Your SlideShare is downloading. ×
At recup 3º-4º bim 3ª ri
At recup 3º-4º bim 3ª ri
At recup 3º-4º bim 3ª ri
At recup 3º-4º bim 3ª ri
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

At recup 3º-4º bim 3ª ri

1,972

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,972
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Visto:CMCG Ativ Recuperação - 2012 1ª SÉRIE/ENS MÉDIO Geografia 01 _____________ALUNO N°: NOME: TURMA: Profª Nilza CMCG TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL– 1º EM Profª Nilza M. P. Alonso Objetivos: a) identificar as principais características do atual estágio de evolução capitalista (fase financeira oumonopolista); b) relacionar às transformações que ocorrem no Mundo Atual, relacionando-os à modernização impostas pelodesenvolvimento científico e tecnológico. Desde meados do século XVIII, a expansão capitalista é marcada por um conjunto de processos ligados àRevolução Industrial, que desencadeou grandes transformações tanto no plano econômico, como no sociocultural epolítico. É a partir da Revolução Industrial que se aprofundam as relações de dominação/dependência entre os diferentespaíses. A dominação era exercida pelos países capitalistas centrais, pioneiros no processo de industrialização e quesão representados, hoje, pelo G7. As relações de dependência/subordinação afetavam os países periféricos daAmérica Latina, Ásia Meridional e de Sudeste, e os países africanos de um modo geral. A periferia se identificava como área produtora de matérias-primas, destinadas a abastecer os países capitalistascentrais, em plena industrialização, e correspondia tanto àqueles países com status de país independente, como nocaso do Brasil, como aqueles que se mantinham como colônias das potências europeias (maior parte da África, paísesda Ásia Meridional e de Sudeste, como a Índia). Em função das inovações tecnológicas introduzidas no processo produtivo, que foram acompanhadas pelosdiferentes tipos de energia utilizados, pelo tipo de produção e mercados aos quais se destinavam, costuma-se dividiro processo em 1ª, 2ª e 3ª Revoluções Industriais. (veja o quadro) ETAPAS DE EVOLUÇÂO DA ATIVIDADE INDUSTRIAL 1ª e 2ª Revoluções Industriais MATRIZ MATÉRIAS-PRIMAS TIPO DE INDÚSTRIA PRINCIPAIS ÁREAS URBANO- DIT PERÍODO ENERGÉTICA MAIS VALORIZADAS PREDOMINANTE INDUSTRIAIS (divisão internacional do trabalho) SIDERURGIA, PAÍSES CENTRAIS CLÁSSICA CARVÃO CARVÃO, FERRO, METALÚRGICA Grã-Bretanha, França, PAÍSES INDUSTRIALIZADOS1ª Revolução MINERAL MANGANÊS, MECÂNICA, MATERIAL DE Alemanha, Estados Unidos, X Industrial (MÁQUINAS A FIBRAS TÊXTEIS TRANSPORTES Rússia, PAÍSES PRODUTORES DE MATÉRIAS- séc XVIII VAPOR) (ALGODÃO) (FERROVIAS, NAVAL), PRIMAS TÊXTEIS2ª Revolução QUÍMICA principalmente nos PAÍSES CLÁSSICA Industrial PETROQUÍMICA CENTRAIS iniciam-se transformações em funçãofinal do séc PETRÓLEO MATERIAL inicia-se da expansão de investimentos dos XIX até 2ª HIDROELETRICA PETRÓLEO DE TRANSPORTES o PROCESSO DE países centrais para os NIC’s, e novas Guerra MATÉRIAS-PRIMAS (VEÍCULOS SUBSTITUIÇÃO DAS formas de relações de trocas Mundial diversas que atendem AUTOMOTORES, IMPORTAÇÕES em internacionais (capitais X às indústrias de bens MATERIAL ELÉTRICO, determinados países empréstimos, juros) de produção e de INDÚSTRIAS DE BENS de periféricos (custo de produção consumo PRODUÇÃO E CONSUMO mais baixo e crises nas (duráveis e não- economias centrais) duráveis), Como regra geral esta situação, relacionadas à Revolução Industrial e seus efeitos, se mantêm até que com aeclosão da Segunda Guerra Mundial, as potências europeias entram em crise e o poder mundial passa a ser disputadopor duas novas potências; os Estados Unidos e a ex-URSS. As rivalidades/antagonismos entre elas desencadeou a Guerra Fria e as corridas armamentista e aeroespacial, queimplicou a necessidade de investimentos em novas tecnologias, que estão diretamente ligadas à 3ª RevoluçãoIndustrial. Assim, após o final da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) a atividade industrial ganhou um novo impulso.Inicia-se um processo acelerado de inovações e transformações no processo produtivo, que dinamizam aprodução dos países capitalistas centrais, onde a ciência e a técnica se colocam a serviço das empresas, através daunião Universidades/Empresas/Governos. (um bom exemplo aqui é a NASA, a Agência Espacial Norte-americana, ouo próprio Vale do Silício, na Califórnia). A produção tecnológica passa a ser uma modalidade específica da produção, com grandes investimentos em P & D(pesquisa e desenvolvimento), concentrados nos países capitalistas centrais, especialmente naqueles que fazem partedo G7. Essa ênfase na produção “tecnológica” atende a dois objetivos principais: de um lado agregar valor aos produtos,ou seja, torná-los mais caros e de outro, mesmo que indiretamente, desencadear o processo de obsolescência
  • 2. Visto: CMCG Ativ Recuperação - 2012 1ª SÉRIE/ENS MÉDIO Geografia 02 _____________ALUNO N°: NOME: TURMA: Profª Nilzaplanejada, onde “velhas” tecnologias são constantemente substituídas por “novas” tecnologias, que rapidamente setornam ultrapassadas. Os celulares, computadores e carros são alguns exemplos dessas transformações. Ao mesmo tempo, a produção convencional de bens, equipamentos e mercadorias é, em boa parte, deslocadapara alguns países periféricos, que passam a abrigar filiais das grandes empresas, cujas sedes se mantiveram nospaíses capitalistas centrais. É a “desconcentração concentrada”, processo no qual as filiais das corporations escolhemnovos lugares para sua implantação, com o objetivo de reduzir os custos de produção na perspectiva deaumento/potencialização dos lucros. São beneficiados nesse processo os chamados Novos Países Industrializados (NICS), que representam um grupode cerca de 20 países, o G20, com destaque especial para Brasil, Rússia, Índia e China (os BRICS) que tenderam aapresentar um crescimento significativo, especialmente nas últimas décadas. As principais características da TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL estão destacadas no quadro a seguir: MATÉRIAS- TIPO DE INDÚSTRIA PRINCIPAIS ÁREAS PERÍODO MATRIZ ENERGÉTICA PRIMAS MAIS DIT PREDOMINANTE URBANO-INDUSTRIAIS VALORIZADAS3ª Revolução mantêm-se o uso do amplia-se o leque BÉLICA transferência das unidades Nova divisão internacional do Industrial carvão, petróleo e de opções: AEROESPACIAL de produção para os PAÍSES trabalho:a partir da 2ª hidroelétricas novos materiais INFORMÁTICA PERIFÉRICOS. PAÍSES CENTRAIS são Guerra ganham espaço o uso como alumínio, ROBÓTICA Os PAÍSES CENTRAIS fornecedores de capitais e Mundial da ENERGIA NUCLEAR certos tipos de TELECOMUNICAÇÕES permanecem como centros tecnologias e das FONTES plásticos e um BIOTECNOLOGIA de investimento, gestão, PAÍSES PERIFÉRICOS (NIC’s) ALTERNATIVAS DE destaque para o (todas ligadas à chamada controle e planejamento das receptores de investimentos e ENERGIA uso do silício revolução técnico-científica atividades econômicas. empresas, exportam, além de (Biocombustíveis) (placas e chips), informacional) Atuam em todo o planeta produtos, também capitais, sob a além de através de empresas multi e forma de royalties, juros e novas ligas transnacionais remessa de lucros. metálicas ATIVIDADES E EXERCÍCIOS01. A Revolução Industrial pode ser considerada: I. o conjunto de inovações tecnológicas, responsáveis pelas transformações econômicas, sociais, políticas e culturais, que se traduzem na produção de diferentes tipos de espaço geográfico, desde o século XVIII até os dias atuais. II. responsável por grandes transformações ligadas à maneira de produzir criadas pela introdução de máquinas, na utilização de novas fontes e energia , novos e mais eficientes meios de transporte, entre outras. III. está relacionada ao processo de expansão capitalista e apresenta etapas diferenciadas em função dos bens produzidos e das relações entre áreas "centrais" e "periféricas" que identificam o espaço econômico mundial. IV. é responsável pela chamada Divisão Internacional do Trabalho, quer comanda as relações entre os diferentes países. Estão corretas: (A) I e II. (B) III e IV. (C) I e III. (D) II e IV. (E) I, II e III.02. (UFPR) “As indústrias são distribuídas de forma desigual no planeta, pois tendem a se concentrar nos lugaresonde há fatores favoráveis à sua localização. São fatores definidos historicamente, que variam com o passar dotempo. Muita gente, no interior do Brasil e em áreas atrasadas do mundo, nunca viu uma fábrica, embora consumaalgum tipo de produto industrializado, já que a concentração de indústrias, apesar de restrita a alguns lugares doplaneta, estabelece uma teia de relações...” (Sene, E. Moreira, J. C.- Geografia Geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. Scipione, 1998, p. 101)Sobre esse assunto é correto afirmar que(A) na atualidade, há uma reorganização espacial das indústrias no mundo, motivada em parte por uma aceleradamodernização do sistema de transportes e de comunicação.(B) a proximidade com o mercado consumidor é o principal fator que influi na localização industrial.(C) a localização industrial depende da disponibilidade de água e matérias-primas que são fatores locacionaisessenciais para a localização industrial.(D) os processos de urbanização e de industrialização sofrem influência mútua ao longo do tempo, porque as cidades,ou crescem em torno das indústrias nascentes, ou atraem indústrias, que fazem com que elas cresçam.
  • 3. Visto:CMCG Ativ Recuperação - 2012 1ª SÉRIE/ENS MÉDIO Geografia 03 _____________ALUNO N°: NOME: TURMA: Profª Nilza03. O desenvolvimento de novas tecnologias no processo produtivo tem provocado alterações na localização espacialdas atividades econômicas. Quanto a esse processo, é correto afirmar que(A) a busca de custos de produção mais baixos tem levado as indústrias a se instalarem em locais onde a mão deobra é altamente especializada.(B) as empresas que dependem de uso intensivo de mão de obra, como as têxteis, alimentícias e bebidas, porexemplo, tendem a se transferir para áreas mais caras, próximas aos mercados de consumo, onde dispõe de melhorinfraestrutura.(C) os avanços tecnológicos nos transportes e nas comunicações permitem a separação dos centros de gestão edecisão empresarial das unidades produtivas das empresas industriais.(D) os polos tecnológicos estão se deslocando para os países em vias de desenvolvimento à procura de mão de obramais barata.04. É comum subdividir o processo de industrialização desencadeado a partir da Revolução Industrial inglesa em trêsgrandes etapas, identificadas a partir de certos fatores de produção, como a quantidade e a qualificação da mão deobra, a disponibilidade de fontes de energia e infraestrutura, o acesso aos mercados de consumo. Considerando esses aspectos, assinale a alternativa correta.(A) as etapas descritas no texto não se realizaram nos países capitalistas periféricos, pois neles aparecem apenasatividades artesanais e manufatureiras.(B) a Primeira Revolução Industrial ocorreu nos países periféricos do sistema capitalista, em função da abundância demão de obra e matérias-primas.(C) a Segunda Revolução Industrial implicou numa aceleração do processo, principalmente nos países capitalistasperiféricos, implicando no aparecimento dos chamados Novos Países Industriais, com forte presença de indústrias debens de consumo.(D) a Terceira Revolução caracteriza-se pelo desenvolvimento das indústrias de ponta, como a robótica, a informáticae a biotecnologia, que estão concentradas nos países capitalistas centrais.05. (Fatec-SP) Nas últimas décadas do século XX teve início a Terceira Revolução Industrial, que provocou inúmerastransformações na maneira de produzir, dentre as quais:(A) a concentração da atividade de produção junto às reservas minerais, diminuindo o peso do transportetransoceânico.(B) a expansão da divisão e da hierarquização do trabalho, exigindo menos mão de obra especializada.(C) a expansão do toyotismo, isto é, de um modelo caracterizado pela capacidade de flexibilização da produção.(D) a introdução da linha de montagem que possibilita ampliar o controle de qualidade e diminuir, significativamente,os preços.(E) a expansão mundial dos centros de pesquisa, possibilitando aos países subdesenvolvidos tornarem- setecnologicamente independentes.06. (UESPI) No período pós-Segunda Guerra Mundial, especialmente a partir da década de 50, aparecem, em váriospaíses, complexos industriais e empresas multinacionais. As indústrias químicas e eletrônicas crescem. Os avanços daautomação, da informática e da biotecnologia são incorporados ao processo produtivo, que passa a depender cadavez mais de mão de obra especializada.Esses fatos caracterizam(A) a Guerra Fria.(B) a Revolução Industrial na Europa Oriental.(C) a Terceira Revolução Industrial.(D) o fim do Socialismo Real na Europa Meridional.(E) a Revolução Cultural Chinesa.07. (UFMS) Após a Segunda Guerra Mundial, começou a fase conhecida como Terceira Revolução Industrial. Assinalea alternativa que aponta algumas características dessa fase do desenvolvimento capitalista.(A) A tecnologia tem papel fundamental na produção; os produtos são simplificados, evitando a necessidade de altosinvestimentos em pesquisa; a qualificação do trabalho é colocada em segundo plano; as plantas industriais são fixas,com poucas mudanças na localização industrial.(B) A tecnologia tem papel fundamental na produção;os produtos e a sua produção são mais complexos,envolvendo a integração produção e conhecimento tecnológico; o trabalho exige alta qualificação; há flexibilização naprodução com mudanças rápidas na forma de produzir.(C) A indústria de base tem papel fundamental na produção; os produtos são complexos e sua produção envolve aintegração pesquisa e indústria; o trabalho é altamente qualificado; as plantas industriais são fixas com poucasmudanças na localização industrial.(D) A indústria de base tem papel fundamental na produção; os produtos são simplificados, evitando a necessidadede altos investimentos em pesquisa; a qualificação do trabalho é colocada em segundo plano; as plantas industriaissão fixas e compreendem grandes áreas fixas.(E) A tecnologia tem papel fundamental na produção; os produtos e a produção industrial são simplificados, nãoexigindo grandes investimentos em pesquisa científica; não existe a necessidade do trabalho especializado; háflexibilização na produção com mudanças rápidas na forma de produzir.
  • 4. Visto:CMCG Ativ Recuperação - 2012 1ª SÉRIE/ENS MÉDIO Geografia 04 _____________ALUNO N°: NOME: TURMA: Profª Nilza08. (PUCCamp-SP) A Terceira Revolução Industrial permitiu o desenvolvimento ininterrupto dos satélites decomunicação, associado à evolução da indústria eletrônica, foi muito importante para o futuro dos meios decomunicação. (...) De fato, as redes de telecomunicações permitiram avançar muito além do que as redestelegráficas, telefônicas, o rádio e a televisão haviam conseguido em matéria de comunicação a longa distância até aprimeira metade do século XX. S. Brenner e V. Vlach. Transportes e Telecomunicações. São Paulo: Ática. 1997. p. 20A Terceira Revolução Industrial caracteriza-se, entre vários outros fatores, por(A) concentrar-se nos países desenvolvidos com monopólio industrial dos Estados Unidos e Europa.(B) apresentar uma hegemonia norte-americana e japonesa, sendo que atualmente outros países, como a China e os“Tigres Asiáticos”, começam a ter projeção significativa.(C) dispor de um parque industrial bastante significativo em termos de área, principalmente, com os setorespetroquímico, siderúrgico e metalúrgico.(D) concentrar suas atividades na transformação de matérias-primas em produtos manufaturados.(E) apresentar como uma das mais importantes atividades a informática, a sua conexão em redes (de computadoresconectados entre si, a telemática) e a robotização.09. (Mackenzie-SP) Considere as características abaixo, relativas à terceira fase da Revolução Industrial.I. Integração efetiva entre ciência, tecnologia e produção.II. Os segmentos que mais se desenvolvem são, exclusivamente, o petroquímico e o dos novos ramos de transportes,como o aéreo e o automobilístico.III. Surgem segmentos industriais de tecnologia de ponta, como o metalúrgico.IV. As descobertas científicas passam a ter aplicação no processo produtivo.Estão corretas apenas(A) I e II.(B) I e IV.(C) II e III.(D) III e IV.(E) I,II,III e IV.10. (Atualidades Vestibular, 2009) Observe o quadro a seguir. Tarsila do Amaral é considerada a primeira dama do modernismo no Brasil. Os temas que mais ainteressavam eram os sociais, e, em toda sua obra, destaca-se a tela Operários, que nos remete ao início do processode industrialização brasileiro.Sobre o processo de industrialização brasileiro é correto afirmar que I. ocorreu de forma tardia, tendo como base o processo de substituição das importações. II. seu principal polo foi, a partir dos anos de 1920, a cidade de São Paulo, devido à infraestrutura criada a partirda economia cafeeira.III. o primeiro e principal meio de transporte industrial foi o automotor, favorecido pela eficiente malha rodoviária,que dinamizou e integrou os mercados desde o início da expansão cafeeira.IV. com a industrialização, o êxodo rural se intensificou e transformou as cidades, como São Paulo, em grandesregiões metropolitanas. Estão corretas apenas(A) I, II e III.(B) II, III e IV.(C) I e IV.(D) I, II e IV.(E) I, II, III e IV.

×