• Save
Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013

on

  • 4,448 views

Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013

Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013

Statistics

Views

Total Views
4,448
Views on SlideShare
4,448
Embed Views
0

Actions

Likes
18
Downloads
22
Comments
13

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

15 of 13 Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Se possível, agradeço desde já!

    joaothepereira@gmail.com

    Obrigado!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Os meus parabéns pela realização deste trabalho de observação, muito bem elaborado, obrigado pela partilha. Abraço
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Olá,
    tenho bastante interesse neste documento. É possível enviar-mo por mail sff.
    luis.lfmr.trainer@gmail.com

    Obrigado
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Bom dia.

    Pode enviar-me este documento?
    Tenho vários documentos sobre futebol para câmbio!
    Se puder, envie para ricardopace14@msn.com

    Obrigado.

    Preparador físico do U 20 (juniores) do Estrada Real EC.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • É possível enviar-me por email? andre_correia87@hotmail.com
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013 Analise - Sporting C.P. [Sub-17] - 2012/2013 Presentation Transcript

  • Sporting Clube PortugalCampeonato Nacional de Juvenis 2012 / 2013 1ª Fase – Série D
  • Sporting Clube Portugal Campeonato Nacional de Juvenis 2012 / 2013 1ª Fase – Série DEquipa Técnica: Treinador Principal: Luís Pedrosa Treinador Adjunto: Rui Tomé Treinador Adjunto: Hernâni Costa Treinador GR: Ricardo Leite
  • Plantel
  • Organização OfensivaEquipa organizada em 4x3x3 com 1 pivot defensivo.Saída de bola com posse de bola e procura de circulaçãopelo sector defensivo chamando o adversário.Procura de desequilíbrios pelo corredor central atravésde movimento de apoio do PL ao meio campo, arrastando odefesa para entrar o interior lado contrario nas suas costas.Laterais bastante ofensivos e com procura de overlapscom extremo.Muitos princípios de mobilidade com passe edesmarcação. Muita troca de posições e permutasmantendo sempre a organização.Movimentos de ruptura essencialmente dos interiores. PLe médio defensivo a jogar entre linhas.Transições ofensivas foram feitas de forma a manter aposse de bola com circulação pelas coberturas ofensivaspara variar para corredor lateral contrario.
  • Org. Ofensiva – Fase Construção1ª Fase de construção. Tentativa de sair pelo corredorcentral pelos interiores, muita troca de posições entremédio defensivo e interiores com tentativa de colocar bolano corredor central. A partir do momento que entra nocorredor central, aumenta o ritmo de circulação da bolacom muita objectividade e progressão no terreno. Equipa que apresentou em todos os momentos possíveis sair em posse através do sector defensivo saindo ou pelo corredor central pelos interiores ou pela subida dos laterais. Fase de construção com subida do lateral, para criar espaço no corredor lateral com arrastando do defesa lateral contrário. Movimento interior no ala do lado da bola
  • Org. Ofensiva – DinâmicasDinâmica de corredor central: Apesar de jogar Dinâmica de corredor lateral: Mantendo possepouco com o apoio do PL, apresentou a solução circulando e fazendo bola chegar ao lateral, alade desiquilibrar pelo corredor central. PL baixa procura receber no pé e deixar disponível parapara devolver no interior levando DC com ele e na combinar com o interior e ir receber na frente.entra nas costas do DC o interior do lado Passando a combinação directa ou arrisca no 1x1 nocontrário sendo solicitado com passe longo. ultimo terço ou cruzamento.
  • Organização DefensivaApresentou-se com bloco alto, tentando recuperar abola ainda no meio campo ofensivo.Boa agressividade na disputa da posse de bola, einteligência aquando necessário efectuar faltas cirúrgicas.Laterais agressivos nas bolas divididas, centrais porvezes denotaram dificuldades quando PL conseguesegurar.Linha de pressão a ¾ de campo, com PL a cortar linhade passe para central contrario quando um dos dois iniciaprogressão com bola obrigando a esticar.Espaços interiores bem ocupados, com interiores afecharem bem a zona interior e médio defensivo certoquer nas coberturas defensivas quer na marcação amédio ofensivo adversário.O sector médio mostrou-se o sector mais débil naocupação de espaço quando um dos 3 jogadores éultrapassado permitindo que equipa adversária tenhasucesso, essencialmente após perda da posse de bola pornão ser muito pressionante sobre o portador.
  • Organização Defensiva É uma equipa que apesar de tentar recuperar a bola nomeio campo ofensivo e individualmente serem bastanteintensos na disputa da posse de bola, permitem espaçosentre linhas (entre sector defensivo e intermédio)permitindo transição ofensivas com regularidade ecausando perigo para própria baliza. O sector defensivodemora a a encurtar espaços para o meio campo equando o médio defensivo cai ligeiramente perto docorredor abre espaço para a equipa adversaria transitarpelo corredor central e procurar o PL como referenciapara segurar. Por outro lado, por vezes o médio defensivo fica muitojunto com o sector defensivo e aparece enorme espaçono sector intermédio ficando a equipa “partida” com osinteriores muito perto do PL e alas.
  • Esquemas Tácticos - Ofensivos Canto ofensivo batido forma curta com saída Livres laterais: Mesma organização do jogador da que nos cantos, excepção que pequena área entram 6 jogadores na área.
  • Esquemas Tácticos - Defensivos Defesa a zona com Livres laterais com duas referencias dos defesa HxH na linha corredores laterais da área ou na linha para transição da barreira. ofensiva.
  • Análise Individual - Destaques Defesa central, internacional sub-17. Jogador forte Hugo Meira na ocupação de espaços e disputa da posse de bola, forte no jogo aéreo. Médio centro, internacional sub-17. É o jogador mais importante na dinâmica da equipa, muito forte a Rafael Barbosa determinar os ritmos de jogo, excelente capacidade tecnica. Fisicamente jogador de baixa estatura. Médio ala direito e esquerdo, internacional sub-17 Lisandro Fisicamente jogador bem constituído e muito veloz. Semedo Tecnicamente evoluído, desiquilibrador, forte no 1x1. Médio ala e interior. Tecnicamente muito evoluído, Matheus com facilidade de drible e progressão no campo. Pereira Estatura media, emocionalmente perde o equilíbrio. Avançado, internacional sub-17. Jogador muito móvel, sai muito da zona de finalização para criar José Postiga espaços, tecnicamente forte. Nem sempre finaliza da melhor maneira. Pedro Ribeiro 90p.ribeiro@gmail.com 910491250 / 926161801