Your SlideShare is downloading. ×
0
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

13 - Tipos de Processos x Arranjo Físico

41,412

Published on

Published in: Technology
14 Comments
27 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
41,412
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
14
Likes
27
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Arranjo Físico - Layout Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto Profª. MSc. Mariana Moura Nóbrega
  • 2. Na aula anterior vimos...
  • 3. Na aula anterior vimos...  Os sistemas de produção podem ser classificados segundo vários aspectos, inclusive segundo o tipo de processo
  • 4. Na aula anterior vimos...  Os sistemas de produção podem ser classificados segundo vários aspectos, inclusive segundo o tipo de processo Projeto Sob encomenda Jobbing Discreto (Intermitente) Batch Repetitivo Massa Contínuo Contínuo
  • 5. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo
  • 6. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / tempo operação Volume Variedade Grau de padroni- zação do produto Ciclo de vida do produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 7. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Variedade Grau de padroni- zação do produto Ciclo de vida do produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 8. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Grau de padroni- zação do produto Ciclo de vida do produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 9. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de padroni- zação do produto Ciclo de vida do produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 10. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de padroni- Baixo Alto zação do produto Ciclo de vida do produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 11. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de padroni- Baixo Alto zação do produto Ciclo de vida do Curto Longo produto Flexibilidade dos recursos Dedicação dos recursos
  • 12. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de padroni- Baixo Alto zação do produto Ciclo de vida do Curto Longo produto Flexibilidade dos Alta Baixa recursos Dedicação dos recursos
  • 13. Na aula anterior vimos...  Principais características dos tipos de processo Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Tempo set up / Alto Baixo tempo operação Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de padroni- Baixo Alto zação do produto Ciclo de vida do Curto Longo produto Flexibilidade dos Alta Baixa recursos Dedicação dos Alta Baixa Alta recursos
  • 14. 1 Introdução
  • 15. 1 Introdução  As características dos processos produtivos influenciam diretamente seu arranjo físico
  • 16. 1 Introdução  As características dos processos produtivos influenciam diretamente seu arranjo físico  O arranjo físico, ou layout, é a disposição no espaço dos recursos físicos da operação  Recursos transformadores  Recursos transformados
  • 17. 1 Introdução  As características dos processos produtivos influenciam diretamente seu arranjo físico  O arranjo físico, ou layout, é a disposição no espaço dos recursos físicos da operação  Recursos transformadores  Recursos transformados  O layout determina a forma e a aparência da operação, sendo uma de suas características mais evidentes
  • 18. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout
  • 19. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de manufatura
  • 20. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de manufatura Variedade Projeto Jobbing Batch Massa Contínuo Volume
  • 21. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de manufatura Variedade Variedade Projeto Posicional Jobbing Funcional Batch Celular Massa Linear Contínuo Volume Volume  Cada tipo de processo pode adotar diferentes tipos, ou combinações de tipos de layout
  • 22. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de serviço
  • 23. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de serviço Variedade Serviço profissional Loja de Serviços Serviços de massa Volume
  • 24. 2 Tipos de processos X Tipos básicos de layout  Tipologia de processos de serviço Variedade Variedade Posicional Serviço profissional Funcional Loja de Serviços Celular Serviços de massa Linear Volume Volume  Cada tipo de processo pode adotar diferentes tipos, ou combinações de tipos de layout
  • 25. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos
  • 26. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 27. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 28. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade  Adotado em processos dos tipos: Posicional  Manufatura: Projeto e Jobbing Funcional  Serviço: Serviço Profissional Celular Linear Volume
  • 29. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade  Recursos transformadores se movem Posicional na cena do processo Funcional  Recursos transformados permanecem Celular estacionários devido a Linear  Dimensões ou  Estado delicado ou Volume  Indisposição
  • 30. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 31. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 32. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade  O arranjo deve possibilitar aos recursos Posicional a sua maior contribuição ao processo Funcional  Melhor prestação de “serviço” Celular possível Linear Volume
  • 33. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade  Vantagens Posicional  Alta flexibilidade de mix e de Funcional produto Celular  Cliente ou produto não movido ou Linear perturbado  Alta variedade de tarefas para a Volume mão-de-obra
  • 34. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Posicional ou de Posição Fixa Variedade  Desvantagens Posicional  Custos unitários muito altos Funcional  Layout complexo Celular  Muita movimentação de Linear equipamentos e mão-de-obra Volume  Baixa velocidade de atravessamento
  • 35. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 36. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional Adotado em processos dos tipos: Funcional Manufatura: Jobbing e Batch Celular Serviço: Serviço Profissional e Loja de Serviço Linear Volume
  • 37. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional  Processos similares são colocados lado a lado (departamentos ou setores) Funcional  Os recursos transformadores dominam Celular a disposição do arranjo  Os recursos transformados percorrem Linear diferentes roteiros através da operação Volume  Fluxo complexo
  • 38. 3 Tipos básicos de layout
  • 39. 3 Tipos básicos de layout
  • 40. 3 Tipos básicos de layout
  • 41. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional  Processos similares são colocados lado a lado (departamentos ou setores) Funcional  Os recursos transformadores dominam Celular a disposição do arranjo  Os recursos transformados percorrem Linear diferentes roteiros através da operação Volume  Fluxo complexo
  • 42. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 43. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 44. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional  Vantagens Funcional  Alta flexibilidade de mix e produto Celular  Suporta interrupções de uma etapa por algum tempo Linear  Supervisão de equipamentos e Volume instalações relativamente fácil
  • 45. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Funcional ou Departamental ou por Processo Variedade Posicional  Desvantagens Funcional  Baixa utilização de recursos Celular  Alto estoque em processo ou fila de clientes Linear  Difícil controle de fluxo de Volume processo
  • 46. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 47. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade Adotado em processos dos tipos: Posicional Manufatura: Batch e Massa Funcional Serviço: Loja de Serviço e Serviço de Celular Massa Linear Volume
  • 48. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade  Procura aliar a flexibilidade do layout Posicional Funcional à simplicidade do layout Funcional linear Celular  Agrupamento de recursos transformadores projetado para Linear produzir uma família de produtos  As células podem ser organizadas Volume internamente segundo um layout funcional ou linear
  • 49. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade  O trabalho é organizado em grupos Posicional de trabalhadores polivalentes Funcional Celular Linear Volume
  • 50. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 51. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 52. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade  Vantagens: misto do departamental Posicional (flexibilidade) e do linear (custo) Funcional  Redução de lead-time  Trabalho em grupo Celular  Lotes de produção pequenos Linear  Fluxo interno bem definido  Movimentação e manuseio Volume internos reduzidos  Pouco estoque em processo
  • 53. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Celular Variedade  Desvantagens Posicional  Investimento em reconfiguração Funcional do arranjo  Pode requerer capacidade Celular adicional Linear  Pode gerar ociosidade dos recursos Volume
  • 54. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 55. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional Adotado em processos dos tipos: Funcional Manufatura: Massa e Contínuo Celular Serviço: Serviço de Massa Linear Volume
  • 56. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional  Os recursos transformadores são localizados segundo a conveniência dos Funcional recursos transformados Celular  Recursos transformadores são dispostos na seqüência de atividades Linear requeridas à transformação Volume  Fluxo claro e previsível
  • 57. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Armazenagem e dosagem de matéria-prima Posicional Extrusão Funcional Estiramento longitudinal Celular Formação e Puxada, corte de orelhas resfriamento e tratamento superficial Linear Enrolamento Estiramento transversal Volume Estoque intermediário Corte primário e expedição
  • 58. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 59. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 60. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional Funcional Celular Linear Volume
  • 61. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional  Vantagens Funcional  Baixos custos unitários para baixos volumes Celular  Especialização dos equipamentos Linear  Movimento de materiais ou Volume clientes bastante conveniente
  • 62. 3 Tipos básicos de layout  O layout define o padrão de fluxo dos recursos Layout Linear ou por Produto ou em Fluxo Variedade Posicional  Desvantagens Funcional  Baixa flexibilidade de mix de produtos Celular  Pouca robustez contra Linear interrupções Volume  Trabalho pode se tornar repetitivo
  • 63. 3 Resumindo
  • 64. 3 Resumindo  Relação entre tipos de processo e layout Variedade Variedade Projeto Posicional Posicional Jobbing Serviço profissional Funcional Funcional Batch Loja de Serviços Celular Celular Massa Serviços de massa Linear Linear Contínuo Volume
  • 65. 3 Resumindo  Principais características dos tipos de layout Posicional Funcional Celular Linear Volume Baixo Alto Variedade Alta Baixa Grau de complexida- Alto Baixo de dos fluxos Flexibilidade dos Alta Baixa recursos Dedicação dos Alta Baixa Alta recursos
  • 66. Arranjo Físico - Layout Universidade Federal da Paraíba Campus I – Centro de Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Prof. MSc. Marcel de Gois Pinto Profª. MSc. Mariana Moura Nóbrega

×