 GEOGRAFIA DO VATICANO                                                         Coordenadas: 41° 54 10" N 12° 27 9" E     ...
Coordenadas: 41° 54 9" N, 12° 27 6" ECivitas                                        Vaticana (latim)Stato     della     Ci...
Língua oficial              Latim e italiano (de facto)Governo                     Monarquia                            ab...
¹ Antes da adopção do Euro, a moeda era a Lira italiana.      O Vaticano ou Cidade do Vaticano, oficialmente Estado da Cid...
vestígio dos muito maiores Estados Pontifícios (756-1870), que anteriormenteabrangiam a Itália central. A maior parte dest...
História                                                   Território do Vaticano de acordo com                           ...
esporadicamente durante renovações por vários papas ao longo dos séculos,aumentando sua frequência durante o Renascimento,...
As terras tinham sido doadas em 756 por Pepino, o Breve, rei dos francos.      Durante o processo de unificação da penínsu...
soberano. Partilha 3,2 km de fronteira com a Itália, mais concretamente comRoma. A defesa do país é da responsabilidade da...
Praça de São Pedro, a basílica e o obelisco, da Piazza Pio XII.Visão de 360 graus da cúpula do Vaticano e de Roma, mostran...
Terreno      A Cidade do Vaticano situa-se numa colina baixa. A colina foi chamada deVaticana (em latim: Mons Vaticanus), ...
   Ponto mais meridional: Intersecção da Via della Stazione Vaticana com a Via    di Porta Cavalleggeri (41° 54′ N 12° 27...
Fronteiras terrestres entre Vaticano e Itália      A fronteira entre Itália e Vaticano é a linha que limita os territórios...
A Basílica de São Pedro é livremente acessível pela praça. A fronteira temcinco pontos de acesso:   a porta de bronze, na...
A Guarda    Suíça e     o   seu                      tradicional uniforme.      A Cúria Romana é efetivamente o governo do...
Vaticano com a evangelização e os programas sociais que desenvolve,igualmente no mundo inteiro.      O país mantém um cana...
medida, o Aeroporto de Roma Ciampino, que serve como porta de entrada epartida para visitas internacionais do Papa.       ...
Rádio Vaticano, o Centro Televisivo Vaticano, LOsservatore Romano nãosão órgãos de Estado do Vaticano, mas da Santa Sé, e ...
FeriadosData              Nome em português          Nome local1 de janeiro      Ano novo                   Capodanno6 de ...
8 de dezembro            Imaculada Conceição         Immacolata Concezione 25 de dezembro Natal                           ...
A infraestrutura de transporte ferroviário no Vaticano consiste numaúnica estação ferroviária e em cerca de dois conjuntos...
A primeira locomotiva entrou no Vaticano em março de 1932. A estação foiaberta oficialmente no dia 2 de outubro de 1934. A...
O    portão       Estação de entrada        ferroviária                   da   Cidade                   do Vaticano       ...
Meios de comunicação                               Rádio Vaticano              Rádio Vaticano              Central da Rádi...
finalidade anunciar a mensagem cristã católica e proporcionar uma união doVaticano com as demais comunidades cristãs espal...
Esperança de Rádio de Palmas-TO e a Rede Católica de Rádio. Também éoferecida por satélite, internet e ondas curtas.      ...
Transmissões em direto        O CTV filma integralmente cerca de 130 eventos todos os anosno Vaticano (Trindades, Audiênci...
Arquivo       O CTV gera, num ambiente de temperatura controladas, uma videotecaque possui mais de 10000 cassetes de cerca...
LOsservatore Romano               LOsservatore Romano               LOsservatore Romano               Periodicidade Diaria...
Seus lemas são: unicuique suum (a cada um o seu) e no praevalebunt ("Osportões do Inferno" não prevalecerão) os quais estã...
Heliporto       Localizado em um ponto extremo do Estado do Vaticano, ele serve parafazer o translado do Papa para outras ...
MAPA DOS LIMITES DO VATICANO
Mapa dos Limites do Vaticano no Google Earth
Mapa dos Limites do VaticanoMapa dos Limites do VaticanoMapa dos Limites do Vaticano
Mapa dos Limites do Vaticano
Desenho da área do VaticanoBasílica São Pedro
Anoitecer na Basílica São Pedro no site: http://www.airpano.ru/files/Vatican/2-2Vista aérea da Basílica São Pedro no site:...
Área dos limites do Vaticano em destaque visto do Google EarthPraça de São Pedro vista do alto da Basílica
Basílica de São Pedro vista do stratocam: http://www.stratocam.com/share/1397010
 Basílica de São Pedro                                           Coordenadas: 41°547.69"N 12°2712.25"E     Basílica de Sã...
visitados Cobre uma área de 23.000 m² ou 2,3 hectares (5.7 acres) e podealbergar mais de 60 mil devotos (mais de cem vezes...
Antiga Basílica de São Pedro                                                              As traseiras da basílica        ...
Idade Média         Durante o exílio dos papas em Avignon, de 1309 a 1377, ficou muitodeteriorada e perdeu-se grande parte...
Século XVI                                    A planta de Bramante      No pontificado de Júlio II (1503 a 1513) decidiu-s...
Renascença                                                  Pintura do interior da Basílica de São                        ...
Conclusão das Obras                                                Corte esquemático e planta atuais      Mudanças na litu...
Basílica de São pedro vista                                                           do Castelo de Santo Ângelo.        G...
Obras-PrimasAlgumas obras-primas da Basílica de São Pedro:                                      A Pietà, por Michelangelo....
colocação teve lugar em 28 de setembro de 1586 e quase terminou em tragédiadevido ao peso do obelisco.Praça de São Pedro, ...
Basílica de São PedroMaquete da Basílica de São Pedro
Frente da Basílica de São Pedro sendo preparada para eventoÁrvore de Natal na Praça de São Pedro
Planta da Basílica em marrom a antigaImagem da Basílica em 1450                Imagem da Basílica no início do séc. XVIII
Maquete do VaticanoMaquete do Vaticano
Desenho com detalhes do interior da BasílicaDetalhes do interior da Basílica
Planta dos detalhes do interior da                                   BasílicaDetalhes dos limites do Vaticano    Moeda do ...
Imagem da Basílica São Pedro              Vista aérea da Basílica São PedroDesenho da Basílica São Pedro             Vista...
Biblioteca do Vaticano                                Arquivo Secreto do VaticanoVista do interior da Basílica São Pedro  ...
Imagem da Basílica São Pedro          Cúpula da Basílica São PedroImagens do museu                      Desenho da Basílic...
Catedra de São Pedro
Tesouros da Basílica de São PedroBasílica de S. Pedro no Natal de 2009
São Paulo à entrada da Basílica1 - Mosaico da Navicela de Giotto (estava na Basílica Constantina). Este temaderiva da pass...
Foto tirada bem em cima desta placa                                   redonda de porfido vermelho12 - Batistério, de Carlo...
20 - Capela do Coro, de Maderno, Bianchi, Borromini séc XVII21 - Altar da Imaculata Conceição, (pintura) Bianchi 174022 - ...
33 - Estátua de S. Longuinho, de Bernini 163534 - Estátua de St Helena, de Andrea Bolgi 1635 (Helena foi mãe do ImperadorC...
dava razão à Aristóteles, segundo o qual a Terra estava imóvel no centro doUniverso e o Sol a girava em torno.54 - Monumen...
O dragão representa o brasão da família Boncompagni, à qual pertencia o Papa.72 - Capela da Bençao Sagrada, entrar somente...
S. Pedro com a chave na mão,                                  na saída da Basílica      O ingresso na Basílica é gratuito;...
1 Bronze Portas                                                      2 Arco dos Sinos                                     ...
Basílica de São Pedro está aberto diariamente, abril-setembro 7:00-19:00;outubro-Mar 7:00-18:00A Praça - Piazza San Pietro...
8. Fonte de água papalApenas fora da colunata, contra a parede Passetto, é a fonte dos quatrotiaras. Ou você poderia usar ...
18. Vaticano Book StoreEste é o melhor lugar para comprar um livro sobre a Basílica de São Pedro. Elesoferecem uma grande ...
São João Evangelista, São Tiago, o Menor , São Bartolomeu, São Simão, SãoMatias.28. Scavi EscritórioVocê vai precisar de r...
1. Capela com Túmulo de Pio XII2. Capela de Santa Verônica 3. peribolos Clementinian4. Capela de StHelen 5. Capela Clement...
32. Túmulo do cardeal Francesco Tedeschini 33.Túmulo de Bento XV 34. Túmulodo IX Inocêncio 35.Arqueológico Sala IV 36. Arq...
Cátedra de São Pedro   A caixa de bronze que sela a cadeira de São Pedro por Bernini na Basílica de São Pedro, em Roma.   ...
no tal compartimento de bronze da autoria de Gian Lorenzo Bernini. Para se ocompreender é preciso pensar que, na altura, e...
 Túmulo de São Pedro     Fachada atual da Basílica.      Depois da crucificação de Jesus, no segundo trimestre do primeir...
da construção da primeira basílica na época de Constantino, a equipe chefiadapela arqueóloga italiana Margherita Guarducci...
chefia da criptógrafa Margherita Guarducci, uma nova pesquisa foi feita edescobriu-se que ossos foram removidos sem o conh...
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
O ESTADO DO VATICANO
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

O ESTADO DO VATICANO

11,820

Published on

O ESTADO DO VATICANO
um pouco da sua
GEOGRAFIA DO VATICANO
Meios de comunicação
Basílica de São Pedro
Tesouros da Basílica de São Pedro
Cátedra de São Pedro
Túmulo de São Pedro
Palácio Apostólico
Praça de São Pedro
Passetto di Borgo
Basílica de São João de Latrão
Basílica de Santa Maria Maior
Basílica de São Paulo Extramuros
Casa de Santa Marta
Convento Mater Ecclesiae
Obelisco do Vaticano
Museus Vaticanos
Porta Santa
Santa Sé (Cúria Romana)
BANDEIRA DO VATICANO
BRASÃO DO VATICANO
INNO E MARCIA PONTIFICALE
São Pedro
Paulo de Tarso
PAPA
Paramentos e insígnias
Brasões pessoais
Residência e competência
Decretos e documentos
Antipapas
Outros papas
Na Igreja Católica
Nas Igrejas Orientais
Cultura popular, mídia e ficção
Críticas e objeções ao papado
Pontificados por tempo de duração
OS PAPAS
Juramento Papal (catolicismo tradicionalista)
Papas Canonizados
Porque se coroavam os Papas?
Sete Papas nada Santos
Antipapa João XXIII
Chaves do Céu
HIERARQUIA CATÓLICA
CONCLAVE
Capela Sistina
Canonização
Camerlengo
Jardins do Vaticano
Castel Gandolfo
GUARDA SUÍÇA
Sé vacante

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,820
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
107
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O ESTADO DO VATICANO

  1. 1.  GEOGRAFIA DO VATICANO Coordenadas: 41° 54 10" N 12° 27 9" E Limites do Estado do Vaticano. A área do Vaticano é de 0,44 km². Ele está situado no meio da capitalitaliana, Roma. Por isso, não possui área costeira. A defesa do país é deresponsabilidade da Itália, enquanto que a segurança do Papa fica a cargoda Guarda Suíça. Área Tem uma área total de 44 hectares (0,44 km²). Fora da Cidade doVaticano, o Estado possui vários edifícios em Roma e Castel Gandolfo (aresidência de Verão do Papa) que gozam de direitos extraterritoriais. Localização Sul da Europa, num enclave de Roma (Itália).
  2. 2. Coordenadas: 41° 54 9" N, 12° 27 6" ECivitas Vaticana (latim)Stato della Città del Vaticano (italiano)Estado da Cidade do VaticanoBandeira Brasão de armasLema: não temGentílico: Vaticano(a)Localização do Vaticano (em verde escuro) no continenteeuropeu (a cinza escuro)Capital Cidade do Vaticano 41º 54N 12° 27′E
  3. 3. Língua oficial Latim e italiano (de facto)Governo Monarquia absolutaelectiva teocrática- Papa Francisco- Presidente da Giuseppe BertelloComissão PontifíciaIndependência Tratado de Latrão - Data 11 de fevereiro de 1929Área- Total 0,44 km² (233.º)Fronteira ItáliaPopulação- Estimativa de 2011 832 hab. (220.º)- Densidade 1891 hab./km² (6.º)PIB (base PPC)- Total US$ 333 milhões (179.º)- Per capita US$ 416 milMoeda Euro¹ (EUR)Fuso horário CET (UTC+1)- Verão (DST) CEST (UTC+2)Clima MediterrâneoOrg. internacionais União Latina(observador) ONU (observador)Cód. ISO VATCód. Internet .vaCód. telef. +39Website governamental www.vatican.va
  4. 4. ¹ Antes da adopção do Euro, a moeda era a Lira italiana. O Vaticano ou Cidade do Vaticano, oficialmente Estado da Cidade doVaticano (italiano: Stato della Città del Vaticano), é a sede da Igreja Católica euma cidade-Estado soberana sem costa marítima cujo território consiste deum enclave murado dentro da cidade deRoma, capital da Itália. Comaproximadamente 44 hectares (0,44 km²) e com uma população de pouco maisde 800 habitantes, é o menor país do mundo, tanto por população quanto porárea. A Cidade do Vaticano é uma cidade-Estado que existe desde 1929. Édistinta da Santa Sé, que remonta ao Cristianismo primitivo e é a principal séepiscopal de 1,142 bilhão de Católicos Romanos (Latinos e Orientais) de todo omundo. Ordenanças da Cidade do Vaticano são publicados em italiano;documentos oficiais da Santa Sé são emitidos principalmente em latim. As duasentidades ainda têm passaportes distintos: a Santa Sé, como não é um país,apenas trata de questões de passaportes diplomáticos e de serviço; o estado daCidade do Vaticano cuida dos passaportes normais. Em ambos os casos, ospassaportes emitidos são muito poucos. O Tratado de Latrão, de 1929, que criou a cidade-Estado do Vaticano, adescreve como uma nova criação (preâmbulo e no artigo III) e não como um
  5. 5. vestígio dos muito maiores Estados Pontifícios (756-1870), que anteriormenteabrangiam a Itália central. A maior parte deste território foi absorvido pelo Reinode Itália em 1860 e a porção final, ou seja, a cidade de Roma, com uma pequenaárea perto dele, dez anos depois, em 1870. A Cidade do Vaticano é um Estado eclesiástico ou sacerdotal-monárquico, governado pelo bispo de Roma, o Papa. A maior parte dos funcionários públicossão todos os clérigos católicos de diferentes origens raciais, étnicas e nacionais.É o território soberano da Santa Sé(Sancta Sedes) e o local de residência doPapa, referido como o Palácio Apostólico. Os papas residem na área, que em 1929 tornou-se Cidade do Vaticano,desde o retorno de Avignon em 1377. Anteriormente, residiam noPalácio deLatrão na colina Celio no lado oposto de Roma, local que Constantino deuao Papa Milcíades em 313. A assinatura dos acordos que estabeleceram o novoestado teve lugar neste último edifício, dando origem ao nome Tratado de Latrão,pelo qual é conhecido. Etimologia O nome "Vaticano" é anterior ao Cristianismo e vem do latim MonsVaticanus, ou seja, o Monte Vaticano. A raiz da palavra "Vaticano" é derivada dolatim "vates", que significa "vidente, adivinho", que por sua vez é uma palavraemprestada do etrusco. Na verdade, a Colina do Vaticano foi a casados vates muito antes da Roma pré-cristã. Vaticanus, também conhecidocomo Vagitanus, era um deus etrusco, que "abria a boca do recém nascido paraque ele pudesse dar o primeiro grito, o primeiro choro", e seu templo foiconstruído no antigo local de Vaticanum. Era também o nome de uma das setecolinas de Roma onde se erguia o Circo de Nero. Lá São Pedro foi martirizado esepultado para proclamar a sua devoção a Jesus Cristo.
  6. 6. História Território do Vaticano de acordo com o Tratado de Latrão. Nesta área originalmente desabitada (o Ager Vaticanus), do lado opostodo Rio Tibre na cidade deRoma, Agripina (14 a.C. - 18 de outubro de 33 d.C.)drenou o morro e arredores e construiu seus jardins no início da século I d.C.. O imperador Calígula (37-41) iniciou a construção de um circo (40 d.C.),que mais tarde foi completada por Nero, o Circus Gaii et Neronis, mais conhecidosimplesmente como o Circo de Nero. O obelisco do Vaticano foi originalmente tomado por Calígula a partirde Heliópolis, Egito, para decorar a coluna de seu circo e é, portanto, o seu últimovestígio visível. Esta área se tornou o local do martírio de muitos cristãos, depoisdo Grande incêndio de Roma, em 64 d.C. A tradição antiga afirma que foi nessecirco que São Pedro foi crucificado de cabeça para baixo. Em frente ao circo havia um cemitério, sendo separados pela Via Cornelia.Monumentos funerários, mausoléus e túmulos, bem como pequenos altares adeuses pagãos de todos os tipos de religiões politeístas, eram construídos até aconstrução da Basílica de Constantino de São Pedro, na primeira metade doséculo IV. Os vestígios desta antiga necrópole foram trazidos à luz
  7. 7. esporadicamente durante renovações por vários papas ao longo dos séculos,aumentando sua frequência durante o Renascimento, até que foramsistematicamente escavadas porordem de Papa Pio XII entre1939-1941. Cidade do Vaticano * Em 326, a primeira igreja, Património Mundial da UNESCOa Basílica de Constantino, foiconstruída sobre o local onde osprimeiros católicos romanos(desde o primeiro século da eracristã), bem comoarqueólogos italianos, afirmamque foi o túmulo de São Pedro,enterrado em um cemitério Vista da Praça de São Pedro do topo dacomum no local. A partir de então cúpula de Michelangeloa área começou a se tornar mais País Estado da Cidade dopopulosa, mas a maioria apenas Vaticanopor habitações ligadas à atividadede São Pedro. Tipo Um palácio foi construído Critérios (i)(ii)(iv)(vi)próximo ao local da basílica já no Referência 286principio do século VI, durante opontificado de Papa Símaco, que Região**foi papa no período de 498-514. Coordenadas Cidade do Vaticano, Estado da Cidade do Durante um período de Vaticanoquase mil anos, que teve início noimpério de Carlos Histórico de inscriçãoMagno noséculo IX, os papas Inscrição 1984 (8ª sessão)reinavam sobre a maioria dosEstados temporais do centro * Nome como inscrito na lista dodapenínsula Itálica, incluindo a Património Mundial. ** Região, segundo a classificação pelacidade de Roma, e partes UNESCO.do sul da França. Pela maiorparte deste tempo o Vaticano não foi a residência habitual dos Papas, maso Palácio de Latrão, e nos últimos séculos, o Palácio do Quirinal, enquanto aresidência entre 1309-1377 foi em Avignon, na França.
  8. 8. As terras tinham sido doadas em 756 por Pepino, o Breve, rei dos francos. Durante o processo de unificação da península, a Itália gradativamenteabsorveu osEstados Pontifícios. Em 1870, as tropas do rei Vítor Emanuel II entram em Roma e incorporama cidade ao novo Estado. Em 13 de março de 1871, Vítor Emanuel II ofereceucomo compensação aoPapa Pio IX uma indenização e o compromisso de mantê-lo como chefe do Estado do Vaticano, um bairro de Roma onde ficava a sede daIgreja.[15] O papa porém, recusou-se a reconhecer a nova situação e considerou-se prisioneiro do poder laico. Além disso, proibiu os católicos italianos de votarnas eleições do novo reino. Essa incómoda questão de disputas entre o Estado e a Igreja,chamada Questão Romanasó terminou em 11 de fevereiro de 1929, quandoo Papa Pio XI assina o Tratado de Latrãocom o ditador fascista Benito Mussolini,aceitando a proposta que anteriormente havia sido negada pela papa Pio IX, peloqual a Itália reconhece a soberania da Santa Sé sobre o Vaticano, declaradoEstado soberano, neutro e inviolável. Em 12 de fevereiro de 2009 Bento XVI participou das comemorações pelo80º aniversário da fundação do Estado da Cidade do Vaticano. A RTE Orchestraacompanhada pela Our Ladys Choral Society, ambas de Dublín (Irlanda),interpretaram o oratório O Messias de Georg Friedrich Händel na "Aula Paulo VI".No final o Papa pronunciou um breve discurso dizendo que "se tratava de umpequeno território para uma grande missão". Geografia Mapa da cidade do Vaticano. A área do Vaticano é de 0,44 km², sendo o menor estado do mundo comreconhecimento internacional. Está situado no meio da capital italiana,Roma. Porisso, não possui área costeira e é um enclave, sendo um Estado independente e
  9. 9. soberano. Partilha 3,2 km de fronteira com a Itália, mais concretamente comRoma. A defesa do país é da responsabilidade da Itália, enquanto que asegurança do Papa fica a cargo da Guarda Suíça. Os edifícios e locais mais emblemáticos da Cidade do Vaticano sãoa Basílica maior de São Pedro, os Jardins do Vaticano, a Praça de São Pedro,a Capela Sistina, o Museu do Vaticano, a Biblioteca Vaticana e o PalácioApostólico. Fora da Cidade do Vaticano, o Estado possui vários edifícios emRoma e na Itália que gozam de direitos extraterritoriais, entre os quais sedestacam Castel Gandolfo (a residência de Verão do Papa) e as Basílicasmaiores de Santa Maria Maior, de São João de Latrão e de São PauloExtramuros. A cidade tem clima temperado, leve, com invernos chuvosos (de Setembroa meados de Maio) e verões quentes (de Maio a Setembro). Situa-se numa colinabaixa. A colina foi chamada de Vaticana (em latim: Mons Vaticanus), uma vez queexistia muito antes do cristianismo. O nome é suspeito de pertencer inicialmenteà língua etrusca. O ponto mais baixo é um local sem nome situado a 19 metros. Oponto mais alto é outro local não nomeado que se situa 75 metros de altitude. OVaticano não possui nenhum recurso natural. É fundamentalmente urbano e nenhuma das terras está reservada paraagricultura ou outro tipo de exploração de recursos naturais. A cidade-estadoexibe um impressionante grau de economia, nascida da necessidadeextremamente limitada, devido ao seu território. Assim, o desenvolvimento urbanoé optimizado para ocupar menos de 50% da área total, ao passo que o resto éreservado para espaço aberto, incluindo os Jardins do Vaticano. O territóriopossui muitas estruturas que ajudam a fornecer autonomia ao Estado soberano,estes incluem: linhas ferroviárias,heliporto, correios, estação de rádio, quartéismilitares, palácios e gabinetes governamentais, instituições de ensino superior,cultural e de arte, e algumas Embaixadas.Em Julho de 2007, o Vaticano aceitou uma oferta que vai torná-lo o único estadoneutro em relação ao carbono por ano, devido à doação da Floresta Climana Hungria ao Vaticano. A floresta possui tamanho suficiente para compensar asemissões de dióxido de carbono do Estado.
  10. 10. Praça de São Pedro, a basílica e o obelisco, da Piazza Pio XII.Visão de 360 graus da cúpula do Vaticano e de Roma, mostrando praticamente toda a Cidade do Vaticano. Demografia A população do Vaticano é composta por membros da Igreja, que devidoàs suas funções, residem lá. Além do Papa, residem e trabalham lá Bispos,Cardeais, Arcebispos e outros funcionários importantes da Igreja Católica (existeum número reduzido de cidadãos comuns). A maioria dos funcionários estáveis éitaliana. Um número considerável é suíço e o restante originário de diversospaíses. A religião é o catolicismo, que detém estatuto oficial. A língua oficial éo latim, embora só seja utilizado em documentos oficiais e em rituais cerimoniais.A língua falada vulgarmente é o italiano. Fronteira A Cidade do Vaticano é um estado que partilha 3,2 km de fronteira com aItália. Clima A cidade tem clima temperado, leve, com invernos chuvosos (de Setembroa meados de Maio) e verões quentes (de Maio a Setembro).
  11. 11. Terreno A Cidade do Vaticano situa-se numa colina baixa. A colina foi chamada deVaticana (em latim: Mons Vaticanus), uma vez que existia muito antes docristianismo. O nome é suspeito de pertencer inicialmente à língua etrusca. Recursos Naturais O pequeno Estado não possui nenhum recurso natural. Uso do Terreno A natureza do imóvel é fundamentalmente urbano e nenhuma das terrasestá reservada para agricultura ou outro tipo de exploração de recursos naturais.A cidade-estado exibe um impressionante grau de economia, nascida danecessidade extremamente limitada, devido ao seu território. Assim, odesenvolvimento urbano é otimizado para ocupar menos de 50% da área total, aopasso que o resto é reservado para espaço aberto, incluindo os Jardins doVaticano. O território possui muitas estruturas que ajudam a fornecer autonomiaao Estado soberano, estes incluem: linhas ferroviárias, heliporto, correios, estaçãode rádio, quartéis militares, palácios e gabinetes governamentais, instituições deensino superior, cultural e de arte, e algumas Embaixadas. Pontos Extremos do Vaticano Mapa do Estado do Vaticano Esta é a lista dos pontos extremos do Vaticano, onde estão os pontos maisa norte, sul, leste e oeste, bem como os extremos altimétricos. Ponto mais setentrional: Intersecção do Viale Vaticano e a Via Leone IV (41° 54′ N 12° 27′ E)
  12. 12.  Ponto mais meridional: Intersecção da Via della Stazione Vaticana com a Via di Porta Cavalleggeri (41° 54′ N 12° 27′ E) Ponto mais ocidental: Intersecção do Viale Vaticano e da Via Aurelia (41° 54′ N 12° 26′ E) Ponto mais oriental: borda oriental da Praça de São Pedro (41° 54′ N 12° 27′ E) Altitude Ponto mais alto: Local não nomeado com 76,2 m de altitude Ponto mais baixo: Local não nomeado com 19,2 m de altitude Edifício mais alto: Basílica de São Pedro, 138 m de altura Ambiente – Questões Atuais Em Julho de 2007, o Vaticano aceitou uma oferta que vai torná-lo o únicoestado neutro em relação ao carbono por ano, devido à doação do Vaticano daFloresta Clima na Hungria. A floresta possui tamanho suficiente para compensaras emissões de dióxido de carbono do Estado. JARDIM DO VATICANO
  13. 13. Fronteiras terrestres entre Vaticano e Itália A fronteira entre Itália e Vaticano é a linha que limita os territóriosTerrestres da Itália e do Vaticano, em Roma. Fronteira terrestre entreÉ a segunda mais curta fronteira Vaticano e Itáliainternacional terrestre do mundo no totalentre dois estados, apenas suplantadapela fronteira de Gibraltar. O território do Vaticano é definidono anexo I do tratado de Latrão de 1929.Fica na colina do Vaticano, no noroestede Roma, enclave no rione (bairro) doBorgo (burgo medieval), do qual faziaparte até 1929. Conforme o artigo 5 dotratado estipula: « A Santa Sé procuraráfechar o acesso, colocando vedações Mapa do Vaticanonas partes abertas [da fronteira], salvo Delimita: Vaticano ena Praça de São Pedro. », o traçado é o Itáliados muros primitivos que fecham acidade do Vaticano e que datam Comprimento: 3,2 km Posição: 310parcialmente do pontificado do PapaLeão IV (847-855). A leste, a fronteira Características: O Vaticano é um enclavepassa na fachada exterior das colunatasde Bernini englobando a Praça de São Criação: 11 de Fevereiro de 1929Pedro, onde a segurança em caso deincidente é responsabilidade da polícia Tratados: Tratado de Latrãoitaliana. Muro da fronteira Itália-Vaticano, visto do lado italiano. Atrás os Jardins do Vaticano.
  14. 14. A Basílica de São Pedro é livremente acessível pela praça. A fronteira temcinco pontos de acesso: a porta de bronze, na entrada do palácio pontifício; o arco dos sinos, frente à basílica; a entrada da sala de audiências, perto do palácio do Santo Ofício; a porta de Santa Ana, via di Porta Angelica; a entrada dos museus do Vaticano, na viale Vaticano, mais a norte. Política Palácio do Governo do Vaticano. O Papa, chefe de Estado eleito em um colégio de cardeaisdenominado conclave para um cargo vitalício, detém no Estado do Vaticano ospoderes legislativo, executivo e judicial, desde a criação do Vaticano pelo Tratadode Latrão, em 1929 sob o regime fascista de Mussolini. Tecnicamente é uma Monarquia eletiva, não hereditária (isto seriaimpossível, já que o Papa é celibatário). Pode-se considerar o Vaticano comouma autocracia, porque todos os poderes (executivo, legislativo e judiciário) estãoconcentrados na figura do Papa, que não possui qualquer órgão que fiscalizeseus atos como governante, e, por ser considerado sucessor de São Pedro, nãodeve prestação de contas a ninguém, considerando-o um emissáriode Deus na Terra. O termo cidade do Vaticano é referente ao Estado,enquanto Santa Sé é referente ao governo da Igreja Católica efetuado pelo Papae pela Cúria Romana.
  15. 15. A Guarda Suíça e o seu tradicional uniforme. A Cúria Romana é efetivamente o governo do Estado e a gestãoadministrativa, pelo que o seu chefe, o Secretário de Estado, tem asincumbências equivalentes às de um Primeiro-Ministro. Outros cargos políticosencontram-se sob designações diversas nos diversos órgãos da Cúria Romana. Formalmente constituído em 1929 com a configuração atual, o Estado doVaticano administra as propriedades situadas em Roma e arredores quepertencem à Santa Sé. O Estado do Vaticano, com o estatuto de observadornas Nações Unidas, é reconhecido internacionalmente e foi admitido membro depleno direito das Nações Unidas, em Julho de 2004, mas abdicou voluntariamentedo direito de voto. O Estado tem os seus próprios embaixadores ou representantes, um jornaloficial (Acta Apostolicae Sedis), uma estação de rádio, e uma força militardenominada Guarda Suíça, e uma força policial militar, denominada Corpo daGendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano. Emite autonomamente moeda(desde 2002, oeuro), selos e passaportes. A Santa Sé estabelece com muitos Estados tratados internacionais(concordatas), para assegurar direitos dos católicos ou da Igreja Católicanaqueles Estados. Muitos foram assinados quanto os Estados se laicizaram,como forma de garantir direitos para a Igreja e permitir sua existência em taispaíses. Economia A economia do Vaticano é baseada na captação de donativos dascomunidades eclesiais (igrejas) pertencentes à Igreja Católica, Apostólica eRomana no mundo inteiro. Essa arrecadação supre fundos para as despesas do
  16. 16. Vaticano com a evangelização e os programas sociais que desenvolve,igualmente no mundo inteiro. O país mantém um canal de donativos conhecido como "Óbolo de SãoPedro", no qual o doador remete os fundos diretamente ao Vaticano. Outra forma de captação de recursos é com o turismo no complexo dos"Museus Vaticanos". Não há outro lugar no mundo com tanto valor artístico eintelectual concentrado como no Arquivo Secreto do Vaticano, na BibliotecaApostólica Vaticana, e nos acervos de arte (pintura, escultura e arte sacra) dasigrejas romanas. Através de um acordo com a Itália, representando a União Europeia, aunidade monetária do Vaticano é o Euro. O Estado tem a sua própria concepçãode moedas e notas de euros, que têm aceitação na Itália e em outros paísesda Zona Euro. O Vaticano não tem uma casa de emissão própria, de forma quetenha acordado com a Itália para efectuar a cunhagem, que não pode ser superiora 1 milhão de euros anuais. Transportes Estação ferroviária do Vaticano. A Cidade do Vaticano possui uma rede de transportes razoavelmente bemdesenvolvida considerando seu tamanho. Como um país que com 1,05quilômetros de comprimento e 0,85 quilômetros de largura, que tem um sistemade transporte de pequenas dimensões, sem aeroportos ou estradas. Existeum heliporto e uma ferrovia de bitola padrão conectando-se à rede da Itália e àestação de São Pedro de Roma por uma ferrovia de 852 metros, onde apenas300 metros estão dentro do território do Vaticano. O Papa João XXIII foi oprimeiro Papa a fazer uso desta estrada de ferro e o Papa João Paulo II a usoutambém, embora muito raramente. O transporte ferroviário no Vaticano é utilizadoprincipalmente para transporte de mercadorias. Como a Cidade do Vaticano nãotem aeroportos (que é um dos poucos estados independentes no mundo semum), é servido pelos aeroportos que servem a cidade de Roma, dentro do qual oVaticano está localizado, a saber: Aeroporto Internacional de Roma e, em menor
  17. 17. medida, o Aeroporto de Roma Ciampino, que serve como porta de entrada epartida para visitas internacionais do Papa. Comunicações Máquina de selos do Serviço Postal do Vaticano. A cidade é servida por um sistema de telefone moderno e independente,pela Farmácia do Vaticano e correios. O sistema postal foi fundado em 11 defevereiro de 1929, e dois dias mais tarde tornou-se operacional. Em 1 de agosto,o estado começou a liberar seus próprios selos postais, sob a autoridade doGabinete Filatélico e Numismático da Cidade do Vaticano. O serviço postal dacidade é, por vezes, reconhecido como "o melhor do mundo", e as cartas chegamao seu destino antes do serviço postal de Roma. O Vaticano também controlaseu próprio domínio de Internet, que está registrado como (.va). O serviçode banda larga é amplamente fornecido na Cidade do Vaticano. À Cidade doVaticano foi também atribuído um prefixo de rádio, HV, e às vezes é usada poroperadores de rádio amador. A Rádio Vaticano, que foi organizada por Guglielmo Marconi, faztransmissões em frequências de ondas curtas, ondas médias e FM e na Internet. Suas principais antenas de transmissão estão localizados em território italiano.Serviços de televisão são fornecidos através de uma outra entidade, o CentroTelevisivo do Vaticano. LOsservatore Romano é o jornal oficial semi-multilingue da Santa Sé. Épublicado por uma empresa privada, sob a direção de leigos católicos, mas comorelatórios sobre as informações oficiais. No entanto, os textos oficiais dedocumentos estão na Acta Apostolicae Sedis, o jornal oficial da Santa Sé, quetem um apêndice para documentos da Cidade do Vaticano.
  18. 18. Rádio Vaticano, o Centro Televisivo Vaticano, LOsservatore Romano nãosão órgãos de Estado do Vaticano, mas da Santa Sé, e estão listadas como tal noAnuário Pontifício, que coloca-os na seção "Instituições ligadas com a Santa Sé.",à frente das secções de serviço diplomático da Santa Sé no estrangeiro e aoCorpo Diplomático acreditado junto à Santa Sé, após o que é colocado na seçãosobre o Estado da Cidade do Vaticano. Cultura Pietà de Michelangelo, uma das obras de arte mais conhecidas do Vaticano. A cultura do Vaticano é obviamente correspondente à cultura da IgrejaCatólica e o seu expoente são as obras de arquitetura como a Basílica de SãoPedro, a Arquibasílica de São João Latrão, a Praça de São Pedro, a CapelaSistina e a coleção do Museu do Vaticano. O palácio onde reside o Papa tem 5mil quartos, duzentas salas de espera, 22 pátios, cem gabinetes de leitura,trezentas casas de banho e dezenas de outras dependências destinadas arecepções diplomáticas. Guarda Suíça é o nome que recebe o grupo de soldados contratados paraproteger o Papa. Foi criado no século XV. Dos fogões vaticanos saíram tentações como os ovos beneditinos (umcapricho de Bento XI), a lagosta com trufa branca (habitual nas coroações doRenascimento), a musse de faisão ao molho chaudfroid (prato preferido de Pio VI)ou o maçapão de água de rosas (uma iguaria na Idade Média). A arquitetura do Vaticano, o canto gregoriano cantado pelo Coro da CapelaSistina, além das vestimentas e símbolos utilizados pelo Papa, pelosCardeais epelos soldados da Guarda Suíça, são considerados como uns dos principaisresquícios da cultura medieval na atualidade.
  19. 19. FeriadosData Nome em português Nome local1 de janeiro Ano novo Capodanno6 de janeiro Epifania Epifania Aniversário da11 de fevereiro independência19 de março São José San GiuseppeVariável Páscoa PasquaVariável Segunda-feira de Páscoa Pasqua1 de maio Dia do trabalhador Festa del LavoroVariável Quinta-feira de AscensãoVariável Corpo de Cristo Corpus christi29 de junho São Pedro e São Paulo San Pietro e San Paolo Assunção de Nossa15 de agosto Assunzione della B.V. Maria Senhora Assunção de Nossa16 de agosto Assunzione della B.V. Maria Senhora1 de novembro Dia de Todos os Santos Tutti i Santi
  20. 20. 8 de dezembro Imaculada Conceição Immacolata Concezione 25 de dezembro Natal Natale 26 de dezembro Santo Estêvão Santo Stefano Transporte ferroviário no VaticanoTransporte ferroviário no VaticanoFerrovia VaticanaEstação ferroviária do Vaticano.InformaçõesLocal VaticanoTipo de transporte FerroviárioNúmero de linhas 1Número de estações 2FuncionamentoOperadora(s) Ferrovie dello StatoDados técnicosExtensão do sistema 1,27 kmBitola 1435 mm
  21. 21. A infraestrutura de transporte ferroviário no Vaticano consiste numaúnica estação ferroviária e em cerca de dois conjuntos de trilhos com cerca de300 metros de comprimento, sendo por isso o menor sistema ferroviário nacionaldo mundo. Estas infraestruturas foram construídas durante o pontificado do PapaPio XI. O acesso e ligação deste sistema ferroviário às redes ferroviáriasitalianas foram garantidos pelo Tratado de Latrão (1929). O tráfego consiste principalmente em mercadorias (importação de bens)vindas da Itália, embora a linha tenha servido em certas ocasiões para transportarpassageiros, habitualmente por razões simbólicas ou cerimoniais. História O Papa Pio IX, iniciou a construção de uma linha ferroviáriade Bolonha e Ancona, mas o território foi tomado pelos exércitosdo Risorgimentoem 1861, antes que fosse concluída. A viagem de trem era umpré-requisito para as peregrinações em massa no século XIX, começando comaquelas em Lourdes por volta de 1858, e foi um fator que reduziu a oposição aessa tecnologia pela Cúria Romana. A construção de uma estação ferroviária na Cidade do Vaticano e suaarticulação com as linhas ferroviárias italianas foi garantida pelo Tratado deLatrão de 11 de fevereiro de 1929. A Direção da Novas Construções Ferroviáriasdo Ministério de Obras Públicas do Reino de Itáliaimplementou a construção queteve início em 3 de abril de 1929, com a terraplanagem a 38 m acima do nível domar (a altura da estação "Roma - San Pietro") entre a Praça Santa Marta eo Palazzo del Governatorado. A construção do viaduto que leva até a Cidade doVaticano foi pago pelo governo italiano, a estação dentro do Vaticano, foifinanciada em ₤ 750 milhões acordados pela parte financeira do Tratado deLatrão. O custo total da construção foi relatado em ₤ 24 milhões. A Estação Ferroviária do Vaticano (mais tarde dividida em um Escritório deMercadorias e um museu de numismática e filatelia) foi construído a cerca de 20metros da Porta de Entrada pelo arquiteto Giuseppe Momo. A construçãocomeçou em 3 de abril de 1929 e a estação começou a funcionar em 1933. Ésimples e branco, design em mármore italiano que foi descrito pelo escritor HenryVollam Morton como "mais parecido como uma filial do Barclays Bank,em Londres." O prédio da estação é construido em mármore branco, e suasdimensões são de 61 x 21,5 m. O corpo central mede 16,85 m de altura e aslaterais 5,95 m.
  22. 22. A primeira locomotiva entrou no Vaticano em março de 1932. A estação foiaberta oficialmente no dia 2 de outubro de 1934. A Convenção Ferroviária foiratificada entre a Itália e o Vaticano, em 12 setembro de 1934, data em que apropriedade passou de Ferrovie dello Stato (Ferrovias do Estado Italiano) paraa Santa Sé. No final de março de 1944, durante o bombardeio de Roma na SegundaGuerra Mundial, o Vaticano descobriu uma munição alemã em um trem parado nalinha da Estação Ferroviária do Vaticano. Usos A estrada de ferro do Vaticano tem sido utilizado principalmente para aimportação de bens (antes da viagem de automóvel havia se tornado maiscomum e menos caro) no Vaticano e intermitentemente para comboios habituaisde passageiros. O trem oficial do Papa Pio IX, permanece em exposiçãono Museu de Roma, no Palazzo Braschi. O Papa João XXIII, em 4 de outubro de 1962, se tornou o primeiro papa ausar a estrada de ferro do Vaticano durante a sua peregrinação de Loreto a Assis,uma semana antes do início doConcílio Vaticano II, com o comboio presidencialitaliano, o percurso foi ao ar na Rede Eurovisão. O Papa Pio IX havia sido tanto oúltima Papa a visitar Loreto (como o executivo dos Estados Pontifícios) e o últimopapa a viajar de trem. João XXIII também providenciou os restos mortais do PapaPio X a serem transferido para Veneza utilizando o transporte ferroviário doVaticano. O Papa João Paulo II usou a estrada de ferro, algumas vezes parapropósitos simbólicos, logo em 8 de novembro de 1979, mas não fez uso daferrovia para deixar Roma até 24 de janeiro de 2002. Galeria Estação O túnel ferroviária de S. Pietro
  23. 23. O portão Estação de entrada ferroviária da Cidade do Vaticano Plataforma Trem da estação entrando do Vaticano na estação do Vaticano Um FS vagões de carga naVista da estação estação doVaticano Vaticano
  24. 24. Meios de comunicação Rádio Vaticano Rádio Vaticano Central da Rádio Vaticano Radio Vaticana S/A País de Vaticano emissão Sede Cidade do Vaticano Fundação 12 de fevereiro de 1931 Pertencente a Santa Sé Idioma Latim, Italiano e mais 45 idiomas diferentes. Género jornalismo, cerimônias religiosas Sítio oficial http://www.radiovaticana.va Rádio Vaticano (em latim: Statio Radiophonica Vaticana,em italiano: Radio Vaticana) é a emissora de rádio da Santa Sé que tem por
  25. 25. finalidade anunciar a mensagem cristã católica e proporcionar uma união doVaticano com as demais comunidades cristãs espalhadas pelo mundo. História Fundada pelo Papa Pio XI e encarregada a Guglielmo Marconi, em 1931,teve a primera transmissão em 12 de fevereiro de 1931, utilizando-se de duasfreqüências e um transmissor de 10kw. Em 25 de dezembro de 1937, um transmissor Telefunken de 25kw e duasantenas direcionais foram adicionadas. A emissora fazia uso de 10 freqüências. Durante a Segunda guerra mundial, a Radio Vaticano foi uma fonte denotícias para os Aliados, e como propaganda pró-aliada. Atividade Transmite em 45 idiomas. Suas transmissões são efetuadas por Ondas Curtas, Ondas Médias, Freqüência Modulada - FM (Zona de Roma e Lácio), com re-transmissão desinal através da Internet - rádio digital. Sua direção está a cargo dos jesuítas. Rádio Vaticano oferece convênios com outras emissoras de rádio, emvários idiomas, para a transmissão das diferentes atividades do Santo Padre eprogramas como o Noticiário Hispanoamericano da Rádio Vaticano. A programação é construída por mais de 200 jornalistas, em 61 países. Emmarço de 2008 contava com 384 funcionários. Rádio Vaticano produz mais de42.000 horas de rádio-difusão. O diretor geral é o Padre Federico Lombardi SJ. A Rádio Vaticano cessará, em 1º de julho, grande parte de suas emissõesem ondas curtas para a Europa e Américas, mantendo somente a emissão emportuguês para o Brasil, entre 21:30 e 22:00 (hora Universal), 18:30 e 19:00(Horário de Brasilia, em 15470 kHz (19 metros). No Brasil A versão brasileira da Rádio Vaticano é transmitida por dezenas deemissoras, incluindo a Rádio Fraternidade, a Rádio Aparecida, a Rede Boa
  26. 26. Esperança de Rádio de Palmas-TO e a Rede Católica de Rádio. Também éoferecida por satélite, internet e ondas curtas. O Programa Brasileiro emite cinco programas diários: 1º Boletim de Notícias (vai ao ar às 7h00)- Horário de Brasília 2º Programada Manha (vai ao ar às 8h00) - Horário de Brasília 3º Programa da Tarde (vai aoar às 14h00)- Horário de Brasília 4º Programa da Tarde - Reprise (vai ao ar às21h30) - Horário de Brasília 5º Em Romaria - Só as quintas ao Meio dia - Horáriode Brasília Além de transmitir a Rádio Crônica em Língua Portuguesa da Oraçãodominical do Angêlus com o Papa Dos seus 384 funcionários, sete constituem a equipe brasileira. Administração e transmissor na Cidade do Vaticano. Vaticano  LOsservatore Romano Centro Televisivo do Vaticano O Centro Televisivo do Vaticano, instituído em 1983, tornou-se, desdeNovembro de 1996, um organismo ligado à Santa Sé a todos os efeitos. Oobjetivo principal do CTV é contribuir para dar a conhecer universalmente oEvangelho, documentando com imagens televisivas o ministério pastoral doSumo Pontífice e as atividades da Sé Apostólica (Estatuto de 1 deJunho de 1998). Os principais serviços prestados pelo CTV são: transmissões em direto,assistência diária, produções, arquivo. O atual diretor geral do CTV é o Pe. Federico Lombardi, S.I.
  27. 27. Transmissões em direto O CTV filma integralmente cerca de 130 eventos todos os anosno Vaticano (Trindades, Audiências Gerais, outros acontecimentos oucelebrações) aos quais se devem acrescentar as transmissões por ocasião dasdeslocações do Santo Padre na Itália e no mundo. As transmissões em direto sãodeferidas por outras redes televisivas católicas. A pedido das várias redestelevisivas do mundo, o CTV pode estabelecer uma ligação por satélite para fazerchegar o sinal a todos os continentes. Está em fase de experimentação atransmissão das Trindades no Intelsat diretamente do Vaticano para a Américatodos os Domingos. O CTV está a promover um projeto para a difusão interativa emultimídia de alguns grandes eventos que assinalam a passagem ao terceiroMilênio. Serviços diários O CTV filma diariamente as atividades públicas do Santo Padre e osprincipais acontecimentos que têm lugar na Sé Apostólica. Distribui as imagens àsagências e às televisões que as pretendem. Distribui ulteriormente as imagensfilmadas durante as viagens efetuadas pelo Santo Padre, aprontando estruturasespeciais de duplicação em redor dos centros de imprensa. No Vaticano, existemserviços de assistência e utilidades à disposição dos enviados (equipas defilmagem, assistência para vídeo e áudio, transmissões por satélite, montagem,etc.). Produções O CTV produziu inúmeros documentários nos últimos dez anos sobre oPontificado de João Paulo II, sobre o Vaticano e sobre as basílicas romanas.Estes foram difundidos através das redes televisivas e em cassete vídeo, àsvezes até em inglês, em espanhol e noutras línguas. Desde a Páscoade 1998 que é transmitido o magazine semanal "Octava Dies" (com uma duraçãode 25 minutos) que é retransmitido pelas redes católicas italianas e pela agênciaAPTN em versão "natural sound" em todo o mundo; encontra-se também nestesite internet a versão eím italiano e em inglês.
  28. 28. Arquivo O CTV gera, num ambiente de temperatura controladas, uma videotecaque possui mais de 10000 cassetes de cerca de 4000 horas com as gravaçõesdas imagens do Pontificado de João Paulo II, uma documentação exaustivadesde 1984. Recorrem a esta videoteca as emitentes televisivas e os produtoresde documentários de todo o mundo. Graças a um sistema de compilação analíticade fichas e de memorização informatizada, é possível selecionar as imagensreferentes inclusive a acontecimentos e temáticas específicos. Os particulares podem requerer as imagens gravadas pelo CTV emcassete VHS contactando a secretaria, aberta de Segunda a Sábado das 9 às 13horas.
  29. 29. LOsservatore Romano LOsservatore Romano LOsservatore Romano Periodicidade Diariamente em italiano Semanalmente em outras línguas Formato Berlinense Sede Vaticano Slogan unicuique suum (a cada um o seu) e no praevalebunt ("Os portões do Inferno" não prevalecerão) Fundação 1 de julho de 1861 (151 anos) Fundador Marcantonio Pacelli Dire(c)tor Giovanni Maria Vian Site oficial: LOsservatore Romano (página principal) (em italiano) Wikiprojeto Jornalismo Portal Jornalismo LOsservatore Romano (em português O Observador Romano) éo periódico semioficial da Santa Sé. Faz a cobertura de todas as atividadespúblicas do Papa, publica editoriais escritos por membros importantesdo clero da Igreja Católica e imprime documentos oficiais depois de autorizados.
  30. 30. Seus lemas são: unicuique suum (a cada um o seu) e no praevalebunt ("Osportões do Inferno" não prevalecerão) os quais estão impressos sob o título naprimeira página. Editores-chefes Nicola Zanchini e Giuseppe Bastia (1861-1866) Augusto Baviera (1866-1884) Cesare Crispolti (1884-1890) Giovan Battista Casoni (1890-1900) Giuseppe Angelini (1900-1919) Giuseppe Dalla Torre di Sanguinetto (1920-1960) Raimondo Manzini (1960-1978) Valerio Volpini (1978-1984) Mario Agnes (1984-2007) Giovanni Maria Vian (2007-atualidade)
  31. 31. Heliporto Localizado em um ponto extremo do Estado do Vaticano, ele serve parafazer o translado do Papa para outras localidades vizinhas. Tambem para levar o Papa ao aeroporto de Roma (Leonardo da Vinci)de onde o Papa faz as viagens pelos continentes a bordo de aeronavesescoltada pela Força Aérea Italiana. Heliporto do Vaticano
  32. 32. MAPA DOS LIMITES DO VATICANO
  33. 33. Mapa dos Limites do Vaticano no Google Earth
  34. 34. Mapa dos Limites do VaticanoMapa dos Limites do VaticanoMapa dos Limites do Vaticano
  35. 35. Mapa dos Limites do Vaticano
  36. 36. Desenho da área do VaticanoBasílica São Pedro
  37. 37. Anoitecer na Basílica São Pedro no site: http://www.airpano.ru/files/Vatican/2-2Vista aérea da Basílica São Pedro no site: http://www.airpano.ru/files/Vatican/2-2Mapa aéreo do Vaticano no site: http://www.airpano.ru/files/Vatican/2-2
  38. 38. Área dos limites do Vaticano em destaque visto do Google EarthPraça de São Pedro vista do alto da Basílica
  39. 39. Basílica de São Pedro vista do stratocam: http://www.stratocam.com/share/1397010
  40. 40.  Basílica de São Pedro Coordenadas: 41°547.69"N 12°2712.25"E Basílica de São Pedro Basílica Sancti Petri Basílica di San Pietro Basílica de São Pedro em dia ensolarado. Estilo dominante Renascentista, Barroco Arquiteto Donato Bramante Antonio Cordiani Michelangelo Vignola Giacomo della Porta Carlo Maderno Construção 1506-1626 Diocese Roma Local Vaticano A Basílica de São Pedro (em latim Basilica Sancti Petri,em italiano Basilica di San Pietro) é uma basílica no Estado do Vaticano, tratando-se da maior das igrejas do cristianismo e um dos locais cristãos mais
  41. 41. visitados Cobre uma área de 23.000 m² ou 2,3 hectares (5.7 acres) e podealbergar mais de 60 mil devotos (mais de cem vezes a população do Vaticano). Éo edifício com o interior mais proeminente do Vaticano, sendo sua cúpula umacaracterística dominante do horizonte de Roma, sendo adornada com 340estátuas de santos, mártires e anjos. Situada na Praça de São Pedro, suaconstrução recebeu contribuições de alguns dos maiores artistas da história dahumanidade, tais como Bramante, Michelangelo, Rafael e Bernini. Foi provado que sob o altar da basílica está enterrado São Pedro (de ondeprovém o nome da basílica) um dos doze apóstolos de Jesus e o primeiro Papa e,portanto, o primeiro na linha da sucessão papal. Por esta razão, muitos Papas,começando com os primeiros, têm sido enterrados neste local. Sempre existiu umtemplo dedicado a São Pedro em seu túmulo, inicialmente extremamente simples,com o passar do tempo, os devotos foram aumentando o santuário, culminandona atual basílica. A construção do atual edíficio sobre o antigo começou em 18 deabril de 1506 e foi concluído em 18 de novembro de 1626, sendo consagradaimediatamente pelo Papa Urbano VIII. A basílica é um famoso localde peregrinação, por suas funções litúrgicas e associações históricas. Comotrabalho de arquitetura, é considerado o maior edifício de seu período artístico. A Basílica de São Pedro é uma das quatro basílicas patriarcais de Roma,sendo as outras a Basílica de São João de Latrão, Santa Maria Maior e São PauloExtramuros. Contrariamente à crença popular, São Pedro não é uma catedral,uma vez que não é a sede de um bispo. Embora a Basílica de São Pedro nãoseja a sede oficial do Papado (que fica na Basílica de São João de Latrão),certamente é a principal igreja que conta com a participação do Papa, pois amaioria das cerimônias papais são realizadas na Basílica de São Pedro devido àsua dimensão, à proximidade com a residência do Papa, e a localizaçãoprivilegiada no Vaticano. Praça de São Pedro vista do alto da Basílica
  42. 42. Antiga Basílica de São Pedro As traseiras da basílica vistas do exterior, como eram vistas até 1450. O Imperador Constantino entre 326 e 333 d.C. ordenou a construção da"Antiga" Basilica de São Pedro, sobre o templo simples dedicado ao apóstolo,desta basílica nada restou atualmente, porém ela pode ser quase totalmentereconstruída por descobertas arqueológicas, descrições de peregrinos edesenhos antigos. Como em quase todas as igrejas da antiguidade, seguiu-se omodelo da basílica cívica romana: um salão retangular, dividido em nave central enaves laterais, que oferecia espaço bastante para a congregação dos fiéis. Ascerimônias no altar eram realizadas na abside ao final da nave central, bemvisíveis a todos. Havia transeptos, uma abside na extremidade ocidental, umgrande átrio. Um afresco do século XVI na igreja de San Martino ai Monti nos dáuma ideia aproximada da aparência interior, com seu teto em madeira, masignoramos tudo sobre estátuas ou pinturas. A basílica atual, com estrutura renascentista e barroca, foi erguida sobre aantiga, o que exigiu que o edifício fosse orientado para oeste, mas também que anecrópole antiga fosse aterrada, sendo construídas muralhas de suporte paracriar uma enorme base que servisse como alicerce. Na plataforma, construiu-seentão a basílica, com nave central e quatro naves laterais, ricamente adornadacom afrescos e mosaicos e um grande átrio dianteiro, com colunas. Muitas vezesalterado e restaurado, o edifício de Constantino, conhecido como velha igreja deSão Pedro, sobreviveu até o início do século XVI.
  43. 43. Idade Média Durante o exílio dos papas em Avignon, de 1309 a 1377, ficou muitodeteriorada e perdeu-se grande parte de sua magnificência. O desejo de umaigreja de grandiosidade apropriada para servir à cristandade, assim como atransferência da residência papal para o Vaticano, fez nascer planos de umaigreja nova. Sob o papado de Nicolau V(pontificado de 1447 a 1455) os trabalhostiveram início num coro novo e no transepto, mas foram logo abandonados porfalta de recursos.Interior da Basílica A Cátedra de PedroBasílica em dia de celebração A Cátedra de Pedro
  44. 44. Século XVI A planta de Bramante No pontificado de Júlio II (1503 a 1513) decidiu-se afinal derrubar a igrejavelha e em 18 de abril de 1506 Bramante recebeu o encargo de desenhar a novabasílica. Seus planos eram de um edifício centralmente planificado, com um domocolocado sobre o centro de uma cruz grega (com braços de idêntico tamanho),forma que correspondia aos ideais da Renascença por copiar a de um mausoléuda antiguidade. Uma sucessão de papas e arquitetos nos 120 anos seguintesparticipariam da construção que culminou no edifício atual. Iniciada por Júlio II,continuando nos pontificados doPapa Leão X (1513-1521), Papa AdrianoVI (1522-1523). Papa Clemente VII (1523-1534), Papa Paulo III (1534-1549), Papa Júlio III (1550-1555) ,Papa Marcelo II (1555), Paulo IV (1555-1559), Papa Pio IV (1559-1565), Papa Pio V (santo) (1565-1572), Papa GregórioXIII (1572-1585), Papa Sisto V (1585-1590), Papa Urbano VII (1590), PapaGregório XIV (1590-1591), Papa Inocêncio IX (1591), Papa Clemente VIII (1592-1605), Papa Leão XI(1605), Papa Paulo V (1605-1621), Papa Gregório XV (1621-1623), Papa Urbano VIII (1623-1644) e Papa Inocêncio X (1644-1655).
  45. 45. Renascença Pintura do interior da Basílica de São Pedro porGiovanni Paolo Pannini. Em 1517 o Papa Leão X ofereceu indulgências para aqueles quedessem esmolas para ajudar na reconstrução da Basílica de São Pedro. Oagressivo marketing de Johann Tetzel em promover esta causaprovocou Martinho Lutero a escrever suas 95 Teses (Tetzel seria inclusive punidopor Leão X por seus sermões, que ia muito além ensinamentos reais sobre asindulgências). Embora Lutero não negasse o direito do Papa ou da Igreja deconceder perdões e penitências, exigia a correção de abusos na prática. Um século mais tarde o edifício ainda não estava completado. A Bramantesucederam, como arquitetos, Rafael, Fra Giocondo,Giuliano daSangallo, Baldassare Peruzzi, Antonio da Sangallo. O Papa Paulo III (pontificadode 1534-1549) em 1546 entregou a direção dos trabalhos a Michelangelo. Este,aos 72 anos, deixou-se fascinar pela cúpula, concentrando nela os seus esforços,mas não conseguiu completá-la antes de sua morte em 1564. O zimbório é visívelde toda a cidade de Roma, dominando seus céus e tem diâmetro de 42 m,ligeiramente menor ao domo do Panteão, mas é mais imponente por ser muitomais alto, com 132,5 m. Graças a seus planos e a um modelo em madeira, seusucessor, Giacomo della Porta, foi capaz de terminá-la com ligeiras modificações.O modelo segue o da famosa cúpula que Brunelleschi ergueu na catedral deFlorença e cria impressão de grande imponência. A diferença é que, ao contráriodo que Michelangelo planejou, não se trata de uma cúpula semicircular masafunilada, criando um movimento de impulso para cima até culminar na lanternacujas janelas, inseridas em fendas entre duas colunas, deixam a luz inundar ointerior. Terminada em 1590, ainda é uma das maravilhas da arquiteturaocidental. Vignola, Pirro Ligorio, Giacomo della Porta continuaram os trabalhos nabasílica.
  46. 46. Conclusão das Obras Corte esquemático e planta atuais Mudanças na liturgia, introduzidas pelo Concílio de Trento, fizeramnecessárias outras mudanças sob o pontificado do Papa Paulo V(1605 a 1621),que encarregou Carlo Maderno de aumentar para o leste o edifício, aumentando anave e criando assim uma cruz latina. Completou também em 1614 a famosafachada. Em 1629, Gian Lorenzo Bernini, agora o arquiteto principal, começou aconstruir as torres sineiras na fachada, que ruíram por deficiências estruturais.Trinta anos mais tarde Bernini redesenharia a Praça de São Pedro, mudandoalguns aspectos do domo de Michelangelo e, sobretudo, unificando todos osedifícios em um conjunto harmonioso.
  47. 47. Basílica de São pedro vista do Castelo de Santo Ângelo. Giacomo della Porta e Fontana concluiu a cúpula em 1590 durante opontificado do Papa Sisto V. O papa que o sucedeu financiou a colocação dasinscrições em honra a Sisto V na entrada da basílica. O Papa ClementeVIII liderou a colocação da cruz latina na cúpula, evento acompanhado pelo soardos sinos de toda a cidade de Roma. Segundo a tradição, nesta cruz estãocontidas partes da Vera Cruz e relíquias de Santo André. Já em meados do século XVIII, rachaduras apareceram na cúpula e osarquitetos empenhados na construção do restante da basílica tiveram de seconcentrar no domo e planejaram a colocação de anéis de ferro na obra primade Michelangelo. Na cúpula jaz a inscrição:S. Petri pp sixtvs gloriae. V. A. m. d. xc. Pontif. V. (Para a glória de São Pedro;Sisto V, Papa, no ano de 1590 e quinto ano do seu pontificado.)Os trabalhos terminaram oficialmente quando se acrescentou uma sacristia, sob opontificado do Papa Pio VI (1775-1799).
  48. 48. Obras-PrimasAlgumas obras-primas da Basílica de São Pedro: A Pietà, por Michelangelo. O pórtico, a porta de bronze, século XV. A Porta Santa. A estátua em bronze de São Pedro por Arnolfo di Cambio. O túmulo do papa Urbano VIII por Bernini. O baldaquino e a cadeira de Pedro (Cathedra Petri) por Gian Lorenzo Bernini. A Capela do Sacramento, O túmulo do papa Inocêncio VIII, de 1498, por Antonio Pollaiuolo. A entrada do túmulo de São Pedro. A sacristia e a nova sacristia. Museu do Tesouro de São Pedro, ou Museo del Tesoro di S. Pietro A imagem de São Longuinho por Bernini. A Pietà, por Michelangelo. A Cúpula de São Pedro, projetada por Michelangelo, com 39.000 toneladas, 42 metros de diâmetro, e a mais elevada parte do Vaticano. Praça de São Pedro Localizada a leste da Basílica de São Pedro, a Piazza di San Pietro foiconstruído pelo próprio Bernini entre 1656 e 1667. Bernini concluiu a fachadaatual da basílica que situa-se diretamente a frente da praça. No centro da praça,Domenico Fontana ergueu o Obelisco do Vaticano, como é chamado atualmente,anteriormente situado no Circo de Nero e de 40 metros de altura. Fontanaplanejou a colocação do obelisco sob as ordens do Papa Sisto V. O episódio da
  49. 49. colocação teve lugar em 28 de setembro de 1586 e quase terminou em tragédiadevido ao peso do obelisco.Praça de São Pedro, a basílica e o obelisco, da Piazza Pio XII.Desenho da Basílica do sec. XVIIIImagem da Basílica em 1450 Maquete da Basílica de 1450
  50. 50. Basílica de São PedroMaquete da Basílica de São Pedro
  51. 51. Frente da Basílica de São Pedro sendo preparada para eventoÁrvore de Natal na Praça de São Pedro
  52. 52. Planta da Basílica em marrom a antigaImagem da Basílica em 1450 Imagem da Basílica no início do séc. XVIII
  53. 53. Maquete do VaticanoMaquete do Vaticano
  54. 54. Desenho com detalhes do interior da BasílicaDetalhes do interior da Basílica
  55. 55. Planta dos detalhes do interior da BasílicaDetalhes dos limites do Vaticano Moeda do Vaticano
  56. 56. Imagem da Basílica São Pedro Vista aérea da Basílica São PedroDesenho da Basílica São Pedro Vista do interior da Basílica São PedroVista do interior da Basílica São Pedro
  57. 57. Biblioteca do Vaticano Arquivo Secreto do VaticanoVista do interior da Basílica São Pedro Vista do interior da Basílica São PedroDesenho com vista do interior da Basílica São Pedro
  58. 58. Imagem da Basílica São Pedro Cúpula da Basílica São PedroImagens do museu Desenho da Basílica São PedroSala de Rafael no museu do Vaticano
  59. 59. Catedra de São Pedro
  60. 60. Tesouros da Basílica de São PedroBasílica de S. Pedro no Natal de 2009
  61. 61. São Paulo à entrada da Basílica1 - Mosaico da Navicela de Giotto (estava na Basílica Constantina). Este temaderiva da passagem do Evangelho em que Jesus caminha sobre as águas.2 - Átrio arquitetura de Maderno, +- 16123 - Carlos Magno sobre cavalo, Cornacchini 17254 - Portão da Morte (porta pela qual saem funerais), de Manzù 1961-645 - Portão do Bem e do Mal, de Minguzzi 19776 - Portão de Filarete, Antonio Averuline, conhecido como Filarete, 14457 - Portão dos Sacramentos, de Crocetti, 1965 (portão pelo qual normalmente seentra na Igreja)8 - Porta Santa, de Consorti 1949 (aberta somente a cada 25 anos; pela últimavez em 2000)9 - Pátio de São Gregorio, O Iluminado (por onde se vai às catacumbas Vaticanase ao elevador da cúpula vaticana)10 - Estátua equestre do Imperador Constantino, (obra-prima) Bernini 167011 - Navada Central - logo à entrada, disco de pórfido vermelho no chão; onde osImperadores foram coroados, depois de Carlos Magno.Carlo Magno foi coroado pelo Papa Leão III dia 25 de Dezembro do ano 800sobre o disco de pórfido logo à entrada da Basílica de São Pedro. As palavras deLeão III foram: "A Carlo, piedoso, Augusto, coroado por Deus, grande e pacíficoimperador, vida e vitória!".Com esta coroação, teve início o Sagrado Império Romano, que deu nova vida àmonarquia ocidental depois da deposição do último dos imperadores do antigoimpério romano; por outro lado, este fato foi um perigoso precedente no qual opoder imperial se submetia à autoridade do papa, fato este que se demonstrourealmente um problema com o decorrer dos séculos nos contrastes entre a Igrejae o Império na luta pela supremacia do mundo.
  62. 62. Foto tirada bem em cima desta placa redonda de porfido vermelho12 - Batistério, de Carlo Fontana13 - Monumento à Maria Clem. Sobieski(rainha da Gra-Bretanha e Irlanda nametade do séc XVIII), de Pietro Bracci 174214 - Monumento aos Stuarts, de Canova 1829 Monumento aos Stuart, de Canova15 - Monumento a Bento XV, de Pietro Canonica 192816 - Capela da Apresentação (da Virgem no Templo), pintura de Romaneli 1638-42; mosaico de Cristofari 1726-28 (Túmulo de Pio X)17 - Monumento a João XXIII, de Emilio Greco 196618 - Monumento a Santo Pius X, de Di Fausto & Pietro Astorri 192319 - Monumento a Innocent VIII, Pollaiolo 1498 (único túmulo transferido da antigabasílica)
  63. 63. 20 - Capela do Coro, de Maderno, Bianchi, Borromini séc XVII21 - Altar da Imaculata Conceição, (pintura) Bianchi 174022 - Monumento a Leo XI, de Algardi 1644 (duas figuras femininas, alegorias daForça e Generosidade)23 - Monumento a Inocêncio XI, de P. E. Monnot (duas figuras femininas,alegorias da Crença e Força)24 - Altar da Transfiguração, pintura de Raphael 1520, mosaico executado porartistas desconhecidos, acabado em 176725 - Capela Clementina, 1600 (comissionada pelo Papa Clemente VIII em ocasiãodo Ano Jubileu 1600)26 - Monumento a Pio VII, de Bertel Thorvaldsen 1823-3127 - Altar de S. Gregório, o Grande, de Sacchi 162528 - Entrada à Sacristia, de Pietro Tenerani 186629 - Monumento a Pio VIII, de Pietro Tenerani 186630 - Altar da Mentira, (mosaico, 1725-1727 de pintura) de Roncalli (Pomarancio)1599-160431 - Estátua de S. Andrea, de Francois Duquesnoy 163532 - Estátua de Bronze de S. Pedro, de Arnolfo di Cambio, c.1300 (pés gastospelo público!) S. Pedro, por Arnolfo de Cambio Os pés de S. Pedro "gastos", no trabalho de Arnolfo de Cambio
  64. 64. 33 - Estátua de S. Longuinho, de Bernini 163534 - Estátua de St Helena, de Andrea Bolgi 1635 (Helena foi mãe do ImperadorConstantino, mandou construir muitas igrejas e trouxe a Escada Santa à Roma)35 - Estátua de Santa Veronica, de Francesco Mochi 1629 (Verônica enxugou osangue de Jesus no caminho da Cruz. Na sacada sobre a estátua existe a relíquiaque é o "véu de Verônica")36 - Altar Papal e Baldaquino, obra prima de Bernini 1633 (executado com obronze da cúpola do Pantheon). A antiga sepultura de S. Pedro está exatamenteembaixo do Baldaquino.37 - Confessionário (referiemento à confissão da fé que levou ao martírio. Láencontra-se a Sepultura de S. Pedro), arquitetura de Maderno 1615-1738 - Cúpola, interior. Desenhada por Michelangelo, realizada por Della Porta em159039 - Transepto (nave que atraversa perpendicularmente o edifício) esquerdo. Aquiacontecem Missas; diz-se ser o lugar mais perto de onde aconteceu a morte de S.Pedro, no Circo do Nero40 - Altar da Crucifissão de S. Pedro, mosaico segundo pintura de Guido Reni(1575-1642). Uma antiga tradição afirma que exatamente no lugar deste altar éque S. Pedro foi crucificado.41 - Altar de S. José, mosaico segundo pintura de Achille Funi, 196142 - Altar de S. Tomás, mosaico segundo pintura de V. Camuccini, 180643 - Monumento a Alexander VII, do grande GianLorenzo Bernini (com 80 anos!)167844 - Altar do Sagrado Coração, Muccioli 192345 - Capela da Nossa Senhora da Coluna, Giacomo della Porta46 - Altar da Nossa Senhora da Coluna, pintura que estava na navada central daantiga basílica47 - Altar de S. Leo, O Grande, Alessandro Algardi 1645-53 (massiça obra emmármore que representa S. Leo protegendo Roma do ataque de Attila e osHunos)48 - Monumento a Alexandre VIII, de Conde Arrigo di San Martino 1725 (aprecie aextensa variedade de mármores utilizada neste trabalho)49 - Altar de S. Pedro Curando o Paralítico (à entrada do Templo em Jerusalém),mosaico segundo pintura de Mancini 174850 - A Tribuna (Abside - parede circular ao fundo do altar) - Altar da Cátedra deSão Pedro com monumentos à Paulo III (esq.) e Urbano VIII (dir.). No alto,inscrição em latim na faixa dourada: "Ó pastor da Igreja, tu alimentas todas asovelhas e os cordeiros de Cristo"51 - Monumento a Paulo III, de Giacomo della Porta 1533-1602 (Papa qeconvocou o Concílio de Trento em 1547 e comissionou Michelangelo para pintar oteto da Capela Sistina e dirigir os trabalhos da "nova basílica")52 - Cathedra Petri - Altar da Cátedra, obra prima do grandioso Bernini, 1666.Escultura monumental para adornar o trono em madeira de S. Pedro. As quatrogigantescas estátuas dos Doutores da Igreja representam: S. Ambrósio, S.Atanásio (esq.); e São João Crisóstomo, S. Agostino (dir). A delicada janela dealabastro no fundo tem uma representação do Espírito Santo e filtra a luz do sol,donando ao interno da igreja uma atmosfera quase mística.53 - Monumento a Urbano VIII, de Bernini 1647. Urbano VIII foi o grande Mecenasde Bernini, que obrigou Galileu a abdicar de suas teorias e escrever um livro onde
  65. 65. dava razão à Aristóteles, segundo o qual a Terra estava imóvel no centro doUniverso e o Sol a girava em torno.54 - Monumento a Clemêncio X, de Mattia de Rossi. No chão em frente á estemonumento estão as simples sepulturas de Sisto IV e Julio II (que foi o grandemecenas de Michelangelo)55 - Altar de S. Pedro reanimando Tábita (esposa de Jaffa, Atos 9:36-42).Mosaico segundo pintura de Costanzi 175756 - Altar de Santa Petronila (legendária filha de S. Pedro), mosaico segundopintura de Guercino 1623. A sua capela, seja na antiga como na nova basílica, é aIgreja da França.57 - Altar de São Miguel Arcângelo, mosaico segundo pintura de Guido Reni. Em1606 Caravaggio realizou uma pintura para este altar que representava SantAnacom a Virgem e o Menino Jesus. A pintura foi removida 2 dias depois, comoacontecia muito com os trabalhos de Caravaggio... logo mais um post sobre esteexcêntrico artista.58 - Altar da Navicela, pintura de Giovanni Lanfranco, 1628, mosaico de Cristofari,1726.59 - Monumento a Clemêncio XIII, de Antonio Canova, 1792. Uma alegoria àesquerda do Papa (com a tiara no pavimento) da Religião em vestimentasjudaicas. Monumento esculpido no nóbil mármore de Carrara; leões, esculpidosem pedra travertina.60 - Transepto direito (orientação Norte). Onde acontecem as confissões (emvárias línguas). O primeiro Concílio Vaticano teve-se nesta área, em 1869.61 - Altar de S. Erasmo, de Nicolas Poussin, 1628 (cópia da pintura original, hojena Pinacoteca Vaticana)62 - Altar dos Santos Processus & Martinho, mosaico de uma pintura de ValentinBoulogne 1630. Estes santos foram guardas romanas durante a prigionia deS.Pedro na prisão Mamertina, que ele converteu e batizou.63 - Altar de São Venceslau, de Angelo Caroseli, 1627-30. Santo padroeiro daHungria, Polônia e Boemia, que sofreu seu martírio em 930.64 - Altar de S. Basílio, representado absorto rezando a Missa, sem notar achegada do Imperador ariano Valêncio. Mosaico sobre pintura de PietroSubleyras, 174565 - Monumento a Bento XIV, de Pietro Bracci, 176966 - Altar de S. Jerônimo (Sepltura de João XXIII), mosaico segundo pintura deDomenichino, 161467 - Capela Gregoriana, começada por Michelangelo, concluída por Giacomodella Porta. Construída por Gregório XIII. Contém as sepulturas de Bento XIV eGregório XVI.68 - Altar da Nossa Senhora do Socorro, pintura sobre madeira de anônimaautoria do séc XII, estava na Capela de S. Leo na basílica antiga.69 - Monumento to Gregório XVI, último monge a ser eleito Papa. Trabalho deLuigi Amici 1848-57. As duas figuras laterais são alegorias à Sabedoria (com acoroa de fogo) e Prudência (com o espelho e a serpente). À base uma passagemà Capela do Santo Sacramento.70 - Monumento a Gregório XIV, Prospero da Brescia 159071 - Monument a Gregory XIII, de Camillo Rusconi 1723. Representa o Papadando uma benção e promulgando o calendário Gregoria em 1582. Aos ladosduas alegorias: uma da Religião (com a tábuas das leis) e outra da Magnificência.
  66. 66. O dragão representa o brasão da família Boncompagni, à qual pertencia o Papa.72 - Capela da Bençao Sagrada, entrar somente para rezar!73 - Monumento à Matilda de Canossa, da escola de Bernini 1633-3774 - Monumento a Innocencio XII, Filippo della Valle 1746. Com alegorias deCaridade (considerada uma obra prima) e Justiça.75 - Monumento a Pio XII, Francesco Messina 196376 - Capela de S. Sebastiao (sepultura de Innocenzio XI), mosaico segundopintura de Domenichino 1628-3177 - Monumento a Pio XI,de Francesco Nagni 194978 - Monumento a Cristina da Suécia, Carlo Fontana 1702. Rainha que abdicou otrono da Suécia e se converteu ao catolicismo - depois conto como esta manobrafoi realizada para evitar o casamento ao qual a rainha tinha sido obrigada. Sepultura de Cristina da Suécia79 - Monumento a Leo XII, de Giuseppe de Fabris 1836. Cabeças de cardinais emsegundo plano lembram a eleição deste Papa que afirmou "Vocês estão elegendoum homem morto".80 - Capela da Pietà de Michelangelo. Realizada em marmore de Carrara por umMichelangelo com apenas 23 anos, esse foi o único trabalho que assinou.Observe a mão da Virgem como graciosamente, de um lado apoia o corpopesado e sem vida de Cristo, do outro é como se aceitasse o seu destino impostopor Deus. Diz-se que o fato da Virgem parecer tão jovem se deve à morteprematura da mãe do artista.Michelangelo fez uma outra Pietà que gosto muito, a chamada "Pietà Rondanini",que esta em Milao, e pode ser visitada no Castelo Sforzesco. Trata-se de umtrabalho iniciado em 1550 no qual ele trabalhou até o final da sua vida.
  67. 67. S. Pedro com a chave na mão, na saída da Basílica O ingresso na Basílica é gratuito; Fiéis e curiosos são bem vindos a partirdas 09 horas da manhã.OBS.: A BASÍLICA de S. Pedro NÃO é uma Catedral. Uma Catedral é ondetem sede um bispo; o bispo de Roma, é o Papa, que tem sede na Basílica deS. João em Latrão!
  68. 68. 1 Bronze Portas 2 Arco dos Sinos 3 Petriano Entrada 4 Torre de Nicolas V 5 Palácio de Sisto V (Residência do Santo Padre) 6 Palácio de Gregório XIII 7 Palácio Medieval (Secretário de Estado) 8 Borgia Torre 9 Capela Sistina 10 Hall da Ligorio 11 Salão de Sisto V (Biblioteca Apostólica ) 12 Pátio da Biblioteca 13 nova ala do Museu Chiaramonti 14 Torre dos Ventos 15 Salão de Bramante 16 Tribunal do "Pigna" 17 Fonte da "Galera" (Barco a Vela) 18 escadaria de Bramante 19 Palácio de Belvedere 20 Pio-Museu Clementine 21 Atrium dos quatro portões 22 de entrada / Saída para os Museus do Vaticano 23 Galeria de Pintura (Pinacoteca) 24 gregorianos Profane , Pio- Cristão e museus etnológicos 25 Carriage Museum26 O Passetto 46 Torre de São João27 Portão de Sant Anna 47 Marconi Rádio Transmissão28 Igreja de Sant Anna dei CentroPalafrenieri 48 etíope Colégio29 Quartel dos Guardas Suíços 49 Edifício Governatorato30 Tipografia Vaticana, Commissary 50 Estação Ferroviária31 Serviços de caridade do Santo 51 Estúdio Mosaico,Padre Estacionamento subterrâneo Nova32 Igreja de San Pellegrino 52 Igreja de Santo Stefano degli33 LOsservatore Romano Abissini34 Correios Central 53 Tribunal Palace, Gendarmerie35 Farmácia do Vaticano, Serviços Escritóriode Saúde , 54 Residência de Arcipreste Televisivo Vaticano e do Serviço 55 Palácio de San CarloTelefônico 56 Piazza Santa Marta36 Piazza del Forno 57 Domus Sanctae Marthae37 Fonte do Sacramento 58 Sacristia de São Pedro, o38 Casino Pio de Pio IV Palácio do Canonicate ,Museu39 Pontifícia Academia das Histórico ArtísticoCiências (Tesouro) 59 Praça da40 Casa do Jardineiro Protomártires romanos - Scavi41 Fonte da Águia Escritório 60 Colégio Teutônica e42 Torre de Gallinaro Cemitério 61 Salão Audiência Papal43 Gestão da Rádio Vaticano "Paulo VI" 62 Palácio do Santo44 Borda da Cidade Leonina Ofício 63 Casa de "Dom de Maria"45 Gruta de Lourdes, Hospitalidade 64 Porta Santa Rosa
  69. 69. Basílica de São Pedro está aberto diariamente, abril-setembro 7:00-19:00;outubro-Mar 7:00-18:00A Praça - Piazza San PietroEste espaço monumental elíptica (240m de largura), é a obra-prima de GianLorenzo Bernini, que colocou-o durante os pontificados de Alexandre VII e deClemente IX (1657-1667)1. Colunatas e 140 estátuasas colunatas consistem de 284 colunas dóricas e 88 pilastras de mármoretravertino. Estas colunas, 13m. de altura, estão dispostos em quatro linhas. Com otrabeation encimada por uma balaustrada, a altura total é 21m. Bernini construiuduas retas asas cobertas (Carlos Magno esquerda, Constantino direita) 120m. prazo, para vincular com fachada da basílica.2. O PassettoEsta passagem coberta (apx 800m) entre o Vaticano e Castel Sant Angelo erauma rota de fuga para o Papa Clemente VII, durante o saque de Roma, em maio1527.3. Alexander VII Brasão de Armascasaco Seis papal de armas de Alexandre VI (1655-1667) estão localizados aoredor da praça. Foi Alexandre que decidiu construir a praça como a conhecemoshoje.4. As fontes (alta 8m)A fonte da direita é o trabalho de Carlo Maderno (1613). Bernini, que projetou apraça, tinha erguido onde está agora, e para fins de simetria construída a fonte àesquerda (1675).5. O Obelisco (25.31m alta)O obelisco do Egito (1835 aC), foi levado a Roma em 37 aC pelo imperadorCalígula para seu circo. Tornou-se o testemunho do martírio de São Pedro e osoutros cristãos. Sisto V tinha Fontana movê-lo para a sua posição atual em 1586.6. Centro del Colonnatoentre o Obelisco ea cada fonte são discos de mármore branco com um centro degranito, que marcam os centros de cada colunata. Pé no disco, você vai verapenas a linha punho de colunas.7. Marcadores Sundialdo Obelisco em direção à fonte, à direita, são discos de mármore brancoutilizados como marcadores de relógio de sol para o obelisco. Duas datas estãoinscritos em cada disco para indicar quando a sombra do meio-dia do obelisco vaichegar a esse ponto. Há também quatro discos, mostrando os pontos cardeaiscomo "ventos".
  70. 70. 8. Fonte de água papalApenas fora da colunata, contra a parede Passetto, é a fonte dos quatrotiaras. Ou você poderia usar apenas uma das quatro fontes ao redor do obelisco.9. João Paulo II tiro aquiuma pequena pórfiro vermelho pedra na calçada da praça, marca o local onde oPapa João Paulo II foi baleado em 13 de maio de 1981.10. Portas de bronzeapenas para além da colunata à direita, é as portas de bronze usados como umaentrada para o Palácio Apostólico. Guardas suíços estão nessa porta, mas elespodem ser abordados para obter bilhetes para a Audiência Papal quarta-feira.11. Entrada de Carlos Magno AsaO topo da Ala Carlos Magno foi convertido em uma sala deexposições. Ocasionalmente exposições são realizadas aqui.12. BanheirosHá três áreas principais de banheiros. Ao longo da Ala Carlos Magno (ladoesquerdo), além das colunatas do lado superior direito, e na área de check bolsano lado direito da fachada da basílica.13. Palácio ApostólicoO Palácio Apostólico é na verdade um conjunto de edifícios que incluem aresidência papal.14. Apartamento PapalO Apartamento Papal ocupa o último andar do Palácio Apostólico. Os doismelhores janelas certas são o estudo e quarto do papa. Aos domingos, ao meio-dia, o papa costuma aparecer na segunda janela da direita para rezar o Angelus eabençoar a multidão na Praça.15. Estátua de São PedroPio IX (1846-1878) decidiu substituir estátuas mais antigas de Santos. Pedro ePaulo, com os atuais maiores na Páscoa de 1947. O papa anterior, Gregório XVI(1831-1846) havia encomendado Giuseppe De Fabris para esculpir a estátua deSão Paulo Fora dos Muros 1838-1840.16. Estátua de São PauloEsta estátua foi esculpida em 1838 por Adamo Tadolini, um estudante deCanova. São Paulo tem uma longa espada na mão direita, enquanto a mãoesquerda segura um livro. No livro é a inscrição em letras hebraicas: "Posso todasas coisas naquele que me fortalece", de Phil 4:13.17. Informação & Post OfficeUm bom lugar para enviar um cartão postal para casa, o escritório também temuma janela de informações onde você pode trocar dinheiro, e algumaslembranças boas papais. Fechado domingo. Passeios gratuitos em Inglêscomeçar aqui às 14:15, em Seg, Qua, Sex, às 15h00.
  71. 71. 18. Vaticano Book StoreEste é o melhor lugar para comprar um livro sobre a Basílica de São Pedro. Elesoferecem uma grande variedade de livros em vários idiomas.19. Mater EcclesiaeCobrindo uma janela de frente para a praça, a "Mater Ecclesiae" mosaico foiencomendado pelo Papa João Paulo II em agradecimento à Virgem Maria, após atentativa de assassinato.20. Sala Paulo VISe você assistir a Audiência Papal quarta-feira, no inverno, normalmente érealizada na Sala Paulo VI.21. Arco dos Sinos entradaGuarda Suíça nesta entrada vai deixar você passar se você tem negócios noVaticano, ou se você tiver reservas para a turnê Scavi.Acima deste arco são ossinos de São Pedro, a maior, com um diâmetro de 2,5 m.22. Verifique sacoVerificar a sua mochila é obrigatório e gratuito neste local à direita da basílica. Eletambém tem os mais novos banheiros, e agora você pode alugar um tour dabasílica. Dica: As escadas perto os banheiros são o caminho mais rápido para oelevador telhado.23. A Fachada (Carlo Maderno)Este. maior do que um campo de futebol (118m por 48m) fachada tem umainscrição do Papa Paulo V em 1612, mas foi concluída dois anos depois Abasílica foi consagrada por Urbano VIII em 18 de novembro de 1626.24. Loggia das BênçãosÉ a partir daqui que o novo papa é anunciado com "Habemus Papam", e dá o"Urbi et Orbi" (à cidade e ao mundo) bênção. O alívio abaixo da varanda, porBuonvicino (1614), é entrega de Jesus de São Pedro as chaves.25. Os RelógiosComo torres de Bernini sino teve de ser demolida, Giuseppe Valadier projetouestes dois relógios 1786-1790. O da direita, com uma mão para mostrar tempomédio europeu, é chamado o relógio Oltramontano. A da esquerda, que mostra otempo de Roma, chama-se o relógio italiano.26. Marcador ObeliscoSe você tiver sorte o suficiente para reservar o passeio Scavi em São Pedro, vocêvai ver o local onde estava o obelisco do tempo de Calígula, até Fontana mudou-se para a praça em 1586.27. Estátuas na fachada (5,7 m de altura)A superação da balaustrada você vai encontrar o Cristo Redentor, São JoãoBatista e 11 Apóstolos. A partir da esquerda: St. Thadeus, São Mateus, SãoFilipe, São Tomé, São Tiago Maior, São João Batista, O Redentor, Santo André,
  72. 72. São João Evangelista, São Tiago, o Menor , São Bartolomeu, São Simão, SãoMatias.28. Scavi EscritórioVocê vai precisar de reservas com bastante antecedência para a turnê Scavi danecrópole. Informações sobre esse passeio a tumba de São Pedro pode serencontrada nosite do Vaticano . O e-mail é: scavi@fsp.va29. Sacristia e TesourariaPio VI (1702-1786) teve este construído em 1776. O Tesouro é realizado a partirda basílica, e contém presentes doados ao longo dos séculos. Abra abril-setembrodiariamente 9:00-18:30; outubro-Mar. 9:00-17:15. € 5, € 12 e criançascom menos de 330. Telhado de São PedroDepois de tomar o elevador e depois caminhar em torno do interior da cúpula,você acaba no telhado de São Pedro, onde você vai encontrar um bar café e lojade presentes, e um segundo elevador (ou escadas) para baixo na basílica.31. Capela SistinaO teto da Sistina é visível a partir da Praça de São Pedro. É a partir daqui que afumaça branca famosa anunciando um novo papa é visto. O acesso aos Museusdo Vaticano e Capela Sistina é um 15 min. andar (norte) em torno das paredes doVaticano.32. Cúpula de São Pedrocúpula de Michelangelo famoso é acessado a partir de um elevador para otelhado (€ 7), uma caminhada dentro da cúpula (vista para a basílica), e então323 passos para a melhor vista de Roma. Abril-setembro 8:00-17:45, Out-Mar8:00-16:45.
  73. 73. 1. Capela com Túmulo de Pio XII2. Capela de Santa Verônica 3. peribolos Clementinian4. Capela de StHelen 5. Capela Clementine (Capela de São Pedro) 6. gregorianoperibolos 7. Capela de Nossa Senhora do Bocciata 8. abertura para os restosarqueológicos da Confessio (ex Capela de Salvatorello) 9. Capela de SãoColumbano da Irlanda10. Capela de Nossa Senhora do Partorienti 11.corredor sulda Confissão 12. Confissão 13. Corredor Norte da Confissão 14. Capela polonesade Nossa Senhora de Czestochowa 15. lituano Capela de MisericordiaeMater 16 . Peribolos - última seção 17.Capela mexicana de Nossa Senhora deGuadalupe 18.túmulo de Pio VI 19. Capela de Nossa Senhora entre Pedro ePaulo 20. peribolos - Primeira Seção . 21Capela dos santos padroeiros daEuropa . 22 Capela de São Andrew 23. abertura na frente do Confessio24. Capela de São Longuinho 25. Túmulo de Pio XI26. Altar Central 27. túmulode João Paulo II 28.Túmulo do Cardeal Merry del Val 29. Túmulo da rainhaCharlotte de Chipre30. rainha Cristina da Suécia31. Túmulo do Stuarts
  74. 74. 32. Túmulo do cardeal Francesco Tedeschini 33.Túmulo de Bento XV 34. Túmulodo IX Inocêncio 35.Arqueológico Sala IV 36. Arqueológico Sala V 37. QuartoArqueológico VI 38. Tumba de Inocêncio XIII39. Túmulo de João PauloI 40. Túmulo de Marcelo II41. Túmulo de Urbano VI 42. túmulo de PauloVI 43.Capela de Nossa Senhora, Rainha dos húngaros 44.Sair Grutas paraPiazzetta Braschi 45.Quarto Arqueológico I 46.Quarto Arqueológico II 47. Arqueológico Sala III 48. Sarcófago cristã primitiva49. Mosaico de João VII 50. Galeria de Clemente VIII 51. Sarcófago de PioIII 52. Sarcófago de Paulo II 53. Polyandrium sob o piso 54. Túmulo de AdrianoIV 55. Tumba de Inocêncio VII 56. Tomb de Nicolau V 57. túmulo de MonsenhorKaas Ludvig 58. Túmulo de Gregório V 59. Túmulo do Imperador OttoII 60. túmulo de Júlio III 61. Estátua de Pio VI 62. Tumba de Nicolau III 63. Túmulode Bonifácio VIII 64. Madonna Dolorosa e os Doutores da Igreja 65. Dividindoparede de Paulo III e os restos de duas colunas da BasílicaVelha66. monumento funerário de Calisto III 67. Estátua de mármore de SãoPedro Enthroned 68. Entrada para as Grutas do pátio
  75. 75. Cátedra de São Pedro A caixa de bronze que sela a cadeira de São Pedro por Bernini na Basílica de São Pedro, em Roma. A Cátedra de Pedro ou Cadeira de São Pedro (Cathedra Petri em latim)é uma relíquia católica, conservada na Basílica de São Pedro em Roma, dentrode um compartimento de bronze, dourado, projetado e construído por GianLorenzo Bernini entre 1647 e 1653, que possuí a forma de uma cadeira deespaldar alto. Os católicos celebram a festa da Cátedra de Pedro nos dias 18 dejaneiro e 22 de fevereiro. A cadeira de um bispo ou outra autoridade religiosa, especialmente sedentro de uma catedral, é chamada cátedra (cathedra do latim) e estaconcretamente é a que está na Basílica de São Pedro e que tem sido utilizadapelos papas como trono para o seu exercício de autoridade máxima e excathedra. Alguns historiadores afirmam que foi utilizado pelo próprio São Pedro,outros porém, afirmam que na realidade ela foi um presente de Carlos II deFrança ao Papa Adriano II em 875. O certo é que existe uma inscrição muito maisantiga, datada de 370, atribuída ao Papa São Dâmaso, falando de uma cadeiraportátil dentro do Vaticano e que houve festas em sua honra anteriores a essadata. Assim da primitiva existiriam apenas uns pequenos pedaços que seriamencrostados nesta nova cadeira, igualmente de madeira, que encontra-se lacrada
  76. 76. no tal compartimento de bronze da autoria de Gian Lorenzo Bernini. Para se ocompreender é preciso pensar que, na altura, estava-se em plena contra-reforma em que foram construídos diversos outros relicários com a intenção deproteger as respectivas relíquias. Podemos ver que, como em O Êxtase de SantaTeresa, este é uma fusão da arte Barroco, escultura e arquitetura ricamentepolicromada, manipulando efeitos de luz. Depois possuí um painel com estofospadrão com um baixo-relevo de Cristo dando as chaves do céu a Pedro.Diversos anjos estão em torno do painel, em baixo há uma assento almofadadode bronze vazio: a relíquia da antiga cadeira está lá dentro. Na Bíblia, em Mateus 16:18-19, Jesus fala para Pedro: "Tu es Petrus etsuper hanc petram aedificabo Ecclesiam meam et portae inferi non praevalebuntadversum eam. et tibi dabo claves regni cælorum et quodcumque ligaveris superterram erit ligatum in cælis et quodcumque solveris super terram erit solutum incælis." ("Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja as portasdo inferno nunca prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dosCéus e o que ligares na terra será ligado nos céus. E o que desligares na terraserá desligado nos céus"), esta frase está inscrita na cúpula em cima do relicário,sendo ambos vistos como símbolos da autoridade do Papa. Este evento éconhecido como Confissão de Pedro. O Túmulo de São Pedro e a cadeira de São Pedro ao fundo na Basílica de São Pedro.
  77. 77.  Túmulo de São Pedro Fachada atual da Basílica. Depois da crucificação de Jesus, no segundo trimestre do primeiro séculoda era cristã, está registado no livro bíblico de Atos dos Apóstolos que um deseus doze discípulos, conhecido como Simão Pedro, um pescador da Galileia,assumiu a liderança entre os seguidores de Jesus e foi de grande importância nafundação da Igreja Cristã. O nome é Pedro "Petrus" em latim e "Πέτρος" (Petros),em grego, decorrente de "Petra", que significa "pedra" ou "rocha" em grego. Pedrodepois de um ministério com cerca de trinta anos, viajou para Roma eevangelizou grande parte da população romana. Pedro foi executado no ano 64d.C durante o reinado do imperador romano Nero, sendo crucificado de cabeçapara baixo a seu próprio pedido, perto do Obelisco no Circo de Nero. Os restos mortais de São Pedro foram enterrados fora do Circo, na Colinado Vaticano, a menos de 150 metros (490 pés) a partir do seu local de morte. Seutúmulo foi inicialmente marcado apenas com uma pedra vermelha, símbolo de seunome, mas sem sentido para os não-cristãos. Um santuário foi construído nestelocal alguns anos mais tarde. Quase trezentos anos depois, A antiga Basílica deSão Pedro foi construída ao longo deste sítio. A partir dos anos 1950 intensificaram-se as escavações no subsolo dabasílica, após extenuantes e cuidadosos trabalhos, inclusive com remoção detoneladas de terra que datava do corte da Colina Vaticana para a terraplanagem
  78. 78. da construção da primeira basílica na época de Constantino, a equipe chefiadapela arqueóloga italiana Margherita Guarducci encontrou o que seria umanecrópole atribuída a São Pedro, inclusive uma parede repleta de grafitos com aexpressão Petrós Ení, que, em grego, significa "Pedro está aqui". Também foram encontrados, em um nicho, fragmentos de ossos de umhomem robusto e idoso, entre 60-70 anos, envoltos em restos de tecido púrpuracom fios de ouro que se acredita, com muita probabilidade, serem de São Pedro.A data real do martírio, de acordo com um cruzamento de datas feito pelaarqueóloga, seria 13 de outubro de 64 d.C. e não 29 de junho, data em que secomemorava o traslado dos restos mortais de São Pedro e São Paulo para aestada dos mesmos nas Catacumbas de São Sebastião durante a perseguição doimperador romano Valeriano em 257. O túmulo de São Pedro Baldaquino da Basílica moderna de São Pedro, de Bernini. O túmulo de São Pedro encontra-se diretamente abaixo desta estrutura. O Túmulo de São Pedro é um local embaixo da Basílica de São Pedroque inclui diversas sepulturas e necrópoles, o túmulo de São Pedro, bem comouma estrutura para abrigá-lo está no extremo oeste de um complexo demausoléus que datam de aproximadamente de 130 d. C. O complexo original foienchido com terra para fornecer uma fundação para o primeiro edifício da Basílicade São Pedro durante o reinado de Constantino I em aproximadamente 330. Osossos de São Pedro encontram-se no pé de uma aedicula abaixo do soalho. As pesquisas iniciais dos anos 1930 e 40 foram encerradas com adescoberta do túmulo de São Pedro, porém seus ossos não foram inicialmenteencontrados, sendo descoberto apenas ao redor do túmulo as sobras de quatroindivíduos e de diversos animais de utilização agrícola, a descoberta foianunciada pelo Papa Pio XII no Ano Santo de 1950. Somente em 1953 sob a
  79. 79. chefia da criptógrafa Margherita Guarducci, uma nova pesquisa foi feita edescobriu-se que ossos foram removidos sem o conhecimento dos arqueólogosde um lóculo no lado norte de uma parede com uma inscrição a vermelho à direitadizendo Petrós Ení, que, em grego, significa "Pedro está aqui". Todas asinscrições foram examinadas por Guarducci, e consideradas legítimas. Não eramadições feitas posteriormente, mas tinham sido gravadas na época dosepultamento. O Arqueólogo António Ferrua descobriu características dassubstâncias químicas contidas na ossada, que confirmaram que estas erampertencentes a um homem que viveu a maior parte de sua vida próximo do Lagode Tiberíades, na Galiléia. O teste subseqüente indicou que estes eram os ossosde um homem com uma idade de 60-70 anos. Considerando o local em que foiencontrado os ossos, bem como sua idade, do templo e das catacumbas aoredor, e também de outros registros históricos, provavelmente tratam-se dosossos de São Pedro. Escavações Entre 1939 e 1949 a equipe de arqueólogos do Vaticano conduzidos evigiados pelo Monsenhor Ludwig Kaas, que tinha autoridade total sobre o projeto,descobriu um complexo de mausoléus pagãos e cristãos sob as fundações dabasílica de São Pedro, datando do segundo e do terceiro séculos. A construçãoda Antiga Basílica de São Pedro por Constantino I e as fundações para oBaldaquino de Bernini destruíram a maioria das abóbadas destas câmaras semi-subterrâneas. Entre elas estava o "túmulo do assim chamado Julii" com mosaicosque pareceram ser cristãos. Igreja Primitiva e primeiro templo de São Pedro Pedro foi executado no ano 64 d. C durante o reinado do imperadorromano Nero. Sua execução foi um dos muitos martírios de cristãos na sequênciado grande incêndio de Roma. Ele foi crucificado de cabeça para baixo, a seupróprio pedido, perto do Obelisco no Circo de Nero. Relatos históricos indicamque os cristãos primitivos teriam pouca dificuldade em obter o corpo do apóstoloapós seu martírio. Naquela época, era costume usual enterrar o cadáver tãopróximo como possível à cena de sua morte. De acordo com estes relatos, ele foienterrado em um latifúndio que pertencia a um proprietário cristão, por umaestrada que conduzia para fora da cidade de Roma, através de Cornelia (local deum cemitério pagão e cristão conhecido) na chamada Colina do Vaticano. Otúmulo original parece ter sido uma abóbada subterrânea, aproximando-se daestrada por uma escada, e o corpo repousava em um sarcófago de pedra nocentro desta abóbada. Na Igreja Primitiva freqüentemente referia-se ao localcomo sendo o túmulo conjunto de São Pedro e São Paulo. Aproximadamente em 170 d. C. Dionísio, Bispo de Corinto escreveu àigreja de Roma agradecendo pela sua ajuda financeira na época do Papa Sotero,

×