Your SlideShare is downloading. ×
Capitalismo  socialismo  introdução
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Capitalismo socialismo introdução

8,874
views

Published on


2 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
8,874
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
60
Comments
2
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CAPITALISMO ESOCIALISMO...algumas ideiasTexto de apoio – livro páginas362-369 GEOGRAFIA PROFESSOR LUÍS FERNANDO DE ABREU 3 ANO A
  • 2. CAPITALISMO
  • 3. CAPITALISMO – “DEFINIÇÃO”...Sistema econômico em que os meios de produção edistribuição são de propriedade privada e com finslucrativos; decisões sobre oferta, demanda, preço,distribuição e investimentos não são feitos pelo governo,os lucros são distribuídos para os proprietários queinvestem em empresas e os salários são pagos aostrabalhadores pelas empresas
  • 4. ALGUMAS CARACTERÍSTICAS...Objetivo: Lucro; Propriedade privada dos meios de produção (terra,máquinas ... e dos bens de produção -produtosfinais); Dinheiro e similares são meios de troca; Lei da oferta e procura; Predomínio do trabalho assalariado; Divisão de classes: quem possui os meios e bens deprodução e o trabalhador que vende seu trabalhoem troca de um salário!!!
  • 5. PROCESSO HISTÓRICO Passagem da Idade Média para a Idade Moderna; Renascimento urbano e comercial na Europa; Surge uma nova classe social a burguesia e também os banqueiros e cambistas; Aparecem as características primárias do sistema capitalista: lucro, acúmulo de riquezas, controle dos sistemas de produção e expansão dos negócios.
  • 6. 1ª FASE:CAPITALISMO COMERCIAL
  • 7. CAPITALISMO COMERCIAL Século XVI ao XVIII com as Grandes Navegações Fase em que a burguesia mercante começa a buscar riquezas em outras terras fora da Europa. Estes comerciantes, financiados por reis e nobres, ao chegarem à América, por exemplo, vão começar um ciclo de exploração. Colonialismo baseado nas relações mercantilistas ( balança comercial favorável, protecionismo, metalismo e monopólio)
  • 8. 2 FASE:CAPITALISMO INDUSTRIAL
  • 9. CAPITALISMO INDUSTRIAL Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra. Modificou o sistema de produção: máquina para fazer o trabalho, o dono da fábrica conseguiu aumentar o lucro, pois a produção acontecia com mais rapidez. Trabalhadores assalariados das fábricas consomem os produtos industrializados. O lucro ficava com o empresário que pagava um salário baixo pela mão-de-obra dos operários. Imperialismo ou neocolonialismo (Ásia e África). Liberalismo econômico (Adam Smith)
  • 10. CAPITALISMO INDUSTRIAL
  • 11. 3 FASE:CAPITALISMO FINANCEIRO
  • 12. CAPITALISMO FINACEIRO Inicia no século XX, sistema bancário, nas grandes corporações financeiras e no mercado globalizado. Está em pleno funcionamento até os dias de hoje. A globalização permitiu as grandes corporações produzirem seus produtos em diversas partes do mundo, buscando a redução de custos. Sistemas informatizados possibilitam a circulação e transferência de valores em tempo quase real. Bolsas de valores. Monopólios e oligopólios (cartel, truste, conglomerado e holding). New Deal /Estado Planejador (Keynesianismo) Neoliberalismo.
  • 13. (NEO)LIBERALISMO X KEYNESIANISMO
  • 14. CAPITALISMO FINACEIRO
  • 15. NOVA DIT( DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO)
  • 16. Diferente do que ocorria até pouco tempo, a nova divisãointernacional do trabalho (DIT) não se limita a separar os países em exportadores de manufaturados e exportadores de matéria-prima
  • 17. Após a 2ª Guerra Mundial muitos paísessubdesenvolvidos começaram a serfinanciados pelos países detentores docapital, ou desenvolvidos, e dessamaneira, muitas empresas passaram aespalhar filiais pelo mundo, o queacabou transformando os paísessubdesenvolvidos em exportadores deprodutos industrializados, dessa maneiraalterando as relações comerciais quepredominavam no mundo .
  • 18. Na Nova DIT a participação dospaíses pobres se dá pela produçãode manufaturas que empregampouca tecnologia, mão-de-obrabarata , em atividades insalubres epoluidoras, rejeitadas nas naçõesmais ricas. Nos países desenvolvidosa participação ocorre com aprodução de bens industriais dealto valor agregado (caros) e deserviços de apoio à produção .
  • 19. SOCIALISMO
  • 20. SOCIALISMO –CARACTERÍSTICAS... Do ponto de vista político e econômico, o comunismo seria a etapa final de um sistema que visa a igualdade social e a passagem do poder político e econômico para as mãos da classe trabalhadora. Para atingir este estágio, dever-se-ia passar pelo socialismo, uma fase de transição onde o poder estaria nas mãos de uma burocracia, que organizaria a sociedade rumo à igualdade plena, onde os trabalhadores seriam os dirigentes e o Estado não existiria.
  • 21. CONTEXTO HISTÓRICO Surgiram durante a Revolução industrial, como críticos do sistema capitalista: - Exploração do homem pelo homem (mais-valia); - Concentração de riquezas; - Chegaria ao fim, com crises econômicas(desemprego, falências, etc.) Socialistas utópicos ou românticos; Socialistas científicos ou materialistas históricos (Marx e Engels).
  • 22. SOCIALISMO PROPOSTAS:o socialismo propõe a extinção da propriedade privada dos meios de produção e a tomada do poder por parte do proletariado e controle do Estado e divisão igualitária da renda
  • 23. LUTA DE CLASSES
  • 24. ALGUMAS CARACTERÍSTICAS Socialização dos meios de produção: todas as formas produtivas, como indústrias, fazendas entre outros, passam a pertencer à sociedade e são controladas pelo Estado, não concentrando a riqueza nas mãos de uma minoria. inexistência de divisão de classes sociais: existe somente a classe trabalhadora e todos possuem os mesmos rendimentos e oportunidades. Economia planificada: corresponde a todo controle dos setores econômicos, dirigidos pelo Estado, determinando os preços, os estoques, salários, regulando o mercado como um todo.
  • 25. OUTROS TEMASProjeções cartográficas; (livropáginas: 421-424)IDJ (Índice de DesenvolvimentoJuvenil ) (livro páginas: 416-417)
  • 26. PROJEÇÕESCARTOGRÁFICASOs sistemas de projeções cartográficas foramdesenvolvidos para dar uma solução aoproblema da transferência de uma imagemda superfície curva da esfera terrestre paraum plano da carta, o que sempre vaiacarretar deformações. Os sistemas deprojeções constituem-se de uma fórmulamatemática que transforma as coordenadasgeográficas, a partir de uma superfícieesférica (elipsoidal), em coordenadas planas,mantendo correspondência entre elas.
  • 27. Projeção de MercatorNesta projeção os meridianos e os paralelos são linhas retas quese cortam em ângulos retos. Corresponde a um tipo cilíndricopouco modificado. Nela as regiões polares aparecem muitoexageradas.
  • 28. ProjeçãodePeters. Sua base também é cilíndrica equivalente, e determina uma distribuição dosparalelos com intervalos decrescentes desde o Equador até os polos, comopodemos observar no mapa a seguir.Na representação das massas continentais, temos um significativoachatamento no sentido Leste-Oeste e a deformação no sentido Norte-Sul, nafaixa compreendida entre os paralelos 60o Norte e Sul, e acima destes até ospolos, a impressão de alongamento da Terra
  • 29. Projeção cônicaProjeção cônicaNesta projeção os meridianos convergem para os polos e os paralelos sãoarcos concêntricos situados a igual distância uns dos outros. Sãoutilizados para mapas de países de latitudes médias.
  • 30. Projeção de MollweideNesta projeção os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhascurvas. Sua área é proporcional à da esfera terrestre, tendo a formaelíptica. As zonas centrais apresentam grande exatidão, tanto em áreacomo em configuração, mas as extremidades apresentam grandesdistorções.
  • 31. Projeção AzimutalEquidistante Oblíqua Centrada naCidade de São PauloNesta projeção, centrada em São Paulo, os ângulos azimutaissão mantidos a partir da parte central da projeção.
  • 32. Projeção AzimutalEquidistante PolarProjeção equidistante que tem os polos em suaporção central. As maiores deformações estão emsuas áreas periféricas.
  • 33. IDJ - Índice deDesenvolvimento JuvenilReflete a situação social eeconômica dos jovens brasileirosna faixa de 15 a 24 anos
  • 34. CRITÉRIOS QUE DEFINEM O IDJeducação (condições para o conhecimento),renda e atividades de estudo trabalho (condições para um nível de vida digno) e saúde (condições para uma vida longa e saudável).
  • 35. INDICADORES(“subcritérios”) taxa de analfabetismo de jovens; escolarização adequada; qualidade de ensino; taxa de mortalidade por causas internas; renda familiar per capita dos jovens.
  • 36. ALGUMASCONSTATAÇÕES... alta polarização na distribuição de renda no país tem gerado formas muito diferenciadas de acesso dos jovens aos serviços sociais básicos; a qualidade do acesso ao conhecimento é bastante precária: dados do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) apontam déficits significativos quanto às competências em leitura, matemática e ciências nos jovens de 15 anos. a mortalidade juvenil vem crescendo historicamente, sendo sua principal causa os fatos violentos. As limitadas condições de acesso a uma educação de qualidade e ao mercado de trabalho ampliam os contingentes de jovens sem atividade definida
  • 37. ANÁLISE COMPARATIVA – DF-AL

×