21/10

- 27º Encontro – 2h

Orientadora

de Estudos Arianna
Unidade 6 – Texto 1
Planejar para integrar
saberes e experiências


1. QUE DESAFIOS O PROFESSOR
ENCONTRA, ATUALMENTE, EM SUA ATIVIDADE DE
PLANEJAMENTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DOS
P...
O QUE É UM PROJETO
DIDÁTICO?
Projetos Didáticos

Leite (1998) in Leal e Lima, Unidade 06, Ano 2, p. 15
CARACTERÍSTICAS
1. O projeto é uma proposta de intervenção pedagógica.
2. É uma atividade intencional e social, que contem...
CARACTERÍSTICAS

4. Exige participação dos estudantes em todo o desenvolvimento das ações.

5. Estimula cooperação, com re...
Papel central de
coordenar

Problematizador

Mediador

Orientador

Professor
“[...] o professor, como mediador, tem papel central de
problematizar, coletivamente, com crianças e membros da
comunidade...
Por isso, é importante ressaltar que os diferentes
componentes curriculares só devem ser integrados ao
projeto na medida e...
Requisitos básicos no desenvolvimento
de projetos didáticos
INTENCIONALIDADE
PROBLEMATIZAÇÃO
AÇÃO
EXPERIÊNCIA
PESQUISA
 Por

isso,
segundo
Barbosa
e
Horn
(2008, p.33), na pedagogia de projetos alguns
momentos são decisivos: a definição do
p...
Gêneros na sala de aula

SEQUÊNCIA DIDÁTICA
Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004)
Sequência didática: o que é?
Procedimento de
ensino

Planejado pelo
professor

Organizado em
passos ou etapas

Garante pro...
SEQUÊNCIA DIDÁTICA
De acordo com Dolz, Noverraz e Schneuwly
(2004, p. 97-98):
“Sequência didática é um conjunto de
ativida...
Sequência didática: por quê?
O planejamento da SD permite:


Escolher temáticas relevantes para a vida das crianças,



...
Segundo Schneuwly e Dolz (2004):
Diante do fato de que toda forma de
comunicação cristaliza-se em formas específicas de
li...
A SEQUÊNCIA DIDÁTICA COMO ABORDAGEM de
ENSINO-APRENDIZAGEM:
Três princípios são fundamentais para o trabalho pedagógico:
1...
ESQUEMA DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA

Apresentação
da situação

PRODUÇÃO
INICIAL

Módulo
1

Módulo
2

Módulo
n

PRODUÇÃO
FINAL

F...
1ª etapa: Apresentação da situação


Tem-se como finalidade expor aos alunos uma proposta de
comunicação que será realmen...
2ª etapa: A primeira produção


Tentativa de elaboração, por parte dos alunos, de um texto relativo ao
gênero escolhido. ...
2ª etapa: A primeira produção


A produção inicial é o primeiro lugar de aprendizagem
da sequência, porque, somente em re...
3ª etapa: Os módulos


Nos módulos são trabalhados os problemas apresentados na
primeira produção. Deve-se pensar em trab...
4ª etapa: Produção final



A sequência é encerrada com uma produção
final que deve disponibilizar ao aluno a
possibilida...
Analisar as
marcas do
gênero

Buscar
informaçõe
s sobre o
tema
TAREFA PARA CASA


ENTREGAR DIA 30/10 (quarta-feira)

Leitura do texto: “Projetos didáticos: compartilhando saberes, comp...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Projeto e sequencia ano 2

1,565

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,565
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto e sequencia ano 2

  1. 1. 21/10 - 27º Encontro – 2h Orientadora de Estudos Arianna
  2. 2. Unidade 6 – Texto 1 Planejar para integrar saberes e experiências
  3. 3.  1. QUE DESAFIOS O PROFESSOR ENCONTRA, ATUALMENTE, EM SUA ATIVIDADE DE PLANEJAMENTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DOS PRESSUPOSTOS HOJE ENFATIZADOS E QUE DEVEM NORTEAR A SUA PRÁTICA?  2. PORQUE É IMPORTANTE ARTICULAR O QUE AS CRIANÇAS SABEM? COMO O PROFESSOR DEVE ORGANIZAR SUA PRÁTICA?
  4. 4. O QUE É UM PROJETO DIDÁTICO?
  5. 5. Projetos Didáticos Leite (1998) in Leal e Lima, Unidade 06, Ano 2, p. 15
  6. 6. CARACTERÍSTICAS 1. O projeto é uma proposta de intervenção pedagógica. 2. É uma atividade intencional e social, que contempla um problema, objetivos e produtos concretos. 3. Aborda o conhecimento em uso: - enfoca conhecimentos relevantes para resolver o problema proposto; - considera efetivamente as competências e os conhecimentos prévios dos alunos; - promove a interdisciplinaridade; - trata os conteúdos de forma dinâmica – aprendizagem significativa; - trata os conteúdos de forma helicoidal, pois os conhecimentos são retomados ao longo das etapas do projeto.
  7. 7. CARACTERÍSTICAS 4. Exige participação dos estudantes em todo o desenvolvimento das ações. 5. Estimula cooperação, com responsabilidade mútua. 6. Estimula a autonomia e a iniciativa. 7. Exige produção autêntica, resultante das decisões tomadas. 8. Contempla a divulgação dos trabalhos.
  8. 8. Papel central de coordenar Problematizador Mediador Orientador Professor
  9. 9. “[...] o professor, como mediador, tem papel central de problematizar, coletivamente, com crianças e membros da comunidade, o trabalho que irá coordenar durante todo o percurso. Desse modo, o docente precisa considerar as possibilidades, necessidades e características cognitivas e culturais dos educandos. Precisa também, porque tem na primazia da realidade um princípio educativo, romper com a fragmentação dos conhecimentos. Diante de um determinado problema, pode ser necessário mobilizar conceitos relativos a diferentes componentes curriculares, favorecendo um estudo multidisciplinar e que não se perde em um abstracionismo pouco afim ao cotidiano das crianças.
  10. 10. Por isso, é importante ressaltar que os diferentes componentes curriculares só devem ser integrados ao projeto na medida em que colaborarem para que se chegue aos produtos planejados. As abstrações, necessárias a todo processo de construção de conhecimento, ocorrem sempre a partir da realidade vivenciada pelas crianças. Não é necessário tampouco que todos os componentes curriculares sejam contemplados” (LEAL; MESQUITA, 2012, p. 22).
  11. 11. Requisitos básicos no desenvolvimento de projetos didáticos INTENCIONALIDADE PROBLEMATIZAÇÃO AÇÃO EXPERIÊNCIA PESQUISA
  12. 12.  Por isso, segundo Barbosa e Horn (2008, p.33), na pedagogia de projetos alguns momentos são decisivos: a definição do problema, o planejamento do trabalho, a coleta, a organização e o registro das informações, a avaliação e a comunicação.
  13. 13. Gêneros na sala de aula SEQUÊNCIA DIDÁTICA Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004)
  14. 14. Sequência didática: o que é? Procedimento de ensino Planejado pelo professor Organizado em passos ou etapas Garante propósito para escrita Viabiliza estudo e aprofundamento Permite interdisciplinaridade
  15. 15. SEQUÊNCIA DIDÁTICA De acordo com Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004, p. 97-98): “Sequência didática é um conjunto de atividades escolares organizadas, de maneira sistemática, em torno de um gênero textual oral ou escrito”.
  16. 16. Sequência didática: por quê? O planejamento da SD permite:  Escolher temáticas relevantes para a vida das crianças,  Valorizar os conhecimentos prévios dos alunos,  Estimular a reflexão e a promoção de situações de interação propícias às aprendizagens,  Favorecer a sistematização dos conhecimentos,  Diversificar estratégias didáticas.
  17. 17. Segundo Schneuwly e Dolz (2004): Diante do fato de que toda forma de comunicação cristaliza-se em formas específicas de linguagem, a escola sempre trabalhou com os gêneros para ensinar os alunos a escrever, a ler, a falar. A particularidade da situação escolar reside no fato de que o gênero textual não é considerado somente como um instrumento de comunicação, mas, ao mesmo tempo, é objeto de ensino-aprendizagem.
  18. 18. A SEQUÊNCIA DIDÁTICA COMO ABORDAGEM de ENSINO-APRENDIZAGEM: Três princípios são fundamentais para o trabalho pedagógico: 1. princípio da legitimidade (referência aos saberes teóricos ou elaborados por especialistas); 2. princípio da pertinência (referência às capacidades dos alunos, às finalidades e aos objetivos da escola, aos processos ensino-aprendizagem); 3. princípio de solidarização (tornar coerentes os saberes em função dos objetivos visados). (SCHNEUWLY & DOLZ, 2004, p. 82).
  19. 19. ESQUEMA DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA Apresentação da situação PRODUÇÃO INICIAL Módulo 1 Módulo 2 Módulo n PRODUÇÃO FINAL Fonte: Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004, p. 98).
  20. 20. 1ª etapa: Apresentação da situação  Tem-se como finalidade expor aos alunos uma proposta de comunicação que será realmente realizado na produção final. Construção da representação de uma situação de comunicação e das atividades que serão realizadas:
  21. 21. 2ª etapa: A primeira produção  Tentativa de elaboração, por parte dos alunos, de um texto relativo ao gênero escolhido. O objetivo é que esta produção revele a competência já instalada nos alunos sobre a produção, e a representação que estes fazem do gênero em questão.
  22. 22. 2ª etapa: A primeira produção  A produção inicial é o primeiro lugar de aprendizagem da sequência, porque, somente em realizar uma atividade de maneira definida já constitui um processo de conscientização das próprias dificuldades e problemas a serem ultrapassadas.  No caso dos alunos do 1º ano do ciclo de alfabetização é fundamental que essa produção seja oral, e depois coletiva (transcrita pelo professor).
  23. 23. 3ª etapa: Os módulos  Nos módulos são trabalhados os problemas apresentados na primeira produção. Deve-se pensar em trabalhar os problemas de níveis diferentes; em disponibilizar atividades e exercícios variados; e capitalizar as aquisições, isto é, considerar a linguagem técnica, pois, os alunos devem ser capazes de falar sobre o gênero abordado.  Não há um número exato de módulos a serem realizados (e cada módulo pode ser subdividido em oficinas).
  24. 24. 4ª etapa: Produção final  A sequência é encerrada com uma produção final que deve disponibilizar ao aluno a possibilidade de por em prática os aprendizados que ocorreram no processo.  O professor poderá utilizar essa produção como avaliação. O ideal é que se faça revisão.
  25. 25. Analisar as marcas do gênero Buscar informaçõe s sobre o tema
  26. 26. TAREFA PARA CASA  ENTREGAR DIA 30/10 (quarta-feira) Leitura do texto: “Projetos didáticos: compartilhando saberes, compartilhando responsabilidades” – Unidade 6 ano 2 – p. 14 a 20.  O projeto apresentado mostrou um problema?  Qual foi o papel das crianças dentro da organização deste projeto?  Houve um destinatário final e uma contextualização da atividade proporcionada?  Qual foi o ponto positivo levantado pela professora na realização deste projeto?  Quais componentes curriculares a docente contemplou?  Houve o trabalho diferenciado, respeitando todas as hipóteses?  Quais sugestões vocês proporiam para ampliação de atividades? Responder as questões e entregá-las dia 30/10.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×