Agora toda a gente vai à escola
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Agora toda a gente vai à escola

  • 1,906 views
Uploaded on

Bibliotecas Escolares, Desenvolvimento e Cidadania ...

Bibliotecas Escolares, Desenvolvimento e Cidadania
9º Congresso Nacional BAD
Ponta Delgada, 29 de Março de 2007
Apresentação de Maria José Vitorino
zevit - http://www.slideshare.net/zevit

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,906
On Slideshare
1,904
From Embeds
2
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
17
Comments
0
Likes
2

Embeds 2

http://www.linkedin.com 1
https://www.linkedin.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. AGORA TODA A GENTE VAI À ESCOLA Bibliotecas Escolares, Desenvolvimento e Cidadania 9º Congresso Nacional BAD Ponta Delgada, 29 de Março de 2007 Maria José Vitorino
  • 2. Ela sabia/sabe ler?
  • 3. 50 anos
    • (…) cada criança tem direito a receber educação, obrigatória e gratuita , pelo menos ao nível do Ensino Básico. Ser-lhe-á administrada uma educação que desenvolverá a sua cultura geral e lhe permitirá, numa base de igualdade, desenvolver as suas habilidades, a capacidade de decisão e uma consciência moral de responsabilidade social, tornando-o um membro útil da comunidade .
    • Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança. Princípio 7
    • 1959
  • 4. 14 anos
    • A existência e utilização da biblioteca escolar constitui uma parte vital desta educação obrigatória e gratuita . A biblioteca escolar é essencial ao desenvolvimento da personalidade humana, bem como ao progresso espiritual, moral, social, cultural e económico da comunidade
    • IASL
    • 1993
  • 5. 10 anos
    • A biblioteca deve antes ser entendida como uma unidade orgânica da escola e o planeamento das suas actividades, embora ajustado à especificidade das suas funções, estará integrada no planeamento global da escola e no seu projecto educativo
    • Lançar a rede de Bibliotecas Escolares
    • 1996
  • 6. 5 anos
      • A política da biblioteca deve ser traçada tendo em conta orientações a que se subordina e as necessidades da escola, e deve reflectir o seu ethos, as suas finalidades e os seus objectivos, tanto quanto a sua realidade .
          • The IFLA School Libraries Guidelines
          • 2002
  • 7. Profissionais e suas Circunstâncias
  • 8.
    • O bibliotecário escolar é o elemento do corpo docente profissionalmente habilitado , responsável pelo planeamento e gestão da biblioteca escolar.
    • É apoiado por uma equipa tão adequada quanto possível, trabalhando em conjunto com todos os membros da comunidade escolar e em ligação com a biblioteca pública e outras.
    • Manifesto IFLA/Unesco
    • 1999
  • 9.
    • O termo “equipa” significa, neste contexto, bibliotecários qualificados e auxiliares de biblioteca .
    • Como complemento, pode existir pessoal de apoio, tal como professores, técnicos, pais e outro tipo de voluntários.
    • Os bibliotecários escolares devem ser formados e qualificados profissionalmente, com formação adicional em teoria educativa e metodologias de aprendizagem
    • IFLA SL Guidelines
    • 2002
  • 10. Normativos legais
    • Não Docentes
      • Dec-Lei 515/99
      • Dec-Lei 184/2004
      • Dec. Legislativo Regional 29/M/2006, de 30/6
      • Dec. Legislativo Regional 11/2006-A, de 21/3
    • Docentes
      • Desp. 198/99
      • Desp. 13599/2006
      • Dec-Lei 15/2007 (ECD)
  • 11. Tempo
    • A tua idade noutros planetas
    • http:// www.minerva.uevora.pt / ticiencia /estrelas/ idade_noutros_planetas.htm
  • 12. Idade Plutão 4 Marte 27 Terra 51
  • 13. Espaço
  • 14.  
  • 15. Alcance
    • Maria José Vitorino
    • [email_address]