Riscos Problemas Oportunidades A07 V1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Riscos Problemas Oportunidades A07 V1

on

  • 2,461 views

Gerenciamento de Riscos: Problemas e Oportunidades

Gerenciamento de Riscos: Problemas e Oportunidades

Statistics

Views

Total Views
2,461
Views on SlideShare
2,458
Embed Views
3

Actions

Likes
1
Downloads
64
Comments
0

2 Embeds 3

http://www.slideshare.net 2
https://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Riscos Problemas Oportunidades A07 V1 Riscos Problemas Oportunidades A07 V1 Presentation Transcript

  • “ O Caminho do Risco é o Sucesso, o do acaso é a sorte” (Raul Seixas, Caminhos)
  • Encontrando Oportunidades em Problemas Edward J. Fern, MS, PMP Time-to-Profit Inc. (EUA) Peter Berndt de Souza Mello, PMP, SpS X25 Treinamento e Consultoria
  • Encontrando Oportunidades em Problemas Esta palestra teve sua primeira divulgação no Brasil em evento realizado na Mostra Tic 2006, para apresentar o 1º Seminário de Gerenciamento de Riscos do Distrito Federal (Junho de 2006) Organização Apoio
    • Esta apresentação de 1h tem como objetivo provocar nossa atenção para a importância do Gerenciamento de Riscos .
    • O conteúdo apresentado é um resumo dos trabalhos de Edward Fern e Vladimir Liberzon, apresentado em diversos seminários nos Estados Unidos, Europa e Oriente.
    Esta apresentação
    • Estratégias para se lidar com o risco podem transformar os resultados de um projeto e garantir o sucesso de um empreendimento.
    Por quê gerenciar riscos ?
    • “ O risco do projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, terá um efeito positivo ou negativo sobre pelo menos um objetivo do projeto” (PMBOK 3rd, pág.238)
    • A manifestação de um risco negativo é um PROBLEMA e a manifestação de um risco positivo é uma OPORTUNIDADE .
    Introdução
  • Fluxos de Processos
  • Fluxos de Processos Planejamento Controle
    • Adotando-se técnicas usuais, aprendemos a minimizar os problemas e maximizar as oportunidades;
    • O melhor resultado, contudo, obtemos quando somos capazes de transformar problemas em oportunidades.
    Transformar Problemas em Oportunidades
    • "You cannot dig a hole in a different place by digging the same hole deeper"
    • Você não pode cavar um buraco em um lugar diferente ao cavar o mesmo buraco mais fundo.
    LATERAL THINKING
    • "You cannot dig a hole in a different place by digging the same hole deeper"
      • Isto significa que as vezes é melhor mudar a direção do que continuar insistindo em um mesmo caminho.
    LATERAL THINKING
    • "Lateral Thinking significa mudar conceitos e percepções"
    • Através da lógica, nós começamos nossas atividades com um conjunto de ingredientes, como por exemplo as peças em um jogo de Xadrez. Na maioria das situações reais da vida, estes ingredientes ou peças não são dados, nós simplesmente assumimos que eles estão lá.
    LATERAL THINKING
  • NORTHRIDGE
    • As 4:31 A.M, hora do pacífico, na Segunda-feira, dia 17 de 1994, um terremoto de média magnitude atingiu uma região de alta densidade demográfica em San Fernando Valley, em Los Angeles.
    Um desastre natural - Oportunidade
  • PROBLEMA
    • Sem a Freeway de Santa Monica, o trânsito nas Freeways vizinhas ficaram insuportáveis
    Engarrafamentos
    • As autoridades locais, estaduais e federais reconhecem a urgência no reparo da Freeway de Santa Mônica, de forma a garantir o fluxo normal de mercadorias e com isso a captação de impostos.
    URGÊNCIA
    • No dia 5 de Fevereiro de 1994 – A reconstrução da Freeway de Santa Monica foi iniciada.
    • A aprovação de um contrato em tempo record (um dia, ao invés dos 30 a 60 dias usuais) pode ser atribuído ao planejamento antecipado do governo estadual em relação as situações de emergência (Planejamento de Resposta à Riscos).
    Recuperação
    • Os engarrafamentos iriam atrasar o fornecimento de equipamentos e materiais para a reconstrução
    PROBLEMA
    • A construtora fretou um trem privativo para mover os equipamentos, atravessando as regiões engarrafadas sem dificuldade, diminuindo o tempo necessário para a conclusão dos trabalhos.
    OPORTUNIDADE
    • 11 de Abril, 1994 - Santa Monica Freeway é aberta com 74 dias de antecipação em relação ao prazo contratado.
    • Através de um exercício com subcontratados e a entrega antecipada de equipamentos e materiais, a empresa responsável pela obra ganhou $ 200,000 por dia de antecipação em bônus pela entrega do projeto, totalizando um ganho de $ 14 milhões além dos valores originalmente contratados.
    Recuperação
  • Projeto de Construção da Vila Olímpica
    • O projeto de construção da Vila Olímpica para o 1º Jogo Internacional da Juventude em Moscou tinha um cronograma apertado.
    • O local de construção estava lotado, com mais de 17 construtoras, centenas de pessoas e uma floresta de tratores e outros equipamentos.
    • A cada semana, o local da construção era visitado pelo prefeito de Moscou.
    Construção da Vila
    • O projeto começou com a remoção de toneladas de terra para a construção das fundações. Logo houve uma solicitação ao prefeito de Moscou similar a esta:
    • Nós já escavamos 200.000 metros cúbicos de terra e precisamos de uma autorização para movê-los para fora da área de nossa construção.
    PROBLEMA
    • A resposta foi inesperada:
    • Por que vocês estão pedindo para remover toda esta riqueza?
    • Use esta terra, ecológicamente pura para criar montanhas artificiais, passeios para bicicletas, contornos e outras novidades para fazer este local mais interessante.
    OPORTUNIDADE
    • Em duas semanas o gerente de projeto da Vila mostrou ao prefeito o resultado do trabalho com o uso das toneladas de terra retirados para a fundação. O pedido ao prefeito foi alterado:
    • Precisamos de mais 100.000 metros cúbicos de terra para criar os detalhes que queremos para este novo cenário.
    Construção da Vila
    • Após a realização dos jogos, os apartamentos da Vila Olímpica foram vendidos rapidamente e com um preço além das expectativas iniciais.
    • Os contornos, montanhas e trabalhos realizados com o a terra excedente aumentaram o valor das propriedades.
    Resultados do Projeto
    • O tempo necessário para terminar um projeto é menos importante que o tempo necessário para recuperar seus custos.
    • Lucros são necessários para financiar novos projetos e com isso criar novas oportunidades.
    Time to Profit
  • Time to Profit x Time to Market Tradicionalmente se considera o Time-to-Market, no qual a preocupação imediata é a colocação de produtos no mercado. Time to Profit significa preocupar-se com o tempo de retorno do investimento e não o tempo de execução do projeto.
    • A ctive R isk M anagement (ARM) é um sistema para:
      • Identificar eventos futuros que são importantes;
      • Avaliar seu impacto potencial;
      • Planejar respostas;
      • Executar ações antecipadas, quando apropriado;
      • Monitorar os eventos que nos oferecem alertas para problemas e oportunidades.
    Gerenciamento Ativo de Riscos
    • Critérios de sucesso de um projeto devem ser definidos por metas de negócio.
    • A visão tradicional, realizar no tempo e no custo, não é perfeita – em especial para projetos orientados a resultados financeiros.
      • O que ganhamos se o projeto terminar antes, mas ultrapassar seu orçamento?
      • E se o projeto terminar depois, mas com grande economia em dinheiro?
    Medindo o sucesso
  • Modelagem Computacional de Projetos Decisões de projeto podem ser modeladas computacionalmente e a partir de simulações de alternativas uma equipe de projeto pode encontrar a melhor combinação entre os prazos necessários para o “Time-to-Market” e o “Time-to-Profit” Durante o 1º Seminário de Gerenciamento de Riscos do Distrito Federal, os participantes conheceram a aplicação do Spider Project Professional para a Modelagem Computacional de Projetos
    • Pequenos riscos trazem pequenas ameaças e pequenas oportunidades.
    • Grandes riscos trazem grandes oportunidades, mas com maiores ameaças.
    • Enquanto estivermos vivos, não podemos evitar os riscos.
    Conclusões
    • “ Não é suficiente pensarmos fora da caixa. Precisamos aprender a viver do lado de fora da caixa.”
    • Nosso competidor, conhecido ou inesperado, poderá aceitar riscos maiores do que nós e, com isso, ter acesso a oportunidades que sequer enxergamos!.
    • Cada um de nós tem 6.3 bilhões de consumidores em potencial, ou concorrentes. O que faremos com isso ?
    O Maior de Todos os Riscos
    • O Sr. Fern é presidente da Time-to-Profit, Inc., uma empresa de  treinamento em Gerência de Projetos que oferece seus serviços  nos Estados Unidos e Internacionalmente.
    • Atuou em nível de  diretoria com Sprint, Control Data Corporation, TRW, e Infonet Services  Corporation.
    • Mestre em Gerenciamento de Tecnologia  e autor de livros na área de gerenciamento de projetos aplicado ao desenvolvimento comercial de produtos, bem como sobre cultura de massas.
    • Seus materiais já se encontram traduzidos em russo, romeno, chinês, alemão e português.
    Edward Fern, PMP (Estados Unidos)
    • 1º Seminário de Gerenciamento de Riscos do Distrito Federal
    • Organização : X25 Informática
    • Apoio : Capítulo PMI-DF
    • Patrocínios : Spider Management
    • Time-to-Profit, Inc
    • Local : Hotel Bonaparte
    • Data : 20 e 21 de Junho de 2006
    • Hot-site : www.gerenciaderiscos.com
    O EVENTO (informações históricas)
  •