Your SlideShare is downloading. ×
Caderno informacao março 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Caderno informacao março 2012

705
views

Published on

Informações sobre o mercado da Saúde Suplementar fornecido pela ANS. …

Informações sobre o mercado da Saúde Suplementar fornecido pela ANS.
Dados sobre a utilização, sinistralidade e outros.


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
705
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 2012 MarçoCaderno de Informaçãoda Saúde SuplementarBeneficiários, Operadoras e Planos
  • 2. Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 3. MINISTÉRIO DA SAÚDEAgência Nacional de Saúde SuplementarCaderno de Informaçãoda Saúde SuplementarBeneficiários, Operadoras e PlanosMarço/2012Rio de Janeiro, RJ
  • 4. Elaboração, distribuição e informações:MINISTÉRIO DA SAÚDEAgência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)Diretoria de Desenvolvimento Setorial (DIDES)Av. Augusto Severo, 84, GlóriaCEP: 20021-040, Rio de Janeiro – RJTel.: +5521 2105 0000Disque ANS: 0800 701 9656http://www.ans.gov.brouvidoria@ans.gov.brDiretoria Colegiada da ANS Elaboração técnicaDiretoria de Desenvolvimento Setorial - DIDES Coordenação: Marcia Elizabeth Marinho da Silva - GGISS/DIDESDiretoria de Fiscalização - DIFIS Equipe Técnica da Gerência de Produção e Análise de Informação –Diretoria de Gestão - DIGES GEPIN/GGISS/DIDES: Suriêtte Apolinário dos Santos, Kelly de Almeida Simões, DanielDiretoria de Normas e Habilitação de Operadoras - DIOPE Sasson, Maria Antonieta Almeida PimentaDiretoria de Normas e Habilitação de Produtos - DIPRO Projeto gráfico: Gerência de Comunicação Social - GCOMS/DICOL Fotografia (capa)Gerência-Geral de Informação e Sistemas - GGISS/DIDES Thinkstock photos Impresso no Brasil / Printed in Brazil Ficha Catalográfica - Caderno de Informação da Saúde Suplementar Caderno de Informação da Saúde Suplementar : beneficiários, operadoras e planos / Agência Nacional de Saúde Suplementar. – Ano 1 (mar. 2006)– . – Dados eletrônicos. – Rio de Janeiro : ANS, 2006- Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader. Modo de acesso: World Wide Web: <http://www.ans.gov.br/portal/site/informacoesss/informacoesss.asp> Trimestral. Substituição de: Caderno de Informação de beneficiários, operadoras e planos: dados do setor. ISSN 1981-0962 1. Saúde Suplementar. I. Agência Nacional de Saúde Suplementar (Brasil). Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 5. Apresentação O mercado de Saúde Suplementar contava em dezembro de 2011 com 47,6 milhões de vínculos a planos de assistência médica e 16,8 milhões a planos exclusivamente odontológicos. As mais de 1.600 operadoras produziram uma receita de contraprestações de cerca de R$ 83 bilhões. Estes dados, que apontam crescimento de 4,2% de beneficiários de assistência médica e 11,7% de receita, parecem indicar a força desse mercado, considerando-se o crescimento econômico no Brasil no último ano. Informações mais detalhadas sobre o setor de planos privados de assistência à saúde podem ser consultadas no sítio www.ans.gov.br por meio do tabulador de dados ANS Tabnet ou transferidas em arquivos para serem processados pelos próprios usuários. Boa leitura! Apresentação
  • 6. Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 7. SumárioPerfil do setor .......................................................................... 11Panorama da Saúde Suplementar, destacando as principais mudanças em relaçãoà edição anterior e outros aspectos específicos. Esclarece possíveis divergênciascom edição anterior.Tabelas, gráficos e mapas ......................................................... 17Apresenta dados sobre beneficiários, operadoras, planos, utilização dos serviçose rede de prestadores.Termos técnicos ........................................................................ 46Fontes dos dados ...................................................................... 54Tabelas, gráficos e mapasTabela 1 - Beneficiários de planos privados de assistência médica por tipo de 17contratação do plano, segundo época de contratação do plano (Brasil - 2000-2011)Tabela 2 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por tipo de 18contratação do plano, segundo época de contratação do plano (Brasil - 2000 2011)Tabela 3 - Beneficiários de planos privados de assistência médica por época e tipo 19de contratação do plano, segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação(Brasil - dezembro/2011)Tabela 4 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por época 20e tipo de contratação do plano, segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação(Brasil - dezembro/2011)Tabela 5 - Taxa de cobertura por cobertura assistencial do plano e localização, segundo 21Grandes Regiões e Unidades da Federação (Brasil - dezembro/2011)Mapa 1 - Taxa de cobertura dos planos privados de assistência médica por Unidades da 22Federação (Brasil - dezembro/2011)Mapa 2 - Taxa de cobertura de planos privados exclusivamente odontológicos por 22Unidades da Federação (Brasil - dezembro/2011) Sumário 7
  • 8. Mapa 3 - Taxa de cobertura dos planos privados de assistência médica por municípios 23(Brasil - dezembro/2011)Mapa 4 - Taxa de cobertura dos planos privados exclusivamente odontológicos por 23municípios (Brasil - dezembro/2011)Tabela 6 - Beneficiários de planos privados de assistência médica, por época de 24contratação do plano e sexo, segundo tipo de contratação do plano e faixas etárias(Brasil - dezembro/2011)Gráfico 1 - Pirâmide etária da população, por sexo (Brasil - 2010) 25Gráfico 2 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privados de assistência médica, 25por sexo (Brasil - dezembro/2011)Gráfico 3 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privados individuais de assistência 26médica, por época de contratação do plano (Brasil - dezembro/2011)Gráfico 4 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privados coletivos de assistência 26médica, por época de contratação do plano (Brasil - dezembro/2011)Gráfico 5 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos de assistência médica, por tipo 27de contratação (Brasil - dezembro/2011)Tabela 7 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por época 28de contratação do plano e sexo, segundo tipo de contratação do plano e faixas etárias(Brasil - dezembro/2011)Tabela 8 - Beneficiários de planos privados de saúde por cobertura e segmentação 29assistencial do plano, segundo época de contratação do plano (Brasil 2000-2011)Tabela 9 - Beneficiários de planos privados de saúde, por cobertura e segmentação 30assistencial do plano, segundo época e tipo de contratação do plano(Brasil - dezembro/2011)Gráfico 6 - Distribuição percentual dos beneficiários de planos privados de assistência 30médica por segmentação assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011)Tabela 10 - Beneficiários de planos privados de assistência médica, por tipo de 31contratação do plano, segundo época de contratação e abrangência geográfica do plano(Brasil - dezembro/2011)Tabela 11 - Distribuição dos beneficiários de planos privados de saúde entre as 32operadoras, segundo cobertura assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011)Gráfico 7 - Distribuição dos beneficiários de planos privados de assistência médica entre 33as operadoras, segundo cobertura assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011)Gráfico 8 - Distribuição dos beneficiários de planos privados exclusivamente 33odontológicos entre as operadoras, segundo assistencial do plano(Brasil - dezembro/2011)Tabela 12 - Evolução do registro de operadoras de planos privados de saúde 34(Brasil - dezembro/1999-dezembro/2011)Gráfico 9 - Operadoras de planos privados de saúde em atividade (Brasil - 34dezembro/1999-dezembro/2011)8 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 9. Mapa 5 - Operadoras com beneficiários, por Unidade da Federação de residência do 35beneficiário (Brasil - dezembro/2011)Mapa 6 - Operadoras em atividade por Unidade da Federação da sede (Brasil - 35dezembro/2011)Tabela 13 - Operadoras em atividade por porte, segundo modalidade 36(Brasil - dezembro/2011)Tabela 14 - Receita de contraprestações e despesas das operadoras de planos privados 36de saúde, segundo porte da operadora (Brasil - 2011)Tabela 15 - Receita de contraprestações das operadoras de planos privados de saúde, 37segundo modalidade da operadora (Brasil - 2003-2011)Tabela 16 - Despesa das operadoras de planos privados de saúde, por tipo, segundo 37modalidade da operadora (Brasil - 2011)Tabela 17 - Despesa assistencial das operadoras de planos privados de saúde, segundo 38modalidade da operadora (Brasil - 2003-2011)Tabela 18 - Despesa assistencial das operadoras de planos privados de saúde, por 38grupos de modalidade da operadora, segundo itens de despesa (Brasil - 2011)Tabela 19 - Taxa de sinistralidade das operadoras de planos privados de saúde, segundo 39modalidade da operadora (Brasil - 2003-2011)Tabela 20 - Planos privados de assistência médica, com beneficiários, por tipo de 39contratação, segundo época de contratação e abrangência geográfica(Brasil - dezembro/2011)Tabela 21 - Planos privados de assistência médica, com beneficiários, por época de 40contratação, segundo número de beneficiários (Brasil - dezembro/2011)Tabela 22 - Internações e consultas de beneficiários de planos privados de assistência 40médica (Brasil - 2007-2011)Gráfico 10 - Taxa de utilização de internações e média de consultas de beneficiários de 41planos privados de assistência médica (Brasil - 2007-2011)Tabela 23 - Taxa de internação de beneficiários e gasto médio por internação, por tipo 42de contratação, segundo modalidade da operadora (Brasil - 2007-2011)Tabela 24 - Consultas médicas por beneficiário e gasto médio por consulta, por tipo de 43contratação, segundo modalidade da operadora (Brasil - 2007-2011)Tabela 25 - Estabelecimentos de saúde por atendimento a planos privados de saúde, 44segundo tipo (Brasil - novembro/2011)Tabela 26 - Estabelecimentos de saúde por tipo de convênio, segundo tipo de 44atendimento (Brasil - novembro/2011)Tabela 27 - Leitos para internação, por vínculo ao SUS, segundo localização 44(Brasil - novembro/2011)Tabela 28 - Estabelecimentos de saúde que atendem planos privados de saúde, por 45tipo, segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação (Brasil - novembro/2011) Sumário 9
  • 10. Convenções e normas tabulares - O fenômeno não existe ou o valor é rigorosamente zero. ... O dado existe, mas seu valor não está disponível. 0; 0,0; 0,00 O dado existe, mas seu valor é inferior à metade da unidade adotada na tabela.10 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 11. Perfil do setor Esta primeira edição do ano apresenta os resultados preliminares de beneficiários, receitase despesas do ano de 2011. Em dezembro de 2011, foram contabilizados 47,6 milhões de vínculos de beneficiáriosa planos de assistência médica. O crescimento de 4,2% em relação ao mesmo mês do anoanterior é bem inferior ao observado entre dezembro de 2009 e dezembro de 2010 (8,5%). O crescimento de 1,04% no trimestre (Tabela 3), entretanto, demonstra uma recuperação docrescimento do mercado, que apresentava reduzidas taxas desde o primeiro trimestre. Com relação aos planos exclusivamente odontológicos, os 16,8 milhões verificados emdezembro representam um crescimento de 14,8% em relação ao mesmo mês do ano anteriore muito próximo dos 15,6% de um ano antes, evidenciando o aquecimento do setor.Tabela 1 - Beneficiários de planos privados de saúdepor cobertura assistencial do plano (Brasil - 2000-2011) Data Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamente odontológico dez/00 30.705.334 2.761.608 dez/01 31.132.361 3.234.364 dez/02 31.105.254 3.788.701 dez/03 31.771.197 4.447.374 dez/04 33.673.600 5.456.603 dez/05 35.010.992 6.133.143 dez/06 36.990.226 7.269.274 dez/07 38.776.431 8.868.478 dez/08 40.769.570 10.391.639 dez/09 42.126.540 12.667.101 dez/10 45.688.684 14.642.659 dez/11 47.611.636 16.805.450Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Notas:1. O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.2. Dados preliminares, sujeitos a revisão. Perfil do setor 11
  • 12. Gráfico 1 - Beneficiários de planos privados de saúde por cobertura assistencial do plano (Brasil - 2000-2011) 47,6 50,0 45,7 45,0 42,1 40,8 38,8 40,0 37,0 35,0 33,7 35,0 30,7 31,1 31,1 31,8Milhões 30,0 30 0 25,0 20,0 16,8 14,6 12,7 15,0 10,4 8,9 10,0 6,1 7,3 4,4 5,5 2,8 3,2 3,8 5,0 0,0 dez/00 dez/01 dez/02 dez/03 dez/04 dez/05 dez/06 dez/07 dez/08 dez/09 dez/10 dez/11 Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamente odontológico Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Entre os planos de assistência médica, o crescimento tem sido sustentado pelos planos coletivos empresariais, com variação de 8,2% no ano, contra 1,9% dos planos individuais. Já entre os planos exclusivamente odontológicos, o crescimento dos individuais foi maior no último ano, mas a tendência parece ser de equilíbrio ao longo do tempo. Em ambas as segmentações (assistência médica e exclusivamente odontológica), os planos coletivos por adesão tem apresentado redução absoluta desde a entrada em vigor da Resolução Normativa nº 195, em julho de 2009, que regulamentou a contratação de planos privados de saúde, alterando suas regras de classificação e características. 12 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 13. Tabela 2 - Beneficiários de planos privados de saúdepor tipo de contratação do plano, segundo cobertura assistencialdo plano (Brasil - dezembro/2010-dezembro/2011) Cobertura assistencial Coletivo Não Total Individual do plano Total Empresarial Por adesão Não identificado informado Assistência médica com ou sem odontologia dez/10 45.688.684 34.741.354 27.517.092 7.186.779 37.483 9.550.607 1.396.723 mar/11 46.725.968 35.680.262 28.453.633 7.188.382 38.247 9.693.764 1.351.942 jun/11 47.002.533 36.018.248 28.976.191 7.003.782 38.275 9.741.382 1.242.903 set/11 47.123.210 36.220.780 29.237.041 6.945.959 37.780 9.718.915 1.183.515 dez/11 47.611.636 36.751.504 29.781.505 6.932.439 37.560 9.736.272 1.123.860 Exclusivamente odontológico dez/10 14.642.659 12.081.643 9.112.949 2.739.182 229.512 2.403.223 157.793 mar/11 15.323.148 12.621.652 9.683.673 2.708.553 229.426 2.546.452 155.044 jun/11 16.014.717 13.132.309 10.212.518 2.689.943 229.848 2.733.997 148.411 set/11 16.358.503 13.369.332 10.476.197 2.663.615 229.520 2.846.019 143.152 dez/11 16.805.450 13.763.061 10.850.127 2.683.181 229.753 2.903.932 138.457Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Notas: 1. O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. 2. Dados preliminares, sujeitos a revisão. Perfil do setor 13
  • 14. Gráfico 2 - Beneficiários de planos privados de saúde e por tipo de contratação do plano,segundo cobertura assistencial do plano Assistência médica Exclusiv. odonto 10,0 3,1(Milhões) (Milhões) 9,5 95 2,9 9,0 2,7 8,5 2,5 8,0 2,3 7,5 2,1 7,0 70 Individual ou Familiar 1,9 6,5 Individual ou Familiar Coletivo por adesão 6,0 Coletivo por adesão 1,7 5,5 1,5 set/09 dez/09mar/10 jun/10 set/10 dez/10mar/11 jun/11 set/11 dez/11 set/09 dez/09 mar/10 jun/10 set/10 dez/10 mar/11 jun/11 set/11 dez/11 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011Tabela 3 - Taxa de variação do número de beneficiários de planos privados desaúde por tipo de contratação do plano, segundo cobertura assistencial do plano(Brasil - dezembro/2011) Cobertura Coletivo Não Total Individual assistencial do plano Total Empresarial Por adesão Não identificado informado Assistência médica com ou sem odontologia Em um ano (dez/10 - dez/11) 4,21 5,79 8,23 -3,54 0,21 1,94 -19,54 No ano (dez/10 - dez/11) 4,21 5,79 8,23 -3,54 0,21 1,94 -19,54 No trimestre (set/11 - dez/11) 1,04 1,47 1,86 -0,19 -0,58 0,18 -5,04 Exclusivamente odontológico Em um ano (dez/10 - dez/11) 14,77 13,92 19,06 -2,04 0,11 20,83 -12,25 No ano (dez/10 - dez/11) 14,77 13,92 19,06 -2,04 0,11 20,83 -12,25 No trimestre (set/11 - dez/11) 2,73 2,95 3,57 0,73 0,10 2,03 -3,28Fonte:SIB/ANS/MS - 12/2011Notas: 1. O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.2. Dados preliminares, sujeitos a revisão.14 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 15. Em maio de 2011, a ANS editou resolução normativa (RN 254) para incentivar os beneficiários aalterarem seus contratos individuais ou familiares e coletivos firmados até 1º janeiro de 1999. O objetivodesta resolução foi dar aos beneficiários de planos antigos segurança e as garantias da Lei nº 9.656/98. A entrada em vigor da norma coincidiu com o período de estabilidade do mercado, o que dificultaa observação dos efeitos por ela produzidos. Em dezembro de 2011, os planos antigos (anteriores a Leinº 9.656/98) representavam 16,4% dos planos de assistência médica e 3,0% dos planos exclusivamenteodontológicos. No mesmo mês do ano anterior, a participação era de 18,7% e 3,4%, respectivamente. O comportamento retraído do mercado se refletiu no registro de novas operadoras. Enquanto onúmero de novos registros de operadoras médico-hospitalares (aquelas que comercializam planos deassistência médica e/ou odontológicos) reduziu-se de 57 para 40 entre 2010 e 2011, o de operadorasodontológicas (que comercializam apenas planos exclusivamente odontológicos) dobrou, passando de 8para 16 (Tabela 4). Ressalte-se, ainda, que nos dois últimos anos, mais de 50% dos novos registros foramna modalidade Administradora de benefícios, correspondendo a uma adequação à RN Nº 196, que define edisciplina a atuação dessas operadoras. Em dezembro de 2011, o mercado contava com 1.608 operadoras,sendo que 1.386 tinham beneficiários ativos.Tabela 4 - Resumo do registro de operadoras (Brasil - dezembro/2011) Operadoras Operadoras exclusivamente Registro Total médico-hospitalares odontológicas Registros novos (1) 56 40 16 Registros cancelados (1) 66 43 23 Operadoras em atividade 1.608 1.180 428 Operadoras com beneficiários 1.386 1.016 370Fontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/2011 (1) Registros novos e cancelados no ano. Perfil do setor 15
  • 16. A receita de contraprestações das operadoras, informada até 04/04/2012, atingiu R$ 83,4 bilhõesem 2011, indicando crescimento de 11,7% em relação a 2010 (Tabela 4 e Gráfico 3). Os dados sãopreliminares e deverão ser corrigidos na próxima edição mas parecem indicar um crescimento poucoinferior ao observado no ano anterior. A receita média por beneficiário em operadoras médico-hospitalaresfoi de R$ 134,73 em 2011. A taxa de sinistralidade (relação entre a despesa assistencial e a receita decontraprestações) atingiu 81,6%.Tabela 5 - Receita de contraprestações e despesa assistencialdas operadoras médico-hospitalares (Brasil - 2003-2011) (R$) Médico-hospitalares Exclusivamente odontológicas Ano Receita de contraprestações Despesa assistencial Receita de contraprestações Despesa assistencial 2003 28.242.646.837 22.967.034.598 500.518.512 270.102.351 2004 32.025.713.892 26.045.879.741 599.206.746 305.349.762 2005 36.522.370.360 29.734.095.754 743.756.673 370.931.600 2006 41.713.758.347 33.265.334.420 910.857.131 430.099.030 2007 51.121.037.497 41.202.893.366 1.082.569.751 520.986.406 2008 59.506.169.388 47.838.771.040 1.176.537.584 562.175.469 2009 64.467.138.262 53.514.764.696 1.340.901.449 649.497.522 2010 72.985.118.896 59.235.747.959 1.674.473.606 767.990.125 2011 81.384.335.930 67.091.790.526 1.990.901.055 974.237.549Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/01/2012 e FIP - 12/2006Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão.Gráfico 3 - Receita de contraprestações e despesa assistencialdas operadoras médico-hospitalares (Brasil - 2003-2010) 90,0 81,4 80,0 73,0 70,0 64,5 59,5 60,0 67,1 51,1 (R$ Bilhões) 59,2 50,0 41,7 53,5 36,5 47,8 40,0 32,0 28,2 41,2 30,0 Receita de contraprestações 33,3 29,7 20,0 26,0 Despesa assistencial 23,0 10,0 0,0 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/01/2012 e FIP - 12/200616 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 17. Tabelas, gráficos e mapasTabela 1 - Beneficiários de planos privados de assistência médica por tipo de contrataçãodo plano, segundo época de contratação do plano (Brasil - 2000-2011) Época de contratação Total Coletivo Individual Não informado do plano Absoluto Relativo Absoluto Relativo Absoluto Relativo Absoluto Relativo Total dez/00 30.705.334 100,0 10.714.222 34,9 5.575.052 18,2 14.416.060 46,9 dez/01 31.132.361 100,0 13.098.358 42,1 6.438.769 20,7 11.595.234 37,2 dez/02 31.105.254 100,0 15.505.261 49,8 7.049.698 22,7 8.550.295 27,5 dez/03 31.771.197 100,0 18.990.807 59,8 7.750.850 24,4 5.029.540 15,8 dez/04 33.673.600 100,0 22.086.971 65,6 8.300.231 24,6 3.286.398 9,8 dez/05 35.010.992 100,0 23.539.121 67,2 8.594.633 24,5 2.877.238 8,2 dez/06 36.990.226 100,0 26.254.741 71,0 8.779.611 23,7 1.955.874 5,3 dez/07 38.776.431 100,0 27.971.213 72,1 8.931.888 23,0 1.873.330 4,8 dez/08 40.769.570 100,0 30.183.747 74,0 8.870.551 21,8 1.715.272 4,2 dez/09 42.126.540 100,0 31.431.047 74,6 9.044.402 21,5 1.651.091 3,9 dez/10 45.688.684 100,0 34.741.354 76,0 9.436.500 20,7 1.396.723 3,1 dez/11 47.611.636 100,0 36.751.504 77,2 9.736.272 20,4 1.123.860 2,4 Novos dez/00 9.190.021 100,0 6.288.471 68,4 2.901.550 31,6 - - dez/01 11.883.085 100,0 8.207.792 69,1 3.675.293 30,9 - - dez/02 14.104.901 100,0 9.917.983 70,3 4.186.918 29,7 - - dez/03 17.049.863 100,0 12.273.950 72,0 4.775.913 28,0 - - dez/04 20.474.952 100,0 15.004.240 73,3 5.470.712 26,7 - - dez/05 23.022.145 100,0 17.037.859 74,0 5.984.286 26,0 - - dez/06 25.627.967 100,0 19.252.370 75,1 6.375.597 24,9 - - dez/07 28.136.923 100,0 21.392.885 76,0 6.744.038 24,0 - - dez/08 30.873.627 100,0 23.975.729 77,7 6.897.898 22,3 - - dez/09 33.030.285 100,0 25.788.479 78,1 7.241.806 21,9 - - dez/10 37.127.434 100,0 29.267.883 78,8 7.859.551 21,2 - - dez/11 39.815.952 100,0 31.656.629 79,5 8.159.323 20,5 - - Antigos dez/00 21.515.313 100,0 4.425.751 21,4 2.673.502 12,0 14.416.060 67,0 dez/01 19.249.276 100,0 4.890.566 26,2 2.763.476 14,0 11.595.234 60,2 dez/02 17.000.353 100,0 5.587.278 33,8 2.862.780 16,1 8.550.295 50,3 dez/03 14.721.334 100,0 6.716.857 46,2 2.974.937 19,8 5.029.540 34,2 dez/04 13.198.648 100,0 7.082.731 54,1 2.829.519 21,4 3.286.398 24,9 dez/05 11.988.847 100,0 6.501.262 57,0 2.610.347 21,6 2.877.238 24,0 dez/06 11.362.259 100,0 7.002.371 58,7 2.404.014 21,0 1.955.874 17,2 dez/07 10.639.508 100,0 6.578.328 58,7 2.187.850 20,3 1.873.330 17,6 dez/08 9.895.943 100,0 6.208.018 62,7 1.972.653 19,9 1.715.272 17,3 dez/09 9.096.255 100,0 5.642.568 62,0 1.802.596 19,8 1.651.091 18,2 dez/10 8.561.250 100,0 5.473.471 63,9 1.691.056 19,8 1.396.723 16,3 dez/11 7.795.684 100,0 5.094.875 65,4 1.576.949 20,2 1.123.860 14,4Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Notas: 1. O termo “beneficiário” refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.2. Dados preliminares, sujeitos a revisão. Tabelas, gráficos e mapas 17
  • 18. Tabela 2 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por tipo de contratação do plano, segundo época de contratação do plano (Brasil - 2000-2011) Época de contratação Total Coletivo Individual Não informado do plano Absoluto Relativo Absoluto Relativo Absoluto Relativo Absoluto Relativo Total dez/00 2.761.608 100,0 1.478.346 53,5 338.121 12,2 945.141 34,2 dez/01 3.234.364 100,0 1.822.931 56,4 426.429 13,2 985.004 30,5 dez/02 3.788.701 100,0 2.345.302 61,9 533.889 14,1 909.510 24,0 dez/03 4.447.374 100,0 3.154.716 70,9 631.463 14,2 661.195 14,9 dez/04 5.456.603 100,0 4.170.369 76,4 788.908 14,5 497.326 9,1 dez/05 6.133.143 100,0 4.917.394 80,2 904.978 14,8 310.771 5,1 dez/06 7.269.274 100,0 6.004.228 82,6 1.019.631 14,0 245.415 3,4 dez/07 8.868.478 100,0 7.447.776 84,0 1.205.149 13,6 215.553 2,4 dez/08 10.391.639 100,0 8.779.216 84,5 1.438.048 13,8 174.375 1,7 dez/09 12.667.101 100,0 10.413.823 82,2 2.067.814 16,3 185.464 1,5 dez/10 14.642.659 100,0 12.081.643 82,5 2.403.223 16,4 157.793 1,1 dez/11 16.805.450 100,0 13.763.061 81,9 2.903.932 17,3 138.457 0,8 Novos dez/00 1.431.949 100,0 1.143.215 79,8 288.734 20,2 - - dez/01 1.819.296 100,0 1.446.250 79,5 373.046 20,5 - - dez/02 2.387.325 100,0 1.911.884 80,1 475.441 19,9 - - dez/03 3.184.433 100,0 2.637.890 82,8 546.543 17,2 - - dez/04 4.146.998 100,0 3.474.665 83,8 672.333 16,2 - - dez/05 5.061.342 100,0 4.265.264 84,3 796.078 15,7 - - dez/06 6.281.251 100,0 5.359.278 85,3 921.973 14,7 - - dez/07 7.863.687 100,0 6.768.904 86,1 1.094.783 13,9 - - dez/08 9.673.520 100,0 8.325.066 86,1 1.348.454 13,9 - - dez/09 12.099.285 100,0 10.111.477 83,6 1.987.808 16,4 - - dez/10 14.143.353 100,0 11.810.509 83,5 2.332.844 16,5 - - dez/11 16.302.627 100,0 13.468.237 82,6 2.834.390 17,4 - - Antigos dez/00 1.329.659 100,0 335.131 25,2 49.387 3,7 945.141 71,1 dez/01 1.415.068 100,0 376.681 26,6 53.383 3,8 985.004 69,6 dez/02 1.401.376 100,0 433.418 30,9 58.448 4,2 909.510 64,9 dez/03 1.262.941 100,0 516.826 40,9 84.920 6,7 661.195 52,4 dez/04 1.309.605 100,0 695.704 53,1 116.575 8,9 497.326 38,0 dez/05 1.071.801 100,0 652.130 60,8 108.900 10,2 310.771 29,0 dez/06 988.023 100,0 644.950 65,3 97.658 9,9 245.415 24,8 dez/07 1.004.791 100,0 678.872 67,6 110.366 11,0 215.553 21,5 dez/08 718.119 100,0 454.150 63,2 89.594 12,5 174.375 24,3 dez/09 567.816 100,0 302.346 53,2 80.006 14,1 185.464 32,7 dez/10 499.306 100,0 271.134 54,3 70.379 14,1 157.793 31,6 dez/11 502.823 100,0 294.824 58,6 69.542 13,8 138.457 27,5 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Notas: 1. O termo “beneficiário” refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. 2. Dados preliminares, sujeitos a revisão.18 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 19. Tabela 3 - Beneficiários de planos privados de assistência médica por época e tipode contrataçãodo plano, segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação (Brasil - dezembro/2011) Grandes Regiões Novos Antigose Unidades da Total Total Coletivo Individual Total Coletivo Individual Não InformadoFederaçãoBrasil 47.611.636 39.815.952 31.656.629 8.159.323 7.795.684 5.094.875 1.576.949 1.123.860Norte 1.716.801 1.470.048 1.079.954 390.094 246.753 170.470 23.942 52.341Rondônia 188.735 163.048 135.247 27.801 25.687 15.177 5.787 4.723Acre 43.227 31.263 22.217 9.046 11.964 9.310 1.257 1.397Amazonas 543.926 487.345 432.506 54.839 56.581 44.382 5.673 6.526Roraima 27.330 22.965 15.089 7.876 4.365 2.467 186 1.712Pará 756.855 635.874 384.543 251.331 120.981 82.705 8.334 29.942Amapá 70.544 58.175 32.918 25.257 12.369 7.170 1.989 3.210Tocantins 86.184 71.378 57.434 13.944 14.806 9.259 716 4.831Nordeste 6.117.514 4.961.540 3.433.116 1.528.424 1.155.974 689.099 290.921 175.954Maranhão 403.769 323.407 232.883 90.524 80.362 51.025 14.198 15.139Piauí 226.738 200.464 131.444 69.020 26.274 19.572 3.903 2.799Ceará 1.046.406 898.998 553.776 345.222 147.408 97.250 40.071 10.087Rio Grande do Norte 522.725 435.825 254.849 180.976 86.900 50.259 21.416 15.225Paraíba 368.225 234.242 146.321 87.921 133.983 95.180 30.567 8.236Pernambuco 1.420.122 1.184.229 818.572 365.657 235.893 118.617 68.923 48.353Alagoas 378.541 319.638 168.477 151.161 58.903 35.479 9.453 13.971Sergipe 278.919 225.693 154.741 70.952 53.226 38.485 10.747 3.994Bahia 1.472.069 1.139.044 972.053 166.991 333.025 183.232 91.643 58.150Sudeste 30.754.140 26.129.036 21.184.728 4.944.308 4.625.104 2.878.882 1.015.927 730.295Minas Gerais 5.126.012 4.125.837 3.437.539 688.298 1.000.175 689.177 139.973 171.025Espírito Santo 1.130.359 971.678 814.885 156.793 158.681 112.080 35.221 11.380Rio de Janeiro 6.032.586 4.826.927 3.698.349 1.128.578 1.205.659 817.185 227.475 160.999São Paulo 18.465.183 16.204.594 13.233.955 2.970.639 2.260.589 1.260.440 613.258 386.891Sul 6.555.225 5.233.475 4.247.700 985.775 1.321.750 1.018.221 198.898 104.631Paraná 2.485.583 2.070.466 1.511.363 559.103 415.117 284.173 109.956 20.988Santa Catarina 1.515.542 1.102.125 951.390 150.735 413.417 374.222 26.759 12.436Rio Grande do Sul 2.554.100 2.060.884 1.784.947 275.937 493.216 359.826 62.183 71.207Centro-Oeste 2.442.561 2.002.448 1.691.952 310.496 440.113 332.301 47.209 60.603Mato Grosso do Sul 428.419 350.429 301.281 49.148 77.990 52.347 16.767 8.876Mato Grosso 407.240 351.338 308.539 42.799 55.902 40.424 3.979 11.499Goiás 922.952 796.244 607.028 189.216 126.708 96.554 14.974 15.180Distrito Federal 683.950 504.437 475.104 29.333 179.513 142.976 11.489 25.048Exterior 26 18 1 17 8 3 5 -UF não Identificada 25.369 19.387 19.178 209 5.982 5.899 47 36Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. Tabelas, gráficos e mapas 19
  • 20. Tabela 4 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por épocae tipo de contratação do plano, segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação(Brasil - dezembro/2011) Grandes Regiões Novos Antigos e Unidades da Total Não Total Coletivo Individual Total Coletivo Individual Federação Informado Brasil 16.805.450 16.302.627 13.468.237 2.834.390 502.823 294.824 69.542 138.457 Norte 631.856 617.356 440.133 177.223 14.500 10.252 599 3.649 Rondônia 44.920 40.661 34.947 5.714 4.259 344 528 3.387 Acre 8.176 8.015 4.015 4.000 161 160 1 - Amazonas 299.097 297.795 242.922 54.873 1.302 1.249 1 52 Roraima 1.989 1.889 1.610 279 100 100 - - Pará 225.899 217.752 122.771 94.981 8.147 7.878 67 202 Amapá 25.196 25.019 13.044 11.975 177 168 1 8 Tocantins 26.579 26.225 20.824 5.401 354 353 1 - Nordeste 2.883.252 2.766.679 1.847.363 919.316 116.573 36.976 38.242 41.355 Maranhão 117.894 115.085 67.927 47.158 2.809 1.035 78 1.696 Piauí 32.109 31.502 15.144 16.358 607 485 115 7 Ceará 536.066 522.715 247.349 275.366 13.351 4.905 229 8.217 Rio Grande do Norte 160.547 142.053 76.794 65.259 18.494 4.067 3.200 11.227 Paraíba 156.187 153.930 71.337 82.593 2.257 778 1.248 231 Pernambuco 382.234 362.643 297.566 65.077 19.591 12.653 2.090 4.848 Alagoas 269.374 248.202 122.384 125.818 21.172 423 19.906 843 Sergipe 170.238 156.028 106.939 49.089 14.210 4.173 9.458 579 Bahia 1.058.603 1.034.521 841.923 192.598 24.082 8.457 1.918 13.707 Sudeste 10.481.663 10.167.760 8.718.137 1.449.623 313.903 208.350 23.106 82.447 Minas Gerais 1.185.050 1.170.415 1.061.322 109.093 14.635 11.635 1.979 1.021 Espírito Santo 277.901 273.851 236.836 37.015 4.050 2.982 15 1.053 Rio de Janeiro 2.265.880 2.226.589 1.746.890 479.699 39.291 33.463 2.141 3.687 São Paulo 6.752.832 6.496.905 5.673.089 823.816 255.927 160.270 18.971 76.686 Sul 1.517.662 1.468.790 1.296.211 172.579 48.872 33.527 6.404 8.941 Paraná 802.760 795.315 700.820 94.495 7.445 6.474 526 445 Santa Catarina 286.319 278.580 254.019 24.561 7.739 2.593 5.065 81 Rio Grande do Sul 428.583 394.895 341.372 53.523 33.688 24.460 813 8.415 Centro-Oeste 1.290.979 1.282.012 1.166.363 115.649 8.967 5.711 1.191 2.065 Mato Grosso do Sul 60.337 59.368 50.636 8.732 969 958 2 9 Mato Grosso 122.424 121.209 87.848 33.361 1.215 989 219 7 Goiás 349.932 346.897 313.782 33.115 3.035 1.917 767 351 Distrito Federal 758.286 754.538 714.097 40.441 3.748 1.847 203 1.698 Exterior - - - - - - - - UF não Identificada 38 30 30 - 8 8 - -Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.20 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 21. Tabela 5 - Taxa de cobertura por cobertura assistencial do plano e localização, segundoGrandes Regiões e Unidades da Federação(Brasil - dezembro/2011) Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamente odontológico Grandes Regiões Região Região e Unidades da Unidade da Unidade da Capital Metropolitana Interior Capital Metropolitana Interior Federação Federação Federação da Capital da Capital Brasil 25,0 44,0 38,5 19,0 8,8 18,5 15,6 5,8 Norte 10,8 24,3 23,2 4,9 4,0 10,1 10,5 1,3 Rondônia 12,1 23,8 - 7,6 2,9 5,7 - 1,8 Acre 5,9 11,8 - 0,9 1,1 2,0 - 0,3 Amazonas 15,6 28,7 24,8 1,6 8,6 16,2 13,9 0,4 Roraima 6,1 9,3 - 0,5 0,4 0,6 - 0,2 Pará 10,0 28,2 23,9 5,9 3,0 9,3 8,4 1,6 Amapá 10,5 14,5 13,2 4,8 3,8 5,0 4,8 1,9 Tocantins 6,2 19,9 - 3,5 1,9 7,0 - 0,9 Nordeste 11,5 31,5 26,0 6,0 5,4 16,0 12,7 2,5 Maranhão 6,1 27,0 20,3 2,3 1,8 7,6 5,8 0,7 Piauí 7,3 21,3 17,8 2,3 1,0 3,4 2,8 0,2 Ceará 12,4 33,0 26,3 3,9 6,3 18,2 14,0 1,5 Rio Grande do Norte 16,5 40,0 29,4 8,5 5,1 12,9 9,2 2,4 Paraíba 9,8 27,5 20,2 5,6 4,1 14,4 11,1 1,7 Pernambuco 16,1 42,5 30,6 10,6 4,3 13,0 8,9 2,5 Alagoas 12,1 27,0 23,3 5,8 8,6 16,5 14,2 5,3 Sergipe 13,5 36,1 27,2 4,9 8,2 22,4 17,0 2,8 Bahia 10,5 27,9 26,6 6,4 7,6 22,8 21,4 4,0 Sudeste 38,3 58,8 49,0 31,3 13,0 21,7 18,2 10,1 Minas Gerais 26,2 56,8 44,1 21,9 6,0 16,9 13,0 4,6 Espírito Santo 32,2 75,5 48,0 27,7 7,9 19,2 11,5 6,7 Rio de Janeiro 37,7 55,6 42,2 26,0 14,2 20,2 15,8 10,2 São Paulo 44,8 60,5 54,2 38,8 16,4 23,6 21,5 13,6 Sul 23,9 51,1 37,7 19,9 5,5 19,4 12,4 3,5 Paraná 23,8 52,1 39,5 18,1 7,7 27,3 19,4 3,7 Santa Catarina 24,3 49,0 36,8 22,5 4,6 12,9 9,3 4,0 Rio Grande do Sul 23,9 50,4 36,4 19,9 4,0 11,5 7,4 2,9 Centro-Oeste 17,4 27,3 23,2 11,5 9,2 19,2 16,5 3,3 Mato Grosso do Sul 17,5 25,6 - 13,7 2,5 3,7 - 1,9 Mato Grosso 13,4 30,4 25,6 9,7 4,0 11,1 10,1 2,5 Goiás 15,4 28,4 19,9 11,8 5,8 11,5 7,5 4,3 Distrito Federal 26,6 26,6 26,6 - 29,5 29,5 29,5 -Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e População - IBGE/DATASUS/2010 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - março/2012 Tabelas, gráficos e mapas 21
  • 22. Mapa 1 - Taxa de cobertura dos planos privados de assistência médicapor Unidades da Federação (Brasil - dezembro/2011)Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e População - IBGE/DATASUS/2010Mapa 2 - Taxa de cobertura de planos privados exclusivamente odontológicospor Unidades da Federação (Brasil - dezembro/2011)Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e População - IBGE/DATASUS/201022 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 23. Mapa 3 - Taxa de cobertura dos planos privados de assistência médica por municípios(Brasil - dezembro/2011) Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e População - IBGE/DATASUS/2010 Mapa 4 - Taxa de cobertura dos planos privados exclusivamente odontológicos por municípios(Brasil - dezembro/2011)Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e População - IBGE/DATASUS/2010 Tabelas, gráficos e mapas 23
  • 24. Tabela 6 - Beneficiários de planos privados de assistência médica, por época de contratação doplano e sexo, segundo tipo de contratação do plano e faixas etárias (Brasil - dezembro/2011) Tipo de contratação Total Novos Antigos do plano e faixas Total Feminino Masculino Total Feminino Masculino Total Feminino Masculino etárias Total (1) 47.611.636 25.113.265 22.498.371 39.815.952 20.892.056 18.923.896 7.795.684 4.221.209 3.574.475 0 a 9 anos 6.372.303 3.124.389 3.247.914 5.730.270 2.808.096 2.922.174 642.033 316.293 325.740 10 a 19 anos 5.905.768 2.948.882 2.956.886 4.944.666 2.474.002 2.470.664 961.102 474.880 486.222 20 a 29 anos 9.244.255 4.821.889 4.422.366 8.098.743 4.249.163 3.849.580 1.145.512 572.726 572.786 30 a 39 anos 9.150.172 4.838.786 4.311.386 8.038.875 4.253.637 3.785.238 1.111.297 585.149 526.148 40 a 49 anos 6.738.946 3.550.055 3.188.891 5.626.846 2.936.207 2.690.639 1.112.100 613.848 498.252 50 a 59 anos 4.932.076 2.669.151 2.262.925 3.827.781 2.055.692 1.772.089 1.104.295 613.459 490.836 60 a 69 anos 2.765.770 1.582.690 1.183.080 1.928.921 1.089.410 839.511 836.849 493.280 343.569 70 a 79 anos 1.599.111 977.791 621.320 1.040.142 638.377 401.765 558.969 339.414 219.555 80 anos e mais 896.823 596.438 300.385 576.567 385.927 190.640 320.256 210.511 109.745 Coletivo (1) 36.751.504 18.654.054 18.097.450 31.656.629 16.004.223 15.652.406 5.094.875 2.649.831 2.445.044 0 a 9 anos 4.564.482 2.240.808 2.323.674 4.039.128 1.982.511 2.056.617 525.354 258.297 267.057 10 a 19 anos 4.588.774 2.275.535 2.313.239 3.922.544 1.946.788 1.975.756 666.230 328.747 337.483 20 a 29 anos 7.694.627 3.859.120 3.835.507 6.863.062 3.447.706 3.415.356 831.565 411.414 420.151 30 a 39 anos 7.594.967 3.855.272 3.739.695 6.767.423 3.427.761 3.339.662 827.544 427.511 400.033 40 a 49 anos 5.414.750 2.725.908 2.688.842 4.665.468 2.331.751 2.333.717 749.282 394.157 355.125 50 a 59 anos 3.694.063 1.889.182 1.804.881 3.018.803 1.534.400 1.484.403 675.260 354.782 320.478 60 a 69 anos 1.787.153 959.423 827.730 1.378.489 734.526 643.963 408.664 224.897 183.767 70 a 79 anos 915.147 531.118 384.029 659.153 381.625 277.528 255.994 149.493 106.501 80 anos e mais 491.945 314.866 177.079 339.716 215.730 123.986 152.229 99.136 53.093 Individual (1) 9.736.272 5.842.573 3.893.699 8.159.323 4.887.833 3.271.490 1.576.949 954.740 622.209 0 a 9 anos 1.735.305 847.710 887.595 1.691.142 825.585 865.557 44.163 22.125 22.038 10 a 19 anos 1.157.579 594.700 562.879 1.022.122 527.214 494.908 135.457 67.486 67.971 20 a 29 anos 1.381.129 875.965 505.164 1.235.681 801.457 434.224 145.448 74.508 70.940 30 a 39 anos 1.402.504 900.745 501.759 1.271.452 825.876 445.576 131.052 74.869 56.183 40 a 49 anos 1.163.422 733.257 430.165 961.378 604.456 356.922 202.044 128.801 73.243 50 a 59 anos 1.079.861 690.781 389.080 808.978 521.292 287.686 270.883 169.489 101.394 60 a 69 anos 859.276 552.204 307.072 550.432 354.884 195.548 308.844 197.320 111.524 70 a 79 anos 603.042 397.937 205.105 380.989 256.752 124.237 222.053 141.185 80.868 80 anos e mais 353.690 249.071 104.619 236.851 170.197 66.654 116.839 78.874 37.965 Não informado (1) 1.123.860 616.638 507.222 - - - 1.123.860 616.638 507.222 0 a 9 anos 72.516 35.871 36.645 - - - 72.516 35.871 36.645 10 a 19 anos 159.415 78.647 80.768 - - - 159.415 78.647 80.768 20 a 29 anos 168.499 86.804 81.695 - - - 168.499 86.804 81.695 30 a 39 anos 152.701 82.769 69.932 - - - 152.701 82.769 69.932 40 a 49 anos 160.774 90.890 69.884 - - - 160.774 90.890 69.884 50 a 59 anos 158.152 89.188 68.964 - - - 158.152 89.188 68.964 60 a 69 anos 119.341 71.063 48.278 - - - 119.341 71.063 48.278 70 a 79 anos 80.922 48.736 32.186 - - - 80.922 48.736 32.186 80 anos e mais 51.188 32.501 18.687 - - - 51.188 32.501 18.687Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011Notas: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. (1) Inclui beneficiários com idades inconsistentes24 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 25. Gráfico 1 - Pirâmide etária da população, por sexo (Brasil - 2010) Feminino Masculino 80 anos ou mais 1,2 1,9 70 a 79 anos 3,0 3,6 60 a 69 anos 5,6 6,3 50 a 59 anos 9,4 94 9,9 99 40 a 49 anos 12,9 13,2 30 a 39 anos 15,5 15,6 20 a 29 anos 18,3 17,7 10 a 19 anos 18,5 17,3 0 a 9 anos (%) 15,7 14,5 (%) 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Fonte: População - IBGE/DATASUS/2010 Gráfico 2 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privados de assistência médica,por sexo (Brasil - dezembro/2011) Feminino Masculino 80 anos ou mais 1,3 2,4 70 a 79 anos 2,8 3,9 60 a 69 anos 5,3 6,3 50 a 59 anos 10,1 10,6 40 a 49 anos 14,2 14,1 30 a 39 anos 19,2 19 2 19,3 19 3 20 a 29 anos 19,7 19,2 10 a 19 anos 13,1 11,7 0 a 9 anos (%) 14,4 12,4 (%) 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Tabelas, gráficos e mapas 25
  • 26. Gráfico 3 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privados individuais de assistênciamédica, por época de contratação do plano (Brasil - dezembro/2011) Antigo Novo 80 anos ou mais 2,9 7,4 70 a 79 anos 4,7 14,1 60 a 69 anos 6,7 19,6 50 a 59 anos 9,9 17,2 40 a 49 anos 11,8 12,8 30 a 39 anos 15,6 8,3 20 a 29 anos 15,1 9,2 10 a 19 anos 12,5 8,6 0 a 9 anos 20,7 20 7 2,8 28 (%) 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011Gráfico 4 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos privadoscoletivos de assistência médica, por época de contratação do plano (Brasil - dezembro/2011) Antigo Novo 80 anos ou mais 1,1 3,0 70 a 79 anos 2,1 5,0 60 a 69 anos 4,4 8,0 50 a 59 anos 9,5 13,3 40 a 49 anos 14,7 14,7 30 a 39 anos 21,4 16,2 20 a 29 anos 21,7 16,3 10 a 19 anos 12,4 13,1 0 a 9 anos (%) 12,8 10,3 (%) 25,0 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 5,0 10,0 15,0 20,0 25,0 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/201126 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 27. Gráfico 5 - Pirâmide etária dos beneficiários de planos de assistência médica, por tipo decontratação (Brasil - dezembro/2011) Individual - Mulheres Individual - Homens Coletivo - Mulheres Coletivo - Homens 80 anos e mais 1,1 0,5 0,9 2,6 70 a 79 anos 2,1 1,0 1,4 4,1 60 a 69 anos 3,2 2,3 2,6 5,7 50 a 59 anos 4,0 4,9 5,1 7,1 40 a 49 anos 4,4 7,3 7,4 7,5 30 a 39 anos 5,2 10,2 10,5 9,3 20 a 29 anos 5,2 10,4 10,5 9,0 10 a 19 anos 5,8 6,3 6,2 6,1 0 a 9 anos 9,1 6,3 6,1 8,7 (%) (%) 12,0 10,0 8,0 6,0 4,0 2,0 0,0 2,0 4,0 6,0 8,0 10,0 12,0 Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Tabelas, gráficos e mapas 27
  • 28. Tabela 7 - Beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicos por épocade contratação do plano e sexo, segundo tipo de contratação do plano e faixas etárias(Brasil - dezembro/2011) Tipo de contratação Total Novos Antigos do plano e faixas Total Feminino Masculino Total Feminino Masculino Total Feminino Masculino etárias Total (1) 47.611.636 25.113.265 22.498.371 39.815.952 20.892.056 18.923.896 7.795.684 4.221.209 3.574.475 0 a 9 anos 6.372.303 3.124.389 3.247.914 5.730.270 2.808.096 2.922.174 642.033 316.293 325.740 10 a 19 anos 5.905.768 2.948.882 2.956.886 4.944.666 2.474.002 2.470.664 961.102 474.880 486.222 20 a 29 anos 9.244.255 4.821.889 4.422.366 8.098.743 4.249.163 3.849.580 1.145.512 572.726 572.786 30 a 39 anos 9.150.172 4.838.786 4.311.386 8.038.875 4.253.637 3.785.238 1.111.297 585.149 526.148 40 a 49 anos 6.738.946 3.550.055 3.188.891 5.626.846 2.936.207 2.690.639 1.112.100 613.848 498.252 50 a 59 anos 4.932.076 2.669.151 2.262.925 3.827.781 2.055.692 1.772.089 1.104.295 613.459 490.836 60 a 69 anos 2.765.770 1.582.690 1.183.080 1.928.921 1.089.410 839.511 836.849 493.280 343.569 70 a 79 anos 1.599.111 977.791 621.320 1.040.142 638.377 401.765 558.969 339.414 219.555 80 anos e mais 896.823 596.438 300.385 576.567 385.927 190.640 320.256 210.511 109.745 Coletivo (1) 36.751.504 18.654.054 18.097.450 31.656.629 16.004.223 15.652.406 5.094.875 2.649.831 2.445.044 0 a 9 anos 4.564.482 2.240.808 2.323.674 4.039.128 1.982.511 2.056.617 525.354 258.297 267.057 10 a 19 anos 4.588.774 2.275.535 2.313.239 3.922.544 1.946.788 1.975.756 666.230 328.747 337.483 20 a 29 anos 7.694.627 3.859.120 3.835.507 6.863.062 3.447.706 3.415.356 831.565 411.414 420.151 30 a 39 anos 7.594.967 3.855.272 3.739.695 6.767.423 3.427.761 3.339.662 827.544 427.511 400.033 40 a 49 anos 5.414.750 2.725.908 2.688.842 4.665.468 2.331.751 2.333.717 749.282 394.157 355.125 50 a 59 anos 3.694.063 1.889.182 1.804.881 3.018.803 1.534.400 1.484.403 675.260 354.782 320.478 60 a 69 anos 1.787.153 959.423 827.730 1.378.489 734.526 643.963 408.664 224.897 183.767 70 a 79 anos 915.147 531.118 384.029 659.153 381.625 277.528 255.994 149.493 106.501 80 anos e mais 491.945 314.866 177.079 339.716 215.730 123.986 152.229 99.136 53.093 Individual (1) 9.736.272 5.842.573 3.893.699 8.159.323 4.887.833 3.271.490 1.576.949 954.740 622.209 0 a 9 anos 1.735.305 847.710 887.595 1.691.142 825.585 865.557 44.163 22.125 22.038 10 a 19 anos 1.157.579 594.700 562.879 1.022.122 527.214 494.908 135.457 67.486 67.971 20 a 29 anos 1.381.129 875.965 505.164 1.235.681 801.457 434.224 145.448 74.508 70.940 30 a 39 anos 1.402.504 900.745 501.759 1.271.452 825.876 445.576 131.052 74.869 56.183 40 a 49 anos 1.163.422 733.257 430.165 961.378 604.456 356.922 202.044 128.801 73.243 50 a 59 anos 1.079.861 690.781 389.080 808.978 521.292 287.686 270.883 169.489 101.394 60 a 69 anos 859.276 552.204 307.072 550.432 354.884 195.548 308.844 197.320 111.524 70 a 79 anos 603.042 397.937 205.105 380.989 256.752 124.237 222.053 141.185 80.868 80 anos e mais 353.690 249.071 104.619 236.851 170.197 66.654 116.839 78.874 37.965 Não informado (1) 1.123.860 616.638 507.222 - - - 1.123.860 616.638 507.222 0 a 9 anos 72.516 35.871 36.645 - - - 72.516 35.871 36.645 10 a 19 anos 159.415 78.647 80.768 - - - 159.415 78.647 80.768 20 a 29 anos 168.499 86.804 81.695 - - - 168.499 86.804 81.695 30 a 39 anos 152.701 82.769 69.932 - - - 152.701 82.769 69.932 40 a 49 anos 160.774 90.890 69.884 - - - 160.774 90.890 69.884 50 a 59 anos 158.152 89.188 68.964 - - - 158.152 89.188 68.964 60 a 69 anos 119.341 71.063 48.278 - - - 119.341 71.063 48.278 70 a 79 anos 80.922 48.736 32.186 - - - 80.922 48.736 32.186 80 anos e mais 51.188 32.501 18.687 - - - 51.188 32.501 18.687Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 - Notas: 1. O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. (1) Inclui beneficiários com idades inconsistentes28 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 29. Tabela 8 - Beneficiários de planos privados de saúde por cobertura e segmentação assistencialdo plano, segundo época de contratação do plano (Brasil 2000-2011)Época de Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamentecontratação do Hospitalar (1) Total Ambulatorial Hospitalar (1) Referência Não informado odontológicoplano e ambulatorialTotaldez/00 30.705.334 875.862 661.935 13.198.528 1.652.820 14.316.189 2.761.608dez/01 31.132.361 1.008.484 713.448 15.583.586 2.364.503 11.462.340 3.234.364dez/02 31.105.254 1.193.804 673.331 17.975.655 2.921.158 8.341.306 3.788.701dez/03 31.771.197 1.408.793 740.228 21.272.884 3.449.371 4.899.921 4.447.374dez/04 33.673.600 1.718.974 808.427 23.958.652 3.971.023 3.216.524 5.456.603dez/05 35.010.992 1.824.281 760.267 25.059.303 4.535.851 2.831.290 6.133.143dez/06 36.990.226 1.929.167 743.819 27.435.652 4.958.491 1.923.097 7.269.274dez/07 38.776.431 2.051.541 736.582 28.906.222 5.256.585 1.825.501 8.868.478dez/08 40.769.570 2.039.736 743.070 30.783.188 5.550.129 1.653.447 10.391.639dez/09 42.126.540 2.093.262 714.125 32.077.729 5.624.437 1.616.987 12.667.101dez/10 45.195.038 2.156.408 680.462 34.975.292 6.011.398 1.371.478 14.646.176dez/11 47.611.636 2.197.226 752.211 37.500.095 6.062.546 1.099.558 16.805.450Novosdez/00 9.190.021 344.904 225.549 6.966.748 1.652.820 - 1.431.949dez/01 11.883.085 439.281 266.355 8.812.946 2.364.503 - 1.819.296dez/02 14.104.901 539.451 214.682 10.429.610 2.921.158 - 2.387.325dez/03 17.049.863 680.290 259.064 12.661.138 3.449.371 - 3.184.433dez/04 20.474.952 883.068 331.189 15.289.672 3.971.023 - 4.146.998dez/05 23.022.145 997.367 284.626 17.204.301 4.535.851 - 5.061.342dez/06 25.627.967 1.105.214 291.134 19.273.128 4.958.491 - 6.281.251dez/07 28.136.923 1.238.432 317.354 21.324.552 5.256.585 - 7.863.687dez/08 30.873.627 1.310.920 319.990 23.692.588 5.550.129 - 9.673.520dez/09 33.030.285 1.467.906 318.633 25.619.309 5.624.437 - 12.099.285dez/10 37.127.434 1.591.169 340.727 29.184.140 6.011.398 - 14.143.353dez/11 39.815.952 1.631.987 412.476 31.708.943 6.062.546 - 16.302.627Antigosdez/00 21.515.313 530.958 436.386 6.231.780 - 14.316.189 1.329.659dez/01 19.249.276 569.203 447.093 6.770.640 - 11.462.340 1.415.068dez/02 17.000.353 654.353 458.649 7.546.045 - 8.341.306 1.401.376dez/03 14.721.334 728.503 481.164 8.611.746 - 4.899.921 1.262.941dez/04 13.198.648 835.906 477.238 8.668.980 - 3.216.524 1.309.605dez/05 11.988.847 826.914 475.641 7.855.002 - 2.831.290 1.071.801dez/06 11.362.259 823.953 452.685 8.162.524 - 1.923.097 988.023dez/07 10.639.508 813.109 419.228 7.581.670 - 1.825.501 1.004.791dez/08 9.895.943 728.816 423.080 7.090.600 - 1.653.447 718.119dez/09 9.096.255 625.356 395.492 6.458.420 - 1.616.987 567.816dez/10 8.561.250 602.250 357.387 6.230.135 - 1.371.478 499.306dez/11 7.795.684 565.239 339.735 5.791.152 - 1.099.558 502.823Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Notas: 1. O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. 2. Dados preliminares, sujeitos a revisão. (1) Inclui planos hospitalares com ou sem obstetrícia Tabelas, gráficos e mapas 29
  • 30. Tabela 9 - Beneficiários de planos privados de saúde, por cobertura e segmentação assistencialdo plano, segundo época e tipo de contratação do plano (Brasil - dezembro/2011) Assistência médica com ou sem odontologia Época e tipo de Exclusivamente Hospitalar (1) contratação do plano Total Ambulatorial Hospitalar (1) Referência Não informado odontológico e ambulatorial Total 47.611.636 2.197.226 752.211 37.500.095 6.062.546 1.099.558 16.805.450 Coletivo empresarial 29.781.505 1.178.368 283.943 23.766.806 4.550.755 1.633 10.850.127 Coletivo por adesão 6.932.439 530.877 140.425 5.739.975 519.550 1.612 2.683.181 Coletivo não identificado 37.560 7.777 87 28.690 1.006 - 229.753 Individual 9.736.272 477.741 327.660 7.936.233 991.235 3.403 2.903.932 Não informado 1.123.860 2.463 96 28.391 - 1.092.910 138.457 Novos 39.815.952 1.631.987 412.476 31.708.943 6.062.546 - 16.302.627 Coletivo empresarial 26.583.815 1.022.616 239.703 20.770.741 4.550.755 - 10.687.395 Coletivo por adesão 5.035.254 184.566 75.653 4.255.485 519.550 - 2.551.089 Coletivo não identificado 37.560 7.777 87 28.690 1.006 - 229.753 Individual 8.159.323 417.028 97.033 6.654.027 991.235 - 2.834.390 Antigos 7.795.684 565.239 339.735 5.791.152 - 1.099.558 502.823 Coletivo empresarial 3.197.690 155.752 44.240 2.996.065 - 1.633 162.732 Coletivo por adesão 1.897.185 346.311 64.772 1.484.490 - 1.612 132.092 Individual 1.576.949 60.713 230.627 1.282.206 - 3.403 69.542 Não informado 1.123.860 2.463 96 28.391 - 1.092.910 138.457Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.(1) Inclui planos hospitalares com ou sem obstetrícia.Gráfico 6 - Distribuição percentual dos beneficiários de planos privados de assistência médicapor segmentação assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011) Referência Hospitalar e 12,7% ambulatorial 78,8% 78 8% Não informado Nã i f d 2,3% Ambulatorial 4,6% Hospitalar 1,6%Fonte: SIB/ANS/MS - 12/201130 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 31. Tabela 10 - Beneficiários de planos privados de assistência médica, por tipo de contrataçãodo plano, segundo época de contratação e abrangência geográfica do plano(Brasil - dezembro/2011) Época de contratação e Coletivo abrangência geográfica Total Não Individual Não Informado Total Empresarial Por adesão do plano identificado Total 47.611.636 36.751.504 29.781.505 6.932.439 37.560 9.736.272 1.123.860 Nacional 17.835.062 15.712.884 13.296.574 2.409.799 6.511 2.111.051 11.127 Grupo de estados 2.854.014 1.949.379 1.566.762 382.290 327 903.915 720 Estadual 3.521.194 2.900.957 2.154.937 732.548 13.472 618.956 1.281 Grupo de municípios 20.198.676 14.966.741 11.829.415 3.125.225 12.101 5.218.965 12.970 Municipal 2.100.092 1.219.312 932.479 281.684 5.149 876.819 3.961 Outras 3.788 795 20 775 - 2.993 - Não identificado 1.098.810 1.436 1.318 118 - 3.573 1.093.801 Novos 39.815.952 31.656.629 26.583.815 5.035.254 37.560 8.159.323 - Nacional 13.943.242 12.676.869 11.015.813 1.654.545 6.511 1.266.373 - Grupo de estados 2.413.791 1.569.772 1.463.295 106.150 327 844.019 - Estadual 3.188.782 2.637.179 2.025.896 597.811 13.472 551.603 - Grupo de municípios 18.535.497 13.780.067 11.248.115 2.519.851 12.101 4.755.430 - Municipal 1.734.560 992.702 830.676 156.877 5.149 741.858 - Outras 80 40 20 20 - 40 - Antigos 7.795.684 5.094.875 3.197.690 1.897.185 - 1.576.949 1.123.860 Nacional 3.891.820 3.036.015 2.280.761 755.254 - 844.678 11.127 Grupo de estados 440.223 379.607 103.467 276.140 - 59.896 720 Estadual 332.412 263.778 129.041 134.737 - 67.353 1.281 Grupo de municípios 1.663.179 1.186.674 581.300 605.374 - 463.535 12.970 Municipal 365.532 226.610 101.803 124.807 - 134.961 3.961 Outras 3.708 755 - 755 - 2.953 - Não identificado 1.098.810 1.436 1.318 118 - 3.573 1.093.801Fonte: SIB/ANS/MS - 12/2011 Tabelas, gráficos e mapas 31
  • 32. Tabela 11 - Distribuição dos beneficiários de planos privados de saúde entre as operadoras,segundo cobertura assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011) Percentual acumulado de Cobertura assistencial do plano Operadoras Percentual acumulado de operadoras beneficiários Assistência médica com ou sem odontologia 5.281.679 11,1% 2 0,2% 10.162.128 21,3% 5 0,5% 15.201.445 31,9% 10 1,0% 19.320.635 40,6% 17 1,7% 23.978.307 50,4% 32 3,2% 28.593.707 60,1% 59 5,8% 33.336.813 70,0% 105 10,4% 38.101.522 80,0% 183 18,0% 42.843.009 90,0% 331 32,6% 47.611.636 100,0% 1.014 100,0% Exclusivamente odontológico 5.174.973 30,8% 1 0,2% 6.216.945 37,0% 2 0,4% 6.989.246 41,6% 3 0,6% 9.178.115 54,6% 7 1,4% 10.125.033 60,2% 10 2,0% 11.768.925 70,0% 18 3,7% 13.481.940 80,2% 36 7,3% 15.120.921 90,0% 84 17,0% 16.805.450 100,0% 493 100,0%Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e CADOP/ANS/MS - 12/2011Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo.32 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 33. Gráfico 7 - Distribuição dos beneficiários de planos privados de assistência médica entre asoperadoras, segundo cobertura assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011) 1.014 100,0% 47.611.636 90,0% 331 42.843.009 183 38.101.522 80,0% Percentual de beneficiários 105 33.336.813 70,0% 59 28.593.707 60,1% 50,4% 32 23.978.307 40,6% 17 19.320.635 31,9% 31 9% 10 15.201.445 15 201 445 21,3% 5 10.162.128 2 5.281.679 11,1% 0 200 400 600 800 1.000 1.200 Número de operadoras Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e CADOP/ANS/MS - 12/2011 Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. Curva A: 183 operadoras (18,0% do total) detêm 80,0% dos beneficiários. Curva B: 331 operadoras (32,6% do total) detêm 90,0% dos beneficiários. Curva C: 1.014 operadoras (100,0% do total) detêm 100,0% dos beneficiários. Gráfico 8 - Distribuição dos beneficiários de planos privados exclusivamente odontológicosentre as operadoras, segundo cobertura assistencial do plano (Brasil - dezembro/2011) 100,0% 493 84 90,0% 16.805.450 15.120.921 36 80,2% 13.481.940 Percentual de beneficiários 18 11.768.925 70,0% 10 10.125.033 60,2% 7 9.178.115 54,6% 41,6% 3 6.989.246 2 6.216.945 37,0% 5.174.973 30,8% 1 0 50 100 150 200 250 300 350 400 450 500 Número de operadoras Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e CADOP/ANS/MS - 12/2011 Nota: O termo "beneficiário" refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo. Curva A: 36 operadoras (7,3% do total) detêm 80,2% dos beneficiários. Curva B: 84 operadoras (17,0% do total) detêm 90,0% dos beneficiários. Curva C: 493 operadoras (100,0% do total) detêm 100,0% dos beneficiários. Tabelas, gráficos e mapas 33
  • 34. Tabela 12 - Evolução do registro de operadoras de planos privados de saúde (Brasil - dezembro/1999-dezembro/2011) Registros Registros Operadoras em atividade Operadoras com beneficiários Ano novos cancelados Médico- Exclusivamente Médico- Exclusivamente Total Total (1) (1) hospitalares odontológicas hospitalares odontológicas Até dez/99 2.825 186 2.639 1.968 671 1.235 957 278 dez/00 235 151 2.723 2.003 720 1.320 1.009 311 dez/01 143 157 2.709 1.990 719 1.381 1.050 331 dez/02 17 319 2.407 1.747 660 1.397 1.063 334 dez/03 35 169 2.273 1.646 627 1.418 1.072 346 dez/04 32 127 2.178 1.576 602 1.434 1.080 354 dez/05 30 117 2.091 1.524 567 1.352 1.028 324 dez/06 52 76 2.067 1.488 579 1.318 995 323 dez/07 62 199 1.930 1.377 553 1.336 1.007 329 dez/08 31 199 1.762 1.269 493 1.361 1.015 346 dez/09 34 101 1.695 1.216 479 1.375 1.016 359 dez/10 65 142 1.618 1.183 435 1.388 1.025 363 dez/11 56 66 1.608 1.180 428 1.386 1.016 370Fontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/2011(1) Registros novos e cancelados no ano.Gráfico 9 - Operadoras de planos privados de saúde em atividade(Brasil - dezembro/1999-dezembro/2011)2.400 1.968 2.003 1.9902.000 1.747 1.646 1.576 1.524 1.4881.600 1.377 1.269 1 269 1.216 1.183 1.1801.200 1.050 1.063 1.072 1.080 1.009 1.028 995 1.007 957 720 719 1.015 1.016 1.025 1.016 800 671 660 627 602 567 579 553 493 479 435 428 400 331 334 346 354 324 323 329 346 359 363 370 278 311 0 dez/99 dez/00 dez/01 dez/02 dez/03 dez/04 dez/05 dez/06 dez/07 dez/08 dez/09 dez/10 dez/11 Médico-hospitalares Exclusivamente odontológicas Médico-hospitalares com beneficiários Exclusivamente odontológicas com beneficiáriosFontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/201134 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 35. Mapa 5 - Operadoras com beneficiários, por Unidade da Federação de residênciado beneficiário (Brasil - dezembro/2011) Fontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/2011 Nota: Uma operadora pode possuir beneficiários em mais de uma UF, portanto o total de operadoras ativas não corresponde à soma do número de operadoras em cada UF.Mapa 6 - Operadoras em atividade por Unidade da Federação da sede (Brasil - dezembro/2011) Fontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/2011 Tabelas, gráficos e mapas 35
  • 36. Tabela 13 - Operadoras em atividade por porte, segundo modalidade (Brasil - dezembro/2011) Pequeno porte Médio porte Grande porte Modalidade da operadora Total Sem beneficiários (Até 20.000) (20.000 a 100.000) (Acima de 100.000) Total 1.608 222 973 313 100 Administradora de benefícios 78 78 - - - Autogestão 232 28 163 31 10 Cooperativa médica 331 7 166 122 36 Cooperativa odontológica 125 5 94 21 5 Filantropia 94 3 67 22 2 Medicina de grupo 432 48 266 92 26 Odontologia de grupo 303 53 215 22 13 Seguradora especializada em saúde 13 - 2 3 8Fontes: CADOP/ANS/MS - 12/2011 e SIB/ANS/MS - 12/2011Tabela 14 - Receita de contraprestações e despesas das operadoras de planos privadosde saúde, segundo porte da operadora (Brasil - 2011) Despesa Despesa Taxa de Receita média Receita Beneficiários Porte da operadora assistencial administrativa sinistralidade mensal (R$) (1) (R$) (R$) (%) (R$) Total 83.375.236.985 68.066.028.075 12.753.457.340 64.417.086 81,6 107,86 Operadoras médico-hospitalares 81.384.335.930 67.091.790.526 12.192.355.097 50.338.822 82,4 134,73 Pequeno porte (até 20.000 beneficiários) 6.039.783.096 4.906.226.147 2.295.681.236 4.382.760 81,2 114,84 Médio porte (20.000 a 100.000 beneficiários) 18.177.742.757 15.031.841.500 3.463.075.219 12.265.893 82,7 123,50 Grande porte (Acima de 100.000 beneficiários) 57.166.810.077 47.153.722.879 6.433.598.642 33.690.169 82,5 141,40 Operadoras exclusivamente odontológicas 1.990.901.055 974.237.549 561.102.243 14.078.264 48,9 11,78 Pequeno porte (até 20.000 beneficiários) 221.388.818 112.141.884 105.765.754 1.603.746 50,7 11,50 Médio porte (20.000 a 100.000 beneficiários) 325.761.668 186.245.249 112.119.213 2.022.161 57,2 13,42 Grande porte (Acima de 100.000 beneficiários) 1.443.750.569 675.850.416 343.217.276 10.452.357 46,8 11,51Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 e SIB/ANS/MS - 12/2011Notas: 1. Dados preliminares, sujeitos à revisão.2. Não inclui receitas, despesas e beneficiários de Autogestões por RH (Recursos Humanos), não obrigadas a enviar informações financeiras.36 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 37. Tabela 15 - Receita de contraprestações das operadoras de planos privados de saúde, segundomodalidade da operadora (Brasil - 2003-2011) (R$) Modalidade da operadora 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Total 42.624.615.478 52.203.607.248 60.682.706.972 65.808.039.711 74.659.592.502 83.375.236.985 Operadoras médico-hospitalares 41.713.758.347 51.121.037.497 59.506.169.388 64.467.138.262 72.985.118.896 81.384.335.930 Autogestão (1) 1.071.068.377 6.468.052.631 7.074.127.346 7.718.870.208 8.562.799.549 9.245.114.617 Cooperativa médica 16.505.177.741 18.280.347.873 21.365.500.157 23.240.775.681 26.504.014.096 29.749.652.434 Filantropia 1.246.868.978 1.937.125.915 2.217.461.548 1.565.897.525 1.798.124.558 1.927.449.865 Medicina de grupo 14.140.703.686 15.827.087.328 17.794.745.556 19.537.989.809 22.024.221.163 23.885.476.164 Seguradora especializada em saúde 8.749.939.565 8.608.423.750 11.054.334.781 12.403.605.039 14.095.959.530 16.576.642.850 Operadoras exclusivamente odontológicas 910.857.131 1.082.569.751 1.176.537.584 1.340.901.449 1.674.473.606 1.990.901.055 Cooperativa odontológica 277.509.651 323.371.412 360.835.017 402.048.363 440.445.653 477.261.048 Odontologia de grupo 633.347.480 759.198.339 815.702.567 938.853.086 1.234.027.953 1.513.640.007Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 e FIP-12/2006 Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão. (1) As operadoras da modalidade Autogestão passaram a informar suas receitas, obrigatoriamente, a partir de 2007, com exceção daquelas por SPC (Secretaria Previdência Complementar), obrigadas a partir de 2010.As Autogestões por RH (Recursos Humanos) não são obrigadas a enviar informações financeiras. Tabela 16 - Despesa das operadoras de planos privados de saúde, por tipo,segundo modalidade da operadora (Brasil - 2011) (R$) Modalidade da operadora Total Despesa assistencial Despesa administrativa Total 80.819.485.415 68.066.028.075 12.753.457.340 Operadoras médico-hospitalares 79.284.145.623 67.091.790.526 12.192.355.097 Autogestão (1) 9.852.472.733 8.442.709.133 1.409.763.600 Cooperativa médica 28.653.653.854 24.368.042.883 4.285.610.971 Filantropia 3.154.524.253 1.561.565.296 1.592.958.957 Medicina de grupo 22.693.299.416 18.953.844.000 3.739.455.416 Seguradora especializada em saúde 14.930.195.367 13.765.629.214 1.164.566.153 Operadoras exclusivamente odontológicas 1.535.339.792 974.237.549 561.102.243 Cooperativa odontológica 456.266.517 307.556.258 148.710.259 Odontologia de grupo 1.079.073.275 666.681.291 412.391.984Fonte: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão. (1) Não inclui despesas de Autogestões por RH (Recursos Humanos), não obrigadas a enviar informações financeiras. Tabelas, gráficos e mapas 37
  • 38. Tabela 17 - Despesa assistencial das operadoras de planos privados de saúde, segundomodalidade da operadora (Brasil - 2003-2011) (R$) Modalidade da operadora 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Total 33.695.433.450 41.723.879.772 48.400.946.509 54.164.262.218 60.003.738.084 68.066.028.075 Operadoras médico-hospitalares 33.265.334.420 41.202.893.366 47.838.771.040 53.514.764.696 59.235.747.959 67.091.790.526 Autogestão (1) 890.519.584 5.667.393.899 6.484.114.921 7.269.586.838 7.634.851.046 8.442.709.133 Cooperativa médica 13.333.023.850 14.559.753.775 17.368.208.404 19.144.266.186 21.389.462.754 24.368.042.883 Filantropia 963.203.209 1.039.813.984 1.177.596.770 1.276.208.044 1.426.016.396 1.561.565.296 Medicina de grupo 10.731.294.017 12.214.174.396 13.801.496.521 15.451.571.274 17.331.977.860 18.953.844.000 Seguradora especializada em saúde 7.347.293.760 7.721.757.312 9.007.354.424 10.373.132.354 11.453.439.903 13.765.629.214 Operadoras exclusivamente odontológicas 430.099.030 520.986.406 562.175.469 649.497.522 767.990.125 974.237.549 Cooperativa odontológica 179.108.962 209.427.206 234.541.337 256.266.376 273.594.872 307.556.258 Odontologia de grupo 250.990.068 311.559.200 327.634.132 393.231.146 494.395.253 666.681.291Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 e SIB/ANS/MS - 12/2010Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão.(1) As operadoras da modalidade Autogestão passaram a informar suas despesas, obrigatoriamente, a partir de 2007, com exceção daquelas por SPC (Secretaria Previdência Complementar), obrigadas a partir de 2010.As Autogestões por RH (Recursos Humanos) não são obrigadas a enviar informações financeiras.Tabela 18 - Despesa assistencial das operadoras de planos privados de saúde, por grupos demodalidade da operadora, segundo itens de despesa (Brasil - 2011) (R$) Operadoras Operadoras exclusivamente Itens de despesa assistencial Total médico-hospitalares odontológicas Total 68.066.028.075 67.091.790.526 974.237.549 Despesas médico-hospitalares 66.158.972.931 66.158.086.215 886.715 Consultas 11.969.457.150 11.968.570.435 886.715 Exames 14.349.682.881 14.349.682.881 - Terapias 3.144.418.558 3.144.418.558 - Internações 27.318.202.457 27.318.202.457 - Outros atendimentos ambulatoriais 4.600.174.954 4.600.174.954 - Demais despesas assistenciais 4.777.036.932 4.777.036.932 - Despesas odontológicas 1.335.477.357 404.370.830 931.106.527 Procedimentos odontológicos 1.111.835.823 358.128.533 753.707.290 Demais despesas assistenciais 223.641.534 46.242.297 177.399.237 Despesas assistenciais não especificadas 571.577.787 529.333.480 42.244.307 Fonte: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão. (1) Não inclui despesas de Autogestões por RH (Recursos Humanos), não obrigadas a enviar informações financeiras.38 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 39. Tabela 19 - Taxa de sinistralidade das operadoras de planos privados de saúde, segundomodalidade da operadora (Brasil - 2003-2011) (%) Modalidade da operadora 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Total 80,8 80,8 79,1 79,9 79,8 82,3 80,4 81,6 Operadoras médico-hospitalares 81,3 81,4 79,7 80,6 80,4 83,0 81,2 82,4 Autogestão 90,5 87,8 83,1 87,6 91,7 94,2 89,2 91,3 Cooperativa médica 82,6 81,5 80,8 79,6 81,3 82,4 80,7 81,9 Filantropia 78,8 75,8 77,2 53,7 53,1 81,5 79,3 81,0 Medicina de grupo 75,3 75,9 75,9 77,2 77,6 79,1 78,7 79,4Seguradora especializada em saúde 87,2 90,0 84,0 89,7 81,5 83,6 81,3 83,0Operadoras exclusivamente odontológicas 51,0 49,9 47,2 48,1 47,8 48,4 45,9 48,9Cooperativa odontológica 66,6 67,2 64,5 64,8 65,0 63,7 62,1 64,4Odontologia de grupo 42,4 41,3 39,6 41,0 40,2 41,9 40,1 44,0Fontes: DIOPS/ANS/MS - 04/04/2012 e FIP - 12/2006 Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão. (1) Não inclui sinistralidade de Autogestões por RH (Recursos Humanos), não obrigadas a enviar informações financeiras. Tabela 20 - Planos privados de assistência médica, com beneficiários, por tipo de contratação,segundo época de contratação e abrangência geográfica (Brasil - dezembro/2011) Época de contratação e abrangência Coletivo Total Individual geográfica do plano Total Empresarial Por adesão Não identificado Total 30.091 16.025 10.533 5.342 150 14.066 Nacional 8.550 4.258 2.892 1.350 16 4.292 Grupo de estados 1.219 673 507 153 13 546 Estadual 2.575 1.487 917 556 14 1.088 Grupo de municípios 14.308 8.010 5.154 2.764 92 6.298 Municipal 3.439 1.597 1.063 519 15 1.842 Novos 18.137 10.592 7.289 3.153 150 7.545 Nacional 3.837 2.449 1.751 682 16 1.388 Grupo de estados 680 487 356 118 13 193 Estadual 1.990 1.229 769 446 14 761 Grupo de municípios 9.981 5.601 3.834 1.675 92 4.380 Municipal 1.649 826 579 232 15 823 Antigos 11.954 5.433 3.244 2.189 - 6.521 Nacional 4.713 1.809 1.141 668 - 2.904 Grupo de estados 539 186 151 35 - 353 Estadual 585 258 148 110 - 327 Grupo de municípios 4.327 2.409 1.320 1.089 - 1.918 Municipal 1.790 771 484 287 - 1.019Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e RPS/ANS/MS - 12/2011 Tabelas, gráficos e mapas 39
  • 40. Tabela 21 - Planos privados de assistência médica, com beneficiários, por época decontratação, segundo número de beneficiários (Brasil - dezembro/2011) Planos de saúde novos registrados com Planos de saúde antigos cadastrados comNúmero de beneficiários Total beneficiários beneficiáriosdo plano Absoluto Relativo Absoluto RelativoTotal 30.091 18.137 100,0% 11.954 100,0%1 a 100 beneficiários 16.980 7.490 41,3% 9.490 79,4%101 a 1.000 beneficiários 7.875 6.002 33,1% 1.873 15,7%1.001 a 10.000 beneficiários 4.314 3.806 21,0% 508 4,2%10.001 a 50.000 beneficiários 792 725 4,0% 67 0,6%50.001 a 100.000 beneficiários 85 75 0,4% 10 0,1%Acima de 100.000 beneficiários 45 39 0,2% 6 0,1%Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2011 e RPS/ANS/MS - 12/2011Tabela 22 - Internações e consultas de beneficiários de planos privados de assistência médica(Brasil - 2007-2011)Tipo de evento 2007 2008 2009 2010 2011InternaçõesEventos 4.447.483 4.819.183 4.786.736 4.894.907 4.718.973Beneficiários 33.515.991 36.052.380 36.841.365 35.746.019 33.452.043Taxa de internação de beneficiários (%) 13,3 13,4 13,0 13,7 14,1Gasto médio (R$) 3.219,56 3.480,42 3.844,43 4.621,09 4.979,34ConsultasEventos 192.676.148 211.943.120 223.017.577 226.658.297 235.465.840Beneficiários 36.664.067 39.352.499 40.509.773 41.967.912 42.061.840Média de consultas por beneficiário 5,3 5,4 5,5 5,4 5,6Gasto médio (R$) 36,91 40,30 40,26 42,54 46,12Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2012 e SIP/ANS/MS - 09/03/201240 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 41. Gráfico 10 - Taxa de utilização de internações e média de consultas de beneficiários de planosprivados de assistência médica (Brasil - 2007-2011) 16,0 14,1 13,4 13,7 2007 14,0 13,3 13,0 2008 12,0 2009 2010 10,0 2011 8,0 5,3 5,4 5,5 5,4 5,6 6,0 4,0 2,0 0,0 Taxa de internação de beneficiários (%) Média de consultas por beneficiário Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2012 e SIP/ANS/MS - 09/03/2012 Tabelas, gráficos e mapas 41
  • 42. Tabela 23 - Taxa de internação de beneficiários e gasto médio por internação,por tipo de contratação, segundo modalidade da operadora (Brasil - 2007-2011) Taxa de internação (%) Gasto médio (R$) Modalidade da operadora Total (1) Coletivo Individual Total (1) Coletivo Individual 2007 Total 13,3 13,9 16,1 3.219,56 3.075,68 3.579,49 Autogestão 14,8 14,8 - 3.483,26 3.483,26 - Cooperativa médica 15,1 15,4 17,7 2.287,03 2.138,78 2.597,60 Filantropia 14,9 14,3 19,2 2.176,08 1.883,55 2.451,41 Medicina de grupo 12,0 11,7 15,0 2.824,10 2.719,23 3.000,96 Seguradora especializada em saúde 11,8 10,9 16,8 7.181,47 6.001,05 11.018,41 2008 Total 13,4 13,8 16,3 3.480,42 3.395,99 3.700,71 Autogestão 16,3 16,3 - 3.677,05 3.677,05 - Cooperativa médica 15,4 15,2 19,0 2.656,57 2.546,53 2.898,49 Filantropia 14,3 14,1 17,9 2.440,51 2.191,22 2.710,82 Medicina de grupo 11,4 10,9 14,2 3.068,91 3.070,28 3.066,65 Seguradora especializada em saúde 11,7 10,9 17,3 7.261,46 6.185,59 11.665,51 2009 Total 13,0 13,4 15,8 3.844,43 3.803,17 3.950,28 Autogestão 16,9 16,9 - 4.280,61 4.280,61 - Cooperativa médica 15,2 14,9 19,1 2.828,61 2.735,80 3.012,02 Filantropia 14,8 14,7 18,6 2.784,33 2.331,69 3.293,97 Medicina de grupo 10,7 10,5 12,9 3.308,69 3.311,36 3.304,09 Seguradora especializada em saúde 10,8 10,1 17,4 8.337,87 7.281,91 13.032,68 2010 Total 13,7 13,3 15,2 4.621,09 4.542,17 4.842,81 Autogestão 16,9 16,9 - 5.145,26 5.145,26 - Cooperativa médica 14,8 13,8 17,5 3.450,38 3.245,92 3.873,31 Filantropia 18,0 17,1 19,7 2.524,37 2.148,31 3.027,78 Medicina de grupo 11,1 10,8 11,7 4.407,71 4.516,25 4.219,41 Seguradora especializada em saúde 12,7 12,1 18,4 8.569,24 7.395,53 15.302,01 2011 Total 14,1 13,6 15,9 4.979,34 4.897,76 5.206,56 Autogestão 17,5 17,5 - 5.153,30 5.153,30 - Cooperativa médica 15,1 14,1 18,3 3.865,33 3.665,45 4.294,64 Filantropia 20,0 16,5 25,5 2.346,81 2.443,27 2.253,63 Medicina de grupo 10,1 9,8 10,8 4.547,44 4.409,66 4.802,00 Seguradora especializada em saúde 13,4 13,1 16,9 9.608,40 8.446,48 17.560,52Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2012 e SIP/ANS/MS - 09/03/2012Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão.(1) Inclui internações de beneficiários em planos com tipo de contratação não identificado.42 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 43. Tabela 24 - Consultas médicas por beneficiário e gasto médio por consulta,por tipo de contratação, segundo modalidade da operadora (Brasil - 2007-2011) Modalidade da operadora Consultas médicas Gasto médio (R$) Total (1) Coletivo Individual Total (1) Coletivo Individual2007Total 5,3 5,4 6,6 36,91 36,53 37,81Autogestão 4,9 4,9 - 35,55 35,55 -Cooperativa médica 6,0 5,9 7,4 38,66 37,11 41,78Filantropia 5,2 5,1 6,7 29,74 29,68 29,81Medicina de grupo 5,1 5,1 6,4 31,74 31,04 32,91Seguradora especializada em saúde 5,2 5,0 6,8 49,43 49,62 48,532008Total 5,4 5,5 6,6 40,30 40,26 40,39Autogestão 5,2 5,2 - 39,21 39,21 -Cooperativa médica 6,1 6,0 7,6 43,30 41,80 46,52Filantropia 5,1 5,1 6,4 31,38 31,14 31,69Medicina de grupo 5,1 5,0 6,1 33,44 33,84 32,69Seguradora especializada em saúde 5,4 5,2 7,1 52,40 52,11 54,152009Total 5,5 5,7 6,7 40,26 40,73 38,93Autogestão 5,2 5,2 - 42,03 42,03 -Cooperativa médica 6,0 5,9 7,4 40,24 40,22 40,29Filantropia 5,1 5,0 6,6 36,22 33,19 40,05Medicina de grupo 5,5 5,4 6,3 34,44 34,33 34,67Seguradora especializada em saúde 5,6 5,5 7,5 54,92 54,52 57,792010Total 5,4 5,1 6,6 42,54 43,27 40,54Autogestão 4,7 4,7 - 43,23 43,23 -Cooperativa médica 5,9 5,5 7,2 42,62 42,42 43,08Filantropia 5,7 5,1 6,7 35,66 35,99 35,21Medicina de grupo 5,1 4,8 6,0 37,33 38,00 36,12Seguradora especializada em saúde 5,3 5,1 6,7 57,34 56,91 61,162011Total 5,6 5,4 6,5 46,12 46,39 45,33Autogestão 4,5 4,5 - 45,16 45,16 -Cooperativa médica 6,3 6,0 7,4 44,85 44,34 46,03Filantropia 5,6 5,1 6,5 38,30 38,09 38,59Medicina de grupo 5,1 4,8 5,7 42,39 41,99 43,15Seguradora especializada em saúde 6,1 6,1 6,4 60,74 60,30 65,47Fontes: SIB/ANS/MS - 12/2012 e SIP/ANS/MS - 09/03/2012 Nota: Dados preliminares, sujeitos à revisão. (1) Inclui consultas de beneficiários em planos com tipo de contratação não identificado. Tabelas, gráficos e mapas 43
  • 44. Tabela 25 - Estabelecimentos de saúde por atendimento a planos privados de saúde,segundo tipo (Brasil - novembro/2011) Total Atendem a planos privados Tipo de estabelecimento Absoluto Relativo Absoluto Relativo Clinica ou ambulatório especializado 34.718 100,0 17.093 49,2 Consultório isolado 115.601 100,0 66.980 57,9 Hospital especializado 1.148 100,0 437 38,1 Hospital geral 5.148 100,0 1.502 29,2 Policlínica 4.810 100,0 1.814 37,7 Pronto socorro especializado 137 100,0 54 39,4 Pronto socorro geral 527 100,0 57 10,8 Unidade de serviço de apoio à diagnose e terapia 17.687 100,0 7.160 40,5Fonte: CNES/MS - 11/2011Tabela 26 - Estabelecimentos de saúde por tipo de convênio, segundo tipo de atendimento(Brasil - novembro/2011) Tipo de atendimento SUS Particular Plano de saúde público Plano de saúde privado Ambulatoriais 67.172 151.863 7.349 89.984 Para internação 5.833 4.049 440 2.016 Serviços de apoio à diagnose e terapia 22.305 30.203 1.708 14.604 Urgência 7.238 3.710 342 1.732Fonte: CNES/MS - 11/2011Nota: A soma das parcelas não corresponde ao total de estabelecimentos uma vez que um mesmo estabelecimento pode atender a mais de uma forma de financiamento e constar em duas ou mais colunas.Tabela 27 - Leitos para internação, por vínculo ao SUS, segundo localização(Brasil - novembro/2011) SUS Não-SUS Localização Total Absoluto Relativo Absoluto Relativo Brasil 458.006 330.641 72,2 127.365 27,8 Capitais 151.577 95.166 62,8 56.411 37,2 Interior 306.429 235.475 76,8 70.954 23,2 Leitos por 1.000 habitantes 2,4 1,7 - 0,7 -Fonte: CNES/MS -11/2011Nota: Os dados referentes a leitos Complementares foram retirados da consulta referente a leitos de Internação.44 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 45. Tabela 28 - Estabelecimentos de saúde que atendem planos privados de saúde, por tipo,segundo Grandes Regiões e Unidades da Federação (Brasil - novembro/2011)Grandes Regiões Unidade de Clinica ou Prontoe Unidades da Consultório Hospital Pronto serviço de apoio ambulatório Hospital geral Policlínica socorroFederação Isolado especializado socorro geral à diagnose e especializado especializado terapiaBrasil 17.093 66.980 437 1.502 1.814 54 57 7.160Norte 459 1.073 18 58 33 1 4 191Rondônia 94 157 2 14 5 - - 45Acre 27 143 2 1 2 - - 11Amazonas 40 100 1 6 5 - - 23Roraima 14 31 1 1 - - 1Pará 219 452 10 31 13 1 3 44Amapá 10 41 2 - - 7Tocantins 55 149 3 3 7 - 1 60Nordeste 3.022 8.337 120 221 348 29 8 997Maranhão 112 276 3 11 28 - - 93Piauí 102 241 4 8 6 - 1 69Ceará 615 2.583 38 43 17 7 - 117Rio Grande do Norte 152 869 5 8 3 2 3 49Paraíba 134 285 17 18 17 2 1 45Pernambuco 694 1.415 20 32 22 6 2 250Alagoas 161 599 7 9 5 - - 17Sergipe 44 880 2 3 20 1 1 28Bahia 1.008 1.189 24 89 230 11 - 329Sudeste 8.780 37.765 176 706 876 12 35 3.500Minas Gerais 2.113 7.818 20 185 55 2 3 868Espírito Santo 463 1.119 4 34 53 - - 157Rio de Janeiro 2.116 5.014 87 151 158 3 2 992São Paulo 4.088 23.814 65 336 610 7 30 1.483Sul 3.307 15.493 47 363 412 7 7 1.653Paraná 1.079 5.580 28 156 299 2 - 647Santa Catarina 891 2.897 12 90 46 1 2 382Rio Grande do Sul 1.337 7.016 7 117 67 4 5 624Centro-Oeste 1.525 4.312 76 154 145 5 3 819Mato Grosso do Sul 244 866 7 33 34 3 - 156Mato Grosso 259 1.251 5 27 3 - - 145Goiás 489 1.614 54 75 84 1 2 443Distrito Federal 533 581 10 19 24 1 1 75Fonte: CNES/MS - 11/2011 Tabelas, gráficos e mapas 45
  • 46. Termos técnicosBeneficiário de serviços à saúde que compreende os procedimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos, odontológicos,Pessoa física, titular ou dependente, que possui direitos atendimentos de urgência e emergência determinadase deveres definidos em legislação e em contrato no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde e emassinado com a operadora de plano privado de saúde, contrato. A segmentação assistencial é categorizadapara garantia da assistência médico-hospitalar em:e/ou odontológica. • Cobertura assistencial ambulatorial:O termo beneficiário refere-se assim ao vínculo de cobertura de consultas médicas em clínicas básicas euma pessoa a um determinado plano de saúde de uma especializadas; apoio diagnóstico, tratamentos e demaisdeterminada operadora. Como um mesmo indivíduo procedimentos ambulatoriais determinados no Rol depode possuir mais de um plano de saúde e, portanto, Procedimentos e Eventos em Saúde e em contrato.mais de vínculo, o número de beneficiários cadastradosé superior ao número de indivíduos que possuem • Cobertura assistencial hospitalar complanos privados de assistência à saúde. obstetrícia: garante a prestação de serviços à saúde, em regime de internação hospitalar, que compreendeO número de beneficiários ativos é calculado utilizando atenção ao parto, às doenças listadas na Classificaçãoas datas de adesão (contratação) e cancelamento Estatística Internacional de Doenças e Problemas(rescisão) do plano de saúde atual do beneficiário, Relacionados com a Saúde, da Organização Mundialinformadas ao Sistema de Informações de Beneficiários de Saúde e aos processos determinados no Rol de(SIB). Este procedimento garante que todo beneficiário Procedimentos e Eventos em Saúde e em contrato.será computado, independentemente do momentoem que a operadora envia o cadastro à ANS. Por outro • Cobertura assistencial hospitalar semlado, faz com que a informação seja permanentemente obstetrícia: garante a prestação de serviços à saúde,atualizada, tornando-a sempre provisória. em regime de internação hospitalar, que compreende as doenças listadas na Classificação EstatísticaConsultas médicas por beneficiário Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, da Organização Mundial de Saúde e aosMede o número de consultas médicas por qualquer processos determinados no Rol de Procedimentos eespecialidade em relação ao total de beneficiários. Eventos em Saúde e em contrato.Cálculo: número de consultas no ano/número médio debeneficiários de planos privados ambulatoriais no ano. • Cobertura assistencial odontológica: garante assistência odontológica, compreendendo• Cobertura assistencial do plano Segmentação procedimentos realizados em ambiente ambulatorialassistencial de plano de saúde que garante a prestação que estejam determinados no Rol de Procedimentos e46 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 47. Eventos em Saúde e em contrato. de diagnóstico e orientação terapêutica, em regime ambulatorial, de caráter eletivo, urgência ou emergência.• Cobertura assistencial de referência:segmentação assistencial de plano de saúde com <> Exames: métodos de auxílio diagnósticocobertura assistencial de plano de saúde com utilizados para complementar a avaliação do estado decobertura assistencial médico-ambulatorial e saúde, como angiografia, hemodinâmica, ressonânciahospitalar com obstetrícia em acomodação enfermaria. nuclear magnética, tomografia computadorizada, entre outros.• Não informado: expressão utilizada para osplanos com vigência anterior à Lei nº 9.656/98 cuja <> Terapias: atendimentos a pacientes utilizandocobertura não foi informada pelas operadoras. métodos para tratar determinada doença ou condição de saúde, como métodos de tratamento com hemoterapia, litotripsia extracorpórea, quimioterapia, radiologiaContraprestação pecuniária intervencionista, radioterapia, terapia renal substitutiva, entre outros.Pagamento de uma importância pelo contratantede plano de saúde a uma operadora para garantir a <> Internações: atendimentos prestados a pacienteprestação continuada dos serviços contratados. admitido para ocupar leito hospitalar em enfermaria, quarto ou unidades de curta permanência, terapiaDespesa das operadoras intensiva ou semi-intensiva.Corresponde à soma das despesas informadas pelas <> Outros atendimentos ambulatoriais:operadoras à ANS. As operadoras da modalidade atendimentos com procedimentos (exceto consultasautogestão passaram a informar suas despesas, médicas, exames e terapias) realizados em regimeobrigatoriamente, a partir de 2007. As despesas das ambulatorial de caráter eletivo, urgência ou emergência.operadoras dividem-se em: <> Demais despesas assistenciais: despesas• Despesa administrativa: são todas as despesas acessórias aos atendimentos de promoção da saúde,das operadoras que não estejam relacionadas à prevenção de doenças, diagnóstico, tratamento eprestação direta dos serviços de assistência à saúde. reabilitação do paciente. Incluem atividades coletivas, aluguel de cadeiras de rodas, remoção de• Despesa assistencial: despesa resultante paciente, campanha de vacinação, palestras,de toda e qualquer utilização, pelo beneficiário,das assistência farmacêutica.coberturas contratadas, descontados os valores deglosas e expresso em reais. As despesas assistenciais <> Procedimentos odontológicos: consultassão classificadas segundo os seguintes itens: (atendimentos destinados ao exame e diagnóstico<> Consultas: atendimentos realizados para fins para a elaboração do plano de tratamento), exames Termos técnicos 47
  • 48. complementares (métodos de auxílio diagnóstico atividade é feito a partir da soma das operadoras emrealizados durante o atendimento odontológico), atividade no ano anterior, adicionado-se os registrosprocedimentos preventivos, periodontia, dentística, novos e subtraindo-se os registros cancelados.cirurgia odontológica, exodontia, endodontia eoutros procedimentos. • Registros cancelados: movimento anual de cancelamento de registro das operadoras em<> Demais despesas assistenciais: despesas atividade. O cancelamento só é permitido após oacessórias aos atendimentos de promoção da saúde, cumprimento de determinadas exigências legais, entreprevenção de doenças, diagnóstico, tratamento e elas a inexistência de beneficiários ativos. A existênciareabilitação do paciente. de beneficiários impede, também, o cancelamento dos registros dos planos privados de assistência à saúde.Gasto médio • Registros novos: movimento anual de concessão de novos registros a operadoras de planosÉ o custo médio por item de despesa (internações, privados de assistência à saúde.consultas) das operadoras, calculado como a relaçãoentre a despesa nesses eventos e o número de Quanto à modalidade, as operadoras são classificadaseventos (informados ao Sistema de Informações de acordo com suas peculiaridades em:de Produtos - SIP). • Administradora de planos: empresas queOperadora de plano privado de assistência à saúde administram planos de assistência à saúde financiados por outra operadora; não possuem beneficiários; nãoPessoa jurídica constituída sob a modalidade assumem o risco decorrente da operação dessesempresarial, associação, fundação, cooperativa, ou planos; e não possuem rede própria, credenciada ouentidade de autogestão, obrigatoriamente registrada referenciada de serviços médico-hospitalaresna ANS, que opera ou comercializa planos privados de ou odontológicos.assistência à saúde. • Administradora de benefícios: pessoa jurídica• Operadoras com beneficiários: são que propõe a contratação de plano coletivo naoperadoras em atividade, ou seja, registradas condição de estipulante ou que presta serviços paracom autorização de funcionamento na ANS e com pessoas jurídicas contratantes de planos privados debeneficiários cadastrados. assistência à saúde coletivos.• Operadoras em atividade: operadoras • Autogestão: entidade que opera serviços deregistradas com autorização de funcionamento na assistência à saúde ou empresa que se responsabilizaANS. Pode haver operadoras em atividade, mas sem pelo plano privado de assistência à saúde, destinado,beneficiário cadastrado. O cálculo das operadoras em exclusivamente, a oferecer cobertura aos empregados48 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 49. ativos de uma ou mais empresas, associados fins lucrativos que comercializa seguros de saúde eintegrantes de determinada categoria profissional, oferece, obrigatoriamente, reembolso das despesasaposentados, pensionistas ou ex-empregados, bem médico-hospitalares ou odontológicas, ou quecomo a seus respectivos grupos familiares definidos. comercializa ou opera seguro que preveja a garantia de assistência à saúde, estando sujeita ao disposto• Cooperativa médica: operadora que se na Lei nº 10.185, de 12 de fevereiro de 2001, sendoconstitui na forma de associação de pessoas sem vedada a operação em outros ramos de seguro.fins lucrativos nos termos da Lei n.º 5.764, de 16de dezembro de 1971, formada por médicos, e que De acordo com sua modalidade, as operadoras podemcomercializa ou opera planos de assistência à saúde. ser agrupadas em:• Cooperativa odontológica: operadora que • Operadoras médico-hospitalares:se constitui em associação de pessoas sem fins administradora de benefícios, autogestão, cooperativalucrativos nos termos da Lei n.º 5.764, de 16 de médica, filantropia, seguradora especializada emdezembro de 1971, formada por odontólogos, e que saúde e medicina de grupo.comercializa ou opera planos de assistência à saúdeexclusivamente odontológicos. • Operadoras exclusivamente odontológicas: cooperativa odontológica e odontologia de grupo.• Filantropia: operadora que se constitui ementidade sem fins lucrativos que opera planos privados Plano privado de assistência à saúdede saúde e que tenha obtido certificado de entidadefilantrópica junto ao Conselho Nacional de Assistência Contrato de prestação continuada de serviçosSocial (CNAS). ou cobertura de custos assistenciais a preço pré-estabelecido ou pós-estabelecido, por prazo• Medicina de grupo: operadora que se constitui indeterminado, e com a finalidade de garantir, semem sociedade que comercializa ou opera planos limite financeiro, a assistência à saúde, pela faculdadeprivados de saúde, excetuando-se as classificadas de acesso e atendimento por profissionais ou serviçosnas modalidades administradora, cooperativa médica, de saúde livremente escolhidos mediante pagamentoautogestão, filantropia e seguradora especializada em direto ao prestador, por conta e ordem do consumidor.saúde. Os planos podem ser classificados de diversas formas:• Odontologia de grupo: operadora que se • Quanto à cobertura assistencial oferecida:constitui em sociedade que comercializa ou operaplanos odontológicos. <> Plano de assistência médica com ou sem odontologia: pode incluir assistência ambulatorial,• Seguradora especializada em saúde: assistência hospitalar com ou sem obstetrícia, com ouempresa constituída em sociedade seguradora com Termos técnicos 49
  • 50. sem odontologia (ver segmentação assistencial). para designar o plano coletivo cujo vínculo entre o beneficiário e a pessoa jurídica contratante não foi<> Plano exclusivamente odontológicos: especificado pela operadora.oferece apenas assistência odontológica (versegmentação assistencial). <> Não informado: expressão utilizada para designar o plano com vigência anterior à Lei nº• Quanto à época de contratação: 9.656/98, que não foi informado pela operadora.<> Plano antigo: é aquele cujo contrato foi • Quanto à abrangência geográfica: área emcelebrado antes da vigência da Lei nº 9.656/98, que a operadora de plano de saúde se compromete avalendo, portanto, o que está estabelecido em contrato. garantir todas as coberturas de assistência à saúdeA Lei define que esse plano deve ser cadastrado na contratadas pelo beneficiário.ANS para informar as condições gerais de operaçãoestabelecidas em contrato. <> Municipal: compreende apenas um município de um estado.<> Plano novo: plano privado de assistência àsaúde comercializado a partir de 2 de janeiro de 1999, <> Grupo de municípios: compreende umcom a vigência da Lei nº 9.656/98. determinado grupo de municípios em um ou mais estados.• Quanto ao tipo de contratação: <> Estadual: compreende todos os municípios de<> Individual ou familiar: plano privado de um estado.assistência à saúde que oferece cobertura da atençãoprestada para a livre adesão de beneficiários, pessoas <> Grupo de estados: compreende um determinadonaturais, com ou sem grupo familiar. grupo de estados (pelo menos dois), limítrofes ou não, e que não atinja a cobertura nacional.<> Coletivo empresarial: plano privado deassistência à saúde que oferece cobertura da atenção <> Nacional: compreende todo o território nacional.prestada à população delimitada e vinculada à pessoajurídica por relação empregatícia ou estatutária. Prestadores de serviços de saúde<> Coletivo por adesão: plano privado de Conjunto de estabelecimentos de saúde, incluindoassistência à saúde que oferece cobertura da atenção equipamentos e recursos humanos, que oferecem oprestada à população que mantenha vínculo com cuidado aos beneficiários em todos os níveis de atençãopessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou à saúde, considerando ações de promoção, prevenção,setorial. tratamento e habilitação.<> Não identificado: expressão utilizada50 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 51. Nessa publicação, são apresentadas informações • Pronto socorro geral: unidade destinada àrelativas aos seguintes estabelecimentos de saúde: prestação de assistência a pacientes com ou sem risco de vida, cujos agravos necessitam de atendimento• Clinica ou ambulatório especializado: clínica imediato. Pode ter ou não internação.especializada destinada à assistência ambulatorial emapenas uma especialidade/área da assistência. • Unidade de serviço de apoio de diagnose e terapia (SADT): unidades isoladas onde são realizadas• Consultório isolado: sala isolada destinada à atividades que auxiliam a determinação de diagnósticoprestação de assistência médica ou odontológica ou de e/ou complementam o tratamento e a reabilitação dooutros profissionais de saúde de nível superior. paciente.• Hospital especializado: hospital destinado As tabelas dessa publicação não incluemà prestação de assistência à saúde em uma única estabelecimentos com os seguintes tipos deespecialidade/área. Pode dispor de serviço de atendimento prestado: Central de Regulação deUrgência/Emergência, serviço de Apoio de Diagnose e Serviços de Saúde, Centro de Atenção HemoterápicaTerapia (SADT) e procedimentos de alta complexidade. e ou Hematológica, Centro de Atenção Psicossocial,Geralmente de referência regional, macro regional ou Centro de Apoio à Saúde da Família, Centro deestadual. Parto Normal, Centro de Saúde/Unidade Básica de Saúde, Cooperativa, Farmácia de Medicamentos• Hospital geral: hospital destinado à prestação de Dispensação Excepcional e Programa Farmáciade atendimento nas especialidades básicas, por Popular, Hospital Dia, Laboratório Central de Saúdeespecialistas e/ou outras especialidades médicas. Pode Pública - LACEN, Posto de Saúde, Secretaria de Saúde,dispor de serviço de Urgência/Emergência. Deve dispor Unidade Mista - atendimento 24h: atenção básica etambém de SADT de média complexidade, podendo internação/urgência, Unidade de Atenção à Saúderealizar ou não procedimentos de alta complexidade. Indígena, Unidade de Vigilância em Saúde, Unidade Móvel Fluvial, Unidade Móvel Pré Hospitalar - Urgência/• Policlínica: unidade de saúde para prestação Emergência, Unidade Móvel Terrestre.de atendimento ambulatorial em várias especialidades,incluindo ou não as especialidades básicas, podendo Receita das operadorasainda ofertar outras especialidades não médicas. Podeoferecer ou não SADT e pronto atendimento 24 Horas. Corresponde à soma das contraprestações efetivas informadas pelas operadoras à ANS.• Pronto socorro especializado: unidadedestinada à prestação de assistência em uma ou mais As contraprestações efetivas resultam daespecialidades, a pacientes com ou sem risco de vida, soma das Contraprestações Líquidas (ou Prêmioscujos agravos necessitam de atendimento imediato. Retidos Líquidos), considerados os efeitos das Termos técnicos 51
  • 52. variações das Provisões Técnicas, as Receitas com assistência:Administração de Planos de Assistência à Saúde • Ambulatoriale os Tributos Diretos de Operações com Planos de • Hospitalar com obstetríciaAssistência à Saúde da Operadora. • Hospitalar sem obstetrícia • Odontológico Na receita das operadoras médico-hospitalares • Referênciaincluem-se as contraprestações provenientes dos • Hospitalar com obstetrícia + Ambulatorialplanos de assistência médica com ou sem odontologia • Hospitalar sem obstetrícia + Ambulatoriale dos planos exclusivamente odontológicos. Ambulatorial + Odontológico • Hospitalar com obstetrícia + Odontológico As operadoras da modalidade autogestão • Hospitalar sem obstetrícia + Odontológicopassaram a informar suas receitas, obrigatoriamente, a • Hospitalar com obstetrícia + Ambulatorial +partir de 2007. Odontológico • Hospitalar sem obstetrícia + Ambulatorial + Desde a edição da RN nº 243, de 16 de Odontológicodezembro de 2010, as operadoras classificadasnas modalidades de cooperativa odontológica ou A combinação das diversas coberturasodontologia de grupo, com número de beneficiários oferecidas pelos planos de saúde, considerando-se ainferior a 20 (vinte) mil em 31 de dezembro do segmentação assistencial, permite agrupá-los em:exercício imediatamente anterior, estão dispensadasda obrigação de envio do DIOPS relativamente ao • Planos de assistência médica com ou semprimeiro, segundo e terceiro trimestres. odontologia: podem incluir assistência ambulatorial, assistência hospitalar com ou sem obstetrícia, com ou sem odontologia.Rol de procedimentos e eventos em saúde • Planos exclusivamente odontológicos: Cobertura mínima obrigatória de oferecem apenas assistência odontológica.procedimentos e eventos em saúde que deveser garantida por operadora de plano privado de Taxa de coberturaassistência à saúde de acordo com a segmentaçãocontratada do plano privado de assistênciaà saúde contratado. Razão, expressa em porcentagem, entre o número de beneficiários e a população em uma área específica. No Caderno de Informação, o cálculo éSegmentação assistencial feito para Unidades da Federação, capitais, regiões metropolitanas das capitais e interior das Unidades Assistência contratada pelo beneficiário. da Federação. Como um indivíduo pode possuir maisÉ permitida a combinação de diversos tipos de52 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 53. de um vínculo a plano de saúde e estar presente nocadastro de beneficiários da ANS tantas vezes quantoo número de vínculos que possuir, o termo cobertura éutilizado como um valor aproximado, nessa publicaçãoTaxa de internação Mede o número de internações por qualquercausa em relação ao total de beneficiários. Cálculo:(número de internações no ano/número médio debeneficiários de planos hospitalares no ano) x 100.Taxa de sinistralidade Relação, expressa em porcentagem, entre adespesa assistencial e a receita de contraprestaçõesdas operadoras.Tipos de convênio Referem-se à forma de remuneração de umdeterminado atendimento ou serviço prestado peloestabelecimento de saúde. Os convênios podem ser:• SUS• Particular• Plano de saúde público• Plano de saúde privado Termos técnicos 53
  • 54. Fontes dos dadosOs dados disponíveis sobre beneficiários, operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde (DIOPS)e planos privados de assistência à saúde sãooriundos do Sistema de Informações de Beneficiários Sistema pelo qual as operadoras de planos privados(SIB), Sistema de Cadastro de Operadoras (CADOP), de saúde informam, trimestralmente, para a ANS, seusDocumento de Informações Periódicas das Operadoras dados cadastrais e econômico-financeiros.de Planos Privados de Assistência à Saúde (DIOPS),Sistema de Registro de Produtos (RPS), Sistema Sistema de Registro de Produtos (RPS)de Informações de Produtos (SIP) e Formulário deInformações Periódicas (FIP), geridos pela AgênciaNacional de Saúde Suplementar (ANS). Os dados Sistema de cadastramento de registro de planosrelativos aos prestadores de serviços de saúde são privados de assistência à saúde. Contém dados deoriundos do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos todos os planos privados de saúde registrados na ANS,de Saúde do Brasil (CNES), do Ministério da Saúde. inclusive os estabelecimentos de saúde que compõemSistema de Informações de Beneficiários (SIB) suas redes credenciadas. A partir do ano de 2007, oSistema pelo qual as operadoras de planos privados RPS contém dados do Sistema de Cadastro de Planosde saúde enviam, mensalmente, para a ANS, dados Antigos (SCPA).de vínculos de beneficiários aos planos, incluindo amovimentação de inclusão, alteração e cancelamento Sistema de Informações de Produtos (SIP)desses vínculos. Um beneficiário pode possuir maisde um plano e assim constar no sistema tantas vezes Sistema pelo qual as operadoras de planos privadosquantos forem os vínculos que possuir com planos de saúde enviam, trimestralmente, para a ANSprivados de assistência à saúde. informações sobre a assistência prestada aos beneficiários.Sistema de Cadastro de Operadoras (CADOP)Sistema de cadastramento e controle dos registrosdas operadoras de planos privados de saúde. Contém Formulário de Informações Periódicas (FIP)dados sobre as operadoras, tais como: registro,CNPJ, endereço, natureza, classificação, modalidade, Sistema pelo qual as seguradoras especializadas emrepresentantes, administradores, composição de saúde informavam, mensalmente, para a ANS seuscapital e tipos de taxas. dados cadastrais e econômico-financeiros até 2006. A partir de 2007, os dados dessas empresas passaram aDocumento de Informações Periódicas das Operadoras ser informados por meio do DIOPS.54 Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 55. Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde doBrasil (CNES)Sistema que permite cadastrar e manter atualizadosos dados dos estabelecimentos de saúde, hospitalarese ambulatoriais, das redes pública e privada, nastrês esferas de governo, possibilitando a avaliaçãoe o acompanhamento do perfil da capacidadeinstalada e o potencial de atendimento à população. Aresponsabilidade pela atualização dos dados édo gestor municipal ou estadual, conformecondição de gestão.População residente estimadaPara elaboração da pirâmide etária e cálculo da taxade cobertura, são utilizados dados do IBGE sobrepopulação residente estimada. Fontes dos dados 55
  • 56. Caderno de Informação da Saúde Suplementar - Março 2012
  • 57. Veja o endereço da ANS mais próximo de você:Núcleo Endereço AbrangênciaBelém/PA Rua Dom Romualdo de Seixas, nº 1.560, Edifício Con- Amapá, Amazonas, Pará e next Office, 7º pavimento, Espaços corporativos 4 e 5. Roraima Bairro Umarizal, CEP 66055-200Belo Horizonte/MG Rua Paraíba, 330 - 11º andar Sala 1104 Minas Gerais (com exceção (Edifício Seculus) da Mesorregião do Triângulo Bairro: Funcionários Mineiro, Alto Paranaíba, Sul e CEP: 30130-917 Sudoeste de Minas Gerais) e Espírito SantoBrasília/DF SAS Quadra 1, lote 2, Bloco N, 1º andar, Distrito Federal, Goiás, Tocantis Ed. Terra Brasilis - CEP: 70070-941Cuiabá/MT Av Historiador Rubens de Mendonça, 1894 - Salas Acre, Mato Grosso, Mato 102,103 e 104 Av do CPA - Grosso do Sul e Rondônia Centro Empresarial Maruanã Bairro Bosque da Saúde CEP: 78050-000Curitiba/PR Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 373 Conjunto 902 - Paraná e Santa Catarina Bairro: Centro - CEP: 80410-180Fortaleza/CE Av. Santos Dumont, 2122 - 17º andar - Salas 1708- Ceará, Maranhão, Piauí e Rio 1710 - Bairro: Aldeota - CEP: 60150-161 Grande do NortePorto Alegre/RS Rua dos Andradas, n.º 1276 - 6º andar - Sala 602 - Rio Grande do Sul Bairro: Centro - CEP: 90020-008Recife/PE Av. Lins Pettit, nº 100, 9º andar - Empresarial Pedro Alagoas, Paraíba e Stamford. - Bairro: Ilha do Leite Pernambuco CEP: 50070-230Ribeirão Preto/SP Rua São Sebastião, 506 - 2º andar - Salas 209 a 216 Ribeirão Preto, Mesorregião - Edifício Bradesco do Triângulo Mineiro, Alto Bairro: Centro Paranaíba, Sul e Sudoeste CEP: 14015-040 de Minas Gerais, Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio PretoRio de Janeiro/RJ Rua Teixeira de Freitas, 31 / 5º andar - Edifício Unisys - Rio de Janeiro Bairro: Lapa - CEP: 20021-35Salvador/BA Av. Antonio Carlos Magalhães, 771 - Salas 1601- Bahia e Sergipe 1604 e 1607-1610 - Edifício Torres do ParqueBairro Itaigara - CEP: 41.825-000São Paulo/SP Av. Bela Cintra, 986 - 5º andar - Ed. Rachid Saliba - São Paulo, com exceção das Bairro: Jardim Paulista Mesorregiões de Araçatuba, CEP: 01415-000 Araraquara, Assis, Bauru, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto.