Your SlideShare is downloading. ×
0
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Circulo e cincunferencia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Circulo e cincunferencia

4,385

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,385
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
206
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. Prof. Pedro Valentim
  2. Circunferência Definição: Infinitos ponto equidistantes de um único ponto chamado de centro Mas, o que é CIRCUNFERÊNCIA? . O . . . .. . . . . . . . . .. . . . . . Prof.PedroValentim
  3. Raio Definição: Segmento de reta que une o centro a qualquer dos pontos da circunferência . . Nota: como existem infinitos pontos na circunferência é possível obter também infinitos RAIOS Prof.PedroValentim
  4. Corda Definição: Segmento de reta que une qualquer ponto da circunferência a outro e não passa pelo centro . . Quando passa pelo centro a CORDA passa a ser chamada de Diâmetro que é a maior corda de uma circunferência . . Corda Diâmetro Prof.PedroValentim
  5. Diâmetro Definição: é a maior das cordas e é o dobro do raio . . Nota: como existem infinitos RAIOS na circunferência é possível obter também infinitos DIÂMENTROS . Diâmetro Observe também que o diâmetro é o dobro do raio Prof.PedroValentim
  6. Flecha Definição: Segmento de reta que une o ponto médio da corda com um dos pontos da circunferência formando um ângulo de 90º . . . Ponto médio da corda . . Ponto qualquer da circunferência Flecha Ângulo de 90º Prof.PedroValentim
  7. Círculo Definição: é a região plana limitada por uma circunferência Prof.PedroValentim
  8. Circunferência e ângulo central Definição: o ângulo central em uma circunferência é todo ângulo que tem como vértice o centro dessa circunferência . Ângulo Central Centro e vértice do ângulo central Prof.PedroValentim
  9. Círculo e setor circular Definição: é qualquer parte do circulo determinada por um ângulo central ângulo central . . . Setor circular Prof.PedroValentim
  10. Ângulo central Definição: A soma de todos os ângulos centrais de uma circunferência mede 360º . d c b aa + b + c + d = 360º Prof.PedroValentim
  11. Gráfico de Setores Definição: é um gráfico cujo a representação é uma circunferência DIAS LIVROS GRAUS SEGUNDA 25 25:5.9 = 45º TERÇA 20 20:5.9=36º QUARTA 35 35:5.9=63º QUINTA 25 25:5.9=45 SEXTA 45 45:5.9=81º SABADO 50 50:5.9=90º TOTAL 200 360 200 LIVROS – 360º 100 – 180º 50 – 90º 25 – 45º 5 - 9º Fator de Proporcionalidade 25 20 35 25 45 50 90º 81º 63º 36º 45º 45º :2 :2 :2 :2 ambos os membros
  12. Divisão da circunferência de partes iguais Vamos dividir a circunferência em 5 partes iguais Primeiro divide-se 360: 5 = 72º 72º Prof.PedroValentim
  13. Construção de polígonos Regulares Vamos construir um PETÁNGONO Primeiro divide-se 360: 5 = 72º CADA PONTO DA DIVISÃO É UM VERTICE DO POLIGONO REGULAR . . . . . .72º Prof.PedroValentim
  14. Posições relativas de uma reta e de uma circunferência Reta TANGENTE . .Raio c t A reta t é tangente a circunferência quando tem apenas um ponto em comum com a circunferência o dd = raio d = distancia entre o centro e um ponto na reta Prof.PedroValentim
  15. Posições relativas de uma reta e de uma circunferência Reta Secante . .A A reta t é secante a circunferência quando tem dois pontos em comum com a circunferência o d d < raio .B . t c Prof.PedroValentim
  16. Posições relativas de uma reta e de uma circunferência Reta Externa . Raio A reta t é externa a circunferência quando não há ponto em comum com a circunferência o dd > raio ..c p t Prof.PedroValentim
  17. Circunferência Inscrita e Circunscrita Circunferência inscrita no quadrado Circunferência circunscrita no quadrado Prof.PedroValentim
  18. Posições relativas entre um ponto e uma circunferência . o .p O ponto p pertence à circunferência d d = raio Prof.PedroValentim
  19. Posições relativas entre um ponto e uma circunferência . o .p O ponto p é interno à circunferência dd < raio .e Prof.PedroValentim
  20. Posições relativas entre um ponto e uma circunferência . o . p O ponto p é externo à circunferência d d > raio .e Prof.PedroValentim
  21. Posições relativas entre duas circunferência . o1 Circunferências tangentes Externas d = r1 + r2 . .o2 A d r2r1 Prof.PedroValentim
  22. Posições relativas entre duas circunferência . o1 Circunferências tangentes Internas d = r1 - r2 . .o2 A d r2 r1 Prof.PedroValentim
  23. Posições relativas entre duas circunferência . Circunferências Secantes r1 - r2 < d < r1 + r2 . . . A B o1 o2 r1 r2 d Prof.PedroValentim
  24. . Circunferências Concêntricas d = 0 . e o1 o2 r1 r2 d Posições relativas entre duas circunferência . d Prof.PedroValentim
  25. . Circunferências Externas d > r1 + r2 . e o1 r1 d Posições relativas entre duas circunferência o2 r2 ..f Prof.PedroValentim
  26. . Circunferências Internas d < r1 – r2 .o1 o2 r1 r2 d Posições relativas entre duas circunferência .. Prof.PedroValentim
  27. Definição: é o ângulo cujo o vértice pertence a circunferência .o Ângulo Inscrito . Centro O ponto p pertence a circunferência p Ângulo Inscrito Prof.PedroValentim
  28. Definição: se um ângulo central e um ângulo inscrito em uma circunferência tem o mesmo arco correspondente, então a medida do ângulo central é o dobro da medida do ângulo inscrito .o Relação entre Ângulo Central e Ângulo Inscrito . Vamos considerar a situação em que um dos lados do ângulo inscrito determina um diâmetro da circunferência a Ângulo Inscrito c. b. Ângulo Central y x Assim: CÔB é um ângulo central de arco BC e medida x CÂB é um ângulo inscrito também de arco BC e medida y AC é um diâmetro da circunferência O ∆AOB é isósceles, pois OA ≌ OB (raios), ABO também mede y Como CÔB é um ângulo externo do ∆ AOB, sua medida x é igual a somada das medidas dos dois ângulos internos não adjacentes a ele (x +y) Logo, x = y + y ou x = 2y c.q.d. Prof.PedroValentim
  29. .o Relação entre Ângulo Central e Ângulo Inscrito .a Ângulo Inscrito c. b. Ângulo Central 30º 60º Prof.PedroValentim
  30. .o Relação entre Ângulo Central e Ângulo Inscrito .a c. b. x 120º Prof.PedroValentim Qual o valor de x?
  31. .o Relação entre Ângulo Central e Ângulo Inscrito .a c. b. x 120º Prof.PedroValentim
  32. .o Ângulo de Segmento . b . c . Um ângulo com o vértice na circunferência, um dos lados sobre uma tangente e o outro sobre uma secante, determinado uma corda a Os matemáticos já provaram que um ângulo de segmento e um ângulo inscrito tem medidas iguais quando os arco correspondente é o mesmo Prof.PedroValentim
  33. .o Ângulo de Segmento . b . c . a . d x 2x x Ângulo Inscrito Ângulo Central Ângulo de Segmento Prof.PedroValentim
  34. Prof. Pedro Valentim pedval28@gmail.com

×