Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Estrutura etária da população e Políticas demográficas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Estrutura etária da população e Políticas demográficas

  • 23,939 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Acho o trabalho exceptional

    Se posssivel agradeica que me deixa-se utilizar os poewrspoints com os meus alunõs

    Agradecida



    ana cardoso
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Caro Pedro Damião
    Gostaria que partilhasse os seus pwerpoints comigo.
    Obrigada
    Fátima Marques
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Olá ! Acho este PPt muito interessante e agradecia que me enviasse se for possivel.
    Obrigado
    Isabel Marques
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Ok
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • Caro Pedro Damião,
    Gostaria de saber se é possível partilhar os seus powerpoints comigo.
    Obrigada
    Natália Queirós
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
23,939
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
469
Comments
5
Likes
15

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Desigualdades na estrutura etária da população mundial Geografia Pedro Damião
  • 2. A estrutura etária da população é semelhante em todos os países? Porquê? Que diferenças?
  • 3. Pirâmides etárias
  • 4. O que caracteriza esta pirâmide etária?
    • Base estreita
    Base Topo
    • Pouca população jovem
    • Baixa taxa de natalidade
    • Topo largo
    • Muita população idosa
    • Elevada esperança de vida
    População adulta/envelhecida
    • Muita população adulta (muitos activos)
    Países desenvolvidos
  • 5. Pirâmides etárias
  • 6. O que caracteriza esta pirâmide etária?
    • Base larga
    Base Topo
    • Muita população jovem
    • Taxa de natalidade muito alta
    • Mortalidade infantil muito alta
    • Topo muito estreito
    • Pouca população idosa
    • Esperança de vida muito baixa
    População jovem
    • Pouca população adulta (poucos activos)
    Países menos desenvolvidos
  • 7. Porquê esta pirâmide? 2. Nascem muitas crianças 4. Elevado número de óbitos 14. Crescimento muito rápido da população 3. Esperança de vida baixa 11. Muitas crianças ajudam os pais nas tarefas agrícolas 7. As raparigas casam-se muito cedo Famílias muito numerosas
  • 8. Políticas demográficas Que medidas tomar para diminuir a natalidade? Medidas anti-natalistas
  • 9. Porquê esta pirâmide? 8. A população vive durante mais anos 13. Baixa taxa de mortalidade 12. População cresce a um ritmo lento 1. Boas condições de assistência médica 5. As crianças implicam mais despesas para os pais 10. País desenvolvido 9. Baixa taxa de natalidade 6. Taxa de mortalidade infantil muito baixa Famílias muito pequenas 1 ou 2 filhos)
  • 10. Políticas demográficas Que medidas tomar para aumentar a natalidade? Medidas natalistas
  • 11. Que mensagem?
  • 12. No ano de 2007, nasceram menos 3 000 bebés do que em 2006, quando, já nesse ano, tinham nascido menos 4 100 bebes do que no ano anterior. Em apenas 2 anos, dá-se uma quebra da natalidade em quase 10%. ...em Portugal!
  • 13. Licença de parentalidade alargada para 6 meses em Portugal (Jornal Público online – 12 Fevereiro 2009) “ O Governo aprovou hoje o aumento da licença parental para seis meses, subsidiando com 83 por cento do salário bruto, mas que atingirá 100 por cento se a licença for de cinco meses partilhada por pai e mãe.” Prevê-se também a criação de um subsídio parental alargado, permitindo um prolongamento da ausência ao trabalho dos progenitores (pai ou mãe) mais três meses ou mesmo seis meses se houver partilha.