• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Avaliação do Módulo Final
 

Avaliação do Módulo Final

on

  • 1,986 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,986
Views on SlideShare
1,986
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
9
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Avaliação do Módulo Final Avaliação do Módulo Final Document Transcript

    • Avaliação do Módulo Curso Técnico Segurança e Higiene no Trabalho InformátIca na ÓptIca do UtIlIzador (fUndamEntoS) Pedro Padilha 29-11-2009
    • rESUmo Este trabalho, foi elaborado no módulo de Informática na óptica do utilizador com o intuito de explicar, a divisão do sistema informático, o funcionamento e os componentes do software e hardware, identificar periféricos de saída e de entrada, aplicações para edição de documentos e aplicações para ajudar a melhorar o desempenho da máquina. I
    • ÍndIcE Resumo..............................................................................................................................................................I INTRODUÇÃO..................................................................................................................................................III DIVISÃO DOS SISTEMAS IMFORMÁTICOS.........................................................................................................1 HARDWARE......................................................................................................................................................2 Barramento/BUS..............................................................................................................................................3 DRIVER’S...........................................................................................................................................................3 SOFTWARE.......................................................................................................................................................4 APLICAÇOES PARA PROCESSAMENTO DADOS..................................................................................................5 APLICAÇOES PARA manutenção da máquina...................................................................................................7 Painel de control0............................................................................................................................................8 Conclusão.........................................................................................................................................................9 Bibliografia.....................................................................................................................................................10 II
    • IntrodUÇÃo Neste trabalho, foi abordado o tema da divisão de sistemas informáticos, à qual corresponde o hardware e seus componentes, como periféricos de entrada (rato, teclado), ou periféricos de saída (impressora, colunas). Menciono também o software, considerado como a parte lógica da nossa máquina, servindo ao mesmo tempo de interface entre a máquina e o utilizador. Podemos encontrar também identificado neste trabalho o componente, que è responsável da interligação, entre os vários componentes do hardware nomeadamente, periféricos de entrada, memórias, c.p.u., e periféricos de saída denominando-se de barramento/bus. Por fim, explico o que são as driver’s e como algumas aplicações do nosso sistema operativo, nos ajudam na acção com a nossa máquina, sendo algumas para editar pequenos textos ou fotos e outras para permitir um melhor desempenho da nossa máquina. Como ultima referência, elaborei este trabalho de todos os componentes constituintes de uma máquina, uma vez que como todos os componentes se encontram inter-ligados, para mim tem mais sentido referi-los a todos, com o objectivo de ficar com conhecimentos, de divisão e funcionamento dos sistemas. III
    • dIVISÃo doS SIStEmaS ImformátIcoS Hardware - É a parte física da máquina, ou seja todos os componentes electrónicos visíveis a e que nos permitem manuseá-los. Como por exemplo: C.P.U., Armazenamento, Periféricos. Drivers – Não são mais que códigos de reconhecimento ou seja, cds de programas de apoio por exemplo á instalação de uma impressora, algo cada vez mais desnecessário com o avanço na tecnologia os periféricos abrangem já esse processo, incluindo-o nos periféricos de entrada. Software – É a parte lógica da máquina ou seja, um interface de ligação ou um tradutor entre a linguagem da máquina e quem a utiliza. Como por exemplo o sistema operativo: Windows, Linux, Unix. Linguagem de programação – A sua função é de servir de intermediário entre o software e as aplicações, decidindo como a máquina vai trabalhar e o que necessitamos fazer aos dados que estão a ser tratados como por exemplo: C++, Visual Basic, java. Aplicações – o último processo entre a máquina e o indivíduo servindo para último processo que é quando a informação nos e apresentada como por exemplo: Jogos, Autocad, Photoshop, Enciclopédia. DADOS INFORMAÇÃO PERIFÉRICOS PERIFÉRICOS ENTRADA SAIDA MEMÓRIAS MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS OU C.P.U PRINCIPAIS PERMANENTES 1
    • HardWarE O hardware é composto por, periféricos de entrada, pelo C.P.U, pelo armazenamento, e por periféricos de saída. Os periféricos de entrada são constituídos por dispositivos de entrada de dados enviando-os para o C.P.U. Ao C.P.U. corresponde a tarefa de processar os dados através do processador, constitui a unidade de controlo que controla qual e quando a informação é necessária para algum processo, constitui também a unidade aritmética ou lógica que resolve todos os processos de matemática ou lógica, por fim é constituído também pelo registo que armazena a memória, para quando o processador se encontra ocupado com algum processo. Outra das unidades é o armazenamento, subdivide – se em duas partes, as memórias principais ou memórias secundárias e permanentes. As memórias principais são constituídas pela memória RAM, que é a memória de capacidade do nosso computador, pela memória ROM, que é a memória de leitura da BIOS, e pela cache que é uma memória reservada para as últimas instruções dadas. As memórias secundárias e permanentes são os discos rígidos, os CD.s, os D.V.D.s, cartões de memória, stream taps. Periféricos de Entrada: Periféricos de Saída: Rato, Teclado, Scanner, Microfone, Monitor, Impressora, Colunas, Webcam, Plotters, Projectores de multimédia, ou seja todos os Máquina digital, Mesas dispositivos só de saída de digitalizadoras, ou seja todos os informação. dispositivos só de entrada de dados. Podemos ainda classificar como periféricos mistos aparelhos que ao mesmo tempo tem função de entrada e saída de dados como por exemplo: modem, leitor de cartões, impressoras multifunções, pen’s, etc. 2
    • BarramEnto/BUS Ao dispositivo que faz a ligação entre estes componentes, chamamos de barramento/bus. No percurso dos periféricos de entrada ate ao C.P.U., chamamos de barramento de entrada, no percurso da armazenagem até aos periféricos de saída chamamos de barramento de saída e o percurso entre o C.P.U. e a armazenagem damos o nome de barramento local. Periféricos Periféricos Entrada ARMAZENAMENTO Saída Memória Memórias Secundárias ou Principais Permanentes C.P.U drIVEr’S Existem componentes que entre filósofos informáticos gera uma discórdia na hora da sua classificação e divisão entre hardware e software. Sendo assim, vamos classificá-los como mistos, como por exemplo temos as driver’s que são nada mais do que códigos de reconhecimento, como CD.s de instalação de programas. 3
    • SoftWarE O software é o sistema operativo da nossa máquina, que tem como função gerir e manter o nosso hardware, ao mesmo tempo que serve de suporte ao software, através de instruções dada pelo utilizador á máquina. Dentro de software, podemos classificar o software aplicacional, que serve de interface entre as linguagens de programação e as aplicações, encarregues de corresponder as aplicações que o utilizador quer dar á máquina, sejam elas: processamento de texto, gestão de dados e entretenimento. Temos também o software operacional que funciona como interface entre o software e os driver’s, e que tem como função o auxílio do hardware para: optimização do desempenho do computador, controle de tarefas e gerenciação de dados. 4
    • ap lIcaÇoES para procESSamEnto dadoS Dentro do nosso sistema operativo podemos mencionar algumas aplicações que nos permitem a transformação de dados em informação e a comunicação com a máquina WordPad – Pequeno processador de texto, possuindo funções básicas do Word como por exemplo: editar e imprimir documentos. Paint – Pequenas alterações a fotos, possibilidade de desenho básico, possibilidade de tratamento de fotos. 5
    • aplIcaÇoES para procESSamEnto dadoS Bloco de Notas – Bloco de apontamentos para pequenas notas. 6
    • aplIcaÇoES para manUtEnÇÃo da máqUIna Associadas às ferramentas do sistema podemos mencionar algumas aplicações que nos permitem uma manutenção á máquina, melhorando assim o seu desempenho e evitar problemas técnicos. Desfragmentador do disco – Permite á máquina, a compilação de partes de um documento que são registadas no disco enquanto estamos a trabalhar, permitindo assim a troca de programas enquanto esta aplicação é responsável, por relacionar todos as partes dos trabalhos que estão a ser efectuados e convertê-los em um só. Limpeza de disco – Aplicação recomendada, devido ao apagar documentos do nosso disco poderá ficar pequenos fragmentos dos programas apagados originando problemas e a impossibilidade de apagar esses ficheiros. 7
    • paInEl dE control 0 Podemos ainda destacar, como acesso e controlo ao software e hardware da nossa máquina, através do painel de controlo no nosso sistema operativo. 8
    • conclUSÃo Em conclusão deste trabalho, que foi realizado com base em material de apoio recolhido durante as sessões, considero ter atingido o objectivo de entender como se dividem os sistemas informáticos e o funcionamento da nossa máquina. Aprofundei também os meus conhecimentos, a nível de formatação de texto, cabeçalhos e numeração de páginas. 9
    • BIBlIografIa  Wikipédia  Google  Apontamentos das sessões 10