Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro

  • 8,089 views
Uploaded on

Integrantes: Bruno Almeida Pimentel, Dione Petterson Taveira Moreira, Lorran Coelho Ribeiro de Faria, Ludmilla Lara Gusmão, Pedro Martins Godoy. Orientadora: Professora Sandra

Integrantes: Bruno Almeida Pimentel, Dione Petterson Taveira Moreira, Lorran Coelho Ribeiro de Faria, Ludmilla Lara Gusmão, Pedro Martins Godoy. Orientadora: Professora Sandra

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
8,089
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
85
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. OS IMPACTOS DAS OLIMPÍADAS RIO 2016 NO MERCADO BRASILEIRO
    Alunos: Bruno Almeida Pimentel
    Dione PettersonTaveira Moreira
    Lorran Coelho Ribeiro de Faria
    Ludmilla Lara Gusmão
    Pedro Martins Godoy
    Orientadora:Profª. Sandra Borges
  • 2. TRABALHO INTERDISCIPLINAR
    FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS - FACISA
    CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA
    Curso:Comunicação Social – Publicidade e Propaganda – Manhã 3º Período
    Disciplinas: Métodos e Processos de Pesquisa, Psicologia, Semiótica, História Política Internacional Contemporânea, Consumo e Mercado
  • 3. Estrutura da Apresentação
    •Cenário
    • Problema
    • Justificativa
    • Objetivos
    • Referencial Teórico
    • Metodologia
    • Conclusão
    • Recomendações
  • 4. Cenário
    •A cidade do Rio de Janeiro, foi eleita a sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Entretanto, é de conhecimento geral, que a cidade do Rio de Janeiro enfrenta enormes problemas que precisam ser solucionados, ou no mínimo, amenizados.
    • A melhoria de estádios, segurança, patrimônios públicos, turismo e sua rede hoteleira, lazer e entretenimento tornam-se necessárias. É a oportunidade que o país tem de mostrar mundialmente seu potencial.
  • 5. Problema de Pesquisa
    Quais serão os impactos das Olimpíadas 2016 sobre o mercado brasileiro?
  • 6. Justificativa
    Justifica-se a escolha de uma análise das oportunidades no mercado brasileiro no cenário das Olimpíadas Rio 2016, por existir um interesse em nos pré-programar para novos desafios e entender como um evento mundial pode influenciar todos os sistemas existentes em um estado, como o Rio de Janeiro.
  • 7. Objetivos
    Objetivo Geral
    Analisar quais serão os benefícios que as Olimpíadas Rio 2016 trarão para o mercado brasileiro.
  • 8. Objetivos Específicos
    •Verificar a capacitação profissional, competências e habilidades que serão desenvolvidas ou aprimoradas.
    • Expor programas de incentivo realizados pelo governo e órgãos não governamentais.
    • Analisar o surgimento de novos negócios e investimentos no cenário das Olimpíadas Rio 2016.
    • Examinar a influência dos jogos olímpicos no comportamento das relações internacionais.
  • 9. Referencial Teórico
  • 10. Referencial Teórico
  • 11. Referencial Teórico
  • 12. Referencial Teórico
  • 13. Referencial Teórico
  • 14. Procedimentos Metodológicos
    Metodologia usada: Pesquisa de caráter exploratório, por meio de levantamento em fontes secundárias.
    Defesa do uso: Pela impossibilidade de realizar uma pesquisa in loco, foi feita uma pesquisa de caráter exploratório.
    Unidade de Análise: Notícias já publicadas com especulações sobre o que será investido e o que sofrerá influência com o evento em 2016.
    Instrumento de coleta de dados:Site oficial da organização das Olimpíadas 2016, artigos e notícias publicados em portaisde notícias, e informações de orgãos que estarão envolvidos, como o Ministério do Turismo.
  • 15. Conclusão
    Foi possível verificar que não só a cidade do Rio de Janeiro, mas também o Brasil será beneficiado com o acontecimento olímpico de 2016. Mesmo quase seis anos antes do início do evento, já existem grandes empresas montando planos para saber como agir e aproveitar todas as oportunidades possíveis que o evento propiciará. Além das grandes organizações, as pessoas envolvidas no sistema que engloba o evento também terão várias opções de emprego. Entretanto, é importante ressaltar que daqui quatro anos já acontecerá a Copa do Mundo outro evento mundial em nosso território que amortecerá vários fatores para as Olimpíadas 2016. Sendo assim, provavelmente o Rio de Janeiro e o Brasil estarão em melhores condições em 2016, pois já terão vivenciado experiência semelhante.
  • 16. Limitações/Recomendações
    Limitações:
    Todo o conteúdo adquirido baseia-se apenas em especulações e notícias, já que os investimentos aconteceram definitivamente nos próximos anos.
    Sugestões/Recomendações:
    O ideal seria a realização de uma pesquisa na cidade do Rio de Janeiro, junto aos orgãos diretamente envolvidos com a organização dos eventos, após o acontecimento da Copa do Mundo de 2014. Dessa forma, seria mais evidente quais serão as marcas que o mercado brasileiro irá sofrer e quais os problemas que devem ser resolvidos.
  • 17. Referências
    AGÊNCIA BRASIL. Empresas alemãs querem investir em infraestrutura para a Copa e nas Olimpíadas do Brasil. Desenvolvido por Empresa Brasil de Comunicação. Disponível em: <http://www.agenciabrasil.gov.br/?q=node/1918>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    AGÊNCIA BRASIL. Turismo: ministério quer expandir malha aérea e rede hoteleira do Nordeste. Desenvolvido por Empresa Brasil de Comunicação. Disponível em: <http://www.agenciabrasil.gov.br/?q=node/441>. Acesso em: 20 mar. 2010.
    BENI, Mário Carlos. A política de turismo. In: TRIGO, Luiz Gonzaga Godoi (Org.). Turismo: como aprender, como ensinar. São Paulo: Senac, 2001. 120 p.
    BOM DIA BRASIL. Qual é o custo do lixo para as cidades? Desenvolvido por Globo.com. Disponível em: <http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1558256-16020,00-QUAL+E+O+CUSTO+DO+LIXO+PARA+AS+CIDADES.html>. Acesso em: 07 abr. 2010.
     
    BOM DIA RIO. Área de transporte vai ser a mais cara para os Jogos Olímpicos de 2016. Desenvolvido por Infoglobo Comunicação e Participação S.A. Disponível em: < http://rjtv.globo.com/Jornalismo/RJTV/0,,MUL1335413-9101,00.html>. Acesso em: 03 abr. 2010
  • 18. Referências
    BOURDIEU, Pierre. Sobre a Televisão, seguido de: A influência do jornalismo e Os Jogos Olímpicos. Tradução de Maria Lúcia Machado. 6. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997. p. 123-128.
     
    CONSTRUÇÃO MERCADO. As oportunidades das Olimpíadas para cada agente do setor. Desenvolvido por ContentStuff. Disponível em: <http://revista.construcaomercado.com.br/negocios-incorporacao-construcao/101/rio-2016-157720-1.asp>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    CORREIO DO BRASIL. O Esporte e os Negócios nas Olimpíadas. Desenvolvido por Correio do Brasil. Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.correiodobrasil.com.br/coluna.asp?c=159191>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    DANTAS, José Carlos de Souza. Qualidade do atendimento nas agências: uma questão de gestão estratégica. São Paulo: Roca, 2002. p. 46-47.
  • 19. Referências
    DIAS, Reinaldo. Planejamento do turismo: política e desenvolvimento do turismo no Brasil. São Paulo: Atlas, 2003. p. 29-31.
     
    DZAÍ. The Best lança curso de inglês para Copa  e Olimpíadas. Desenvolvido por Portal Uai. Belo Horizonte. Disponível em: <http://www.dzai.com.br/fvp9n/noticia/montanoticia?tv_ntc_id=29119> Acesso em: 22 mar. 2010.
     
    FONSECA, Pedro. Para o portal de notícias G1. Saiba Mais - Desafios do Rio para receber os Jogos de 2016. Desenvolvido por Globo.com. Disponível em: < http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1326777-5602,00-SAIBA+MAISDESAFIOS+DO+RIO+PARA+RECEBER+OS+JOGOS+DE.html>. Acesso em: 01 abr. 2010.
     
    H2FOZ. Turismo será um dos grandes beneficiados com olimpíadas de 2016.Desenvolvido pelo Portal H2FOZ. Foz do Iguaçu. Disponível em: <http://www.h2foz.com.br/modules/noticias/article.php?storyid=12608> Acesso em: 25 mar. 2010
  • 20. Referências
    HOTÊLIER NEWS. Copa do Mundo, Olimpíadas e a Hotelaria. Desenvolvido por Hotêlier News. Disponível em: <http://www.hoteliernews.com.br/HotelierNews/Hn.Site.4/NoticiasConteudo.aspx?Noticia=53774&Midia=1>. Acesso em: 21 mar. 2010.
     
    IDG NOW!. O que a Olimpíada de 2016 no Rio tem a dizer sobre o mercado digital brasileiro. Desenvolvido por Now!Digital Business Ltda., 2009. Disponível em: <http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/10/05/o-que-a-escolha-do-rio-como-sede-das-olimpiadas-de-2016-tem-a-dizer-sobre-o-mercado-digital-brasileiro/>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    KUAZAQUI, Edmir. Marketing Turístico e de Hospitalidade: Fonte de empregabilidade e desnvolvimento para o Brasil. São Paulo: Makron Books, 2000. p. 02-05.
     
    LUSA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DE PORTUGAL. Rio 2016 é oportunidade para empresas lusas, diz ministro. Disponível em: <http://www.agencialusa.com.br/index.php?iden=27358>. Acesso em: 20 mar. 2010.
  • 21. Referências
    MINISTÉRIO DO TURISMO. Turismo será um dos grandes beneficiados com olimpíadas de 2016. Brasília. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/200910024.html>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    MOTTA, Daniel Augusto. Sócio e Diretor Executivo da BMI. CEO da BMI Educação Executiva. Doutor em economia pelo IPE-USP. Professor da FDC, INSPER, FGV-EAESP, PUC-SP e ESPM. Em entrevista concedida à BBC Brasil. 2 de Outubro de 2009.
     
    O GLOBO. Estimativa é que Olimpíada façam números de turistas crescer 10% já em 2010. Desenvolvido por Infoglobo Comunicação e Participação S.A. Disponível em: <http://oglobo.globo.com/rio/rio2016/mat/2009/10/05/estimativa-que-olimpiadas-facam-numero-de-turistas-crescer-10-ja-em-2010-767925745.asp>. Acesso em: 23 mar. 2010
     
    PARANÁ ONLINE. Oportunidades e desafios olímpicos. Desenvolvido por Paraná Online. Disponível em: <http://www.parana-online.com.br/colunistas/3/71068/?postagem=OPORTUNIDADES+E+DESAFIOS+OLIMPICOS>. Acesso em: 20 mar. 2010.
  • 22. Referências
    PORTAL VGV. Copa 2014, Olimpíadas 2016 – Brasil 2017. Desenvolvido por Marketing SIM, 2009. São Paulo. Disponível em: <http://www.portalvgv.com.br/site/copa-2014-olimpiadas-2016-brasil-2017/>. Acesso em: 20 mar. 2010.
     
    RIO 2016. Rio 2016 incentiva projetos hoteleiros com sustentabilidade. Desenvolvido por Rio 2016, 2010. Rio de Janeiro. Diponível em: < http://www.rio2016.com/pt/Imprensa/Releases/Release.aspx?idConteudo=1128>Acesso em: 3 abr. 2010.
     
    RJTV. Dossiê para Olimpíadas 2016 prevê mudanças radicais na cidade do Rio. Desenvolvido por Globo Comunicação e Participação S.A. Disponível em: < http://rjtv.globo.com/Jornalismo/RJTV/0,,MUL1001664-9099,00.html>. Acesso em: 01 abr. 2010.
     
    SINTRECESP. Trabalhadores recebem qualificação profissional de olho nas Olimpíadas de 2016. Desenvolvido por Easy System, 2010. São Paulo. Disponível em: <http://www.sintrecesp.org.br/noticias/?id=22> Acesso em: 26 mar. 2010.
  • 23. Referências
    TEIXEIRA, Elder Lins. Gestão da qualidade em destinos turísticos. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002. p. 02-64.
     
    VIAJE AQUI. Olimpíadas de 2016 poderão impulsionar turismo no Brasil, diz Embratur. Desenvolvido por Editora Abril S.A., 2010. Disponível em: http://origin.viajeaqui.abril.com.br/noticias/olimpiadas-2016-poderao-impulsionar-brasil-como-destino-turistico-200498_comentarios.shtml?6978403> Acesso em: 20 mar. 2010.
  • 24. Muito Obrigado!