• Save
Imagens china
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Imagens china

on

  • 7,193 views

 

Statistics

Views

Total Views
7,193
Views on SlideShare
4,999
Embed Views
2,194

Actions

Likes
6
Downloads
0
Comments
0

5 Embeds 2,194

http://primeiroanocm.blogspot.com.br 1735
http://primeiroanocm1.blogspot.com.br 336
http://www.primeiroanocm.blogspot.com.br 116
http://primeiroanocm.blogspot.com 6
http://www.worldlingo.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Imagens china Imagens china Presentation Transcript

  • COLÉGIO MILITAR DE CAMPO GRANDEAS CIVILIZAÇÕES ORIENTAIS China Professora vania
  • LOCALIZAÇÃO A China está localizada na parte oriental do continenteasiático, entre o mar Oriental, o deserto de Góbi, a Mongóliae as montanhas do Tibete.
  • MEIO FÍSICO A China é banhada por grandes rios como o Si- Kiang (rio Oeste), Yang-Tsé (o rio Azul) e o Huang-Ho (o rio Amarelo) que formam vales extremamente férteis e propícios para o desenvolvimento agrícola. View slide
  • Porém possuem mais da metade de seuterritório com terras impróprias para a agricultura,pois são áreas de imensos desertos, como o deGóbi e áreas montanhosas como o Tibete. Paisagem do leste do Tibet. Relevo DESERTO DE GOBI montanhoso, picos com neve e estradas tortuosas. View slide
  • O ESTADO Primeiros povoados – governados por um chefe escolhidos pelos mais velhos do clã. Após – chefes das famílias que se destacavam assumiam o poder e esse era passado de modo hereditário – Dinastias. Hsia ou Hia – 2000 a.C. Shang ou Chang – 1500 a.C – nesse período – cidades com atividades comerciais e disputas entre as famílias por terras férteis. China – 1000 a.C – dividida em vários reinos, com poder local forte.
  • O ESTADO Reino dos Qin (Chin) – 221 a.C – Che Huang-Ti unificou a China e tornou-se imperador. No seu governo ocorreu:- Construção da Muralha da China;- Padronização de pesos e medidas;- Exército profissional (combater rebeliões internas e proteger as fronteiras).
  • Qin Shi Huang• unificou as letras,• a unidade de medida• a moeda,• estabeleceu o sistema de prefeituras e distritos,• construiu a famosa Grande Muralha• o palácio imperial• a tumba e a residência temporária para si próprio, em Xianyang e Lishan
  •  Para proteger sua tumba foram criados Os “guerreiros e cavalos de terracota” o túmulo do imperador Qin Shi Huang e os soldados de terracota são conhecidos como a “oitava maravilha do mundo” e uma importante descoberta arqueológica.
  • Muralha da China Símbolo do espírito nacional da China, a Grande Muralha é o cristal deinteligência e de saber do povo da China antiga. Esta muralha constituiu umsistema completo de defesa militar durante a época das armas frias. Nostempos modernos se apresenta como um espaço remarcado de aventurastransformando-se desta forma em importante atração turística, tanto parachineses como para turistas estrangeiros. A Grande Muralha extende-se por cinco mil kilômetros de leste a oesteno norte da China como um imenso dragão percorrendo seu caminho pelosdesertos e montanhas. Considerada uma das sete maravilhas do mundo,despertou a curiosidade, o interesse e a admiração de todo o planeta. AGrande Muralha figura no catálogo de relíquias culturais e foi incluída em1987 no Patrimônio Cultural Mundial da Unesco.
  • DINASTIAS CHINESAS Dinastia Qin: unificou o país e criou um espírito de nacionalidade. Dinastia Han:houve uma mudança de uma aristocracia pura para uma espécie de meritocracia, que selecionava os funcionários públicos através de exames para o serviço civil. Os ideais de Confúcio, anteriormente suprimidos, se tornaram primordiais para o Império Han. Houve um grande desenvolvimento econômico. (ROTA DA SEDA) Dinastia Ming: grande desenvolvimento cultural. Dinastia Manchu: governaram até a proclamação da República em 1912.
  • GENGIS KHAN
  • ESTRADA DA SEDA Poucas aventuras humanas instigam tanto a nossa imaginação quanto aquela que aconteceuao longo da Rota da Seda. Legendária rede de estradas que conectavam o Extremo Oriente aoMediterrâneo, por seus caminhos passaram, entre o século 2 antes de Cristo até meados doséculo 16, milhares de caravanas de camelos que transportavam mercadorias do Oriente para aEuropa e o mundo árabe, e vice-versa. O itinerário principal da Rota se estendia por 12 milquilômetros, atravessando montanhas, desertos e estepes, da China até os portos de Antioquia,na Síria, e os de Bursa e Constantinopla (a moderna Istambul), na Turquia. Desses portos, a Rotaprosseguia por via marítima, até Veneza. Quer saber mais sobre a Rota da Seda? Acesse:http://www.terra.com.br/revistaplaneta/mat_397.htm
  • A SOCIEDADEO Imperador: os imperadores chineses eram considerados Filhos doCéu, intermediários entre a divindade e o povo. O imperador poderia serretirados caso não fizesse um bom governo.Nobreza: pertencentes a grandes famílias possuidoras de terras.Conselheiros e altos funcionários públicos (mandarins): eramrecrutados por concurso público e eram os que realmente administravam opaís, destaque para os mandarins , que organizavam o trabalho dapopulação no campo e nas cidades, fixavam o preço dos produtos, coletavamimpostos e estabeleciam o calendário das atividades e festividades anuais.Nas horas vagas, os mandarins dedicavam-se a escrever tratados comerciais,obras literárias, principalmente poesia e aprimoravam-se na arte dacaligrafia sobre tábuas de bambu e rolos de seda.
  • Militares, comerciantes e clero: detinham privilégios, mas nenhum gozavado prestígio dos mandarins.Camponeses, mercadores ambulantes e artesãos urbanos. Osprimeiros trabalhavam nas terras do Estado em troca de parte da produção,revezavam-se também nos trabalho de construção de diques, de estradas e naexploração das minas públicas de sal e ferro. Os artesãos e os mercadoresambulantes aglomeravam-se nos bairros pobres das cidades muradas, em casasfeitas de bambu e madeira.
  • IMPERADOR O imperado era conhecido como filho do céu, era o grande sacerdote e mediador das relações entre homens e os deuses. Conta a lenda que o 1° imperador Huang-ti recebeu um pergaminho sagrado da boca do Deus Dragão e por isso adotou como símbolo de seu império um dragão.
  • MANDARINSA administração governamental estava a cargo dos mandarins, altos funcionários que conheciam os segredos da escrita chinesa, composta por mais de 40 mil ideograma.Os mais letrados mandarins conheciam cerca de 5 mil.
  • PÉS DE LÓTUS
  • ECONOMIA A base da economia assentava-se na produçãoagrícola e por isso dependia da fertilidade do solo e dosrecursos hídricos. O Estado organizava os recursosprodutivos.Agricultura: cultivavam o trigo, o arroz, o painço, frutas,verduras e amoreiras. Foram os primeiros a usareminstrumentos agrícolas de ferro.Criação de animais: cães, porcos, patos e cabras.
  •  Artesanato: era bastante diversificado, confeccionavam sedas (muito valorizada), porcelanas, objetos de marfim, papel, jóias, perfumes e peças de bronze, ferro e aço. Comércio: muito desenvolvido, foi favorecido pela construção de estradas, canais, pontes, unificação de pesos e medidas e a escrita. Era feito com vários povos do Oriente, principalmente da Índia. Antes do aparecimento da moeda usavam facas de prata como meio de troca. A partir do século II a. C. o comércio exterior aumentou com a utilização da Rota da Seda, que ligava a China ao Ocidente.
  • ROTA DA SEDACultivavam também amoreiras para a criação de bicho da seda.A fabricação de seda era uma arte milenar e bastante apreciadapelos Chineses. Seu comércio era feito com indianos e árabes.Rota da seda, foi como ficou conhecido os caminhos pelosquais as caravanas chinesas passavam vendendo e comprandomercadorias.
  • SEDA
  • RELIGIÃO E FILOSOFIA Eram muitos religiosos, mas não podemos dizer que acreditavam numa religião no sentido formal, eles acreditavam num conjunto de regras, ou seja, um código de comportamento que todos respeitavam. Religião Primitiva: A religião primitiva consistia em divinizar as forças da natureza e ensinar que existia um relação entre os fenômenos naturais e a conduta humana. Todas as manifestações de maldade eram conseqüências dos pecados do homem. Os chineses desenvolveram também o culto aos espíritos dos antepassados.
  • TAOISMO: LAO-TSÉCorrente do pensamentochinês criado por Lao-Tsé. Tao, significa“caminho” e defendiaque o homem deverialevar uma vida simples enatural, porque é porintermédio dela que oshomens podem atingir aharmonia consigo mesmoe com os outros.Segundo ele o apego ascoisas materiais é oresponsável peladesarmonia entre oshomens. Escreveu o Livrodo Caminho Perfeito.
  • CONFUCIONISMOOutra corrente do pensamento chinês, queinfluenciou o governo em seu modo de gerir osetor público e era uma doutrina moral e religiosa,de caráter nacional, criada pôr Confúcio, afirmavaque o homem consegue se aperfeiçoar por meiodo controle de suas emoções praticando asseguintes virtudes: justiça, sinceridade, retidão,respeito a tradição, à família e amor ao próximo.
  • CONFÚCIO
  • BUDISMO  A tradição atribui a introdução do budismo na China ao imperador han Ming-Ti.  O budismo só se espalhou na China nos séculos V e VI com o apoio da dinastia Wei e Tang. Durante este período estabelecem-se na China escolas budistas de origem indiana ao mesmo tempo que se desenvolvem escolas próprias chinesas.
  • ARTE Arquitetura: Como suas formas originais conservou-se através dos templos, palácio e pagodes. Escultura: Caracterizou-se pêlos ídolos gigantescos e disformes. Reproduziam cenas de batalhas e mitológicas e os baixos relevos. Pintura: Cultivada desde os tempos mais remotos, procuravam representar a natureza e animais fantásticos.
  •  Teatro: teatro musical onde os atores usam máscaras e pinturas, não usavam cenários. Música: fonte educadora, era através dela que os homens entravam em contato com os antepassados e a natureza. Literatura: contavam com os escribas oficiais para escreverem a Historia do povo e livros de pensamento. Se desenvolveu em função da invenção do papel, da impressão em blocos de madeira e depois em papel e da escrita.
  • CIÊNCIAS Medicina: técnicas de cura que buscavam armonizar os fluxos de energia, ou seja, não agredir o corpo. Desenvolveram técnicas como o Tai Chi ( movimentos que buscavam a integração do homem com o Céu e a terra), a acupuntura (o desequilíbrio seria eliminado com uma picada em locais predeterminados), Do-in (massagem terapêutica), Fitoterapia ( semente e raízes como remédios). Astronomia: conheciam eclipses do sol e da lua, calendário de 365 dias e 4/4 e sabiam marcar as horas. Matemática: aritmética, álgebra e geometria.
  • LEGADO A invenção da bússola, pólvora e papel. Técnicas medicinais. Filosofia. (Confucionismo) Fabricação de tecidos de seda e porcelana. Dinheiro em notas. Primeira forma de impressão, a xilogravura.
  • CURIOSIDADES SOBRE A CHINA
  • TIBET O Tibet (Xizang) é uma região autônoma da China com importante tradição budista. Cidade onde residia o Dalai Lama, líder espiritual e governador do Tibet de 1940 até o seu exílio em 1959. A região possui 2,8 milhões de habitantes (2007). A capital é Lhasa (que significa "terra sagrada" em tibetano), situada a 3.700 metros de altitude. Ao longo de sua história, o Tibet, por vezes, teve seu próprio governo e, outras vezes, esteve subordinado à China. Por séculos, o regime de governo interno foi uma teocracia feudal, sempre respeitado pelos estados vizinhos pela sua influência espiritual e pacífica.
  • Templo budista de Jokhang, em Lhasa. Construído em647, tornou-se um centro espiritual do Tibet, visitado porperegrinos budistas de todo o mundo. O templo guardapreciosas estátuas, pinturas e instrumentos musicaishistóricos.
  • O Palácio de Potala, antiga residência do Dalai Lama, em Lhasa.Estabelecido no século 7 durante o reinado de Songtsen Gampo. Aconstrução da estrutura atual foi iniciada em 1645, durante o reinado doquinto Dalai Lama. Possui mais de mil cômodos. O prédio vermelho(Potrang Marpo) tem 13 andares e 115 metros de altura.
  • O DALAI LAMA É o líder religioso do Tibet, considerado a manifestação de Bodhisattva Avalokiteshavara. O atual Dalai Lama é Tenzin Gyatso, governou o Tibet de 1940 a 1959, quando exilou-se em Dharmsala, na Índia, durante a invasão chinesa. Tenzin Gyatso nasceu em 6 de julho de 1935, na vila de Taktser, província de Amdo, numa família de camponeses, com o nome de Lhamo Dhondup. Aos dois anos de idade foi reconhecido como a 14ª encarnação do Dalai Lama. Recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1989 e ainda é reconhecido pelos tibetanos como o líder natural e de direito do Tibet.
  • A China nos dias de hoje... 1. A cada feriado do Ano-novo chinês, mais de 300 milhões de pessoas viajam pela China, para visitar parente, sendo o maior movimento migratório do planeta. Como não conseguem ir ao banheiro nos trens superlotados, muitos viajantes usam fraldas para adultos. 2. A polícia não tem armas. Aliás, ninguém carrega armas, e o crime praticamente não existe entre os civis. Também pudera, aquela clássica história do criminoso ser executado e a bala ser cobrada da família assusta qualquer um. A China é o país que mais executa prisioneiros no mundo. 3. Após décadas do mais puro regime comunista, os chineses ignoram o que é privacidade. Bisbilhotar e tomar conta da vida alheia é quase obrigação, sendo muito comum xeretar conversa alheia ou olhar o cartão de ponto do colega para denunciar atrasos. 4. Os símbolos chineses são tão ornados e complicados de desenhar, que se você resolve sentar num banco e escrever algo num papel comum, vai atrair uma multidão de curiosos apontando para você. Vai entender?
  •  5. São calmos até demais. Não se ouvem buzinas nos engarrafamentos. Não se vê chinês com cara de estressado. 6. O que nós chamamos de boa educação e higiene não se aplica na China. Os banheiros são apertados, fedidos e com apenas um buraco no chão. As pessoas urinam no meio da rua. Soltar puns em público é com eles mesmos. O que chama mais atenção é o hábito de cuspir : Chineses cospem em qualquer lugar, e se você der mole, pode levar uma cusparada acidental, pois a medicina tradicional chinesa acredita que seja danoso engolir a saliva. E fuma-se até em aviões na China. 7. Os chineses recusam gorjetas. Um viajante relatou que ao oferecer uma gorjeta a uma garçonete, ela empurrou a mão dele e saiu correndo, corada de vergonha. Quando você deixa a gorjeta na mesa, o funcionário corre atrás de você para devolver o dinheiro. 8. Essa é muito esquisita. Funcionários chineses riem da sua cara quando você reclama de algo. Parece que estão de sacanagem, ninguém consegue entender, mas deve ser algo cultural. Eu, hein?
  • 9. Os bebês chineses andam com as nádegas de fora. Sim, as roupas têm buracos no bumbum do bebê. E em último caso, vai na rua mesmo. As fábricas de fraldas devem adorar isso. 10. Das 20 cidades mais poluídas do mundo, 16 são chinesas. 11. O território chinês abrange 4 fusos horários, mas o governo não quer nem saber, e todo o país adota a hora de Pequim. O que faz o sol nascer às 4 da manhã no leste do país, e no oeste, às 9 da manhã. 12. Os chineses são muito supersticiosos. Os andares 4, 14 e 24 de muitos prédios não existem, porque o ideograma do 4 é parecido com o da morte. Celulares terminados em 4 ou com muitos 4 são bem mais baratos, e muito utilizados por estrangeiros.
  •  13. Os lamas tibetanos estão desde o ano passado, proibidos de ressuscitar sem autorização do governo 14. Segundo tradição do interior do país, homens que morrem solteiros têm a linhagem comprometida na próxima vida. Para evitar isto, os familiares tentam arrumar o chamado minghun, ou casamento após a morte, enterrando uma noiva-fantasma ao lado do solteirão. Quanto mais nova a moça, melhor, e o preço pode chegar a US$ 2000,00. 15. Fruto da política do filho único e da preferência das famílias por homens, existem 18 milhões de homens a mais que mulheres na China. Saber o sexo da criança antes do nascimento é proibido, porque se for mulher, o casal pode decidir abortar. Apesar disto, o aborto é legal na China, mesmo no final da gravidez. Por conta disto, a China é o país mais avançado em pesquisas com células- tronco, além que quase nenhuma chinesa tomar anticoncepcional.
  •  16. A inovação mais recente que o governo quer implantar na legislação trabalhista são férias anuais de 15 dias. O salário de um operário é mais ou menos R$ 80,00/mês. 17. A gastronomia chinesa é, digamos, exótica. O banquete do ano-novo chinês entre os mais ricos inclui iguarias como ovos podres cozidos e sopa de ninho de andorinha. Nas províncias do sul, come-se de tudo : gafanhotos, escorpiões, ratos selvagens, gatos, cachorros, estrelas-do-mar, cobras e até casulos de bicho-da-seda. Ah, e se estiver numa mesa com chineses, jamais deixe os palitinhos fincados no arroz, pois isso representa desejar a morte das pessoas ali presentes. E também procure deixar comida no prato, pois um prato vazio para os chineses não significa que você gostou da comida, mas que o anfitrião foi ineficiente ao te servir. 18. As transmissões de redes internacionais de TV apresentam 9 segundos de atraso. É o tempo suficiente para que o censor tire a rede do ar caso constate que a notícia é ofensiva aos interesses chineses. 19. 77% dos chineses não sabe que a Aids pode ser evitada com o uso da camisinha. Fonte: http://papodehomem.com.br/20-curiosidades-sobre-a-china/
  • Mais sobre a China... Sozinha, a China tem duas vezes mais gente do que a Europa inteira. 1,2 bilhões de pessoas, este é o número estimado de habitantes (pessoas registradas) pelo último CENSO. Um em cada cinco habitantes do planeta vive na China, um quinto da população mundial. Se o mundo fosse uma única rua, um em cada quatro dos seus vizinhos seria chinês. Se você morasse na China neste momento estaria dividindo o cômodo que ocupa em sua casa com mais 7 pessoas. Por causa da superpopulação, cada casal só pode ter um filho. Mas, se o primeiro for menina, pode-se tentar de novo.
  •  Li ou Lee (forma inglesa) é o sobrenome mais comum do mundo. Só na China existem 87 milhões deles. O célebre Livro Vermelho de Mao, espécie de cartilha do comunismo chinês, atualmente só serve para ser vendido aos turistas nos portões da Praça da Paz Celestial, onde a figura de Mao Tse Tung ainda brilha.
  •  Na China, as ruas são extensões da casas. Ali os chineses comem, dormem, cortam o cabelo, fazem massagem, Tai-Chi-Chuan e até dançam. Dentro da China existem várias nações. Algumas inteiras, como é o caso do Tibete e algumas minorias (mongóis, turcos, cazaques, tibetanos, etc.). São por volta de 55 grupos diferentes, ou seja, 60 milhões de chineses não são tão chineses assim - 60 milhões! Mais do que uma França ou duas Argentinas! Na China até as minorias são exageradas.
  •  Imaginar que um país tão grande assim (o terceiro maior do mundo só atrás da Rússia e do Canadá) tenha a mesma geografia de norte a sul é o mesmo que generalizar que no Brasil só existe selva. É um erro grosseiro. Tanto das curiosas formações rochosas de Guilin, no oeste do país, quanto da maior de todas as montanhas - o Monte Everest - a China tem várias faces em sua geografia. No campo, enquanto os chineses passavam fome, no interior do governo os membros do partido gozavam de inúmeros privilégios, sempre protegidos por um forte esquema de segurança. Vem daí a malfadada tradição chinesa de burocracia, opressão e hábitos alimentares, digamos, no mínimo estranhos. De cachorros inteiros a patas de camelos (as de ursos foram proibidas), os chineses comem tudo o que tenha quatro pernas e não seja mesa, e que voe e não seja avião.
  • Uma trágica herança dos tempos em que simplesmente não havia o que comer. Seus mercados de rua são verdadeiras feiras de horrores para os estômagos mais sensíveis. Mesmo assim, comer, seja lá o que for, tem um significado todo especial para eles. A tal ponto que a típica saudação de bom dia em mandarim significa, literalmente, uma pergunta: "Você já comeu hoje?". Cobras, ervas, ratos, morcegos. Tudo cura na milenar medicina chinesa. Lagartos ressecados por exemplo, são bons para tosse comprida, pedra nos rins e até mesmo impotência. Kwan-Kun: É a forma divinizada do general Kwan Yu dos Han de Shu, exemplo de bravura e fidelidade, espírito protetor cultuado desde o século VII e também conhecido como exterminador de demônios.
  •  A FÊNIX: uma das criaturas mágicas da mitologia chinesa. Dizem que só aparecia quando o país era governado por um bom imperador. As pétalas de uma Datura sagrada representam as cinco pontas da estrela. O cervo e o alto funcionário: símbolos de prosperidade. As brigas de galo eram proibidas na China, mas nem por isso deixavam de acontecer. Por ser o BOI o animal que mais ajuda na lavoura, puxando o arado e a carroça, a maioria do povo chinês considera pecado comer sua carne. "Um faz dois, dois fazem três, de três nascem as dez mil coisas." Foi assim que Lao Tsé condensou a cosmologia chinesa. DEZ MIL é a expressão que simboliza o todo e a imortalidade. O sapo e a rã são símbolos de longevidade. A arte de empinar pipas é tradicional na China.
  •  As moedas com desenhos de cavalos faziam parte de um jogo muito popular nas dinastias Tang e Song. O Grande Amarelo e Olho de Peixe são nomes de alguns destes cavalos. O QUI-LIN chinês equivaleria ao unicórnio europeu, cavalo dotado de um chifre pontiagudo no meio da testa, se não fosse o fato de aparecer com dois ou três chifres de vez em quando. O QUI-LIN, o DRAGÃO, a FÊNIX e a TARTARUGA são conhecidos como os quatro animais fabulosos. Em chinês, PEIXE e abundância têm o mesmo som, por isso o primeiro se tornou símbolo da segunda. A PEGA, para nós uma espécie de pintassilgo-do-mato, é portadora de muita alegria. A Lebre da Lua e o Corvo do Sol andam juntos na simbologia chinesa, significando longevidade. TIGRE, o protetor dos tesouros. ELEFANTE, sinônimo de bons presságios e realização dos seus desejos.
  •  A Tartaruga, na China, é um animal enigmático a quem se atribui a guarda dos segredos do céu e da terra. Em parte, porque seu casco côncavo e arredondado pode ser comparado à abóbada celeste, enquanto seu peitoral plano e quadrado parece a terra. Os vinte e quatro recortes do casco correspondem aos vinte e quatro períodos do calendário agrícola e sua longevidade a torna o símbolo da solidez inalterável. Na tradição chinesa só existiam tartarugas fêmeas, que na falta dos machos se acasalavam com as serpentes, o que era considerado muito imoral. A pantera é um animal raro na iconografia chinesa. TAO é um ideograma formado por duas partes. Uma significa cabeça, a outra mostra a estrada. O conjunto leva numa direção, portanto temos o caminho, e temos a consciência em movimento. O morcego é um símbolo de felicidade, já que seu nome, FU, é homófono do termo FU que significa riqueza.
  •  Cinco morcegos juntos são o máximo, representando: longevidade, saúde, fortuna, amor à virtude e morte natural. De tempos em tempos, as autoridades chinesas anunciam uma nova campanha contra o crime, com execuções sumárias. Desde o início de abril de 2001, num período de dez dias, mais de 120 acusados de assassinato, estupro, roubo, corrupção, narcotráfico, formação de quadrilha e até crimes menores, como falsificação de documentos e emissão de cheques sem fundos, foram condenados à morte e a maioria executada no dia seguinte. Em maio de 2001, 30.000 pessoas lotaram um estádio da importante província sulina Guangdong para acompanhar a execução de 28 condenados. Cada um recebeu um tiro na nuca e, como é praxe, a bala usada foi cobrada dos familiares do morto. Esse tipo de operação é uma tradição chinesa. A primeira grande campanha para eliminar fisicamente os criminosos foi desencadeada em 1983 e resultou na morte de 10.000 pessoas.
  •  Em junho de 1996, os tribunais fizeram um mutirão para comemorar o dia internacional de luta contra drogas, condenando à morte 800 traficantes. O alvo preferencial da campanha de 2001 é o crime organizado, negócio lucrativo de extorsão, roubo de cargas e contrabando que acompanha o crescimento acelerado da economia e ganha espaço nos centros urbanos. De acordo com dados oficiais, a criminalidade aumentou 50% nos últimos meses. A China sozinha, executa mais condenados que a soma dos 63 países que adotam a pena de morte. Entre 1990 e 1999 foram cumpridas 18.194 sentenças, o que dá uma média de cinco por dia. Um quarto dos crimes previstos no Código Penal é punido com a morte, incluindo delitos menores como envenenar gado ou difundir pornografia.
  •  A profusão de execuções decorre, em parte, das peculiaridades da justiça chinesa. Nos julgamentos, os princípios fundamentais do direito moderno são solenemente ignorados e não há tempo para formalidades jurídicas como argumentação de defesa ou coleta de provas. O advogado do réu é apontado dias antes do julgamento e seu trabalho, após o veredicto, limita-se a um pedido formal de clemência, raramente aceito. Como qualquer pessoa pode ficar presa até 3 meses sem acusação formal, o Judiciário Chinês pode prender parentes de um foragido, para que este seja forçado a se entregar. Fonte: http://www.informaticano.objetivo.br/PA/Rogerio%20- %20Vergueiro/rogerio/curiosidades.htm
  • SOLDADOS DE TERRACOTA Qin Shi Huang Di foi o primeiro Imperador que uniu a China sob a mesma dinastia, realizador de grandes reformas sociais e econômicas. Os Qin governaram de 211 a 206 antes de Cristo, sendo responsáveis pela implantação do conceito de império entre os chineses. O Imperador faleceu há mais de 2 mil anos e foi sepultado junto a um exército de guerreiros de terracota, cuja principal missão era zelar por ele no além. Os chineses acreditavam na continuação da vida na terra, após a morte...
  •  A descoberta dos primeiros guerreiros e cavalos em terracota, aconteceu por acaso, em 1974, a 30 quilômetros de Xian, que já foi um dia a maior cidade do mundo e capital de 11 dinastias. Atualmente, é a capital da província de Shaanxi. Um camponês, ao cavar um poço para obter água, encontrou algumas dessas estátuas concebidas para acompanhar e proteger o imperador Qin Shi HuangDi em sua sepultura.
  •  As figuras encontradas nas escavações, em tamanho natural, apresentam-se em rígida formação militar, refletindo nitidamente o poderio e liderança do Imperador. Note-se que a maioria das peças foram esculpidas à mão pelos artesãos, ao contrário das encontradas em túmulos de outra dinastia, confeccionadas em moldes.
  •  Todo o complexo cobre uma área total de 20.000 metros quadrados. As 3 unidades de enterramento contém ao todo mais de 7 mil guerreiros e cavalos de terracota, e mais de 100 carros de combate de madeira, totalizando cerca de 8 mil peças. Os exércitos estão posicionados 1.500 metros a leste do mausoléu do imperador Qin Shi Huangdi, o primeiro imperador, que unificou a China em 211 antes de Cristo.Quer saber mais sobre os soldados de terracota? Acesse: http://www.girafamania.com.br/asiatico/china-soldados.htm