• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Plano de Governo
 

Plano de Governo

on

  • 656 views

Sou 11

Sou 11

Statistics

Views

Total Views
656
Views on SlideShare
648
Embed Views
8

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

2 Embeds 8

http://static.wix.com 6
http://htmlcomponentservice.appspot.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Plano de Governo Plano de Governo Document Transcript

    • 1 - EDUCAÇÃO  Garantir o acesso a leituras diversificadas, através de aquisição de acervo de livros para as escolas e creches municipais  Organizar um centro de atendimento com equipe multidisciplinar para os alunos com dificuldades de aprendizagem (psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicopedagogos e outros);  Promover programas de formação e habilitação específica para professores que atuam em educação especial, em escolas do campo e nas comunidades quilombolas;  Adequar e/ou construir quadras de esportes em escolas da rede municipal;  Adequar os espaços físicos escolares às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida;  Implantação da Escola de Tempo Integral;  Implementar a reposição anual de equipamentos, material esportivo e didáticos diversos que considere e valorize a diversidade racial, cultural e de pessoas com necessidades especiais;  Criação do Cursinho Pré – Vestibular Municipal ( Para alunos carentes, que desejam ingressar na universidade );  Ampliar o acesso ao ensino médio profissionalizante;  Garantir fardamento para todos alunos da rede municipal de ensino e Creches;  Construção de de creches municipais conforme termo de compromisso validado pelo SIMEC;  Dar continuidade ao programa de Transporte escolar, garantindo a todos os alunos transporte de qualidade e eficiente;
    • 2 – SAÚDE Ampliação e reforma do Cais 24h com ampliação de demanda para atendimento de urgências, leitos e profissionais médicos nas especialidades de maior procura; Implantação da Central de Parto; Aumento do número de PSF´S para cobertura Total do Município; Criação de Programa de Saúde do Idoso; Dar continuidade ao Programa de melhorias de abastecimento d’água, com implantação e melhoramento de estações de tratamento; Capacitar periodicamente os funcionários da Secretaria de saúde em todos os seus segmentos; Aumentar o número de campanhas coordenadas pela secretaria de saúde, tais como: maior cobertura nas campanhas de vacinações, doação de sangue, ações de combate a dengue, gripes; Implantação do Programa Saúde do Homem; Manutenção e ampliação dos serviços prestados pelo Laboratório Municipal; Implantação do CR – Centro de Radiologia, com serviços de RX, mamografia e ultrassonografia Manutenção e ampliação dos serviços do Centro de Especialidades Odontológicas – CEO; Manutenção e ampliação do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, com aquisição de mais uma ambulância; Disponibilização de ambulâncias em todos os distritos do município; Ampliar os serviços e equipe da vigilância sanitária; Aumentar o número de agentes do PACS e Agentes de Endemias; Disponibilização de transporte para atendimento médico domiciliar; Manutenção e ampliação dos serviços de distribuição de medicamentos, através da Farmácia Básica; Implantação do Projeto Caravana da Saúde, para atendimento aos distritos; Implantação da Academia ao ar livre;
    • 3 – INFRAESTRUTURA Manter o ritmo de investimentos em infra-estrutura básica: abastecimento d’água, asfalto, saneamento e pavimentação; Construção do aterro sanitário; Urbanização de Bairros novos; Construção de um velório para pessoas carentes; Melhoramentos das estradas rurais; Criação da patrulha mecanizada, garantindo melhores condições das estradas vicinais; Melhoramento contínuo da Feira Livre, com padronização de barracas, limpeza, segurança, posto médico, apresentações culturais entre outros; Melhoramento da infra da praia generosa construção de mais uma praia e outro local mais próximo da cidade; Consolidação e expansão com regulamentação e agenda de eventos do carnaval pecuária, km de arrancada, campeonatos de jet-ski e MotoCross e com petição de pesca esportiva; Dar continuidade ao projeto de saneamento da cidade e distritos, com a meta de atingir 100% do município; Cumprimento do Código de Obras do Município, preservando os espaços públicos e diminuindo os conflitos; Apoio técnico às secretarias que desenvolvam alguma atividade ou ação relacionada à construção civil; Criação de Projeto de Arborização; Ações que colaborem com o programa de revitalização do córrego Machombombo; Dar continuidade aos investimentos e programas para melhoria da coleta de lixo e limpeza da cidade; Investir na capacitação de funcionários que atuam na área de limpeza urbana e construção civil; Manter atualizado o Controle e Registro de Obras, conforme determinação do Tribunal de Contas do Estado de Goiás; Renovação da frota de veículos com o objetivo de melhorar os serviços prestados à população; Reformar as Praças existentes na cidade; Dar continuidade ao programa de urbanização de praças e logradouros públicos; Cumprimento do Plano Diretor de Uruaçu;
    •  Dar continuidade ao programa de implantação da guarda municipal e de trânsito; Criação do Programa ´´AGUA PARA TODOS´´ com o objetivo de fazer chegar água tratada para toda comunidade; Melhoria da Iluminação Pública da Cidade e Distritos;
    • 4 - GESTÃO MUNICIPAL Adotar as medidas para cumprimento dos limites e determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal; Garantir os direitos trabalhistas dos funcionários municipais: férias, 13º salário, salário família, insalubridade, condições de trabalhos e equipamentos de segurança; Garantir o acesso de funcionários através de concurso público, dando oportunidade para todos; Elaboração do PCS – Plano de Cargos e Salários. Garantir o processo contínuo de capacitação e treinamento de funcionários, desenvolvendo política de recursos humanos na Prefeitura; Melhorar as condições de trabalho e transparência das comissões de licitações do município; Dar continuidade ao processo de organização e informatização do Departamento de Patrimônio; Criação da Comissão de Avaliação de Preços e recebimento de mercadorias adquiridas pelo município; Implantação de almoxarifado único, com controle informatizado de entrada e saída de mercadorias; Terminal de consulta para fornecedores e contribuintes municipais, facilitando os pagamentos da Prefeitura; Disponibilização da internet para o acesso aos serviços oferecidos pelos departamentos de Controle Urbano e Arrecadação Tributária. Ex: IPTU do Exercício, Dívida Ativa e Plantas de Imóveis; Fornecer gratuitamente para proprietário de Imóvel de baixa renda, “regularização do bem”. Ex: licença de construção, planta baixa, dentre outros; Implantação de Centro Administrativo, para unificação dos serviços da Secretaria de Gestão, facilitando o atendimento à população;
    • 6 - ESPORTES Incentivar as atividades esportivas na zona Rural; Manter e ampliar os programas esportivos; Manter apoio aos torneios das diversas modalidades, envolvendo as equipes dos distritos; Incentivar e apoiar as equipes que representem a cidade em competições estaduais e nacionais; Manter o calendário de esportes, favorecendo e apoiando todas as modalidades esportivas do município; Incentivar as atividades esportivas para as pessoas com necessidades especiais; Incentivar atividades esportivas para idosos; Manutenção e ampliação do programa “ Rua de Lazer ”; Garantir a implantação de áreas de esportes nas praças; Realizar os jogos escolares municipais; Garantir o fornecimento de uniformes para equipes esportivas da cidade; Criar Programa de atividades esportivas para o Servidor Municipal; Criar o Programa Pedala Uruaçu bem como a construção de ciclovias; Realizar em dezembro o evento: “ Melhores do Ano ”; Adquirir um micro-ônibus para a Secretaria de Esportes para facilitar a participação de atletas em competições esportivas; Manter e ampliar as atividades esportivas e culturais para crianças e adolescentes; Implantação de Programa Esportivo para o Idoso.
    • 7 - AGRICULTURA E PECUÁRIA Crédito para o pequeno produtor rural; Programa Municipal de Assistência Técnica Agrícola e Veterinária; Criar Programa Municipal de apoio às cooperativas para otimização da produção; Firmar parceria com entidades como SEBRAE, SENAR, IBAMA, SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES RURAIS E CONSELHOS, para criação do Programa Municipal de Qualificação Rural; Dar continuidade e aumentar o número de campanhas de vacinação contra febre- aftosa.8 - AÇÃO SOCIAL Promover atividades de lazer, cultura, apoio nutricional e cursos com a finalidade de aumentar rendimentos e melhorar a qualidade de vida dos idosos; Dar continuidade aos programas de crescimento social e profissional dos jovens; Dar continuidade as parcerias com o Governo Federal para melhorar as condições de funcionamento e para ações desenvolvidas pela Associação das Pessoas com Deficiência ; Dar continuidade aos programas de capacitação das famílias, com o aumento de cursos profissionalizantes e palestras; Dar continuidade e ampliar o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI; Implantação do Programa CRAS em todos os bairros do município; Criar o´ programa agasalhar´´, que atende a população carente com distribuição de roupas, cobertores e colchões; Dar continuidade aos mutirões em diversos bairros na zona urbana e distritos, a fim de emitir documentos e prestar serviços sociais a comunidade; Criar o programa “Morar Melhor”, com o aumento de numero de pessoas beneficiadas com a doação de materiais de construção para recuperação de moradias; Dar continuidade ao programa ENXERGA BRASIL, que beneficia pessoas carentes com deficiência visual, com exames e doações de óculos;
    •  Realizar o programa de distribuição de cestas básicas a pessoas em situação de extrema pobreza, e que não possuam nenhum benefício;  Dar continuidade ao Projeto “MÃE URUAÇUENSE”, com a distribuição de enxovais a pessoas carentes e realização de palestras sócio-educativas;  Criar o programa “Sorrir para a Vida”, que beneficia pessoas carentes que necessitam de prótese dentária;  Criar o cartão cidadão do futuro uruaçuense no valor de 100 reais para quem tem filho na escola municipal;9 - DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL  Implantar ações para o desenvolvimento e fortalecimento do mercado local, envolvendo a disponibilização de subsídios técnicos necessários para consolidação dos projetos locais de fomento. Para tanto, serão realizados estudos ordenando e priorizando as ações que possam ser executadas com os recursos próprios do município e, ainda, identificando toda fonte de recursos externos (Governo Estadual, Governo Federal, entidades não governamentais etc..) onde possamos recorrer pela via da ação política e institucional;  Assegurar prioridade para as empresas locais nas compras e tomadas de preços da Prefeitura, com a finalidade de fortalecer o comércio e a indústria locais, gerando mais empregos, proporcionando o desenvolvimento, aumentando a receita local e melhorando a qualidade de vida da população.10 - PLANEJAMENTO URBANO E MEIO AMBIENTEO planejamento urbano visa ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais dacidade e da propriedade urbana. Dessa forma reavaliaremos a forma de como tem sidorealizada a ocupação do solo, em especial, o surgimento de novos loteamentos econdomínios, bem como, a demanda de infraestrutura decorrente da implantação daplataforma multimodal da Ferrovia Norte Sul.Avaliaremos a necessidade de mudanças no atual perfil de ocupação, através de umaampla discussão, com a sociedade, sobre a revisão do PLANO DIRETOR previsto noESTATUTO DAS CIDADES (Lei nº. 10.257, de 10 de julho de 2001).
    • O PROCESSO DE OCUPAÇÃO E PLANEJAMENTO URBANO DA CIDADE deve atender,portanto, aos seguintes preceitos:> Qualidade de vida;> Recuperação e preservação ambiental;> Manutenção e preservação do conjunto paisagístico;> Preservação dos monumentos, construções e conjuntos naturais de valor histórico;> Acessibilidade e mobilidade urbanas;> Urbanização e remodelamento de praças e equipamentos públicos;> Iluminação, pavimentação e consolidação da malha viária pública urbana e rural.Portanto:  Elaboração de um NOVO PLANO DIRETOR para a cidade e principais distritos, que dê suporte AO ORDENAMENTO DIRECIONADOR DO DESENVOLVIMENTO URBANO e à REVISÃO DOS CÓDIGOS DE OBRAS, DE POSTURA, DE EDIFICAÇÕES E DE MEIO AMBIENTE;  Aperfeiçoamento permanente e continuado do CADASTRO DE IMÓVEIS do município;  Processo permanente de proteção e preservação do Lago Serra da Mesa e das microbacias que o alimentam, tarefa que, por depender de gestão compartilhada com outros municípios de nossa região, será efetivada através do envolvimento do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Integrado Serra da Mesa;  Amplo programa de mobilidade e acessibilidade urbanas, objetivando proporcionar o exercício amplo do direito constitucional de ir e vir do cidadão, especialmente às pessoas portadoras de necessidades especiais.11 – JUVENTUDE  Investimento em cursos profissionalizantes e realização de parcerias com os comerciantes, os profissionais liberais e os empresários para a garantia de uma ampla política de abertura de postos de trabalho para jovens iniciantes;  -Desenvolvimento de projetos culturais e esportivos para os jovens em locais estratégicos, como objetivo de minimizar a ociosidade e a situação de vulnerabilidade e risco social, substituindo-as por atividades saudáveis e comunitárias, sempre buscando o aprendizado e a profissionalização;  Apoio e incentivo aos movimentos culturais, esportivos, políticos e de solidariedade social da juventude, garantindo e fomentando espaços de lazer e programação cultural de qualidade para nossa juventude, em especial nos finais de semana;
    • 12 - CULTURAParticipação Social nas Decisões de Governo e na Fiscalização das Políticas e dosRecursos Públicos da Área Cultural;  Regulamentar o Conselho Municipal de Política Cultura (CMPC): O presente conselho é um marco da participação social nas decisões das políticas públicas culturais do Município de Uruaçu. O CMPC foi instituído pela Lei Municipal nº 1.674 de 20 de Dezembro de 2011, é paritário, sendo metade de representantes do poder público e metade de representantes da Sociedade Civil;  Regulamentar os Colegiados Setoriais: Criados pela Lei Municipal nº 1.674 de 20 de Dezembro de 2011, os Colegiados tem o papel de fornecer subsídios ao Plenário do Conselho Municipal de Política Cultural – CMPC para a definição de políticas, diretrizes e estratégias dos respectivos segmentos, representados integralmente pela sociedade civil “O Povo”. Os Colegiados também constituem as cadeiras da sociedade civil no CMPC, sendo elas: Artes Visuais; Artesanato; Patrimônio Material, Imaterial e Natural; Literatura, Livro e Leitura; Música; Culturas Populares; Circo; Dança; Teatro; Economia da Criativa; e Cultura Afro-Brasileira.  Regulamentar Grupos de Trabalho do Conselho Municipal de Política Cultura: Regulamentar os seguintes Grupos de Trabalho do Conselho Municipal de Política Cultura, instituído pela Lei Municipal nº 1.674, de 20 de Dezembro de 2011 que terão o papel de fornecer subsídios ao Plenário do Conselho Municipal de Política Cultural – CMPC para a definição de políticas, diretrizes, estratégias e culturais e fornecer subsídios para a tomada de decisão sobre temas específicos, transversais ou emergenciais relaciona dos à área cultural, sendo este ocupado pela Sociedade Civil, por Instituições de Ensino Superior (IES), Poder Público Municipal, Estadual e Federal, bem como Organizações Não governamentais (ONG´s), Empresas Privadas Públicas e Privadas, Nacionais e Internacionais: Arquitetura;
    • Arquivos; Arte Digital; Audiovisual; Design; Moda; e Museus; Regulamentar a Comissão Municipal de Incentivo à Cultura – CMIC: A Comissão será a instância de curadoria para seleção de projetos apresentados ao Fundo Municipal de Cultura – FMC, sendo a mesma de composição paritária entre membros do Poder Público e da Sociedade Civil. Na seleção dos projetos a Comissão Municipal de Incentivo à Cultura – CMIC deverá considerar as diretrizes e prioridades definidas anualmente pelo Conselho Municipal de Política Cultural – CMPC. A Comissão Municipal de Incentivo à Cultura – CMIC deve adotar critérios objetivos na seleção das propostas:  Avaliação das três dimensões culturais do projeto – simbólica, econômica e social;  Adequação orçamentária;  Viabilidade de execução; e  Capacidade técnico-operacional do proponente. Gabinete Digital – Comunicação é Cultura e Transparência O que é o Gabinete Digital Em parceria com o Gabinete é um novo espaço de participação que tem como objetivo estimular uma nova cultura na gestão pública, por meio do estabelecimento de canais de diálogo e colaboração com a sociedade a partir do uso das ferramentas digitais. O objetivo é promover a cultura democrática e o fortalecimento da cidadania promovendo a eficiência e o controle social sobre o Estado, estruturando a relação do Prefeito com as diversas formas de escuta e participação através das redes digitais. A concepção do projeto foi acompanhada por uma ampla pesquisa, que analisou iniciativas do Brasil e do mundo. Fundamentamos o conceito do Gabinete dentro dos termos de Cultura e a Governança Digital. Neste portal, são 3 ferramentas de participação. Prefeito Responde: Onde as pessoas elaboram perguntas diretamente ao Prefeito. A pergunta mais votada será respondida diretamente em vídeo no final de cada mês.
    • Governo Escuta: Audiências Públicas do Executivo transmitidas via internet com participação via bate papo. Agenda Colaborativa: Contribuições poderão ser enviadas para constituir a pauta do Prefeito durante as visitas ao Bairros do Município, distritos ou Zonas Rurais interior do Município.Proteção e Salvaguarda do Patrimônio Histórico, Artístico, da Diversidade dasExpressões Culturais e Genético presentes no Território de Uruaçu.  Regulamentar o Sistema Municipal de Patrimônio Cultural O Sistema Municipal do Patrimônio Cultural (SMPC), instituído pela Lei Municipal nº 1.674 de 20 de Dezembro de 2011, deve propor em sua regulamentação formas de relação entre as esferas de governo que permitam estabelecer diálogos e articulações para gestão do patrimônio cultural. Nesta Regulamentação se definirá instância(s): Coordenadora: para garantir ações articuladas e mais efetivas; Regulação: estabelecer conceituações comuns, princípios e regras gerais de ação; e Fomento: incentivos direcionados principalmente para o fortalecimento institucional, estruturação de sistema de informação de âmbito municipal/regional, fortalecer ações coordenadas em projetos específicos.  Instituir Políticas Públicas, Programas com Mecanismos e Processos de Proteção e Salvaguarda para: Patrimônio Material: O patrimônio material é composto por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza: arqueológico, paisagístico e etnográfico; histórico; belas artes; e das artes aplicadas. Assim estão divididos em bens imóveis a exemplo dos centros históricos, rurais ou urbanos, sítios arqueológicos, paisagísticos e bens individuais; e móveis como coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos, Desta forma, será protegido por Mecanismos e Processos de Tombamento instituídos por lei municipal com base e concordância em legislações específicas estaduais, federais, tratados e acordos internacionais. Patrimônio Imaterial: Instituir o Programa Municipal de Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial, definindo um programa voltado especialmente para estes bens. Este programa regerá o processo de reconhecimento de bens culturais como patrimônio imaterial, instituindo o registro e, com ele, o compromisso do Município em inventariar, documentar, produzir conhecimento e apoiar a
    • dinâmica dessas práticas socioculturais. Vem favorecer um amplo processo de conhecimento, comunicação, expressão de aspirações e reivindicações entre diversos grupos sociais. O Patrimônio Imaterial é transmitido de geração em geração (a exemplo do Folclore) e constantemente recriado pelas comunidades e grupos em função de seu ambiente, de sua interação com a natureza e de sua história, gerando um sentimento de identidade e continuidade, contribuindo assim para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana. Este Programa é, antes de tudo, uma forma de reconhecimento e busca a valorização desses bens, sendo visto mesmo como um instrumento legal. Registram-se saberes e celebrações, rituais e formas de expressão e os espaços onde essas práticas se desenvolvem Será instituído para a Proteção Salva guarda do Patrimônio Imaterial Patrimônio Natural Pesquisa Municipal para a Proteção e Promoção por meio do Turismo Cultural do Patrimônio Natural. Os monumentos naturais são constituídos por formações físicas e biológicas ou por conjuntos de formações de valor universal excepcional do ponto de vista estético ou científico; As formações geológicas e fisiográficas, e as zonas estritamente delimitadas que constituam habitat de espécies animais e vegetais ameaçadas de valor universal excepcional do ponto de vista estético ou científico; os sítios naturais ou as áreas naturais estritamente delimitadas detentoras de valor universal excepcional do ponto de vista da ciência, da conservação ou da beleza natural. Patrimônio Genético Século XXI, será instituído um Programa de Articulação e Acompanhamento dos Procedimentos e Execução das atividades decorrentes das, com o objetivo de facilitar a realização de pesquisa científica envolvendo conhecimentos tradicionais associados aos recursos genéticos.Museus, Memória e Transformação;  Regulamentar o Sistema Setorial de Museus e Implementar a Política Municipal de Museus e Regulamenta o Sistema Setorial de Arquivo Público. O objetivo da política, disposta é “promover a valorização, a preservação e a fruição do patrimônio cultural municipal, considerado como um dos dispositivos de inclusão social e cidadania, por meio do desenvolvimento e da revitalização das instituições museológicas existentes e pelo fomento à criação de novos processos de produção e institucionalização de memórias constitutivas da diversidade social, étnica e cultural do país”. Para tanto, a instituiremos por meio do Sistema Municipal de Municipal de Museus instituído pela Lei Municipal nº 1.674 de 20 de Dezembro de 2011, a Política Municipal de Museus que se apresentará sete eixos programáticos, que norteiam as ações a serem desenvolvidas:
    • Gestão e configuração do campo museológico; Democratização e acesso aos bens culturais; Formação e capacitação de recursos humanos; Informatização de museus; Modernização de infra-estruturas museológicas; Financiamento e fomento para museus; e Aquisição e gerenciamento de acervos museológicos. Instituir no Museu Dom Prada Carrera a Unidade Museológica da Imagem e Som Uruaçuense Instituir no Museu a Unidade Museológica de Arquivo Público Municipal;Livro Literatura e Leitura;  Regulamentar o Sistema, Instituir o Plano Municipal de Livro e Leitura e Captar meios para a Construção da Academia Municipal de Letras e do Colegiado Setorial de Livro Literatura, Livro e Leitura. Por meio do Sistema Municipal de Bibliotecas, Livro, Leitura e Literatura – SMBLLL, instituído pela Lei Municipal nº 1.674 de 20 de Dezembro de 2011, instituir O Plano Municipal do Livro e Leitura (PMLL) que deverá ser constituído por projetos e programas que integram Linhas de Ação agrupadas a partir de quatro eixos: Democratização do Acesso I. Modernização, Atualização do Acervo e Aquisição de Novo Mobiliário para a Biblioteca Pública Municipal; II. Instituir e Fortalecer um rede de bibliotecas de Instituições Públicas e Privadas de Ensino, permitindo o acesso a leitura; III. Conquista de novos espaços de leitura IV. Distribuição de livros gratuitos V. Melhoria do acesso ao livro e a outras formas de expressão da leitura; e VI. Incorporação e uso de tecnologias da informação e comunicação Fomento à Leitura e à Formação de Mediadores I. Formação de mediadores de leitura; II. Projetos sociais de leitura; III. Estudos e fomento à pesquisa nas áreas do livro e da leitura; IV. Sistemas de Informação nas áreas de bibliotecas, da bibliografia e do mercado editorial municipal; e V. Prêmios e reconhecimento às ações de incentivo e fomento às práticas sociais de leitura; Valorização Institucional da Leitura e Incremento de seu Valor Simbólico
    • I. Ações para converter o fomento às práticas sociais da leitura em política de Estado; II. Ações para criar consciência sobre o valor social do livro e da leitura; e III. Publicações impressas e outras mídias dedicadas à valorização do livro e da leitura; Desenvolvimento da Economia do Livro I. Desenvolvimento da cadeia produtiva do livro; II. Fomento à distribuição, circulação e consumo de bens da cultura letrada; III. Apoio à cadeia criativa do livro; IV. Maior presença no em outros municípios da produção literária, científica e cultural editada em Uruaçu V. Bienal de Livro e Leitura de Uruaçu-GOAudiovisual e Desenvolvimento Econômico  Criar a Uruaçu Audiovisual - Film Commission – UAFM A Uruaçu Audiovisual - Film Commission (UAFM), será criada para tratar da captação de produções cinematográficas diversas. Busca permissões de filmagens nos mais variados locais, trabalhando inclusive na articulação com municípios vizinhos. Também proporciona consultoria sobre locações, relação de fornecedores associados, apoio nas ações necessárias para as produções. Sua divulgação é focada nas locações disponíveis para filmagens dentro da cidade e área rural. Com a missão de atrair produções audiovisuais, nacionais e estrangeiras, de todos os formatos e conteúdos para o município. Este Escritório Colegiado, atuará como agente facilitador para as produções audiovisuais realizadas no Município. A Uruaçu Audiovisual oferecerá suporte técnico na busca de locações com produtores especializados, agilizar as negociações de serviços para obter melhores custos, além de disponibilizar bancos de dados com profissionais de diversos segmentos e escritório para as equipes de produção. Um dos principais objetivos do Uruaçu Film Commission é fomentar a realização de obras audiovisuais no município, como longas e curtas-metragens, novelas, séries, documentários, filmes publicitários, sessões fotográficas, vídeo clipes e lançamentos de filmes. Com suas inúmeras riquezas naturais, históricas e culturais, morros, cachoeiras, propriedades rurais, praias de água doce, Uruaçu - GO representa o cenário ideal para a realização de grandes produções. Esta meta, visa iniciar a profissionalização da vocação da cidade de se tornar um verdadeiro set de filmagens. O Film Commission será o responsável pelo planejamento e implementação do Polo Cinematográfico e do Uruaçu Mostra Goiás – Festival de Cinema;
    •  Planejamento e implementação do Polo Cinematográfico Constituir Espaço de Exibição Cinematográfica Público, bem como expandir Parque Cinematográfico Criar um Cinema Público e incentivar a constituição de Cinemas Comunitários e Privados; Incentivar a Formação de Cine Clubes, no intuito de universalizar o acesso ao Cinema no Município, sendo estes os principais interlocutores Audiovisual Sociedade; Realizar o Uruaçu Mostra Goiás – Festival Nacional de Cinema de Uruaçu – GO, com obras de curta, média e longa duração, Produzidos nos três últimos anos por empresas, diretores brasileiros e também obras filmadas dentro do território brasileiro. Além disso, no evento acontecerão oficinas de formação nas áreas de audiovisual, exposições, cursos, shows musicais, manifestações da diversidade cultural do patrimônio imaterial goiano, sendo todas atividades oferecidas gratuitamente e debates com formadores de opinião no Festival para conhecer a estrutura produtiva goiana e na coletividade das reflexões buscar meios para o início do Projeto do Polo Cinematográfico Serra da Mesa; Criação do Polo Cinematográfico de Uruaçu. Sua estrutura, além de sua privilegiada proximidade dos centros urbanos (Goiânia e Anápolis – GO e Brasília - DF e das facilidades de transportes aéreo (Aeroporto Homologado para aviões até médio/grande porte, marítimo, rodoviário e futuramente ferroviária coma Ferrovia Norte Sul, inclusive pela a instalação de um porto seco, com uma plataforma multimodal, que poderá diminuir na Logística de Transporte para as empresas cinematográfica, contará com: I - Espaços para escritórios temporários; II - Três estúdios; e III - Sala de pós-produção, animação e efeitos especiais, que além de serem disponibilizadas para as produções que recebem o apoio do edital da Prefeitura, são comercializados com preços muito abaixo dos praticados no restante do país. Implementação da Escola Regional de Cinema do Polo Cinematográfico A Escola Regional de Cinema oferecerá aos alunos de Uruaçu, Região de Serra da Mesa, e de outros estados e até mesmo de outros países, terá os seguintes objetivos: I - Cursos de níveis técnico, profissionalizante e especialização; e II - Promoção de palestras, workshops e seminários abertos ao público em geral. Os alunos da Escola poderão participar como estagiários nas produções audiovisuais selecionadas e fomentadas pelo Sistema Municipal de Financiamento a Cultura pela Lei Municipal nº 1.674, de 20 de Dezembro de 2011 do Município. A Escola contará com uma área construída, com salas de aula equipadas com telas e projetores, um estúdio de áudio, um estúdio de vídeo,
    • laboratórios, edição, cenografia, informática, DVDteca, sala de ensaio para atores e camarins.Capacitação, Economia Criativa, Inovação e Acesso a Bens e Equipamentos Culturais  Implementar o Uruaçu Bike Tour – Progrma de Aluguel de bicicletas Públicas para o Turismo Cultural e Paisagístico em vias urbanas.  Implementação do Roteiro de Ciclo via Cultural dentro do Município de Uruaçu;  Implementar as Praças Sonoras;  Rede Municipal da Economia Criativa É uma Rede administrada Coletivamente, por Empreendedores Criativos e Inovadores. Este cluster contribuirá para que Uruaçu se torne uma cidade ainda mais criativa, vire referência pela concepção e implementação de um adequado modelo de governança que suporte o aumento da capacidade e empreendedorismo criativo, do crescimento dos negócios criativos e a atratividade dos lugares criativos, visando o reforço da massa crítica do capital criativo da população. Agência de Formação, Pesquisa, Trade e Fomento para o Desenvolvimento das Áreas dos Empreendimentos Criativos se constituirá como plataforma que, através do conhecimento, informação, promoção e ordenação dos Setores Criativos do Município, contribuindo para o desenvolvimento do empreendedorismo e da economia criativa, capacitando para a busca de novas áreas de trabalho. Seu Objetivo Geral será gerir as seguintes áreas de Articulação, Capacitação e Fomento: I - Incubadora de Negócios Culturais e Criativos: Incubadoras são ambientes edificados de trabalho planejados para apoiar empreendimentos nascentes com grande potencial inovador. Elas capacitam e auxiliam essas iniciativas em seus primeiros passos no mercado, através de suporte e consultoria em diversos segmentos. A Incubadora Criativa do Escritório Municipal de Trade e Desenvolvimento das Artes e Economia Criativa terá os seguintes serviços e infraestrutura: - Serviços: Consultoria e orientação para planejamento estratégico, gestão de planos de negócios e plano de marketing; Assessoria jurídica; Assessoria de imprensa; Programação visual; Marketing; e Seleção de recursos humanos; Apoio para a legalização do empreendimento;
    • Rede de negócios entre empreendedores culturais, clientes e parceiros; Acompanhamento do empreendimento. Manutenção predial; Segurança patrimonial; e Suporte de rede; - Infraestrutura 21 Salas de uso privativo para sediar 19 empreendimentos das Áreas Culturais e da Economia Criativa e 02 áreas inovadoras; Espaço físico e serviços de infraestrutura para uso compartilhado entre os empreendimentos: a) 2 Salas de Reuniões; b) 1 Sala de Vídeo Conferência; c) 01 mini cine-auditório, Centro Municipal Integrado de Artes, Convergência Digital e Estudos de Competências Criativas O “Centro Integrado” se constituirá através da implantação de um Teatro/Cinema e Hall Principal versátil, que pode Virar Auditório ou Sala de Exposições com Cafeteria, 4 Salas de Aula Inteligentes para cursos técnicos e de formação artística nas áreas das Artes Plásticas, Dança, Teatro, Música e Cinema, com duração de um ano (carga horária: 200h-ano) e Centro de Produção e Convergência Digital com Sala de Videoconferência de Alta Definição, Estúdio de Vídeo, Gravação e transmissão por streaming, Estúdio de Música, para ensaios, gravação e masterização e Sala de Controle que permite a operação simultânea dos espaços e a utilização dos recursos em todos os espaços, adequando e revitalizando as antigas instalações da CIA de Abastecimento e Silos do Estado de Goiás – CASEGO, em um Complexo Cultural e de Produção Digital de Referência em Uruaçu para atender tanto o Município de Uruaçu, quanto os 13 Municípios consorciados por intermédio do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Integrado Serra da Mesa em quatro etapas. O Centro poderá oferecer a região de Serra da Mesa cursos de qualificação iniciação e formação de artistas e técnicos, sendo eles: Dança; Teatro; Artes Plásticas; Música; Cenógrafo; Iluminador-operador de Luz (Artes Cênicas, Visuais e Cinema);
    • Sonoplastia e operador de som (Artes Cênicas, Visuais e Cinema); Figurinista (Artes Cênicas, Visuais e Cinema); Visagismo e maquiagem (Artes Cênicas, Visuais e Cinema); Coreógrafo (Dança); Edição de Vídeo e Áudio (Música, Cinema e Artes Cênicas); Direção (Teatro e Cinema); Roteiro (Teatro e Cinema) e; Gestão cultural.Uruaçu Pró Copa e seus legados  Criar o Guia Turístico Cultural Trilíngue: Português, Inglês e Espanhol;  Revitalizar e Ampliar a Sinalização Turística Cultural, passando a ser bilíngue, português e inglês;  Consolidar e/ou os seguintes eventos turísticos culturais de fluxo que terão como legado maior seus fluxo futuro turístico durante e pós copas da FIFA aumento a PIB Municipal. Novo Formato do Réveillon Municipal, passando a se contribuir em Virada das Artes com 24hs de Programação interrupta; Um Carnaval, de agora em diante, mais MultiCultural, com ênfase na Diversidade Cultural Brasileira com descentralização de polos dentro da cidade. Uruaçu Mostra Goiás, Festival de Cinema Nacional de Uruaçu Grito Rock Uruaçu – GO Primavera nos Museus; Feira e Encontro de Economia Criativa; Virada Digital; Semana de Designer e ModaFinanciamento da CulturaRegulamentação da Lei de Incentivo Fiscal a Cultura e Editais Específicos por meio doFundo Municipal de Cultura para:Fomento a Mostras de MusicaFomento as Artes CênicasFomento a Cultura DigitalFomento as Culturas PopularesFomento a Feiras de ArtesanatoFomento a Moda
    • Artes VisuaisEducação e CulturaCultura e 3ª IdadeCultura Rap e Rip Rop;Melhor Bloco de Carnaval;Gravação de CD;Difusão de Cinema;Monografias Culturais;Estimulo ao Radio Cultural;Publicações – Livros Ou revistas Especializadas em Cultura e Educação;