Your SlideShare is downloading. ×
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Polo aquatico principal
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Polo aquatico principal

2,742

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,742
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
61
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Escola Secundária Garcia deOrtaPráticas de Atividades Físicas eDesportivas
  • 2.  Este trabalho foi desenvolvido no Curso de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva,na disciplina de Práticas de Atividades Físicas e Desportivas. Nele relacionamos conteúdos sobre Polo Aquático, numa proposta de trabalhointegrado da disciplina.Introdução
  • 3. Origem e evolução e tendências de desenvolvimento da modalidade. Contextos organizacionais e formas de prática Aspetos demográficos e geográficos da prática.Práticas da modalidade Tipos de intervenientes Relação da prática com os diferentes tipos de intervenientes.o Funções, responsabilidades e implicações no normal desenvolvimento da modalidade, competições eatividades.Materiais e equipamentos específicos da modalidade. Modo de utilização dos materiais e equipamentos, conforme o âmbito formal/informal daprática, ao nível da formação ou do alto rendimento.Índice
  • 4. Procedimentos de montagem e desmontagem de espaços e equipamentos afectos àspráticas desportivas. Equipamento necessário à prática da modalidade de acordo com os regulamentos para oefeito. Montagem e desmontagem do equipamento desportivo em condições de segurança e deforma tecnicamente adequada. Aspetos críticos de desgaste dos equipamentos e procedimentos de conservação esubstituição.Adaptação ao meio aquático Resistência passiva e ativa Posição hidrodinâmica fundamental e a propulsão no meio aquático Modificações das estruturas corporais e sensitivas na adaptação ao meio aquático. Etapas do processo de adaptação ao meio aquático.Principais Gestos técnicos e formas de prática.
  • 5. ORIGEM E EVOLUÇÃO E TENDÊNCIAS DEDESENVOLVIMENTO DA MODALIDADE.
  • 6.  Existe pouca documentação sobre a origem do Pólo Aquático. Sabe-se, no entanto,que é um desporto que teve origem nos rios e lagos na metade do século XIX naInglaterra. No começo nos jogos usava-se uma bola de borracha vulcanizada criadana India, conhecida com o nome genérico de "pulu" que os ingleses pronunciavampólo. Em 1870, para atrair mais espectadores para as competições de natação a“London Swimming Association” estabeleceu as primeiras regras do Pólo Aquáticopara piscinas cobertas. Os escoceses introduziram uma nova técnica destacando a velocidade da natação eos passes, muito mais para o estilo de jogar futebol. A Hungria e vários outrospaíses da Europa, em 1889 adotaram as regras dos escoceses como a baliza de 3metros por noventa centímetros e a condução de bola e o drible. Em 1900 o Póloaquático surgiu nas Olimpíadas.
  • 7.  Foi em Outubro de 1907 na Baía de Cascais que, integrado num festival náutico, sedeu o primeiro jogo de pólo Aquático entre duas equipas de marinheiros. O grandedinamizador deste festival foi o Sr. Tenente Joaquim Costa que ensinou e treinou ogrupo de marinheiros pioneiros na prática deste desporto em Portugal. Apesar dojogo de demonstração entre marinheiros ter sido muito interessante e emotivo o póloaquático só irá a ser praticado em Portugal vários anos depois. A razão do insucessona introdução deriva da situação politica existente no país. O pólo aquático foi osegundo desporto coletivo a ser introduzido em Portugal, imediatamente a seguir aofutebol. Os campeonatos regulares de pólo aquático tiveram o seu início em 1915em Lisboa. Os campeonatos de segundas categorias deram-se na época de 1918 nacidade de Lisboa e o de terceira categorias na época de 1921 na delegação doPorto.
  • 8.  Campeonato Regional Sénior Masculino Campeonato Regional Júnior Masculino Campeonato Regional Juvenil Masculino Campeonato Regional Infantil MasculinoMasculinos
  • 9.  Campeonato Regional Sénior Feminino Campeonato Regional Júnior Feminino Campeonato Regional Juvenil Feminino Campeonato Regional Infantil FemininoFemininos
  • 10.  Campeonato Cadetes Mistos A Campeonato Cadetes Mistos B Torneios de Mini PoloMistos
  • 11. Categorias Masculino Feminino IdadesMini - Polo 2002 em diante 2002 em diante Até aos 11Cadetes B 2000-2001 2000-2001 Dos 11 aos 13Cadetes A 1998-1999 1998-1999 Dos 11 aos 13INFANTIS 1996-1997 1996-1997 Dos14 aos 15JUVENIS 1994-1995 1994-1995 Dos16 aos 17JUNIORES 1992-1993 1992-1993 Dos18 aos 21SENIORES 1991 e mais Velhos 1991 e mais Velhas Dos 21 em diante
  • 12. FEDERAÇÕES ECONFEDERAÇÕES
  • 13.  A FINA (Federação Internacional de Natação) é o organismo internacionalresponsável pela organização de eventos e campeonatos de Pólo Aquático a nívelmundial.
  • 14.  A CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) realiza campeonatose organiza o desporto.
  • 15. Africa – 30Angola - FEDERACAO ANGOLANA DE NATACAOPresidente: António Pedro Garcia MonteiroEgipto - EGYPTIAN SWIMMING FEDERATIONPresidente: Yasser IdrisMarrocos - FEDERATION ROYALE MAROCAINE DE NATATIONPresidente: Toufiq Ibrahimi
  • 16. América – 21Argentina -CONFEDERACION ARGENTINA DE DEPORTES ACUATICOSPresidente: Raúl ArayaBrasil - BRAZILIAN SWIMMING FEDERATIONPresidente: Coaracy Nunes FilhoJamaica - AMATEUR SWIMMING ASSOCIATION OF JAMAICAPresidente: Martin E. Lyn
  • 17. Asia – 23Japão - JAPAN SWIMMING FEDERATIONPresidente: Kazuo SanoIndia - SWIMMING FEDERATION OF INDIAPresidente: Digambar V. KamatHong Kong - HONG KONG AMATEUR SWIMMING ASSOCIATIONPresidente: Digambar V. Kamat
  • 18. Europa – 31Áustria - AUSTRIAN SWIMMING FEDERATIONPresidente: Paul SchauerEspanha - ROYAL SPANISH SWIMMING FEDERATIONPresidente: Fernando CarpenaPortugal - PORTUGUESE SWIMMING FEDERATIONPresidente: Paulo Frischknecht
  • 19. Oceania – 14Tahiti - FEDERATION TAHITIENNE DE NATATIONPresidente: Arthur AgnierayNova Zelândia - AQUATICS NEW ZEALANDPresidente: Roger EaglesAustralia - DIVING AUSTRALIA INC.Presidente: Philip Pullar
  • 20. PRÁTICAS DA MODALIDADE.
  • 21. PresidentesDireçãoCoordenador técnicoPatrocíniosTreinadoresAtletasMédico /Técnico de Equipamentos / Fisioterapeutas / Staff
  • 22.  O Conselho Regional de Arbitragem nomeará, para cada jogo, dois árbitros e umoficial de mesa, sendo da responsabilidade do clube visitado a indicação de umsegundo elemento, devidamente habilitado, para o exercício de funções de oficial demesa. Estes estão todos vestidos com a mesma cor e tem uma sinalética própria para cadaassunto que se passe no jogo. O fardamento dos árbitros são de cor branca na maior parte das vezes, quando nãoé branco pode ser azul marinho.Árbitros
  • 23.  Para os Jogos Olímpicos e Campeonato Mundial é necessário: 2 árbitros 2 juízes de golo Cronometrista Secretários
  • 24. Sinais de Arbitragem
  • 25.  São os que proporcionam alegria e emoção ao verem um espetáculo com qualidade,são também um ponto de referência em que os dirigentes, treinadores e jogadoresquerem afetar com qualidade e eficácia ganhando títulos e campeonatos.Público
  • 26.  Responsáveis pela cobertura do evento transmitindo assim ao público quepor diversos motivos não poderão comparecer no pavilhão.Média
  • 27.  Entidade responsável pelos equipamentos desportivos, qualquer pessoa singulartitular de cargo de administração, direção ou gerência, conforme o caso, e pessoacoletiva de direito privado, bem como os dirigentes dos serviços ou organismos daadministração pública central, regional ou local, direta ou indireta, que assegure oregular funcionamento do espaço onde esses equipamentos se encontraminstalados, bem como a respetiva instalação e manutenção.Proprietário das instalações
  • 28. Industria Associada Podemos considerar a industria associada todo o tipo de empresas que por normatem o polo aquático como o desporto.Como por exemplo: Adidas Nike Speedo Penalty Arena Mikasa entre outros.
  • 29.  Quase sempre têm o retorno de seu Investimento através de publicidade emarketing, valendo para isto da utilização da imagem e do nome de quem está sobseu patrocínio.Patrocínios
  • 30.  Equipamento de jogo - colocação do logótipo (tamanho: 12*07cm) do patrocinadorna touca de jogo.
  • 31.  Colocação de uma lona do patrocinador (tamanho: 200*100cm) nas atividades dasecção que se realizam nas Piscinas Municipais.Publicidade no Recinto de jogo
  • 32.  Colocação do logótipo do patrocinador em dois placares (tamanho: logo grande30*25cm; logo pequeno 22*15cm) posicionados de forma, que os adeptos tenhamsempre contacto visual com os placares, desde a sua entrada no edifício até aorecinto de jogo.Placar dos Patrocinadores
  • 33. MATERIAIS E EQUIPAMENTOSESPECÍFICOS DA MODALIDADE.
  • 34.  Os jogadores usam toucas de pano, com proteções para as orelhas, sendo que umaequipa usa toucas brancas e a outra usa toucas azuis. As toucas dos guarda-redessão vermelhas. As toucas são numeradas de 1 a 13 onde a touca 1 é sempre doguarda-redes titular. À touca 13 é conferida a propriedade especial de ter modelos delinha (azul ou branco) e de baliza, pois o jogador da touca número 13 é também oguarda-redes de reserva da equipa e pode jogar na linha ou na baliza.Guillermo MolinaToucas
  • 35.  Existem dois tipos de bola: uma para as mulheres e outra para os homens.A bola deve ter não menos que 400g e não mais que 450g. Para oshomens a circunferência da bola deve estar entre 68 e 71 centímetros epara as mulheres a circunferência da bola deve estar entre 65 e 67centímetros.Bola
  • 36.  As balizas serão feitas de postes retangulares com frente de 7,5cm delargura. As faces internas do poste deverão se distanciar em 3m (serão 3mde largura para a bola passar, fora a largura das traves em si). A faceinterna do poste transversal (travessão) deverá estar a 90cm da superfícieda água.Balizas
  • 37. Campo55
  • 38.  Marcação Vermelha: colocada a 2m da linha do golo. Dentro desse espaço osjogadores não podem receber passes ou permanecer dentro da área por muitotempo. Os cantos são cobrados da linha dos 2m. Marcação Amarela: colocada a 5m da linha do golo. Dentro desse espaço, as faltas(simples ou graves) não podem ser cobradas diretamente à baliza. Os guarda-redes,que normalmente podem pegar a bola com as duas mãos e tocar com os pés nochão, perdem tais privilégios quando ultrapassam a linha de 5m ou quandodefendem. Os remates de penalti são cobrados da linha de 5m. O técnico da equipeque tiver posse da bola pode ir até a linha de 5m na borda para dar informações. Aoperder a posse ele deve voltar para antes da linha de golo. Marcações Brancas: uma colocada em cada linha de golo, para que os árbitrospossam perceber mais facilmente quando a bola entra toda ou não. Coloca-setambém uma marcação branca na metade da piscina. Os guarda-redes não podemultrapassar esta linha.Marcações
  • 39.  Cada jogo tem a duração de 28 minutos, subdivididos em: 4 períodos de 7 minutos 3 intervalos de 2 minutos As equipas mudam de campo depois do 2º períodoDuração de Jogo
  • 40.  Cada equipa é constituída por 7 jogadores um dos quais o guarda redes. Cada equipa tem um máximo de 6 suplentes.Jogadores
  • 41. FaltasSimples 90%Graves10%MaiorPenalizações
  • 42.  Pegar na bola com as duas mãos. Afundar a bola quando estiver em disputa. Impedir que o adversário jogue. Empurrar o adversário. Quando o tempo de ataque acaba. Este tipo de falta acarreta em tiro livre. O jogador de posse da boladeve cobrar a falta o mais rápido possível.FALTAS SIMPLES
  • 43.  Segurar, agarrar ou puxar o adversário. Espirrar água para a cara do adversário. Interferir numa cobrança de falta. Desrespeito ao juiz. Estes tipos de falta grave acarretam em expulsão por 20 segundos. O jogador(ou seu substituto) deverá voltar depois dos 20 segundos, quando a posse debola passa para a sua equipa ou quando acontece um golo. O jogador que for expulso 3 vezes deverá substituído. Murros, pontapés ouqualquer outro tipo de agressão intencional resultarão em expulsão sem direitoa substituição.Faltas Graves
  • 44.  O penalti ocorrerá somente quando o jogador estiver na direção do golo e dentro dos5 metros. O penalti será cobrado na linha dos 5 metros e somente com o goleiro no golo. Qualquer jogador que empurre ou puxa o golo resultará em penalti. Qualquer jogador, exceto o goleiro que segurar, com as duas mãos, a bola dentrodos 5 metros. Qualquer jogador que afundar a bola em disputa dentro dos 5 metros. Quando o atacante for segurado, puxado ou agarrado em frente ao golo. http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=B8IB-OtI5iwPenalidades
  • 45. Um esclarecimento sobre as propriedades da água pode facilitar o conhecimento ejustificar o que ocorre como o organismo no meio líquido. Princípio de Arquimedes; Pressão Hidrostática; Densidade; Viscosidade;Propriedades Físicas do MeioAquático
  • 46. “Quando um corpo está completo ou parcialmente imerso em um meio líquido, ele sofreum empuxo (Força vertical dirigida para cima, que passa pelo centro de gravidade docorpo imerso, e igual ao peso do fluido deslocado) para cima igual à massa corporal dolíquido deslocado.”Todo o exercício cuja direção do movimento atua contrária a força do empuxo criaresistência.Os materiais flutuantes aumentam a resistência, pois agem contra o empuxo.PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES
  • 47. Esta propriedade está relacionada com a lei de Pascal a qual afirma que: a pressão dolíquido é exercida igualmente sobre todas as áreas da superfície de um corpo imerso emrepouso, a uma determinada profundidade; Auxilia o corpo a manter-se em equilíbrio; Aumenta com a profundidade de submersão.PRESSÃO HIDROSTÁTICA
  • 48. O peso de um indivíduo na água é chamado de peso hidrostático;O peso hidrostático do indivíduo, dependendo da profundidade, pode representar até80% menos que o peso corpóreo.Nível da água Peso Corpóreo Peso:Nível da água Peso CorpóreoPeso Hidrostático% KgTornozelos 60 Kg -10 54Joelhos 60 Kg -20 48Quadril 60 Kg -60 24Peito – processoxifoide60 Kg -80 12Ombros 60 Kg -90 06
  • 49.  Condicionamento Físico = 28,3°C (média); Flexibilidade e relaxamento = 29,4°C (média); Treinamento de alta intensidade = 27,8°C (média); A água fria requer um tempo mais longo de aquecimento; Queimar calorias significa dissipar calor e a água acima de 31,2°C interfere nesseprocesso.TEMPERATURA
  • 50.  – ↑ Fadiga, ↑ os inchaços, ↑ o fluxo sanguíneo, ↑ FC (para esfriar os tecidos maisinternos) Variações de composição corporal Sensações térmicas antes e durante o exercícioÁgua morna provoca
  • 51.  Sistema cardiovascular reage diferente em situação de imersão. Posição adotada. Ausência ou presença de esforço (e sua intensidade). Tipo de exercício. Profundidade da imersão. Temperatura da água.Terra VS Água
  • 52. Força muscular é melhorada com poucas repetições e grandes cargas de resistência.Debaixo d’água, um músculo é cercado de resistência multidimensional constante.Quanto mais profundo estiver o músculo – maior a resistênciaExemplo: Levantadores de peso são cuidadosos ao trabalhar ao músculo posteriores eanteriores da coxa. Na água, o músculo tem resistência multidimensional A força é aumentada em todas as partes do músculo e em todos os diferentesângulos das articulações, devido a resistência constante da água Há estímulo em toda a amplitude do movimento.FORÇA MUSCULAR
  • 53.  Melhora frequentemente na água com pequeno ou nenhum esforço. Os efeitos flutuantes da água reduz o empuxo da gravidade, assim todas asarticulações sofrem menos compressão. Cada parte do corpo pesa menos, recebendo suporte e amortecimento de todas asdireções, ficando mais livre para se deslocar na água.Flexibilidade
  • 54.  As ondas e ausência de peso causadas pela água estimulam o equilíbrio como umtodo e o sistema de coordenação. O exercício aquático amplia e ajusta a perceção dos movimentos através derepetições e do feedback.Equilíbrio e Coordenação
  • 55. ZONA TIPO DE TREINAMENTO % TEMPO1 Baixa intensidade – curta duração 60-6920-35min2 Baixa intensidade – longa duração 60-6925-55min3 Intensidade moderada – curta duração 60-79 20-50min4 Intensidade moderada – longa duração 70-85 35-50min5 Alta intensidade – curta duração 70-95 30-45min6 Alta intensidade – longa duração 80-100 45-60minZona de treinamento
  • 56.  A. Arremessos B. Condução C. PasseTipos de movimentações no poloaquático.
  • 57.  Os arremessos são feitos com direção para a baliza, em nome comum chama-seremate, mas o nome mais técnico e especifico é o arremesso, pois este é feito comuma mão envolvendo a força do braço o atleta atira a bola na esperança deconquistar o golo para a equipa.Arremessos
  • 58.  A condução no polo aquático é feita como nesta imagem explicita, a bola a frente decara e depois com a mão move-a através das ondas que o nado provoca.Condução
  • 59.  Os jogadores precisam de rodar rapidamente ao longo de um eixo longitudinal. Àsvezes, nadam para recuperar a bola e lança-la enquanto giram. Enquanto o braço lançador procura segurar a bola dentro de água, o outro inicia ogiro. O ombro é inclinado para baixo. O braço lançador está estendido e pronto para lançar.Passe
  • 60.  Defesahttp://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=Irmt-MNM3j0 Ataque http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=PRwRJjd3lSEMovimentosdefensivos/ofensivos
  • 61.  Agora vamos apresentar este trabalho de uma forma muito mais resumida e quefacilitara o entendimento do polo. http://www.youtube.com/watch?v=qykzkN99sbU&feature=related
  • 62.  Na realização deste trabalho concluímos que o polo aquático é um desporto comuma carga de trabalho complexa que exige uma preparação física muito elevada. Contudo quem gosta deste desporto sente que as novas gerações estão se a afastardo polo levando a uma extinção deste desporto.“Eu acho que as novas gerações estão cada vez mais interessadas no desporto rei,futebol, pois existe mais icon´s conhecidos, deixando os desportos como o polo e outrosmais abandonados…”Nuno Ribeiro, jogador de polo aquático do clube fluvial portuenseConclusão
  • 63. Wikipédia ( 11-1-2012 ) http://pt.wikipedia.org/wiki/Polo_aqu%C3%A1ticoSua pesquisa.com (18-1-2012) http://www.suapesquisa.com/educacaoesportes/polo_aquatico.htmConfederação Brasileira deDesportos Aquáticos (18-1-2012)http://www.cbda.org.br/esporte/polo-aquaticohttp://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=PRwRJjd3lSEBibliografia

×