Barroco

1,190
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,190
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Barroco

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOÃO CRUZ Assunto: Movimento Literário Barroco em Portugal e no Brasil Tema: Cultura Literária Barroca na era clássica Alunos e números: Adriana Cristina Natal nº1 Higor Souza Sant’ana nº17 Leonardo Perbeils da Costa de Souza nº24 Matheus Barros Santana nº28 Paulo Eduardo Matos de Souza nº31 Vinícius Gonçalves de Souza nº38 Série: 1ª Ano A – Ensino Médio Professora: Maria Piedade Teodoro da Silva Disciplina: Língua Portuguesa Jacareí, 19 de novembro de 2013
  2. 2. I. INTRODUÇÃO 1. Objetivos: O objetivo dessa pesquisa é mostrar a história do Movimento Literário Barroco no Brasil e em Portugal, e como esse movimento tem influenciado a literatura nos dias de hoje; para isso busca-se responder as seguintes perguntas de pesquisa: como a cultura religiosa afetou no surgimento do Movimento Literário Barroco no século XVII; qual sua relação com o Renascimento e como essa produção chegava ao publico e de quais formas eram definidas. Nosso objetivo principal, então, é focar na literatura barroca, na sua construção e em seus autores. 2. Contexto histórico Em meados do século XVII, já com o declínio do Classicismo, a valorização do ser humano (Antropocentrismo) passa a dividir espaço com o mundo religioso (Teocentrismo). Em meio a tensão com a razão, criado pelo Renascimento, juntamente, com as orientações da fé religiosa, surge a manifestação artística Barroco No âmbito literário, a arte barroca relaciona-se ao conflito filosófico e psicológico vivido nesse período: usufruir dos bens terrenos, ou se preparar para morar no céu. Destacavam-se entre os escritores homens pertencentes à nobreza, à burguesia e ao clero. Por ser uma produção diferenciada, a arte literária barroca atingiu diferentes status sociais. Ela chegava ao publico por meio de textos manuscritos ou oralmente, que passavam de pessoa a pessoa ou fixados em locais públicos. O Barroco se desenvolveu na Península Ibérica, no momento da crise da renascença pelas brigas religiosas. Essas brigas eram... Assim, os antigos homens viviam em uma época de tensão e desequilíbrio. Desta forma tentaram expressar-se produzindo pinturas, arquitetura, esculturas e literatura.
  3. 3. II. Barroco: revelação das contradições humanas 1. Surgimento da palavra A palavra “barroco” não tem uma origem esclarecida. Pesquisas indicam que o nome teria surgido na arte de esculpir pedras, para designar uma perola irregular. É importante destacar que na época, em que surgiu o movimento, ainda, não era denominada barroco pelos artistas. O nome foi dado bem mais tarde, e tinha o significado de imperfeito, extravagante, que não seguia a ordem dos padrões da arte clássica. Aos poucos, a palavra “barroco” foi perdendo o valor negativo e foi denominada como estilo artístico do século XVII, abrangendo todos os tipos de arte. 2 . Pinturas As pinturas relatavam fatos que aconteceram antigamente, como passagens bíblicas, um exemplo é a pintura dos dois discípulos do caminho de Emaús , no momento da ceia após a morte de Cristo (Caravaggio. A ceia de Emaús, 1601. Óleo sobre tela )
  4. 4. (Caravaggio. Flagelação de Cristo. Coreografia com contrastes de claro-escuro) (A Captura de Cristo, 1602, Galeria Nacional da Irlanda) 3. Arquitetura As arquiteturas barrocas representavam a ostentação e o rebuscamento. Ela é caracterizada pela complexidade na construção do espaço e pela busca de efeitos impactantes e teatrais, uma preferência por plantas axiais ou centralizadas, pelo uso de contrastes entre cheios e vazios, pela exploração de efeitos dramáticos de luz e sombras, e pela integração entre as artes decorativas em geral. Um exemplo de arquitetura barroca é a Basílica
  5. 5. ~~IMAGEM~~ 4 . Escultura As esculturas barrocas tinham um , digamos, um padrão de estética e expressão: com as expressões impactantes. Grandes nomes da arte da escultura barroca são Antonio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, Bernini, Agostinho de Jesus e outros nomes da escultura barroca. ~~IMAGEM~~ 5 . Literatura 5.1. Literatura barroca no Brasil A poesia lírica de Gregorio de Matos é composto de soneto, e marcado pela leitura que o escritor fez de poetas que procuravam o prazer da carne (Humanistas) e de outros escritores barrocos. Os poemas de Gregório de Matos são divididos em duas partes principais: um deles formado pelos que tratam da problemática ameaça e outro que reúne poemas de natureza reflexivas e filosófico. 5.2. Literatura barroca em Portugal A literatura barroca portuguesa foi escrita principalmente em duas antologias: Fénix Renascida e Postilhão de Apolo. Essas duas antologias reuniram diversos autores, são eles: D. Francisco Manuel de Melo, Jerónimo Baía, Soror Violante do Céu, Antonio da Fonseca Soares(Frei Antonio das Chagas), D. Tomás de Noronha, Diogo Camacho e Antonio Barbosa Bacelar, Eusébio de Matos, Bernardo Vieira Ravasco, Francisco Rodrigues lobo e D. Francisco Xavier de Menezes, entre outros. Um dos maiores poetas era o Padre Antonio Vieira que participou tanto da literatura portuguesa como brasileira. Padre Antonio Vieira (1608-1697) Nascido em Lisboa, Vieira veio com a família para a Bahia aos seis anos, e logo iniciou os estudos no colégio dos Jesuítas. Aos vinte e um anos foi professor de teologia no colégio de Salvador. Após Portugal ser liberto dos Espanhóis, Antonio Vieira decide voltar para sua terra natal, porem volta a Brasil em 1652, após ter sido blasfemado por
  6. 6. defender os judeus. A partir daí é que começa sua missão em Maranhão de acabar com a escravidão. Em 1661 Vieira e um grupo de jesuítas foram expulsos de Maranhão pois conseguiram combater os colonos portugueses, foi então que ele caiu nas mãos da inquisição: estava sendo caçado o seu direito de pregar, e logo mais o padre foi condenado a prisão domiciliar. Passado algum tempo Vieira partiu para Roma graças ao rei de Portugal que o libertou da pena. Agora definitivamente o padre voltou com caráter para a obra catequista. Morreu em 1697 em Salvador. A obra de padre Vieira era dividida em profecias, cartas e sermões. As professias eram historias do futuro com Esperanças a Portugal. As cartas eram de interesses documentais, Vieira tratava de assuntos políticos no momento que viveu no Brasil. Os sermões é um pratica religiosa antiga, definida como discurso religioso que na época do Pe. Vieira eram feitas no púlpito. O padre visava ensinar a persuadir ouvintes que queriam reencontro com Deus. Esses sermões eram longos e muito bem elaborados. Essa obra constitui na melhor parte das obras de Vieira. São 15 obras compreendendo mais de 200 sermões.
  7. 7. 6. Barroco no Brasil O movimento brasileiro Barroco influenciava o barroco português. Apresentou sua característica diferente da realidade portuguesa de luxo. O Brasil vivia na violência que se perseguiam os índios e escravizavam os negros. O barroco brasileiro foi influenciado pelo barroco português, com o tempo assumiu sua própria característica no Brasil a arte barroca ocorreu na cidade de Minas Gerais. Estas cidades eram ricas e possuíam uma intensa vida de cultura. O principal referente do barroco mineiro foi escultor Antonio Francisco de Lisboa, suas obras com caráter religioso eram feitas de pedra- sabão. O barroco também se destacou na decoração das igrejas em Salvador por exemplo, de São Francisco de Assis e da Ordem Terceira de São Francisco. 7. Barroco em Portugal A diversidade de gêneros encontradas na literatura portuguesa desse período complexa e passa pela poesia lírica, épica; pela prosa religiosa, moralista e historiográfica; e também pelo teatro, pelas novelas e pela epistolografia (cartas). Dentro dessa variedade de gêneros, duas tendências são fortes de conceitoses e merecem destaques: o cultismo e o conceptismo . A tendência cultista manifesta-se pelo rebuscamento formal, pelos jogos de palavras, pela abundancia de invasões sintáticas e figuras de linguagem. Nesse gênero literário se observa a mistura de influencias como Petrarca, Camões e Luís de Góngora. Considerada como o principal poeta do Barroco espanhol, o estilo de Góngora é a melhor definição para os excessos formais do cultismo. A influencia de Góngora é de tamanha que essa tendência é denominado gongorismo. A tendência conceptiva se expressa pelos jogos de idéias e de conceitos , e por construções lógicas de silogismo . Tendo muita afinidade com a capacidade de discursar oralmente, o conceptismo do barroco português será mais comumente encontrado em sua prosa religiosa e moralista. O padre Antonio Vieira, considerando o principal autor do período em Portugal, adepta essa tendência conceptiva em seus sermões 8. Barroco nos dias atuais A influência do Barroco na Atualidade pode ser encontrada em muitos segmentos, na moda, por exemplo, em formas de rendas, as cores vermelhas e azuis na mesma peça, pontos rendados, rococós, dentre outros.
  8. 8. ~IMAGEM~ Há também filmes que representam o barroco como “Anjos e Demônios”, que representa a idéia conflituosa em relação à existência de Deus como relato na bíblia cristã; a probabilidade de se ter fé num universo completamente desconhecido, a idéia de bem e mal, de céu e inferno, Deus e diabo, pureza e pecado, vida e morte, anjos e demônios. Trata-se de questões opostas, todavia uma depende da outra, as chamadas antíteses, presentes nas poesias barrocas. Além de possíveis influencias desse estilo, é importante lembrar que o Barroco gera empregos e renda para varias cidades, principalmente em Minas Gerais. As muitas conhecidas cidades históricas recebem pessoas de vários lugares do Brasil e do resto do mundo, essas pessoas ficam encantadas com a beleza de cidades como Ouro Preto, São João Del Rey, Congonhas, Etc. E ao mesmo tempo movimentam o turismo local e aquecem a economia desses lugares. ~IMAGEM~ 9. Considerações Finais O propósito dessa pesquisa foi apresentar as características do Movimento Barroco em Portugal e no Brasil, centrado na literatura; responder as perguntas de pesquisa com base em dados concretos; proporcionar maior conhecimento do Movimento para os demais palestrantes.

×