A Intervenção Do Homem Nos Subsistemas Terrestres - Atmosfera

3,281 views
2,990 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,281
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Intervenção Do Homem Nos Subsistemas Terrestres - Atmosfera

  1. 1. Miguel Marques – 21Ricardo Ribeiro – 24Vera Silva – 25Vitor Peixoto - 26
  2. 2. A atmosfera é essencial para a existência de vida na Terra pois é ela que evita que os raios solares incidam diretamente na superfície terrestre. No entanto, o Homem nos últimos anos tem vindo a poluir bastante, aumentando as concentrações dos gases da atmosfera, o que vai provocar o aumento do Efeito de Estufa, e consequentemente o aumento da temperatura da Terra (Aquecimento Global). Neste trabalho vamos falar sobre o Efeito de Estufa, as causas e asIntrodução consequências deste efeito, quais são os gases responsáveis e formas de abrandar o ritmo do seu aumento. Fig. 1 – Planeta Terra.
  3. 3. Atmosfera é a camada gasosa que envolve a terra, composta por diversos gases, sendo os principais, o azoto, o oxigénio e o árgon. Na verdade, a nossa atmosfera não é composta unicamente de gases, mas também por partículas em suspensão, muitas vezes responsáveis pela poluição, as quais também promovem um efeito benéfico na reflexão dos raios solares, contribuindo para a redução do efeito estufa. Para melhor entendê-la, os cientistas dividiram a atmosfera em camadas: troposfera; estratosfera; mesosfera; termosfera e exosfera.Atmosfera Fig. 2 – Camadas da Atmosfera.
  4. 4. Problemas Atmosféricos A maior parte dos problemas atmosféricos são causados pela má intervenção do Homem nos subsistemas terrestres, nomeadamente a atmosfera. Essa má intervenção, através da queima de combustíveis fósseis polui a atmosfera, podendo causar várias consequências, tais como: o Chuvas ácidas; o Destruição da camada de ozono; o Aumento de gases de Efeito Estufa; o Smog. No entanto, iremos apenas o aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, mas de uma forma aprofundada. Fig. 3 – Poluição Atmosférica através da queima de combustíveis fósseis.
  5. 5. O que é o Efeito Estufa? O Efeito de Estufa é um processo de aquecimento da atmosfera e da superfície terrestre, que torna a temperatura amena. O efeito de estufa gerado pela natureza é, portanto, não apenas benéfico, mas imprescindível para a manutenção da vida sobre a Terra, pois se não existisse efeito de estufa, a temperatura da superfície terrestre seria, em média, cerca de 34ºC mais fria do que é hoje, haveria gelo no Verão e as plantas não iriam sobreviver. A atmosfera que envolve o Planeta deixa passar uma parte dos raios solares, sendo metade absorvida pelo solo e o restante refletido pelas nuvens ou absorvida pela atmosfera. A Terra, por sua vez, emite calor do qual uma parte vai para o espaço e a outra é absorvida pela camada atmosférica por gases aí existentes, os quais reenviam o calor que desta forma fica aprisionado no Planeta, sendo libertado para o espaço aos poucos.
  6. 6. O que é o Efeito Estufa? Fig. 4 – Representação esquemática do Efeito Estufa.
  7. 7. Para que o efeito de estufa se realize é necessário gases,Gases de Efeito Estufa denominados de Gases de Efeito Estufa (GEE). Com o crescimento da população mundial, com os avanços tecnológicos e industriais verificou-se um aumento na concentração dos gases de efeito estufa na atmosfera, na casa dos 25 por cento. Os gases de efeito estufa mais importantes são: Dióxido de Carbono; Metano; Óxido Nitroso; Ozono e CFM’s. Fig. 5 – Gases quem mais contribuem para o efeito de estufa.
  8. 8. O Homem é o grande responsável pelo aumento da concentração de gases de efeito estufa devido à industrialização e ao aumento da população mundial, sendo necessário o consumo de mais combustíveis fósseis, aumentando assim o efeito estufa.Razões Fig. 6 – Aumento da população mundial que chegou aos 7 mil milhões em 2011.
  9. 9. O aumento de efeito estufa leva ao aquecimento geral da Terra, causando as seguintes consequências: o Alteração nos níveis de precipitação; o Avanço das zonas desérticas; o Degelo dos glaciares e a consequente subida do nível médio das águas doConsequências mar; o Aumento do número de doenças infeciosas; o Escassez de água potável; o Destruição de ecossistemas e consequente extinção de espécies; o Aumento das tempestades tropicais; o Submersão de ilhas e zonas costeiras; o Mudanças da direção do vento; o Diminuição da produção agrícola.
  10. 10. Consequências Fig. 7 – Imagens das consequências do aumento do efeito estufa
  11. 11. O Aquecimento Global pode ser definido como sendo o aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra que seAquecimento Global tem verificado. Este tem-se verificado através das altas temperaturas e da mudança brusca da temperatura em todo o mundo. O Aquecimento Global é causado principalmente pelo aumento do efeito estufa. Vídeo 1 – “Se nós desistirmos, eles desistem” - Quercus.
  12. 12. Existem inúmeras medidas para evitar o aquecimento global e essas medidas têm de ser tomadas já: o Diminuir o uso de combustíveis fósseis e aumentar o uso de biocombustíveis; o Aumentar a produção de energia através de fontes renováveis; o Sempre que possível, deixar o carro em casa e usar transportes públicos; o Fazer a separação do lixo;Como evitar? o Usar ao máximo a iluminação natural dentro de ambientes domésticos; o Implantação de programas de reflorestação e arborização; o Substituir lâmpadas incandescentes por fluorescentes. Todas estas medidas diminuem a libertação de gases de efeito estufa para a atmosfera. Fig. 8 – Todos juntos conseguimos alterar a situação.
  13. 13. O aumento do efeito estufa vai trazer graves consequências para Portugal e cerca de 98% dos portugueses estão preocupados. Portugal será dos países da Europa mais afetados. Algumas das consequências são: o Escassez de água; o Redução da pluviosidade (entre 30 a 40%)e desequilíbrioCaso Português da pluviosidade (mais chuva no Inverno e menos no Verão); o Sobrelevação do nível do mar (entre 0,6 a 1 metros); o Redução de 5 a 10% do PIB; o Grave erosão da costa; o Secas prolongadas; o Cheias repentinas; o Agravamento de temporais; o Pouca abundância de peixe no mar; o Perda de produtividade agrícola; o Ligeira probabilidade de propagação: Malária; FNO e Leishmaniose; Fig. 9 – Recuo da costa devido à sua erosão. o Aumento do stress devido ao calor;
  14. 14. O Protocolo de Quioto é um acordo internacional, no qual Portugal aderiu, que visa a redução de pelo menos 5% das emissões de Gases com Efeito de EstufaProtocolo de Quioto (GEE), com prazo compreendido entre 2008 e 2012. Adotado a 11 de dezembro de 1997, ficou estipulado que seriam necessárias assinaturas de pelo menos 55 países. Os países desenvolvidos teriam que arranjar alternativas menos poluentes. A assinatura do acordo foi aberta em março de 1998. A União Europeia foi a primeira a assinar a 29 de abril do mesmo ano. O acordo foi recusado pelos EUA por considerar dispendioso e por a medida não abranger também países em desenvolvimento. Após a entrada russa, em novembro de 2004, o acordo entrou em vigor, na data de 16 de fevereiro de 2005. Fig. 10 – Protocolo de Quioto
  15. 15. o Um único litro de gasolina produz 8,5 kg de dióxido de carbono; o O aumento de carros na estrada cresce a um ritmo duas vezes superior ao da população mundial; o Se apenas 10% da população que se desloca para Lisboa de carro, fosse de transporte público, seriam emitidas por ano menos 45 913 toneladas de dióxido de carbono; o Em Los Angeles existem 6 milhões de carros;Curiosidades o A cidade mais poluída do mundo é Ahwaz, no Irão; o Ter um cão é mais poluente do que ter um carro; o Uma embalagem de leite leva 200 anos a ser decomposta; o Uma árvore que deveria durar 150 anos, apenas dura 7 numa cidade poluída; o Metade das chuvas ácidas do Canadá devem-se a culpa dos E.U.A.; o 1 torneira a pingar durante um dia representa 45 litros de água; o Cada português produz 1 tonelada de dióxido de carbono por ano; o 5 mil espécies de animais e plantas são extintos a cada ano; o 73% da energia produzida pela EDP é renovável e esse número tem vindo a aumentar; o 40% da nossa água potável vai pelo cano abaixo;
  16. 16. Da natureza retiramos as matérias-primas e as fontes primárias de energia para satisfazer as nossas necessidades e sustentar-nos. Em troca devolvemos grandes quantidades de resíduos e gases poluentes. É necessário refletir acerca do que temos vindo a fazer e tentar encontrar soluções ou medidas para reduzir problemas naturais como o Aumento do Efeito de Estufa que podem prejudicar a existência de vida na Terra. Como prova de que este problema é real já existem várias consequências, entre elas o degelo dos glaciares, as tempestades e secas.Conclusão Fig. 11 - O Aumento do Efeito Estufa está a acontecer e você é o principal culpado.

×