• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Laboratório Audivisual Hipermedia Aula1 01 03
 

Laboratório Audivisual Hipermedia Aula1 01 03

on

  • 1,120 views

Curso Educação e Comunicação Multimedia - ESE Santarém 2006-2007

Curso Educação e Comunicação Multimedia - ESE Santarém 2006-2007

evolução tecnológica: contexto

Statistics

Views

Total Views
1,120
Views on SlideShare
1,120
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Laboratório Audivisual Hipermedia Aula1 01 03 Laboratório Audivisual Hipermedia Aula1 01 03 Presentation Transcript

    • Escola Superior de Educação de Santarém Curso de Educação e Comunicação Multimédia Laboratório Audiovisual: Hipermédia 2007 Pedro Tavares Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Programa • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento: Desafios • A Internet como motor do desenvolvimento da Sociedade do Conhecimento • Leitura, escrita e hipertexto – Da Galáxia de Gutenberg à Galáxia de Marconi – A escrita não linear como paradigma de um novo conhecimento • Comunicação síncrona e assíncrona • Componente prática: pesquisa na web, pesquisa avançada de imagens, documentos, livros, websites educativos e padagógicos Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento: desafios Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento Knowledge societies contribute to the well-being of individuals and communities, and encompass social, ethical and political dimensions Construção, Inclusão, competências, participação, crescimento sustentado Information societies, on the other hand, are based on technological breakthroughs that risk providing little more than “a mass of indistinct data” for those who don’t have the skills to benefit from it. Dados, tecnologia, UNESCO acesso a alguns Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento • PROBLEMA: ACESSO À TECNOLOGIA: Singapura começou com • O acesso à tecnologia está crescimento económico na condicionado pelas altura da independência e alcançou uma taxa de Competências cresscimento que ultrapassou a da maioria dos grandes países ao promover o conhecimento (educação) e • O investimento na creatividade educação, na escola, tem um papel central Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento • Necessidade de forte investimento nas competências: contra a exclusão, contra a iliteracia tecnológica • Portugal com planos de Investimento na área: Livro Verde para a SI, Plano de Acção para a SI, Ligar Portugal... Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade da Informação e Sociedade do Conhecimento • A nível europeu, a Educação ao longo da vida é uma das prioridades apontadas na “Declaração de Bolonha”, o ensino superior deve adoptar medidas susceptíveis de permitir a alunos e a professores o desenvolvimento de “um sistema de formação que se inscreve numa lógica estruturante propiciadora de maior coerência entre os ciclos formativos e a aquisição de graus, constituindo uma mais valia para o desenvolvimento de projectos inscritos no quadro da formação ao longo da vida” (CCISP, 2002: 1/2). Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: Desafios “A transformação de átomos em bits criou um admirável mundo novo: o mundo digital” Nicholas Negroponte, Being Digital, 1996 Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: Desafios A geração da Internet • “Novo ecrã cognitivo – o computador” Delaunay, 2000 Ruptura geracional: • Austin Locke: “Pela primeira vez na nossa civilização as crianças educam os mais velhos. As crianças manejam melhor os computadores. Pais, professores e outros adultos procuram as crianças para pedir-lhes informação e ajuda com os computadores e com outras coisas relacionadas com eles”. • Daniel Sampaio: “A Internet fornece conhecimentos a que os mais novos chegam mais depressa porque dominam com muita mais facilidade as novas tecnologias. É assim que, em Portugal, muitos filhos estão na escola, já mais instruídos que os seus pais, saberão ainda mais coisas através da Net”. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: Desafios A geração da Internet • As crianças gostam dos computadores pois exercem sobre eles um controlo total • Esse tempo em frente ao computador pode ser activo: Leitura, investigação, de desenvolvimento de capacidades e de resolução de problemas. É tempo de análise, avaliação. É tempo de compor pensamentos e de escrita (“edutainment”): Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: Desafios A geração da Internet Trabalho e divertimento podem ser complementares (internet, jogos, tv, etc) Competências: Humanísticas Tecnológicas Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: em resumo • Definição • resulta do saber crescente através da transformação da informação em conhecimento. • Obstáculos • info-exclusão; info-fobia • Remediação • dar resposta ao novo modo de codificar e aceder à informação; criar novas formas de aprender: da pedagogia da assimilação à pedagogia da apropriação. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Sociedade do Conhecimento: em resumo • Potencialidades Pedagógicas • aprender cumulando espaços de aprendizagem; construir comunidades ricas em conteúdos e contextos; promover novos espaços de pertença para o eu solidário; desenvolver a capacidade interactiva nos hiperdocumentos; capacidade de interligar discursos. • Conceitos-chave • Sociedade da informação, aprendente; transformação, complexidade; codificação; acesso a informação; contextualização de conteúdos; construção; acção conjunta; reflexão; interactividade. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • A Internet como motor do desenvolvimento da Sociedade do Conhecimento Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet Evolução 1968 ...As Organizações e a Rede • A Internet é uma rede baseada num conjunto de conceitos e tecnologias com origens em meados dos anos 60 e 70 a partir de redes militares (ARPANET) • Conceitos e tecnologias que só nos últimos dez anos, se tornaram amplamente disponíveis • A Internet não foi desenhada para suportar negócios. Está a evoluir a montante e jusante da cadeia de valor e de forma interactiva com as suas várias camadas (transmissão, aplicações, serviços e interfaces) para que a tal realidade se possa adaptar com sucesso. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet 1968-1994 - Acesso aos “Insiders” • Acesso à Internet em meios restritos: Universidades, Centros de Investigação Técnológica, Grandes Empresas de Equipamento e Software • Terminais “Caracter Based” • Poucos serviços disponíveis (E- Mail, Gopher, Archie, FTP) •Terminais “Caracter Based” - Partilhados •Sistemas Centralizados • Acesso altamente orientado aos •Soluções Fechadas e Proprietárias perfis técnicos e cientifícos •Acesso Dialup Analógico de Baixo dos utilizadores. Débito (2.4 e 9.6 / 14.4 k) Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet 1968-1994 - Acesso aos “Insiders” • Ambiente de acesso em torno do “campus” universitário ou dos laboratórios de investigação e desenvolvimento. As interligações eram feitas intra-comunidade de origem da rede • Acessos remotos ou domésticos escassos dada a inexistência ou escassez de computadores pessoais e de infraestruturas “públicas” de acesso. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet 1968-1994 - Acesso aos “Insiders” 1991-1992 - Aparecimento da World Wide Web • Tim Berners Lee World-Wide Web: The Information Universe ,1992 • “… A web of links and indexes …” [1990-91] HTML [Hypertext Markup Language] is an application of ISO Standard 8879:1986, "Information Processing Text and Office Systems; Standard Generalized Markup Language" (SGML). The HTML Document Type Definition (DTD) is a formal definition of the HTML syntax in terms of SGML. Source: www.rfc-editor.org 1993-1995 • Os avanços de interface com o browser gráfico MOSAIC Lançamento da v.1.0 em Novembro de 1993 • HTML 2.0, RFC1866, Novembro de 1995 Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet Acesso doméstico aos “Outsiders” Banda Estreita – O Modem 1995 a 2000 Dois factores para a abertura em crescendo da rede ao acesso doméstico: • a generalização e acessibilidade a computadores pessoais (PC) ; • os interfaces baseados em hiperligações e com suporte e, ambiente gráficos. Terminais “PC – Personal Computer” WWW e E-Mail A importância do “browser”. Redes Abertas A importância do “modem”. Open Standards Os primeiros ISP: Internet Service Dialup Analógico e Digital Provider. 28k, 32k, 56k a 64 k Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet Acesso doméstico aos “Outsiders” Migração para banda Larga • 2000-? • Migração para Banda larga (Cabo, ADSL, Powerline, UMTS) com velocidades de transferência 10 a 15 vezes superiores aos “dial up” analógicos ou digitais. • Novas tecnologias e dispositivos: Wi-Fi, Wi-Max, SmartPhones, PDA’s... • Multiplicação de conteúdos: www como negócio, base de trabalho, plataforma de aprendizagem, partilha de informação, relacionamento interpessoal... Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet Algumas Estatísticas WORLD INTERNET USAGE AND POPULATION STATISTICS Usage Population Population Internet Usage, % Population Usage World Regions Growth ( 2006 Est.) % of World Latest Data ( Penetration ) % of World 2000-2005 Africa 915,210,928 14.1 % 22,737,500 2.5 % 2.2 % 403.7 % Asia 3,667,774,066 56.4 % 364,270,713 9.9 % 35.7 % 218.7 % Europe 807,289,020 12.4 % 290,121,957 35.9 % 28.5 % 176.1 % Middle East 190,084,161 2.9 % 18,203,500 9.6 % 1.8 % 454.2 % North America 331,473,276 5.1 % 225,801,428 68.1 % 22.2 % 108.9 % Latin America/Caribbean 553,908,632 8.5 % 79,033,597 14.3 % 7.8 % 337.4 % Oceania / Australia 33,956,977 0.5 % 17,690,762 52.9 % 1.8 % 132.2 % WORLD TOTAL 6,499,697,060 100.0 % 1,018,057,389 15.7 % 100.0 % 182.0 % NOTES: (1) Internet Usage and World Population Statistics were updated for December 31, 2005. (2) CLICK on each world region for detailed regional information. (3) Demographic (Population) numbers are based on data contained in the world-gazetteer website. (4) Internet usage information comes from data published by Nielsen//NetRatings, by the International Telecommunications Union, by local NICs, and other other reliable sources. (5) For definitions, disclaimer, and navigation help, see the Site Surfing Guide. (6) Information from this site may be cited, giving due credit and establishing an active link back to www.internetworldstats.com. ©Copyright 2006, Miniwatts Marketing Group. All rights reserved. Fonte: Internet World Stats Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Evolução da Internet Algumas Estatísticas Top Ten Languages Used in the Web ( Number of Internet Users by Language ) World Population Internet Internet Growth TOP TEN LANGUAGES Internet Users, % of all 2006 Estimate Penetration for Language IN THE INTERNET by Language Internet Users for Language by Language ( 2000 - 2005 ) English 311,241,881 30.6 % 1,125,664,397 27.6 % 126.9 % Chinese 132,301,513 13.0 % 1,340,767,863 9.9 % 309.6 % Japanese 86,300,000 8.5 % 128,389,000 67.2 % 83.3 % Spanish 63,971,898 6.3 % 392,053,192 16.3 % 163.8 % German 56,853,162 5.6 % 95,982,043 59.2 % 106.0 % French 40,974,005 4.0 % 381,193,149 10.7 % 235.9 % Korean 33,900,000 3.3 % 73,945,860 45.8 % 78.0 % Portuguese 32,372,000 3.2 % 230,846,275 14.0 % 327.3 % Italian 28,870,000 2.8 % 59,115,261 48.8 % 118.7 % Russian 23,700,000 2.3 % 143,682,757 16.5 % 664.5 % TOP TEN LANGUAGES 810,484,459 79.6 % 3,971,639,798 20.4 % 150.5 % Rest of World Languages 207,572,930 20.4 % 2,528,057,262 8.2 % 453.9 % WORLD TOTAL 1,018,057,389 100.0 % 6,499,697,060 15.7 % 182.0 % (*) NOTES: (1) Internet Top Ten Languages Usage Stats were updated on December 31, 2005. (2) Internet Penetration is the rati o between the sum of Internet users speaking a language and the total population estimate that speaks that specific language. (3) The most recent Internet usage information comes from data published by Nielsen//NetRatings, International Telecommunications Union, Computer Industry Almanac, and other reliable sources. (4) World population information comes from the world gazetteer web site. (5) For definitions and navigation help, see the Site Surfing Guide. (6) Stats may be cited, stating the source and establishing an active link back to Internet World Stats. ©Copyright 2006, Miniwatts Marketing Group. All rights reserved. Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Programa • Leitura, escrita e hipertexto – Da Galáxia de Gutenberg à Galáxia de Marconi – A escrita não linear como paradigma de um novo conhecimento • Comunicação síncrona e assíncrona Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • O hipertexto • A escrita hipertextual subverte alguns dos fundamentos do ensino e da aprendizagem tradicional Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • O hipertexto e o pensamento não linear • Mas já possuímos essa aprendizagem! O pensamento rege-se por uma estrutura não linear: A cognição é essencialmente organizada como uma rede semântica de conceitos dinamicamente ligados entre si por associações Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • O hipertexto e o pensamento não linear • O hipertexto emula o funcionamento do cérebro: – articula-se em segmentos não lineares dotados de sentido próprio; – funciona através da estruturação de uma rede de conceitos; – ligações dinâmicas - conjunto de sincronias Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • O hipertexto e o pensamento não linear • A construção do hipertexto assenta sobre uma metodologia de acesso a bases de dados e gestão da informação; • O sistema hipertextual é uma base de dados específica que proporciona um modo único de aceder à informação; • O hipertexto não possui uma estrutura regular e pré-formatada, tal como as outras bases de dados; • O utilizador é livre de explorar e assimilar informação de diferentes formas; • Um sistema de hipertexto é estruturado pelo leitor Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Hipermedia Multimedia + hipertexto = hipermedia Novo papiro associações Informação consultada de forma não linear Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Hipermedia • Oferece novas possibilidades de consulta de informação • Muito para além de um gigante repositório de informação • Recursos multimedia • A base de um novo modelo de conhecimento? Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Comunicação síncrona e comunicação assíncrona Comunicação Síncrona Comunicação Assíncrona os aprendentes têm a os aprendentes comunicam possibilidade de se em espaços temporais relacionar em tempo real diferentes Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Pequeno Glossário de Tecnologias da Informação Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Recursos • Sociedade da Informação e do Conhecimento: http://www.itu.int/wsis/ http://europa.eu.int/information_society/eeurope/index_en.htm http://www.umic.pt http://www.ligarportugal.pt • História da internet e da World Wide Web: http://www.zakon.org/robert/internet/timeline/ http://en.wikipedia.org/wiki/World_wide_web http://en.wikipedia.org/wiki/Internet • Estatísticas: http://www.internetworldstats.com http://www.isc.org/index.pl?/ops/ds/ http://news.netcraft.com/archives/web_server_survey.html Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Componente prática • Alguma “ferramentas”: • Browsers, • Pesquisa, • Directórios, • Wiki, • b-on, • Imagens: Google Image Search, Corbis, Getty, istockphoto.com • Blogs Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • Componente prática: Pesquisa na web 1. O que significa Web-quest? 2. Quantos passageiros cabem dentro de um Boeing 737-700? 3. Que países são candidatos à organização do Euro 2012? 4. Estou no Isabella Stuart Gardner Museum, em Boston (Massachusetts, EUA), e quero ir para o American Museum of Natural History, em New York (New York, EUA). Onde posso encontrar um mapa e instruções detalhadas do caminho a seguir? 5. Que idade tem o ex-presidente Jorge Sampaio? 6. Em que museu posso encontrar as Meninas de Avignon de Pablo Picasso? 7. Onde posso encontrar uma foto de um papagaio? 8. Qual é a latitude e a longitude de Lisboa? 9. Qual a percentagem ocupada pelos oceanos em todo o planeta terra? 10. Quanto custa um bilhete para o espaço na Virgin Galactic? Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006
    • ptavares@netcabo.pt skype: pltavares2115 msn:pftavares@hotmail.com Técnicas de Comunicação Audiovisual – ESES 2006