Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Parque Natural do Montesinho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Parque Natural do Montesinho

  • 1,467 views
Published

Trabalho realizado pela aluna nº 3, Cátia Oliveira, da turma do 1º ano do curso profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural do Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades, no âmbito da …

Trabalho realizado pela aluna nº 3, Cátia Oliveira, da turma do 1º ano do curso profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural do Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades, no âmbito da disciplina Ambiente e Desenvolvimento Rural, no módulo 8 "As Áreas Protegidas"

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,467
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  Localização Relevo Clima Hidrologia Fauna Flora Habitats naturais e povoações Património Cultural e Histórico Ponto de interesse Turístico Sugestões de atividades e dealojamento
  • 2. • O Parque Natural de Montesinho (PNM) foi criado em 1979 e situa-se anordeste Transmontano.• Tem uma dimensão de cerca de 75 mil hectares.• A serra de Montesinho é a quarta maior elevação de Portugal Continentalcom 1486 metros de altitude.• Situa-se no Alto Trás-os-Montes, nos concelhos de Bragança e Vinhais.
  • 3. Apresenta um relevo heterogéneo com:• planaltos ondulados cortados• por profundos vales encaixados
  • 4. • Sob o ponto de vista climático, a região situa-se na chamada Terra Fria Transmontana; O regime das chuvas é o mesmo em toda aárea, apresentando características mediter-rânicas de chuvas na estação fria; A pluviosidade é elevada e, de um modogeral, é maior na parte Oeste do Parque e naSerra de Montesinho;• A área também é caracterizada por invernosfrios e longos e verões curtos e quentes( 2meses secos);• A temperatura média oscila entre valores de3 a 5 ºC no mês mais frio e entre 20 a 21 ºC no mês mais quente;• A temperatura média anual é superior naparte Este do Parque mas diminui com aaltitude.
  • 5. Os rios mais importantes são:• na parte ocidental, o Mente e o Rabaçal,• na central, o Tuela e o Baceiro,• na oriental, o Sabor e o Maçãs.MenteRabaçalTuelaBaceiro Maçãs
  • 6. • O rio Sabor é um rio que nasce na serra de Gamoneda, na província de Zamora(Espanha), entra em Portugal, atravessando a Serra de Montesinho no distrito de Bragança.• Afluente da margem direita do rio Douro, passa perto da cidade de Bragança de onderecebe as águas do Rio Fervença, indo desaguar perto da Torre de Moncorvo.Comprimento-120kmNascente- Serra deMontesinhoFoz- Rio DouroPaíses- Espanha ePortugalImagens doRio Sabor
  • 7. Descrição:• Esta obra insere-se no Plano Nacional de Barragens de Elevado Potencial Hidroelétrico e entrará emfuncionamento em finais de 2013.• A FCM irá aplicar cerca de 209.500m2 de cofragem e 860.300m3 de betão na construção da Barragem e das infraestruturas.• A albufeira estende-se ao longo de 60 km, desde a zona da barragem até cerca de 5,6 km a jusante (baixa-mar)da junção do rio Maçãs com o rio Sabor, ocupando áreas dos concelhos de Torre de Moncorvo, Alfândega da Fé, Mogadouro e Macedo deCavaleiros.• A albufeira ficará compreendida entre as duas barragens, localizando-se no concelho de Torre de Moncorvo.Benefícios:• Esta albufeira duplicará a capacidade de armazenamento português de água no Douro.• O aproveitamento irá possibilitar uma melhor gestão da produção alavancada pela sua localização estratégica eque permite otimizar a produção de toda a cascata do Douro a jusante.A população é contra a construção da barragem devido aodesaparecimento de algumas aldeias e terrenos que muitos delesservem para a sua sobrevivência
  • 8. Nele existe uma extensa biodiversidade, habitando espéciescomo o:• Lobo-ibérico• Veado• Águia-real• Cegonha-negra• Toupeira-de- água Lobo-ibéricoCegonha-negraToupeira-de- águaÁguia-realVeado
  • 9. Nas altitudes mais elevadas do Parque, encontram-se numerosas espécies deplantas próprias de regiões como a• urze (Erica cinerea)• gramínea (Agrostis curtisii).Nas áreas de clima mais quente e com uma estação seca mais acentuada surgemplantas como• a esteva (Cistus ladanifer),• a gilbardeira (Ruscus aculeatus).Urze Erica Cinerea Gramínea Agrostis CurtisiiEsteva (Cistus ladanifer) Gilbardeira (Ruscusaculeatus)
  • 10. Pode-se visualizar uma grande variedade de vegetação, em conjuntos de árvores taiscomo:• sardoais,• soutos,• carvalhais,• bosques ripícolas,• estevais,• lameiros• … Souto•trovisco (Daphne gnidium),•o sanganho (Cistus salvifolius)Trovisco (Daphnegnidium)Sanganho (Cistussalvifolius)Carvalho (carvalhais)
  • 11. O Parque Natural de Montesinho apresenta uma povoação com cerca de 9 000 habitantesdistribuídos por 92 aldeias.O povoamento proto – histórico surge nas cerca de três dezenas de povoados fortificados(castros-pequenas aldeias),• implantados em castelos graníticos, nos cumes altos,• no interior de planaltos ou• nos relevos em esporão ( V fechado)O território destes povoados abrange uma diversidade de recursos naturais que permite aosseus habitantes,• reunir as melhores condições para a prática de uma economia agrosilvo- pastoril.(Muitas destas casas acabam por ser reconstruidas podendo,muitas delas serem pontes de interesse turístico nesta região)
  • 12. O processo de romanização implicou mudanças estruturais.Alguns dos antigos castros foram abandonados,• surgindo uma rede diversificada de habitats.As atividades agrícola e mineira são importantes nestes povoados.
  • 13. • Tradições“ A Festa dos Rapazes”Esta festa realiza-se em 26 de Dezembro ou 06 de Janeiro onde os rapazes percorrem apovoação mascarados e vestidos com fatos felpudos de cores variadas, simbolizando apassagem da puberdade.“ A Fraga dos Mouros”Lenda que diz que indo pela ponte velha se via uma moura a pentear-se com um pente de ouro
  • 14. De entre as várias freguesias abrangidas pelo Parque de Montesinho, destacam-se:• capela de S. Sebastião (localização- Rua S. Sebastião em Bragança) ;• os moinhos;• a Atalaia de Candaira (castelo) - (localiza-se na freguesia de Baçal no concelho de Bragança)• fontes tradicionais;• Igejas ,como por exemplo a de Montesinho• Museus etnográficos , como o Dr. Belarmino Afonso ( localiza-se Rua Doutor Herculano daConceição em Bragança)Igreja deMontesinhoMuseu Dr. BelarminoAfonsoCastelo- Atalaia de Candaira
  • 15. A lorga de Dine localiza-se Rua da Igreja no concelho de Vinhais .É uma cavidade funerária, ocupada durante o Calcolítico e a Idade do Bronze, que poderárevelar-se uma importante chave interpretativa da ocupação deste território durante aPré – História.Domus municipalis ergue-se no largo de S. Tiago, em Cidadela-BragançaO monumento é constituído por duas peças distintas, dois elementos bem separados notempo:• o pelourinho (coluna de fuste liso e coroamento)• e uma figura zoomórfica protohistórica, um berrão.Desta junção resultou um conjunto arquitetónico, original e de grande valor simbólico.
  • 16. Parque da Quinta da BraguinhaLocaliza-se na Avenida das Forças Armadas em Bragança.Inaugurado em 2002, este espaço foi projetado pelo Arquiteto JoãoRibeiro, ocupando uma área de cerca de dois hectares.Divide-se em cinco zonas de vegetação e espaços de lazer, afirmando-se como umótimo espaço para tempos livres.
  • 17. • Passeio de BTT pelo Parque Natural de Montesinho• Caminhada “ o Bico do Patelo”• Escalada- rapel-slide• Percursos perdestes ”A Caminho da Ciradelha”
  • 18. • Quinta D´Avozinha (Turismo Rural)Casa construída em 1930, tendo mais tarde sido alargada.Está situada na pequena aldeia de Cabeça Boa, numa encosta virada para sulcom vista panorâmica sobre o rio Sabor.• Casa do Pomar (Casa de Campo)Casa construída em xisto e madeira, restaurada segundo a traçatradicional transmontana, localizada na aldeia de Gondesende.
  • 19. • Hotel IBIS (Hotel **)Situado no centro da cidade, com acesso direto ao IP4.• Cepo Verde (Parque de Campismo **)Localizado junto à aldeia de Gondesende em pleno Parque Natural de Montesinho numlocal calmo, com sombra natural de castanheiros e com uma vista fantástica. Compiscina, Snack-bar, campo de jogos e loja tradicional.
  • 20. • GastronomiaAssenta essencialmente nos enchidos regionais (o fumeiro), encontrando-se o presunto eas alheiras (também designadas de tabafeias), o salpicão e o butelo…De entre os pratos típicos salientam-se:• a posta mirandesa ( naco de vitela )• o cabrito de Montesinho,• o cozido e a feijoada à transmontana• as trutas• os caldos de perdiz• a sopa de coelho bravo• o javali à transmontana• …Posta mirandesaJavali á trasmontanaEnchidos
  • 21. Trabalho elaborado por:Cátia Vanessa Gonçalves Oliveira Nº03 10ºTARDisciplina: ADRMódulo 08- Áreas ProtegidasAgrupamento de escolas de Oliveira de Frades 2012-2013Professor: Pedro Peixoto