Your SlideShare is downloading. ×
1 UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE       CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE         CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS...
2                  Leonardo Castro            Rosângela Castro de Jesus           Talita Aline de Brito Mortale PROJETO ED...
3                                            ÍNDICE1. Descrição do público alvo e local em que o projeto seráaplicado........
4                            LISTA DE ILUSTRAÇÕESMapa 1. Matas Atlânticas: cobertura vegetal original........................
5      1. Descrição do público alvo e local em que o projeto será aplicado      Esse projeto será proposto na Escola Estad...
6enquanto os alunos do período noturno estudam cinco horas/aula de 45minutos.      As salas de aula possuem duas lousas, u...
7recursos naturais E esses valores podem nortear o decorrer de nossasações.Para as autoras “a Ecologia surge como a ciênci...
8transferir para as relações sociais humanas a observância dessas lições. Edessa forma defende ele conseguimos “deixar par...
9      6. Metodologia      Será descrito a seguir, a metodologia que será empregada nas aulasplanejadas, bem como os mater...
10do-mundo-em-diversidade-de-especies.jhtm] ou Sequência didática da MataAtlântica.       Esse texto será lido pelo profes...
11Todos os grupos devem descrever suas observações verbalmente para quehaja uma comparação entre os grupos. Durante a disc...
12-Explicação da pesquisa que deverá ser realizada pelos alunos: 5 minutosAula 3 – Tema: Mata Atlântica - ♠        ♣Materi...
13questionará: Onde está localizada a Mata atlântica? As respostas serãocolocadas na lousa e após isso o professor mediant...
14Mas por que "Matas Atlânticas", no plural? Muito heterogênea ediversificada, com distribuição azonal - uma variação clim...
15Objetivos:       Apresentar aos alunos os principais problemas quanto a uso dosrecursos e degradação da Mata Atlântica.M...
16faladas, porém uma síntese será entregue por eles mediante a informação queserá avaliada.      Ainda será comentado sobr...
17      O representante dos seres vivos que se adaptaram de diferentesmaneiras será:Defesa: Bicho-Pau.Locomoção: MacacoRep...
18Cronologia:Leitura do texto e observação das imagens: 15 minutosDiscussão mediada pelo professor: 20 minutosSíntese da a...
19coletar as sementes em trinta segundos e separá-las. As sementes coletadasem cada rodada deverão ser separadas e colocad...
20consegue captar o mesmo alimento que o de outra ave. Após os alunoschegarem a essa conclusão podemos perguntar a eles o ...
21        Logo após a turma será dividida em seis grupos de cinco alunos. Cadagrupo irá receber uma cartolina e algumas re...
22e condições ambientais específicas sendo assim não conseguem sobreviverem qualquer ambiente e ainda que a introdução de ...
23de forma que não se repita nenhum ser vivo ou fator abiótico e será feito umsorteio.       O sorteio irá definir qual o ...
24incluindo o ser humano são importantes para a manutenção do equilíbrioambiental.      Será solicitado aos alunos, a entr...
25fenômenos estudados fazem parte e se relacionam intimamente no biomaestudado.       No final da aula, será fornecido inf...
26utilizando um espaço criado em meio a uma parte do bioma Mata Atlântica. Olocal conta com diversos espaços organizados p...
27      No roteiro de observações, além dos tópicos anteriores, constará operíodo de horário do almoço e o horário planeja...
28Metodologia:      Nessa aula, será apresentada para os alunos, uma reportagem realizadasobre o desmatamento da Mata Atlâ...
29Comanda:      O objetivo da aula é a montagem de um jornal que explicite as relaçõesentre os seres vivos e o meio, e par...
30      O professor retomará tudo o que os alunos fizeram durante as aulas: apesquisa, a saída, as atividades etc. Nessa p...
31Cronologia:20 min. para discussão inicial15 min. para a votação10 min. para comanda da pesquisa.Aula 14: Produto Final -...
32informações escritas. Os alunos terminarão a tarefa em casa paraapresentação na aula seguinte.Cronologia:-Explicação da ...
33devolutiva se o processo foi significativo para os alunos e se os mesmosgostaram da atividade e quais possíveis mudanças...
34      Haverá espaço nas aulas programadas para a elaboração do nome dojornal, indicando aos alunos que utilizem a criati...
35causas da Mata Atlântica ter perdido a maior parte de sua conformaçãooriginal. Peso da atividade: um ponto      Na aula ...
36   adquiridos no decorrer das aulas e elaborarem um trabalho que exemplifique   que o estudantes compreendem a relação d...
37                            linguagem de                                 jornaisAula 13     Elaboração do      Leitura e...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Como ocorre a relação de interdependência entre os seres vivos e o meio ambiente

11,826

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
11,826
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Como ocorre a relação de interdependência entre os seres vivos e o meio ambiente"

  1. 1. 1 UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Leonardo Castro Rosângela Castro de Jesus Talita Aline de Brito Mortale PROJETO EDUCACIONAL PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: COMO OCORRE A RELAÇÃO DEINTERDEPENDÊNCIA ENTRE OS SERES VIVOS E O MEIO AMBIENTE? SÃO PAULO - SP Novembro / 2011
  2. 2. 2 Leonardo Castro Rosângela Castro de Jesus Talita Aline de Brito Mortale PROJETO EDUCACIONAL PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: COMO OCORRE A RELAÇÃO DEINTERDEPENDÊNCIA ENTRE OS SERES VIVOS E O MEIO AMBIENTE? Projeto elaborado para a disciplina de Projetos Educacionais para o Ensino de Ciências para a Prof. Drª. Magda Medhat Pechliye como parte dos requisitos necessários para aprovação SÃO PAULO - SP Novembro / 2011
  3. 3. 3 ÍNDICE1. Descrição do público alvo e local em que o projeto seráaplicado......................................................................................052. Problematização.....................................................................063. Justificativa.............................................................................064. Objetivos.................................................................................08 4.1 Objetivo geral................................................................08 4.2 Objetivo específico........................................................085. Conteúdos a serem trabalhados.............................................086.Metodologia..............................................................................097. Produto final............................................................................338. Avaliação.................................................................................349. Possibilidades de integração com outras áreas......................3510. Referências Bibliográficas.....................................................37
  4. 4. 4 LISTA DE ILUSTRAÇÕESMapa 1. Matas Atlânticas: cobertura vegetal original......................................12Mapa 2. Matas Atlânticas: remanescentes florestais......................................14
  5. 5. 5 1. Descrição do público alvo e local em que o projeto será aplicado Esse projeto será proposto na Escola Estadual Brigadeiro GaviãoPeixoto localizada no distrito de Perus Zona Oeste do Estado de São Paulo,Rua Mogeiro 710, telefone: 3917-0748. O bairro de Perus, que está em constante crescimento, possui cerca 70mil habitantes e uma área de 57,2 Km quadrados. O distrito é respectivamentedividido em três áreas: industrial, residencial e comercial. A prefeitura temgrande dificuldade de acompanhar o crescimento do local. A população possuibaixa renda e os índices de violência são baixos. A escola fica próxima a umagrande área verde e urbana. A escola começou suas atividades em 1958 com prédio e nomesdiferentes dos quais são utilizados hoje, era denominado Ginásio Estadual dePerus, e funcionava em um prédio emprestado, tendo apenas dois períodos deaulas. Em 1973 depois de muitas reivindicações e com a ajuda dos moradoreso novo prédio foi entregue com 30 salas de aula, homenageando o antigopresidente da província de São Paulo, o Brigadeiro Bernardo José Pinto GaviãoPeixoto, construído com o objetivo de proporcionar aos estudantes a aquisiçãodos conhecimentos básicos que constituem o patrimônio histórico, científico ecultural da humanidade, e inserção dos mesmos à sociedade. O Gavião, como é conhecida por todos os alunos e moradores do bairro,é a maior escola estadual do estado de São Paulo e com maior número dealunos do Estado, possui 8.500 metros quadrados de prédios, 14.000 metrosquadrados de terreno, 30 salas de aula, laboratório de ciências, sala deinformática, duas quadras esportivas e biblioteca. A área verde que existe nopátio da escola é utilizada pelos professores de Ciências ou Biologia porqueconserva árvores que foram plantadas no local antes mesmo da escola serconstruída. A escola funciona com três turnos horários, manhã onde são ministradasaulas para o ensino fundamental e médio, período da tarde para o ensinofundamental e período da noite para ensino médio e E.J.A. Os alunos doperíodo da manhã e tarde estudam seis horas/ aula por dia de 50 minutos,
  6. 6. 6enquanto os alunos do período noturno estudam cinco horas/aula de 45minutos. As salas de aula possuem duas lousas, uma que fica de frente para osalunos, outro no fundo da sala de aula, cortinas, carteiras e cadeiras separadase um ventilador. Não há retroprojetor e data show em todas as salas de aula,mas a escola possui e quando os professores precisam é só retirá-los. As aulas elaboradas nesse projeto serão ministradas aos alunos do 6°ano do ensino fundamental II que possuem faixa etária entre 12 e 13 anos,sendo estudantes, devidamente matriculados na escola descrita. 2. Problematização Como ocorre a relação de interdependência entre os seres vivos e omeio ambiente? 3. Justificativa Antes de justificar a importância do ensino de Ecologia, faz-senecessário entendermos a origem dos problemas ambientais que influenciaramo modo como a Educação Ambiental tem sido trabalhada. Segundo Leff (2002 apud BIGOTTO, 2008), a problemática ambientalsurgiu em meio à expansão do capitalismo em uma época marcada peladesigualdade entre nações e classes sociais. Neste contexto, atualmente, asociedade diante da crise ambiental, é quem tem o desafio de repensar aeducação na sua totalidade, isso porque representa uma crise da educação(CAPRA, 2006b). Seniciato e Cavassan (2009) afirmam que a dinâmica das relações dosseres vivos é importante porque possibilita que o homem repense suas ações.Assim o ensino deve abranger as questões envolvidas com essa dinâmica epromover a discussão delas como aspectos das relações do ser humano emsociedade como os valores humanos, afinal atualmente vivemos em umcontexto de perspectivas incertas em relação a preservação e utilização dos
  7. 7. 7recursos naturais E esses valores podem nortear o decorrer de nossasações.Para as autoras “a Ecologia surge como a ciência que se propõe aestudar as complexas relações envolvidas na existência de todos os seresvivos, o que inclui obviamente o homem e o poder de suas ações sobre anatureza” (pág 35), pois a construção de uma sociedade humana se dá pelamanipulação do meio pelo homem. Dessa forma, as relações de seres vivos(incluindo o homem) com o meio ambiente que são estudadas pela Ecologia,podem ser compreendidas em uma perspectiva mais reservada ou em umamais abrangente. O professor, diante dessas duas perspectivas pode optar porensinar de uma forma ou de outra, mas tendo o cuidado de contextualizar oconteúdo para que não seja fragmentado. Porque ao se promover o ensino de Ecologia fragmentado perde-se achance de visualizar a interdependência dos principais problemas ambientaisde nossa época e também a chance de propor soluções para estes problemas,pois ao analisarmos esses problemas percebemos que não podem ser vistosisoladamente estando então interligados (CAPRA, 2006a). Para corroborar comesta ideia, Martins e Guimarães (2002) defendem que os problemas ambientaistêm sido visto de modo reducionista não considerando as inter-relações entre oindivíduo e sociedade e este com o meio ambiente. Capra (2006a), Martins e Guimarães (2002) defendem que ensinar osprincípios básicos da Ecologia pode ter papel preponderante de alterar oparadigma que concebe o homem como dominador da natureza para o que oconcebe como parte integrante do meio ambiente. Capra (2006b) observa que podemos aprender a sermos uma sociedadesustentável pela observação de ecossistemas naturais, pois ao analisarmos acapacidade inerente da biosfera de sustentar a vida podemos moldar asociedade humana para que ela utilize seus estilos de vida, tecnologias einstituições sociais para cooperar com essa capacidade inerente da natureza. O autor também defende que a sobrevivência da humanidade dependeda alfabetização ecológica e da sustentabilidade. Isto se deve ao fato de quecom a alfabetização ecológica além de reconhecer os princípios básicos daEcologia pode-se retirar e seguir determinadas lições morais de modo a
  8. 8. 8transferir para as relações sociais humanas a observância dessas lições. Edessa forma defende ele conseguimos “deixar para nossos filhos e netos ummundo com tantas oportunidades quanto o que herdamos” (Capra, 2006b pág42). Diante das idéias apresentadas o nosso objetivo se justifica no fato deque o aluno ao reconhecer a interdependência do seres com ambientevisualiza como essa interdependência é essencial a existência dos seres vivos.E que as relações de interdependência estabelecidas entre os seres doecossistema são semelhantes às que vigoram sobre as relações humanas nasociedade sendo de suma importância a manutenção dessas relações para amanutenção da vida para as próximas gerações. 4. Objetivos gerais e específicos 4.1 Objetivo geral: Reconhecer a interdependência entre os seres vivos e o ambiente. 4.2 Objetivos específicos: Reconhecer as relações de interdependência entre os seres vivos; Compreender que as relações de interdependência se estabeleceram por processos adaptativos; Analisar a importância dos fatores bióticos e abióticos nos processos adaptativos; Reconhecer que o ser humano é um animal e que também interfere no meio e principalmente no meio de outros animais; Reconhecer os impactos que os seres vivos causam sobre os outros seres vivos. 5. Conteúdos a serem trabalhados * Biomas Brasileiros; * Fatores bióticos e abióticos; * Cadeia/teia alimentar; * Processos Adaptativos.
  9. 9. 9 6. Metodologia Será descrito a seguir, a metodologia que será empregada nas aulasplanejadas, bem como os materiais e o tempo estimado para a realização decada atividade.Aula 1 – Tema: Conhecimentos prévios - ♠Materiais: Folha de sulfite, lápis, borracha e lápis de cor.Objetivos: Essa aula tem por objetivo reconhecer os conhecimentos prévios dosalunos em relação à Mata Atlântica e fazer a introdução do tema BiomaBrasileiro tomando a Mata Atlântica como referência, também mostrar aosalunos quais os conteúdos a serem trabalhados no decorrer das aulas até ofinal da sequência.Metodologia: Os alunos serão colocados em roda e o professor perguntará O QUEVOCÊ ENTENDE POR MATA ATLÂNTICA? A partir dessa questão será feitauma discussão de mais ou menos 25 min. sobre os biomas brasileiros (o quesão, quantos são; quais são; onde estão; questionar os alunos quais ascaracterísticas do ambiente natural onde vivem; em qual bioma vivem; etc.)dando maior ênfase a Mata Atlântica (como ela é, onde está localizada, o quese encontra nela, qual o principal problema relacionado a ela). Os resultados obtidos serão colocados na lousa e após a discussão osalunos terão 10 min. individualmente para responder a questão inicial atravésde escrita em folha e/ou representar por meio de um desenho colorido. Logo após esse período as respostas serão recebidas pelo professor ese passará para o segundo momento da aula. Neste segundo momento seráfeito a entrega de uma cópia do texto sobre a mata atlântica disponível no UOLEducação [http://educacao.uol.com.br/ciencias/mata-atlantica-principal-floresta-
  10. 10. 10do-mundo-em-diversidade-de-especies.jhtm] ou Sequência didática da MataAtlântica. Esse texto será lido pelo professor e os aspectos importantesanteriormente levantados pelos alunos serão ressaltados durante a leitura doprofessor. Ao final dizer que a aula seguinte terá atividade sobre BiomasBrasileiros.Aula 02 – Tema: Apresentação geral sobre os biomas brasileiros - ♠ ♣Materiais Para realização desta aula utilizaremos um quebra cabeçaconfeccionado pelos integrantes do grupo. O jogo será impresso em papelcouché A3. Para suporte da peça, será utilizado o papel paraná. Seránecessário também um mapa geográfico desenhado em papel pardo e fotosimpressas em papel couchê organizadas em álbuns. Deu-se preferência parautilização dos materiais recicláveis na confecção dos trabalhos.Metodologia A sala será dividida em seis grupos e cada um irá receber um quebra-cabeça correspondendo a um Bioma diferente, sendo assim a turma terá quemontá-lo e observar as características presentes no Bioma que recebeu. Comoo quebra-cabeça tem um tamanho relativamente grande, aproximadamente60x45, possivelmente não terá condições dos alunos montarem em suasrespectivas mesas, portanto eles podem sentar-se ao chão ou dá maneira quese sentirem mais a vontade. Durante esta etapa o professor passará pelosgrupos de alunos para sanar possíveis dúvidas e auxiliando-os. Após a montagem distribuiremos as fotos dos outros cinco biomasexistentes no Brasil para que eles possam comparar e discutir ascaracterísticas de cada um, com isso os grupos irão trocar informaçõesimportantes para a construção dos seus conhecimentos. A próxima etapa da aula, após a distribuição das fotos, será propor aosalunos que descrevam o que de fato eles observaram em seu quebra-cabeça.
  11. 11. 11Todos os grupos devem descrever suas observações verbalmente para quehaja uma comparação entre os grupos. Durante a discussão iremos questioná-los com perguntas que julgamos importantes na comparação dos biomas. No final da aula, será pedida uma tarefa que deverá ser realizada emcasa. Será ressaltado que esta pesquisa não valerá nota, mas que seráavaliado por eles mesmos como numa auto avaliação. Cada grupo em ummomento posterior receberá uma folha de avaliação sobre a atuação dosintegrantes. A comanda da pesquisa contará com um breve roteiro somente paraorientação dos alunos. Este roteiro poderá ser da seguinte forma:Os grupos que procurarem sobre a flora devem se focar nos tipos de florestas,pois serão explicados na aula, os exemplos de plantas bem como a fisionomiadas florestas. O grupo que fará a pesquisa com a fauna deverá se focar nadistribuição dos animais que vivem em dado bioma, pois serão observadas asespécies que são endêmicas de cada região para que se iniciem observaçõesquando a adaptação. Por fim, o grupo que pesquisará os fatores bióticos eabióticos se focará na umidade ao longo da distribuição da Mata Atlântica e suafaixa de temperatura para haver discussão sobre a chuva, luminosidade, climae solo. Os grupos serão divididos no final da aula de forma que alguns alunosfaçam a sua pesquisa com enfoque em SP, outros na região Sul do Brasil eainda sobre o Nordeste para que tenham informações para a comparação entrefauna, flora e fatores abióticos de cada ambiente.Cronologia A gestão do tempo é um fator importante para que se possa cumprirtodas as etapas da aula e ainda sim, realizar o fechamento. Dessa formadividimos o tempo de 50 minutos para as atividades da seguinte maneira:-Montagem e observação do quebra-cabeça: 10 minutos-Distribuição das fotos, comparação, discussão e descrição: 25 minutos-Fixação das fotos no mapa brasileiro: 10 minutos
  12. 12. 12-Explicação da pesquisa que deverá ser realizada pelos alunos: 5 minutosAula 3 – Tema: Mata Atlântica - ♠ ♣Materiais: Nesta aula será utilizado um mapa além dos próprios materiais dos alunos. Mapa 1: Mata Atlânticas: Cobertura vegetal original. Fonte: INPE. SOS Mata atlântica, 2006.Objetivos: Apresentação dos aspectos gerais sobre a Mata Atlântica e dizer quenas próximas aulas nos vamos tratar de aspectos importantes da MataAtlântica como fatores bióticos e abióticos, cadeia e teia alimentar e processosadaptativos.Metodologia: Nessa aula será aproveitado o conteúdo trazido pelos alunos mediantea pesquisa requisitada na aula anterior. Os tópicos pedidos na pesquisa foram:fatores abióticos, flora e fauna e nesse primeiro momento o professor
  13. 13. 13questionará: Onde está localizada a Mata atlântica? As respostas serãocolocadas na lousa e após isso o professor mediante as respostas relativas aonome “atlântica” deverá destacar que a pergunta refere-se a estados mostraráum mapa que mostra a distribuição original da Mata Atlântica comparando comas respostas e ressaltando a abrangência que a mata apresenta na referidaimagem. Os alunos se juntaram em grupos da pesquisa para que juntem osdados. Depois disso eles serão colocados em círculos e os grupos falarão osdados encontrados na pesquisa. O professor deverá ressaltar ascaracterísticas trazidas por diferentes grupos e estimular com que elesrelacionem os temas da pesquisa, por exemplo, um grupo fala que emdeterminada área é úmida, o outro que procurou sobre a fauna fala que nessaárea há muitos animais de ambientes aquáticos o outro dos fatores fala daexistência dos corpos d’água desta área. O professor deverá tirar dúvidas quanto a conceitos e fazer com quetodos os grupos falem e que os tópicos abordados por eles sejam relacionadosaos dos outros grupos. Ao final o professor deverá entregar os dois parágrafos apresentadosabaixo do texto do texto sobre a conservação das florestas tropicais (FURLANe NUCCI, 1999) adaptado com o intuito de suprir as possíveis deficiências quepossam existir quanto à localização e para que sirva de preparação para a aulaseguinte sobre a Problematização. O professor deverá ler o texto para osalunos, apresentar a questão: O que vocês acham da veracidade dos dadosapresentados no texto? E dizer que devem trazer essa cópia na aula seguinte.Imensa fachada florestal que surpreendeu os portugueses em suachegada, as Matas Atlânticas guardavam segredos que aos poucos foramsendo revelados. Recobrindo originalmente de 12% a 15% do que veio aser o território brasileiro, elas se distribuíam pela faixa litorânea do RioGrande do Norte ao Rio Grande do Sul, avançando para áreas interiores ealcançando frações dos atuais Paraguai e Argentina, em uma área deaproximadamente 1,1 milhão de quilômetros quadrados.
  14. 14. 14Mas por que "Matas Atlânticas", no plural? Muito heterogênea ediversificada, com distribuição azonal - uma variação climática latitudinal- e em vários níveis de altitude, trata-se de uma das formações de maiorbiodiversidade do planeta. O conjunto abriga matas de encosta e dealtitude e formações costeiras associadas a diferentes ecossistemas -manguezais, restingas, vegetação de ilhas litorâneas -, além de enclavesde cerrados, campos e campos de altitude (FURLAN E NUCCI, 1999).Cronologia: Explicação inicial: 5 minutos Comanda: 5 minutos Discussão dos aspectos: 40 minutosAula 4 – Tema: Mata Atlântica - ♣♥Materiais: Nesta aula será utilizado um mapa além dos próprios materiais dos alunos.Mapa 2: Matas Atlânticas: remanescentes florestais de 2005. Fonte: INPE. SOS Mata Atlântica, 2006.
  15. 15. 15Objetivos: Apresentar aos alunos os principais problemas quanto a uso dosrecursos e degradação da Mata Atlântica.Metodologia: Retomar as considerações feitas em relação aos parágrafos do texto “Aconservação das florestas tropicais”, da aula anterior. O professor deverámostrar novamente o mapa trabalhado na aula anterior, porém dessa vezdestacando que se refere à configuração original da Mata atlântica. Após issodeverá mostrar o Mapa Remanescentes florestais ressaltando que este mostraa configuração mais atual da Mata atlântica, juntamente com isso os alunosreceberão outros dois parágrafos (apresentados abaixo) do texto já trabalhadoA conservação das florestas tropicais (FURLAN E NUCCI, 1999).Do extraordinário conjunto natural, formado sob a influência dos ventosúmidos oceânicos, resta hoje somente 7% da cobertura original. Naregião vive cerca de 62% da população brasileira, o equivalente a 110milhões de pessoas, e está a maior concentração de atividades do país -cidades, estradas, portos, agropecuária, extrativismo etc. A área é palcode desmatamento ilegal e intensa especulação imobiliária, ao mesmotempo em que abriga populações que lutam para manter seus modos devida tradicionais, como caiçaras, indígenas e descendentes dequilombolas.Entre os grandes desafios das Matas Atlânticas nos dias de hojedestacam-se a manutenção dessas populações remanescentes, ainstituição de usos com a "floresta em pé" e a compreensão da dinâmicados diversos fragmentos florestais (FURLAN E NUCCI, 1999). Novamente os parágrafos serão lidos pelo professor aos alunos e asdúvidas quanto a conceitos serão retiradas, no decorrer da aula o professordeverá estimular aos alunos a compararem os dois mapas e apresentar osprincipais usos dos recursos da Mata atlântica bem como questionar os alunossobre porque a preservação desse bioma é importante? As respostas serão
  16. 16. 16faladas, porém uma síntese será entregue por eles mediante a informação queserá avaliada. Ainda será comentado sobre como a Mata Atlântica é importante, poisnos protege através dos chamados serviços ambientais como armazenamentode carbono, regulação climática, controle de deslizamentos, inundações,erosão e assoreamento e uma formidável produção de água dando destacandoos problemas que ocorreram no RJ em decorrência de chuvas. Cronologia-Discussão do primeiro texto: 15 minutos-Discussão do segundo texto: 30 minutosAula 5 – Tema: Processos Adaptativos - ♠ ♣♦Materiais: Imagens impressas de diferentes seres vivos, texto de apoio e o própriomaterial dos alunos para eventuais anotações.Objetivos: Entender que os seres vivos passaram por processos adaptativostornando-se aptos a sobrevivência sob determinadas condições ambientais.Metodologia: Para a realização dessa aula a turma será dividida em seis gruposcompostos com mais ou menos cinco alunos cada. Cada grupo irá receber umtexto de apoio que fale sobre seres vivos que vivem em diferentes pontos doBrasil com condições climáticas distintas. Além do texto, os alunos receberão imagens impressas de seres vivosque se adaptaram para defesa, locomoção, reprodução, temperatura,disponibilidade de água e predadores e animais que só vivem em determinadasregiões do Brasil.
  17. 17. 17 O representante dos seres vivos que se adaptaram de diferentesmaneiras será:Defesa: Bicho-Pau.Locomoção: MacacoReprodução: PavãoTemperatura: Tatu-bolaDisponibilidade de água: CactáceasAdaptação dos Predadores: Aranha Marrom Os alunos em seus respectivos grupos deveram realizar a leitura dotexto relacionando com as imagens que receberam. Logo após a realização dessa tarefa, será feita a seguinte pergunta:Com base no texto e nas observações das imagens porque vocês acham queesses seres vivos apresentam características tão distintas? Será realizada uma discussão mediada pelo professor através dasrespostas dadas pelos alunos em que se levantarão as relações construídasdiante das ideias do texto e da observação das imagens. Nesse contexto elesserão questionados sobre o habitat desses seres vivos, onde eles acreditamque esses seres vivem? Será que se o habitat desses for destruído eleconseguirá sobreviver em outra região? Vocês leram no texto que asCactáceas só sobrevivem em ambientes secos. Qual a explicação que vocêsdariam para esse fato? Esse questionamento será feito até que os alunosconsigam entender que as diferentes espécies passaram por processosadaptativos, sendo assim necessitam de condições ambientais adequadas parasua sobrevivência. Durante a discussão ao chegarmos ao ponto de que os seres vivosnecessitam de condições ambientais adequadas que variam de espécie paraespécie iremos relacionar com os fatores abióticos mostrando sua importânciapara a manutenção do equilíbrio ambiental. No final da aula os grupos deverão fazer uma síntese do que foidiscutido e entregá-la na aula seguinte.
  18. 18. 18Cronologia:Leitura do texto e observação das imagens: 15 minutosDiscussão mediada pelo professor: 20 minutosSíntese da aula feita pelos alunos: 15 minutos.Aula 6- Processos adaptativos - ♠ ♣Materiais: Pinça de sobrancelha, pinça grande, pregadores de roupas de diferentestamanhos, bandeja, sementes de milho, girassol, lentilha, Alpiste, noz-moscada, arroz, amêndoas com casca, nozes e recipientes plásticos.Objetivos: Nosso objetivo é mostrar para os alunos animais que se adaptaram demaneira específica para sobreviver a determinadas condições de recursos eainda que a interferência do ser humano no meio ambiente pode trazer gravesconseqüências como a extinção de uma espécieMetodologia: Os alunos irão receber os materiais necessários para simular o processode adaptação através da disponibilidade de alimentos na ilha. Cada grupo irá receber um kit com uma Pinça de sobrancelha, pinçagrande, 3 pregadores de roupas de diferentes tamanhos e uma bandeja comvárias sementes de milho, girassol, lentilha, alpiste, noz-moscada, arroz,amêndoas com casca e nozes. Além do Kit do grupo cada aluno receberá cincorecipientes plásticos para colocar as sementes coletadas em cada rodada. Cada aluno do grupo deverá escolher um tipo de simulador de bicopegador de sementes, como são cinco tipos de instrumentos e os grupos sãoformados com cinco alunos, cada aluno terá um pegador diferente. Após aescolha utilizando os instrumentos, sem a ajuda das mãos, os alunos deverão
  19. 19. 19coletar as sementes em trinta segundos e separá-las. As sementes coletadasem cada rodada deverão ser separadas e colocadas nos recipientes que elesreceberam. Após a realização das cinco rodadas de trinta segundos cada, os alunosdevem observar quais sementes foram coletadas e quais sobraram e fazeranotações. Se algum aluno não conseguir pegar nenhuma semente deverá ficarsem jogar nas rodadas seguintes. Ao final, faz-se um levantamento dos tamanhos e quantidades dassementes coletadas por cada tipo de “bico” em cada rodada. Após a realização do jogo, o professor poderá trabalhar com asseguintes questões:Nesse jogo foram utilizados instrumentos pegadores, o que essesinstrumentos representam? O professor irá mediar até que o aluno chegue à conclusão de querepresenta os diferentes tipos de bico das aves.Vocês imaginam que a bandeja com as sementes está representando oque? A discussão será feita levando os alunos a perceberem que a bandejarepresenta a variedade e disponibilidade de sementes no habitat das aves.Por que o jogador que não consegue pegar nenhuma semente fica semjogar? Aqui os alunos devem compreender que o jogador eliminado representaa eliminação de indivíduos que não conseguem coletar as sementes e que, nãose alimentando, consequentemente morrem sem deixar descendentes.Vocês conseguiram observar que o instrumento que vocês escolheramnão conseguiu coletar exatamente as mesmas sementes que oinstrumento do seu colega coletou. O que isso nos mostra em relação àsaves? A mediação será feita com intuito de que os alunos compreendam queas aves se adaptaram de diferentes maneiras, portanto o bico de uma ave não
  20. 20. 20consegue captar o mesmo alimento que o de outra ave. Após os alunoschegarem a essa conclusão podemos perguntar a eles o seguinte:Se nós interferirmos no habitat de uma ave fazendo com que hajaescassez de alguma semente o que poderá ser previsto que aconteçacom algumas espécies? Essa discussão será mediada até que os alunos cheguem à conclusãode que os seres vivos dependem de alguns fatores para sobreviver e ainda quese adaptaram de formas diferentes necessitando de recursos muito específicosportanto a interferência no ambiente em que ele vive pode trazer gravesconseqüências para a espécie podendo levá-la a extinção.Cronologia:Realização do jogo: 10 MinutosVerificação e contagem das sementes coletadas por cada bico: 10 minutosDiscussão: 30 minutosAula 7- Tema: Cadeia Alimentar - ♠ ♣Materiais: Tesoura, cola, cartolina e revistas.Objetivos: Apresentar o conceito de cadeia alimentar, discutindo a relação deinterdependência entre os seres vivos de forma que os alunos consigamentender que assim se mantêm o equilíbrio do ecossistema.Metodologia: Nessa aula iremos relembrar os alunos sobre o último tópico dadiscussão da aula anterior que tratava da interferência do homem sobre o meioambiente fator que pode trazer graves danos para uma espécie podendo levá-la a extinção.
  21. 21. 21 Logo após a turma será dividida em seis grupos de cinco alunos. Cadagrupo irá receber uma cartolina e algumas revistas com imagens da flora e dafauna da Mata Atlântica. Os alunos deverão recortar uma imagem da mata paraser utilizada como fundo e imagens de animais e vegetais endêmicos doBioma. Esses animais devem ser diversificados desde organismos maissimples até mais complexos. Após o recorte eles devem colar as imagenssobre a cartolina e numerá-las montando assim sua cadeia alimentar. Além dasespécies endêmicas os alunos devem procurar nas revistas espécies exóticas,entretanto não devem numerá-las. Após o cumprimento dessa etapa cadagrupo deverá escolher quatro animais ou vegetais que numeraram e dizer paraa sala como estes se relacionam entre si. Após essa apresentação será feitauma mediação á partir dos principais pontos da fala dos alunos para que elesconsigam entender o que é um produtor, consumidor e decompositor dentro deuma cadeia. No decorrer da discussão as seguintes perguntas poderão serfeitas para auxiliar na mediação:*Quem é e quais os papéis dos produtores, consumidores edecompositores nas cadeias que eles construíram?*Se nós retirarmos um desses seres da cadeia o que pode ocorrer com osorganismos desse ecossistema?*Se o homem interferir no meio ambiente em que vivem diversos gruposde animais levando a extinção de uma determinada espécie o que vocêsacreditam que pode vir a ocorrer? A mediação será direcionada para que os alunos percebam a relaçãode interdependência dos seres vivos dentro de uma cadeia e que suamanutenção permite o equilíbrio dos ecossistemas. Durante a discussão os grupos deverão mostrar as imagens queselecionaram de espécies exóticas e será feita a seguinte pergunta: Se essasespécies que não são nativas da mata atlântica forem introduzidas nesseecossistema quais as possíveis conseqüências que poderão ser provocadas? Nesse momento poderá ser feita uma conexão com a aula de processosadaptativos, pois os alunos terão visto que cada espécie necessita de recursos
  22. 22. 22e condições ambientais específicas sendo assim não conseguem sobreviverem qualquer ambiente e ainda que a introdução de espécies exóticas podeacabar levando as espécies endêmicas dessa cadeia a extinção. No final da aula os cartazes serão recolhidos e será solicitado aosalunos que façam um levantamento no pátio da escola ou em seus arredores eaté mesmo em fontes como livros e internet sobre os seres vivos e algunsfatores abióticos que podem ser observados nessa região. Essa atividadepoderá ser feita durante a semana para que eles consigam trazer na aulaseguinte.Cronologia:Montagem dos cartazes: 15 minutosApresentação dos grupos: 15 minutosDiscussão: 20 minutosAula 8 – Tema: Teia Alimentar - ♠ ♣♥Materiais: Dados levantados sobre os seres vivos e fatores abióticos solicitados naaula anterior e barbante.Objetivos: Permitir que o aluno compreenda o delicado equilíbrio que existe nanatureza e que para sua manutenção é imprescindível que haja também amanutenção das teias alimentares e ainda que entenda as relações deinterdependência entre os seres vivos e os fatores abióticos.Metodologia: Para a realização dessa aula os alunos deverão trazer os dadoslevantados e anotados sobre os seres vivos e fatores abióticos que foramsolicitados na aula anterior. Esses dados serão anotados em pequenos papéis
  23. 23. 23de forma que não se repita nenhum ser vivo ou fator abiótico e será feito umsorteio. O sorteio irá definir qual o ser vivo ou fator abiótico cada aluno irárepresentar. Após o sorteio faremos uma grande roda e um dos alunos inicia adinâmica dizendo o nome de um dos componentes do ambiente: luminosidade,por exemplo. Ao falar o nome do componente, segura a ponta do barbante elança o rolo para outro aluno da roda. O aluno recebe o rolo, segura aextremidade do barbante, diz o nome de outro componente do ambiente elança o rolo para outro aluno. A atividade terminará quando todos da roda tiverem participado e obarbante estiver todo trançado, formando uma grande teia de maneira quetodos os seres vivos que eles encontraram e os fatores abióticos fiquementrelaçados e interagindo. Após essa etapa será iniciada a discussão de forma que os alunosexpliquem como eles acham que os seres vivos e os fatores abióticos serelacionam entre si. Durante a mediação será pedido que um dos alunos solte o barbantecomo se o componente do ambiente que ele está representando deixasse deexistir e a turma deverá explicar no que esse fato irá interferir. Os alunos irãoexplicar e podemos perguntar como cada aluno contribuiu para que a teia fosseformada. A discussão será direcionada para que o aluno compreenda que a inter-relação entre os elementos naturais que compõem o ambiente é importantepara o equilíbrio necessário à vida. Se os alunos não colocarem o ser humano entre os seres vivosselecionados para a construção da teia será perguntado a eles o motivo peloqual eles não colocaram e de que maneira a falta de um dos componentesinterferirá na vida humana para que eles consigam entender que o ser humanofaz parte dessa grande teia da vida e que, portanto todos os seres vivos
  24. 24. 24incluindo o ser humano são importantes para a manutenção do equilíbrioambiental. Será solicitado aos alunos, a entrega de uma síntese que abranja osconceitos de cadeia e teia alimentar estudados nas duas últimas aulas.Cronologia:Sorteio: 10 minutosDinâmica da teia alimentar: 20 minutosDiscussão: 20 minutosAula 09 - Tema da aula: Água e Solo - ♠ ♣Materiais: Utiliza-se, nessa aula, apenas um texto que trate do papel do solo e daágua no Meio Ambiente, especificamente na Mata Atlântica.Metodologia: Será fornecido aos alunos, no início da aula, um texto tratando dosprincipais aspectos do solo e o papel da água no bioma Mata Atlântica. Osalunos poderão ler o texto durante o período de quinze minutos.Cumprindo-se esta tarefa, será realizada a seguinte pergunta aos alunos:Como a Mata atlântica, sendo tão exuberante e rica em fauna, pode ter um solopobre? Será realizada uma discussão em que se levantará as informações queconstam no texto fornecido para os alunos como a composição do solo, aintricada rede de raízes que sustentam as árvores de grande porte mesmotendo um solo raso, como é a retroalimentação do bioma Mata Atlântica, isto é,como se mantém uma floresta tão rica em fauna e flora se o solo é escasso emnutrientes. Nesse contexto, se realizará uma integração de todos os tópicostrabalhados ao longo da sequência didática como: fatores bióticos e abióticos,solo, água, fauna e flora para que o aluno compreenda que todos os
  25. 25. 25fenômenos estudados fazem parte e se relacionam intimamente no biomaestudado. No final da aula, será fornecido informações gerais sobre a saída decampo ao Ecopólis no Guarujá-SP, que será realizada na próxima aula.Serão dadas orientações dos horários, da roupa apropriada para visita, dosmateriais que deverão ser levados bem como do que deverão observar nessavisita. Será proposto um roteiro de observação que será entregue no dia daexcursão para cada aluno que abranja os aspectos estudados.Cronologia:-Explicação da comanda: 5 minutos;-Leitura do texto: 15 minutos;-Discussão do texto: 25 minutos.Aula 10 – Tema: Visita a Ecopólis no Guarujá-SP - ♥ ♦Materiais: Será pedido que os alunos levem para a visita, folhas de caderno oubloco de anotações juntamente com um lápis para anotação das característicase observações realizadas por eles.Metodologia: Inicialmente, os alunos se encontrarão em sua sala de aula, em horárioestabelecido pela Escola, para entrega dos roteiros de observação. Nessemomento, será pedido para que os alunos dividam-se em grupos de quatro ecinco alunos para com a finalidade de organizá-los antes de chegarem ao local. Feito isso, os alunos ingressarão no ônibus para direcionar-se ao localda visita. A Ecopólis se localiza junto a Av. Santos Dumont, 4444 no Guarujá -SP,sendo um local que foi construído pelos alunos da Universidade de Santos quecriaram o projeto com intuito de ensinar Educação Ambiental para crianças,
  26. 26. 26utilizando um espaço criado em meio a uma parte do bioma Mata Atlântica. Olocal conta com diversos espaços organizados para a visita dos alunos e combase nisso, o roteiro foi constituído sendo uma adaptação da sugestão doroteiro de atividades da própria Ecopólis. Os aspectos que deverão ser observados na visita e que constará noroteiro são: 1ª tarefa: Na passarela “da Restinga ao Mangue” observar os exemplares expostos, atentamente, supondo características adaptativas desses animais junto ao Bioma Mata atlântica. Além disso, coletar espécimes de briófitas, liquens e plânctons com auxílio dos monitores responsáveis pela passarela. 2ª Tarefa: No laboratório “Robert Hooke”, observar os exemplares coletados na etapa anterior, utilizando microscópio e lupas fornecidos pelo espaço. Observar e anotar as características gerais desses organismos; 3ª Tarefa: Visitar o espaço “Ave”, “Peixes”, “Camaleão” observando e anotando características gerais sobre esse animais verificando possíveis características adaptativas; 4ª Tarefa: No espaço “Mangue”, observar e anotar as características da vegetação; 5ª Tarefa: No espaço “Oceano”, será apresentado uma palestra sobre a temática ambiental, que será discutido por meio de uma mesa redonda composta pelos alunos, professores e monitores do local; 6ª Tarefa: No espaço “Sustentabilidade” será fornecido informações aos alunos sobre produtos ecológicos e materiais que podem ser reaproveitados para diminuição do impacto ambiental; 7ª Tarefa: O último espaço a ser visitado será o pátio da Ecopólis em que os monitores realizarão os jogos ecológicos. Os jogos escolhidos foram: Interações Ecológicas, Cadeia Alimentar, Transferência de Energia e Ciclagem de nutrientes.
  27. 27. 27 No roteiro de observações, além dos tópicos anteriores, constará operíodo de horário do almoço e o horário planejado para cada tarefa para queos alunos fiquem cientes do tempo e se organizem para cumprir as tarefas. Ao final do dia, todos os alunos se reunirão no pátio da Ecopólis paracontar ao professor sobre as atrações que mais gostaram e consideraraminteressantes e discutir as observações e anotações realizadas por eles,lembrando-os dos conceitos estudados em sala de aula em que há relaçãodireta com as atrações visitadas, nesse dia, por eles. Os roteiros serãorecolhidos no final do dia para que o professor possa corrigir e devolver para osalunos com comentários.Cronologia:Os alunos chegarão a Ecopólis ás 8h00 da manhã e sairão do local ás 17h30do mesmo dia.-1ª Tarefa: 30 minutos-2ª Tarefa: 1 hora-3ª Tarefa: 1 hora e 30 minutos-4ª Tarefa: 30 minutos-5ª Tarefa: 1 hora-6ª Tarefa: 30 minutos-7ª Tarefa: 2 horas-Discussão sobre os aspectos observados e anotados pelos alunos: 1 hora.-Horário de Almoço: 1 horaAula 11 – Tema: Problemas Ambientais da Mata Atlântica - ♣ ♥Materiais: Para essa aula, será necessário uma TV ou computador comretroprojetor para apresentação da reportagem, além dos materiais dospróprios alunos, como caderno, lápis e borracha para anotação dasinformações.
  28. 28. 28Metodologia: Nessa aula, será apresentada para os alunos, uma reportagem realizadasobre o desmatamento da Mata Atlântica que fornece informações sobre oestado passado e o atual desse bioma. Feito isso, os alunos deverão dividir-se em grupos de quatro e cincoalunos para analisar a reportagem assistida destacando as causas e asconsequências presentes e futuras sobre os problemas ambientais ocorrentes.Para realização dessa análise, será pedido que os alunos considerem osaspectos estudados ao longo da sequência didática bem como os aspectosque foram discutidos na visita a Ecopólis, em que os alunos tiveram aoportunidade de conhecer o espaço “Oceano” e “Sustentabilidade” e obterinformações sobre a temática ambiental. Após a etapa anterior, é necessário realizar uma discussão com toda aclasse, para verificar os aspectos levantados pelos alunos, bem como ascausas e soluções destacadas por eles, a fim de identificar se os alunosconseguiram, preliminarmente, compreender que a natureza éinterdependente, discutindo o papel do ser humano nesse meio. Será solicitadoaos alunos, uma síntese do que foi discutido durante a aula bem como aspropostas elaboradas por eles para resolução dos problemas ambientais,lembrando-os das questões políticas que regem alguns desses problemas.Cronologia:-Apresentação da reportagem: 5 minutos;-Análise e anotações sobre a reportagem: 20 minutos;-Discussão entre professores e alunos dos aspectos identificados por eles: 20minutos.Aula 12 – Explicação do produto final - ♥ ♦Materiais:Alguns cadernos de jornal.Metodologia
  29. 29. 29Comanda: O objetivo da aula é a montagem de um jornal que explicite as relaçõesentre os seres vivos e o meio, e para isso os alunos se dividirão em grupos deaté cinco alunos para que cada um elabore um jornal. O primeiro passo é o conhecimento de o que é um jornal, suas funções ea linguagem desse material, ressaltando que o jornal montado deve conterinformações importantes, relevantes, mas que os textos não podem ser longose complexos. O professor então mostrará aos alunos os cadernos de jornal ediscutirá com eles as partes importantes. Assim os alunos vão analisar a estrutura de um jornal escrito (divisãodos cadernos, manchete, legenda, editorial, charge, etc.) e vão elencar quaisas divisões são mais relevantes para ter no jornal deles. O jornal será digitadono computador pelos alunos e impresso em folha de sulfite e será exposto emum painel de cartolina para toda a escola, no mural localizado junto ao pátio docolégio. O segundo passo é estabelecer o nome do jornal, assim o professor diráaos alunos que o nome será escolhido mediante consenso no grupo, levando-os a pensarem em um que seja criativo e ao mesmo tempo leve emconsideração as idéias trabalhadas.Cronologia-Distribuição dos cadernos e explicação das tarefas dessa aula e do objetivofinal – 5 minutos- Passo um. – 20 minutos- Passo dois – 20 minutosAula 13: Produto Final - ♥ ♦Metodologia:Discussão inicial
  30. 30. 30 O professor retomará tudo o que os alunos fizeram durante as aulas: apesquisa, a saída, as atividades etc. Nessa parte através de perguntas oprofessor irá fazer com que os alunos se lembrem de todas as etapaspassadas e as conclusões retiradas em todas elas. Colocando na lousa o queos alunos julgarem como mais importante em cada etapa. E os estimulará a dizer a conclusão geral retirada de todo o processo,ele deixará bem claro aos alunos que essa conclusão tem que abranger o queeles conseguiram compreender das relações entre os seres vivos e o meioambiente. O professor trabalhará com alunos o fato que algumas questões nãopodem ficar de fora do jornal como dicas sobre a preservação do meioambiente e propostas de mudanças de hábito que auxiliem essa iniciativa. Após isso será feita a escolha do nome do jornal deles a partir dassugestões trazidas por eles mesmos. Com o estabelecimento do nome e comas sessões mais relevantes destacadas os grupos dos alunos serão divididospara organizarem o que será realizado por cada integrante estabelecendo umcronograma para a realização das atividades. O professor deixará claro aos alunos que essa montagem está sendoavaliada desde o momento que eles recebem a tarefa, assim é importante queos grupos dividam suas funções e cada aluno faça sua parte. Na parte final da aula o professor pedirá aos alunos que façam novapesquisa dessa vez sem ter uma comanda específica quanto ao assunto.Porém ele dará ênfase para que os alunos tragam material suficiente para aque consigam atingir todas as conclusões que eles mesmos elencaram. Para a pesquisa o professor mostrará links de sites que eles podemprocurar como: do Embrapa, do Ministério do Meio Ambiente e do PlanetaSustentável. Mas também eles podem procurar em jornais e em revistas omaterial de consulta para que eles utilizem com fonte. O professor terá auxílio de uma folha de anotações para acompanhar oprocesso de elaboração do jornal em cada grupo. Esta folha será avaliada demodo a contemplar a participação dos alunos, sempre verificando que osmesmo estão relacionando os conhecimentos aprendidos.
  31. 31. 31Cronologia:20 min. para discussão inicial15 min. para a votação10 min. para comanda da pesquisa.Aula 14: Produto Final - ♥ ♦Materiais: Os alunos utilizarão nesta aula, as reportagens e revistas bem comotodo o material separado para consulta para elaboração do jornal. A aula serárealizada no laboratório de informática.Metodologia: A partir do material que os alunos trouxerem o professor pedirá que elesse juntem nos grupos de trabalho e que cada um fale ao seu grupo o que eporque trouxe determinado material. Aqueles que trouxerem jornal poderãomostrar e explicar para os colegas a importância do material. Após essa explicação os alunos delimitaram o que eles acham que deveser colocado realmente nas partes de que eles são responsáveis. A partir daíeles farão a confecção propriamente dita, assim os alunos começaram aescrever o jornal a partir do material que trouxeram. O professor os auxiliará a não saírem do objetivo de apresentar asconclusões feitas para os outros alunos através do jornal. Outra ressalva queserá feita pelo professor será em relação à linguagem da escrita, pois osalunos devem entender que não precisam copiar o que está no material queeles pesquisaram, mas que podem escrever o que o grupo acha de todos ostextos que eles escolheram para o jornal. Além disso, o professor fornecerá dicas de formatação do texto e deinclusão de imagens selecionadas pelos alunos e que complementará as
  32. 32. 32informações escritas. Os alunos terminarão a tarefa em casa paraapresentação na aula seguinte.Cronologia:-Explicação da comanda - 10 minutos-Realização da tarefa – 35 minutosAula 15: Distribuição do produto final - ♥ ♦Materiais: Os alunos utilizarão lápis e canetas bem como seus cadernos parafazerem anotações sobre as informações contidas nos jornais dos colegas.Esta metodologia se torna importante para estimular o raciocínio crítico dostextos que são lidos por eles, considerando que os mesmos obtiveraminformações relevantes sobre o assunto.Metodologia: Nessa aula os alunos farão uma apresentação do jornal elaborado parao professor de Ciências e para o professor de Português. Sendo assim, osalunos poderão ser avaliados sob a perspectiva de duas disciplinasconcomitantemente. Cada grupo irá à frente da sala para apresentar assessões bem como as informações que consideraram relevantes, contando umpouco sobre o processo de elaboração da atividade. Após a apresentação de todos os grupos, os alunos poderão fornecerum parecer sobre o conteúdo de cada jornal, verificando se os mesmos estãodesenvolvendo um posicionamento crítico e relacionando os conteúdosaprendidos. Os professores, depois dessa etapa, poderão realizar comentáriossobre as apresentações. É importante que os professores juntamente com os alunos conversemsobre suas expectativas sobre a sequência didática elaborada, elencando osaspectos positivos e negativos levantados por ambos. Se torna necessário uma
  33. 33. 33devolutiva se o processo foi significativo para os alunos e se os mesmosgostaram da atividade e quais possíveis mudanças poderiam ser realizadas afim de melhorar a metodologia aplicada. Entende-se que o processo de ensinoe aprendizagem é um processo conjunto, sendo importante que os alunosconversem sobre este aspecto. O jornal será exposto no mural de informações localizado junto ao pátioda escola.Cronologia:-Apresentação dos jornais: 30 minutos-Discussão geral: 15 minutosLegenda: Símbolo Significado ♠ Sensibilização ♣ Problematização ♥ Organização do conhecimento e desenvolvimento ♦ Síntese e Finalização 7. Produto final O produto final será elaborado pelos alunos em forma de um jornal.Sendo assim, os alunos poderão se dividir em grupos de quatro ou cincoalunos para que cada grupo elabore a atividade. Será discutido com os alunoso que seria um jornal abarcando informações sobre as suas funções e alinguagem desse material ressaltando a importância dos conteúdos quedeverão ser relevantes. Sendo assim, o professor trabalhará com aapresentação da estrutura de um jornal, como deve ser escrito e sobre as suasdivisões: cadernos, manchete, legenda, editorial, charge, etc.
  34. 34. 34 Haverá espaço nas aulas programadas para a elaboração do nome dojornal, indicando aos alunos que utilizem a criatividade sem esquecerem que onome precisa representar o assunto que será trabalhado. Não serão informadas todas as sessões que deverão constar no jornal,justamente para que os alunos adquiram autonomia de incluir temasrelevantes. No entanto, será dada a dica de que seria importante conter umasessão que trate de propostas de mudanças de hábito que auxiliem apreservação do meio ambiente. Os jornais serão apresentados para a classe e para os professores deCiências e depois exposta no pátio do colégio. 8. Avaliação Entendendo que a avaliação é um processo que deve ser acompanhadoao longo do processo de ensino e aprendizagem do aluno, compreende-se quetodas as atividades realizadas pelos estudantes bem como sua participaçãonas aulas serão avaliados. Na aula dois, foi solicitada uma pesquisa aos alunos sobre a fauna, aflora e fatores bióticos e abióticos que foi discutida na aula seguinte. Apesquisa foi explicitada sem valer nota. No entanto, para avaliar a participaçãodos alunos, se entregou uma autoavaliação que procurou identificar aparticipação dos alunos na pesquisa. Esta autoavaliação contou com perguntasdo gênero: Houve participação conjunta de todos os integrantes do grupo? Osconteúdos encontrados foram suficientes para a discussão do assunto na salade aula? Os prazos foram cumpridos? Houve organização dos conteúdos paradiscussão? Peso da atividade: um ponto Na aula quatro, foram discutidas as características da Mata Atlântica. Foisolicitado aos alunos, que fizessem sínteses sobre os conteúdos discutidos nasala de aula. Pretende-se que os alunos escrevam nesta síntese ascaracterísticas gerais da Mata atlântica, falando da sua localização, de seusremanescentes florestais dissertando sobre a utilização dos recursos destebioma, a fim de verificar se os alunos compreendem as variadas e complexas
  35. 35. 35causas da Mata Atlântica ter perdido a maior parte de sua conformaçãooriginal. Peso da atividade: um ponto Na aula cinco foram discutidos os processos adaptativos, dando ênfasepara mecanismos de defesa, locomoção, reprodução e condições adequadas àsobrevivência. Solicitou-se que os alunos fizessem uma síntese dessesaspectos discutidos, esperando-se que os mesmos pudessem ser capazes dedissertar sobre os elementos que interagem com os processos adaptativos,como os fatores abióticos, por exemplo. Peso da atividade: um ponto Na aula sete, se solicitou uma pesquisa sobre os seres vivos e fatoresabióticos e bióticos que fazem parte do ecossistema que os alunos vivem, paraque se pudesse realizar na aula seguinte uma dinâmica com barbante para osalunos verificarem a interdependência que um fator possui diante de outrofator. A pesquisa foi avaliada, pois mediante a ela, os alunos poderão realizar adinâmica. Peso da Atividade: um ponto. Na aula oito, se solicitou uma síntese sobre a discussão e a dinâmicaque foi realizada sobre a cadeia e a teia alimentar. Espera-se que a dissertaçãodos alunos contenha informações sobre importância da conservação dosecossistemas, pois cada espécie é adaptada a um determinado ambiente e quea degradação pode levar a extinção de alguns animais. Peso da atividade: umponto. Na aula onze, se realizou um debate sobre os problemas ambientais daMata Atlântica com base em uma reportagem da situação antiga e atual destebioma. Foi solicitada, novamente, uma síntese para se averiguar se os alunosestão compreendendo que a natureza possui uma interdependência e quealterar um fator pode levar na alteração de muitos outros dentro do bioma bemcomo da biosfera. Espera-se que os alunos consigam relacionar os conteúdosaprendidos bem como propor soluções para alterar o paradigma atual. Peso daAtividade: um ponto Nas aulas treze, quatorze e quinze, se produziu um jornal com base emtodos os conhecimentos adquiridos ao longo da sequência didática. Espera-secom esta atividade que os alunos consigam relacionar todos os conhecimentos
  36. 36. 36 adquiridos no decorrer das aulas e elaborarem um trabalho que exemplifique que o estudantes compreendem a relação de interdependência dos seres vivos e meio ambiente. O trabalho foi acompanhado pelo professor por meio de uma folha com anotações sobre o processo de construção do jornal que valerá um ponto. A apresentação oral e editorial do trabalho valerá três pontos. 9. Possibilidades de Integração com outras áreas Será apresentada a seguir, uma tabela que contém as aulas e as possibilidades de integração com outras disciplinas: MatériasAulas Ciências Português Mat. Artes Ed. Física Geografia HistóriaAula 1 Conceituação Leitura de do termo bioma textoAula 2 Comparação de Leitura de Montagem Localização características Texto do quebra- dos Biomas dos biomas cabeça no MapaAula 3 Discussão sobre Discussão Mapa para História do as oral sobre a identificar nome características pesquisa cobertura “atlântica” da Mata Atl. vegetalAula 4 Discussão Leitura de Utilização Breve sobre as texto de Mapa histórico características do da Mata Atl. desmata- mentoAula 5 Discussão Leitura de Leitura de sobre texto e imagens processos discussão no adaptativos grupoAula 6 Discussão Atividade sobre lúdica com processos materiais adaptativosAula 7 Discussão Leitura de Atividade sobre cadeia revistas de recortar alimentar e colarAula 8 Discussão Leitura e Atividade sobre a teia produção de com alimentar texto barbanteAula 9 Discussão Leitura e Discussão sobre o papel produção de sobre a da água e do texto composição solo do soloAula 10 Observação e Anotações de Contagem Brincadeira Caminhada Informações História da discussão sobre observações dos com jogos realizada na quanto a cidade do temas da realizadas espécimes educacionais saída de localização e Guaruja-SP Ecologia coletados de ecologia campo fatores que na saída interferem de campo no biomaAula 11 Discussão de Leitura e Breve problemas produção de histórico de ambientais do texto problemas bioma ambientaisAula 12 Elaboração do Informações Jornal sobre
  37. 37. 37 linguagem de jornaisAula 13 Elaboração do Leitura e Montagem Discussão de Jornal elaboração de editorial do aspectos texto jornal políticosAula 14 Elaboração do Leitura e Montagem Discussão de Jornal elaboração de editorial do aspectos texto jornal políticosAula 15 Apresentação Apresentação do Jornal oral dos trabalhos 10. Referências Bibliográficas BIGOTTO, Antonio C. Educação Ambiental e o desenvolvimento de ensino da escola pública: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. (Dissertação de mestrado) Capra, F. (2006a). A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix. ________.(2006b). Alfabetização Ecológica - a educação das crianças para um mundo sustentável. São Paulo: Cultrix. FURLAN, Sueli A.; NUCCI, João C. A conservação das florestas tropicais. São Paulo: Atual, 1999, p. 32-38 (com adaptações). MARTINS, F. de E.; GUIMARÃES, G. M. A. As concepções de natureza nos livros didáticos de Ciências. Ensaio: Pesquisa em Educação e Ciências, v.4, n.2, p.1-14. 2002 MORI, Lyria et. al. Os tentilhões de Galápagos: O que Darwin não viu mas os Grants viram. Genética na escola. v.1, n.1, p.1-3, 2006. SENICIATO, T.; CAVASSAN, O. O ensino de Ecologia e a experiência estética no ambiente natural: considerações preliminares. Ciência e Educação (UNESP), v. 15, p. 393-412. 2009. UOL EDUCAÇÃO. Mata Atlântica: principal floresta do mundo em diversidade de espécies. Disponível em:<http://educacao .uol.com.br/ciencias/mata-atlantica-principal-floresta-do-mundo-em-diversidade- de-especies.jhtm>. Acesso em: 27.out.2011.

×