Your SlideShare is downloading. ×
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Livro poemas vol_i_paulosergio_2010_pdf

737

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
737
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 2 PPRROOJJEETTOO:: LLIITTEERRAATTUURRAA JJOOVVEEMM EEMM BBUUSSCCAA DDOOSS CCAAMMIINNHHOOSS DDAA PPAAZZ VVoolluummee II –– PPooeemmaass AA lluuttaa ccoonnttrraa aa DDeenngguuee ee oouuttrrooss ppooeemmaass...... EXECUÇÃO: 6º “B”, 7º “B”, 8º “B” (2010) e Prof. Paulo Sérgio UNIDADE ESCOLAR: COL. EST. BARTOLOMEU BUENO DA SILVA PROFESSOR COORDENADOR: PAULO SÉRGIO DE O. SILVA COORDENADORA PEDAGÓGICA: MARIA APARECIDA DE LIMA OLIVEIRA DIRETORA: LEIDA MARIA SOUZA DE MORAIS VICE-DIRETORA: HÉLICA FERNANDA LEMES GONDIN C.E.B.B.S. PARANAIGUARA-GO 2010
  • 2. 3 A COLETÂNEA EM BUSCA DOS CAMINHOS DA PAZ É O RESULTADO DOS PROJETOS EXECUTADOS NO 6° ANO “B”, 7° ANO “B” E 8° ANO “B” (2010), SOB A COORDENAÇÃO E ORIENTAÇÃO DO PROF. PAULO SÉRGIO DE O. SILVA. A EXECUÇÃO DESTES PROJETOS, EM CONSONÂNCIA COM AS MATRIZES CURRICULARES E COM A LDB, QUE OBRIGA O ESTUDO DAS PROBLEMÁTICAS SOCIAIS LOCAIS E QUE LUTAM PELO RESGATE DOS VALORES HUMANOS, COMO CONDIÇÃO PARA “TRANSFORMAR O MUNDO NUM LUGAR MELHOR DE SE VIVER”. A FINALIZAÇÃO DOS TRABALHOS FOI A MONTAGEM DE CARTAZES, PAINÉIS, LIVRO E PUBLICAÇÃO NO BLOG DA ESCOLA – http://2010avozdobartolomeu.blogspot.com . PROF. PAULO SÉRGIO.
  • 3. 4 Promover a PAZ é usar a consciência, é fazer guerra contra todo tipo de violência. A violência, a cada dia mais, se mostra “um problema global, que envolve o mundo todo, mas que exige uma atitude local”; ou seja, atitudes pequenas de cada um. Nós temos vários nomes de reconhecimento internacional, às vezes mundial, como Mahatma Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, e muitos outros, que deram suas vidas no movimento pela PAZ. Em nossa comunidade, temos pessoas como os membros da Polícia Militar, do Conselho Tutelar, os dirigentes das igrejas, os professores e funcionários das escolas, que também estão constantemente na luta contra a violência e a favor da vivência dos valores humanos, que são a condição vital para se viver em PAZ. Para se eliminar a violência não dependemos de planos de governo, de novas leis, ou de projetos grandiosos, mas sim da mudança de atitude de cada um. Não devemos esperar por ações do Governo, nem de intervenção da ONU, ou que algo de sobrenatural aconteça para mudar a atual situação de medo e insegurança em que todos vivemos. Precisamos, antes disso, começar mudando a nós mesmos, mudando os nossos hábitos, e assim, mudar o nosso grupo, a nossa comunidade, o nosso mundo. Viver em PAZ é jogar o papel de bala no lixo; é receber o outro sempre com um sorriso; é dizer “Muito obrigado!”; é olhar nos olhos e perguntar: “Como tem passado?”, “Você é muito importante para mim!”; é oferecer ajuda quando pensa em acusar; é saber perdoar quando pensa em condenar... Viver em PAZ é, enfim, vivenciar os valores humanos: a verdade, a justiça, a honestidade, a tolerância, a lealdade, amizade e amor. Prof. Paulo Sérgio
  • 4. 5 Nós, alunos do 6º Ano B, nas aulas de Língua Portuguesa, com o Professor PAULO SÉRGIO, produzimos vários poemas, sobre vários assuntos. Entre outros, falamos também sobre a Dengue, que é um problema que preocupa a todos nós. Com estes poemas, nós procuramos conscientizar a todos de como agir para acabar com o problema da Dengue... Afinal, as principais funções da leitura e da literatura são divertir e mudar os comportamentos de nossos leitores! (6º ano B - 2010)
  • 5. 6 LUTA CONTRA A DENGUE Para todo mundo hoje diga Que devemos evitar a fadiga Abrir os olhos de quem não liga E todos juntos entrar nesta briga. Porque a DENGUE NÃO é brincadeira Se você der bobeira, Não jogar o lixo na lixeira, Ela vem e leva a sua vida inteira. A caixa d’água lave e tampe bem, As garrafas, de boca para baixo também, Se puser areia na planta, no prato que ela tem, O mosquito não ataca ninguém. Guarde bem o seu pneu, Porque agora não quero eu Esse mosquito, que medo nos deu, Nem no seu quintal e nem no meu. Se algum sintoma sentir Ao hospital você deve ir. Não vá tomar remédio por aí, Porque coisa pior pode surgir. Agora que você já sabe o que fazer Ajude a saúde acontecer, Por todos a seu lado e por você, Fale, grite, ensine... Faça todo mundo ver!!! (Professor Paulo Sérgio - 2010)
  • 6. 7 LUTA CONTRA A DENGUE Não deixe água parada nos pneus, Não queremos mosquito Nem no seu quintal, nem no meu, entendeu? Deixe suas garrafas de boca virada Para que você fique tranquila E evite água parada. Não deixe sua caixa d’água destampada, Senão o mosquito da dengue Deixa sua vida acabada. Limpe as lajes de sua casa, Não deixe o mosquito da dengue Criar asas. Limpe as bandejas de sua geladeira, Senão vai virar uma mosqueteira. Vamos acabar com isso, Vamos eliminar essa danada, Porque, na verdade, na verdade, Essa dengue é uma furada! A dengue mata! Evite-a! (Mariely e Vinícius 6º ano B - 2010)
  • 7. 8 A DENGUE MATA A Dengue é muito perigosa, Pode matar, É muito infecciosa. Para não pegar dengue, A gente tem que cuidar, Limpar bem o quintal Para a Dengue acabar. Não deixe água acumular Não deixe o mosquito da Dengue botar, Vamos cuidar direito, Para a Dengue acabar. Vamos logo tudo mover, Para o mosquito da Dengue morrer, Não deixe este danado viver. Não vamos deixar o mosquito nos picar, Porque ele pode nos matar. Vamos todos agora agir, Para o mosquito da Dengue De nosso país sumir. (Daniela e Késia 6º ano B - 2010)
  • 8. 9 O RAP DO MOSQUITO DA DENGUE O mosquito da Dengue Temos que eliminar, Para acabar com esse mal Que existe em todo o lugar. Agora temos que fazer As seguintes lições: Tampe a caia d’água, Coloque areia na planta... E a lata de lixo, Tem que vir com tampa. Faça a sua parte Para acabar com esse mal Que existe em nossa Terra natal. (Maurílio - 6º ano B - 2010)
  • 9. 10 LIÇÃO DE SAÚDE Se você quer ter saúde, Ouça o que eu vou dizer: Não deixe água parada, Que a dengue pega você. Pra livrarmos desse mal E poder nos proteger, Cuide bem do seu quintal, É o que devemos fazer. O mosquito transmissor Gosta de água parada. Não deixe água nas plantas, Podem ser contaminadas. Agora vou terminar Essa minha poesia. Aprenda essa lição E leve-a para o dia-a-dia. (João Vitor de Souza Teixeira - 6º ano B - 2010)
  • 10. 11 A LUTA CONTRA A DENGUE Limpe sempre o seu quintal E guarde as garrafas com muito cuidado, Sempre de boca para baixo, Mantenha a caixa d’água Sempre bem fechada. Não deixe pneus jogados, Não queira ficar doente. Comunique seus vizinhos Para que todos possam ajudar Nesta luta contra a dengue. (Adhemar - 6º ano B - 2010)
  • 11. 12 A DENGUE MATA Tampe bem a caixa d’água Para o Aedis Aegipts Não fazer morada. Não a garrafa virada De boca para cima, E nem pense em deixar Água acumular Em qualquer coisa jogada Na rua ou no quintal. Não deixe água parada Para não ser picado Pelo mosquito enjoado. Olhe bem e procure cuidar Do espaço que é o seu quintal. Faça da sua casa um espelho, Dengue mata, Por isso, Não esqueça este conselho. (Nayara Paula - 6º ano B - 2010)
  • 12. 13 O RAP DA DENGUE Eu pensei em fazer Um rap da dengue. Não deixe água parada, Porque o mosquito pode pegar. Guarde os pneus Abrigados da chuva. Não deixe acumular Água nas lajes... E tudo isso É para você Não se adoentar. Então, Para acabar com a dengue, Vamos todos cantar! (Carlos Henrique e Klaiver 6º ano B - 2010)
  • 13. 14 EU NÃO QUERO PEGAR DENGUE A dengue pode matar, E todos têm que me escutar! Se deixar água parada, O mosquito vai te ferroar. Cuide bem do seu quintal, Não deixe água parada, Senão o mosquitinho Em sua casa vai entrar. Se tem garrafas, Deixe tudo bem tampado! Se não deixar, O bichinho fica bem confortado, E, poucos dias depois, Você se deu mal! Já está todo picado.
  • 14. 15 Muito mosquitinho dá, Se você não cuidar E ficar água parada. E eles, em você, E em toda a sua família, Rapidinho vão ferroar. Jogue tudo no lixo. Se cuidar de tudo, Pode acabar com isso! “Eu não quero ficar com dengue, E, você, quer? Não, né! Então cuide do seu quintal, Senão você vai se dar mal, Vai ficar com febre, Dor no corpo, E vai parar no hospital!” (Thais Dias - 6º ano B - 2010)
  • 15. 16 PARA NÃO PEGAR A DENGUE Para não pegar a Dengue A gente tem que limpar o quintal Para se prevenir. Não deixe água no pneu, Para não dar dengue No meu quintal e nem no seu. Não tome remédio algum, Se algum mal você sentir. Depois de alguns dias, O mosquito vai embora. O veneno vai passar E o seu quintal vai ficar Limpo do mosquito. (Ana Flávia - 6º ano B - 2010)
  • 16. 17 A LUTA CONTRA O MAL Mantenha o lixo fechado, Para o mosquito não botar. Não jogue plástico na chuva, Para a água não parar. Vamos todo mundo colocar As garrafas pete e vidro Em um bom lugar, Vamos limpar as calhas, Para a água não acumular.
  • 17. 18 Lave sempre a caixa d’água, Coloque terra na planta. Troque a água do cachorro E das galinhas, Para o mosquito não botar. Não deixe o mosquito tomar conta Do seu corpo e do seu quintal. Para isso, vamos todos juntos, Lutar contra este grande mal! (Lucas Ricardo e Júlio César 6º ano B - 2010)
  • 18. 19 COMO EVITAR A DENGUE A Dengue é causada Por um mosquito Muito feio e perigoso. Para evitar este mal Que nos adoece, Todos nós, então, Vamos ajudar: Fechando a caixa d’água, Garrafas de boca para baixo, Cubra seus pneus e plásticos... E, assim, você estará Fazendo a sua parte. (Pedro Henrique Lima 6º ano B - 2010)
  • 19. 20 O QUE A DENGUE FAZ A Dengue Faz a gente Ter uma noção E uma reação imensa. Que faz a gente ficar mal. Com uma dor de cabeça Que nunca acaba, A gente fica molenga, Como uma lenga, lenga. Fica com o corpo todo empipocado Como pipoca. Por isso, cuide do seu quintal, Para sempre ganhar Um cartão Não E, muito menos, (Dávila B. Costa 6º ano B - 2010)
  • 20. 21 A DENGUE NÃO É BRINCADEIRA Não deixe água parada. Vamos nos importar conosco, E não com as outras pessoas, Que não ligam. Vamos entrar nesta briga! Dengue não presta. Limpe o seu quintal depressa! Entre nesta guerra! Dengue não presta. Largue de zoeira, Dengue não é brincadeira!!! (Priscila - 6º ano B - 2010)
  • 21. 22 DENGUE! DENGUE! Quem deixa caixa d’água Garrafa, vasilha destampada, E vaso de planta sem areia no prato, Com certeza, se dá mal. O mosquito da Dengue está zanzando por aí! Dengue! Dengue! Deixando muita gente perrengue! Nós lutamos e vencemos, Mas o mosquito da Dengue Não desiste. Ele sempre arruma Um jeito de dar a volta por cima. Ele vê um recipiente com água limpa E coloca seus ovinhos, Mas se vimos esse recipiente, Jogamos a água fora... Tome cuidado! Dengue mata! (Daniel - 6º ano B - 2010)
  • 22. 23 COMBATE À DENGUE Nós devemos combater a Dengue, Porque nós não vamos sobreviver. Se não nos unirmos contra a Dengue, Ela vai nos derrotar. Mas nós podemos derrotá-la Não deixando pneus com água dentro, E nem pratos com água. Com isso podemos ganhar. Mas, para isso, Todos devemos fazer a nossa parte!!! (Amanda e João Victor dos Santos Ferreira 6º ano B - 2010)
  • 23. 24 DENGUE MATA Não vamos deixar os pneus de fora. As garrafas, vamos guardar com tampa. Não vamos deixar o mosquito ganhar, Tudo vamos guardar, Principalmente, materiais Que possam Água acumular. Nos pratos de flores, Areia vamos colocar! Vamos sempre cuidar Para a Dengue não nos matar. (6º ano B – 2010)
  • 24. 25 OO qquuee mmee ffaazz ccrreesscceerr ee ttoorrnnaa aa mmiinnhhaa vviiddaa sseemm iigguuaall éé mmeeuu mmaaiiss qquuee ccoommppaannhheeiirroo,, mmaaiiss qquuee aammiiggoo...... ÉÉ vvooccêê,, mmeeuu iirrmmããoo((ãã))...... NNããoo iimmppoorrttaa ssee vvooccêê éé iimmaaggiinnáárriioo oouu rreeaall..
  • 25. 26 Uma irmã adorável Se eu tivesse uma irmã eu queria que ela fosse bonita, gentil, alegre, inteligente, legal e carinhosa. Eu e ela brincaríamos de varias brincadeiras, nas viagens para festas de amigas, nós iríamos dividir o amor que existe entre irmãs. Ela seria a melhor irmã que eu teria nesse mundo. Ela seria minha preferida, amiga, divertida e protetora. E também teríamos uma união incomparável. Ela me contaria os segredos dela, e eu contaria os meus para ela. Teríamos um amor e alegria de irmãs. Ela não seria chata. Seria a mais legal do mundo. Eu diria para ela Que ela tudo isso... E ela ficaria feliz por me ouvir. (Ana Flávia – 6º ano B – 2010)
  • 26. 27 Irmão, união carinhosa Deve ser tão bom ter um irmão!!! Ainda não tenho um... Quem sabe daqui a um ano!!! Irmão é união carinhosa. Isso porque, quando começam a brincar, começa a festa, a diversão... As brincadeiras são legais. É bom sonhar em fazer viagens, contar segredos um para o outro... É divertido e alegre ter a amizade e tudo o que se tem num irmão... Sempre que aquela confusão aparece, ele está lá para te defender! A cumplicidade é tudo... Eu penso que é legal ter um irmão... Se vem ou não, estou esperando... ansioso! (Kayque – 6º ano B – 2010)
  • 27. 28 O irmão preferido Eu tenho um irmão... O meu sonho era dar uma festa para ele, só que eu não tenho condições... Se eu fosse fazer, teria brincadeiras, diversão, união, amor, alegria, cumplicidade, segredos e muitos amigos. E, depois, viajaríamos para lugares bonitos e animados... Meu irmão é bonito, legal, gentil, divertido... Ele é alegre, também muito inteligente, amigável, protetor,carinhoso. Se bem que, de vez em quando, ele é enjoado, e tem muito ciúmes de suas irmãs, mas continua sendo o preferido. Eu agradeço muito a Deus por ter me dado um irmão assim... Eu te amo, meu irmão. (Jéssica – 6º ano B – 2010)
  • 28. 29 Minha irmã Minha irmã é bonita, e também muito divertida. Ela é um pouco enjoada, mas em compensação, é a preferida. Temos bastante cumplicidade, temos brincadeiras de verdade. Ela é muito carinhosa e também muito corajosa! (Marielly – 6º ano B – 2010)
  • 29. 30 Minha irmã Liliane A minha irmã é tudo isso: Alegre, bonita, gentil, inteligente, amigável, legal e carinhosa. Ela é tudo de bom! Mas para eu vir para cá (Paranaiguara-Go), eu tive que me separar dela... Mas, mesmo distante, eu vou respeitá-la e amá-la por toda a minha vida. Eu amo a minha irmã Liliane. (Alisson – 6º ano B – 2010)
  • 30. 31 Meu irmão, minha alegria! Eu e meu irmão gostamos um do outro, Porque eu e ele vamos em todas as festa juntos... A gente viaja junto, A gente tem muita união e muito carinho um pelo outro... A gente é muito amigo. Eu e ele, juntos, somos muito alegres Ele é divertido. É protetor... É um garoto muito feliz... É por tudo isso que eu gosto do meu irmão... Ele é minha alegria! (Kleber – 6º ano B – 2010)
  • 31. 32 A viagem e o irmão Vou à festa, sem festejar. Porque, com meu irmão, fica sem diversão. Mas meu irmão tem muita união. Eu tento ser gentil, mas acabo sem alegria. Eu fico enjoado. Mas, no fundo, é divertido. Eu não posso protegê-lo. só faço viajar... Quando será que vou voltar a vê-lo? (Lucas Ricardo – 6º ano B – 2010)
  • 32. 33 Meu irmão e eu Meu irmão e eu fomos a uma viagem com nossos tios. Quando chegamos ao nosso destino, fomos para uma pousada... Meu irmão foi na frente, com minha tia. Eu e meu tio ficamos para trás, ajudando a carregar as bagagens. No outro dia, nós fizemos brincadeiras divertidas. Eu contei meus segredos, falei os nomes de meus amigos, contei sobre como é importante a nossa cumplicidade... Fizemos até contas de divisão... Construímos uma união e tanto! Meu irmão é gentil com as meninas, e divertido com seus amigos. Realmente, somos ótimos amigos. (Daniel Henrique – 6º ano B – 2010)
  • 33. 34 Meu querido irmão! Meu irmão é lindo, moreno, divertido, alegre, inteligente, protetor, carinhoso... Às vezes enjoado... Mas nós brincamos juntos, dividimos as coisas. Nós moramos juntos e a minha mãe divide o amor entre a gente. Tem o mesmo sentimento. Temos união, somos companheiros e vamos a festas legais... Por isso adoro o MEU IRMÃO! (Nayara – 6º ano B – 2010)
  • 34. 35 MINHA IRMÃ FAVORITA Eu tenho 5 irmãs, mas só tenho 1 da parte de mãe... Esta é a minha favorita. Às vezes nós nos damos mal, mas sempre nos damos bem. Eu a ajudo em tudo, até a fazer dever de escola. Como eu a ajudo, ela também me ajuda. Minha mãe às vezes fica estressada com a gente, mas sempre nos deixa fazer bagunça desde que nós arrumemos depois. Por tudo isso ela é minha irmã favorita. Eu gosto muito da minha irmã. (Pedro Henrick Medeiros – 6º ano B – 2010)
  • 35. 36 Meu irmão Eu e meu irmão somos companheiros, mas na hora do aperto, ele só joga a culpa em mim. Mas a gente se diverte muito no córrego, quando a gente joga bola, pesca e quando eu corro atrás dele a cavalo. A gente toma banho na piscina, a gente quase mata um ao outro. Eu acordo mais cedo, ponho coberta nele. Quando a gente vai viajar, eu e meu irmão brigamos para sentar perto dos nossos pais. (Priscila – 6º ano B – 2010)
  • 36. 37 PPaarraa eennccoonnttrraarrmmooss ooss ccaammiinnhhooss ddaa PPAAZZ,, pprreecciissaammooss rreessppoonnddeerr aa eessttaa ppeerrgguunnttaa qquuee nnããoo qquuee ccaallaarr:: OO qquuee éé sseerr HHuummaannoo??
  • 37. 38 O ser humano O ser humano é inteligente, mas às vezes erra muito. Alguns se arrependem, outros são cegos, veem depois que é tarde demais. O ser humano é de vários gostos: alguns preferem dormir, outros não... Ele é um ser bom, mas tem pessoas ruins. A gente tem que se cuidar. O ser humano é alegre. O ser humano é feliz. O ser humano é triste. O ser humano é iluminado por Deus... Para ser feliz, ele faz de tudo. Ele é considerado o maior dos seres vivos... Ele sabe tudo sobre a vida, do Bem e do Mal... A gente tem que escolher! Mayara – 7° B
  • 38. 39 O que é o ser humano? Ser humano é poder viver cada coisa linda que passa em nossa vida. É aprender a amar; É poder fazer coisas maravilhosas, como: correr, andar, pular, gritar, falar... sentir o que está perto de você. Ser humano é fazer o que sempre teve vontade; é viver em harmonia com nossos amigos, com toda a comunidade... Ser humano é aquilo que você percebe... Pode ser bom ou ruim... você escolhe o melhor para você! Ser humano é uma coisa inexplicável. É simplesmente incrível! É cuidar do que nos restou da nossa vida e do nosso mundo. Daniela – 7° B
  • 39. 40 Ser humano é... Ser humano é saber se expressar; É saber ser feliz; É ser feito de carne e osso; É ter o lado bom e o ruim; É ser silêncio e som, lembrança e esquecimento. Ser humano é ser feliz ou triste, É ser calmo ou racional na hora certa... Ser humano é ser solidário, amoroso , sincero, guerreiro... É ser capaz de sempre fazer o bem. Fabíola – 7° B
  • 40. 41 Os lados do ser humano Ser humano vai desde A inocência até a responsabilidade. É ser quem respeita, quem ama, adora... É lutar pelo direito no que é seu; É saber o que faz e sofrer As consequências dos seus atos. Ser humano Não é só vida boa, mas também sofrimento; Não é só riqueza, também passa pela pobreza; Não é só diversão e jogos, tem também A família e o trabalho... Ser humano é fazer o que há de melhor Para si mesmo e para sua família! José Walisson – 7° B
  • 41. 42 Paz é ser humano O ser humano, para ser humano, precisa ter caráter, carinho e respeito com todas as pessoas do mundo inteiro, Principalmente com quem isso não oferece... Isso porque todas essas pessoas são irmãos da parte de DEUS. Se todos agíssemos assim, o nosso mudo seria com muita PAZ! Lutar pela PAZ é o principal para alguém ser humano! Dionita Afonso – 7° B
  • 42. 43 PPooeemmaass,, vveerrssooss ee qquuaaddrriinnhhaass ddaa ccuullttuurraa ppooppuullaarr.. LLeeiittuurraa ssuuggeerriiddaa ppeellooss aalluunnooss ddoo 77°° aannoo ““BB””
  • 43. 44 “Amo a vida Amo alguém Amo você e mais ninguém!” “Enfiei a faca no peito para ver o sangue escorrer e no peito estava escrito TE AMO até morrer!” “Gosto da laranja Gosto do limão Gosto de você, mas prefiro seu irmão!” “Na vida tudo passa Na vida tudo tem fim Só uma coisa te peço Nunca se esqueça de mim!” “Se amar é pecado A Deus peço perdão Se teus braços for cadeia Quero morrer na prisão!”
  • 44. 45 “Vou à escola Vou para aprender Mas vou também Só para te ver.” “O rio atravessa o mar Para chegar no oceano E eu atravesso o mundo Só para te dizer que TE AMO!” “A distância impede Que eu te veja Mas não impede Que eu TE AME.” “Te amei no passado Te amo no presente Se o futuro permitir Te amarei eternamente!” “Fui em uma praia Tentar te esquecer Veio uma onda e disse: Quem ama tem que sofrer!”
  • 45. 46 “Sua mãe é uma rosa Seu pai é um beija-flor Sua irmã é minha cunhada E você meu grande amor!” “Se essa noite você acordar E não souber onde está Não se preocupe Pois em meu sonho estará.” “Todos nós temos um anjo protetor Eu gostaria de ser o seu Nada me daria mais prazer Do que do seu lado dia e noite estar.” “Se você torce para o Flamengo Que Deus te abençoe Mas se você torce para o Corinthians Que Deus te perdoe!” “Chuva cai Chuva corre Mas nossa amizade Nunca morre.”
  • 46. 47 “Se amar for viver Vivo porque amo você! Você é a lua Você é o vento Você é a força Do meu pensamento! Você é ouro Você é prata Você é lindo Você me mata.” “Amigo sempre tive Amigo sempre terei Amigo como você Nunca esquecerei.” “Se você me ama Venha me dizer a verdade Não quero ficar em dúvida Entre o amor e a amizade.” “Quem ama sofre Quem sofre luta Quem luta vence Quem vence, Sempre será feliz.”
  • 47. 48 “Um gênio me realizou três pedidos: Eu pedi o mar, ele me deu o oceano, Eu pedi uma estrela, ele me deu o céu, Eu pedi uma coisa que me faça feliz, Ele me deu você.” “Serei o sol, Serei a lua Serei sempre Amiga sua.” “Passei num rio Passei por um riacho Quanto mais te vejo Mais bonito(a) te acho.” “Quando te vi Montei num burro e fugi Mas de saudade não aguentei Montei numa vaca e voltei.” “Verde limão Vermelho caqui Você é a pessoa mais linda Que eu já vi.”
  • 48. 49 “A distância pode buscar a saudade, Mas nunca o esquecimento.” “Às vezes perdemos as pessoas que mais amamos Por não termos coragem de dizer O que realmente sentimos.” “Às vezes é preciso parar e olhar longe Para podermos enxergar o que na verdade Está dentro de nós. Foi assim... vi você.” “Queria ser o sol Você ser a lua No eclipse do amor Minha boca beija a sua.” “Ás vezes falamos o que não devemos falar... Ouvimos o que não devemos ouvir... Choramos por algo que não devemos chorar... Sabe por que? Porque ás vezes amamos quem não devemos amar!”
  • 49. 50 “Amor a gente conquista Amizade a gente cativa Tristeza?! Nessa danada a gente piiiiiiiiiiiiiiiiiisaaaaaaaaaaaaa!” “Amigo não é aquele que diz: -Vá em frente! Mas aquele que diz: - Vou contigo!” “Se um dia o sol parar de brilhar E o sol nunca mais aparecer É sinal que consegui te esquecer... Mas se isso não acontecer É sinal que ainda amo você.” “Moranguinho tão vermelho Dá vontade de chupar; Sua boca tão vermelha Dá vontade de beijar.”
  • 50. 51 “Queria que chovesse Uma chuva bem fininha Pra molhar sua cama E você vir dormir na minha.” “Olho você, Sigo você, Sabe por quê? Amo você.” “Se amar é viver, Vivo porque amo você.” “Queria ser poeta Poeta não posso ser Poeta pensa em tudo E eu só penso em você!” “Subi no pé de lima Chupei lima sem querer Abracei o pé de lima Achando que era você.”
  • 51. 52 ALUNOS DO 6° ANO “B” Professor: Paulo Sérgio de O. Silva ADHEMAR IGOR DE J. OLIVEIRA PEDRO HENRICK M. DE OLIVEIRA AMANDA FERREIRA RODRIGUES PEDRO H. LIMA DE SOUZA ANA FLÁVIA DOS SANTOS PEREIRA PRISCILA APARECIDA G. CABRAL CARLOS AUGUSTO P. ALMEIDA THAIS DIAS DE REZENDE CARLOS HENRIQUE JUSTINO VÍCTOR JOSÉ DE MACEDO DANIEL HENRIQUE S. DA SILVA VINÍCIUS DE OLIVEIRA RAMOS DANIELA MARTINS LORENA WARLEY ALVES DA SILVA DAVILA BARBOSA COSTA KLEBER FILHO GRACIANO PIRES JOÃO VICTOR DOS S. FERREIRA RAPHAEL DA SILVA SANTOS JOÃO VITOR DE SOUZA TEIXEIRA THALIS SILVA FAGUNDES JÚLIO CESAR M. DE CARVALHO LEONARDO MARQUES DE JESUS KAYQUE ANTONIO B. DOS SANTOS MARIA CLARA F. DO CARMO KÉSIA CAROLINE LOVERA RAFAELA VIEIRA MARTINS KLAYVER RODRIGO M. FARIA JEOVANE ROSA DE O. SOBRINHO LUCAS RICARDO M. DE SOUSA JÉSSICA VIEIRA DE PAULA MARIELLY SILVA MARTINS ALISSON MOURA MAURILIO MARTINS NUNES NETO YAGO DE SOUZA PEREIRA NAYARA PAULA B. PARREIRA MAICON DOUGLAS M. DA SILVA
  • 52. 53 ALUNOS DO 7° ANO “B” Professor: Paulo Sérgio de O. Silva ALEX FREITAS JACINTO JHONATAN R. DE OLIVEIRA AMANDA TRINDADE SILVA JOSÉ WALISON GOMES DA SILVA ANA PAULA ROSA DO PRADO JULIO CESAR C. DE ANDRADE ANIBAL BATISTA RAMOS NETO MARIANA DA SILVA OLIVEIRA CAIO VINÍCIUS MENDES SANTOS MAYARA LEMES FERREIRA CARLOS H. G. DE CARVALHO NATÁLIA PIMENTEL NUNES DANIELA LORENA CAETANO RAYANNE SILVA MELO DANYLLO MORAES DA COSTA THIAGO OLIVEIRA SILVA DIOGO PRADO OLIVEIRA TIAGO TEMOTEO DA SILVA DIONATAN CARLOS A. FERREIRA WESLEY DE JESUS PEREIRA DIÔNITA AFONSO F. MIRANDA KÉLITHON BARBOSA PAULA ELINANDA MUTALO RODRIGUES KELYSSON BARBOSA PAULA FABÍOLA SILVA PARREIRA LUCAS FERREIRA DE A. LIMA FABRICIO PAULA SILVA JOYCE RODRIGUES DE OLIVEIRA FELIPE DA SILVA THIAGO S. FERREIRA CAMPOS FRANCIELE APª B. DE OLIVEIRA RODRIGO MARCOS DOS R. FILHO GUSTAVO DE PAULA B. BORGES ALÉCIA BARBOSA DA SILVA HÉRIK MORAIS DE LIMA JENIFFER KELEN DA SILVA JÉSSICA M. M. DA S. SANTOS WÉRICA MACÁRIO DA SILVA
  • 53. 54 ALUNOS DO 8° ANO “B” Professor: Paulo Sérgio de O. Silva ANA CRISTINA DOS REIS SILVA MARIA ANGÉLICA GOMES SANTOS BRUNA CABRAL DOS SANTOS MARIA ANGÉLICA ROSA BORGES DANILA CAETANO LORENA PABLO FRANCIS M. DE SOUZA DIEGO TEMOTEO DA SILVA PAULA GARCIA SILVA ELLEN CRISTINA E. MUTALO REGIS SOARES TOLENTINO FÁBIO JUNIOR PAULA DA SILVA VANESSA M. DE CARVALHO GABRIELA RODRIGUES DE FREITAS WILLIAN BARBOSA LIMA JAQUELINE BATISTA LULA WILLIAN REIS GARCIA CABRAL JOYCE ELAINE G. DOS SANTOS LARISSA DA SILVA GOMES KAUANE FREZZARIN ALVES ROSANA VIEIRA DE SOUZA LUCIMEIRE DE JESUS PENA PEDRO HENRIQUE V. DE OLIVEIRA MARCOS PAULO A. DA SILVA WESLEY MARTINS VIEIRA

×