• Like

Edição 33/34 - Petrobras em Ações - n°04/2009

  • 2,976 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,976
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Relacionamento com Investidores • Ano IX • nº 33/34 Petrobras em Ações Petrobras em Ações DESTAQUES Antecipação de dividendos I Os dividendos propostos para 2009 Financiamentos e totalizam R$ 8,335 milhões, dos quais parte já foi antecipada aos acionistas ao captações em 2009 longo de 2009, na forma de juros sobre capital próprio, gerando um benefício fiscal de R$ 2,446 milhões. Duplicação da usina de Candeias I Em março foram iniciadas as obras de O aumento dos investimentos anunciados na revisão do Plano de Negócios da Petrobras e o desafio de desenvolver a região do pré-sal apontam para necessidade de novos financiamentos, ape- sar do fluxo de caixa gerado pelas atividades operacionais continuar como a principal fonte de financiamento duplicação da usina de biodiesel de Candeias, para os projetos. na Bahia, primeira unidade de produção comercial de biodiesel da Petrobras. A unidade Em janeiro de 2009, a Com- passará a produzir 217 milhões de litros por panhia acordou um financiamento ano, ultrapassando os atuais 108 milhões. com o BNDES de aproximadamen- te US$ 12,5 bilhões e contratou Produção aumentou 6,3% empréstimos-ponte com bancos I A produção média de petróleo e gás comerciais no valor de US$ 6,5 bi- natural da Petrobras no Brasil em 2009 foi de lhões. Em fevereiro, a Petrobras 2.287.457 barris de óleo equivalente (boe), emitiu US$ 1,5 bilhão de Global indicando um crescimento de 5,1% sobre o Notes no mercado internacional de volume produzido em 2008, de 2.175.896 barris/dia. A produção exclusiva de petróleo capitais, com prazo de vencimento atingiu a média diária de 1.970.811 barris e o em dez anos. Em julho, reabriu esta volume de gás natural produzido foi de 50 operação, efetuando uma captação milhões 343 mil m³/dia. adicional de R$ 1,25 bilhão. Em abril, a Companhia anunciou Quarta empresa de energia do a aprovação de uma linha com o mundo US Export – Import Bank no valor de I A Petrobras subiu do nono para o quarto US$ 2 bilhões. Já em maio, a lugar no ranking das 50 maiores empresas de Petrobras anunciou um financiamento energia do mundo da consultoria PFC Energy. de US$ 10 bilhões com o Chinese Development Bank pelo prazo de 10 anos, O cálculo levou em conta o valor de mercado das companhias em dezembro de 2009. que foi executado no final do ano. O financiamento com o BNDES foi execu- Segundo a consultoria, as ações da Petrobras tado em julho no valor de R$ 25 bilhões, com prazo de 19 anos e oito meses registraram alta de 103% ao longo do ano, e indexação à variação cambial do dólar norte-americano (USD). índice maior do que o alcançado pelas três Em outubro, a Companhia emitiu duas tranches, uma com vencimento primeiras empresas do ranking. em 10 anos e outra com vencimento em 30 anos e resultou na captação Novos empreendimentos da de um volume de US$ 4 bilhões. A operação concluiu a estratégia apre- Petrobras sentada no início do ano, tendo sido cancelada em seguida a totalidade dos empréstimos-ponte contratados junto aos bancos em janeiro. I A Petrobras tem construído vários Em 2009, o volume captado e a geração de caixa operacional tota- empreendimentos para distribuir energia no Brasil. No estado de São Paulo, foram lizaram R$ 134,350 milhões, financiando assim os investimentos de inaugurados recentemente o gasoduto R$ 70,757 milhões. Com base nesses valores, a Companhia encerrou Paulínia-Jacutinga, com capacidade de o ano com o seu o plano de investimentos para o período transporte de 5 milhões de m³/dia e 93 Km de cinco anos praticamente financiado, utilizando as premissas de de extensão, e a Usina Termelétrica Euzébio preço de petróleo adotadas no Plano de Negócios. Rocha, com capacidade instalada de 216 MW. No Amazonas, foi o gasoduto Urucu-Coari- Manaus, com capacidade total contratada de 5,5 milhões de m³/dia em setembro de 2010. E houve ainda o Gasoduto da Integração Resultados Descobertas Inaugurado Sudeste-Nordeste (Gasene), o maior em do exercício no laboratório para extensão construído no Brasil nos últimos dez anos, com capacidade para transportar 20 2009 pré-sal captura de CO2 milhões de m³/dia de gás natural. PÁG. 2 PÁG. 3 PÁG. 4
  • 2. LUCRATIVIDADE Resultados do exercício 2009 m 2009, o lucro líquido con- Em 2009 foram investidos E solidado da Petrobras atingiu R$ 28,9 bilhões, 12% inferior a 2008, refletindo a redução nos preços R$ 70,7 bilhões, principalmente, na ampliação da capacidade futura de pro- dução de petróleo e gás natural, nas de venda de petróleo e derivados refinarias, visando à ampliação da ca- (queda na cotação média do brent), as pacidade e melhoria da qualidade dos perdas cambiais durante o período em combustíveis e na malha de gasodutos que a companhia manteve exposição no país, permitindo um melhor escoa- líquida ativa em dólar e a despesa mento da produção e o atendimento extraordinária com participação es- dos mercados. pecial. Vale ressaltar que apesar da As reservas totais fecharam o ano em menor cotação do petróleo e dos 14,865 bilhões de barris de óleo equi- derivados, a geração de caixa opera- valente (boe) pelo critério SPE/ANP cional (EBITDA) aumentou 5%, e 12,143 bilhões pelo critério SEC. atingindo R$ 59,9 bilhões. Tal fato é O Índice de Reposição de Reservas Navio-plataforma FPSO Cidade de São explicado, principalmente, pela redu- (IRR) ficou em 75% pelo SPE e 209% Vicente operando no campo de Tupi na ção dos custos médios unitários e da Bacia de Santos pela SEC (relação reserva/produção queda nos gastos com importação e de 17 anos e 14 anos, respectivamente). participações governamentais, atrelados petróleo e derivados, apresentou um As reservas provadas não refletem às cotações internacionais. Excluindo- superávit de 156 mil barris diários, as descobertas do pré-sal da Bacia de se a despesa extraordinária com parti- em decorrência do aumento da pro- Santos, que ainda estão em avaliação, cipação especial do campo de Marlim, dução total de petróleo no país e da mas incluem 182 milhões de boe das o EBITDA alcançou R$ 62 bilhões, repre- redução de 23% no total de derivados descobertas do pré-sal da Bacia do sentando um aumento de 8% em rela- importados. Destaca-se a queda na Espírito Santo. ção a 2008. importação de óleo diesel, em função Em 2009 o valor de mercado da O saldo da balança comercial da menor demanda do derivado e do au- Petrobras aumentou 55% em relação da Petrobras em 2009, calculado com mento do volume produzido a partir do ao ano anterior, alcançando o total de base nas exportações e importações de óleo nacional. R$ 347,085 milhões. Dados Econômico-Financeiros RESULTADOS & RETROSPECTIVA Em R$ Milhões 2009 2008 Variação Em R$ Milhões 2009 2008 Variação (%) (%) Vendas brutas 230.504 266.494 (13,5) Ebitda 59.944 57.170 (5) Vendas líquidas 182.710 215.118 (15,1) Valor de mercado (controladora) 323.479 285.151 13,44 Lucro bruto 73.676 73.495 (0,25) Total de investimentos 70.757 53.349 331 Lucro operacional * 46.128 45.950 (0,39) Endividamento líquido 71.533 48.824 47 Lucro líquido 28.982 32.988 12 Estrutura de capital Lucro líquido (capital de terceiros líquido / passivo total líquido) 50% 50% – por ação (R$) 3,30 3,76 (12) * Antes das receitas e despesas financeiras e da equivalência patrimonial. Resultados Operacionais Evolução das Ações Preferenciais – PETR4 500 Em mil barris de óleo equivalente/dia 2T09 1T09 Variação 450 (%) 400 Produção total de petróleo, LGN e gás natural 2.526 2.400 6 Produção total de derivados 2.223 2.223 - 350 213% Exportação líquida de petróleo e derivados 156 103 51 300 202% Capacidade de utilização das refinarias 92% 91% 1 250 162% – no Brasil – no exterior 200 Participação do óleo nacional na carga processada 79 78 1 150 100 Variação Real Acumulada das Ações 50 Ibovespa Petrobras PN Petrobras ON 0 Últimos 10 anos 77,9% 182,2% 280,1% Jan/05 Maio/05 Out/05 Fev/06 Jul/06 Nov/06 Abr/07 Ago/07Jan/08 Maio/08 Out/08 Fev/09 Jul/09 Nov/09 Dez/09 Últimos 5 anos 114,7% 147,9% 156,8% No ano 85,3% 63% 53,7% PETR4 PETR3 Ibovespa
  • 3. CIÊNCIA E TECNOLOGIA NOVAS FRONTEIRAS Petrobras Potenciais confirmados comemora três no pré-sal e novas descobertas anos de Redes trabalho da Petrobras para confir- estimado em 15 milhões de barris. Na Ba- Temáticas estratégia adotada pela O mar as estimativas iniciais das áreas descobertas no pré-sal está alcançando resultados positivos. Os testes cia de Santos, também foi comprovada a ocorrência de mais uma jazida de petróleo e gás no bloco BM-S-9, no pré-sal. A Petrobras em 2006 para os investimentos em universi- dades brasileiras tem se mostrado um realizados até agora em Tupi (volume re- cuperável de 5 a 8 bilhões de barris de óleo equivalente – boe), Guará (1,1 a 2 E na Bacia de Campos, foram anuncia- das três descobertas. Na área de Barra- cuda, duas novas acumulações foram sucesso. Até o ano de 2009, a compa- bilhões de boe) e Iara (3 a 4 bilhões de encontradas, com indicação de óleo leve. nhia investiu cerca de R$ 1,8 bi- boe), na Bacia de Santos, comprovam Uma com volume recuperável de 40 mi- lhão em instituições brasileiras isso. Os investimentos e atividades pre- lhões de barris e a outra com 25 milhões de pesquisa e desenvolvimento vistas continuarão, assim como a avalia- de barris. Adjacente ao campo de Pampo, por meio do modelo de gestão ção de novas jazidas. foi descoberta nova área produtora, das Redes Temáticas, criado para Em outra frente, a companhia anun- com volume recuperável estimado em fazer frente às obrigações dos con- ciou novas descobertas em diferentes 25 milhões de barris. Por fim, no tratos de concessão. Esta iniciativa regiões do litoral do Brasil. Na Bacia de Ser- campo de Marimbá, outra nova área foi tem proporcionado uma mudança gipe, na área de Piranema, foi encontrada encontrada também com óleo leve e vo- significativa na qualificação labora- acumulação de óleo leve com volume lume também de 25 milhões de barris. torial das instituições tecnológicas parceiras. GÁS & ENERGIA Nas Redes, o primeiro passo foi dotar o país de um parque tecnoló- Jaqueta de Mexilhão é lançada gico de padrão mundial de excelência na área de energia. O modelo previu, primeira etapa da instalação da inicialmente, um maior volume de recursos destinado à construção de infraestrutura física e à qualificação A Plataforma de Mexilhão (PMXL-1) foi realizada. A jaqueta – estru- tura de aço que serve de base à plata- de recursos humanos. Desde 2006 forma e que ficará fixada no fundo do até o final de 2009, cerca de R$ 1 bilhão mar – foi lançada na Bacia de Santos. foi investido somente nesta área. A operação foi realizada a cerca de 140 As Redes Temáticas se dedi- Km da costa. Mexilhão será a maior cam a estudos de temas direta- plataforma fixa de gás do país, mente relacionados às metas com capacidade de produção de até tecnológicas da Petrobras, defi- 15 milhões m³/dia de gás – o equiva- nidos a partir de seu Plano de Negó- lente a metade da capacidade do instalações de processamento de gás, cios e Planejamento Estratégico. gasoduto Bolívia-Brasil. com capacidade de sete megawatts Desde a sua criação, o número de te- A altura final da plataforma, do solo de geração de energia elétrica, três mas abordados cresceu e, hoje já são marinho até o ponto mais alto dos turbo-geradores, acomodações para 50 Redes Temáticas, reunindo 80 ins- módulos, será de 227 metros, equiva- até 100 pessoas e um heliponto. Essa tituições em todo o país. O objetivo é lente a um edifício de 75 andares. Os plataforma escoará gás do campo ver o Brasil reconhecido como líder dois módulos que serão colocados de Mexilhão até o continente, mundial em inovação no setor de pe- sobre a jaqueta, juntos, pesam mais onde está sendo construída uma uni- tróleo, gás e energia. de doze mil toneladas. Neles estão as dade de tratamento. Novos ativos no Chile INTERNACIONALIZAÇÃO Petrobras adquiriu no final de matérias primas e produtos acabados. de distribuição que a empresa A 2009 ativos da Chevron Chile SAC, empresa que produz e comercializa lubrificantes Texaco. Além disso, inclui um acordo para introduzir no mercado chileno a marca de lubrificantes Lubrax da passou a deter naquele país após também adquirir os ativos da Esso Chile Petrolera. A Petrobras A operação envolve cerca de US$ Petrobras, que poderá aumentar para iniciou suas atividades naquele 12 milhões e a transferência total do 6% sua participação de mercado nesse país em 2005. Atualmente, controle acionário. O acordo inclui uma segmento. opera lá 230 postos de combus- fábrica de lubrificantes na capital, San- Assim, a companhia consolidará tíveis, além de distribuir e vender com- tiago, com capacidade para produzir seu posicionamento no mercado bustível em 11 aeroportos e seis terminais 15.900 m³/ano, e a aquisição de 23 chileno de lubrificantes e ampliará de distribuição, com 16% do mercado va- tanques para o armazenamento de suas oportunidades nos diferentes canais rejista e 7% do setor industrial.
  • 4. PAINEL DE NOTÍCIAS SUSTENTABILIDADE Petrobras recebe mais prêmios Pelo quinto ano consecutivo, a Petrobras foi a empresa mais desejada pela maioria dos jovens universitários e recém-formados no Brasil em pesquisa da Cia. de Talentos/TNS. A companhia também foi apontada como uma das empresas de petróleo mais sustentáveis do mundo, em estudo da consultoria espanhola Management & Excellence. No Prêmio Intangíveis Brasil, realizado pelo jornal Valor Econômico, a companhia conquistou o primeiro lugar em três categorias: Infraestrutura, Performance Integrada em Ativos Estratégicos de Informação e Marca Brasil. Em outra frente, a Petrobras ficou entre as três primeiras colocadas no prêmio “As Empresas Mais Admiradas no Brasil”, em 2009, promovido pela revista Carta Capital. Os prêmios conquistados demonstram o reconhecimento à gestão e ao trabalho realizado pela Petrobras. Trabalho no laboratório de biodiesel do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo A. Miguez de Mello (CENPES) Combustíveis mais limpos na rua Inaugurado A frota de ônibus urbanos de Curitiba está circulando com o laboratório para diesel S-50, com 50 partes por captura de CO2 milhão (ppm) de enxofre, fornecido pela Petrobras, reduzindo a emissão e monitoramento de material particulado para o meio marinho ambiente. As frotas de São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e A Petrobras e o Instituto de Pesquisas Belém também estão recebendo o Espaciais (Inpe), em parceria, S-50 (nessas três últimas cidades, to- inauguraram no final de 2009 dois dos os veículos a diesel e não só os laboratórios em Cachoeira Paulista, São Paulo. ônibus são abastecidos). Outras capi- As novas unidades de pesquisa atuarão no desenvolvimento de tecnologias tais também receberão o novo diesel, para a redução de emissões de CO2 e para a recepção, processamento e que é mais limpo e contribui para a armazenamento de dados de satélite para monitorar em tempo quase real a melhoria da qualidade do ar. costa brasileira. No Rio, 15 ônibus passaram a Um dos laboratórios tem como foco o desenvolvimento da tecnologia utilizar o biodiesel B20 (mistura de Chemical Looping, técnica promissora na captura de CO2 para uso posterior 20% ao diesel comum), num projeto pela Petrobras como uma das opções tecnológicas para a redução de emissões que conta com a participação da de gases do efeito estufa. Petrobras Distribuidora. A ideia é ava- O outro laboratório fará o monitoramento em tempo quase real da costa liar a performance dos equipamen- brasileira. Entre suas aplicações estão a detecção rápida e o acompanhamento da tos, a viabilidade econômica e o presença de óleo, assim como de eventos como frentes oceânicas e florescimento desempenho ambiental do produto. de algas. Ele terá a primeira estação dedicada ao sensoriamento remoto marinho A Petrobras vem trabalhando forte- no país. Até então, a Petrobras utilizava imagens de estações no exterior, o que mente para a melhoria da qualidade gerava alto custo operacional e demora no tempo de entrega das imagens. dos seus combustíveis. 9 10 Informativo publicado pela Gerência de Relacionamento com Investidores da Petrobras • Gerente executivo: Theodore Helms • Editor e jornalista responsável: Cláudio Paula MTb-22069/RJ • Colaboração: Bianca Nasser, Camila Ávila (estagiária), Liza Albuquerque, Luciana Guilliod, Marcelo Codeco e Orlando Gonçalves • Contato: Suporte ao Acionista Tels.: (21) 3224-1540/4914 e 0800 282 1540 • Fax: (21) 2262-3678 • Endereço: Av. República do Chile, 65 / Sala 2202-B • Centro – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20031-912 • E-mail: acionistas@petrobras.com.br • Projeto gráfico e diagramação: Estúdio Matiz Visite nosso site www.petrobras.com.br/ri