Modernização Agrícola: Regiao Sul

1,274 views
1,062 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,274
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Modernização Agrícola: Regiao Sul

  1. 1.  Disciplina: Geografia Agrária do Brasil Professor: Nilton AbranchesGrupo: Ivo Venerotti Guimarães Lucas Passos Trindade Marco André Levy de Oliveira Menezes Pedro Figueiredo Lucas Phelipe Zaché Gonçalves Vitor Santos da Costa
  2. 2.  Menor região do país; População: 27.384.815 (Censo IBGE 2010); Social: Grande parte das cidades da região sul apresenta ótimos índices sociais e de qualidade de vida; Cultura: fortemente marcada pela influência cultural alemã e italiana. Festas típicas, danças, músicas e a culinária são traços desse influxo.
  3. 3.  Clima: Subtropical (Única região fora da zona Tropical); Vegetação: Mata dos Pinhais, Mata Atlântica e Campos; Solos: Basalto (Terra Roxa) e Arenito Rios Principais: rio Paraná, rio Uruguai, rio Itajaí, rio Jacuí e rio Pelotas; Usinas Hidrelétricas: Usina Hidrelétrica de Itaipu (no rio Paraná), Machadinho (rio Pelotas) e Itá (no rio Uruguai).
  4. 4. Capital Porto AlegrePopulação 2010 10.693.929Área (km²) * 268.781,896Densidade 39,79demográfica (hab/km²)Número de Municípios 496
  5. 5.  Oriunda dos imigrantes alemães. Os italianos, espanhóis e portugueses também contribuíram para a riqueza cultural desse estado; Além da influência européia, o gaúcho cultiva as tradições dos pampas, na fronteira com o Uruguai e a Argentina; Entre as principais características culturais do gaúcho estão: a bombacha, o lenço, o poncho, e o chimarrão; Na culinária podemos destacar o arroz carreteiro, chimarrão e churrasco.
  6. 6.  Espaço rural caracterizado pela concentração fundiária; Presença influente das grandes propriedades pecuaristas frente a pequenas unidades de produção familiar; Nos últimos anos, a região foi alvo de políticas de implantação de assentamentos rurais, frente a baixa valorização das terras e ao alivio das tensões sociais(principalmente no norte do estado); Os produtos agrícolas de destaque no Estado são a soja (grão, óleo e farelo), o trigo, o milho e o arroz.
  7. 7.  O Rio Grande do Sul continua sendo juntamente com o Paraná e Mato Grosso, responsável pela maior produção nacional de grãos do País; No setor pecuário, o maior destaque é a criação bovina, embora também sejam grandes os rebanhos de ovinos, eqüinos, suínos e aves no Estado; O gado bovino criado na região do planalto destina- se sobretudo à produção de leite, enquanto que o criado no sul do estado, nos grandes estabelecimentos localizados na região da Campanha, ou estâncias, destina-se ao corte.
  8. 8.  Incentivos advindos dos créditos agrícolas beneficiaram principalmente os lavoureiros de trigo e arroz, produtos esses que visavam abastecer o mercado interno; Soja voltada para o mercado externo; Nas regiões, mais a noroeste do estado houve uma troca de mandioca- milho, destinado a alimentação de suínos, pelo grupo trigo-soja destinado a comercialização.
  9. 9.  Trigo: Devido à queda do preço do gado e concorrência com os agricultores da fronteira, esses pecuaristas em dificuldades, arrendavam ou vendiam partes de suas terras pra os agricultores; Avanço da agricultura mecanizada, sobre a área de pecuária, e o arrendamento foi uma da formas usadas pelos pecuaristas para superarem a crise;
  10. 10.  Concentração dos financiamentos fez com que ocorresse concentração de terra, pois os pequenos produtores não tinham acesso ao capital; Os pequenos produtores passaram a diversificar sua produção, com destaque para a produção de leite. Também ocorreram ações de desenvolvimento de atividades não agrícolas, como o turismo rural; Investimentos na pecuária: resultados não satisfatórios.
  11. 11.  Estabelecimentos agropecuários por área:
  12. 12.  Área média de lavouras por trator:
  13. 13. Evolução da Produção de Soja (em toneladas) 5,710,859 5,103,538 4,419,465 4,253,171 1,295,1491970 1975 1980 1985 1996
  14. 14.  Efetivo do Rebanho Bovino:
  15. 15. Evolução da Produção de Leite de Vaca (em mil litros) 2,455,611 1,885,640 1,325,945 1,280,804 943,461 778,4791970 1975 1980 1985 1996 2006
  16. 16. Capital FlorianópolisPopulação 2010 6.248.436Área (km²) * 95.703,487Densidade 65,29demográfica (hab/km²)Número de Municípios 293
  17. 17.  O trabalho familiar em pequenas propriedades é a característica típica do agronegócio em Santa Catarina, que responde por 20% do PIB do Estado e 6,4% do setor no País.
  18. 18. Maior produtor brasileiro desuínos, maçã, cebola, ostras emexilhões.Segundo maior produtor dearroz, fumo, frango e mel.Segundo maior exportador defrango e suínos.Terceiro maior produtor de banana etrigo.
  19. 19.  A maricultura compreende as atividades humanas que são desenvolvidas nos ambientes aquáticos de água salgada. Carnicultura Algacultura Piscicultura
  20. 20. Atributos 1970 1975 1980 1996Pessoal 763.501 858.734 836.755 718.694OcupadoTratores 6.063 15.641 33.105 63.148
  21. 21. Atributos 1970 1975 1980 2006Lavoura 70.262 42.630 74.813 126.580PermanenteLavoura 1.261.414 1.391.803 1.728.996 1.443.840TemporáriaPastagem 2.088.682 1.977.243 1.903.092 1.778.795NaturalMatas 1.623.220 1.433.854 1.408.103 1.348.615Naturais
  22. 22. Produto Área Plantada Produção (t) SC/BR (%) Posição de SC (ha) na produção nacionalAlho 1.796 16.474 16,64 4ªArroz 154.812 1.038.438 9,39 2ªBanana 31.090 655.973 9,24 3ªBatata-inglesa 7.384 102.507 2,89 7ªCebola 20.795 431.002 31,68 1ªFeijão 130.528 214.924 6,78 6ªFumo 121.000 249.015 27,40 2ªMaçã 19.259 598.680 53,68 1ª
  23. 23. Proporção do número de estabelecimentos por grupos de área total em Santa Catarina 1970-2003Estrato de área Ano 1970 1975 1985 1995 2003 ha %Menos de 10 31,9 33,9 39,1 35,6 34,010 a menos de 50 56,7 54,8 51,2 54,1 56,150 a menos de 100 7,1 7,1 5,7 5,9 6,0100 a menos de 1.000 4,1 4,0 3,8 4,1 3,71.000 a menos de 0,2 0,2 0,2 0,3 0,210.00010.000 e mais 0 0,0 0,0 0 0,0Total 100 100 100 100 100 Fonte: Censos Agropecuários de 1975, 1985 e 1995. Levantamento Agropecuário de Santa Catarina 2003.
  24. 24. Tabela 4. Proporção da área dos estabelecimentos, segundo a condição do produtor em relação às terras do estabelecimentoCondição de posse Ano 1975 1985 1995 2003 ..........................................%............................ ..............Proprietário 92,2 90,2 92,4 90,5Arrendatário 2,2 4,0 3,2 6,3Parceiro 1,9 2,2 1,2 1,4Ocupante 3,7 3,6 3,2 1,9Total 100 100 100 100Fonte: Censos Agropecuários de 1975, 1985 e 1995. LevantamentoAgropecuário de Santa Catarina 2003.
  25. 25. Capital CuritibaPopulação 2010 10.444.526Área (km²) * 199.316,694Densidade 52,40demográfica (hab/km²)Número de Municípios 399 IBGE 2010
  26. 26.  Segundo maior produtor de grãos do Brasil: Produção de Grãos (%) em relação ao Brasil 53.10% 26.20% 23.50% 22.40% 19.90% Milho Feijão Trigo Soja Total IBGE 2006
  27. 27.  Fatores que contribuíram: Disponibilidade de Terras Economia integrada ao Mercado Nacional
  28. 28.  Fator mais representativo da modernização agrícola no Paraná. Evolução da Produção de Soja em Grão (em toneladas) 3,151,237 2,259,401 2,075,657 2,079,973 1,615,302 395,4841970 1975 1980 1985 1996 2006 IBGE
  29. 29.  Histórico: Atualmente: Segundo Lavouras maior destinadas produtor de ao consumo soja do doméstico Brasil 1950: Chega ao Paraná
  30. 30. Mercado Internacional Ecossistema em alta Fatores para o SucessoTopografia favorável a Sistema cooperativista mecanização
  31. 31. A questão dos Transgênicos 41% da área de cultivo de soja será de transgênicos; Maior economia no custo por hectare (economia de aproximadamente R$ 300.000); Contra: Não traria benefício algum ao solo.
  32. 32. • A Bunge em Ponta Grossa mantém um transbordo, uma unidade de Fertilizantes e um Moinho de Trigo;• Na área do agronegócio, conta com oito plantas para processamento de soja no Brasil;• É a maior processadora de soja das Américas e líder mundial em processamento de oleaginosa;• No Brasil, é líder na comercialização de grãos.
  33. 33. 9,4% do PIB vem da agricultura(Produção primária)• 30% do PIB tem relação com a agroindústria60% das exportações tem relação como agronegócio• 25 bilhões é a estimativa de faturamento das cooperativas em 2011• 55% do PIB agropecuário passa pelas cooperativas
  34. 34.  A partir dos textos lidos e debatidos pelo grupo, da coleta de dados oficiais e não oficiais, e de longa análise sobre o processo de modernização agrícola da região Sul, concluímos: A região foi o berço da modernização agrícola brasileira; A região é tida como celeiro nacional; A modernização foi sempre voltada para o mercado exportador; Fomentou primordialmente a concentração de terra e capital.
  35. 35.  Abordagens Teórico-Metodológicas em Geografia Agrária. Glaucio José Marafon; João Rua; Miguel Ângelo Ribeiro. Geoatlas. Maria Elena Simielli www.ibge.gov.br/ www.gazetadopovo.com.br/ www.pr.gov.br/ www.estado.rs.gov.br/ www.sc.gov.br/ www.mda.gov.br/ www.suapesquisa.com/

×