Oficina II: Redes Sociais, gestão da imagem e reputação online - Ciclo Comunicacao Digital e Mobilidade - por Pedro Cordier
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Oficina II: Redes Sociais, gestão da imagem e reputação online - Ciclo Comunicacao Digital e Mobilidade - por Pedro Cordier

on

  • 3,105 views

CICLO COMUNICAÇÃO DIGITAL E MOBILIDADE ...

CICLO COMUNICAÇÃO DIGITAL E MOBILIDADE
Oficina II - Redes Sociais, gestão da imagem e reputação online
Facilitador: PEDRO CORDIER
Realização: Trespontos - Rede de Socialização do Conhecimento

Statistics

Views

Total Views
3,105
Views on SlideShare
3,078
Embed Views
27

Actions

Likes
12
Downloads
45
Comments
1

3 Embeds 27

http://www.slideshare.net 25
http://www.lmodules.com 1
http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Quando participamos com um download , fazemos girar esse maravilhoso mundo digital.

    Mas, É IMPORTANTÍSSIMO FAZERMOS UPLOAD! Desta forma, contribuiremos, ativamente, para uma internet cada dia melhor, mais rica e mais livre! Agradecemos aos autores das ilustrações , vídeos , textos e fotos de todos os BLOGs e sites pesquisados para a realização deste trabalho!

    Esperamos que as informações aqui criadas, compiladas, contestadas ou reescritas nos slides da segunda oficina do Ciclo Comunicação Digital e Mobilidade - 'Redes Sociais: gestão de imagem e reputação on line' - possam ser transformadas em algo ainda maior e mais completo ... E assim, sucessivamente...

    Pedro Cordier
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Oficina II: Redes Sociais, gestão da imagem e reputação online - Ciclo Comunicacao Digital e Mobilidade - por Pedro Cordier Oficina II: Redes Sociais, gestão da imagem e reputação online - Ciclo Comunicacao Digital e Mobilidade - por Pedro Cordier Presentation Transcript

  •  
  •  
  • 14:00h : O que são Redes sociais? Reaprendendo a fazer amigos; Marketing de Relacionamento 2.0; 14:50h : Twitter e o fenômeno dos microblogs; Sustentabilidade digital; O socialismo digital. 15:40h : INTERVALO 16:00h : Cibercultura e o Hyper consumo, Hyper conectado, Hyper narcisismo; Manual de reputação on-line. 17:00h: PALESTRA “ Bem-vindos à Era da Conectividade: Dos 4 P's aos novos 4 C's ” Cronograma da Oficina
  • Entende-se por Rede Social como sendo: “ uma das formas de representação dos relacionamentos afetivos ou profissionais dos seres humanos entre si ou entre seus agrupamentos de interesses mútuos” . O que são Redes Sociais?
  • Compartilhamento >> interesses e objetivo em comum >> valores “ um grupo de discussão é composto por indivíduos que possuem identidades semelhantes”. Principalmente na Internet >> aceleração das idéias >> divulgação >> absorção de novos elementos >> busca de algo em comum. O que são Redes Sociais?
  • Segundo Fritjof Capra : "redes sociais são redes de comunicação que envolvem a linguagem simbólica, os limites culturais e as relações de poder". As redes sociais são capazes de expressar idéias políticas e econômicas inovadoras com o surgimento de novos valores, pensamentos e atitudes. O que são Redes Sociais?
  • Redes Sociais na Internet Relações entre indivíduos mediada por computador, buscando proporcionar sua comunicação. As pessoas levam em conta diversos fatores ao escolher conectar-se ou não a alguém. O que são Redes Sociais?
  • VÍDEO: COMO FUNCIONAM AS REDES SOCIAS
  • As interações sociais que ocorrem na Internet (em weblogs, fotologs, no Orkut, no Facebook, no twitter) constituem fortes laços. “ Declarações de amor, amizade e apoio são freqüentes, demonstrando intimidade nas Redes Sociais online”. Relações pessoais e profissionais; troca de idéias; compartilhamento de informações; negócios... Exprimir nossas opinião, como num BLOG, e muito mais, fazendo com que os blogs comecem a perder terreno no que respeita à partilha de informação e de conteúdos multimídia. O que são Redes Sociais?
  • Planejando a sua campanha para redes sociais A palavra central é RELACIONAMENTO!!! Não é preciso saber tudo sobre a outra parte, mas, é preciso saber se há afinidade e interesse comum para prosseguir. Ao planejar uma campanha, escolha o que você deseja alcançar, o objetivo e o que interessa! Social Media Marketing
    • Com isso, vamos conhecer as seis etapas:
    • Conhecer o cliente
    • Mapear os canais
    • Planejar
    • Criar alguma ação
    • Números e
    • Fim da campanha
    Social Media Marketing
    • Conheça seu cliente
    • Qual o seu negócio?
    • Qual o seu mercado?
    • Qual é o seu objetivo principal?
    • Qual o resultado esperado?
    Social Media Marketing
    • 2. Mapeie as redes e saiba usá-las
    • Orkut - Maior rede social do Brasil;
    • Twitter - É a distribuição rápida da informação;
    • Facebook - A maior do mundo;
    • YouTube - Excelente para ações multimídia;
    • Flicker - Fotos, tags, linkbuild e galerias é aqui;
    • Delicious - Links e + links (SEO, page rank e linkability);
    • Yahoo.Answers - Conteúdo, credibilidade e relevância;
    • Blogs - Parcerias, relevância e visitantes.
    Social Media Marketing
  • 3. Planeje como tudo isso vai funcionar Já temos os objetivos, um mapa das redes. Estamos prontos para planejar! É importante pesquisar casos, estratégias e fracassos para orientar suas decisões. Se não tiver informações, procure. Se não sabe, pesquise! Olhe o cliente, os objetivos e os resultados esperados e procure jogar o jogo de cada uma delas. Entenda como funcionam, conheça as características e regras informais e como se conversa com o público. Social Media Marketing
  • 4. Crie a ação e divirta-se Seja flexível e esteja muito bem informado para fazer um bom trabalho criando conexões, estratégias e ações inteligentes e úteis para o cliente e o mercado. Exemplo brasileiro: campanha  # seeufossechefe ; Exemplo de fora do Brasil: # utweet . Social Media Marketing
  • 5. Números Se você trabalhou certo, mostre o que o cliente quer saber: números! Números, seguidores, colaborações, posts… mostre tudo que você definir com relevante para o cliente. O negócio é continuar no sucesso e corrigir rapidamente as falhas. Social Media Marketing
  • Se você fez tudo certo, a parte mais divertida do nosso trabalho é que os números em redes sociais, mesmo com atraso, crescem dia-a-dia. Se o objetivo ainda não foi alcançado, ajuste o que for preciso e continue!! Social Media Marketing Essa imagem representa bem como uma ação de social media funciona.
  • 6. E no final… que final? Relacionamentos nas redes sociais são como o relacionamento com seus amigos, eles não terminam ! Por isso, escolha bem para quem você trabalha. Se tudo der certo, você vai acabar sendo um defensor da marca, um evangelizador, você será parte do grupo, alguém que vai adorar toda essa bagunça e ser uma parte importante de todo o relacionamento. Dê um passo, corrija tudo que for necessário e mais outro passo. Rede social é falar de pessoas, relacionamento e paixões. Não é estável, mas sim o resultado de um grande trabalho construído dia-a-dia, com dedicação e diversão. Social Media Marketing
  •  
  •  
  • O Orkut foi criado por um ex-aluno da Universidade de Stanford chamado Orkut Büyükkökten e lançado em 2004 pelo Google. É um sistema virtual que possibilita a conexão entre pessoas e a afiliação delas a comunidades. Os indivíduos são mostrados em forma de perfis, é possível receber conexões diretas (amigos) e indiretas (amigos dos perfis), e também como organizações sob forma de comunidades e também ferramentas de interação variadas, tais como fóruns para comunidades. VÍDEO: TOUR PELO NOVO ORKUT O ORKUT
  •  
  • Em 2004, Mark Zuckerberg, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, três estudantes da Universidade de Harvard, lançaram um site projetado para colocar os estudantes em contato uns com os outros, a fim de compartilharem suas fotos e encontrarem novas pessoas. Cresceu. Expandiu para Stanford, Columbia e Yale; Em 2005 haviam 800 redes universitárias nos EUA no site, ou seja, haviam mais de 5 milhões de usuários ativos. Novo nome:  Facebook ; Em 2010, com 350 milhões de usuários, o Facebook atingiu a condição de “3º maior país do mundo”, ultrapassando os EUA e ficando atrás somente de China e Índia, em termos de “população”. VÍDEO: MKT REDES SOCIAIS I e MKT REDES SOCIAIS II O facebook
    • 98 “A long time ago”: Yázigi. Zipmail;
    • Amigos desde 2000. iG.
    • 2001 WTC na internet
    Reaprendendo a Fazer Amigos Amigos da internet
    • Blog Twitter, Orkut... eles estão em todas as redes sociais.
    • Nerds e rebolation...
    • Nada de psicopatas, seqüestradores ou golpistas, viu, mãe?
    • Expressões e sentimentos.
    • Detalhes tão pequenos...
    • Ao vivo, por e-mail, por sms ou pelo celular!
    • Sem barreiras...
    Reaprendendo a Fazer Amigos
  • Não nasci conectado; Mergulho de possibilidades; Mirc, iQC, cadê? Histórias de internet; Recomeços; Multi-relacionamentos multimidia; Novas percepções. Reaprendendo a Fazer Amigos
  •  
  • Empresa e consumidor seguem a tendência mundial de migrar para a internet e hoje integram o conceito 2.0. Consumidor >> frequência >> fidelidade >> interatividade. “ O objetivo de programas de relacionamento está no incentivo para o cliente comprar mais, gerando satisfação, fidelidade e rentabilidade, que são aspectos completamente diferentes um do outro”. Marketing de Relacionamento 2.0
  • Como acontece tudo ao mesmo tempo agora, ou seja, tem gente que ainda está desconectado e tem gente que já tem iPAD ( Akyta ), temos: “ Na web 1.0 o consumidor começa a ganhar poder pois, tudo que ele faz começa a gerar dados. Na 2.0 ele gera mídia e assume o poder” Relevância >> relacionamento >> fidelidade Dados >> entendimento >> customização programas de fidelidade Relacionamento não é apenas tecnologia, mecânica, processo e estética... É, essencialmente, relacionamento ! Marketing de Relacionamento 2.0
    • Atenção e reputação;
    • Programas de fidelidade 1.0 >> compra >> relação com o consumidor;
    • Programas de relacionamento 2.0 >> conquista >> relação com público;
    • Marketing de Relacionamento e de Guerrilha agora são superados por uma palavra tão pequena chamada EMPATIA;
    • Internet >> papel relevante >> interatividade >> CONQUISTA >> conhecimento detalhado >> livre de técnicas persuasivas >> livre de armadilhas >> redes sociais >> futuro (presente!!) >> relacionamento, seja social ou corporativo >> marcas >> diálogos >> prosumer >> Twitter >> Facebook >> Orkut >> Blogs!!
    • VÍDEO: DADOS REDES SOCIAIS NO BRASIL
    Marketing de Relacionamento 2.0
  • Muitos sites de redes sociais têm várias funções. O Orkut e o Facebook permitem que os usuários criem perfis, adicionem fotos, incluam recursos multimídia, mantenham um blog e integrem programas úteis ou bizarros em suas páginas iniciais. Mas, em 2006, uma empresa online com um serviço bem simples, inaugurou a era dos microbloggings e está rapidamente se tornando um dos mais famosos provedores de serviço na rede social: o Twitter. O Twitter
  • Os fundadores do Twitter são Evan Williams, Biz Stone e Jack Dorsey . Williams >> Blogger >> Google >> Williams Williams e Biz Stone, deixam o gigante da Internet para fundar uma nova empresa chamada Odeo . Um dos produtos estava apenas começando a ganhar força: o Twitter! Jack Dorsey >> Obvious >>desenvolver novas funções Twitter >> aplicativos >> mensagem instantânea e e-mail Março de 2006, >> Twitter Incorporated . O Twitter
  • O Twitter
  • Era da exposição e do compartilhamento. Público e privado começam a se confundir. A ideia de privacidade vai mudar ou desaparecer. 140 caracteres. Mensagem curta. Ideia complexa. 2,4 trilhões de SMS/ mês. Superconectados; 2 bilhões na internet >> 4 bilhões com celulares >> fusão! Internet >> celular >> internet O Twitter
  • Twitter >> ritmo >> troca >> conexão 7 milhões de usuários 6 milhões >> twitter >> blog e celular 140 toques - torpedos dos celulares >> circulam na internet como os textos de blogs. “ O que você está fazendo?” – e todo mundo responde Fluxo contívuo de intimidade ambiental Rapidez >> histeria de fora >> natural de dentro Sucesso >> explosão >> rede social que mais cresce nos EUA O Twitter
  • Marketing de Relacionamento 2.0
  •  
  • Juntos para reciclar As empresas Carrefour, Coca-Cola Brasil, Tetra Pak e o Instituto Akatu – organização da sociedade civil – decidiram se unir para incentivar o consumo consciente. Até o mês de julho, quem levar uma embalagem Del Valle para uma loja Carrefour, ganha R$ 0,30 de desconto na compra de outra caixa de suco. As embalagens coletadas serão doadas a cooperativas de catadores, incrementando a geração de renda. Objetivo >> estimular o engajamento da sociedade no processo de coleta seletiva. Demonstração de reciclagem da Tetra Pak nas lojas.  Além de ação de educação para a sustentabilidade, a lei agora obriga o fabricante a se responsabilizar pelo destino final de seus produtos Sustentabilidade digital
  • Vamos bater perna A marca Goóc batizou de “2014” o projeto cuja meta é transformar 40 milhões de pneus em mais de 210 milhões de pares de sandálias até a data da Copa do Mundo no Brasil. Segundo estudos da empresa, o brasileiro gasta, em média, um pneu a cada 4 anos ( mesmo quem não tem carro ).  Desde 2004, a empresa reciclou mais de 2 milhões de pneus na confecção de seus produtos. Com três fábricas no Brasil, a meta, agora, é inaugurar uma nova unidade em Brotas. Cada par de sandália Góoc custa, em média, R$ 25. Para que a empresa multiplique a produção por 20, até 2014, além de andar muito de carro, o brasileiro terá, também, de gastar muita sola de sapato! Sustentabilidade digital
  • Supérfluos bem-vindos Já existe quem se interesse por embalagens plástico-metálicas de salgadinhos, chocolates e biscoitos. A TerraCycle, nascida nos Estados Unidos, está à procura de parceiros no Brasil para dar destino a essas embalagens, que – diga-se – não são nada fáceis de reciclar. As atividades por aqui funcionam da seguinte maneira: grupos de voluntários formam equipes nos locais de trabalho, condomínios, escolas e se cadastram no site da TerraCycle. Com porte pago, as embalagens são enviadas pelo correio. E rendem dois centavos para uma entidade social que a equipe queira ajudar. Os créditos vão se acumulando na “conta” dos voluntários e, a cada seis meses, são enviados à instituição. www.terracycle.com.br . Sustentabilidade digital
  • Social software, Social Media: Socialismo digital!
  • A grande ameaça do capitalismo ao longo do século XX reaparece com novo conceito, conhecido como o socialismo 2.0 , nomenclatura do que seria o “ modo de produção econômico e cultural ” da web de hoje.   Quem defende essa tese é o pensador e escritor norte-americano Kevin Kelly , especialista em tecnologia e nada menos do que um dos fundadores da " Wired ". " Não estamos falando sobre o socialismo do seu avô. Na verdade, há uma lista longa de movimentos do passado que este socialismo não segue. Ele não segue a luta de classes, não é antiamericano; inclusive, o socialismo digital pode ser a inovação americana. Enquanto o socialismo da velha guarda era uma arma do estado, o socialismo digital é o socialismo sem o estado. Esse novo tipo de socialismo correntemente opera no centro da cultura e da economia, em vez do governo -- por enquanto ." Socialismo digital
  • Resgate do conceito de socialismo >> modus operandi da web. “ Comunitário” e “coletivismo”. “ Quando as pessoas controlam os meios de produção para seu trabalho em direção a um objetivo comum e dividem seus produtos em comum; quando eles elaboram trabalhos sem receber salários e usufruem dos frutos gerados de forma gratuita, não é irracional chamar isso de socialismo ”.  Socialismo digital
  • Softwares abertos >> Creative Commons >> Redes Sociais COMPARTILHAMENTO GRATUITO! Não importa credo ou classe social, todos têm meios para distribuir conhecimento, conteúdo e se beneficiar disso de volta no ambiente digital .  Organização >> pessoas independem das instituições Colaboracionismo online >> flashmobs >> blogs >> preservação da natureza >> organizar pessoas >> mudanças sociais >> bem comum Socialismo digital
  • Saatchi & Saatchi (Londres) >> Trafalgar Square >> “Hey Jude” aqui Brasil >> Twitter baixar as calças no metrô de São Paulo Festival de Chicago >> inspiração >> centenas de pessoas link . A colaboração é dom natural do ser humano e isso cresce à medida que a conexão online aumenta.   Barack Obama >> evolução web >> integração >> interesses comuns. Socialismo digital
  • “ Democracia é mais do que apenas votar. Votar é apenas essa etapa superficial, o último degrau de um processo muito maior que inclui um envolvimento entre as pessoas de uma sociedade. E eu acho que com a eleição teve-se uma ideia de que é possível conseguir coisas de maneira mais engajada, com mais pessoas trabalhando em prol de um benefício em comum e tendo conversas em torno disso ”.  Todas as velhas características de interação, de colaboração entre as pessoas, continuam existindo, mas, em adição, há caminhos para explorar novas formas de colaboração, novas maneiras de interação, o que começou a ser feito recentemente. “ Nós realmente estamos no limite de um novo continente”, diz.  Socialismo digital
  • GOOGLE MASTER PLAN Além de tudo isso, outro dia me coloquei a pensar sobre o Google, que hoje tem ares de “Estado” dentro da internet, uma vez que é o grande organizador da informação disponível em rede. O Google nos dá a noção de que tudo na internet é gratuito e que podemos navegar livremente. Mas há gente que, em função dessas características benéficas, observa um plano maquiavélico por trás. Pode ser ficção, mas trata-se de uma grande história; veja  aqui . Socialismo digital
  • Cibercultura e a Hyper conexão: Hyper narcisismo?
  • “ Cibercultura é um termo utilizado na definição dos agenciamentos sociais das comunidades no espaço eletrônico virtual”. Estas comunidades estão ampliando e popularizando a utilização da internet e outras tecnologias de comunicação, possibilitando assim maior aproximação entre as pessoas de todo o mundo. Cibercultura
  • Cibercultura é a cultura contemporânea fortemente marcada pelas tecnologias digitais. Cibercultura Ela é o que se vive hoje. Home banking , cartões inteligentes, voto eletrônico, pages , palms , imposto de renda via rede, inscrições via internet, etc. provam que a Cibercultura está presente na vida cotidiana de cada indivíduo.
  • QUESTIONAMENTOS do jornalista britânico Andrew Keen, que em seu livro ‘O culto ao amador’: “ O negócio da informação está sendo transformada pela internet no puro barulho de 100 milhões de blogueiros, todos falando simultaneamente sobre si mesmos”. “ O culto ao amador tornou cada vez mais difícil determinar a diferença entre leitor e escritor, artista e relações públicas, arte e publicidade, amador e especialista”. “ Hoje, numa web em que todo mundo tem a mesma voz, as palavras de um sábio não contam mais que os balbucios de um tolo”. “ Usamos a web para confirmar nossas próprias idéias partidárias e nos aliar a outros com as mesmas ideologias”. Hiper narcisismo
  • É possível lapidar o carvão com o intuito de transformá-lo no precioso diamante. Assim como comentou o grande poeta Sá Muray:  “ Descobri que não preciso liquidar os meus defeitos que persistem dentro do meu ser. Apenas preciso lapidá-los. Por este motivo, depois que me libertei de alguns nós, descobri que muitos deles se tornaram minhas qualidades.” Hiper narcisismo
  •  
  • Manual de reputação on-line Já googlou o seu nome? Como procurar pelo seu nome nos motores de busca Limpe a sua reputação online: comece hoje Gerir a reputação em sites externos Reputação pessoal: motores de busca a seu favor Coloque o seu site nos motores Quem és tu na web? << Clique na imagem para BAIXAR O MANUAL!!
  • Manual de reputação on-line Os efeitos benéficos ou perversos da tecnologia de busca na nossa reputação online; Gestão da reputação >> pequeno círculo >> toda a rede Testemunhos partilhados >> influencia >> julgamentos pessoais, de valor, relações e carreiras Tomar contacto com os resultados >> Prepara-se para os resultados Remediar >> gestão passiva da reputação >> Cuidar e desenvolver >> gestão ativa
  •  
  • Como uma onda &quot;Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual ao que a gente Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo No mundo Não adianta fugir Nem mentir Pra si mesmo agora Há tanta vida lá fora Aqui dentro sempre Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar (...)&quot; Lulu Santos
  • Bem-vindos à ERA DA CONECTIVIDADE!! Não adianta nos prepararmos quando a onda já está lá em cima. Temos que conhecer a onda durante a sua formação, pois, quando ela chegar ao topo, devemos estar à par de tudo e prontos pra agir o tempo todo. Temos que estar em sintonia com o  ZEITGEIST  (pronunciasse: tzait.gaisst) e antenados com as MEGA TENDÊNCIAS (importantes mudanças sociais, econômicas, políticas e tecnológicas que se formam lentamente e, uma vez estabelecidas, nos influenciam por algum tempo).
  • Era da Conectividade
  • MUDANÇAS SOCIAIS Múltiplas opções ao invés de escolha entre isto ou aquilo; Mudanças profundas no paradigma familiar (vários núcleos familiares); Estilo de vida global e nacionalismo cultural convivendo ao mesmo tempo.
  • MUDANÇAS POLÍTICAS Descentralização; Emergência de um Socialismo de Mercado; A Democracia representativa cedendo espaço para a Democracia participativa; AUTO-AJUDA ao invés da ajuda institucional; Comunicação lateral INTENSIVA no lugar das hierarquias.
  • MUDANÇAS ECONÔMICAS E MERCADOLÓGICAS Economia nacional fortalecida; Explosão das economias do  BRIC  ; Declínio dos mercados; Declínio da produção em massa; Fragmentação do mercado; Explosão de produtos e serviços; Mais escolhas; Demanda por qualidade; Demanda por respostas rápidas; Maior complexidade; Empresas de pequeno e médio porte; Unidades estratégicas de negócio.
  • MUDANÇAS TECNOLÓGICAS Socialização da informação através da internet; Aumento expressivo de acesso rápido (banda larga) à grande rede; Chegada do celular como veículo de informação (envio e recebimento de texto via SMS, de som e imagem, via MMS, aplicativos, sites wap, envio/ recebimento bluetooth).
  • MUDANÇAS NOS PERFÍS Todas essas mudanças vêm alterando, drasticamente, o perfil do consumidor (politizado, consciente, com escalas de valor definida e pró-ativo), Da concorrência (ágil, intensa, internacional, maior quantidade de canais de distribuição); E dos fornecedores (parceiros por projetos, peças chaves de produção) Tornando o mercado mais dinâmico e complexo.
  • MUDANÇAS NAS EMPRESAS
    • As empresas também tem sido atingidas e levadas a:
    • Adequarem seus perfis;
    • Migrar suas orientações para nichos;
    • Tornarem-se mais rápidas e flexíveis;
    • Conscientização em questões como qualidade, meio-ambiente e importância das pessoas (colaboradores, clientes e parceiros);
    • Buscarem ser mais transparentes e participativas.
  • Dos 4 P's aos novos 4 C's ” PALESTRA Conexão Colaboração Conteúdo Compartilhar NOVOS 4 Cs Comunicação Conveniência Cliente Custo ANTIGOS 4 Cs Promoção Praça Produto Preço 4 Ps
  • MUDANÇAS NAS PESSOAS
    • Com isso, o perfil do profissional da Era da Conectividade também evoluiu para:
    • Cidadão do mundo | Bilingue (mínimo);
    • Generalista | Visão estratégica;
    • Intuitivo (maior capacidade de percepção) | Sensível;
    • Visão sistêmica (conexão);
    • Mais que um usuário, um internauta 2.0 (participativo, colaborativo);
    • Alto nível cultural.
  • &quot;A principal coisa do mundo não é o conhecimento, mas o uso que se faz dele“. (Theodore M. R. Von Keller)
  • Numa sociedade cada dia mais conectada, não conseguiremos obter resultados relevantes apenas com  Talento , é necessário completar essa tríade do SUCESSO com Informação e Relacionamento .
  • “ Temos uma poderosíssima ferramenta de CONEXÃO que, se utilizada corretamente, pode ampliar nossas potencialidades, nos ajudar a descobrir nossas habilidades e competências, nos informar e, principalmente, nos conectar com pessoas que possam ajudar com nossas escolhas. Bem-vindos à ERA DA CONECTIVIDADE!!” ( Pedro Cordier )
  • Quando participamos com um download , fazemos girar esse maravilhoso mundo digital. Mas, É IMPORTANTÍSSIMO FAZERMOS UPLOAD! Desta forma, contribuiremos, ativamente, para uma internet cada dia melhor, mais rica e mais livre! Agradecemos aos autores das ilustrações , vídeos , textos e fotos de todos os BLOGs e sites pesquisados para a realização deste trabalho! Esperamos que as informações aqui criadas, compiladas, contestadas ou reescritas, possam ser transformadas em algo ainda maior e mais completo ... E assim, sucessivamente...
  • Twitter: @ PedroCordier