Clima

1,917 views

Published on

SEMINÁ

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,917
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
52
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Clima

  1. 1. Clima
  2. 2. Conceito de clima O clima refere-se ao conjunto das condições atmosféricasque caracterizam uma região. De uma forma geral, o usoCotidiano do termo está associado à temperatura e aoregistro ou não de precipitações (a chuva).
  3. 3. Diferença entre clima e tempo O tempo refere-se ao estado das variáveis atmosféricasnum determinado local e a uma dada altura. Por exemplo:“O tempo em Santarém é quente, com uma temperatura,neste momento, a rondar os 27 graus”, “Gostaríamos desaber o estado do tempo em Albufeira, já que, daqui apoucas horas, chegaremos à cidade e queremos ir até àpraia”. o clima abarca uma informação focada num período detempo mais amplo, não inferior a trinta anos: “O clima daminha região é subtropical, com muitas precipitaçõesdurante a altura do Verão”, “O aquecimento globalprovocou um aumento substancial da temperatura e umnovo clima caracterizado pela elevada humidade”.
  4. 4. El Niño O que é Como funciona
  5. 5. La Niña O que é Como funciona
  6. 6. Catástrofes Climáticas
  7. 7. As catástrofes ligadas aoclima, como inundações,secas, tempestades e ondasde calor, afetaram 197milhões de pessoas nomundo, principalmente naÁsia, de acordo com Umrelatório publicado pelasNações Unidas.
  8. 8. Desastres naturais: culpa do clima oudo homem?
  9. 9. Durante séculos eséculos o homemviveu em harmoniacom a natureza.O que ele retiravado meio ambiente eo que ele devolvianão alterava oequilíbrioambiental.
  10. 10. Com a revoluçãoindustrial (SéculoXVIII) iniciou aagressão a natureza.Consumiu-se de umaforma desenfreada osrecursos naturais e adevolver a natureza osresíduos desteconsumismo.
  11. 11. Houve umdesenvolvimentoacelerado aqualquer preço, dosetor industrial.Não se mediu asconsequências nomeio ambientenatural.
  12. 12. =
  13. 13. Conclusão
  14. 14. Climas no Mundo
  15. 15. - Climas no Mundo -- Equatorial- Tropical húmido- Tropical seco- Desértico quente- Temperado Mediterrâneo- Temperado Marítimo- Temperado ContinentalClimas temperadosClimas quentesClimas Frios- Clima frio subpolar– Clima frio Polar– Clima de Montanha
  16. 16. - Índice de Slides Tipo de Clima (Climograma) Distribuição Espacial Imagem Ilustrativa
  17. 17. - Climograma É uma forma de representação gráfica do clima, oqual permite de uma maneira simples a verificaçãoda sazonalidade climática de determinada região. Éútil também para identificar e comparar asvariedades climáticas de diversas regiões do globoterrestre. Essa representação gráfica possibilitatambém evidenciar a possibilidade dedesenvolvimento, adaptação, instalação e expansãode uma espécie em determinados locais.
  18. 18. - Climas Quentes Equatorial Tropical úmido Tropical seco Desértico quente
  19. 19. Clima Equatorial- Clima quente e úmido-Temperatura média anualde 25°C- Chuvas com média de2.400 mm anuais
  20. 20. Distribuição EspacialLocalizam-se numa estreita faixa em torno do Equador. Assim, podemosencontrálo na América doSul (Amazônia) na África Central, na Costa Oriental de Madagáscar, e no Sudesteasiático, Malásia e Indonésia.
  21. 21. Clima Tropical Úmido- Temperaturas médias de24°C- Precipitações de 1.000 a2.000 mm bemdistribuídas durante o ano
  22. 22. Distribuição EspacialAs regiões de clima tropical húmido localizam-se entre as regiões equatoriais e ostrópicos. Háextensas áreas na América do Sul, África, Sul da Ásia e Norte da Austrália.
  23. 23. Clima Tropical Seco- Clima quente com variaçõesde umidade- Temperaturas e precipitaçõessemelhantes ao clima úmido
  24. 24. Distribuição EspacialO clima Tropical Seco ocorre nas regiões envolventes aos desertos quentes.Cobrem extensasáreas na América do Norte, América do Sul, África, Ásia central e meridional eAustrália
  25. 25. Desértico Quente- Clima muito quente durante o dia,com média de 30°C, e noites comtemperaturas frias- As chuvas são raras e podem demoraranos para acontecer- A umidade do ar é muito baixa,aproximadamente de 15%.
  26. 26. Distribuição EspacialSurge sobre as latitudes dos Trópicos de Câncer e deCapricórnio, bem nafaixa das altas pressões subtropicais
  27. 27. - Climas Temperados Temperado Mediterrâneo Temperado Marítimo Temperado Continental
  28. 28. Clima Temperado Mediterrâneo- O regime térmico é irregular, comverões quentes e Invernos frescos. Aamplitude térmica anual émoderada-A chuva relativamente abundante noInverno e muito rara noVerão
  29. 29. Distribuição EspacialO clima mediterrâneo ocorre no Sul da Europa e Norte de África (em tornodo MarMediterrâneo), na Califórnia (EUA), no Chile, na parte mais meridional daÁfrica do Sul e no Sul e Sudoeste daAustrália
  30. 30. Clima Temperado Marítimo- A amplitude térmica é baixa- Chove de forma mais ou menosabundante ao longo de todo oano. Não há meses secos
  31. 31. Distribuição EspacialOcorre nos litorais dos continentes nas latitudesmédias: Noroeste dos EUA, parte meridional da América do Sul (Sul doChile e Argentina), Noroeste da Europa (desde a Galiza até aos Sul daEscandinávia, no Sudeste da Austrália e na Nova Zelândia
  32. 32. Clima Temperado Continental- Invernos muito frios e os Verões muitoquentes. A amplitude térmica anualpode ser em alguns casos superior a 30ºC- A precipitação aumenta com atemperatura,ou seja, o verão é maischuvoso. Já no Inverno,é pouco propício aocorrência de precipitação. Não hámeses secos
  33. 33. Distribuição EspacialOcorre no interior dos continentes das latitudesmédia na América do Norte, Europa e Ásia central
  34. 34. - Climas Frios Clima frio subpolar Clima frio Polar Clima de Montanha
  35. 35. Clima frio subpolar- Amplitude térmica muito elevada,temperaturas muito baixas no Inverno (Abaixodos -250ºC de média mensal). No Verão atemperatura sobe consideravelmente- A precipitação é semelhante ao do climatemperado continental, aumenta com atemperatura
  36. 36. Distribuição EspacialOcorre no interior da América do Norte e no interior da Europa e Ásia doNorte.Não existe no henisfério Sul, pois a menor quantidade de continente fazcom que só exitsta clima polarna Antártida
  37. 37. Clima Frio Polar- A amplitude térmica é a maiselevada de todos os climas (pode atingir os0ºC) , embora o Verão seja muito frio. Há casosque só ummês do ano a temperatura passa acima dos 0ºC- A precipitação aumenta coma temperatura. O Verão é mais chuvoso. Não hámeses secos.
  38. 38. Distribuição EspacialLimita-se ás regiões polares do Árctico e da Antártida. Corresponde ásregiõesmais setentrionais da América do Norte, Europa, Ásia
  39. 39. Clima Frio de Altitude- Os regimes térmicos epluviométricos são muito difíceisde definir, uma vez que estesclimas resultam do agravamentolocal das condições climáticasderivado da altitude naregião em que se inserem
  40. 40. Distribuição EspacialCoincidem com os topos das principais cadeias de montanha. São oúnico tipo de cliam que pode ocorrer nas três zonas (quente, temperada efria)
  41. 41. Fatores determinantes do clima
  42. 42. Quais são? Latitude. Altitude. Maritimidade/Continentalidade. Correntes marítimas. Massas de ar.
  43. 43. Latitude Devido a curvatura da superfície terrestre, os raios solaresincidem de maneira diferente pelo planeta. Áreas próximas a o Equador apresentam uma maiorconcentração de calor se comparadas aos pólos.
  44. 44. Altitude Quanto maior a altitude, menor a temperatura. A atmosfera é aquecida por radiação. Quanto maior a altitude, menos intensa é a radiação.
  45. 45. MaritimidadeContinentalidade Fator referente ao posicionamento de uma localidade em relação aosistema continente/oceano. Quanto mais continental, menor seu gradiente de umidade e maior aamplitude térmica.
  46. 46. Correntes marítimas Destacamos duas subcorrentes derivadas da corrente Sul-Equatorial: Guianas e Brasil. São correntes quentes. Pouca influência no clima do Brasil. Grande influência em outras áreas do planeta.
  47. 47. Massas de ar Um dos fatores mais decisivos na caracterização do climade uma dada região é a atuação das massas de ar, pois“emprestam” suas características ao tempo e ao clima doslugares por onde circulam. A origem quanto às zonasclimáticas determinará a temperatura das massas, assim,as que se formarem na zona polar serão frias e as daszonas tropical e equatorial serão quentes.
  48. 48. MUDANÇAS CLIMÁTICAS Mudanças no clima refere-se à variação do clima em escalaglobal ou dos climas regionais da Terra.
  49. 49. MUDANÇAS CLIMÁTICAS Essas variações dizem respeito as mudanças detemperatura, precipitação, nebulosidade e outrosfenômenos climáticos em relação as médiashistóricas.Essas mudanças podem ser causadas porfenômenos naturais como as atividades solares oucomo fruto da atividade humana.
  50. 50. MudançasClimáticas- CQNUMC
  51. 51. Mudança do clima e a CQNUMC O termo alterações climáticas refere-sefrequentemente apenas às mudanças no climamoderno, incluindo o aumento da temperaturamédia global na superfície da Terra, conhecidacomo aquecimento global
  52. 52. Mudanças do clima e a CQNUMC É também muitas vezes usado com a presunção deque essas alterações são causadas pela atividadehumana, como no contexto da “ConvençãoQuadro das Nações Unidas para a Mudança doClima” (CQNUMC)
  53. 53. Mudanças do clima e a CQNUMC No contexto da CQNUMC, as alterações climáticas sãodefinidas como uma mudança do clima atribuídadiretamente ou indiretamente à atividade humana quealtera a composição da atmosfera global e que emadição a variabilidade natural do clima é observadasobre longos períodos de tempo.
  54. 54. MudançasClimáticas– IPCC
  55. 55. Mudanças do clima e o IPCC Segundo o “Painel Intergovernamental sobreMudanças Climáticas” (da sigla em inglês IPCC),mudança climática é uma variação a longo prazoestatisticamente significante em um parâmetroclimático (como temperatura, precipitação ouventos) médio ou na sua variabilidade, duranteum período extenso.
  56. 56. CQNUMC
  57. 57.  "Reconhecendo que a mudança do clima da Terra e seus efeitosnegativos são uma preocupação comum da humanidade...". Éassim que começa o texto da Convenção Quadro das NaçõesUnidas Sobre Mudanças Climáticas – CQNUMC para justificar arelevância de seu teor.
  58. 58.  A CQNUMC é um tratado internacional que nasceu na Rio-92.A CQNUMC parte do pressuposto de que todo o mundo tem suaresponsabilidade na redução de emissão de gases efeito estufaentre outros, mas observa se que nem todo país é culpado peloaquecimento global.
  59. 59.  Sabendo disso a CQNUMC foi dividida em três “grupos”.
  60. 60.  Observe-se que o primeiro e segundo grupos são constituídos depaíses que carregam a obrigação e peso financeiro de reparaçãoambiental, ao passo que o terceiro açambarca nações que estãoliberadas do dever de redução, pelo menos por enquanto. Nota-se que é um tratamento desigual para desiguais na tentativa decorrigir as diferenças do mundo real.
  61. 61. IPCC – Painel Intergovernamental sobreMudanças Climáticas
  62. 62.  Criado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e pelaOrganização Meteorológica Mundial para estudar os fenômenos relacionadosàs mudanças climáticas, o Painel reúne 2.500 renomados cientistas de maisde 130 países
  63. 63.  O IPCC conta com três grupos de trabalho:
  64. 64. Aquecimento Global como Fruto da AçãoAntrópica De acordo com o IPCC o aquecimento global é inequívocoe há mais de 90% de certeza científica de que asalterações no clima são intensificadas pelas atividadeshumanas.
  65. 65.  Segundo diversos estudos, a temperatura média no planeta subiu cerca de 0,7ºC ao longo do século20.
  66. 66.  É interessante registrar que tanto as causas naturais como àquelasatribuídas às atividades humanas estão contempladas nos modelos usadospelos cientistas para reproduzir, de modo geral, a curva de evolução dastemperaturas do século 20. Verificou-se que as forças antrópicas são o fatordominante entre os anos 1970-2000. Por outro lado, se as modelagensusassem apenas as causas naturais (solar e vulcânica) o cenário provávelseria um resfriamento e não um aquecimento global.
  67. 67. A Fraude doAquecimentoGlobal

×