Bullying

38,186 views
37,456 views

Published on

Trabalho realizado por quatro alunas do 7ºD da Escola Sec./3 de Latino Coelho, em Lamego, para Área de Projecto

0 Comments
20 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
38,186
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
685
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
20
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bullying

  1. 1. Casos reais de Bullying
  2. 2. O Bullying <ul><li>O Bullying é um termo utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica repetidos, com o objectivo de intimidar ou agredir uma pessoa incapaz de se defender. </li></ul>
  3. 3. BULLYING São os alunos mais velhos que praticam o Bullying e os mais novos são as vítimas. Os alunos que praticam o Bullying têm, geralmente, mau ambiente familiar. Pretendem chamar a atenção que não têm em casa. Descarre-gam a sua raiva sobre as vítimas. A vigilância não é suficiente. Bullying
  4. 4. Comportamento do Agressor <ul><li>Agressivo e negativo; </li></ul><ul><li>Pratica o Bullying repetidamente; </li></ul><ul><li>Desequilíbrio de poder. </li></ul>
  5. 5. Bullying Directo <ul><li>É praticado entre pessoas do sexo masculino. </li></ul><ul><li>Ataques físicos repetidos contra uma pessoa. </li></ul><ul><li>Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando a vítima para seguir as ordens. </li></ul><ul><li>Chantagem. </li></ul>
  6. 6. Bullying Indirecto <ul><li>Bullying indirecto é a forma em que agressore s do sexo feminino praticam o bullying. </li></ul><ul><li>Forçam a vítima ao isolamento social. </li></ul><ul><li>Espalham comentários maldosos. </li></ul><ul><li>Intimidando outras pessoas que convivam com a vítima. </li></ul><ul><li>Criticando o modo de vestir ou outros aspectos físicos. </li></ul>
  7. 7. Casos reais de Bullying <ul><li>«Casos de &quot;Bullying&quot; continuado já </li></ul><ul><li>levaram à morte de jovens em Portugal. […] </li></ul><ul><li>um desses casos ocorreu ainda este ano, </li></ul><ul><li>embora, tal como outros, não tenha sido </li></ul><ul><li>assumido como tal, ou seja, um caso </li></ul><ul><li>extremo de abuso sistemático de poder e de </li></ul><ul><li>intimidação.» </li></ul><ul><li>22 de Maio de 2006, Diário de Notícias </li></ul>
  8. 8. Exemplos de Casos Reais de Bullying <ul><li>Gislaine, uma menina de oito anos, andava a faltar frequentemente à escola. Quando aparecia, chorava muito e dizia que tinha dores de cabeça. Certo dia, alguns alunos procuraram a professora e disseram que a rapariga estava a sofrer ameaças. Tinha de dar as suas coisas a outra aluna, ou então seria apanhada e cortada com um estilete. </li></ul><ul><li>Chantagem. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Carlos foi vítima de bullying por alguns colegas durante muito tempo, porque não gostava de futebol. Era ridicularizado constantemente, sendo chamado de homossexual nas aulas de educação física. Isso ofendia-o de sobremaneira, levando-o a pensar em suicidar-se e a matar muitos colegas da escola. </li></ul><ul><li>Comentários maldosos; </li></ul><ul><li>Crítica dos seus gostos; </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Hernâni, mesmo tendo uma mulher e cinco filhos, era o alvo das brincadeiras e piadas dos colegas, apenas por costumar estar quieto, inofensivo e à parte, a comer o seu almoço e a não participar nas brincadeiras que se fazia após ele. </li></ul><ul><li>Crítica dos seus gostos; </li></ul><ul><li>Isolamento social. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>«— Tudo bem, Snivellus ? (…) </li></ul><ul><li>Era evidente que o Snape não era popular . </li></ul><ul><li>— Deixem-no em paz. (…) Que foi que ele vos fez? </li></ul><ul><li>— Bem, é mais o facto de ele existir (…) </li></ul><ul><li>(…) Snape estava suspenso no ar, de cabeça para baixo, com o </li></ul><ul><li>manto a tapar-lhe o rosto, revelando umas pernas magricelas (…) </li></ul><ul><li>e umas cuecas acizentadas. </li></ul><ul><li>Muitos dos presentes deram vivas (…) e partiram-se a rir . </li></ul><ul><li>— Quem quer ver-me tirar as cuecas ao Snivelly ?» </li></ul><ul><li>“ Harry Potter e a Ordem da Fénix”- J.K.Rowling </li></ul>
  12. 12. Perguntas do Inquérito <ul><li>Ouviste falar, este ano lectivo, de algum </li></ul><ul><li>caso de bullying a nível nacional? </li></ul>100% TOTAL 28% Não 72% Sim Frequência Relativa nº de alunos (em %) Respostas
  13. 14. Perguntas do Inqérito 2. Já foste vítima de Bullying? 100% TOTAL 91% Não 9% Sim Frequência Relativa nº de alunos (em %) Respostas
  14. 15. Sim Não Já foste vítima de Bullying?
  15. 16. Perguntas do Inquérito <ul><li>3. Se sim, quando? </li></ul>100% TOTAL 75% Noutro ano lectivo, noutra escola 25% Noutro ano lectivo, nesta escola 0% Este ano lectivo Frequência Relativa nº de alunos (em %) Respostas
  16. 18. Perguntas <ul><li>O que entendes por Bullying? </li></ul><ul><li>R: Bullying é violência física ou psiocológica repetitiva entre um (ou mais) agressore(s) e uma (ou mais) vítima(s). </li></ul>
  17. 19. Perguntas 2. O que entendes por Bullying Directo? 3. O que entendes por Bullying Indirecto?
  18. 20. Bullying Directo <ul><li>É praticado entre pessoas do sexo masculino. </li></ul><ul><li>Ataques físicos repetidos contra uma pessoa. </li></ul><ul><li>Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando a vítima para seguir as ordens. </li></ul><ul><li>Chantagem. </li></ul>Bullying Indirecto <ul><li>Bullying indirecto é a forma em que agressore s do sexo feminino praticam o bullying. </li></ul><ul><li>Forçam a vítima ao isolamento social. </li></ul><ul><li>Espalham comentários maldosos. </li></ul><ul><li>Intimidando outras pessoas que convivam com a vítima. </li></ul><ul><li>Criticando o modo de vestir ou outros aspectos físicos. </li></ul>

×