Your SlideShare is downloading. ×
0
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
PEC - Palestra IP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

PEC - Palestra IP

1,103

Published on

PEC - Palestra do IP - 2/jun/2011

PEC - Palestra do IP - 2/jun/2011

Published in: Technology, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,103
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Secretaria de Agricultura e Abastecimento O2 de junho de 2011
  • 2. MISSÃO O Instituto de Pesca, com a finalidade de gerar, adaptar, difundir e transferir conhecimentos científicos e tecnológicos para os agronegócios na área da pesca e da aqüicultura, visando ao uso racional dos recursos aquáticos vivos e à melhoria da qualidade de vida, tem como atribuições: 1. realizar pesquisas para o desenvolvimento sustentável das cadeias de produção da pesca e da aqüicultura , buscando inovações tecnológicas que possam aumentar a produtividade e melhorar a diversidade e a qualidade da produção. 2. contribuir com o desenvolvimento sustentável regional dos agronegócios ligados à pesca e à aqüicultura .
  • 3.  
  • 4.  
  • 5.  
  • 6. BRASIL Estado de São Paulo Atlantic Ocean Centros e Unidades
  • 7. Centro de Pesquisas em Recursos Santos-SP S.J.Rio Preto -SP S.J.Rio Preto -SP S.Paulo - SP Centros de Pesquisas Centro Avançado do Pescado Marinho Centro Avançado do Pescado Continental Centro de Aquicultira Litoral Norte Ubatuba-SP Litoral Sul Cananéia-SP
  • 8. Laboratórios Qualidade da Água Patologia de Organismos Aquáticos Estatísitica Pesqueira Tecnologia do Pescado
  • 9. Centro Administrativo - Sede São Paulo - SP <ul><li>Diretoria Geral </li></ul><ul><li>Auditório </li></ul><ul><li>Sala de Aula/Reunião </li></ul><ul><li>Biblioteca </li></ul><ul><li>Centro Administrativo </li></ul>
  • 10. 173 Funcionários 70 pesquisadores 102 Funcionários de Apoio Administrativo e Técnico Pesquisadores : 70
  • 11. PESCA
  • 12. O que é pesca <ul><li>A pesca é uma atividade extrativa , onde o homem, através de aparelhos de captura, explota populações de espécies aqüícolas. A pesca é realizada em todo o mundo, de diversas formas e escalas e nos mais variados ambientes. </li></ul>
  • 13. Existe pesca que não seja predatória? <ul><li>O grau de impacto sobre o ambiente e sobre as populações explotadas pode variar de acordo com o tipo de aparelho utilizado e a magnitude da extração . Através de medidas de manejo pode-se regular o grau de impacto de uma pescaria. </li></ul><ul><ul><li>Assim, o que é danoso ao ambiente não é a pesca em si, mas sim a falta do manejo apropriado das pescarias. </li></ul></ul>
  • 14. Levantamento da Produção Pesqueira do Estado de São Paulo
  • 15.  
  • 16. Coleta de Dados
  • 17. Análise das Informações
  • 18. Quem são os usuários das bases de dados pesqueiros? <ul><li>Governos </li></ul><ul><ul><li>Federal </li></ul></ul><ul><ul><li>Estadual </li></ul></ul><ul><ul><li>Municipal </li></ul></ul><ul><li>Sociedade Civil </li></ul><ul><ul><li>ONGs </li></ul></ul><ul><ul><li>Público Geral </li></ul></ul><ul><li>Setor Produtivo </li></ul><ul><ul><li>Pescadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Armadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Indústrias </li></ul></ul><ul><li>Setor Acadêmico / Educacional </li></ul><ul><ul><li>Institutos de Pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><li>Universidades </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolas </li></ul></ul>
  • 19. São José dos Dourados Baixo Tietê Aguapeí Peixe Pontal do Paranapanema Médio Paranapanema Tietê-Batalha Tietê-Jacaré Alto Tietê Turvo/Grande Baixo Pardo/Grande Sapucaí/Grande Análise da produção e esforço de pesca e dados socioeconômicos Manejo de Recursos Pesqueiros de Água Doce
  • 20.  
  • 21. AQUICULTURA
  • 22. <ul><li>No Brasil, a aqüicultura é uma atividade que envolve 98.557 produtores, instalados numa área de 78.552 ha, o que perfaz uma área média de 0,80 ha/propriedade, demonstrando que ela é praticada em pequenos empreendimentos. </li></ul><ul><li>A atividade tem apresentado grande crescimento e com potencial para expansão. </li></ul>
  • 23. IMPORTÂNCIA DA AQÜICULTURA Gera empregos e renda Possibilita a gestão ambiental Fixa os produtores Diminui a pressão extrativa sobre os recursos explorados Incorpora os pescadores a uma atividade planejad a Aproveita áreas sem interesse econômico Estimula diferentes cadeias produtivas (Pescado,Turismo, outras ) Agrega valor ao produto
  • 24. <ul><li>Espera-se que não haja apenas aumento da produção , mas que esse aumento venha acompanhado de um real desenvolvimento sustentável da atividade e dos setores vinculados à cadeia de produção. </li></ul>
  • 25. PLANEJAMENTO MANEJO/ GERENCIAMENTO AQÜICULTURA SUSTENTÁVEL
  • 26. Tecnologia de Criação
  • 27. Demarcação e Zoneamento das Áreas para implantação de Maricultura - PLDM <ul><li>Áreas sem conflitos com outras atividades (ex. Pesca & Turismo) </li></ul><ul><li>Requer áreas isentas de poluição ambiental </li></ul><ul><li>Definidas em comum acordo com a comunidade local </li></ul>
  • 28. Programa de Demarcação de Parques Aqüícolas em Reservatórios (águas públicas )
  • 29.  
  • 30. Cultivos Organizados
  • 31. Fazendas Marinhas
  • 32. Ações com as comunidades
  • 33. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Implantação de cultivos replicáveis e auto-sustentáveis </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  • 34. <ul><li>crescimento da venda de insumos, produtos e serviços </li></ul><ul><li>aumento pela procura do produto </li></ul><ul><li>valor agregado </li></ul><ul><li>geração de empregos / novas atividades </li></ul>Incentivo aos diferentes segmentos da cadeia
  • 35. Economicas www.planobeta.com Social Ambientall www.canstockphoto.com.b r Sustentabilidade – Pesca e Aquicultura
  • 36. AMBIÊNCIA
  • 37.  
  • 38. Biodiversidade e avaliação de impactos Characidium cf lagosantense Pseudotocinclus tietensis Espécies listadas pelo IBAMA como ameaçadas ou vulneráveis
  • 39.  
  • 40. Qualidade da água Qualidade do alimento Manejo Barreira sanitária Qualidade Ambiental
  • 41. Parasitas e Patologias
  • 42. Parasitas e Patologias
  • 43. Testes com afluentes e efluentes de aqüicultura ECOTOXICOLOGIA AQUÁTICA
  • 44.  
  • 45. Ensaios com zooplâncton
  • 46. Carcinicultura Piscicultura Ranicultura Qualidade da água na aqüicultura: enfoque de produção sustentável
  • 47. Tecnologia do Pescado & Sustentabilidade
  • 48. Perigos biológicos e químicos no pescado BACTÉRIAS CONTAMINANTES QUÍMICOS
  • 49. PERDAS NO DECORRER DA CADEIA DE PRODUÇÃO .
  • 50.  
  • 51.  
  • 52. Reduzir perdas é um dos principais caminhos para incrementar o faturamento, melhorar a segurança alimentar e promover a sustentabilidade
  • 53. UTILIZAÇÃO DOS RESÍDUOS DO PROCESSAMENTO Novos produtos com valor agregado Evita o desperdício de nutrientes Reduz poluição ambiental
  • 54. ESTRUTURAS ADEQUADAS PARA PROCESSAR O PESCADO
  • 55. Desenvolvimento da Cadeia de Produção de Pescado - Qualidade MEIO – AMBIENTE PESCA EXTRATIVA INSUMOS PRODUÇÃO PRIMÁRIA AQÜICULTURA PROCESSAMENTO ARMAZENAMENTO TRANSPORTE DISTRIBUIÇÃO COMERCIALIZAÇÃO MERCADOS LEGISLAÇÃO, SERVIÇOS PÚBLICOS, POLITICAS GOVERNAMENTAIS
  • 56. Artigos Científicos Boletim do Instituto de Pesca Manuais Livros Artigos Técnicos Estatística da Produção Pesqueira Publicações
  • 57. ReCIP – Reunião Científica do Instituto de Pesca - Bianual SICIP / EpGIP – Encontro de Pós-Graduandos e de Iniciação Científica do IP Cursos de Treinamento e Capacitação de Criadores e Pescadores Co-organização de Eventos Nacionais e Internationais (Congressos, Simpósios, Seminários) SIMCOPE – Simpósio de Qualidade do Pescado - Bianual Eventos
  • 58.  
  • 59. Museu do Instituto de Pesca Santos - SP
  • 60. Aquário àgua Branca S. Paulo - SP
  • 61. PROGRAMA DE PÓS GRDUAÇÃO Áreas: PESCA E AQUICULTURA 20 Teses de Mestrado / ano
  • 62. Treinamento - Iniciação à Pesquisa 15 estudantes / ano Bolsistas – PIBIC-CNPq

×