Trabalho Gestão ambiental
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Trabalho Gestão ambiental

on

  • 2,438 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,438
Views on SlideShare
2,422
Embed Views
16

Actions

Likes
0
Downloads
11
Comments
0

3 Embeds 16

http://conscientizacaoverde.blogspot.com 13
http://www.w3schools.com 2
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Trabalho Gestão ambiental Trabalho Gestão ambiental Document Transcript

    • SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL GILSON PEREIRA CÉLIO JULIANA FÉLIX ARRUDA PAULO SÉRGIO F. DO NASCIMENTO PLINIO MARQUES ALVESA IMPORTÂNCIA DAS ABELHAS AFRICANIZADAS TAIOBEIRAS 2010
    • GILSON PEREIRA CÉLIO JULIANA FÉLIX ARRUDA PAULO SÉRGIO F. DO NASCIMENTO PLINIO MARQUES ALVESA IMPORTÂNCIA DAS ABELHAS AFRICANIZADAS Trabalho apresentado a disciplina Ecologia aplicada e Gestão da Biodiversidade da Universidade Norte do Paraná - UNOPAR ORIENTADOR: Willian Luiz da Cunha TUTOR DE SALA: Sidnei Tadeu Mendes Guerra TAIOBEIRAS 2010
    • SUMÁRIO1 INTRODUÇÃO...........................................................................................................32 DESENVOLVIMENTO...............................................................................................43 CONCLUSÃO ...........................................................................................................64 REFERÊNCIAS.........................................................................................................7ANEXOS......................................................................................................................8ANEXO A – ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES EM TAIOBEIRAS......................9NEXO A – ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES DE TAIOBEIRAS........................9ANEXO B – UNIDADE DO BENEFICIAMENTO DO MEL........................................10
    • 31 INTRODUÇÃO Taiobeiras esta situada ao Norte de Minas Gerais e ao sudeste doBrasil, o clima predominante semiárido, com uma área de aproximadamente 1.193Km², o município possui sua altitude máxima de 1430m e a mínima de 758m. Cercada por 16 municípios Taiobeiras é polo natural deconvergências dos múltiplos interesses desta microrregião. Para ela chega centenasde pessoas em busca dos serviços que a cidade oferece. Taiobeiras conta com pequenas indústrias, que a cada dia aumentadevido a chegada de novos investidores, e de pequenos empresários que apostanessa região. Também um setor de serviço importante, agroindústrias forte baseadaem pivôs que mantem a produção ao longo do ano. Produção essa que écomercializado para todo o País.
    • 42 DESENVOLVIMENTO A produção de mel em Taiobeiras esta sendo uma alternativa paravarias pessoas que buscam desses pequenos insetos seu sustento e de suasfamílias. A casa do mel ou (entre posto) chamadas por algumas pessoas éuma associação tem uma estrutura de 260m², construída de acordo com alegislação sanitária virgente, onde acontece o processamento e o envasamento detoda produção de mel da cidade, ela possui capacidade total cerca de 500 kg pordia, e hoje atende a 40 apicultores. Toda a produção de mel é comercializada pela associação ou deforma individual de alguns apicultores. Na associação a comercialização acontecepor atacado, e seus principais compradores são dos estados de: São Paulo, Bahia,santa Catarina e também no comercio local e regional da cidade de Taiobeiras. A associação esta pleiteando o registro do estabelecimento junto aoministério da agricultura, para a abstenção do SIF – (serviço de impensão federal)(dados citados acima por João Carlos Lucas Gomes - extencionista da EMATER-MG e da assistência técnica aos apicultores da casa do mel). Um dos grandes aumento de apicultores nessa região é devido agrande produção brasileira de mel, que antes oscilavam entre 3 a 5 miltoneladas/ano, depois de algumas décadas o pais passou a produzir em media 40mil toneladas/ano. (Gonsalves, 1994). Devido ao surgimento das abelhasafricanizadas. Segundo Willian apicultor nos disse que no mês de dezembro eJaneiro, são as melhores fases da produção de uma colméia que pode produzir emapenas 15 dias cerca de 15 kg de mel, isso em uma colônia existe cerca de 6 a 8 miloperarias e apenas uma rainha que chega a cruzar com vários Zangões de uma sóvez. As abelhas são pertencentes a família Apidae, que é dividida emduas sub-famílias: a meliponinae e a Apinae. A primeira é constituída pelaschamadas abelhas indígenas, que habitam regiões tropicais e subtropicais. Entreestas abelhas, algumas possuem ferrão e outras não. Elas são subdivididas em trêsgêneros: Lestrimellitini, trigonini e Meliponini. Já na sub-familia Apinae, sãoencontrados os gêneros Apis e Bombus, cujas abelhas apresenta ferrão. No gênero
    • 5Apis estão as principais espécies responsáveis pela produção de mel no mundo.(Por Gyselly mendes, escala rural especial). No gênero das Apis ocorreu uma união das espécies das abelhaseuropeias e africanas que sofreram uma mutação genética devido as influências domeio ambiente em que se estabeleceram, por outro lado, ainda discutem osprováveis impactos na competição com espécies de abelhas nativa. A alta capacidade de defesa, de adaptação a ambientes inóspitos ea capacidade de reprodução com ciclo de vida mais curto que as demaissubespécies aqui existentes, são características das abelhas africanizadas quemuito se assemelhas as abelhas africanas nativas. Tais características permitemambas uma rápida ampliação da biomassa e significativo aumento populacional.(Gonçalves, 1994) Escolhemos as abelhas para relatarmos neste trabalho por causa deexistir muitos que aqui sobrevivem da produção do mel, devido ao seu aumentosignificativo na região. A importância da sua produção, como por exemplo: o mel,que em sua composição existe varias substâncias de bom consumo para o serhumano. O própolis, um produto para as abelhas que serve para limpar, proteger,fechar frestas na colmeia e ate mumificar cadáveres de predadores intrusos, já parao homem serve como excelente antibiótico. As abelhas têm outras funções estratégicas pelo relevante serviçoda polinização cruzada, que são responsáveis por fecundar 73% dos vegetais danossa flora (FAO, 2004), gerando assim alimentos para a fauna silvestre e nos sereshumanos. A atividade que mesmo com toda tecnologia da atualidade não existeoutro método para substitui-la. As abelhas da nossa região sobrevive da flor do eucalipto e daperiquiteira e algumas outras arvores nativa da região, e uma das formas paramanter as abelhas em uma determinada região, na época de falta de alimentos paraas mesma, é produzindo alimento artificial, que se da pela mistura de agua e açúcarem um determinado recipiente. (João Carlos Lucas Gomes – EMATER-MG).
    • 63 CONCLUSÃO O presente trabalho nos revela que o mundo das abelhas é muitofascinante pela sua forma de vida, pois são insetos disciplinados e extremamenteorganizados. Sabemos da importância das abelhas para o ecossistema mundial,portanto à necessidade de cultivarmos as espécies existentes no nosso pais, semfalar que não dá muito trabalho para recolher a sua produção. O mel é uma riquezanatural de praticamente todas as regiões do Brasil, fonte esta que precisamosusufruir mais do seu poder de renda para os apicultores de nossa região, por issovarias pessoas já deixaram sua profissão, para investir produção do mel de abelha.
    • 7 4 REFERÊNCIAShttp://www.taiobeiras.mg.gov.br/sis2009/index.php?option=com_content&view=article&id=21&Itemid=33 consultado dia 03 de outubrode 2010 as 10:00 horashttp://www.taiobeiras.mg.gov.br/sis2009/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=5&Itemid=7 consultado dia 03de outubro de 2010 as 10:20 horashttp://www.scielo.br/pdf/aa/v35n3/v35n3a12.pdf consultado dia 05 de outubro de2010 as 21:10 horasEscala rural especial ano //. Nº 17
    • 8ANEXOS
    • 9ANEXO A – ASSOCIAÇÃO DOS APICULTORES EM TAIOBEIRAS
    • 10ANEXO B – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DO MEL