Your SlideShare is downloading. ×
0
TRABALHO EM EQUIPE LIDERANÇA,COMUNICAÇÃO, CLIMA E CULTURA      ORGANIZACIONAL                       Profª: Andréia Ribas  ...
Hoje, as lideranças que querem    obter sucesso, formam “equipes”                de trabalho•             BERNADINHO
EQUIPES• Mais flexíveis (reagem melhor as mudanças)• São indicadas quando a tarefa requer múltiplas  habilidades, julgamen...
EQUIPE   TODA EQUIPE É UM GRUPO, PORÉM    NEM TODO GRUPO É UMA EQUIPE         Trabalho em Equipe   Equipe é um conjunto de...
GRUPO• Junção de pessoas;• Objetivos comuns;• Centralização nos objetivos individuais.• Observação: interagem basicamente ...
EQUIPE• Junção de pessoas;• Objetivos comuns;• É caracterizada pela diferença na forma de  comportamento quando os membros...
O relacionamento interpessoal é um dos aspectos    mais importantes do trabalho em equipe:  •   Confiança;  •   Empatia;  ...
PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DE UMA              EQUIPE        COOPERAÇÃOSinergia – derivada do grego Synergia     – syn – coo...
HABILIDADES IMPORTANTES NA FORMAÇÃO DE                 UMA EQUIPE• Habilidades Técnicas: CHA numa área técnica específica•...
EQUIPESOS ESFORÇOS INDIVIDUAIS RESULTAM EM UM  NÍVEL DE DESEMPENHO MAIOR DO QUE A     SOMA CONTRIBUIÇÕES INDIVIDUAIS.   O ...
GRUPOO DESEMPENHO É APENAS O SOMATÓRIO DAS    CONTRIBUIÇ ÕES INDIVIDUAIS DE SEUS               MEMBROS.
Desafios para formação de equipes• Os membros confiam uns nos outros.• Eles se envolvem em conflitos de idéias sem qualque...
Diferença entre grupo e equipeGrupo                                  EquipeTrabalhar “sozinho”                    Trabalha...
TIPOS DE EQUIPE
• Equipes de trabalho autogerenciadas: São equipes autônomas, que podem não apenas solucionar os problemas,      mas      ...
• Equipes multifuncionais/ interfuncionais:  São equipes formadas por funcionários do  mesmo nível hierárquico, mas de dif...
• Comitês:Um comitê é um grupo de pessoas  destacadas de um grupo maior (como um  partido ou uma associação), geralmente c...
• Equipes Virtuais: As equipes virtuais usam a  tecnologia da informática             para  reunir seus membros, fisicamen...
Classificação quanto a  organização das EQUIPESEquipes horizontais: a coordenação do trabalho érealizada pelo líder juntam...
LIDERANÇA
É a habilidade de influenciar pessoaspara trabalharem entusiasticamente    visando a atingir aos objetivosidentificados co...
LiderançaÉ o processo de exercer influência sobre um indivíduo ou um grupo, nos esforços    para realização de um objetivo...
• Segundo Robbins (2002), um dos atributos mais  estudados e considerados hoje em dia e que constitui a  base da liderança...
PODER X LIDERANÇA• Liderança: Habilidade de influenciar um grupo  pra alcançar objetivos comuns.• Poder: Diz respeito a ca...
• Obs1: Implica um potencial (pode existir e não  ser exercido)• Obs2: Implica uma relação de dependência  (Quanto maior a...
Diferença entre poder e liderança• De acordo com Robbins, a diferença entre poder  e liderança implica:• Compatibilidade d...
Bases do Poder• Segundo French e Raven são classificados cinco bases  ou fontes de poder:• Coercitivo (coerção): Baseado n...
TEORIA DOS TRAÇOS (ATRIBUIÇÃO): tradicional,   liderança     inata, herdada, determinista, nasce para ser líder.TEORIA C...
LIKERT• Dois tipos de liderança definidos por Likert• liderança centrada na tarefa• liderança centrada nos empregados
Kurt Lewin       LIDERES    AUTOCRÁTICOS,DEMOCRÁTICOS E LIBERAIS
Estilos de Liderança – Autocrata / Diretivo    Orientado para tarefa,     resultados. Decidido,  eficiente, rápido, objeti...
Estilos de Liderança – Democrata / ParticipativoOrientado pessoas. Gosta de      idéias; é criativo, entusiasmado, estimul...
Estilos de Liderança – liberal ou Laissez -faire   Significa literalmente   deixar fazer, deixar ir,         deixar passar...
GRID GERENCIAL• Teóricos: Robert Blake e Mouton• Modos de se usar a autoridade ao exercer a  liderança: inter-relacionamen...
TEORIAS SITUACIONAIS           CONTINGENCIAIS- Continuum da liderança- Teoria do Líder Caminho Meta- Teoria da Liderança S...
Continuum de liderança• Os autores sugerem um conjunto alargado de  comportamentos de liderança que o gestor  tem a possib...
Teoria do líder Caminho-metaTeoria do líder Caminho-meta A função dolíder é ajudar os subordinados ao alcance desuas metas...
TEORIA DA LIDERANÇASITUACIONAL DE HERSEY E      BLANCHARD
ESTILOS DE LIDERANÇA
ESTILOS BÁSICOS DE LIDERANÇAAlto                                  Participar MS3                     Persuadir MS2        ...
Liderança Situacional       O Líder completo    O verdadeiro líder     assume as quatro    posições, de acordo  com a situ...
SCHEIN• Segundo Schein dois conceitos importantes: a liderança  transformacional e a liderança transacional.• Liderança tr...
( E ) Em organizações, a liderança é umfenômeno que só ocorre quando o líder recebea designação formal para um cargo de ch...
• (C) De acordo com as teorias contingenciais, não  existe um modo ideal de se liderar em todas as  situações, ou seja, o ...
(C) Não existe um modo ideal de se liderar  em todas as situações, ou seja, o melhor  estilo de se liderar depende da situ...
(E) Um estilo de decisão conceituado como  laissez-faire caracteriza-se pelas atitudes mais  positivas em relação aos inte...
Teoria 3D de Reddin – A eficácia da                Liderança   Segundo Reddin a eficácia da liderança apresenta 4         ...
Ênfase nas relações                      RELACIONADO        INTEGRADO                       SEPARADO           DEDICADO   ...
Comunicação
Importância da comunicaçãoA comunicação é aFERRAMENTAutilizada nas relaçõesinterpessoais. Ao longo dahistória, houve umpro...
Conceito“É o processo mediante o qual umemissor transmite uma mensagempor meio de um canal para umreceptor”.              ...
Elementos da comunicação                   Emissor – Quem fala               Receptor- Que recebe/ouve Canal/mídia – Meio ...
ComunicaçãoA comunicação não é só uma troca de mensagens.É uma construção de sentido.A informação é parte da comunicaçã...
Processo de comunicação Outros Elementos: Codificador: Emissor Decodificar : Receptor               Construção de sentido ...
FEEDBACK   Última ligação no processo de   comunicação, faz o retorno da  mensagem para o sistema comogarantia de que ela ...
A compreensão da mensagem équando se fecha o elo através doFeedback. A comunicação só se   concretizará se o receptorsoube...
( C ) A comunicação tem quatro funçõesbásicas. O controle do comportamento daspessoas é uma dessas funções, que pode serim...
FUNÇÕES DA COMUNICAÇÃO• CONTROLE: Cumprimento das regras  organizacionais.• MOTIVAÇÃO: Esclarecimento aos funcionários do ...
Comunicação interna: A direção da         comunicaçãoAscendente: Flui dos empregados para a direção.Descendente: Flui da...
COMUNICABILIDADEÉ A ADAPTAÇÃO DA MENSAGEM AO PÚBLICO                 ALVO.“Para que haja compreensão da mensagem”Deve-se t...
( C ) Quando Lúcio se comunica com seus pares  utilizando terminologia especializada ou  linguagem específica de seu grupo...
JARGÃOLinguagem técnica e específica dedeterminados grupos profissionais.Dificulta a compreensão da mensagem.Gíria Prof...
JARGÃO: Utilizado nos grupos       profissionais
Tudo o que interfere na Comunicação, prejudicando-a.                    São três tipos:                     RUÍDOSFísicos:...
Outras Barreiras na Comunicação         Filtragem        Preconceitos: Juízo preconcebido (atitudes                       ...
Outras Barreira na Comunicação              Egocentrismo          Mecanismos de defesa      Emoções/sentimentos/ valores  ...
PERCEPÇÃO SELETIVA
Barreiras na Comunicação:Distorcer o que vemos ou ouvimos de acordo com        nossas necessidades e experiências;A incapa...
• Nem sempre a comunicação se completa na  organização, porque podem-se formar algumas  barreiras, impedindo-a, total ou p...
FILTRAGEM E        PERCEPÇÃO SELETIVA• A filtragem ocorre na comunicação quando  a mensagem é recebida em parte.(emissor)•...
RIQUEZA DO CANAL A riqueza do canal oferece múltiplos sinais de    informação (palavras, posturas, expressão       facial,...
A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL
( C ) A comunicação deve ser assertiva, o que  significa, por exemplo que uma pessoa pode  falar algo muito desagradável a...
COMUNICAÇÃO• PODE SER:• AGRESSIVA• PASSIVA• ASSERTIVA   A COMUNICAÇÃO DEVE SER ASSERTIVA
• O desenvolvimento de competência interpessoal exige a  aquisição e o aperfeiçoamento de certas habilidades de  comunicaç...
Feedback x Crítica
Feedback                       O que é Feedback?             Literalmente significa: Retroalimentação     É o processo de ...
Feedback Eficaz  Ajuda o indivíduo a melhorar o seu desempenho•Específico e não Genérico•Descrever a situação•Oportuno•Obj...
CRÍTICASExpressa mais como ataques pessoaisSão avaliativasTem forte carga emocionalSarcasmoDescasoProvoca comportame...
Pode ser definida como o processo pelo qual osindivíduos organizam e interpretam suas impressões  sensoriais com a finalid...
Fatores que influenciam a             PERCEPÇÃO        percepção  FATORES NA        FATORES NO      FATORES NO   SITUAÇÃO ...
Simplificações usadas no julgamento             das pessoas:Percepção Seletiva: Os interesses, experiência passada e atitu...
CLIMA ORGANIZACIONAL          XCULTURA ORGANIZACIONAL
“... cultura organizacional é o conjunto devalores, crenças e tecnologias que mantém   unidos os mais diferentes membros, ...
Cultura Organizacional                       Schein      Cultura organizacional é o modelo dos    pressupostos básicos que...
Cada organização tem uma vida própria, que inclui   formalidades, regras, forma de comunicação,    estilos gerenciais, for...
Cultura Organizacional                 ChiavenatoCultura Organizacional é um conjunto de hábitos  e crenças estabelecidos ...
Os níveis fundamentais da Cultura    ARTEFATOS OBSERVÁVEIS: Disposição física,  vestimentas, maneiras como as pessoas se  ...
ICEBERG DA CULTURA ORGANIZACIONAL
Elementos da Cultura Organizacional    Valores: Definições do que é importante para atingir o                            s...
TODOS ESSES ELEMENTOS FAZEM PARTE DACULTURA ORGANIZACIONAL, QUE FUNCIONA  COMO UMA ARGAMASSA, UM COLA, QUE AJUDA A MANTER ...
Os seis tipos básicos de Ritos, segundo Beyer                  e Harrison1.    Ritos de passagem: o processo e introdução ...
A expressão Clima Organizacional designa a percepção   coletiva que os colaboradores têm do ambiente da     organização na...
Este ambiente que condiciona e determina o clima, é      também fortemente influenciado pela cultura organizacional, ou se...
CLIMA ORGANIZACIONAL
A qualidade do ambiente organizacional que é percebidaou experimentada pelos membros da organização, queinfluencia o seu c...
(E) Na classificação do clima organizacional quanto arelação com o futuro, as organizações sãoclassificadas em adaptativas...
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Liderança, clima e cultura organizacional
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Liderança, clima e cultura organizacional

29,974

Published on

Gestão de Pessoas p/ Concursos

Published in: Education
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
29,974
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
749
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Liderança, clima e cultura organizacional"

  1. 1. TRABALHO EM EQUIPE LIDERANÇA,COMUNICAÇÃO, CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL Profª: Andréia Ribas Email: rp_andreiaribas@hotmail.com
  2. 2. Hoje, as lideranças que querem obter sucesso, formam “equipes” de trabalho• BERNADINHO
  3. 3. EQUIPES• Mais flexíveis (reagem melhor as mudanças)• São indicadas quando a tarefa requer múltiplas habilidades, julgamentos e experiências.• Forma eficaz para facilitar a participação dos funcionários no processo decisório• Aumenta a motivação dos funcionários.
  4. 4. EQUIPE TODA EQUIPE É UM GRUPO, PORÉM NEM TODO GRUPO É UMA EQUIPE Trabalho em Equipe Equipe é um conjunto depessoas com objetivos comuns ?
  5. 5. GRUPO• Junção de pessoas;• Objetivos comuns;• Centralização nos objetivos individuais.• Observação: interagem basicamente para compartilhar informações e ajudar cada membro em seu desempenho em sua área de responsabilidade.
  6. 6. EQUIPE• Junção de pessoas;• Objetivos comuns;• É caracterizada pela diferença na forma de comportamento quando os membros se juntam e se relacionam.
  7. 7. O relacionamento interpessoal é um dos aspectos mais importantes do trabalho em equipe: • Confiança; • Empatia; • Respeito a individualidade do outro; • Comunicação aliada a interação; • Afetividade; • Afinidade.
  8. 8. PRINCIPAL CARACTERÍSTICA DE UMA EQUIPE COOPERAÇÃOSinergia – derivada do grego Synergia – syn – cooperação, érgon – trabalhoDiz-se que o todo supera a soma das partes
  9. 9. HABILIDADES IMPORTANTES NA FORMAÇÃO DE UMA EQUIPE• Habilidades Técnicas: CHA numa área técnica específica• Habilidades Interpessoais: CHA nas relações interpessoais• Habilidades de decidir e resolver problemas: Capacidade de identificar problemas, de gerar e avaliar alternativas e fazer escolhas (decidir)
  10. 10. EQUIPESOS ESFORÇOS INDIVIDUAIS RESULTAM EM UM NÍVEL DE DESEMPENHO MAIOR DO QUE A SOMA CONTRIBUIÇÕES INDIVIDUAIS. O TODO SUPERA A SOMA DAS PARTES.
  11. 11. GRUPOO DESEMPENHO É APENAS O SOMATÓRIO DAS CONTRIBUIÇ ÕES INDIVIDUAIS DE SEUS MEMBROS.
  12. 12. Desafios para formação de equipes• Os membros confiam uns nos outros.• Eles se envolvem em conflitos de idéias sem qualquer censura , porém, sem radicalismo.• Eles se comprometem com as decisões e planos de ação.• Eles chamam uns aos outros à responsabilidade quando alguma coisa não sai de acordo com seus planos.• Eles se concentram na realização dos resultados coletivos. ( E não somente os individuais)
  13. 13. Diferença entre grupo e equipeGrupo EquipeTrabalhar “sozinho” Trabalhar “Juntos”Ênfase nas habilidades técnicas Ênfase nas habilidades interdisciplinares (interpessoal)Atribuições e tarefas restritamente Atribuições e tarefas definidasdefinidas claramente, porém, sem restrição.Coordenadores determinam o trabalho Coordenadores e equipe determinam e(Poder concentrado no Coordenador) planejam juntos (Distribuição desigual do poder entre coordenador e membros da equipe)Informações restritas ao coordenador Informações compartilhadas entre todosRecompensa no desempenho individual Recompensas individuais e de equipe
  14. 14. TIPOS DE EQUIPE
  15. 15. • Equipes de trabalho autogerenciadas: São equipes autônomas, que podem não apenas solucionar os problemas, mas também implementar as soluções e assumir total responsabilidade pelos resultados.
  16. 16. • Equipes multifuncionais/ interfuncionais: São equipes formadas por funcionários do mesmo nível hierárquico, mas de diferentes setores da empresa, que se juntam para cumprir uma tarefa. As equipes desempenham várias funções (multifunções), ao mesmo tempo, ou seja, não há especificação para cada membro. O sentido de equipe é exatamente esse, os membros compensam entre si as competências e as carências, num aprendizado contínuo.
  17. 17. • Comitês:Um comitê é um grupo de pessoas destacadas de um grupo maior (como um partido ou uma associação), geralmente com poderes deliberativos ou executivos, ou seja, com força para tomar decisões em nome dos demais.• Força-tarefa:é o nome dado a uma unidade militar criada para um trabalho temporário, em uma operação específica ou missão
  18. 18. • Equipes Virtuais: As equipes virtuais usam a tecnologia da informática para reunir seus membros, fisicamente dispersos, e permitir que eles atinjam um objetivo comum. Elas permitem que as pessoas colaborem on-line – utilizando meios de comunicação como redes internas e externas, videoconferências ou correio eletrônico – quando estão separadas apenas por uma parede ou em outro continente. Geralmente são utilizadas para elaboração de projetos.
  19. 19. Classificação quanto a organização das EQUIPESEquipes horizontais: a coordenação do trabalho érealizada pelo líder juntamente com os demaismembros.Equipes funcionais/verticais: a coordenação dostrabalhos compete a um líder, sendo os demaismembros seus subordinados na hierarquia daorganização.
  20. 20. LIDERANÇA
  21. 21. É a habilidade de influenciar pessoaspara trabalharem entusiasticamente visando a atingir aos objetivosidentificados como sendo para bem comum. Fonte: O monge e o Executivo: James C. Hunter
  22. 22. LiderançaÉ o processo de exercer influência sobre um indivíduo ou um grupo, nos esforços para realização de um objetivo, em determinada situação. Hersey e Blanchard
  23. 23. • Segundo Robbins (2002), um dos atributos mais estudados e considerados hoje em dia e que constitui a base da liderança é a:• (A) Inteligência• (B) Comunicação• (C) Confiança• (D) Organização• (E) Honestidade
  24. 24. PODER X LIDERANÇA• Liderança: Habilidade de influenciar um grupo pra alcançar objetivos comuns.• Poder: Diz respeito a capacidade de A influenciar o comportamento de B, de maneira que B aja de acordo com a vontade de A
  25. 25. • Obs1: Implica um potencial (pode existir e não ser exercido)• Obs2: Implica uma relação de dependência (Quanto maior a dependência de B em relação a A, maior o poder de A nessa relação).• Obs3: Os conceitos de liderança e poder são relacionados
  26. 26. Diferença entre poder e liderança• De acordo com Robbins, a diferença entre poder e liderança implica:• Compatibilidade de objetivos: A liderança requer, enquanto o poder não.• Ênfase nas pesquisas: As pesquisas de liderança focam o estilo do líder, aquelas sobre o poder se dedicam as táticas de conquista e submissão.
  27. 27. Bases do Poder• Segundo French e Raven são classificados cinco bases ou fontes de poder:• Coercitivo (coerção): Baseado no medo.• Recompensa Baseado em benefícios que a outra pessoa pode ofertar• Legítimo (de posição)• Talento (ou de perícia)• Referência (recursos ou traços pessoais desejáveis)• Outros tipos de Poder, segundo Robbins: Informação e Carismático
  28. 28. TEORIA DOS TRAÇOS (ATRIBUIÇÃO): tradicional, liderança inata, herdada, determinista, nasce para ser líder.TEORIA COMPORTAMENTAL Moderna, as características de liderança são aprendida. 29
  29. 29. LIKERT• Dois tipos de liderança definidos por Likert• liderança centrada na tarefa• liderança centrada nos empregados
  30. 30. Kurt Lewin LIDERES AUTOCRÁTICOS,DEMOCRÁTICOS E LIBERAIS
  31. 31. Estilos de Liderança – Autocrata / Diretivo Orientado para tarefa, resultados. Decidido, eficiente, rápido, objetivo, assume riscos. Valoriza resultados, cumprimento de metas. Sob a influência deste estilo o grupo age como ser dependente de uma orientação constante. Tomada de decisão: Sem a participação dos membros da equipe
  32. 32. Estilos de Liderança – Democrata / ParticipativoOrientado pessoas. Gosta de idéias; é criativo, entusiasmado, estimulante e persuasivo. Valoriza oreconhecimento e promove o Espírito de Equipe / time. Tomada de decisão: Com aparticipação dos membros da equipe
  33. 33. Estilos de Liderança – liberal ou Laissez -faire Significa literalmente deixar fazer, deixar ir, deixar passar. Neste tipo de liderança a equipe atingiu a maturidade e não mais precisa de supervisão extrema de seu líder. Os liderados ficam mais livres para por seus projetos em prática.
  34. 34. GRID GERENCIAL• Teóricos: Robert Blake e Mouton• Modos de se usar a autoridade ao exercer a liderança: inter-relacionamento entre duas dimensões:• Preocupação com a produção: resultados, desempenho, conquista de objetivos.• Preocupação com as pessoas: assegurar a estima dos subordinados, obter confiança e respeito, garantir boas condições de trabalho 35
  35. 35. TEORIAS SITUACIONAIS CONTINGENCIAIS- Continuum da liderança- Teoria do Líder Caminho Meta- Teoria da Liderança Situacional
  36. 36. Continuum de liderança• Os autores sugerem um conjunto alargado de comportamentos de liderança que o gestor tem a possibilidade de escolher na relação com os subordinados. Cada tipo de comportamento está relacionado com o grau de autoridade utilizado pelo líder e o grau de liberdade disponível para os subordinados na tomada de decisões.
  37. 37. Teoria do líder Caminho-metaTeoria do líder Caminho-meta A função dolíder é ajudar os subordinados ao alcance desuas metas, fornecendo a orientação (direção)e apoio necessário.
  38. 38. TEORIA DA LIDERANÇASITUACIONAL DE HERSEY E BLANCHARD
  39. 39. ESTILOS DE LIDERANÇA
  40. 40. ESTILOS BÁSICOS DE LIDERANÇAAlto Participar MS3 Persuadir MS2 - Baixa Competência / experiência - motivação eComportamento de Relacionamento - Competência empenho - Instabilidade motivacional Delegar MS4 Dirigir – MS1 Baixa competência /experiência Competência Baixa motivação e Confiança empenhoBaixo Comportamento de Tarefa Alto
  41. 41. Liderança Situacional O Líder completo O verdadeiro líder assume as quatro posições, de acordo com a situação em que esta envolvido.Liderar é uma questão de bom senso, de saber posicionar-se na medida certa em relação as pessoas e circunstâncias.
  42. 42. SCHEIN• Segundo Schein dois conceitos importantes: a liderança transformacional e a liderança transacional.• Liderança transformacional - é o tipo de liderança que se refere ao processo de influenciar as grandes mudanças nas atitudes e comportamentos dos membros da organização e a criação de comprometimento com a missão e os objetivos da organização.• Liderança transacional - é o tipo de liderança que, para fazer as coisas, se baseia na relação líder-subordinados. O líder transacional dirige e motiva os seus subordinados na direção dos objetivos estabelecidos, clarificando os papéis e exigências da tarefa.
  43. 43. ( E ) Em organizações, a liderança é umfenômeno que só ocorre quando o líder recebea designação formal para um cargo de chefia.( E ) Na elaboração de um trabalho em equipe,é recomendável que o líder tenhacaracterísticas autocráticas, ou seja, queestimule a participação e compartilhe aautoridade.
  44. 44. • (C) De acordo com as teorias contingenciais, não existe um modo ideal de se liderar em todas as situações, ou seja, o melhor estilo de se liderar depende da situação encontrada.• (E) O líder transacional difere do líder transformacional por fornecer, entre outras coisas, visão e sentido de missão, além de expressar propósitos importantes e dar atenção pessoal aos empregados. 46
  45. 45. (C) Não existe um modo ideal de se liderar em todas as situações, ou seja, o melhor estilo de se liderar depende da situação encontrada.(E) O estilo de liderança autocrático é caracterizado pela tomada de decisão pelo grupo, com participação mínima do líder e liberdade aos indivíduos. 47
  46. 46. (E) Um estilo de decisão conceituado como laissez-faire caracteriza-se pelas atitudes mais positivas em relação aos integrantes, ou seja, solicita dos funcionários as suas opiniões acerca de uma tomada de decisão. 48
  47. 47. Teoria 3D de Reddin – A eficácia da Liderança Segundo Reddin a eficácia da liderança apresenta 4 estilos:-Separado: Caracteriza-se por deficiente orientação tanto para as relações como para as tarefas -Dedicado: Exclusiva orientação para as tarefas -Relacionado: Exclusiva orientação para relações -Integrado: Caracteriza-se orientação integrado para relações como para as tarefas
  48. 48. Ênfase nas relações RELACIONADO INTEGRADO SEPARADO DEDICADO Ênfase nas tarefas
  49. 49. Comunicação
  50. 50. Importância da comunicaçãoA comunicação é aFERRAMENTAutilizada nas relaçõesinterpessoais. Ao longo dahistória, houve umprocesso deaperfeiçoamento namaneira de secomunicar.
  51. 51. Conceito“É o processo mediante o qual umemissor transmite uma mensagempor meio de um canal para umreceptor”. David K. Berlo
  52. 52. Elementos da comunicação Emissor – Quem fala Receptor- Que recebe/ouve Canal/mídia – Meio pelo qual a mensagem é transmitida Mensagem – Conteúdo específico / códigoRuído – Tudo que interfere na comunicação, prejudicando-a
  53. 53. ComunicaçãoA comunicação não é só uma troca de mensagens.É uma construção de sentido.A informação é parte da comunicação e não um sinônimo.
  54. 54. Processo de comunicação Outros Elementos: Codificador: Emissor Decodificar : Receptor Construção de sentido DECODIFICARReceptor Canal Emissor Cultura
  55. 55. FEEDBACK Última ligação no processo de comunicação, faz o retorno da mensagem para o sistema comogarantia de que ela foi compreendida corretamente”
  56. 56. A compreensão da mensagem équando se fecha o elo através doFeedback. A comunicação só se concretizará se o receptorsouber decodificar a mensagem.
  57. 57. ( C ) A comunicação tem quatro funçõesbásicas. O controle do comportamento daspessoas é uma dessas funções, que pode serimplementada de diversas maneiras.
  58. 58. FUNÇÕES DA COMUNICAÇÃO• CONTROLE: Cumprimento das regras organizacionais.• MOTIVAÇÃO: Esclarecimento aos funcionários do que deve ser feito, da qualidade do seu desempenho, reforços positivos, etc.• EXPRESSÃO EMOCIONAL: Fornecimento de meios para expressão emocional de sentimentos e satisfação de necessidades sociais.• INFORMAÇÃO: facilitadora de informações para tomada de decisões.
  59. 59. Comunicação interna: A direção da comunicaçãoAscendente: Flui dos empregados para a direção.Descendente: Flui da direção para osempregados.Vertical: ascendentes e descendentes.Horizontal ou lateral: ocorre entre osdepartamentos de mesmo nível hierárquico.
  60. 60. COMUNICABILIDADEÉ A ADAPTAÇÃO DA MENSAGEM AO PÚBLICO ALVO.“Para que haja compreensão da mensagem”Deve-se ter cuidado com as Barreiras a Comunicação eficaz.
  61. 61. ( C ) Quando Lúcio se comunica com seus pares utilizando terminologia especializada ou linguagem específica de seu grupo profissional, ele está-se valendo de um Jargão.( C ) Considere que, ao comunicar-se com seus superiores, Lúcio manipule a informação para que ela seja recebida de maneira mais favorável. Nesse caso, Lúcio cria uma barreira à comunicação eficaz.
  62. 62. JARGÃOLinguagem técnica e específica dedeterminados grupos profissionais.Dificulta a compreensão da mensagem.Gíria Profissional
  63. 63. JARGÃO: Utilizado nos grupos profissionais
  64. 64. Tudo o que interfere na Comunicação, prejudicando-a. São três tipos: RUÍDOSFísicos: mau cheiro, bebê chorando, dor de cabeça, má iluminação, etc. Cultural: Palavras típicas de determinada região, as diferenças de níveis sociais, etc. Psicológico: fala agressiva, impaciência, antipatia, etc.
  65. 65. Outras Barreiras na Comunicação Filtragem Preconceitos: Juízo preconcebido (atitudes discriminatórias) Racial, sexual, social• Ponto de partida do preconceito é o Estereótipo Generalização superficial
  66. 66. Outras Barreira na Comunicação Egocentrismo Mecanismos de defesa Emoções/sentimentos/ valores Manipulação da informação/filtragem
  67. 67. PERCEPÇÃO SELETIVA
  68. 68. Barreiras na Comunicação:Distorcer o que vemos ou ouvimos de acordo com nossas necessidades e experiências;A incapacidade e a falta de habilidade em ouvir. Ouvimos apenas o que queremos; Resistência a mudanças, rejeitamos novas idéias; ruídos, FILTRAGEM Julgamentos e preconceitos; Como se percebe os fatos, dificuldades de percepção;sobrecarga de informações(problema Semântico- ciência dos Vocabulário significados).
  69. 69. • Nem sempre a comunicação se completa na organização, porque podem-se formar algumas barreiras, impedindo-a, total ou parcialmente, ou dando-lhe um significado incorreto. Assim, em situações de trabalho, as emoções limitam a comunicação, formando barreiras:• (A) Físicas• (B) Pessoais• (C) Semânticas• (D) Culturais• (E) Ambientais
  70. 70. FILTRAGEM E PERCEPÇÃO SELETIVA• A filtragem ocorre na comunicação quando a mensagem é recebida em parte.(emissor)• A percepção seletiva ocorre quando o receptor vê e ouve seletivamente com base no seu repertório individual.(receptor)
  71. 71. RIQUEZA DO CANAL A riqueza do canal oferece múltiplos sinais de informação (palavras, posturas, expressão facial, gestos, entonações), feedback imediato.Segundo (Robbins, 2002), a escolha de um canal depende de as mensagens serem rotineiras ou não rotineiras. Os administradores podem comunicar mensagens rotineiras eficientemente através de canais fracos em riqueza. Entretanto, a comunicação de mensagens não rotineiras só será eficaz através de canais ricos.
  72. 72. A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL
  73. 73. ( C ) A comunicação deve ser assertiva, o que significa, por exemplo que uma pessoa pode falar algo muito desagradável a outra, mas de maneira que não seja ameaçadora nem ofensiva.( E ) O uso de franqueza nas relações interpessoais é a atitude mais adequada, mesmo que possa causar constrangimento, pois demonstra
  74. 74. COMUNICAÇÃO• PODE SER:• AGRESSIVA• PASSIVA• ASSERTIVA A COMUNICAÇÃO DEVE SER ASSERTIVA
  75. 75. • O desenvolvimento de competência interpessoal exige a aquisição e o aperfeiçoamento de certas habilidades de comunicação para facilidade de compreensão mútua.• Paráfrase = consiste em dizer, com suas próprias palavras, aquilo que o outro disse, isto é, mostra ao outro o significado do que você apreendeu do que ele disse.• A paráfrase é uma das maneiras de testar a compreensão da mensagem antes de reagir a ela.• Descrição de comportamento = consiste em relatar as ações específicas, observáveis, dos outros, sem fazer julgamentos ou generalizar seus motivos, ou traços de personalidade.• Verificação de percepção = Consiste em dizer sua percepção sobre o que o outro está sentindo, a fim de verificar se você está compreendendo também seus sentimentos, além do conteúdo das palavras.
  76. 76. Feedback x Crítica
  77. 77. Feedback O que é Feedback? Literalmente significa: Retroalimentação É o processo de ajuda para mudança do comportamento.É a comunicação a uma pessoa ou grupo, no sentido de fornece-lheinformações sobre como sua atuação está afetando outras pessoas.1 -Feedback de Revisão de Desempenho.2 -Instrumentos que fornecem feedback nas organizações: caixa desugestão, pesquisas de opinião, serviços de ouvidoria.3 – Elemento que completa o círculo da comunicação (fecho doelo).
  78. 78. Feedback Eficaz Ajuda o indivíduo a melhorar o seu desempenho•Específico e não Genérico•Descrever a situação•Oportuno•Objetivo
  79. 79. CRÍTICASExpressa mais como ataques pessoaisSão avaliativasTem forte carga emocionalSarcasmoDescasoProvoca comportamento defensivoFuga de responsabilidadeNão abre espaço para sugestão de comomelhorar
  80. 80. Pode ser definida como o processo pelo qual osindivíduos organizam e interpretam suas impressões sensoriais com a finalidade de dar sentido ao seu PERCEPÇÃO ambiente. O comportamento das pessoas baseia-se em sua percepção da realidade, não na realidade em si. “ O mundo importante para o comportamento é o mundo na forma em que é percebido”
  81. 81. Fatores que influenciam a PERCEPÇÃO percepção FATORES NA FATORES NO FATORES NO SITUAÇÃO OBSERVADOR ALVO Atitudes Momento Motivações Sons Ambiente Interesses Cenário de trabalho Experiências Proximidade Ambiente social Expectativas Semelhanças
  82. 82. Simplificações usadas no julgamento das pessoas:Percepção Seletiva: Os interesses, experiência passada e atitudes podem influenciar significativamente quais as características do outro que vamos perceber.Efeito Halo: Construir uma impressão geral com base em uma única característica. Efeito de contraste: Não avaliamos as pessoas isoladamente. Nossa reação a uma pessoa é sempre influenciada pelas outras pessoas que encontramos recentemente.Estereotipagem: Quando julgamos alguém com base em nossa percepção do grupo do qual essa pessoa faz parte.
  83. 83. CLIMA ORGANIZACIONAL XCULTURA ORGANIZACIONAL
  84. 84. “... cultura organizacional é o conjunto devalores, crenças e tecnologias que mantém unidos os mais diferentes membros, detodos os escalões hierárquicos, perante as dificuldades, operações do cotidiano, metas e objetivos. Nassar
  85. 85. Cultura Organizacional Schein Cultura organizacional é o modelo dos pressupostos básicos que um dado grupoinventou, descobriu ou desenvolveu no processode aprendizagem, para lidar com os problemas de adaptação e integração dos membros. Uma vez que estes pressupostos tenham funcionado bemo suficiente para serem considerados válidos, são ensinados como a maneira certa de se perceber, pensar, e sentir em relação aqueles problemas.
  86. 86. Cada organização tem uma vida própria, que inclui formalidades, regras, forma de comunicação, estilos gerenciais, formas de tratamento dos funcionários, etc...ou seja tem uma IDENTIDADE PRÓPRIA Ex: Banco Bradesco e o Itaú – instituições bancárias
  87. 87. Cultura Organizacional ChiavenatoCultura Organizacional é um conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de normas,valores, atitudes e expectativas compartilhados por todos os membros da organização.
  88. 88. Os níveis fundamentais da Cultura ARTEFATOS OBSERVÁVEIS: Disposição física, vestimentas, maneiras como as pessoas se tratam, marca, etc. VALORES: valores, normas, ideologias, filosofiasadotadas e documentadas de uma cultura,etc.CONCEPÇÕES BÁSICAS/PRESSUPOSTOS: Constitui o nível mais profundo de entendimento da cultura organizacional (inconsciente)
  89. 89. ICEBERG DA CULTURA ORGANIZACIONAL
  90. 90. Elementos da Cultura Organizacional Valores: Definições do que é importante para atingir o sucesso.Crenças e pressupostos: Aquilo que é tido como verdade na organização.Ritos e cerimoniais: ex: processo de integração, admissão,etc Estórias e mitos: narrações, eventos marcantes Tabus: Proibições, não vem escrito nos manuais Heróis: ex: Henry Ford. Bill Gates,etc. Normas: ex: Código de Ética, Regulamento Interno Processo de comunicação:ex: rede de relações, papéis informais, etc. Símbolos: ex: logotipos, bandeiras, marcas oficiais, etc.
  91. 91. TODOS ESSES ELEMENTOS FAZEM PARTE DACULTURA ORGANIZACIONAL, QUE FUNCIONA COMO UMA ARGAMASSA, UM COLA, QUE AJUDA A MANTER A ORGANIZAÇÃO COESA.
  92. 92. Os seis tipos básicos de Ritos, segundo Beyer e Harrison1. Ritos de passagem: o processo e introdução e treinamento básico no Exército americano;2. Ritos de degradação: o processo de despedir e substituir um alto executivo;3. Ritos de confirmação: seminários para reforçar a identidade social e seu poder de coesão; 4. Ritos de reprodução: atividades de desenvolvimento organizacional; 5. Ritos para redução de conflito: processos de negociação coletiva; 6. Ritos de integração: festas de natal nas organizações.
  93. 93. A expressão Clima Organizacional designa a percepção coletiva que os colaboradores têm do ambiente da organização na qual trabalham e indica o grau de satisfação dos colaboradores relativamente a diferentesaspectos da cultura ou realidade aparente da organização. Tais como: o modelo de gestão implementado, a missão e objetivos organizacionais,as políticas de Recursos Humanos seguidas (avaliação de desempenho, política de carreiras, política de remunerações, valorização profissional, etc.).
  94. 94. Este ambiente que condiciona e determina o clima, é também fortemente influenciado pela cultura organizacional, ou seja, pelos valores, crenças, normas e princípios.Clima Organizacional traduz a influência ambiental sobre a motivação dos participantes.
  95. 95. CLIMA ORGANIZACIONAL
  96. 96. A qualidade do ambiente organizacional que é percebidaou experimentada pelos membros da organização, queinfluencia o seu comportamento e está relacionada como grau de motivação proporcionado, sendo aindadeterminada entre outros aspectos, pela estrutura daorganização, diz respeito: (A) Ao clima organizacional existente (B) A cultura Organizacional (C) Aos reflexos da Teoria da Expectação (D) A psicologia organizacional (E) A dissonância cognitiva observada nos funcionários
  97. 97. (E) Na classificação do clima organizacional quanto arelação com o futuro, as organizações sãoclassificadas em adaptativas ou não adaptativas.(E) Entre as classificações mecanicista e orgânica, asrepartições públicas são enquadradas nesta última.( E) Cultura é um termo avaliativo que se refere auma percepção comum dos membros daorganização ou a um significado compartilhado.(E) A cultura organizacional é um termo descritivo enão avaliativo.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×