Your SlideShare is downloading. ×
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Programa eleitoralbrunocarvalho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Programa eleitoralbrunocarvalho

245

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
245
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Mensagem da candidaturaConcorrer para os órgãos sociais do Sporting Clube de Portugal é umorgulho que deve ser partilhado com todos.À motivação pessoal sobrepõe-se um amor incondicional a um Clubeque, pelas suas características, determina a nossa maneira de ser ede estar na vida.Ser do Sporting CP não é apenas ser adepto e sócio de um grandeclube desportivo. É um estilo de vida que se assume, uma posturaque se adquire e um conjunto de valores que se adopta.Concorrer à Presidência do Sporting Clube de Portugal é, ainda maisdo que isso, assumir sem complexos a liderança da maior potênciadesportiva nacional que, ao longo dos seus mais de 100 anos deexistência, construiu uma História de Glória pelo Esforço, pelaDedicação e pela Devoção dos adeptos, dos dirigentes e dos atletas.Ser o responsável maior pela liderança de uma das maioresinstituições desportivas mundiais é ter a consciência de assumirenormes responsabilidades, é trabalhar diariamente com totaldedicação e usar as suas capacidades e conhecimentos para, comuma gestão rigorosa e atenta, garantir os equilíbrios que permitamvencer.Servir o Sporting Clube de Portugal é sensibilizar e respeitar milhõesde pessoas que vivem e amam este grande Clube, ter na mão ocoração vibrante daqueles que, diariamente, o apoiam.Servir o Sporting Clube de Portugal é quase esquecermo-nos de nóspara sermos parte de um todo que, em união de esforços, é capaz dedemonstrar porque foi, é e sempre será a maior potência desportivanacional e uma das maiores da Europa.À dinâmica vitoriosa das modalidades do Sporting CP que,diariamente, tem de ser exaltada e acarinhada, temos deacrescentar, sem complexos, uma dinâmica de igual e constantesucesso no futebol leonino.Há que ter a força que, dia após dia, nos permite superar o nossomelhor assumindo, no conjunto de Órgãos Sociais coesos, o alcancedos objectivos fundamentais do Clube e a satisfação dos que o amame apoiam.Não chegam boas intenções, sermos grandes sportinguistas ou osprotestos de dedicação para, ao assumir a candidatura aos Órgãos - www.porumsportingsemcomplexos.com - 2
  • 2. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Sociais do Sporting Clube de Portugal, garantirmos todos osbenefícios de que o Clube necessita para revitalizar as suasestruturas organizativas, criando a fundamental dinâmica vencedoraque irá equilibrar e permitir fazer crescer o Clube, mobilizando todo ouniverso sportinguista para esse desígnio comum.O Sporting Clube de Portugal é o nosso grande amor e colocamostoda a nossa experiência pessoal e dedicação ao seu serviço, com ahonra e o orgulho de podermos vir a ser parte da sua História, bemcomo podermos ter a oportunidade de marcar uma nova era onde overde da eterna esperança dê lugar ao verde de perenes e grandiosasconquistas!Por um Sporting Clube de Portugal de todos os sportinguistas, semcomplexos e vitorioso!Saudações leoninas,Bruno de CarvalhoSócio 17.838 e candidato à Presidência do Conselho Directivo do Sporting Clube dePortugal - www.porumsportingsemcomplexos.com - 3
  • 3. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Razões da candidaturaO Sporting CP é um clube que tem por missão continuar a ser omaior clube desportivo português e como objectivo, apontado pelosfundadores, ser tão grande como os maiores da Europa.O Sporting Clube de Portugal é, sem dúvida, o maior clube portuguêscom cerca de 14.000 títulos e 109 atletas olímpicos, estando, noplano europeu, entre os maiores, com 22 taças europeias.Porém, desde o “Match de Foot-ball” de 1906, inserido em programasdesportivos variados, até aos dias de hoje, o futebol deixou de serum desporto interessante para ser um desporto importante e, maisdo que isso, determinante pelas paixões que desperta e pelos fluxosfinanceiros que gera. Por isso se insere, agora, na chamada “indústriado entretenimento”, sendo o alicerce real da capacidade demobilização de sócios e de adeptos, bem como de um programaeclético, variado e digno do passado e presente de Glória do SportingCP.Mas se o futebol é o “motor” desta “indústria” que quer entreter,então tem de vencer porque não existe entretenimento feliz naderrota, mesmo sequer no empate e, por isso, se o objectivo é aafirmação no mundo desportivo moderno, há que criar a organizaçãodesportiva que conduza à vitória.Fazer o melhor não será bastante se o melhor se não traduzir nasvitórias que um longo historial justifica que esperemos para o nossoClube.Todos falam de mística clubista que, a realidade o mostra, enfraquecequando se não é vencedor, quando se não é o “crónico” como doSporting Clube de Portugal se dizia nos anos 50! Todos falam de unirpara vencer porque, desde sempre, a “união faz a força”. Unir é umanecessidade urgente quando se diz que somos um clube dividido e de“famílias” que se guerreiam, o que sempre acontece quando o rumonão é o de todos mas apenas o de alguns.Temos vitórias notáveis na maioria das modalidades que praticamos,mas no futebol, o desporto das multidões, a modalidade que podesuportar os encargos de um grande Clube como o Sporting Clube dePortugal, apenas pudemos celebrar a vitória no campeonato porquatro vezes nos últimos trinta anos! Esta é, sem dúvida, uma forterazão para, na união, procurar a força para no futebol vencertambém e, na vitória, encontrar o estado de espírito que nos una noamor ao Sporting Clube de Portugal e na exaltação das suasconquistas. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 4
  • 4. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Muito se fala em modelos de organização de outros clubesultimamente melhor sucedidos, os quais deveriam ser a inspiraçãopara a estrutura do Sporting CP vencedor que desejamos. Porém, oSporting Clube de Portugal tem, em si mesmo, a experiência de quenecessita, ganha em anos e anos de muitas vitórias que são a razãode ser do lema que já o levou e o poderá levar ao mais alto da Glória,o lema que há muito é bem seu: Esforço, Devoção e Dedicação.Para uma organização adequada à responsabilidade de servir o nossogrande Clube, a solução é ter órgãos sociais competentes,esforçados, incondicionalmente dedicados ao Sporting CP e semcomplexos para assumir a sua grandeza e a responsabilidade de geriro maior clube desportivo de Portugal.O nosso clube tem no seu ecletismo uma dimensão mundial sendo,entre todos, um dos clubes com mais títulos conquistados!É verdade que, financeiramente, as várias dezenas de modalidadesque ostentam o símbolo inconfundível do nosso clube, nãomovimentam os milhões do futebol e que, algumas delas, serãodeficitárias. Mas o Sporting CP não foi fundado para ser um simplesclube de futebol. Se o fosse sido não teria atingido nenhum dosobjectivos do seu visionário fundador. Por isso, somos um grandeclube, mundialmente respeitado, porque somos ecléticos. Esse é omais valioso património sportinguista: estar entre os melhores domundo!Dar ao futebol a grandeza de outrora e manter o ecletismo doSporting Clube de Portugal terá de ser o objectivo maior de quem foro responsável maior dos seus destinos. É por isto que as modalidadesdo Sporting CP têm de continuar a existir, ser apoiadas com ascondições e os meios que os seus sucessos justificam, sendo oPavilhão junto ao Estádio José de Alvalade um factor muitoimportante para a revitalização, mobilização e agregação da massaassociativa do nosso clube. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 5
  • 5. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -- www.porumsportingsemcomplexos.com - 6
  • 6. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -1. Sporting Clube de PortugalFundado em 1 de Julho de 1906, o Sporting Clube de Portugal surgiupara se tornar, a nível desportivo, na maior potência nacional e umadas grandes potencias Europeias.Esses foram os desígnios dos seus fundadores e o seu caminho aolongo de muitos e muitos anos.Nomes grandes, enormes como Joaquim Agostinho, Livramento,Carlos Lopes, Fernando Mamede, Peyroteu, Vasques, Albano, JesusCorreia, Travassos, Ricardo Ferraz, Jorge Theriaga e muitas dezenasde outros deram ao Sporting Clube de Portugal, pelo seu esforço ededicação, a glória de milhares de vitórias, a grandeza que faz dele omaior dentre todos em Portugal!Esta é a verdadeira grandeza do nosso clube, um clube respeitadomundialmente pelo seu trabalho, vitórias e conquistas de muitos dosseus atletas.Assim se foram construindo mais de 100 anos de História, ao longodos quais mais de 14.000 títulos, em 30 modalidades diferentes e, 22Taças Europeias foram conquistados, muitos atletas leoninosrepresentaram Portugal, entre os quais 109 em Jogos Olímpicos,além do muito foi feito em prol da juventude portuguesa como oreconhecimento da “utilidade pública” o confirma.Este sonho de muitos, mas realidade de muito poucos, é o orgulho dagrande família sportinguista.Na época passada, foram mais de 300 os títulos conquistados pelasmodalidades do Sporting CP, fruto de muito trabalho, conquistas quedevem ser enaltecidas, em cada dia que passa, pelos Órgãos Sociaisdo nosso Clube para que sirvam de exemplo e de motivação paramuitas mais.Temos o direito e o dever de preservar, acarinhar e incentivar asmodalidades para não perdermos a grandeza do nosso clube,trabalho que se não faz em cerimónias privadas de agradecimento oude notícias esporádicas nos meios de comunicação do clube. Estesacontecimentos têm de ser enaltecidos junto dos sócios, dossportinguistas e de todos mais para que, com os feitos do passado,as vitórias do presente sejam a motivação do seu apoio ereconhecimento que, por si, serão penhor de grandeza no futuro!O Sporting CP é a maior potência desportiva de Portugal e uma dasmaiores do mundo, realidade que, por muito que isso custe aosnossos rivais, temos de assumir sem complexos, voltando a mobilizar - www.porumsportingsemcomplexos.com - 7
  • 7. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -dirigentes, sócios e adeptos para as modalidades que têm mais de11.000 atletas que, diariamente, trabalham para atingir estesresultados absolutamente fantásticos!Na continuação de uma História que é a razão de ser de umainequívoca grandeza, o futebol é, hoje e sem dúvida, o grande motorda paixão que aglutina e mobiliza o maior número de adeptos.É por isso que o Sporting CP tem de retomar o caminho de conquistassólidas no futebol, como o que já fez dele um Clube enorme e muitorespeitado.De pouco vale sermos excelentes formadores de futebolistas, demuitos futebolistas que, no passado e no presente, se contam entreos melhores do mundo se, apesar disso, não assegurarmos as vitóriase os proveitos que permitam encarar todas as competições nacionaise internacionais com a decisão própria dos vencedores.Há que definir uma política desportiva para o futebol que permitaaproveitar os nossos jovens talentos que, complementados com uma“espinha dorsal” de qualidade e com maturidade competitiva,permitam criar um perfeito equilíbrio no grupo de jogadores quepermita conquistar a vitória em cada jogo para, assim, alcançar ostítulos que o Clube merece.De nada servirá reestruturar o Clube sem uma dinâmica vencedorano futebol que lhe garanta a consistência financeira para uma politicade crescimento sustentado.Medidas a implementar: a) Criar uma estrutura de Órgãos Sociais competente e dedicada ao clube, com elementos que, de modo continuado, a representem na assistência e apoio às diversas modalidades do clube; b) Redefinir tarefas e estratégias nos vários departamentos do Sporting CP com vista à consolidação de uma política de comunicação agregadora e mobilizadora do universo sportinguista; c) Redefinir tarefas e estratégias nos vários departamentos do Sporting CP com o propósito de maximizar os resultados do clube com a eficácia própria de uma grande potência desportiva mundial; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 8
  • 8. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -d) Criar canais e modelos de comunicação simples e rápidos entre o Clube, os sócios e os adeptos, numa política de relações públicas adequadas a um clube desportivo;e) Criar as condições para se poder construir o pavilhão que as modalidades do Clube e os seus adeptos há muito anseiam e merecem;f) Adoptar um politica de capacitação, definição de tarefas e avaliação para que os Núcleos, Filiais e Delegações possam ter um papel activo e eficaz na divulgação do Clube, na prospecção de talentos e na angariação de novos sócios;g) Criar, no futebol, uma estrutura orgânica que possa gerar as indispensáveis sinergias permanentes entre o trabalho na Academia e a equipa principal, tanto na consolidação de metodologias de preparação e de jogo como na prospecção de jogadores e no aproveitamento dos talentos formados;h) Incentivar e criar as condições para um trabalho diário partilhado entre o Sporting CP, a Sporting SAD e as restantes empresas do Grupo Sporting para se poder consolidar estratégias, desenvolver metodologias de trabalho e criar uma capacitação financeira capaz de suportar todo o projecto de conquistas de forma clara e sem ter de, constantemente, pedir aos sócios que nada sabem do que se passa nesse Universo Empresarial que tomem decisões de fundo, em Assembleias-gerais e eleições, sem saberem do que de facto se trata e sem verem resultados desportivos que as justifiquem. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 9
  • 9. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -2. Sócios e AdeptosO Sporting CP não se pode afastar do seu universo de sócios, deadeptos e simpatizantes que são, afinal, a sua razão de ser, a forçaque lhe proporciona grandeza e lhe pode dar a estabilidade bastantepara encarar, de forma equilibrada, o futuro.Nenhum projecto desportivo se pode alhear de um constante diálogocom os que o apoiam e de fazer crescer o seu número, sem correr orisco de ser mal sucedido.Não é esta uma simples questão de números ou de rivalidades,porque é a garantia da sustentabilidade financeira do próprio clube.São eles que determinam, de modo directo ou indirecto, as receitasmais importantes do clube como são:. Assistência no Estádio e no Pavilhão;. Venda de merchandising;. Direitos televisivos;. Quotizações;. Patrocínios.O diálogo e a criação de politicas coerentes, duradouras esistemáticas de cativação constante dos sócios e adeptos actuais e deangariação de outros mais, são cruciais para um futuro estável evitorioso do nosso grande Clube.Os sócios e adeptos terão de ser o alvo privilegiado das políticas doSporting CP pois são eles quem determina a sua existência, é parasua satisfação que o Clube conquista vitórias.Medidas a implementar: a) Concepção e execução anual de uma politica de comunicação focada nos sócios e nos adeptos do Sporting CP, com definição concreta de acções a realizar mensalmente para garantia da sua eficácia, com total integração e participação dos meios ao dispor do clube: televisão, internet, jornal, cartas, news letters e campanhas específicas; b) Definição de uma orientação clara que beneficie o sócio dando condições e motivações para a sua fidelização segura e para a capacitação, através das regalias reais do cartão de sócio, dos adeptos para se tornarem sócios; c) Redefinição de regras internas no departamento de apoio ao sócio com estabelecimento e divulgação de acções - www.porumsportingsemcomplexos.com - 10
  • 10. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! - calendarizadas, para resposta às suas dúvidas dos sócios e questões por eles colocadas, com o Provedor do Sócio a ser o recurso a utilizar quando tais regras não forem cumpridas, permitindo-lhes ter um contacto personalizado que, dentro do Clube, defenda os seus direitos e, se disso for caso, lhes relembre dos seus deveres;d) Articulação permanente do Responsável pelo Departamento de Apoio ao Sócio com o Responsável pela Aérea de Marketing tendo em vista a realização de estudos anuais, considerando a sensibilidade dos sócios e dos adeptos sportinguistas, para uma definição correcta de novas regalias a incluir no cartão de sócio do Sporting que favoreçam a angariação de novos sócios e a fidelização dos existentes;e) Articulação permanente do Responsável pelos Núcleos com os Núcleos, Filiais e Delegações, tendo por objectivo a criação de condições para estes serem um pólo importante nesta politica de diálogo constante e de angariação de novos sócios;f) Defesa intransigente dos direitos dos sócios do clube, enquanto parte integrante do Sporting CP, através da defesa constante da verdade desportiva e de uma comunicação social isenta. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 11
  • 11. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -3. Futebol e AcademiaDepois de muitos sucessos que fizeram do futebol leonino, ao longode muitos anos, o melhor de Portugal e dos melhores da Europa, umlongo período de menor fulgor se seguiu, com escassos êxitos nosúltimos anos que, mais recentemente, passaram a autênticasdesilusões que têm afectado o Clube de modo insustentável nopróximo futuro.As reduzidas assistências aos jogos de futebol e todos os prejuízosque daí decorrem, são a prova de fracassos impróprios de um grandeClube e motivo de apreensão para o futuro.Políticas que, embora assentes em razoáveis princípios, não derambons frutos por falta de uma vontade determinada para lutar pelasvitórias que, afinal, são a razão de ser de um Clube de dimensãonacional, terão de ser modificadas para regressarmos, de novo, àsdesejadas vitórias e garantir a estabilidade futura.O futebol de um Clube que tem na formação uma das suas marcas deexcelência, terá de por em prática adequadas políticas de prospecção,de cativação e de aproveitamento dos talentos preparados.Medidas a implementar:I) Prospecção de mercado nacional e estrangeiro: a) Implementação de um gabinete de Scouting interno do Sporting utilizando antigos jogadores do Sporting CP e uma rede criada entre as academias Sporting, Núcleos, Delegações e Filiais com a utilização de agentes desportivos apenas em contratações especificas e que venham ao encontro das reais necessidades do Clube; b) Estabelecer protocolos com clubes nacionais e internacionais que permitam a captação de jovens talentos directamente para a equipa principal e a rodagem de jogadores menos utilizados ou em processo evolutivo; c) Negociação de um novo Fundo de Investimento, “Sporting Champions” no valor de 50 milhões de euros que permitam a compra de jogadores resultantes da prospecção; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 12
  • 12. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -II) Modelo de gestão do departamento de futebol: a) O futebol será da responsabilidade de uma estrutura especializada, liderada por uma equipa directiva pluridisciplinar formada por antigos jogadores do Clube e gestores, encarregues de dirigir esse departamento de acordo com o definido com o Presidente do Sporting e Vice-presidente do pelouro; b) À equipa directiva caberá a definição das políticas estratégicas do futebol, da definição da época desportiva com o apoio do treinador da equipa principal, da coordenação do trabalho entre a formação e a equipa principal, o estabelecimento dos protocolos de cooperação com outros clubes e entidades e das contratações sempre com o acompanhamento do treinador da equipa principal; c) Serão estabelecidos um ou dois modelos base de jogo que permitam o desenvolvimento uniforme e positivo dos atletas desde as camadas de formação à equipa principal; d) Ao treinador da equipa principal caberá a responsabilidade de definir a sua equipa técnica, mas a equipa directiva poderá sempre indicar um elemento a integrar a equipa como treinador adjunto; e) A questão da preparação física dos atletas será sempre alvo de especial atenção por ser determinante para o desempenho regular da equipa, podendo ser definida pelo treinador da equipa principal ou pela equipa directiva; f) O departamento médico do Sporting CP será alvo de uma especial atenção visto ser, também, um elemento determinante para a conquista de objectivos onde a aptidão dos atletas tem uma importância preponderante. Este departamento médico trabalhará sempre em estreita ligação com a equipa técnica e será sempre definido pela equipa directiva; g) O plantel do Sporting CP será sempre preparado com base numa equipa formada por jovens talentos da formação leonina e jogadores com maturidade competitiva, com a meta de uma redução gradual do plantel para 20 atletas; h) Promover a preparação de um novo modelo competitivo onde a equipa B possa ser uma realidade e ajude a promover os atletas juniores e jogadores que possam ser uma alternativa a lesões na equipa principal; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 13
  • 13. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! - i) O plantel do Sporting CP será sempre preparado com atletas que permitam a evolução de um ou dois sistemas tácticos definidos e sobre os quais se fará um trabalho uniforme e homogéneo desde a formação à equipa principal. A polivalência de alguns atletas determinará a possibilidade de adaptações específicas de modelos em jogos que perante os adversários ou as contingências assim o obriguem; j) As contratações de jogadores estrangeiros, não adaptados ao futebol português, estará sempre dependente de serem considerados, pelo treinador principal e pela equipa directiva, como uma real valia para o reforço da equipa; k) Analise da possibilidade de implementação de contratos por objectivos onde os atletas sejam remunerados de acordo com o Esforço, Dedicação e Devoção que revelem e Glória que tragam ao clube; l) A escolha do treinador principal terá sempre em atenção os modelos de jogo e as filosofias implementadas pelo Sporting Clube de Portugal; m) Nos escalões de formação da Academia Sporting terão de existir referências futebolísticas do Universo Sportinguista; n) Toda a gestão do departamento de futebol do Sporting CP assumirá, sem complexos e sem receios, que a sua única missão é vencer e terá de ter uma constante dedicação e um total empenhamento para o conseguir;III) Futebol como factor de apoio social: a) Estabelecimento de um jogo anual solidário de futebol, com a equipa principal, na pré época ou no período do defeso, cuja parte relevante das receitas ou se possível a sua globalidade revertam para as Instituições Privadas de Solidariedade Social do Universo Sportinguista;A Academia é um recurso importante para a estratégia de todo odepartamento de futebol.Deve ser nela que se confiam, em estreita ligação com o Presidentedo Sporting CP, o Vice-presidente do Conselho Directivo do Pelouro eo Responsável pelo Departamento de futebol, as vertentesprospecção de mercado de formação e captação de jovens talentos,formação técnica e humana dos atletas, comercial e Divulgação doSporting CP e apoio a crianças e jovens carenciados. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 14
  • 14. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -As escolas de futebol da Academia Sporting, 28 actualmente,distribuídas por todo o país, totalizando 5.100 jovens jogadores entreos 5 e os 15 anos de idade, já contribuíram com 60 atletas para asequipas de competição e têm sido uma fonte de rendimento estávelque se quer aumentar.Foi celebrado, na passada época desportiva, um contrato de parceriacom a Al-Ahli Saudi Soccer Academy, no qual está prevista aprestação de serviços de consultoria desportiva durante os próximostrês anos. O valor global do contrato ascende aos €735.000, sendoque estão ainda previstos no mesmo a prestação de um conjunto deserviços on-demand, com os quais é expectável que o valor globalpossa ultrapassar, ao longo dos três anos, o Milhão de Euros.Medidas a implementar:Prospecção de mercado de formação e captação de jovens talentos: a) Prospecção de mercado nacional e internacional de jovens talentos que possam evoluir no Sporting CP; b) Captação de jovens talentos através de sessões de visionamento directo na Academia; c) Sendo a Academia em Alcochete e tendo uma rede de escolinhas Sporting espalhadas por todo o Portugal, programar sessões de captação de jovens talentos que se desloquem às escolinhas para se mostrar; d) Estabelecer protocolos com escolas preparatórias e básicas nacionais que visem a captação de jovens talentos; e) Prospecção específica, conforme definida em programas de 4 anos, de jovens talentos, para posições estratégicas de reforço futuro da equipa sénior de futebol; f) Análise e reflexão sobre a possibilidade ou não dos jovens atletas da Academia terem um agente desportivo antes de completarem 16 anos;II) Formação técnica e humana dos atletas: a) Preparação de programas desportivos, através de Gabinete próprio criado para o efeito, adequados e com incidência especial no desenvolvimento e capacitação pessoal dos jovens atletas; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 15
  • 15. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! - b) Criação de políticas de apoio e desenvolvimento humano dos jovens atletas enquanto parte integrante do universo desportivo Sporting CP; c) Acompanhamento rigoroso do jovem atletas nas suas várias vertentes sociais: desportiva, familiar e educacional; d) Conciliação e coordenação de modelos de jogo na formação adaptados à equipa principal para se poder aproveitar todo o potencial dos jovens talentos sendo a sua integração mais fácil e o seu desenvolvimento mais equilibrado; e) Acompanhamento dos jovens atletas durante o processo de integração na equipa principal do Clube;III) Comercial: a) Reforço das políticas de patrocínios da Academia; b) Reforço da visibilidade interna das férias desportivas na Academia Sporting e da visibilidade externa para a possibilidade de estágio de equipas estrangeiras ou selecções na Academia Sporting; c) Adaptação dos treinos nas Escolinhas Sporting segundo as metodologias de treino utilizadas nos respectivos escalões de formação de competição, facilitando, no caso de captação de um jovem talento dessas escolinhas, o seu processo de integração nas respectiva equipa; d) Reforço da proliferação das Escolinhas Sporting a nível nacional e das Academias Sporting a nível mundial; e) Manter e ampliar contactos para a elaboração de projectos semelhantes ao realizado com o Al-Ahly com outros Clubes e Academias, podendo a área de consultadoria tornar-se numa área de negócio muito relevante para a Academia Sporting;IV) Divulgação do Sporting CP e apoio a crianças e jovenscarenciados: a) Criação de um programa especifico desportivo anual com 3 eventos na Academia Sporting que possibilitem a realização de jogos entre as crianças e jovens carenciados e antigas glórias e figuras do Clube; b) Criação de um programa específico de visitas à Academia Sporting por parte de crianças e jovens carenciados, através - www.porumsportingsemcomplexos.com - 16
  • 16. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -da coordenação directa e constante entre os departamentosresponsáveis e a equipa coordenativa criada entre o SportingSolidário, os Leões de Portugal IPSS e a Fundação deSolidariedade Social Aragão Pinto IPSS. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 17
  • 17. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -4. Ecletismo e PavilhãoO ecletismo é uma característica inata e imperecível do Sporting CP,à qual dedicaremos toda a atenção que merece. Por isso, defendendoo ecletismo, defendemos a nossa própria identidade.O Sporting CP nasceu para ser um Clube de várias modalidades, umgrande clube desportivo europeu - "como os maiores da Europa" –propósito que alcançou e é mister conservar e desenvolver.É um enorme motivo de orgulho ser o segundo maior Clube daEuropa em títulos globais e o terceiro maior Clube da Europa emTítulos Europeus conquistados.Sermos uma grande potência desportiva mundial é o fruto glorioso doEsforço, da Dedicação e da Devoção de muitos em prol do nossoSporting CP, o que devemos acolher como herança milionária quedevemos respeitar e engrandecer.As modalidades do Sporting CP dão-nos títulos quase todas assemanas. Essa é uma realidade iniludível do Sporting Clube dePortugal!Divulgar e exaltar esses feitos para que todo o universo sportinguistaos conheça e por eles sinta orgulho, é um dever constante dosÓrgãos Sociais do Sporting CP.Na comparação com outros, o nosso nível é bem mais elevado, custea quem custar, porque somos os melhores, porque ganhamos títulosem todas as modalidades, porque por tudo isto nos sentimosorgulhosos e felizes!Esta é a verdadeira força motriz que tem de ser o pólo aglutinador emobilizador da massa associativa e dos adeptos do Sporting Clube dePortugal.Para criar uma nova Onda Verde e Branca nacional o Sporting CPredefinirá o seu caminho desportivo. Voltará a centrar a sua atençãoem projectos desportivos vencedores.A construção de um Pavilhão junto ao Estádio José de Alvalade e oprojecto desportivo terá de passar por uma análise séria dasmodalidades existentes com a criação de sinergias entre o futebole todas elas, para potenciar os patrocínios e apoios que, de modocontinuado garantam o seu nível e qualidade.O Sporting CP alterará o seu discurso diário das dificuldades e daslimitações financeiras, equacionará e discutirá as atitudes e os - www.porumsportingsemcomplexos.com - 18
  • 18. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -projectos que mais lhe convêm e são próprios do seu objectivo social,com exortação constante para que continue a ser um dos maioresclubes europeus demonstrando, com os seus milhares de títulosconquistados, que é, de facto, a marca desportiva portuguesa maisprestigiada!E é nesse espírito de Glória que o Sporting CP poderá difundir aindamais o seu nome, fidelizar e angariar mais sócios e aumentar ovolume dos seus patrocínios e receitas.Este terá de voltar a ser um Sporting CP de paixões, de convicções,de todos, aberto e receptivo.Este terá de ser um Sporting CP de trabalho, competência, de umaprofunda relação entre uma gestão rigorosa e o sucesso desportivo.O Sporting Clube de Portugal, como a maior potência desportivanacional e uma das maiores da Europa, mede a sua grandeza peloapoio dos seus sócios e adeptos e pelas posições que alcançou:I) O Sporting é o segundo Clube Europeu com mais títulosconquistados, sendo apenas superado pelo Barcelona;II) O Sporting CP é o terceiro Clube Europeu com mais taçaseuropeias conquistadas (22), sendo apenas superado por Barcelona eReal Madrid.O atletismo contribuiu com 15 títulos, o hóquei em patins com 5, oandebol com 1 e o futebol com 1.III) O Sporting CP tem tido representantes em todas as selecçõesnacionais desportivas, nas modalidades que representa e, jácontribuiu para o desporto nacional com 109 atletas olímpicos;IV) Nas modalidades com mais títulos do Clube, o futebol apenasaparece em 10º lugar. Assim se realça a forte necessidade doSporting CP se manter um Clube eclético para manter a suagrandeza, a nível mundial, no futuro.Medidas a implementar: a) Criar as condições para a construção de um Pavilhão junto ao Estádio José de Alvalade; b) Analisar as modalidades existentes e estabelecer os objectivos anuais para cada uma delas; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 19
  • 19. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -c) Analisar e avaliar a viabilidade de novos projectos desportivos;d) Criar sinergias entre o Sporting CP e as modalidades do Sporting CP permitindo uma maior força e capacidade de negociação junto aos parceiros actuais e potenciais;e) Estabelecer uma politica de comunicação coordenada e constante de exaltação dos feitos de todas as modalidades;f) Estabelecer a manutenção do estatuto de maior potência desportiva nacional e tornar-se no Clube Europeu com mais títulos Europeus conquistados como prioridades no projecto desportivo global do Sporting Clube de Portugal;g) Fomentar a formação desportiva como base fundamental em todas as modalidades do Clube;h) Restauração das Sportinguíadas como grandes festivais de todas as modalidades do Sporting CP com interacção entre exibições e a experiência desportiva para o público nas diversas modalidades, com a possibilidade de ser feita em várias regiões do país;i) Estabelecimento de protocolos com o Sistema Escolar, preparatório e básico, para apresentações das diversas modalidades, com a possibilidade de experiências dos seus educandos;j) Motivação dos diferentes Núcleos e Delegações do Clube para o apoio às diferentes modalidades do Sporting CP;k) Apoio dos diferentes Órgãos Sociais a todas as modalidades do Sporting CP com a presença regular nos eventos em que participem. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 20
  • 20. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -5. Engrandecimento do Sporting CP pela SolidariedadeSportinguistaO Sporting Clube de Portugal é um Clube de eleição, mas de todos epara todos.É esse um dos seus patrimónios a preservar, correspondendo aoespírito do seu fundador.Não poderemos, por isso, ter apenas uma visão estratégica daquelesadeptos que podem contribuir financeiramente para o Clube porqueos que não tenham essa possibilidade devem sentir a proximidade deum Clube que é solidário.Neste campo o Sporting Clube de Portugal é, também, pioneiroporque é o primeiro e único clube em todo o mundo a ter umainstituição privada de solidariedade social na sua esfera de actuação,os Leões de Portugal.Projectos como os Leões de Portugal fundados em 1984 e, maisrecentemente, o Sporting Solidário, são prova de uma dinâmica sociale de utilidade publica que o Sporting Clube de Portugal quer manter eampliar, porque conferem uma dimensão diferente a um Clubedesportivo que, por isso, é único no mundo!Com a instituição da Fundação de Solidariedade Social Aragão Pintoem 2009, a esfera solidária regular do Sporting Clube de Portugal foiampliada dos mais velhos aos mais novos, dos carenciados aos comnecessidades especiais, demonstrando a grandeza e força desteClube.É esta dinâmica desportiva, empresarial e social que caracterizará oSporting CP do séc. XXI!Medidas a implementar: a) Criação de uma equipa de coordenação das actividades solidárias entre o Sporting Solidário, os Leões de Portugal IPSS e a Fundação de Solidariedade Social Aragão Pinto IPSS, com o intuito de apoiar o desenvolvimento e integração social dos mais carenciados, sempre sem esquecer a divulgação do Sporting Clube de Portugal; g) Estabelecimento de um jogo anual solidário de futebol, com a equipa principal, na pré época ou no período do defeso, cuja parte relevante das receitas ou se possível a sua globalidade revertam para as Instituições Privadas de Solidariedade Social do Universo Sportinguista; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 21
  • 21. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -c) Promover regularmente, nos meios de comunicação social afectos do Clube, as actividades das respectivas instituições de apoio social;d) Apoio, através da Loja Verde, na venda de produtos das instituições de apoio social afectas ao Sporting CP;e) Criação de bolsas e programas específicos de viabilização de práticas desportivas a crianças e jovens carenciados envolvendo as modalidades do clube e as escolinhas de futebol do Sporting CP;f) Criação de um programa específico de visitas ao Museu, Estádio e a Academia Sporting por parte de crianças e jovens carenciados, através da coordenação directa e constante entre os departamentos responsáveis e a equipa coordenadora criada entre o Sporting Solidário, os Leões de Portugal IPSS e a Fundação de Solidariedade Social Aragão Pinto IPSS;g) Criação de um programa especifico desportivo anual com 3 eventos na Academia Sporting que possibilitem a realização de jogos entre as crianças e jovens carenciados e antigas glórias e figuras do Clube;h) Criação de um programa especifico desportivo anual com 3 eventos no futuro Pavilhão do Sporting CP que possibilitem a realização de experiências desportivas, treinos e jogos, entre as crianças e jovens carenciados e antigas glórias das várias modalidades dos Clube; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 22
  • 22. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -6. Relações Públicas Internas e ExternasO Clube não vive isolado no seu próprio mundo nem no ambientedesportivo e social a que pertence, seja em Portugal, na Europa ouno mundo inteiro, pelo que as relações de convivência terão de sergarantidas de modo que defendam a sua dignidade e o seu prestígio,bem como promovam o seu engrandecimento.Medidas a implementar: a) A comunicação com o exterior – relações públicas externas – com quaisquer entidades, Federação Portuguesa de Futebol e Federações de todas as modalidades, Liga de Clubes Profissionais de Futebol, Comunicação Social, etc, será feita segundo princípios rigorosos de respeito pelo Clube, tendo em vista divulgar a sua grandeza, defendê-lo de atitudes ou de factos que lhe causem qualquer tipo de dano e promovê-lo junto de todos os públicos para que, pelos seus feitos, o admirem e respeitem; b) As relações públicas externas, seja qual for a via pela qual se promovam os interesses do Clube, deverão obedecer a critérios de clareza e de dignidade cujo desrespeito constituirá falta grave; c) Internamente – relações públicas internas - os esclarecimentos indispensáveis a uma sã vivência do Clube e à imunidade a todas as atitudes e factos que possam causar-lhe qualquer tipo de danos, serão o meio para combater a desunião que os equívocos provocam, bem como todos os prejuízos que acarretam. É, pois, necessário que, com a ponderação devida e com o nível que é próprio de um Clube com elevados princípios sociais, sejam combatidas com a informação clara e oportuna que as circunstâncias requeiram; d) Um Gabinete de Relações Públicas competente atenderá às necessidades do Clube quer no âmbito interno quer nas relações com o exterior. Tal gabinete dependerá, directamente, do Presidente do Clube com o apoio do Vice-presidente do Pelouro. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 23
  • 23. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -7. Sporting SAD e Grupo SportingI) Performance desportiva e financeira – nacional einternacionalOs êxitos desportivos do Sporting Clube de Portugal sãodeterminantes para o sucesso financeiro do Clube e de todas asempresas do Grupo Sporting CP.Alcançar as vitórias e conquistas que um Clube da nossa dimensãoexige é fundamental para mobilizar a massa associativa e com issoobter um aumento substancial das receitas através da bilheteira,bilhetes de época, quotização, patrocínios, direitos televisivos etransferências.Pelo histórico das contas aprovadas da Sporting SAD verificamos queuma boa prestação desportiva pode provocar um aumento de cercade 20% nas receitas via quotas, 30% no valor dos direitostelevisivos, 15% nos patrocínios, 45% na bilheteira e bilhetes deépoca e potenciar em larga escala as transferências. Essa prestaçãovencedora pode também contribuir para um aumento de cerca de35% da rubrica prestação de serviços e potenciar o aumento dasreceitas de todas as empresas do Grupo Sporting CP com umincremento substancial dos royalties recebidos pela Sporting SAD.A conquista do campeonato nacional ainda tem como maior valiafinanceira a possibilidade de participação na Liga dos Campeões querepresenta um forte encaixe financeiro:. 7,1 milhões de euros só por garantir a presença na prova: 3,8milhões de participação, mais 550 mil por cada um dos seis jogos;. 800 mil euros por vitória;. O valor do "market pool" para Portugal, que engloba transmissõestelevisivas e publicidade estática, que foi de 5,434 milhões de eurosna ultima época;. 3 milhões de euros pela passagem aos oitavos de final, objectivomínimo do Sporting CP nesta competição;. 3,3 milhões de euros pela passagem aos quartos de final, 4,2milhões de euros pelas meias-finais, 5,6 milhões de euros para ofinalista vencido e 9 milhões de euros para o vencedor.Neste momento o total de receitas, no historial da participaçãoportuguesa da Liga dos Campeões, é de: FC Porto com 132,1 milhõesde euros, o Benfica 42,6 milhões de euros, o Sporting Clube de - www.porumsportingsemcomplexos.com - 24
  • 24. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Portugal 38,3 milhões de euros, o Boavista 14,1 milhões de euros e oSporting de Braga 9,5 milhões de euros.Conseguir a competitividade necessária para se ganhar internamentee de se fazer uma carreira vitoriosa na Liga dos Campeões é umameta fulcral para o equilíbrio financeiro do Clube podendo representarum encaixe anual, com a passagem aos oitavos de final de cerca de15 milhões de euros.Em anos em que não se conseguir vencer o campeonato nacionalnem o apuramento para a Liga dos Campeões, o objectivo mínimo doSporting CP terá de ser a participação na Liga Europa, que se traduznuma redução forte do encaixe financeiro mas permitirá arecuperação de algumas verbas investidas no plantel:. 640 mil euros pela presença nos grupos mais um total de 360 mileuros (60 mil euros por partida) pelos seis encontros em disputa;. 140 mil euros por cada vitória e 70 mil euros por cada empate;. Os prémios de apuramento para as várias fases são de 200 mileuros para os 16 avos-de-final, 300 mil para os oitavos de final, 400mil para os quartos de final, 700 mil para as meias-finais e 3 milhõespara o vencedor, com 2 milhões para o finalista vencido.A participação na Liga Europa, cumprindo os objectivos designados,nunca poderia ser inferior a 2 milhões e 500 mil euros.Para ampliar a capacidade desportiva da equipa principal de futebolfoi realizado um Fundo de investimento – Espírito Santo Fundo deInvestimento Mobiliário, entre 15 a 20 milhões de euros, que terá oseu início em meados de Março de 2011. A realidade competitiva daequipa necessita de ajustamentos superiores com atletas dereconhecido valor nacional e internacional.Esta época desportiva apenas em 3 jogos, no Estádio José deAlvalade, que tem capacidade para 52.000 pessoas, tivemos mais de50% de assistência presente. Temos de voltar a mobilizar a massaassociativa do Clube voltando às assistências avolumadas que eramapanágio no antigo José de Alvalade que tinha uma capacidade para75.000 pessoas.Com uma massa adepta que ronda os 3 milhões de pessoas, 252Núcleos (225 em Portugal e 27 no Resto do Mundo), 14 Delegações(12 em Portugal e 2 no resto do Mundo) e 121 Filiais (78 em Portugale 43 no Resto do Mundo), temos a massa crítica para superar osconstantes resultados negativos dos exercícios e a possibilidade de, - www.porumsportingsemcomplexos.com - 25
  • 25. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -todos juntos, formar um projecto onde a vitória e a conquista sejama constante que os adeptos e sócios tanto merecem e almejam!Evolução das receitas desde 2001 (através da analise dos Relatórios e Contas daSporting SAD): TV 12000 10000 8000 6000 TV 4000 2000 0 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 P atroc inios 8000 6000 4000 P atrocinios 2000 0 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Quotas 5000 4000 3000 Quota s 2000 1000 0 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 - www.porumsportingsemcomplexos.com - 26
  • 26. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! - T rans ferênc ias 14000 12000 10000 8000 Tra ns ferência 6000 4000 2000 0 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 B ilheteiras  e B ilhetes  É poc a 14000 12000 10000 8000 B ilheteira s  e B ilhetes 6000 É 4000 2000 0 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Peso das receitas nos proveitos operacionais da época 2009-2010: Outros E poc a 2009/2010 UE F A 3% 12% TV 28% Quota s 13% B ilhe te ira s e   P a troc inios B ilhe te s É poc a 18% 26% - www.porumsportingsemcomplexos.com - 27
  • 27. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Medidas a implementar: a) Tornar a equipa de futebol competitiva e ganhadora a nível nacional e internacional; b) Reforçar a comunicação e mobilização de adeptos e sócios; c) Reforço da comunicação com os accionistas e público em geral procurando novas fontes de financiamento quer por procura de novas áreas de negócio desportivas quer através de parcerias como as já realizadas anteriormente com o Fundo Quality Footbal Ireland, Limited e a Traffic Sports Europe; d) Não aumentar os desequilíbrios entre receitas e despesas correntes, em linha com o plano de negócios da Sociedade de modo a satisfazer os nossos parceiros e accionistas; e) Implementar na linha do que se encontra fixado no plano de negócios, uma rigorosa política de controlo de custos de forma a colmatar ou, pelo menos, mitigar a existência dos défices crónicos de exploração; f) Manter a gestão de planteis mais curtos, evitando excedentes e potenciando o aproveitamento de jogadores oriundos dos escalões inferiores; g) Potenciar a coordenação da estratégia de formação interna com a da rede de detecção e recrutamento; h) Fazer uma gestão rigorosa dos processos relativos a jogadores em fim de contrato; i) Prosseguir com uma rigorosa política de controlo de custos e rentabilização de Activos através de uma crescente aposta na Formação. j) Análise rigorosa, de forma a potenciar os mesmos, dos contratos de direitos televisivos; k) Potenciação, através da conquista de títulos, das receitas operacionais como Quotas, Bilheteira e Bilhetes de época, patrocínios, royalties, e direitos televisivos e também das transferências; l) Direitos económicos desportivos, manutenção da procura de parcerias de investimento e o reconhecimento da necessidade de alienação imperiosa de alguns desses direitos; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 28
  • 28. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! - m) Para capacitação da equipa de futebol principal verificar o possível estabelecimento de uma quota inicial do Espírito Santo Fundo de Investimento Mobiliário em vez de 20 milhões de euros para 50 milhões de euros; n) Promover os contactos para estabelecimento no universo leonino de um novo Fundo de Investimento, o “Sporting Champions” no valor de 50 milhões de euros; o) Proliferação de mais Academias Sporting (28 actualmente), aumento dos “fee” de gestão e continuação a internacionalização das Academias Sporting; p) Manter e ampliar contactos para a elaboração de projectos semelhantes ao realizado com o Al-Ahly com outros Clubes e Academias, podendo a área de consultadoria tornar-se numa área de negócio muito relevante para a Academia Sporting; q) Implementação de um maior envolvimento da Sociedade na expansão da marca e proximidade com os sócios do Clube;II) Reestruturação financeira e participação do Sporting CPnas empresas do Universo Sporting- Sporting SAD acções especiais / Golden Share:O Sporting Clube de Portugal é titular da totalidade das acções daCategoria A auferindo dos seguintes direitos especiais (retirado do Relatório eContas da Sporting SAD 2009-2010):(a) A Assembleia-geral não poderá funcionar nem deliberar, emprimeira convocatória, sem que esteja representada a totalidade dasacções da Categoria A;(b) É necessária a unanimidade dos votos correspondentes às acçõesda Categoria A para se considerarem aprovadas as deliberações daAssembleia Geral sobre temas como:. Alienação ou oneração, a qualquer título, de bens que integrem opatrimónio imobiliário da Empresa;. Criação de novas categorias de acções;. Cisão, fusão, transformação ou dissolução da sociedade, aumentoou redução do capital social, outras alterações dos estatutos esupressão ou limitação do direito de preferência dos accionistas;. Distribuição de bens aos accionistas que não consista emdistribuição de dividendos;. Eleição dos membros dos Órgãos Sociais, salvo o disposto no nº.8do Art. 392 do Código das Sociedades Comerciais; - www.porumsportingsemcomplexos.com - 29
  • 29. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -. Emissão de obrigações ou outros valores mobiliários, ou autorizaçãopara a mesma, remição de acções preferenciais e amortização deacções;. Mudança da localização da sede da sociedade ou consentimentopara a mesma;(c) O titular destas acções terá o direito de designar um dosmembros do Conselho de Administração, o qual terá direito de vetosobre as matérias referidas no ponto anterior;(d) As acções da categoria A só são susceptíveis de apreensão judicialou oneração a favor de pessoas colectivas de direito público.Medidas a implementar:a) O que está definido nas regras societárias é que nos aumentos deCapital a preferência que seja exercida pelo Sporting Clube dePortugal será satisfeita por acções de categoria A e a que sejaexercida por outros accionistas por acções de categoria B, sendoigualmente de categoria B as que forem subscritas fora do exercíciode direito de preferência dos accionistas. Futuros aumentos deCapital que o Sporting CP acompanhe será sempre através doexercício do direito de preferência como accionista reforçando apercentagem de acções especiais detidas.- Reestruturação financeira:Antes da Operação Harmónio, que visou o aumento do Capital Socialde 21 milhões de euros para 39 milhões de euros e a passagem doCapital Próprio de 42 milhões, quatrocentos e quarenta e dois mileuros negativos para cerca de 22 milhões de euros positivos oSporting CP detinha:Categoria das acções Nº. de Acções %Categoria A 3.430.010 16,33Categoria B 17.569.990 83,67Esta Operação foi necessária pois na Época de 2009-2010 acontabilidade da Sporting SAD apresentava um capital Social de 42milhões de euros e um Capital Próprio negativo de 15 milhões,novecentos e oitenta mil euros.Neste cenário financeiro foram decididas e aprovadas as seguintesreestruturações financeiras: - www.porumsportingsemcomplexos.com - 30
  • 30. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -1º Redução do capital social de €42.000.000 para €21.000.000,destinada à cobertura de prejuízos, a efectuar mediante a redução dovalor nominal da totalidade das acções representativas do capitalsocial de €2 para €1;A implementação desta medida visava iniciar uma recuperaçãofinanceira debilitada pois pelo art. 35º do Código das SociedadesComerciais quando o Capital Próprio é inferior ou igual a metade doCapital Social é considerado estado de falência técnica.Nessa altura a gestão da entidade pode tomar uma de 3 opções:aumento de Capital, perda de metade do Capital Social ou adissolução da Sociedade.A primeira opção tomada foi a perda de metade do Capital Social.2º Aumento do capital social no montante de €18.000.000, passandode €21.000.000 para €39.000.000, a realizar por novas entradas emdinheiro através de emissão de €18.000.000 de novas acçõesordinárias, escriturais e nominativas, com o valor nominal de €1cada, através de subscrição pública com respeito pelo direito depreferência dos accionistas, pelo preço de subscrição de €1;O Sporting CP neste aumento de Capital, realizado em Janeiro de2011, aumentou de 16,4% de participação directa na Sporting SADpara 25,3%, mas com recurso a acções Tipo B, descendo assim asacções tipo A de 16,33% (do total da sua participação na SportingSAD) para 8,79%. Com os 64% detidos pela Sporting SGPS (empresadominada a 100% pelo Sporting CP) o Sporting Clube de Portugalficou com uma participação de 89,3% na Sporting SAD.3º Emissão de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis emacções da sociedade (VMOC), escriturais e nominativos, no montantemáximo de €55.000.000,00, de valor nominal de €1 cada, com prazomáximo de 5 anos, com preço de subscrição de €1, com taxa de juronominal anual bruta de 3%, obrigatoriamente convertíveis em acçõesordinárias da Sporting SAD a um preço de conversão de €1.Esta emissão foi efectuada através de subscrição pública, em Janeirode 2011, com respeito pelo direito de preferência dos accionistas eresultou numa venda de 55 milhões de euros em VMOC onde apenas0,3% foi subscrito pelo público em geral ficando os bancos queacompanharam esta operação com os restantes 99,7% repartidas50% BES e 50% Millenium BCP.No final da operação, que poderá ocorrer desde o final do 2º ano, poropção do titular da VMOC até ao 5 anos previstos na operação, - www.porumsportingsemcomplexos.com - 31
  • 31. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -quando existir a reversão, para acções do tipo B, o Sporting CP +Sporting SGPS passarão a deter cerca de 4% de acções Tipo A e 33%de acções tipo B, caso não efectue, na altura, um aumento de capitalou exerça o seu direito de compra.Medidas a implementar: a) Apresentação aos sócios, em Assembleia-geral para o efeito, dos possíveis cenários da posição do Clube na Sporting SAD caso seja exercido o direito de reversão das VMOC em acções pelos titulares das mesmas sem que o Sporting exerça o seu direito de compra ou faça um aumento de Capital. Nessa Assembleia-geral será discutida e aprovado o caminho a seguir que poderá ser: . Manter o controlo da Sporting SAD apenas pela detenção das acções especiais / Golden Share; . Ou a apresentação um plano financeiro, aos actuais detentores das VMOC, os Bancos BES e Millennium BCP, que permita assegurar a manutenção de uma posição maioritária de 51% conjunta (Sporting CP + Sporting SGPS) na Sporting SAD através de um empréstimo, numa operação com garantias tipo “back to back”, de cerca de 16 milhões de euros (empréstimo de cerca de 14 milhões de euros + juro anual de 3% a 5 anos), cujo deposito se manterá intocável nos bancos até ser exercido o direito de reversão pelos mesmos, assegurando assim a compra pelo Sporting CP das acções suficientes que garantissem a manutenção de 51% de acções da Sporting SAD (exercer direito de compra de 14% de acções tipo B) e a garantia do pagamento do valor do capital do empréstimo através do passe de 1 ou 2 jogadores a definir. b) Estabilização dos resultados financeiros e possíveis renegociações pontuais das actuais responsabilidades financeiras, através da potenciação da marca Sporting e da consequente angariação de fundos através de uma política de conquistas consistente. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 32
  • 32. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -III) Informações disponíveis sobre o Universo empresarial doGrupo Sporting:Existe a Sporting SGPS detida a 100% pelo Sporting CP.A partir da Holding Sporting SGPS existe a Sporting SAD que écomposta pelo Futebol, Departamento Clínico, Academia,Desenvolvimento de negócio (marca, clientes empresariais e sócios eadeptos) e que neste momento é detida pelo Sporting CP em 25,3%e pela Sporting SGPS em 64%.Existe a Sporting Comércio e Serviços, SA que neste momento édetida a 100% pela Sporting SAD (desde Dezembro de 2010 – oSporting CP detinha 85% e a Sporting SGPS 15%).Existe a Sporting Património e Marketing, SA detida a 100% peloSporting CP.Existe a Estádio José de Alvalade, SA detida a 100% pelo SportingCP.Existem uma série de outras empresas como:MM (Sporting Multimédia, SA), Sporting - Gestão e Consulta. Emp,SA e Sporting - Emp. de Comunicação, SA.Neste momento o passivo total informado é de 300 milhões de eurossendo as parcelas mais relevantes 120 milhões de euros da SportingSAD (era 170 milhões e abateu cerca de 50 milhões de euros com aoperação VMOC) e 110 milhões de euros da Estádio José de Alvalade,SA.Dados relevantes (retirados do Relatório e Contas da Sporting SAD 2009-2010):Fornecimentos de Serviços:Renda do Estádio - Foi celebrado com a Sporting Património eMarketing, SA (SPM) um contrato de cessão do direito de utilizaçãodo novo estádio, o qual garante Sporting, SAD o direito de utilizaçãodo estádio por 25 anos. Decorrente deste contrato é debitado pelaSPM à Sporting, SAD uma renda anual de 5.000 Milhares de Euros,com início em 01de Janeiro de ’07;Renda da Academia - O Sporting Clube de Portugal (SCP) cedeu àSporting, SAD o direito de exploração da Academia de Alcochete,tendo esta sociedade como objectivo a rentabilidade deste espaço,através de diversas iniciativas, cabendo à Sporting, SAD reconhecertodos os proveitos assim obtidos. O SCP debita à Sporting, SAD uma - www.porumsportingsemcomplexos.com - 33
  • 33. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -renda anual pelo direito de exploração, no montante de 1.020Milhares de Euros;Patrocínios e Publicidade - Os contratos de patrocínio epublicidade celebrados com clientes contêm, por vezes,contrapartidas para o SCP e para a SPM. Estas sociedades debitam àSporting, SAD as contrapartidas contratualmente definidas;Royalties - O Sporting Clube de Portugal recupera junto da SportingSAD, 25% dos royalties cobrados por esta sociedade à PUMA;Serviços de operação e manutenção - No decurso da suaactividade o SCP incorre em custos com a operacionalidade emanutenção da Academia que são re-debitados à Sporting, SAD noâmbito do contrato de cedência do direito de exploração;Re-débito de Custos Partilhados - No exercício da sua actividade aSporting, SAD recorre aos serviços de suporte partilhados edisponibilizadospela estrutura da SPM, sendo debitado em valores mensais.  Prestações de Serviços:Quotização - Por acordo celebrado com o Sporting Clube dePortugal, a Sporting SAD recebe 75% da quotização cobrada aosSócios do Clube;Direitos Televisivos - Foi celebrado em ‘01 com a Olivedesportos,SA, em regime de exclusividade, um contrato sobre os direitos detransmissão televisiva para as épocas de ‘01’/02 a ‘07/’08. Até aoexercício transacto, o pagamento dos direitos televisivos, por parteda Olivedesportos, era efectuado directamente à SPM, debitando aSporting, SAD a SPM por esse mesmo montante. A partir do exercíciode ‘08/’09, a SCS debita directamente os direitos à Olivedesportos, ea SAD recupera junto da SCS 30% dos mesmos a título derecuperação de despesas;Patrocínios e Publicidade - Ficaram estabelecidos em algunscontratos de publicidade e patrocínios, que a Sporting SAD temdireito a uma parte destes, pelo que debita a SPM e o SCP pelosrespectivos valores;Royalties - Foi celebrado um contrato entre a Sporting Multimédia, oSCP e a Sporting, SAD de cedência, por 30 anos, de um conjunto dedireitos a serem explorados através do site do Sporting. Comocontrapartida desses direitos o SCP e a Sporting, SAD terão direito areceber, conjuntamente, 52,5% das receitas anualmente obtidas pela - www.porumsportingsemcomplexos.com - 34
  • 34. - POR UM SPORTING CP SEM COMPLEXOS! -Multimédia, sendo que destes 15% são devidos ao SCP e 85% àSporting, SAD;Bilhetes de Época - Uma das componentes do preço definido paraos Camarotes e Business Seats são os Bilhetes de Época, sendo estareceita da Sporting SAD. Assim, é efectuado um débito pela SportingSAD à SPM, correspondente ao valor de Bilhete de Época incluído nasvendas Lugares Especiais.Direitos TelevisivosPela sua relevância, foi comunicado publicamente em 6 de Julho de‘10 que foram renegociadas as contrapartidas financeiras do contratoem vigor, da cedência de direitos de transmissão televisiva epublicidade dos jogos da equipa principal do Sporting, na condição devisitada, para a competição principal da Liga Portuguesa de FutebolProfissional. No âmbito desta renegociação, foi acordado ceder àPPTV (Grupo Controlinveste), em regime de exclusividade, osreferidos direitos de transmissão televisiva e publicidade referentesàs épocas de ‘13/’14 até ‘17/’18, inclusive. Nos termos do acordoexistente entre a SCS e a Sporting SAD, os proveitos globaisprovenientes do acordo celebrado serão repartidos entre ambas,revertendo para a SCS, SA o montante de 75.6M e para a Sporting,SAD, o de 32.4M;Na mesma data, a Sporting SAD e o Sporting Clube de Portugalcelebraram com a PPTV um acordo de princípios que visa regular arespectiva colaboração na criação e exploração de um canal detelevisão para emissão de conteúdos ligados ao universo desportivodo Sporting Clube de Portugal (“Canal Sporting”). Esta colaboraçãoserá consubstanciada na constituição de uma sociedade comum,participada maioritariamente por entidades do Grupo Sporting, queserá a proprietária do Canal Sporting. O acordo em causa encontra-sesujeito à realização de um estudo de viabilidade económico-financeira.Medidas a implementar: a) Apresentação aos sócios do organograma das empresas do Universo Sporting e das contas consolidadas; b) Execução do estudo de viabilidade económica do Canal TV Sporting e, caso avance, a empresa do Grupo Sporting a deter a maioria ser a Sporting SGPS. - www.porumsportingsemcomplexos.com - 35

×