3 revolução industrial 2013

3,534 views
3,369 views

Published on

0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,534
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
60
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

3 revolução industrial 2013

  1. 1. “A Revolução Industrial assinala amais radical transformação da vidahumana já registrada em documentosescritos. Durante um breve período elacoincidiu com a história de um únicopaís, a Grã-Bretanha.” (HOBSBAWN, 1986, p. 86)
  2. 2.  Causas gerais da Revolução Industrial:  Revolução Comercial (séc XV – XVII)  Descoberta de novos continentes e do caminho para as Índias. Formação de mercado mundial. Incremento da agricultura.  Acumulação primitiva de capital. Entrada de produtos e riquezas de vários pontos do planeta na Europa.
  3. 3.  Processo caracterizado pela substituição das ferramentas por máquinas. Pela introdução de novas fontes energéticas. Pela substituição do modo de produção doméstico, pelo modo de produção fabril. Pela consolidação do sistema econômico- social capitalista (modo de produção). Pela produção em larga escala para o mercado mundial.
  4. 4. 1. Revolução burguesa do século XVII (Banco da Inglaterra, Companhias de comércio, estímulo ao lucro).2. Acúmulo de grandes capitais na época do Mercantilismo (acordos comerciais, Atos de Navegação, Marinha poderosa).3. Posse de matéria-prima (reservas de carvão e ferro, lã, colônias).
  5. 5. 4. Crescimento populacional e introdução de novas técnicas agrícolas (abastecimento).5. Cercamentos (exército industrial de reserva).6. Domínio do mercado mundial (mercado consumidor).7. Início da indústria têxtil. (p. 183)
  6. 6. Fatores: - Energia - Tecnologia (invenções) - Ecologia - Econômico-social
  7. 7. Antes: Depois:- Humana - Carvão- hidráulica - Vapor- Animal - Petróleo- Eólica - Eletricidade
  8. 8. Primeira Revolução Industrial (1760 a 1850)‘Inglaterra oficina do mundo”: produção de bens de consumo (têxteis), energia a vapor.Segunda Revolução Industrial (1850 a 1900)Difusão da industrialização (Bélgica, França, Alemanha, EUA, Japão). Concorrência. Bens de produção. Energia elétrica e petróleo.
  9. 9. Terceira Revolução Industrial (1900 até hoje...)Conglomerados industriais e multinacionais. Trustes e Holdings Indústria química e eletrônica. Robótica. Informática e telecomunicações. Sociedade de consumo.
  10. 10. A mecanização inicia-se pelo setor Têxtil.Principais invenções:- Máquina de fiar (spinning jenny), de James Hargreaves, 1767.- Tear hidráulico, de Richard Arkwright, 1768.- Tear mecânico, de Edmund Cartwright, 1785.
  11. 11. A capacidade dos fiares foi bastanteampliada quando foram acoplados àmáquina a vapor. Inventada por Newcomen (1712) eaperfeiçoada por James Watt (1765). Em 1805, Robert Fulton, barco a vapor. Em 1814, George Stephenson,locomotiva a vapor.
  12. 12. Inovações na metalurgia – açoEletricidade – dínamoQuímica – siderurgia – baterias – plásticoPetróleo – derivadosMotor a combustão interna – automóvel.
  13. 13. - Destruição de- recursos naturais.- Poluição (solo, ar, rios).- Esgotamento do solo (monocultura de exportação).- Urbanização descontrolada.
  14. 14. Antes: Depois:- O trabalhador era - O trabalhador sódono de suas é dono da suaferramentas e força de trabalho,dominava todo o que é aplicada emprocesso determinadaprodutivo. etapa do processo(artesanato, produtivo.manufatura).
  15. 15. Antes: Depois:-O trabalhador - O industrialvendia o produto (burguês) é ode seu trabalho dono dopara o comerciante maquinário, paga(burguês). salário ao trabalhador, e é o dono do produto do trabalho.
  16. 16. - Trabalho feminino- “Trabalho para [...] puxo pequenos vagões de carvão; trabalho das 6 da manhã às 6 da tarde. Há uma pausa de cerca de uma hora, ao meio-dia, para o almoço; dão-me pão com manteiga, mas nada para beber. Conheci uma mulher que voltou para casa, se lavou, se deitou, deu à luz e...
  17. 17. - Trabalho feminino- ... retomou o trabalho menos de uma semana depois.- Tenho uma correia em volta da cintura, uma corrente que passa por entre as minhas pernas e ando sobre as mãos e os pés. O caminho é muito íngreme, e somos obrigados a segurar uma corda [...]
  18. 18. - Trabalho feminino
  19. 19. - Trabalho feminino- Nos poços onde trabalho, há seis mulheres e meia dúzia de rapazes e garotas; é um trabalho muito duro para uma mulher.- Puxei esses vagões até arrancar a pele; a correia e a corrente são ainda piores quando se espera uma criança.”-- (Relatório Parlamentar, 1842)
  20. 20. - Trabalho feminino e infantil.- Carga horária de 14, 16 horas.
  21. 21. - O assalariado passa a ser chamado de proletário.- Reação contra o- uso de máquinas- (Ludismo).- Trade Unions – organização em associações, sindicatos.
  22. 22. - Oposição entre as duas classes básicas do capitalismo: Burguesia X proletários. (luta de classes).- Liberalismo e nacionalismo X socialismo e internacionalismo.
  23. 23. Consumo: não mais só pela necessidade. Consumo, logo existo.
  24. 24. Fordismo - produção em série (linha de montagem.Taylorismo – administração científica. Divisão de tarefas (máximo rendimento / menor tempo / menor custo).
  25. 25. Urbanização acelerada.
  26. 26. Imperialismo e Neocolonialismo (África e Ásia)...Primeira Guerra MundialSegunda Guerra Mundial.http://www.youtube.com/watch?v=XF Xg7nEa7vQ
  27. 27.  FERNANDES, Aldo D. R. B: CUNHA, Marco A. História Moderna e Contemporânea. Rio de Janeiro: Menthor textual, 2011. v. II. FARIA, R. de MOURA; MIRANDA, Mônica L., CAMPOS, Helena G. Estudos de história. São Paulo: FTD, 2010. VICENTINO, C.; DORIGO, G. História para o ensino médio: história Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2008.
  28. 28.  PAZZINATO, Alceu L.; SENISE, Maria H. V. História Moderna e contemporânea. 4. ed. São Paulo: Ática, 1994. HOBSBAWM, Eric J. Da Revolução Industrial inglesa ao Imperialismo. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1986.

×