Your SlideShare is downloading. ×
7 Toyotismo - Continuação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

7 Toyotismo - Continuação

3,310
views

Published on

Published in: Technology, Travel

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,310
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
93
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Toyotismo Continuação Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto Profª. MSc. Mariana Moura Nóbrega
  • 2. Nas aulas anteriores vimos...
  • 3. Nas aulas anteriores vimos... O Toyotismo procura combinar as vantagens da produção artesanal com as da produção em massa
  • 4. Nas aulas anteriores vimos... O Toyotismo procura combinar as vantagens da produção artesanal com as da produção em massa Fabril Manufa- Artesanal Produção Produção tureiro em massa enxuta Volume de produção Versatilidade ferramentas, máquinas e equipamentos Conteúdo do trabalho Qualificação da MDO Variedade de produtos
  • 5. Nas aulas anteriores vimos... O Toyotismo procura combinar as vantagens da produção artesanal com as da produção em massa Fabril Manufa- Artesanal Produção Produção tureiro em massa enxuta Volume de produção Versatilidade ferramentas, máquinas e equipamentos Conteúdo do trabalho Qualificação da MDO Variedade de produtos
  • 6. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta
  • 7. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta Princípio do não custo Just-in-time - JIT Autonomação - Jidoka Envolvimento da força de trabalho Processo X Operação
  • 8. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT Autonomação - Jidoka Envolvimento da força de trabalho Processo X Operação
  • 9. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT  Cada processo deve ser suprido com os itens certos, no momento certo, na quantidade certa e no local certo. Autonomação - Jidoka Envolvimento da força de trabalho Processo X Operação
  • 10. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT  Cada processo deve ser suprido com os itens certos, no momento certo, na quantidade certa e no local certo.  Máquinas e operadores têm autonomia para interromper Autonomação - a produção quando a quantidade programada é atingida Jidoka ou alguma anomalia é detectada. Envolvimento da força de trabalho Processo X Operação
  • 11. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT  Cada processo deve ser suprido com os itens certos, no momento certo, na quantidade certa e no local certo.  Máquinas e operadores têm autonomia para interromper Autonomação - a produção quando a quantidade programada é atingida Jidoka ou alguma anomalia é detectada.  Emprego vitalício, remuneração por tempo de serviço, Envolvimento da participação nos lucros, treinamento, multifuncionalidade, força de trabalho comprometimento, trabalho em equipe Processo X Operação
  • 12. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT  Cada processo deve ser suprido com os itens certos, no momento certo, na quantidade certa e no local certo.  Máquinas e operadores têm autonomia para interromper Autonomação - a produção quando a quantidade programada é atingida Jidoka ou alguma anomalia é detectada.  Emprego vitalício, remuneração por tempo de serviço, Envolvimento da participação nos lucros, treinamento, multifuncionalidade, força de trabalho comprometimento, trabalho em equipe Processo X Para maximizar a eficiência da produção, melhorar Operação primeiro o processo, depois as operações.
  • 13. Nas aulas anteriores vimos...  Bases da Produção Enxuta O objetivo da Produção Enxuta Princípio do LUCRO = PREÇO – CUSTO é aumentar os lucros através da não custo eliminação das perdas. Just-in-time - JIT  Cada processo deve ser suprido com os itens certos, no momento certo, na quantidade certa e no local certo.  Máquinas e operadores têm autonomia para interromper Autonomação - a produção quando a quantidade programada é atingida Jidoka ou alguma anomalia é detectada.  Emprego vitalício, remuneração por tempo de serviço, Envolvimento da participação nos lucros, treinamento, multifuncionalidade, força de trabalho comprometimento, trabalho em equipe Processo X Para maximizar a eficiência da produção, melhorar Operação primeiro o processo, depois as operações.
  • 14. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA)
  • 15. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Superprodução
  • 16. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Estoque Superprodução
  • 17. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Estoque Superprodução Defeitos
  • 18. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Estoque Superprodução Transporte Defeitos
  • 19. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Estoque Superprodução Espera Transporte Defeitos
  • 20. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Movimentação Estoque Superprodução Espera Transporte Defeitos
  • 21. Nas aulas anteriores vimos...  As 7 categorias de perdas ou desperdícios (MUDA) Movimentação Processamento desnecessário Estoque Superprodução Espera Transporte Defeitos
  • 22. Toyotismo Críticas ao Toyotismo  Busca pela perfeição através de custos sempre declinantes, ausência de estoques e itens defeituosos e com uma alta variedade de produtos.  Estrutura flexível: contratação de trabalhadores pouco qualificados, temporários ou subcontratados.  Aprendizagem exigida no processo ocorrer em poucos dias, pois o serviço oferecido geralmente é simples e padronizado  Multifuncionalidade  Diversas funções simples e padronizadas  Aumento da intensidade do trabalho  Aumento da responsabilidade => stress  De acordo com o autor, ao invés do trabalhador polivalente se sentir mais seguro, ao ter um maior acesso aos “macetes” e conseqüentemente um poder maior do próprio meio de trabalho, o contrário ocorre, uma vez
  • 23. Toyotismo Continuação Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto Profª. MSc. Mariana Moura Nóbrega

×