do  Agrupamento Cardoso Lopes   Clique para iniciar Agrupamento de Escolas Cardoso Lopes -  http://br.geocities.com/becrec...
“ Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em conjunto, os alunos atingem níveis mais eleva...
Como navegar na tutoria ▪  Utilizar o  botão esquerdo do rato ▪  Clicar no texto sublinhado a laranja para aceder aos cont...
Bem-vindo à BE/CRE, caro colega! Com esta tutoria pretendemos: <ul><li>Promover a reflexão sobre a urgência de treinar nos...
Menú <ul><li>Competências de informação / literacia da informação </li></ul><ul><li>O (sub)mundo das pesquisas dos nossos ...
Vamos começar…   Após uma breve reflexão sobre as competências exigidas pelos fluxos de  informação que caracterizam a soc...
A sociedade de informação   proporcionou novos recursos, mas criou também novas necessidades: A explosão documental, o uso...
Segundo o  Currículo Nacional do Ensino Básico , à saída da educação básica o aluno deverá ser capaz de <ul><li>O document...
O que entendemos por competências de informação?   <ul><li>São as ferramentas que nos permitem aprender ao longo da vida e...
O que entendemos por literacia? O relatório PISA avalia os desempenhos dos estudantes tendo por base o seu nível de litera...
Missão da escola <ul><li>Cabe à escola definir uma estratégia pedagógica  orientadora para promover a literacia e o desenv...
Como tornar então os alunos competentes na utilização autónoma, crítica e efectiva da informação em diferentes suportes? <...
Modelo de Literacia da Informação Traduzido e adaptado pelo Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares.
Como orientar os alunos nesta rota? <ul><li>A fim de prevenir a derrapagem dos nossos alunos nesta rota, e à semelhança de...
vamos a testes 1 ... <ul><li>Antes da segunda parte da tutoria, vamos verificar se estamos em sintonia. Clique em  </li></...
O (sub)mundo das pesquisas dos nossos alunos… <ul><li>Como orientamos nós os trabalhos de pesquisa dos alunos? </li></ul><...
<ul><li>Os alunos revelam falhas básicas em termos de literacia de informação: não definem com clareza o que procuram,  nã...
Como podemos ajudá-los e responsabilizá-los? Os nossos alunos precisam de um mapa com a trajectória a percorrer  e o desti...
A importância do guião orientador do trabalho <ul><li>O papel do professor é construir esse mapa e fornecer-lhe os instrum...
Os itens fundamentais de um guião de trabalho <ul><li>CABEÇALHO </li></ul><ul><li>TEMA/ ASSUNTO </li></ul><ul><li>DESCRIÇÃ...
1.   CABEÇALHO <ul><li>Identificação da escola </li></ul><ul><li>Identificação do professor  </li></ul><ul><li>Identificaç...
2. TEMA/ ASSUNTO <ul><ul><li>Preciso e unívoco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Deve ser colocado sob a forma de pergunta, clar...
3. DESCRIÇÃO DO TRABALHO/ PRODUTO FINAL <ul><li>Indicar o tipo de trabalho pretendido, usando uma linguagem clara e precis...
4. MÉTODO DE TRABALHO <ul><li>A forma como o trabalho vai ser realizado: individualmente, a pares, em grupo; se vai ser re...
5. INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>Sugerir fontes de informação diversificadas; </li></ul><ul><li>Deve indicar pelo meno...
6. PRAZO <ul><li>Indicar o número de aulas a utilizar; </li></ul><ul><li>Indicar a data de entrega; </li></ul><ul><li>Indi...
6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO <ul><li>Este é um aspecto fundamental, porém frequentemente esquecido… </li></ul><ul><li>A sua e...
O PLÁGIO <ul><li>Graças à Internet, o plágio é prática cada vez mais comum. Estaremos a criar uma sociedade de cibercábula...
vamos a testes 2 ... <ul><li>Estamos a terminar...  </li></ul><ul><li>Esperamos ter  cumprido os objectivos a  </li></ul><...
recursos <ul><li>Guia de pesquisa BIG6 </li></ul><ul><li>Guia de pesquisa – modelo  Plus </li></ul><ul><li>Guia elementar ...
A prova de fogo <ul><li>Para finalizar, propomos-lhe que faça o projecto de um guião orientador de um trabalho de pesquisa...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Tutoria Guiao Trabalhos Pesquisa

7,123 views

Published on

Com esta tutoria pretendemos:
Promover a reflexão sobre a urgência de treinar nos alunos competências críticas de informação.
Fornecer dados objectivos sobre a forma como os alunos realizam as suas pesquisas.
Ajudar a produzir um guião que oriente os alunos nos seus trabalhos de pesquisa.
Mostrar como é fácil, agradável e eficaz aprender usando as TIC.

© 2005 Filomena Rocha
Agrupamento de Escolas Cardoso Lopes - http://br.geocities.com/becrecardoso/

Published in: Education
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,123
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
148
Actions
Shares
0
Downloads
298
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tutoria Guiao Trabalhos Pesquisa

  1. 1. do Agrupamento Cardoso Lopes Clique para iniciar Agrupamento de Escolas Cardoso Lopes - http://br.geocities.com/becrecardoso
  2. 2. “ Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em conjunto, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, de leitura, de aprendizagem, de resolução de problemas e competências no domínio das tecnologias de informação e comunicação.” Manifesto da Biblioteca Escolar- Unesco Clique aqui para saber como navegar nesta tutoria .
  3. 3. Como navegar na tutoria ▪ Utilizar o botão esquerdo do rato ▪ Clicar no texto sublinhado a laranja para aceder aos conteúdos indicados ( hiperligação ), excepto na primeira visualização do menú. ▪ Clicar nos botões de navegação para: Ir para o menú Ir para a página anterior Ir para a pagina seguinte
  4. 4. Bem-vindo à BE/CRE, caro colega! Com esta tutoria pretendemos: <ul><li>Promover a reflexão sobre a urgência de treinar nos alunos competências críticas de informação. </li></ul><ul><li>Fornecer dados objectivos sobre a forma como os alunos realizam as suas pesquisas. </li></ul><ul><li>Ajudar a produzir um guião que oriente os alunos nos seus trabalhos de pesquisa. </li></ul><ul><li>Mostrar como é fácil, agradável e eficaz aprender usando as TIC. </li></ul>
  5. 5. Menú <ul><li>Competências de informação / literacia da informação </li></ul><ul><li>O (sub)mundo das pesquisas dos nossos alunos </li></ul><ul><li>Exercícios 1 </li></ul><ul><li>Recursos </li></ul><ul><li>Guia orientador dos trabalhos de pesquisa </li></ul>2. Guiões de pesquisa de informação Exercícios 2
  6. 6. Vamos começar… Após uma breve reflexão sobre as competências exigidas pelos fluxos de informação que caracterizam a sociedade do século XXI, convidamo-lo a conhecer o (sub)mundo dos trabalhos de pesquisa dos nossos alunos, para a partir daí construirmos um instrumento que os oriente com sucesso nesse imenso oceano.
  7. 7. A sociedade de informação proporcionou novos recursos, mas criou também novas necessidades: A explosão documental, o uso generalizado das TIC, a facilidade do acesso à informação através da Net, e os constantes avanços científicos exigem Mudanças nos modos de nos relacionarmos com a informação Que a escola esteja apta corresponder ao desafio de formar cidadãos com domínio critico e eficaz das competências de informação e das TIC A criação de novos ambientes de aprendizagem e outras dinâmicas sociais
  8. 8. Segundo o Currículo Nacional do Ensino Básico , à saída da educação básica o aluno deverá ser capaz de <ul><li>O documento reconhece assim o desenvolvimento das competências de gestão de informação como uma das grandes finalidades da aprendizagem durante a escolaridade obrigatória . </li></ul>Pesquisar, seleccionar e organizar informação para transformar em conhecimento mobilizável.
  9. 9. O que entendemos por competências de informação? <ul><li>São as ferramentas que nos permitem aprender ao longo da vida e estruturam um indivíduo informado, atento, crítico, criativo, com hábitos de leitura e de utilização das TIC. </li></ul><ul><li>Permitem obter e perceber a informação em diferentes suportes, integrá-las num corpo de informação pré- -existente e produzir conhecimento. </li></ul><ul><li>O seu domínio integra o conceito de literacia e define os “letrados da informação”. </li></ul>
  10. 10. O que entendemos por literacia? O relatório PISA avalia os desempenhos dos estudantes tendo por base o seu nível de literacia, definindo-a como a “ capacidade de os alunos aplicarem os seus conhecimentos e analisarem, raciocinarem e comunicarem com eficiência, à medida que colocam, resolvem e interpretam problemas numa variedade de situações”. A promoção da(s) literacia(s) – literacia da informação, literacia informática, literacia visual, etc. – é condição essencial para o desenvolvimento e progresso na sociedade do conhecimento do século XXI, em que “informação é poder”.
  11. 11. Missão da escola <ul><li>Cabe à escola definir uma estratégia pedagógica orientadora para promover a literacia e o desenvolvimento de competências de informação. Estas não são adquiridas de forma livre e espontânea: </li></ul><ul><li>devem ser integradas transversalmente no currículo; </li></ul><ul><li>devem ser ensinadas no contexto de necessidades ou problemas da vida real, para que sejam significativas e os alunos as interiorizem e activem quando necessitarem. </li></ul><ul><li>O aluno necessita de orientação para saber, para saber investigar e investigar para saber, ou seja, para aprender a aprender. </li></ul>
  12. 12. Como tornar então os alunos competentes na utilização autónoma, crítica e efectiva da informação em diferentes suportes? <ul><li>Proporcionando-lhes situações de aprendizagem em que,no âmbito de trabalhos de projecto ou outros, experimentem as seis fases essenciais de um modelo de literacia da informação : </li></ul><ul><li>A pesquisa da informação: um processo em seis etapas </li></ul><ul><li>Identificar o tema </li></ul><ul><li>Procurar fontes de informação </li></ul><ul><li>Seleccionar os documentos e retirar a informação dos documentos </li></ul><ul><li>Organizar e tratar a informação </li></ul><ul><li>Comunicar a informação </li></ul><ul><li>6. Avaliar o processo </li></ul>
  13. 13. Modelo de Literacia da Informação Traduzido e adaptado pelo Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares.
  14. 14. Como orientar os alunos nesta rota? <ul><li>A fim de prevenir a derrapagem dos nossos alunos nesta rota, e à semelhança de que acontece em cada vez mais escolas, propomos que os trabalhos de pesquisa sejam apoiados por um guião de pesquisa de informação . </li></ul><ul><li>Os modelos mais usados são: </li></ul>Depois de compará-los, decida: qual lhe parece mais adequado à nossa população escolar? <ul><li>Big 6 </li></ul><ul><li>PLUS </li></ul>
  15. 15. vamos a testes 1 ... <ul><li>Antes da segunda parte da tutoria, vamos verificar se estamos em sintonia. Clique em </li></ul>Eu sei, stôr!
  16. 16. O (sub)mundo das pesquisas dos nossos alunos… <ul><li>Como orientamos nós os trabalhos de pesquisa dos alunos? </li></ul><ul><li>Como pesquisam os alunos na BE/CRE a informação que precisam? </li></ul><ul><li>Os dados mostram que : </li></ul><ul><li>Usam indiscriminadamente a Internet e os livros só por vezes; </li></ul><ul><li>Iniciam as pesquisas nos motores de busca a partir de temas muito vastos e indicações generalistas sobre o assunto. Não se preocupam com o excesso de resultados de retorno e concluem à partida que os “primeiros a aparecer são os que interessam”. </li></ul><ul><li>Não distinguem a diferença entre site e motor de busca. </li></ul><ul><li>Raramente levam uma indicação bibliográfica específica. </li></ul><ul><li>Não sabem exactamente o que procuram nem qual o produto final que pretendem e não levam material de escrita. </li></ul><ul><li>Quando encontram informação que lhes parece pertinente, não tomam notas: copiam-na para uma disquete e depois imprimem-na, sem preocupações com o plágio. O trabalho que entregam é uma cópia das fontes com uma capa catita! </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Os alunos revelam falhas básicas em termos de literacia de informação: não definem com clareza o que procuram, não recorrem a fontes diversificadas nem utilizam as estratégias adequadas para localizar informação, não sabem seleccionar a informação mais pertinente em função do objectivo final, não relacionam a informação com os conhecimentos que já possuem para produzir ideias novas e comunicam cabalmente os resultados. </li></ul><ul><li>Muitos destes problemas resultam de deficiências na fase de planificação dos trabalhos: como não definem com precisão o que querem saber e com que objectivo, não são capazes de encontrar as respostas ou têm questões tão amplas que tudo o que encontram lhes parece ser útil, mas não lhe conseguem atribuir significado. </li></ul>Conclusão
  18. 18. Como podemos ajudá-los e responsabilizá-los? Os nossos alunos precisam de um mapa com a trajectória a percorrer e o destino final marcado uma bússola para lhes indicar o Norte algumas estrelas para se irem situando um leme para os conduzir nas suas pesquisas
  19. 19. A importância do guião orientador do trabalho <ul><li>O papel do professor é construir esse mapa e fornecer-lhe os instrumentos essenciais a uma navegação sem grandes ondas... </li></ul><ul><li>Só com uma prática de investigação orientada, mas em que o aluno é muito mais responsabilizado, este ganhará progressivamente autonomia e será capaz de desenvolver as competências gerais e específicas pretendidas, descobrir as suas lacunas, criar os seus próprios instrumentos e encontrar novas estrelas. </li></ul><ul><li>Quais os aspectos a incluir no guião? </li></ul>
  20. 20. Os itens fundamentais de um guião de trabalho <ul><li>CABEÇALHO </li></ul><ul><li>TEMA/ ASSUNTO </li></ul><ul><li>DESCRIÇÃO DO TRABALHO/ PRODUTO FINAL </li></ul><ul><li>MÉTODO DE TRABALHO </li></ul><ul><li>INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS </li></ul><ul><li>PRAZO DE REALIZAÇÃO </li></ul><ul><li>CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO </li></ul>
  21. 21. 1. CABEÇALHO <ul><li>Identificação da escola </li></ul><ul><li>Identificação do professor </li></ul><ul><li>Identificação da turma e do ano de escolaridade </li></ul><ul><li>Indicação da área curricular/ disiciplina </li></ul><ul><li>Data </li></ul>VOLTAR
  22. 22. 2. TEMA/ ASSUNTO <ul><ul><li>Preciso e unívoco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Deve ser colocado sob a forma de pergunta, clara e objectiva, a que o trabalho final a apresentar deverá responder. Pode ter sido previamente discutido e negociado com os alunos. </li></ul></ul>VOLTAR
  23. 23. 3. DESCRIÇÃO DO TRABALHO/ PRODUTO FINAL <ul><li>Indicar o tipo de trabalho pretendido, usando uma linguagem clara e precisa: trabalho escrito (texto informativo, argumentativo, folheto, cartaz, etc.); exposição oral, dramatização,…; </li></ul><ul><li>Extensão/ dimensão do trabalho; </li></ul><ul><li>Utilização das TIC; </li></ul><ul><li>Se implica ou não apresentação à turma. </li></ul>VOLTAR
  24. 24. 4. MÉTODO DE TRABALHO <ul><li>A forma como o trabalho vai ser realizado: individualmente, a pares, em grupo; se vai ser realizado fora da aula ou não, em casa, na BE/CRE… </li></ul><ul><li>Deve mencionar a obrigatoriedade de seguir o guião de pesquisa de informação adoptado (PLUS ou BIG6). </li></ul>VOLTAR
  25. 25. 5. INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>Sugerir fontes de informação diversificadas; </li></ul><ul><li>Deve indicar pelo menos três referências bibliográficas específicas em suportes diferentes (enciclopédias, Internet, outros). O professor também é um investigador! Para orientar os alunos, tem de conhecer a bibliografia disponível na BE/CRE sobre o tema. </li></ul><ul><li>Quando indicar páginas da Internet, deverá avaliá-las primeiro. </li></ul>VOLTAR Clique aqui para ver como .
  26. 26. 6. PRAZO <ul><li>Indicar o número de aulas a utilizar; </li></ul><ul><li>Indicar a data de entrega; </li></ul><ul><li>Indicar a data da apresentação à turma. </li></ul><ul><li>Estes aspectos poderão ser negociados com os alunos, mas, uma vez acordados e registados, devem ser rigorosamente respeitados. </li></ul>VOLTAR
  27. 27. 6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO <ul><li>Este é um aspecto fundamental, porém frequentemente esquecido… </li></ul><ul><li>A sua explicitação torna o processo totalmente transparente e responsabiliza o aluno pelo seu percurso e trabalho. Deve organizar-se por itens e indicar a respectiva cotação. </li></ul><ul><li>Para além de aspectos relacionados com aprendizagens pretendidas, sugere-se: cumprimento do guião, entrega dos guiões PLUS ou BIG6 devidamente preenchido, indicação de fontes bibliográficas diversificadas (pelo menos uma em suporte papel), originalidade, criatividade, sentido crítico, penalização por plágio. </li></ul>VOLTAR Clique aqui para conhecer os truques .
  28. 28. O PLÁGIO <ul><li>Graças à Internet, o plágio é prática cada vez mais comum. Estaremos a criar uma sociedade de cibercábulas? </li></ul><ul><li>Alguns truques para o evitar: </li></ul><ul><ul><li>Faça perguntas que necessitem de um elevado nível de pensamento e para as quais seja difícil encontrar resposta pronta. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ensine os alunos a analisarem e subdividirem as perguntas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Peça-lhes os projectos dos trabalhos e os guiões de pesquisa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Dê melhores notas a quem cumprir o ponto anterior. </li></ul></ul><ul><ul><li>Exija indicação da bibliografia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Faça trabalhos ocasionais nas aulas como se fossem testes para conhecer o estilo de escrita de cada aluno. </li></ul></ul><ul><ul><li>Discuta plágio e propriedade intelectual com eles. </li></ul></ul><ul><ul><li>Arranje estratégias de busca para detectar “empréstimos”… </li></ul></ul><ul><ul><li>Se encontrar um texto suspeito, aborde o aluno de forma estratégica. </li></ul></ul>VOLTAR
  29. 29. vamos a testes 2 ... <ul><li>Estamos a terminar... </li></ul><ul><li>Esperamos ter cumprido os objectivos a </li></ul><ul><li>que nos propusemos. Depois deste </li></ul><ul><li>pequeno teste que propomos a seguir, </li></ul><ul><li>virá a prova de fogo… </li></ul><ul><li>Para já, clique em </li></ul>Eu sei, stôr!
  30. 30. recursos <ul><li>Guia de pesquisa BIG6 </li></ul><ul><li>Guia de pesquisa – modelo Plus </li></ul><ul><li>Guia elementar de avaliação de páginas web </li></ul><ul><li>Níveis de literacia </li></ul>
  31. 31. A prova de fogo <ul><li>Para finalizar, propomos-lhe que faça o projecto de um guião orientador de um trabalho de pesquisa no âmbito da sua disciplina, recorrendo aos recursos da BE/CRE. </li></ul><ul><li>Saia da tutoria e trabalhe no Word. Quando terminar, imprima o seu trabalho. </li></ul><ul><li>Até breve! </li></ul>fim Agrupamento de Escolas Cardoso Lopes - http://br.geocities.com/becrecardoso

×