Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
124
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. SOUTH KOREA GOVERNMENTMinistry of Education, Science and Technology / Ministry of ForeignAffairs and Trade / Ministry of Culture, Sports and Tourism /Ministry of Knowledge Economy@-LEARNING WEEK 2010 CONFERENCESTowards smarts e-learning cooperation:Contemporary trends & issues for East Asia and Latin AmericaSeoul, South Korea, septiembre 15-18, 2010Brazil Government / Ministry of EducationPresentation: Trends in ICT in education in BrazilOne Computer per Student Program - PROUCAGoverno do Brasil / Ministério da EducaçãoApresentação:Tendências em TIC na educação do Brasil.Programa Um Computador por Aluno - PROUCA 1
  • 2. We begin with the conclusion!Its part of educational change thatprocesses in Brazil spread teaching ofinformation technology andcommunication in public schools, acontext of sustainable development withreduced inequality and inclusionsocial and citizenship 2
  • 3. Context Educação de qualidade para todos e para cada um resume a orientação que o tema vem merecendo do Governo. A promoção da qualidade da educação é um desafio que vem sendo enfrentado em seus diferentes aspectos. As ações implementadas pelo Governo tanto atendem à melhoria dos padrões de qualidade em todos os níveis e modalidades quanto ao combate às desigualdades no acesso à educação 3
  • 4. Context A educação como tema támbém está incorporada na Agenda Social do Governo em várias frentes como fator de fortalecimento das identidades de diferentes grupos e como elemento de emancipação, com ênfase e foco na garantia de universalidade e de qualidade da educação Diversas ações governamentais estão articuladas com a educação entre elas o Programa de Inclusão digital 4
  • 5. Context O Programa de Inclusão Digital contribui em várias frentes para a redução da exclusão digital ao levar aos pontos mais remotos do País infra- estrutura de acesso às TIC disponibilizando de forma 100% gratuita Vinculado ao Programa de Inclusão Digital são fundamentaois na meta de conectar todas as escolas publicas do Brasil o GESAC-Governo Eletrônico Serviço de Atendimento ao Cidadão , que foca sua atuação na conexão das escolas rurais, e o Programa Banda Larga nas Escolas , que atende as escolas urbanas de ensino fundamental e médio 5
  • 6. Context Fundamental quanto à infra-estrutura tecnológica disponibilizadas às escolas públicas o Programa Nacional de Tecnologia Educacional-ProInfo. Na modalidade ProInfo Rural, distribuiu até o momento 10.780 conjuntos de tecnologias para escolas rurais brasileiras, compostos de computadores, impressoras e aparelhos de DVD. Esses conjuntos levam a essas escolas todo o conteúdo educacional disponível em meio digital, além de todo o conteúdo da TV-Escola digitalizado. O ProInfo Urbano distribuiu 15.000 conjuntos de tecnologias que atendem às necessidades e às demandas pedagógicas e administrativas das escolas públicas urbanas de Educação Básica em todo o Brasil. 6
  • 7. Brazil: location
  • 8. BRASIL BRAZIL 브라질Diversidade. Multiculturalidade. Biodiversidade. 8
  • 9. Federative Republic of BrazilFlag
  • 10. BrazilGeneral data. AREA: 8,514,876.599 km ² (square kilometers), equivalent to 47% of thearea of South America. The country has the fifth largest land area in theworld (after Russia, Canada, China and United States). It has three TIME ZONES. It is the only PORTUGUESE SPEAKING COUNTRY in the Americasand a more ethnically diverse and multicultural nation in the world, theresult of strong immigration from many countries, made up of Europeandescent, Indians, Africans and Asians. The country has between 15 AND 20% OF ALL GLOBALBIODIVERSITY , taking the example of the Amazon rainforest, theAtlantic Forest, Pantanal and Cerrado. ORGANIZATION POLITICAL-ADMINISTRATIVE : formed by theunion of twenty-six States and the Federal District, divided into 5,565Municipalities 10
  • 11. BrazilEconomic and demographic - Ninth largest economy in purchasing power parity (2008), the eighthlargest in GDP noinal (2009) and largest latin American economy- GDP/PPP (Gross Domestic Product / Per Capita): US$ 2.013 trillion - It is the fifth largest contingent of the world population of about193,295,218 millionSocial indicators - Gini (2009): 49.3 - HDI (2007): 0,813 (high) (75th) - Per capita: US$ 10,513 11
  • 12. BrazilEducacional data - Illiteracy – 9,1% (2008 / PNAD / IBGE) - Schooling – 97,5% (2008 / PNAD / IBGE) - 52.5 (2009) million students in basic education: . 13,9% em escolas particulares . 86,1% em escolas públicas - 197.468 número de estabelecimentos de ensino país - 5.1% (2007) Investment percentage of GDP in education 12
  • 13. ICT in education in Brazil Technology in education in Brazil: a long history (radio, print, television, computer) Computer education government initiative:  1984 to 1996 - Educom Project (research and training), Immediate Action Program (implantation of centers education in informatic and training of agents multiplicadores para implantação dos centros), Proninfe (enlargement implantation of centers, training and dissemination of educational technology practices)  1997 to 2007 - ProInfo-National Informatic in the Education Program (beginning the process of universalization of ICT in schools through the dissemination of computer labs) Computer education-vision:  1980 - Government:: experimentation, teaching viability - Researchers views: pedagogical change  1997 - Government:: improving the quality of education - Researchers views: pedagogical change 13
  • 14. ICT in education in Brazil Computer education government initiative:  2007 to 2010 - ProInfo National Technology Educational Program. ProInfo Integrated:  Infraestructure: labs, multimedia projector, UCA, Infraestructure systems  Capacity: Teachers and administrators for the use of Capacity ICT in schools  Educational content: offer portals, educational TV, media  2008 to 2010 – PBLE-Broadband in schools Program (connection of all urban public schools / 56,000 schools) 14
  • 15. ICT in education in Brazil Computer education government initiative:  2007 onwards – ProInfo: includes mobile technologies, concept 1:1  Multimedia Projetor ProInfo  Design, development, testing, evaluation, production and distribution  One computer per Student - UCA / PROUCA  Experiments - Five Schools (2008 to 2009 / completed / reports)  Pilot - Evaluation of viability (pedagogical, technological, managerial) in three hundred public schools – Ongoing implementation  PROUCA financing line: expansion to the pedagogical use in line public schools and nonprofit 15
  • 16. Experiments 2007 Equipments (laptops): donated by manufacturers of the MEC have selected five schools in five cities in different regions: São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Palmas (TO), Piraí (RJ) and Brasilia (DF) Different models, concepts of ownership of technology and connectivity solutions employed Structured experiences in schools with support groups of researchers from local universities, states, municipalities and businesses in terms of technical supportand training of 16
  • 17. CLASSMATE, INTELExperiments • Palmas-TO Colégio Estadual Dom Alano Marie Du Noday Equip.: ClassMate/PC Intel Quantitaty: 400 Feature: share in shift different of laptops • Piraí-RJ CIEP n°477 Profª Rosa Conceição Guedes Equip.: ClassMate/PC Intel Quantitaty: 400 Feature: concept 1:1 MOBILIS, ENCORE Brasília-DF Centro de Ensino Fundamental n° 1 do Planalto Equip.: Mobilis, Encore Quantitaty: 40 Feature: share in 3 differents shifts XO, OLPC São Paulo Escola Municipal Ens. Fund. Ernani Silva Bruno Equip.: XO, OLPC Quantitaty: 300 B1-B2 65 B4 Feature: share in 3 differents shifts Porto Alegre Escola Estadual Luciana de Abreu Equip.: XO, OLPC Quantitaty: 330 B1-B2 65 B4 Feature: concept 1:1
  • 18. CLASSMATE INTELExperiments • Palmas-TO • Piraí-RJ CIEP n°477 Profª Rosa Conceição Guedes MOBILIS, ENCORE Brasília-DF Centro de Ensino Fundamental n° 1 do Planalto XO, OLPC São Paulo Escola Municipal Ens. Fund. Ernani Silva Bruno : Porto Alegre Escola Estadual Luciana de Abreu
  • 19. PilotGeneral information• 27 States - 10 schools by federative unit:• 5 Schools of the State• 5 Schools 5 cities selected by the Union of Municipal Secretaries of Education• Urban and rural• 6 Total UCA(All schools in a municipality with 3000 students and teachers)• Laptops 150.000• 500 per school - for all students and teachers• 1 Mbps broadband• 1 Server• Federal Government: equipment, internet access, training and evaluation of thePilot• Governments of States and Cities: Partners, the school infrastructure (electrical andcommunication) and educational project for use in school 19
  • 20. Pilot 20
  • 21. TIC na educação no Brasil PROUCA Financing line PROUCA Pilot 21
  • 22. 22
  • 23. Thank you Pedro Ferreira de AndradeMinistery of Education, Secretary of Distance Education, Brazil 23
  • 24. Sources, references, images Andrade, P. F. (2008). Brazil: One Computer per Student Project – UCA. Meeting One Laptop Per Child – OLPC. Massachussetts Technology Institute – MIT / Media Laboratory. Cambridge, Massachussets Inep IBGE Wikipedia 24
  • 25. Alguns pontos... Ousadia e inovação (sociedade, estado, MEC, sistemas de ensino, universidades, escolas, parceiros, colaboradores, gestores, professores, alunos, comunidades  princípios, pilares, currículo flexível, atitudes) Piaget  o conhecimento e as crianças  capacidade para aprender Papert  palestra no MIT (1971), máquina da criança. Negroponte (A vida digital)  Dacar, Senegal, crianças  aprendem sobre o computador com a mesma facilidade, TIC estratégias de aprendizagem, oportunidades Brasil e as TIC na educação  mudança pedagógica UCA tendência mundial de A a Z  características: uso intensivo, 1: 1, imersivo, expansivo, mobilidade, conectividade... UCA no Brasil  projeto de educação 25
  • 26. O que aprendemos e a forma comoaprendemos na educação sistematizada nãoestaria muito de acordo como o conhecimentose processa em nível do indivíduo e dospadrões atuais de organização do trabalho 26
  • 27.  Impressão de que conhecemos muitoO conhecimento, em nível do indivíduo, suficientemente o nosso caminho eé multidimensional e uno, é ao mesmo nossa realidadetempo físico, biológico, cerebral, mental,psicológico, cultural e social e necessita  As máximas cartesianas predominamde processos energéticos, elétricos, na organização de todo o sistema escolar/acadêmicoquímicos, fisiológicos, cerebrais,existenciais, psicológicos, culturais,  O conhecimento é reduzido alingüísticos, lógicos, ideais, individuais, fragmentos, esvaindo-se o significadocoletivos, pessoais, transpessoais e do conhecimento. Cada coisa deveimpessoais, que se articulam uns aos ser decomposta, analisada e reduzidaoutros do complexo ao mais simplesComporta: uma competência (para  Padrões de organização têm ocupado cada vez mais espaço na utilização deproduzir conhecimento – cérebro – uma tecnologias informáticas. Valorizaçãomáquina bio-físico-química); uma do trabalho em equipe, envolvimentoatividadade cognitiva (cognição); um coletivo na realização de um projeto,saber (resultante dessas atividades) interação entre os participantes, maior flexibilidade/mobilidade na atribuição de tarefasAs aptidões cognitivas humanas nãoconseguem desabrochar senão noseio de uma cultura que a produziu,conservou, transmitiu uma linguagem,uma lógica, um capital de saberes ecritérios de verdade 27
  • 28.  Conhecer passou a ser também tecer significações e partilhar significados que são atribuídos e representados por cada indivíduo Os significados são construídos por meio das relações estabelecidas entre os objetos, entre os conceitos Um significado acaba sendo um feixe de relações, construído a partir de um tema, ao qual estabelece-se conexões pertinentes com outros temas Esses feixes de relações articulados em uma grande teia de significações tornam o conhecimento uma teia de relações 28
  • 29. Possibilidade de reorganização doprocesso de construção e gestão doconhecimento na educação sistematizadabaseada na idéia de rede de representaçãodo conhecimento inspirada na utilizaçãointensiva das TIC 29
  • 30. A idéia de rede como imagem doconhecimento “pressupõe flexibilidade,plasticidade, interatividade, adaptabilidade,cooperação, parceria, apoio mútuo e auto-organização” (Moraes, 1997: 96) 30
  • 31. Características da imagem do conhecimentoem rede associadas às redes digitaisAcentrismo. O conhecimento não tem centro. O centro pode estar em toda parte. Para tratar dos mais diversos conteúdos, dentro de cadadisciplina ou em temas transdisciplinares, não existe umponto de partida necessário, nem um único caminhoa ser seguido, múltiplos são os percursos possíveis naestruturação, no planejamento dos trabalhos de umadisciplina ou de um curso 31
  • 32. Características da imagem do conhecimento emrede associadas às redes digitaisHistoricidade. Continuamente as redes de significações estãoem permanente estado de atualização e novasrelações são incorporadas as redes, ou sãoabandonadas.. A construção do conhecimento é permanente, éviva, nunca se pode fundar em definiçõesfechadas, nunca é definitiva 32
  • 33. Características da imagem do conhecimentoem rede associadas às redes digitaisHeterogeneidade. “Nós” e significados são naturalmente heterogêneos,envolvendo relações pertencentes a múltiplos conteúdos, adiversas disciplinas.. Os conceitos realmente relevantes sempre terminam porultrapassar as fronteiras das disciplinas 33
  • 34. Princípios UCA. Porque? Reconheceu-se que são necessários princípios representativos de valores e propósitos que se identifiquem com ações e práticas que orientem a preparação dos agentes de aprendizagem para atuar nas situações inovadoras em educação no uso do laptop educacional A utilização das TIC na educação necessita ter uma ligação clara aos princípios de aprendizagem. Isso não ocorreu antes em outros projetos e programas Papel do GTUCA e da comunidade acadêmico-científica brasileira na formulação dos requisitos funcionais e dos princípios pedagógicos para o uso do laptop escolar 34
  • 35. Conhecimento e educação em rede Conhecimento em rede O conhecimento como processo em contínuo fluxo de construção e reconstrução 35
  • 36. Conhecimento e educação em redeEducação aberta, organizada em rede Existência de processos transformadores que dependem da ação, da interação e do movimento em espiral – algo que não tem fim, em que início e fim não são predeterminados Lógica reticular de “nós” que se interconectam, permitindo múltiplos pontos de partida e de chegada, que estão na própria arquitetura da rede globalCurrículo em ação Desenvolvimento de projetos de ação, que integram várias disciplinas, reforçando a visão de construção do conhecimento em rede de significações 36
  • 37. Princípios pedagógicos UCA Interação entre as pessoas ampliada entre os que estão em espaços geográficos e culturais muito diferenciados e de construção coletiva do conhecimento Redes de construção coletivas, que se formam por seleções diferenciadas dos “nós”, com os quais professores e alunos poderão explorar diferentes alternativas de solução para um mesmo problema, abrindo novas perspectivas de análise e de construção do conhecimento Diversidade entre os participantes na rede e ampliação da interculturalidade, contribuindo para compreensões individuais e coletivas que se estabelecem em patamares cada vez mais próximos da realidade complexa como a que vivemos na atualidade 37
  • 38. Princípios pedagógicos UCA: lógica de estruturação  Exploração pedagógica da mobilidade do laptop na expansão dos espaços, das fronteiras e tempos escolares Utilização do laptop educacional dentro e fora da escola para flexibilizar os tempos escolares, de maneira que a aprendizagem se dê tanto no tempo formal da escola como em outros momentos do dia-a-dia dos alunos e professores  Formação de comunidades de aprendizagem Constituição de comunidades de aprendizagem entre parceiros (entre escolas, universidades, organizações etc), especialistas e diferentes segmentos organizados da sociedade para favorecer a expressão, troca de idéias entre os participantes e a mediação compartilhada que favoreça a reflexão e o aprofundamento das idéias, bem como o diálogo entre comunidades e espaços escolares, o que potencializará o trabalho cooperativo e colaborativo de alunos e professores, resultando em produções de autoria e co-autoria  Potencialização dos letramentos – alfabético, visual, sonoro, digital – e das diferentes linguagens – escrita, verbal, gráfica, plástica, corporal Trabalhar os diferentes letramentos para criação, expressão e comunicação de idéias, interpretação e apropriação das produções culturais, com a criação e uso de imagens, de som, de animação e a combinação dessas modalidades 38
  • 39. Princípios pedagógicos UCA: lógica de estruturação Integração do laptop com os programas curriculares Atividades de aprendizagem significativa proposta com base num currículo flexível que aceite a diluição de fronteiras entre as diferentes áreas do conhecimento, favorecendo a permeabilidade entre elas Apropriação de ferramentas cognitivas e recursos informacionais A interação dos alunos com os laptops deve ser feita por intermédio de software que facilitem a explicitação de processos mentais Escolha e qualificação da informação Desenvolvimento de competências para buscar, selecionar, classificar e qualificar a informação de acordo com o contexto do problema investigado. Trabalhar a informação de modo a criar relações de interdependência entre conceitos nela presentes, produzindo um novo e criativo sistema de idéias, que torne-se fonte de informação para os demais 39
  • 40. Obrigado! 40