O Porto de Lisboa

1,522 views
1,847 views

Published on

Trabalho de Geografia sobre o porto marítimo de Lisboa elaborado pela Débora e Romana, alunas do 10ºD do Agrupamento de Escolas de Moimenta da Beira no ano lectivo 2013/2014

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,522
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,074
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Porto de Lisboa

  1. 1. O porto de Lisboa Trabalho elaborado por: • Débora Pereira, nº6/10ºD • Romana Sá Gomes, nº18/10ºD
  2. 2. O Porto de Lisboa  O Porto de Lisboa é um grande porto europeu de orientação atlântica, com um papel importante do comércio internacional e nos principais circuitos de cruzeiros;  É líder nacional no movimento de navios e ocupa o 1º lugar no ranking nacional de movimentação de carga contentorizada e de granéis sólidos agro-alimentares;  Tem registado ao longo dos anos um crescimento em todos os seus negócios.
  3. 3. Localização  Está entre o Rio Tejo e o Oceano Atlântico situado numa bacia líquida (abrigada e profunda);  As suas características oferecem as melhores condições de navegação (tanto aos navios de grande porte como a qualquer modalidade do desporto náutico);  O posicionamento geoestratégico da costa portuguesa abre possibilidades de captação de tráfegos transatlânticos directos, sendo também um grande porto europeu de orientação atlântica.
  4. 4. Acessibilidades (marítimas)  O estuário do Rio Tejo oferece ao Porto de Lisboa excelentes condições de navegação;  O tráfego fluvial permite o transporte de mercadorias entre as duas margens do estuário bem como ao longo de uma parte significativa do próprio Rio Tejo.
  5. 5. Acessibilidades (rodoviárias)  O transporte rodoviário realiza-se a partir da cintura interna portuária existente na margem Norte do Tejo;  Na margem Sul as mercadorias transitam através de diversas vias rápidas que aproximam os terminais das principais auto- estradas nacionais.
  6. 6. Acessibilidades (ferroviárias)  Os principais acessos ferroviários que servem o Porto de Lisboa são a Linha do Norte (na margem Norte do Rio Tejo) e a Linha do Sul e Sueste (na margem Sul) para aceder ao Algarve;  O acesso do Porto de Lisboa aos restantes países do Continente Europeu é feito por via da Linha do Norte para alcançar o Noroeste espanhol, da Linha da Beira Alta para chegar ao Centro e ao Norte de Espanha e ao resto da Europa pelo ramal de Cáceres com ligação directa à Estremadura espanhola e a Madrid.
  7. 7. Acessibilidades (outros aspectos)  O porto de Lisboa está integrado na rede rodoferroviária da região de Lisboa;
  8. 8. Atividade portuária (estatísticas)  Consultámos as estatísticas fornecidas pelo Portal do Porto de Lisboa direcionadas para os navios. Num período de tempo de um ano (entre 2012 e 2013) obtemos os seguintes resultados:
  9. 9. Atividade portuária (estatísticas) Continuação Concluímos assim, com base nos dados fornecidos, que:  Navios entrados:  Ocorreu um aumento de 48 navios nas entradas nacionais;  O mesmo sucedeu nas entradas estrangeiras, com um aumento de 135 navios.  Com uma diferença total de 183 navios.  GT:  Nos caso dos nacionais, deu-se um aumento no valor de 142675;  Nos estrangeiros, um aumento de 4865482;  No total, com uma diferença de 5008157 GT. É visível um aumento em ambas as categorias.
  10. 10. O porto de Lisboa FIM

×