Pilares de sustentação do piloto do projeto uca (nova versão 1997 2003)

  • 164 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
164
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Secretaria de Educação a Distância - SEED Projeto Um Computador por Aluno-UCA Fase II – Piloto Pilares da Sustentação Pedro Ferreira de Andrade
  • 2. A EXPERIÊNCIA UCAPiraí-RJ BRASIL – FASE I Palmas-TO Porto Alegre-RS Brasília-DF São Paulo-SP
  • 3. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Reflexões – Objetivos do Projeto: • Uso do laptop como estratégia de inovação de modo a contribuir com a melhoria da qualidade dos sistemas educativos • Reforço ao processo de inclusão na sociedade em rede • Estímulo à produção nacional – A incorporação das tecnologias digitais nas escolas públicas decorreu em: • Ausência de avaliação sistemática e de pesquisa sintonizada para apoiar a inovação do uso pedagógico da tecnologia – Experiências de uso do laptop nas cinco escolas públicas, na Fase I do Projeto • Demonstraram a necessidade de um processo mais criterioso de planejamento e sistemática na introdução do laptop na escola pública
  • 4. Pilares de sustentação do Projeto UCA• As características do Projeto UCA: – O laptop educacional difere do laboratório de informática Atende a uma mudança de visão do MEC quanto a um “novo” paradigma em tecnologia educacional que compreende o “Arthur”, “Portal do Professor”, “Portal do Aluno” entre outros objetos Modelo tecnológico do laptop compreende funções como: • Mobilidade/portabilidade  uso dentro e fora da escola pelo aluno e familiares • Integração das mídias  vídeos, redes, áudios ampliam as possibilidades de estruturação funcional e motivação pedagógicas • Conectividade sem fio  cria redes locais e as conecta a outras redes • Imersão na cultura digital  Modelo 1:1, cada aluno e cada professor com seu laptop educacional conectado – As escolas públicas UCA abrangem contextos escolares diferentes – urbanas e rurais –, refletem a diversidade dos grupos sociais e das especificidades educativas – educação do campo, quilombola, especial – , e de projetos político-pedagógicos e de desenvolvimento educacional (Ideb)
  • 5. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Objetivos – Propiciar uma sustentação firme, segura e equilibrada ao Piloto do Projeto UCA, com insumos, processos e métodos coerentes com as necessidades de desenvolvimento do Projeto – Fornecer aos responsáveis elementos confiáveis à tomada de decisões e à definição de políticas sobre tecnologia educacional – Controlar a experiência, para corrigir rumos e apontar necessidades de ajustes – Apoiar decisões de expansão futura do Projeto – Desenvolver e socializar novas formas de utilização das tecnologias digitais para as escolas públicas mediante modelo científico de estruturação das atividades
  • 6. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Processos essenciais à implantação da tecnologia educacional são, geralmente, associados apenas a: – Infra-estrutura (equipamentos, instalações e redes de comunicação) – Capacitação dos agentes que dinamizarão os vários processos• Pilares do Projeto UCA – Infra-estrutura, suporte técnico e acompanhamento – Formação – Avaliação – Pesquisa
  • 7. c os a n oãs u c n l I Inovação pedagógica Modelos de desenvolvimento pessoal e social
  • 8. Pilares de sustentação do Projeto UCA• Propostas dos pilares construídas com o apoio do Grupo de Trabalho de Assessoramento Pedagógico ao Projeto Um Computador por Aluno – GTUCA (Portaria SEED-MEC nº 85, 16/06/2008) • Documentos: “Projeto Base”; “Princípios orientadores pedagógicos para o uso do laptop escolar”• Grupos de trabalhos específicos para elaboração das propostas de: – Formação (3 assessores membros do GTUCA, dentre os quais 1 coordenador de Experimento UCA Fase I em escola + 2 especialistas em formação no uso pedagógico das TIC + 1 represente do MEC no GTUCA = 6 membros) • Documento: “Projeto UCA: Formação Brasil” – Avaliação (5 especialistas em avaliação: educacional, de projetos e institucional + 1 representante do MEC no GT-UCA = 6 membros) • Documento: “Proposta para avaliação do Projeto UCA” – Pesquisa (5 assessores membros do GT-UCA, dentre os quais 2 coordenadores de Experimento UCA, Fase I, em escola + 1 especialista externo + 1 representante do MEC no GT-UCA = 7 membros) • Documento: “Proposta para apoio à pesquisa” (preliminar)
  • 9. Formação• Proposta fundamentada no respeito ao conhecimento e aos valores dos sujeitos da formação (da Escola)• Não constitui um modelo pré-formatado. Indica caminhos e possibilidades de trajetórias a serem reconstruídas na ação dos professores e dos gestores
  • 10. Formação• Estrutura de operacionalização do processo de formação em rede, articulada, inclui: Formadores – As Instituições de Ensino Superior – IES globais e locais, participando docentes, colaboradores e alunos – Os Núcleos de Tecnologia Educacional - NTE vinculados ao ProInfo/MEC, participando os professores multiplicadores Beneficiários – Professores e gestores das escolas participantes do Piloto – Os alunos que atuarão como monitores
  • 11. ESTRUTURA GERAL DA FORMAÇÃO DO PILOTO UCA MEC - GTUCA IES Global Equipe de formadores IES Local + NTE Equipe de formadores Escolas Curso de Formação: presencial (na Escola) + a distância, com reuniões presenciais
  • 12. Agências formadoras epapéis ESCOLA • Viabiliza a formação de professores, demais profissionais e alunos monitores • Dialoga com os NTE e com as IES
  • 13. É fundamental que esses entes atuem comoformadores e colaboradores no desenvolvimentodo percurso das ações pedagógicas com o laptope com outras tecnologias envolvidas
  • 14. PROCESSO DE FORMAÇÃO DO PROJETO UCA Gestores Professores Aluno monitor Equipe de formadores Escola Escola Equipe de formadores IES Local + NTE Equipe coordenadora IES globais e orientadora MEC-SEED-GTUCA MEC-SEED-GTUCA
  • 15. Formação• Currículo da formação comprometido com arealidade local e o contexto das pessoas, suasreferências histórico-culturais e demandas deaprendizagem• Formação na ação
  • 16. Dimensões do currículo da formaçãoTeórica - Articulação das teorias educacionais aos usos do laptop em diferentescontextos e à reconstrução das práticas pedagógicas e de gestãoTécnica - Conhecimento e apropriação das funcionalidades e dos recursos tecnológicosexistentes no laptop e associados ao processo de formaçãoPrática - Uso do laptop nos processos de ensinar e aprender e de gestão no âmbito daescola e da comunidade
  • 17. Avaliação• Proposta: Orientada à consecução dos objetivos e ao gerenciamento e gestão do Projeto UCA – Possibilitar o conhecimento das relações entre a proposta de utilização do laptop nas escolas, o processo de implementação e os resultados esperados – O processo de avaliação tem por finalidade identificar sucessos e obstáculos na implementação do Piloto, com a conseqüente proposição de ações para a sua continuidade, bem como a inserção de novas propostas• Abrangência: Avaliação das experimentações em todas escolas do Piloto, tanto das condições propiciadas quanto das características das escolas, ações, processos, produtos e resultados das experimentações
  • 18. Proposta de avaliação para o Projeto UCA – Fase II Impacto Entrada  Processamento  Saída Implantação Desempenho Resultados ManutençãoProjeto UCA Infra-Estrutura Recursos Processos Escola Alunos Comunidadeda Escola + Humanos Gerenciamento e Processos Professores Inclusão digitalProposta Gestão do Projeto Gestoresde ação Processos Pedagógicos e de gestão
  • 19. Modalidades avaliativas da Proposta• DIAGNÓSTICA – Análise da situação inicial em relação à inclusão digital, ao projeto de utilização pedagógica do laptop e outros indicadores• PROCESSUAL E FORMATIVA - Identificação do grau de coerência e de perfeição das atividades ou dos processos que estão sendo executados. O caráter formativo será utilizado no desenvolvimento ou aprimoramento na própria execução• RESULTADOS – Verificação se as metas, os objetivos e os públicos- alvos pretendidos pelo Projeto foram atingidos, levando a decisões quanto à continuidade, encerramento, ampliação, adoção etc• IMPACTO – Identificação das mudanças significativas, positivas ou negativas desenvolvidas pelo Piloto do Projeto
  • 20. Fluxo da Avaliação Fluxo da AvaliaçãoMacro Contexto Macro Contexto Sala de aula Sala de aula Meso Contexto Meso Contexto Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação de Avaliação de Diagnóstica Diagnóstica dede Resultados Resultados Processo Processo Impacto Impacto Escola Escola Sala de aula Sala de aula Município Município
  • 21. Município Objetos de Avaliação Objetos de AvaliaçãoFormação Escolas Piloto Escolas Piloto Formação GT UCA GT UCA Avaliar Avaliar Gestão do Gestão do Objetos Objetos Objetos Objetos Projeto Projeto UCA SEED UCA SEED Planejar Planejar MEC MEC GT AVAL GT AVALMunicípios Municípios Sala de Aula Sala de Aula Piloto Piloto
  • 22. Pesquisa• Oferecer as escolas apoio, orientações ereferências sob a forma de capacitação, materiais,conteúdos, processos, metodologias e interfaces parao desenvolvimento de atividades educativasinovadoras com o laptop• Fornecer subsídios aos sistemas de ensino para adefinição de políticas sobre a incorporação de tecnologiaseducacionais na escola pública
  • 23. REDE UCA P,D&I. Conjunto de projetosinterdisciplinares. Projetos relacionados ao usoeducacional do laptop emEscola participante do Piloto. Consórcio de IES e projetosindividuais de IES
  • 24. Operacionalização e etapas Etapa – IES Globais assentadas no GTUCA Etapa – IES Locais que apóiam as escolas do Piloto UCA e que aderirem, mediante propostas aprovadas, à Rede UCA P,D&I
  • 25. Áreas de pesquisa UCA• Desenvolvimento de software • Redes sociais e aprendizagem• Desenvolvimento de hardware • Participação da comunidade escolar• Rede sem fio • Integração curricular das• Infra-estrutura física, tecnologias (construção de manutenção, segurança referenciais curriculares;• organização de tempos e espaços Metodologias educacionais de aprendizagem) inovadoras • Desenvolvimento de projetos• Formação de agentes culturais e comunitários educacionais • Uso de linguagens múltiplas• Avaliação da aprendizagem • Ambientes digitais de aprendizagem• Letramentos e novas formas de autoria • Comunidades colaborativas / cooperativas de aprendizagem
  • 26. Vantagens da pesquisa para o UCA• A formação da Rede UCA de • A formação de equipes Pesquisa interinstitucionais para o• O engajamento das universidades no acompanhamento e apoio ao Projeto UCA, a partir da desenvolvimento das atividades com estruturação de núcleos UCA de o laptop nas escolas P,D&I • A construção de novos saberes para• O fortalecimento de uma cultura mudanças e inovação nos sistemas pedagógica UCA e do uso inovador de ensino e nos processos de das TIC nas universidades, nas formação e educação licenciaturas e na formação • O revigoramento, em termos continuada de professores pedagógicos e tecnológicos, dos• A formação de pesquisadores e programas de informática na colaboradores UCA para apoio as educação escolas participantes do Piloto e dos • Desenvolvimento em tecnologia para processos de formação e avaliação a educação e novos referenciais do Projeto curriculares para seu uso nas escolas,• A inovação das práticas de formação além de metodologias e estratégias e gestão das escolas integrantes do Piloto