Apresentação Windows Server 2012 R2

4,360 views

Published on

Material utilizado nas apresentações sobre Windows Server 2012 R2, por Paulo Sant´anna, Alexandro Prado e Professor André Luiz.

Published in: Technology

Apresentação Windows Server 2012 R2

  1. 1. 1Plataforma Consistente Windows Azure Services Service ProvidersPrivate Cloud Public Cloud DESENVOLVIMENTO GERENCIAMENTO IDENTIDADE VIRTUALIZAÇÃODADOS Azure Virtual Machines Windows Azure Services
  2. 2. Windows Server 2012 R2…
  3. 3. Plataforma de aplicação flexível e consistente
  4. 4. Infra-estrutura de nuvem multi- tenant Recurso de Gerenciamento de datacenter padronizado Virtualização de classe empresarial Suporte robusto para código aberto Melhor desempenho para carga de trabalho com soluções
  5. 5. NIC Teaming DHCP failover Private virtual local area network (PVLAN) Hyper-V Network Virtualization SIMPLIFIED MULTITENANT INFRASTRUCTURE OPERATIONAL EFFICIENCY RICHER ECOSYSTEM CONTINUOUS APPLICATION AVAILABILITY Cross-premises connectivity Hyper-V Extensible Switch Hardware partners SMB 3.0 Multichannel Quality of Service (QoS) HIGH-PERFORMANCE NETWORKING SMB Direct Single Root I/O Virtualization (SR-IOV) Receive-Side scaling (RSS) Receive Segment Coalescing (RSC) Dynamic Virtual Machine Queue (D-VMQ) IP Address Management (IPAM) Resource Metering Microsoft Windows PowerShell BranchCache DirectAccess DHCP failover
  6. 6. Redução de custo • Utilização máxima de recursos existentes Escolha e Flexibilidade • Plug and Play entre vários fornecedores • Qualquer VM em qualquer Nuvem Agilidade e Automation são as chaves • Automação para hospedagem e redes • Incluíndo serviços de infrastrutura
  7. 7. Cloud Scale Performance & Diagnosability Comprehensive SDN Melhorias na Infraestrutura vRSS Remote Live Monitoring NIC Teaming Hyper-V Network Virtualization Hyper-V Switch Hybrid Forwarding Standards based Switch Management Cloud Gateways IPAM for Virtualized Datacenters DNS Enhancements for Service Providers Extended ACLs Test-NetConnection Enhanced HNV Diagnostics
  8. 8. Windows Azure Infrastructure-as-a-Service (IaaS) é construído sobre o mesmo hypervisor como o Windows Server. Isto significa que não há compatibilidade máquina virtual completa entre a nuvem privada, as nuvens públicas parceiras, e a nuvem pública propriedade da Microsoft. Os clientes podem agora decidir "Onde é que eu quero o meu serviço para ser executado hoje?"
  9. 9. A engine do Live Migration está no Windows Server 2012 R2 Hyper-V. A CPU em hosts muitas vezes é subutilizado, de modo que faz uso deste recurso livre para comprimir a memória das máquinas virtuais que estão sendo movidas antes as páginas de memória são copiados pela rede Live Migration. O Hyper-V vai monitorar a utilização dos recursos da CPU no host e a compressão do acelerador para priorizar serviços aos hóspedes. A ativação da compactação do Live Migration em redes com 10 Gbps ou menos sem Remote Direct Memory Access (RDMA / SMB direto) irá reduzir significativamente o tempo que leva para mover máquinas virtuais (não incluindo a migração de armazenamento).
  10. 10. WS2012 R2 Hyper-V permite a clonagem de uma máquina virtual em execução. Com isso, criará uma cópia exata da máquina virtual, que é armazenada em um estado salvo. Este recurso suporta GenerationID. Isso significa que você pode usar Live Virtual Machine Cloning para criar clones suportados de um controlador de domínio do Active Directory virtual que não é o emulador PDC. Este recurso será útil para situações em que você precisa para depurar um sistema de produção ou que você deseja executar testes, tais como hóspedes atualizações do sistema operacional.
  11. 11. Você pode exportar uma máquina virtual com um checkpoint (anteriormente conhecido como um snapshot) Você também pode exportar um checkpoint de uma máquina virtual.
  12. 12. O recurso de Memória Dinâmica será suportada para Linux virtualizado no Windows Server 2012 R2 Hyper-V. Com isso, a otimização de memória para máquinas virtuais Linux melhorou, e vai permitir muito maiores densidades. Distribuições Linux com Integration Services para Hyper-V já estão disponíveis. Haverá suporte para backup online de Linux. Não é Volume Shadow Copy Service (VSS) para Linux. Em vez disso, um sistema de backup consistente é criado pelo congelamento do sistema de arquivos. Esse recurso exige uma atualização do Integration Services já instalado.
  13. 13. Configurar até 64 máquinas virtuais para compartilhar um único arquivo VHDX em algum armazenamento compartilhado (como CSV ou SMB 3.0). A VM vê o VHDX compartilhado como um disco SAS compartilhado com SCSI-3. Isto é para volumes de dados para criar clusters de clientes, e não para volumes de inicialização compartilhados. Ele funciona com S.O.s como o W2008 R2 com os componentes de Integração instalados. Este recurso é suportado por modelos de serviços em VMM 2012 R2. Isto simplifica o agrupamento de hóspedes, onde as máquinas virtuais são usadas para criar um serviço altamente disponível na camada de aplicação, podendo eliminar a necessidade de LUNs física e acomodar a implantação de auto- atendimento dentro de uma nuvem.
  14. 14. A conexão a máquina virtual criticado no passado (processo VMConnect.exe) está sendo substituído por uma experiência de desktop remoto que é construído para a pilha de virtualização. Isso não tem dependência de rede da máquina virtual. Por padrão, esse recurso está desabilitado no WS2012 R2 Hyper-V e habilitados no Windows 8.1 Hyper- V. Alguns novidades que Remote Desktop VM Conect incluem: Copiar e colar texto e imagens. Copie os arquivos de / para o desktop do cliente. Fazer o redirecionamento de USB baseada em sessão. Agora podemos usar um dispositivo USB para copiar arquivos. Não é uma solução dongle USB.
  15. 15. Esta é a primeira vez que o Windows Server (e, portanto, Hyper-V) está sendo desenvolvido e lançado ao mesmo tempo que o System Center. A cooperação entre as equipes do Windows Server e System Center (WSSC) foi muito maior e trará muitos beneficios. Isso significa que você pode implantar o System Center imediatamente e segui-lo com WS2012 R2 Hyper-V, sem os atrasos do passado.
  16. 16. Semelhante ao StorSimple, o Windows Server 2012 R2 pode medir o "calor" das necessidades de armazenamento. Partes "quentes" de arquivos (o nível de bloqueio) são movidos para Solid State Drives (SSDs) e dados frios para unidades magnéticas mais lentas. Isso permite um equilíbrio favorável entre a capacidade e o desempenho. Os administradores podem atribuir arquivos para camadas de armazenamento específicas.
  17. 17. Útil para conectar o datacenter local ao Windows Azure, este recurso está agora integrado ao Windows Server 2012 R2.
  18. 18. 64 Tb é o espaço endereçável do Windows Server 2012, e o .VHDX pode ser de 64 TB. Agora os discos virtuais .VHDX pode ser usado com iSCSI no Windows Server 2012 R2.
  19. 19. Os ganhos de desempenho de mais de 50% podem ser por consciência dos blocos comuns que são referenciados por processo de deduplicação.
  20. 20. Se a partição pai é ativada, e se ele está executando o Windows Server 2012 R2, a partição convidada é ativado automaticamente, sem qualquer intervenção.
  21. 21. PowerShell 4.0 adiciona novos cmdlets para: • Configuração de VPN • Start Screen customization • DISM • NAT • TPM • WMI • TCP/IP • Systems Management • Storage
  22. 22. Hyper-V Network Virtualization Hyper-V Extensible Switch Partner extensions System Center 2012 Virtual Machine Manager Partner extensions Hyper-V Extensible Switch Hyper-V Network Virtualization Network switch management Built-in Software gateways System Center 2012 R2 Virtual Machine Manager Open, extensible & standards-based Built-in and production ready Innovation in software and hardware
  23. 23. ………….. Rodam melhor quando virtualizados no Hyper-V

×