Your SlideShare is downloading. ×
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Chás e suas Propriedades Funcionais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Chás e suas Propriedades Funcionais

4,230

Published on

Published in: Business, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,230
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Chás e propriedades funcionais
  • 2. História do chá  Lenda chinesa do ano 2737 a.C com um imperador que bebeu o chá depois que folhas caíram na sua água fervente;  Esta lenda é divulgada como a primeira referência à infusão das folhas de chá originária da China e da Índia.  Na verdade, o primeiro registro escrito data do século III a.C.  No inicio do séc. IX, a cultura do chá foi introduzida no Japão por monges budistas
  • 3. História do chá  A chegada do chá à Europa não foi rápida, sendo que sua introdução no continente europeu ocorreu no início do séc. XVII, em função do comércio que então se estabelecia entre a Europa e o Oriente.  Na Inglaterra, o seu consumo difundiu-se rapidamente, estendendo-se aos países com forte influência inglesa, primeiramente nos Estados Unidos, depois na Austrália e Canadá. Hoje o chá é uma das bebida mais consumida em todo o mundo!!!
  • 4. O que é o chá  É proveniente das folhas da Camellia sinensis.  Atualmente, cerca de 3 mil produtos levam o nome de chá mas, na verdade, podem ser considerados chás mesmo, somente aqueles que tenham em sua composição alguma parte dessa planta.
  • 5. Camellia sinensis
  • 6. A planta  É uma planta perene, do tipo arbustiva, a Camellia sinensis pertecente a família das Teáceas (Theacea).  Originária do sudeste asiático, a planta produz economicamente por mais de 50 anos.  No Brasil o arbusto é cultivado principalmente na região do Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo (chá preto).
  • 7. Conhecendo os “chás”  A expressão "chá de ervas" ou simplesmente "chá" é freqüentemente usada para qualquer infusão de ervas, flores ou frutas.  Os chás mais populares são os de alecrim, alfazema, arnica, camomila, erva cidreira e doce, hortelã, jasmim, carqueja, menta, malva, e maracujá. Porém, o chamado "chá verdadeiro" é aquele proveniente da planta Camellia sinensis!!
  • 8. Composição do chá  O chá contem aminoácidos (teanina), cafeína e substâncias antioxidantes.  Praticamente não têm carboidratos, gorduras e proteínas.  Não possui sódio, não tem açúcar natural e por isso não tem calorias
  • 9. Tipos de chás  Os tipos de chás são classificados de acordo com o processo pelo qual passam.  As folhas da Camellia sinensis começam cedo a oxidar e murchar logo depois de colhidas.  A folha torna-se progressivamente escura porque a clorofila é quebrada e os taninos liberados. O próximo passo é parar o processo de oxidação em um determinado estágio com aquecimento.
  • 10. Chá verde  É o feito das folhas da Camellia, possui sabor amargo, preferido pelo Japão e China.  Folhas aquecidas e secas.  Possui níveis concentrados de catequinas e polifenóis.  Por isso, agem na prevenção de câncer, retardando o envelhecimento e protegendo as células da ação dos radicais livres.
  • 11. Chá verde  Estudo feito com extrato de chá verde contendo cafeína e polifenóis demonstrou aumento de gasto energético.  Como uma dose equivalente de cafeína não provocou o mesmo efeito,sugeri-se que esse resultado seja devido a ação de compostos característicos do chá.  As catequinas desse chá atuam na eliminação de sódio.
  • 12. Chá branco  Elaborado a partir do broto da Camellia, ou seja, das folhas mais jovens, com sabor mais doce e suave.  Colhido uma vez ao ano e não passa pelo processo de aquecimento.  Por isso, tem uma concentração maior de princípio ativo.  Mas possui as mesmas vantagens do chá preto
  • 13. Chá vermelho  Conhecido também como Red tea ou Pu-erh é uma variedade do chá verde.  As folhas são aquecidas, secas, comprimidas e armazenadas em barris.  Características de fermentado.  Benefícios como facilitador da digestão, diminuição dos níveis de colesterol, e desintoxicante são atribuídos a ele.
  • 14. Chá preto  Provem de folhas processadas, mais velhas.  No processamento as catequinas sofrem oxidação, conferindo a cor (alaranjada) e o sabor (adstrigente) característico desse chá.  É o mais consumido no mundo, sendo preferidos pelos americanos e europeus.  Também ricos em polifenois, principalmente os flavonoides, que tem ação antioxidante.
  • 15. Chá preto  Os flavonoídes dessa chá inibem a aglomeração de plaquetas – evitando ataques cardíacos e AVC.  Conferem níveis mais baixos de colesterol  Contem flúor, que reforça o esmalte dos dentes e evita cáries.  Estudos ainda não evidentes de seu consumo diminuir a incidência de câncer (respiratórios e digestivo).
  • 16. Chá Oolong  Sofre processamento parecido com o do chá preto, porém o processo de oxidação é interrompido no começo.  Passa por um processo de secagem e aquecimento para remover a enzima que promove sua oxidação  Possui sabor suave e é menos comum no Ocidente.
  • 17. Chá Oolong  Ação sinérgica entre a cafeína e as catequinas o que estimula a termogênese.  É um potente antioxidante.  Reduz a incidência de câncer.  Bloqueia o ataque das bactérias associadas às cáries.  Protege contra infecções digestivas e respiratórias.  Ajuda a diminuir a pressão arterial.
  • 18. Camomila  Matricaria chamomilla  Intenso aroma despertou seu interesse (doce perfume)  Os antigos egípcios já faziam o chá de suas flores – doença tipo malária  Na Espanha utiliza-se um tipo de vinho - digestivo.
  • 19. Camomila- utilização  Popularmente, usada contra: - problemas digestivos (gastrites e gases intestinais), - Insônias e tensão nervosa, - reumatismo, - dores (musculares, na coluna e menstruais).  Muito usada nos cuidados com os bebês, seja para acalmar as cólicas ou na higiene.
  • 20. Camomila- utilização  Na cosmética: realça o tom dourado dos cabelos louros. Suaviza olheiras e inchaço dos olhos (compressas).  Concentram potentes óleos voláteis - antiinflamatório, antiséptico, sedativo e antiespasmódico.  Previne complicações da diabetes – estudo japonês realizado em ratos
  • 21. Camomila- fundamentação  Contem em seu óleo essencial o chamado AZULENO, que é rico em antioxidantes  HIPURATO (decomposição de fenólicos) que tem ação antibacteriana – melhora o sistema imunológico e combate infecções associadas a gripes.  GLICINA, um aminoácido que alivia espasmos musculares
  • 22. Preparo  Infusão: consiste em se despejar água fervente sobre a planta e depois abafar de 10 a 15 minutos. - Este processo é utilizado para flores, folhas e ervas aromáticas (essências do sabor e de suas propriedades terapêuticas volatilizam).  Cocção: consiste em cozinhar a planta. Pode ser empregado para raízes, cascas e sementes. Fervura de 3 a 15 minutos.

×