A DISSEMINAÇÃO DA PALAVRA
      O ESPÍRITO E O CRESCIMENTO DA IGREJA
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      É uma promessa:
      Joel – “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.” (Jl2.28,29 ) ~800 aC
      João Batista – “E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.” (Mt 3.11)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      É uma promessa:
      Jesus – “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” (At 1.8)
      A promessa se cumpriu:
      “E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (At 2.2-4)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      A promessa é para todos os cristãos:
      “E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.” (At 2.38,39)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      Os apóstolos encaminhavam os cristãos para isso:
      “Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João. Os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus). Então lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo.” (At 8.14-17)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      Fatos:
      A experiência de Paulo – “E Ananias foi, e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo. E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi batizado.” (At 8.14-17)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      Fatos:
      A experiência de Cornélio e sua família – “E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus. Respondeu, então, Pedro: Pode alguém porventura recusar a água, para que não sejam batizados estes, que também receberam como nós o Espírito Santo?” (At 10.44-47)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Por que devemos crer no batismo com o Espírito Santo?
      Fatos:
      Os efésios – “E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos, Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João. Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam. E estes eram, ao todo, uns doze homens. ” (At 19.1-7)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      O que fazer para ser batizado com o Espírito Santo?
      Ter uma vida de oração:
      “Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.” (At 1.14)
      Ser obediente:
      “E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.” (At 5.32)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Derramamento do Espírito.
      Quem segura o agir do Espírito Santo por vergonha?
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Preparação para o serviço do Reino.
      Qual o proposito de Deus no batismo com o Espírito Santo?
      “E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado.” (At 13.2)
      Uma vez batizado com o Espírito Santo, o crente pode realizar qualquer tarefa na igreja?
      “Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.” (1Co 12.11)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Evidências da ação do Espírito Santo.
      Orar em línguas é evidência do batismo com o Espírito Santo?
      A manifestação visível de falar em línguas, pode até ser vista pelas outras pessoas, mas o objetivo é confirmar para “nós mesmos” essa graça. É uma prova que Deus dá para nós mesmos.
      “De sorte que as línguas constituem um sinal não para os crentes, mas para os incrédulos; mas a profecia não é para os incrédulos, e sim para os que crêem. Se, pois, toda a igreja se reunir no mesmo lugar, e todos se puserem a falar em outras línguas, no caso de entrarem indoutos ou incrédulos, não dirão, porventura, que estais loucos?” (1Co 14.22-23)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Evidências da ação do Espírito Santo.
      Qual é a principal evidência do batismo com o Espírito Santo?
      O batismo com Espírito Santo nos leva a mudança de vida (verdadeira conversão). A verdadeira conversão, não é uma simples mudança de religião, mas uma mudança de vida! Muitas pessoas mudam de igrejas, mas continuam com os mesmos pecados e costumes. Não abandonam o “velho homem”.
      “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2Co 5.17)
      “Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.” (Rom 6.6)
    • I. O INÍCIO DA IGREJA CRISTÃ
      Evidências da ação do Espírito Santo.
      Qual é a principal evidência do batismo com o Espírito Santo?
      “Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano;” (Ef 4.22)
      “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;” (Col 3.9)
    • II. A DISSEMINAÇÃO DA PALAVRA
      O Espírito Santo prepara pregadores.
      Revista: Esse mesmo Espírito continua a capacitar homens e mulheres para a obra da evangelização, do ensino e da literatura, a fim de proporcionar a expansão do Reino de Deus. A igreja deve orar sem cessar para que o Senhor a enriqueça com obreiros aprovados, que manejam bem a Palavra da Verdade (2 Tm 2.15) e sejam irrepreensíveis (1 Tm 3.1-13).
    • II. A DISSEMINAÇÃO DA PALAVRA
      O Espírito concede intrepidez.
      Intrepidez: Coragem que não hesita ante nenhum perigo. Ausência de temor, coragem, ousadia.
    • II. A DISSEMINAÇÃO DA PALAVRA
      Escolhendo e enviando homens para a obra missionária (At 13.1-5).
      A atividade missionária é originada pelo Espírito Santo, através de líderes espirituais que estão profundamente dedicados ao Senhor e ao seu reino, buscando-o com oração e jejum (At 13.2).
      “E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado.”
      Reflexão da Revista: “Aprender a receber e a seguir a orientação do Espírito Santo na seleção e envio de obreiros de obreiros é essencial a um ministério missionário eficaz. O Espírito Santo é a fonte da orientação divina, independente dos meios que Ele venha a empregar. (Robert L. Brant e Zenas J. Bicket)”
    • III. O ESPÍRITO E O CRESCIMENTO DA IGREJA
      A igreja cresce (At 2.41,47).
      Cl 4.2,3.12
      “Perseverai em oração, velando nela com ação de graças; orando também juntamente por nós, para que Deus nos abra a porta da palavra, a fim de falarmos do mistério de Cristo, pelo qual estou também preso;
      Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus.”
    • III. O ESPÍRITO E O CRESCIMENTO DA IGREJA
      Crescimento x Perseguição.
      “Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus.” (At 12.5)
      “O crescimento durante os tempos de opressão mostra que o cristianismo não é uma obra humana, mas de Deus.” (Bíblia Aplicação Pessoal)
    • III. O ESPÍRITO E O CRESCIMENTO DA IGREJA
      A integridade da igreja.
      “Quando o amor ao dinheiro e o aplauso dos homens tomam posse de uma pessoa, seu espírito fica vulnerável a todos os tipos de males satânicos (1Tm 6.10). Ninguém pode estar cheio de amor ao dinheiro e, ao mesmo tempo, amar e servir a Deus (Mt 6.24; Jo 5.41-44).”
      (Francisco A. Barbosa)
    • Correção do Questionário
      1. Quando a Igreja foi instituída?
      R. No dia de Pentecoste.
      2. Qual fator impulsionou o início da Igreja?
      R. A descida do Espírito Santo no dia de Pentecoste.
      3. Quem prepara e capacita os obreiros para a obra do Senhor?
      R. O Espírito Santo
      4. Como a igreja pode se tornar poderosa em suas ações?
      R. Mediante a oração com propósito unânime.
      5. O que leva o crente a ser generoso e solidário?
      R. O predomínio do Espírito Santo.