• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Udii 1 estrut dinam_terra
 

Udii 1 estrut dinam_terra

on

  • 773 views

 

Statistics

Views

Total Views
773
Views on SlideShare
773
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Udii 1 estrut dinam_terra Udii 1 estrut dinam_terra Presentation Transcript

    • ESTRUTURA E DINÂMICA DA TERRA Evolução geológica Dinâmica da crosta tectonismo vulcanismo intemperismo formação do solo Formas de relevo Profª Nilza M. P. Alonso
    • objetivosa. caracterizar as diferentes eras geológicas e sua importância na caracterização do espaço natural;b. e f. identificar as principais estruturas geológicas, associando-as à presença de recursos minerais;c. e d .identificar e localizar as diferentes formas de relevo na superfície terrestre; explicar a formação dos continentes, destacando a tectônica das placas;d. e e. reconhecer os agentes formadores do relevo e dos solos (fatores endógenos e exógenos);g. discutir a ação do homem como agente modificador do relevo.
    • O processo de formação da Terra e sua evolução, estão ligadas ao BIG BANG, que é a teoria que explica a formação doO Big Bang assinala a origem de tudo o Universo.que existe, existiu ou existirá... ou seja doCOSMOS
    • O conjunto deeventos que seseguiram ao BIGBANG podem servisualizadosatravés doCALENDÁRIOCÓSMICO.Nele, os grandeseventos, cujaduração é debilhões de anos,são apresentadasao longo dosmeses de um anoimaginário, ondeo Sistema Solarsó teriacomeçado a seformar em agosto.
    • Neste outro exemplo de CALENDÁRIO CÓSMICO, tem-se alguns eventosrelacionados à origem e evolução da Terra.
    • A Terra é o 3 º planeta do Sistema Solar e está a 150 milhõesde quilômetros do Sol, que atua direta ou indiretamente nosdiferentes processos naturais que afetam nosso planeta.
    • Ao se desprender doSol, a Terra inicia umlento processo deresfriamento queorganizou suasdiferentes camadas,(em função de suascaracterísticas físico-químicas e dascondições detemperatura vigentes)em longos intervalosde tempo: as ERASGEOLÓGICAS. Fonte: Scientific American- Brasil, Ed. Especial As formas mutantes da Terra
    • Nos primeiros estágios de sua evolução a Terra sofreu um lento processode resfriamento que deu origem às primeiras rochas e às primeiras formasde relevo, formando a crosta terrestre ou LITOSFERA e junto com ela aATMOSFERA e a HIDROSFERA. A Biosfera só se formou muito maistarde (principalmente a partir do Paleozóico) e como as demais camadasestá em constante trasnsformação.
    • Ao longo das ERAS GEOLÓGICAS, aTERRA: IDADE E EVOLUÇÃO Terra passa por inúmeras transformações: formam-se a Hidrosfera e a Atmosfera, enquanto a LITOSFERA vai sendo esculpida e modelada, tanto pela ação dos agentes internos, comandados pelo MAGMA, quanto externos comandados pelos CLIMAS. É neste processo que se definem as principais formas de vida, que vão formar a Biosfera.
    • ESCALA GEOLÓGICA DO TEMPO A tabela Pré-Cambriano Paleo - Mesozóico Cenozóico resume as principais Arqueozóico Proterozóico ERAS4,6 bilhões 2 bilhões 600 milhões 60 milhões anosO V SR FORMAÇÃO DA Formação I DERIVA dos I Himalaia GEOLÓGICAS ao longo dos I CROSTA das D CONTINENTES SG principais A T Alpes 4,6 bilhões de ESCUDOS CRISTALINOSE *Dobramentos EM JAZIDAS N M Andes anos de *resfriamento lento da Antigos MINERAIS A *derrames A Terra evolução doD vulcânicos no S Rochosas *primeiras rochas ferroA T Brasil formação da Terra Primitiva manganês ouro E *Bacias M evolução do Homem planeta e osT R OE LITOSFERA PANGEA pedras preciosas R Sedimentares *carvão N principais processosR A T Glaciações ATMOSFERA primitiva *petróleoR AA Primeiros MARES "povoamento" dos N Terra Atual ligados à formação e H mares , da terra e do ar O formação da S O evolução da crosta BIOSFERA S terrestre
    • AS PLACAS TECTÔNICAS E A FORMAÇÃO DOS CONTINENTES Enquanto as diferentes camadas - internas e externas - eram formadas, a Terra foi gradativamente adquirindo suas características atuais: do primeiro supercontinente, a Pangéia aos atuais continentes; de uma massa informe de um planeta inerte, formado por materiais em estado de fusão, ela passa, a um corpo capaz de abrigar uma multiplicidade de formas de vida.
    • Ao longo das eras geológicas a“fisionomia” da Terra foi sealterando através daconsolidação do magma,formando DIFERENTES TIPOSDE ROCHAS, e pelamovimentação das PLACASTETÔNICAS
    • Toda a superfície terrestre é formadapor ROCHAS, que por sua vezresultam do resfriamento do MAGMA.Há diferentes tipos de rocha:MAGMÁTICAS (intrusivas evulcânicas)METAMÓRFICASe SEDIMENTARES É a partir de processos internos eexternos que as rochas se modificam,se alteram ou se desagregam.
    • PRINCIPAIS TIPOS DE ROCHA Metamórfica Sedimentar Magmática Carvão mineral
    • PLACAS TECTÔNICASformam a crosta,como uma espécie de“quebra-cabeças”,composto por rochasjá consolidadas e semantém em constantemovimento. A DERIVA CONTINENTAL é o processo de deslocamento das porções sólidas (as placas tectônicas) da crosta sobre o magma terrestre (onde existem rochas em estado de fusão) ao longo das eras geológicas
    • São várias grandes placas e uma série de outras menores que semovimentam em várias direções e liberam energia provenientedo interior da Terra causando os diferentes processos tectônicos
    • É através dos movimentos do MAGMA, uma espécie de “caldo”de materiais (minerais) em estado de fusão, que se forma oMANTO TERRESTRE. É nesta camada (o manto terrestre)localizada logo abaixo da CROSTA, que se processa a DINÂMICAINTERNA do planeta.AS CAMADAS INTERNAS APRESENTAM ALTAS TEMPERATURAS E SEUSMOVIMENTOS, ESPECIALMENTE OS DO MANTO, AFETAM A SUPERFÍCIEDA CROSTA, MODELANDO-A E ALTERANDO SUAS FORMAS.
    • OS AGENTES INTERNOS MODELADORES DO RELEVO Fonte: Scientific American, op.cit. A movimentação interna do material magmático, geraprocessos como a EPIROGÊNESE – movimentos verticais de grande envergadura, responsáveis pela formação dos continentes - e a OROGÊNESE, que são movimentos horizontais, responsáveis pela formação de montanhas. Associam-se a eles outros processos tectônicos como os dobramentos, as falhas, o vulcanismo e os terremotos
    • Os movimentos das camadas internas são resultantesda ação de CORRENTES CONVECTIVAS que geramondas que se propagam até a superfície, causandodiferentes movimentos tectônicos – dobras, falhas,abalos sísmicos, entre eles terremotos e processosvulcânicos, que, nos casos mais graves provocamdestruição e mortes. São também esses movimentosque dão origem às diferentes FORMAS DE RELEVO
    • AO LONGO DASERAS GEOLÓGICASUM CONJUNTO DEMUDANÇASINTERNAS,LIGADAS À AÇÃODO MAGMA, EEXTERNAS,LIGADAS AOSAGENTESCLIMÁTICOS,MODELARAM ACROSTA QUECONTINUA SEMOVIMENTANDO ESE MODIFICANDO
    • PERFIL ESQUEMÁTICO DA CROSTA TERRESTRE E MANTO SUPERIORA diferença de densidade dos materiais que compõem a CROSTA (materiaismais leves – SIAL) e o fundo oceânico (materiais mais pesados – SIMA) aliadaaos movimentos convectivos do MANTO explicam a movimentação dasPLACAS e as transformações a que são submetidas.
    • TIPOS DE MOVIMENTOS TECTÔNICOS
    • PERFIL ESQUEMÁTICO DO FUNDO Os processos OCEÂNICO tectônicos também são responsáveis pela configuração do assoalho oceânico, que desta forma também apresenta diferentes formas de relevo.
    • Os processos tectônicos são mais intensos nas bordas (ou limites) dasplacas onde podem ocorrer deslocamentos divergentes, de sobreposiçãoou de convergência. Em qualquer dos casos a crosta pode sofrer abalos(terremotos) ou ser rompida (as falhas) ou permitir que o materialmagmático chegue até a superfície (vulcanismo)
    • Falha de San Andreas - EUAEm todo o planetaocorrem 40terremotos por dia, de12 mil a 14 mil porano, muitos deles sãoimperceptíveis...
    • Os processos vulcânicos estãorelacionados à “expulsão” domaterial magmático que rompe acrosta e libera a lava, que nada maisé que o magma em altíssimastemperaturas, causando danos eprejuízos. Às vezes o magma podeser liberado sob a forma dederramamentos (quando não há“edifícios” vulcânicos) comoocorreu no Centro-Sul do Brasil , no Vulcão Pacaya - GuatemalaMesozóico.
    • Japão -2011Os tsunamis são resultado deabalos sísmicos que se formamno fundo do mar e que deslocamenormes massas de água queformam ondas gigantescas,com grandes impactos sobre oslitorais afetados, como ocorreurecentemente no Japão.
    • ESTRUTURA GEOLÓGICA DA TERRA fonte CONEXÕES p. 166A estrutura geológica refere-se aos grandes conjuntos de materiais (rochas eminerais) que compõem a crosta terrestre e que sãoidentificados em função da época de formação geológica e pelas formas derelevo associadas
    • Dependendo da ESTRUTURA GEOLÓGICA , ou seja “do arranjoescultural das rochas e minerais que formam o planeta” e, ainda, de suaépoca de formação há a ocorrência de JAZIDAS MINERAIS e apresença de COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS, essenciais às atividadeseconômicas
    • DISTRIBUIÇÃO MUNDIAL DAS PRINCIPAIS JAZIDAS MINERAIS As rochas são formadas por diferentes minerais, que podem formarjazidas. MINÉRIO é uma ocorrência de minerais que pode ser exploradaeconomicamente. A ocorrência de jazidas minerais está ligada à estrutura geológica - osescudos cristalinos apresentam minerais metálicos; as bacias sedimentaresabrigam jazidas de combustíveis fósseis e nos dobramentos recentes podem serencontrados diferentes tipos de minérios.
    • OS COMBUSTÍVEIS FÓSSEISSão recursos minerais formados a partir da metamorfização de seres vivos,animais e vegetais, em condições muito específicas que ocorreram ao longodas eras geológicas. Os principais combustíveis fósseis são o CARVÃOMINERAL e o PETRÓLEO O CARVÃO FOI FORMADO A PARTIR DA DECOMPOSIÇÃO DE PLANTAS E FLORESTAS QUE FORAM SOTERRADAS E MODIFICADAS EM CONDIÇÕES DE ALTAS TEMPERATURAS E PRESSÃO, DURANTE O PALEOZÓICO – CARBONÍFERO. SEU USO SE DISSEMINOU A PARTIR DO SÉCULO XIX, PRINCIPALMENTE NA INGLATERRA, NO INÍCIO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL.
    • COMO NO CASO DO CARVÃO, O PETRÓLEO É UM COMBUSTÍVELFÓSSIL, FORMADO NO MESOZÓICO (CRETÁCEO E JURÁSSICO) COMO RESULTADO DA DECOMPOSIÇÃO DE ANIMAIS E ORGANISMOSMARINHOS, EM ÁREAS DE ANTIGOS MARES, HOJE, DESAPARECIDOS.ALOJADO EM ESTRUTURAS SEDIMENTARES POROSAS, O PETRÓLEO E O GÁS MIGRAM PARA FORMAR BOLSÕES DE ONDE SÃO RETIRADOS. SEU PROCESSO DE EXTRAÇÃO ENVOLVE O USO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ESPECIAIS, UTILIZADOS DESDE A FASE DE PROSPECÇÃO ATÉ A EXTRAÇÃO, REFINO E TRANSPORTE ATRAVÉS DE OLEODUTOS, GASODUTOS E PETROLEIROS.
    • OS RECURSOS NATURAIS, EM GERAL,ASSIM COMO OS MINERAIS E OSCOMBUSTÍVEIS FÓSSEIS FORAMFORMADOS SOB CONDIÇÕESESPECÍFICAS QUE NÃO PODEM SERREPRODUZIDAS, À MEDIDA QUERESULTARAM DAS CONDIÇÕES Maciço de Urucum,MS uma dasESPECIAIS E ÚNICAS QUE VIGORARAM maiores jazidas de minério de ferroEM CADA UMA DAS ERAS GEOLÓGICAS. do Brasil, é um exemplo de recursoDAÍ SEREM CLASSIFICADOS EM DOIS natural não-renovávelGRANDES GRUPOS:RECURSOS NATURAIS NÃO-RENOVÁVEIS: MINÉRIOS ECOMBUSTÍVEIS FÓSSEIS; Pantanal eRECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS: seus recursosÁGUA, AR, FLORA E FAUNA naturais renováveis
    • As FORMAS DE RELEVO resultam da ação combinada entre AGENTES INTERNOS (processos endógenos ) e AGENTES EXTERNOS (fatores exógenos)Enquanto os processosendógenos são comandados peloMAGMA e é denominado deTECTONISMO; os processosexógenos são comandados peloCLIMA, que através das variaçõesde temperatura, umidade e sistemade ventos, altera e decompõe asrochas e é denominado deINTEMPERISMO
    • TIPOS DE RELEVODOBRAMENTOS E FALHAS Estrutura de Dobra AndesEstrutura de Falha Great Rift Valley
    • Enquanto os agentes internos constroem o relevo,os agentes externos, comandados pelo CLIMAdesgastam, decompõem e desagregam as rochasatravés da EROSÃO e da SEDIMENTAÇÃO
    • Na EROSÃO os materiais que formam a crostasão retirados pela ação das chuvas, do vento, dogelo e transportados para outros locais. Otransporte e a deposição correspondem àSEDIMENTAÇÃO. Ambos os processos criamnovas estruturas e contribuem para asconstantes modificações da superfície.
    • À medida que as rochas se decompõem elasagregam restos de matéria orgânica emicroorganismos que resultam na formação dosSOLOS.Os solos podem ser considerados como uma tênuecamada que recobre total ou parcialmente asrochas e atinge profundidades de até 3 metros. Éum complexo mineral e orgânico, essencial àsatividades agrárias.
    • Os tipos de cultura e astécnicas de produçãodependem das condições desolo e clima e contribuem, ounão, para a preservação dosolo. fim