Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Impostos E Servi%C3%A7os P%C3%B Ablicos[1]
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Impostos E Servi%C3%A7os P%C3%B Ablicos[1]

  • 581 views
Published

 

Published in Business , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
581
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PESQUISA DE OPINIÃO IMPOSTOS E SERVIÇOS PÚBLICOS RECIFE PESQ. Nº 26/2008
  • 2. ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA ÁREA DE ABRANGÊNCIA : Cidade do Recife. DATA DA COLETA: 19 e 20 de novembro de 2008. UNIVERSO: Residentes da cidade do Recife. AMOSTRA: Os candidatos foram entrevistados em pontos de fluxo seguindo o procedimento de amostragem aleatória estratificada. CONFIABILIDADE: O número de entrevistas foi estabelecido com base em uma amostragem aleatória simples com um nível estimado de 95% de confiança e uma margem de erro de aproximadamente 3,5 pontos percentuais. NÚMERO DE ENTREVISTAS: O tamanho da amostra foi de 815 entrevistas.
  • 3. Perfil dos entrevistados: Sexo
  • 4. Perfil dos entrevistados: Faixa etária
  • 5. Perfil dos entrevistados: Grau de instrução
  • 6. Perfil dos entrevistados: Renda
  • 7. [P. 01] Qual o seu grau de satisfação com os serviços públicos oferecidos pelo Governo do Estado de Pernambuco?
  • 8. [P. 02] Como você classifica a Carga Tributária que você paga?
  • 9. [P. 03] Em sua opinião, os serviços públicos prestados pelo Estado possuem:
  • 10. [P. 04] Classifique AS DUAS RAZÕES FUNDAMENTAIS que fazem com que o Estado não preste serviço público com a qualidade esperada:
  • 11. [P. 05] Você estaria disposto a pagar mais impostos para receber serviços públicos prestados com qualidade?
  • 12. [P. 06] Você é a favor de que alguns serviços públicos passem para o controle da iniciativa privada?
  • 13. [P. 06b] Quais serviços públicos ?
  • 14. [P. 07] Você é a favor da privatização?
  • 15. [P. 08] Quando se fala em impostos, quais são os que você lembra mais?
  • 16. [P. 09] Em sua opinião, qual VALOR PERCENTUAL DA SUA RENDA o governo recolhe na forma de imposto (federal, estadual e municipal)?
  • 17. [P. 10] Você é capaz de IDENTIFICAR A DESTINAÇÃO OU APLICAÇÃO DE RECURSOS de quantos impostos que você paga ?
  • 18. [P. 11] Como você avalia A OFERTA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, conforme lista abaixo?
  • 19. [P. 12] Considerando as suas respostas da pergunta anterior, como você avalia agora seu grau de satisfação pelos serviços públicos oferecidos?
  • 20. [P. 13] Como você classifica, agora, a Carga Tributária que você paga?
  • 21.
    • CONSIDERAÇÕES
    • Grande parte dos entrevistados considera a carga tributária alta e estão insatisfeitos com os serviços públicos do Estado. Deste modo, questionamos: os indivíduos estão dispostos a pagar mais tributos para obterem serviços públicos com qualidade? 74,8% afirmam que não. Portanto, os indivíduos desejam que os serviços públicos sejam oferecidos com qualidade, mas sem aumento da carga tributária. Isto é possível?
    • Segundo os entrevistados as duas razões principais para o poder público não prestar serviços com qualidade são: corrupção e má gestão . A classe política está disposta a reformar o Estado? É possível cobrar eficiência dos servidores públicos?
    • A estadolatria está presente na mente dos indivíduos: 66,4% não são favoráveis que alguns serviços públicos sejam concedidos à iniciativa privada; e 64,3% não são favoráveis à privatização. O Estado tem condições de oferecer benefícios públicos com qualidade desconsiderando a iniciativa privada? É contraditório reclamar dos serviços do Estado, mas ser contra a privatização?
    • Os diversos bens públicos avaliados pelos entrevistados são reconhecidos como insuficientes, isto é: não atendem à demanda ou expectativa dos indivíduos. Destacamos que 26% dos pesquisados consideram inexistente no contexto social o serviço público “segurança à vida” .
  • 22. INSTITUTO MAURÍCIO DE NASSAU INÁCIO FEITOSA DIRETOR DE PLANEJAMENTO EDUCACIONAL [email_address] SÉRGIO MURILO JÚNIOR COORDENADOR EXECUTIVO [email_address] PROF. DSc. ADRIANO OLIVEIRA COORDENADOR DE PESQUISA/ CIENTISTA POLÍTICO adriano.oliveira @ mauriciodenassau.edu.br PROF. MSc. CARLOS GADELHA JÚNIOR ESTATÍSTICO carlos.gadelha @ mauricionassau.com.br Rua Manuel Caetano, 132 – fone (81) 3413-4611 www.institutomauriciodenassau.com.br ROBERTO SANTOS SUPERVISOR DE PESQUISA/ CIENTISTA SOCIAL roberto.santos @ rec.mauriciodenassau.edu.br ALEX NÍCOLAS ASSISTENTE DE PESQUISA/ CIENTISTA SOCIAL alex.nicolas @ rec.mauriciodenassau.edu.br ISABEL FRANÇA ASSESSORA DE IMPRENSA isabel.franca @ rec.mauriciodenassau.edu.br MARIA AMANDA SECRETÁRIA ADMINISTRATIVA maria.amanda @ rec.mauriciodenassau.edu.br PROF. JANYO DINIZ PRESIDENTE [email_address] PROF. Msc. MOISÉS CAVALCANTI ANALISTA DE PESQUISA moises.cavalcanti @ rec.mauriciodenassau.edu.br