• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Reserva raposa serra do sol   a violência contra os povos indígenas
 

Reserva raposa serra do sol a violência contra os povos indígenas

on

  • 2,283 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,283
Views on SlideShare
1,316
Embed Views
967

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

7 Embeds 967

http://candidoneto.blogspot.com 471
http://www.diarioliberdade.org 396
http://www.candidoneto.blogspot.com 91
http://candidoneto.blogspot.com.br 4
http://diarioliberdade.org 3
http://translate.googleusercontent.com 1
http://www.google.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Reserva raposa serra do sol   a violência contra os povos indígenas Reserva raposa serra do sol a violência contra os povos indígenas Presentation Transcript

    • Reserva raposa serra do sol
    • A violência contra os povos indígenas
    • Violência
      contra os povos indígenas da
      Raposa Serra do Sol
      Até quando?
      Indígenas são atacados com bombas e armas de fogo
      Raposa Serra do Sol, Região Surumu, 5 de Maio de 2008
    • Quando um grupo de indígenas começou a agir exigindo a demarcação integral da reserva Raposa Serra do Sol, o governo federal determinou à polícia federal que removesse Paulo César Quartiero (o maior arrozeiro de Roraima, ex-prefeito da cidade de Pacaraima - onde está uma parte da reserva Raposa Serra do Sol -e presidente da Associação dos Rizicultores de Roraima (ARR)) Quartieroe os demais arrozeiros da área, os quais bloquearam a operação explodindo pontes na reserva. Em maio, quando alguns índios ocuparam pacificamente as terras controladas por Quartiero, este organizou uma milícia que atacou-lhes com armas de fogo e explosivos, ficando dez indígenas feridos. Depois, a polícia federal encontrou 149 bombas na fazenda de Quartiero, deduzindo que foram produzidas com a colaboração de funcionários do Exército. Quartiero foi preso, sendo libertado após pagar fiança no valor de R$500,00.
      Fonte: http://www.biodiversidadla.org/Portada_Principal/Documentos/O_lado_escuro_do_crescimento_agricola_brasileiro_violencia_motim_e_pilhagem_ambiental_na_amazonia
    • A violência que vem do arroz...
      “Quartiero continua livre e agredindo os indígenas. Semana passada ele destruiu placas da demarcação da terra indígena, destruiu carteiras e mesas escolares,” relatou Marcy Picanço do Conselho Missionário Indígena (CIMIl, conforme e-mail enviado ao Centro dos Estudos das Américas (CENSA) no final de setembro. (2008)
      Fonte: http://www.biodiversidadla.org/Portada_Principal/Documentos/O_lado_escuro_do_crescimento_agricola_brasileiro_violencia_motim_e_pilhagem_ambiental_na_amazonia
    • Destruição de casas: Jauari, 22/11/2004
      Processo no TRF 1ª Região 2005.01.00.026201-7
    • “Centro de Formação e Cultura
      Raposa Serra do Sol”
      Queimado em 17/09/2005, Comunidade Barro, Região de Surumu
      (SR/DPF/RR, Inquérito 344/2005)
    • Queima de casas:
      Mutum, 08-03/2008
      (IPL n. 102/2008 – SR – DPF/RR)
    • Atentado do 5 de maio de 2008
      Indígenas trabalham construindo casas em sua própria terra...
    • Chegam os jagunços da fazenda Depósito de Paulo César Quartiero
    • Observam tudo...
    • ... e vão avisar
    • Pouco tempo depois, chegam homens encapuzados e armados
    • Indígena ferido
      e começam atacar...
    • com bombas...
    • e disparando contra os indígenas...
    • Feridos
    • Polícia prende Paulo César Quartiero, líder dos invasores e mais nove pessoas como autores do crime.
      Inquérito IPF 190/2008-SR/DPF/RR
    • Homicídio: 21
      Tentativa de homicídio: 46Ameaça de Morte (n. casos): 86
      Agressões físicas: 57
      Violência sexual: 10
      Prisão ilegal (n. casos): 33
      VIOLÊNCIA
      Periodo: 1981-2008
      Casas destruídas (n. casos): 90
      Destruição de retiros comunitários: 31
      Destruição de roças (n. casos): 8
      Escolas destruídas: 3
      Invasões de comunidades: 84
      Roubo e furto de gado (n. casos): 46
      Fonte:
      CIR-Jurídico, Maio/2008
    • CENTRO EDUCACIONAL SESI 388 LAUZANE PAULISTA - SÃO PAULO-SP
      - GEOGRAFIA -
      PROFESSOR LUÍS FERNANDO DE ABREU
      Fonte (modificada): http://www.slideshare.net/mmcbrasil/raposa-serra-do-sol-presentation-760123