Slides SENAC Aula 2

2,869 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,869
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
119
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Slides SENAC Aula 2

  1. 1. ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Arquitetura e Infraestrutura de TI Prof. Paulo Nascimento paulofg@gmail.com
  2. 2. Gestão de Infra-estrutura de TI
  3. 3. Gestão de Infra-estrutura• Desafios atuais dos gestores de TI • Alinhar a disponibilidade dos serviços com as necessidades do negócio • Reduzir os custos de manutenção da infra-estrutura • Melhorar a resiliência da infra-estrutura • Justificar o ROI da infra-estrutura • Garantir as políticas de segurança da informação • Atender aos requisitos legais / compliance • Administrar ambientes de alta complexidade • Administrar a dependência do negócio com a TI • Gerenciar os riscos de TI
  4. 4. Gestão de Infra-estrutura• Desafios • Pesquisa do Gartner apontou que 80% das causas de indisponibilidade de serviços de TI são referentes a: • Aplicações não-testadas. • Má gerência de mudanças. • Sobrecarga de processamento. • Falhas em procedimentos. • Falhas no cumprimento de requisitos. • Erros relacionados à segurança ou às rotinas de backup.
  5. 5. Gestão de Infra-estrutura
  6. 6. Gestão de Infra-estrutura
  7. 7. Gestão de Infra-estrutura GOVERNANÇA
  8. 8. Gestão de Infra-estrutura• Governança Corporativa Vendinha do Zé Zé’s Mega Store
  9. 9. Gestão de Infra-estrutura • Governança Corporativa“Um sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os acionistas e os cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal.As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para a sua perenidade.” Fonte: Instituto Brasileiro de Governança Corporativa
  10. 10. Gestão de Infra-estrutura• Governança Corporativa - Princípios Básicos • Transparência: A organização deve cultivar a prática de divulgar informações relevantes (não somente as compulsórias). • Equidade: Atitudes ou políticas discriminatórias são inaceitáveis em qualquer nível (acionista, clientes, credores, fornecedores, funcionários, etc). • Prestação de Contas: os Agentes de Governança assumem toda responsabilidade por seus atos e omissões. • Responsabilidade Corporativa: Todos devem zelar pela longevidade da organização.
  11. 11. Gestão de Infra-estrutura GOVERNANÇA DE TI
  12. 12. Gestão de Infra-estrutura• Metodologias / Melhores Práticas • ITIL (Information Technology Infrastructure Library) • CobiT (Control objectives for Information and related Technology) • ISO/IEC 20.000 • BPM (Business Process Modeling) • CMMI (Capability Maturity Model Integration) • PMBOK (Project Management Body of Knowledge)
  13. 13. Gestão de Infra-estrutura • Metodologias / Melhores Práticas N eSCM PRINCE2 E CoBIT ISO 9.000 G ISO 20.000 ÓTI ITIL C SIX SIGMA CMMi PMP I O BSC S
  14. 14. Gestão de Infra-estrutura2007 ITIL V32006 ISO 20.000 CMMi 1.22005 CoBIT V4200420032002 CMMi20012000 CoBIT V3 ITIL V21999199819971996 CoBIT V119951994 ITIL V119931992 CMM
  15. 15. Gestão de Infra-estrutura COBIT
  16. 16. Gestão de Infra-estrutura• COBIT = um conjunto de conceitos usado para resolver um problema de um domínio específico • Framework de boas práticas que guia a gestão de infra-estrutura de TI; • Serve como modelo para gestão, incluindo framework, controle de objetivos, mapas de auditoria, ferramentas e guia de técnicas; • Fornece métricas para avaliação de resultados;
  17. 17. Gestão de Infra-estrutura• COBIT • O Framework CobiT abrange 4 domínios: • Planejamento e organização; • Aquisição e implementação; • Entrega e Suporte; • Monitoração e avaliação.
  18. 18. Gestão de Infra-estrutura• COBIT • Planejamento e organização; Define de que forma a TI pode contribuir com os objetivos do negócio. • Aquisição e implementação; Define todos as premissas e passos para implantação dos serviços • Entrega e Suporte; Define a entrega de serviços, desde as operações tradicionais ao treinamento, segurança e continuidade. • Monitoração e avaliação. Monitora todos os processos para garantir que tudo segue como previsto
  19. 19. Gestão de Infra-estrutura CMMi
  20. 20. Gestão de Infra-estrutura• CMMi • Conjunto de boas práticas de processo de desenvolvimento de software; • Ajuda a definir “O QUE” fazer e não “COMO” fazer; • É um FRAMEWORK e não um padrão para desenvolvimento;
  21. 21. Gestão de Infra-estrutura ISO 20.000
  22. 22. Gestão de Infra-estrutura• ISO 20.000 • International Organization for Standardization / International Electrotechnical Commission 20000 – Information Technology Service Management; • Tem como objetivo a regulamentação do padrão de gerenciamento de serviços de TI; • Dividida em 2 partes: • Specification: é a especificação formal da normal que define todos os requisitos para a implantação da gestão de serviços de TI; • Code of Practice: é o guia prático contendo dados de experiência do mercado visando a auditoria e certificação na norma.
  23. 23. Gestão de Infra-estrutura ITIL
  24. 24. Gestão de Infra-estrutura• O que é ITIL? = um conjunto de conceitos usado para resolver um problema de um domínio específico • É um Framework • É um conjunto de melhores práticas para gerenciamento de serviços em TI; • Baseado em experiências de gestão de TI em todo o mundo; • É independente do tamanho ou setor da organização.
  25. 25. Gestão de Infra-estrutura• O que é ITIL? • É um padrão aberto, isento de ferramentas; • Promove a gestão da qualidade; • Alinha os serviços de TI com os requisitos do negócio.
  26. 26. Gestão de Infra-estrutura• O que NÃO é ITIL? Melhores práticas: serve de inspiração, mostra onde outros chegaram, sugere “o que”, “por que” e “para que” fazer. Metodologia: Define “o que”, “por que” e “para • que” fazer. Não é uma metodologia; • Não é um modelo de maturidade; • Não é a solução de todos os problemas de TI • Não é o objetivo final (o objetivo é a gestão de serviços)
  27. 27. Gestão de Infra-estrutura• ITIL
  28. 28. Gestão de Infra-estrutura• ITIL - Desafios para implantação • Patrocínio da alta direção (mudança na cultura) • Divisão de papéis e responsabilidades • Mensuração de resultados
  29. 29. Gestão de Infra-estrutura X CLIENTE USUÁRIO
  30. 30. Contém as boas práticas de como migrar osÉ o livro de referência Contém as boas práticas serviços definidos no Contém as boas práticaspara os demais. Contém para criar e manter os Service Strategy para o Contém as boas práticas para identificar eas sugestões para processos, diretrizes, ambiente de negócios, para garantir a implementar melhoriasdesenhar os processos arquitetura e garantindo que as estabilidade dos serviços nos processos semprede TI de forma que os documentação dos expectativas dos clientes durante toda a operação que alterações nasmesmos estejam processos de TI sejam atendidas e o dos mesmos. necessidades doalinhados com os definidos no Service ambiente de TI esteja negócios demandarem.processos de negócio. Strategy. apto a prestar os serviços.
  31. 31. • Service Strategy Entender as necessidades dos clientes Activities• Service Portfolio Inicia o desenho do Catálogo de Serviços Management• Financial Orçamento / contabilidade / cobrança Management• Demand Management Previsão de utilização
  32. 32. • Service Catalog Mgmt Diretório de serviços oferecidos• Service Level Mgmt Define, avalia e mede o SLA• Availability Mgmt Assegura a entrega nos niveis acordados• Capacity Management Plano de capacidade• Information Security Mgmt Confidencialidade / Integridade• IT Service Continuity Mgmt Manter o serviço funcionando (PCI)• Supplier Management Relação / Desempenho
  33. 33. • Change Mgmt Alterações na estrutura de TI• Release and Controle de versões Deploy Mgmt• Configuration Management CMDB• Knowledge Management• Service Validation Validações de serviços
  34. 34. Concessão de direitos • Acess MgmtAtividade que pode causar impacto • Event MgmtAtividade que causa impacto • Incident MgmtCausa raiz • Problem MgmtOferece informações sobre o serviço • Request Validation
  35. 35. Gestão de Infra-estrutura Exercício ITIL Foundation
  36. 36. Gestão de Infra-estrutura 1 - A prioridade de um Incidente é MELHOR descrita como? a. A importância relativa do incidente baseado no impacto e urgência. b. A velocidade com que o incidente necessita ser resolvido c. O número de auxiliares que são designados para trabalhar no incidente de tal forma que seja desolvido em tempo. d. O caminho da escalação que será seguido para garantir a resolução do incidente.
  37. 37. Gestão de Infra-estrutura 2 - Qual dos itens abaixo é a CORRETA descrição de uma operação normal do serviço? a. O serviço esta operando do jeito que usualmente faz quando não há um incidente. b. O serviço esta provendo total performance e funcionalidade que o negócio necessita c. O serviço esta operando dentro dos limites definidos no acordo de nível de serviço d. Todos usuários estão habilitados a acessar e usar o serviço.
  38. 38. Gestão de Infra-estrutura 3 - Qual das colocações abaixo é correta? 1. Somente uma pessoa pode ser responsável (responsible) por uma atividade 2. Somente uma pessoa pode ser a prestadora de conta (accountable) por uma atividade a. As duas estão corretas b. Somente a 1 c. Somente a 2 d. Nenhuma das colocações.
  39. 39. Gestão de Infra-estrutura 4 - Com o Gerenciamento de Incidentes gera valor ao negócio ? a. Ajudando a controlar o custo da infra estrutura agregando novas tecnologias. b. Habilitando aos usuários resolver os problemas. c. Ajudando a alinhar pessoas e processos na entrega dos serviços d. Contribuindo na redução do impacto na indisponibilidade dos serviços.
  40. 40. Gestão de Infra-estrutura 5 - Qual é o papel da ITIL dentro do Gerenciamento de Serviços de TI? a. Oferecer uma abordagem baseada nos melhores exemplos obtidos na prática b. Servir como um padrão internacional pata o Gerenciamento de Serviços de TI c. Servir como modelo padrão para a provisão de serviços de TI d. Servir como quadro teórico para o projeto de processos
  41. 41. Gestão de Infra-estrutura 6 - Gerenciar a disponibilidade do serviço é mais importante agora do que nunca, pois: a. A dependência dos clientes na sua TI tem crescido b. As ferramentas de Gerenciamento de Sistemas podem oferecer, hoje, muito mais informação sobre o desempenho do gerenciamento em tempo real. c. Mais sistemas em TI, agora, são terceirizados. d. Mais provedores de serviço, agora possuem Acordos de Nível de Serviço com seus clientes.
  42. 42. Gestão de Infra-estrutura 7 - Qual a diferença entre Gerenciamento de Ativos e Gerenciamento de Configuração? a. O Gerenciamento de Ativos lida apenas com o que você possui e o Gerenciamento de Configuração lida com tudo de sua infra-estrutura; b. O Gerenciamento de Ativos é um "super" Gerenciamento de Configuração, pois isso inclui ativos de outras áreas além da TI, como cadeiras e mesas; c. O Gerenciamento de Ativos lida apenas com o aspecto financeiro dos itens de configuração e o Gerenciamento de configuração lida apenas com os detalhes técnicos da infra-estrutura; d. O Gerenciamento da Configuração vai muito além do Gerenciamento de Ativos, pois também específica às relações entre ativos.
  43. 43. Gestão de Infra-estrutura 8 - Que informação o Gerenciamento da Configuração fornece ao gerenciamento de TI de uma organização? a. Variações dos níveis de serviço acordados; b. Tempo gasto na investigação e diagnóstico em cada grupo de suporte; c. Número de incidentes e problemas por categoria; d. Detalhes e histórico da infra-estrutura de TI.
  44. 44. Gestão de Infra-estrutura 9 - Qual das seguintes é uma atividade do Service Desk? a. Funcionar como primeiro ponto de contato do cliente; b. Investigar a causa das interrupções do serviço ao cliente; c. Procurar causa de incidentes; d. Planejar as mudanças prevenindo incidentes.
  45. 45. Gestão de Infra-estrutura 10 - Como o Gerenciamento de Problemas dá suporte às atividades do Service Desk? a. Resolve incidentes graves para o Service Desk; b. Estuda todos os incidentes resolvidos pelo Service Desk; c. Avalia o Service Desk, Comunicando a resolução diretamente ao usuário; d. Coloca Informações sobre Erro Conhecido e Soluções de Contorno à disposição do Service Desk
  46. 46. Gestão de Infra-estrutura 11 - Que incidentes deveriam ser registrados pela Central de Serviços? a. Apenas incidentes não resolvidos durante o primeiro atendimento; b. Apenas os incidentes dos clientes de boa fé; c. Todos os incidentes, exceto as perguntas simples; d. Todos os incidentes.
  47. 47. Gestão de Infra-estrutura 12 - Qual dos processos ITIL assegura que os Serviços de TI serão restabelecidos, o mais breve possível, em caso de falhas? a. Gerenciamento de Mudanças; b. Gerenciamento de Incidentes; c. Gerenciamento de Problemas; d. Gerenciamento de Nível de Serviço
  48. 48. Gestão de Infra-estrutura 13 - Os gerentes de rede têm carga de trabalho excessiva e não conseguem gerenciar a rede de forma pró-ativa. Um dos fatores que contribui para essas intensas cargas de trabalho é a freqüência com que os usuários contatam esses gerentes diretamente. Qual processo ITIL melhoria essa situação e por quê? a. Gerenciamento de Mudanças, controlando as alterações na rede e divulgando-as aos usuários; b. Gerenciamento de configuração, demonstrando aos usuários as dependências dos serviços com os ICs; c. Gerenciamento de Incidentes, sendo ponto de contato único entre os usuários e a área de TI; d. Gerenciamento de Problemas, resolvendo a causa dos incidentes da área de rede.
  49. 49. Gestão de Infra-estrutura 14 - Um operador observa que a capacidade de armazenamento de seu disco logo chegará ao máximo. Qual processo ITIL essa situação deverá ser informada? a. Gerenciamento de Disponibilidade; b. Gerenciamento de Capacidade; c. Gerenciamento de Mudanças; d. Gerenciamento de Incidentes.
  50. 50. Gestão de Infra-estrutura 15 - Um usuário reclama ao Service Desk que sempre ocorre um erro quando ele está usando uma determinada aplicação. Isso causa a interrupção da conexão de rede Que processo ITIL é responsável por descobrir a causa? a. Gerenciamento de Disponibilidade; b. Gerenciamento de Incidentes; c. Gerenciamento de Problemas; d. Gerenciamento de Liberação.
  51. 51. Gestão de Infra-estrutura 16 - Um dos objetivos do Gerenciamento de Problemas é minimizar o impacto dos problemas nos serviços em TI Qual das seguintes atividades NÃO é uma responsabilidade do Gerenciamento de Problemas? a. Manter relacionamento com os fornecedores e terceiros; b. Trabalhar com o Gerenciamento de Disponibilidade para garantir os níveis acordados de disponibilidade dos serviços; c. Gerenciamento dos Erros Conhecidos; d. Sempre se responsabilizar pelos incidentes difíceis.
  52. 52. Gestão de Infra-estrutura 17 - Uma análise de tendências dos dados de incidentes indica que mais de 30% dos incidentes recorrem regularmente. Qual das atividades seguintes mais contribuirá para a diminuição do percentual de incidentes que recorrem regularmente? a. Uma apresentação para o comitê de diretores, explicando a importância do Gerenciamento de Problemas; b. Implementação do Processo de Gerenciamento de Problemas; c. A seleção de uma ferramenta adequada para registrar todos os dados sobre incidentes de forma mais correta; d. Apresentação de um único número da Central de Serviços, para que os clientes saibam quem contatar.
  53. 53. Gestão de Infra-estrutura 18 - Se um cliente reclama que os níveis de serviço estão abaixo dos acordos na ANS (SLA), aparentemente, devido à quantidade de incidentes de hardware relatados, quem é responsável por garantir que a causa seja investigada? a. O Gerente do Nível de Serviço; b. O Gerente de Disponibilidade; c. O Gerente de Problemas; d. O Gerente de Incidentes.
  54. 54. Gestão de Infra-estrutura 19 - Para que propósito o Gerenciamento do Nível de Serviço usa dados do registro de incidentes do Service Desk? a. Desenvolver Acordos de Nível de Serviços (SLAs); b. Relatar o número e a natureza dos incidentes que ocorreram durante um período específico; c. Determinar a disponibilidade de um serviço de TI o número de incidentes resolvidos; d. Analisar, com outros dados, se o nível de serviço combinado está sendo Fornecido.
  55. 55. Gestão de Infra-estrutura 20 - Qual das seguintes alternativas são vantagens diretas de se iniciar com os Acordos de Nível de Serviço? I. As expectativas de ambos, do cliente de TI e dói provedor de serviços, podem ser alinhadas; II. Ocorrerão menos incidentes; III. Serão fornecidas medidas não ambíguas sobre a provisão de serviços; IV. A quantidade de mudanças a serem retornadas irá diminuir. a. II e IV; b. I e II; c. III e IV d. I e III
  56. 56. Gestão de Infra-estrutura 21 - Que processo ITIL usa Tempo Médio entre Falhas? a. Gerenciamento da Disponibilidade; b. Gerenciamento da Capacidade; c. Gerenciamento da Continuidade dos Serviços de TI; d. Gerenciamento do Nível de Serviço.
  57. 57. Gestão de Infra-estrutura 22 - Uma empresa metalúrgica está em processo de fusão com uma concorrente. Os departamentos de TI, juntamente com as infra-estruturas de TI das duas empresas, serão combinados. Que processo é responsável por determinar o espaço em disco e em memória necessários para as aplicações executadas na infra- estrutura de TI combinada? a. Gerenciamento da Disponibilidade; b. Gerenciamento da Capacidade; c. Gerenciamento de Operações; d. Gerenciamento do Nível de Serviço.
  58. 58. Gestão de Infra-estrutura 23 - Devido à sua dependência cada vez maior dos sistemas de informação, uma empresa imobiliária nacional decide que deverá haver garantias para provisão de serviços de TI após uma interrupção no serviço. Que processo deve ser implementado para fornecer essa garantia? a. Gerenciamento da Disponibilidade; b. Gerenciamento da Continuidade dos Serviços de TI; c. Gerenciamento do Nível de Serviço; d. Gerenciamento dos Serviços.
  59. 59. Gestão de Infra-estrutura 24 - Em relação ao Planejamento da Continuidade dos Serviços em TI, a severidade de um desastre depende: a. Da hora e dia que ocorreu; b. Da quantidade de profissionais disponíveis para auxiliar na recuperação; c. Do tipo de desastre (inundação, incêndio, terremoto...); d. Do impacto sobre os clientes de negócio.
  60. 60. Gestão da Inovação
  61. 61. Inovação em TI• Porque inovar em TI? • TI depende da Inovação; • Lei de Moore: capacidade de processamento dobra a cada 18 meses (Moore, 1965)
  62. 62. Inovação em TI• O que é inovação? “... implantações de produtos e processos tecnologicamente novos e substanciais melhorias tecnológicas em produtos e processos. Uma inovação é considerada implantada se tiver sido introduzida no mercado (inovação de produto) ou usada no processo de produção (inovação de processo)” Manual de Oslo - 2004
  63. 63. Inovação em TI• O que é inovação? Novo produto ou processo Melhoria em produto ou processo Descoberta de novos mercados Novas fontes de suprimentos Mudança organizacional
  64. 64. Inovação em TI• O que é inovação? • Inovação VS Invenção • Invenção = nova idéia com potencial comercial • Inovação = nova idéia quando explorada comercialmente
  65. 65. Inovação em TIInovação em É o processo de desenvolver um novo produto ou serviço para Produto resolver problemas dos clientes Inovação em processo tem comoInovação em objetivo aumentar a confiabilidade, Processo reduzir custos e aumentar a produtividade. É a forma de alterar as maneirasInovação em atuais de criar valor para os clientes Estratégia para atingir novas necessidades de clientes, criar novos mercados, etc.
  66. 66. Inovação em TI Inovação Processo de melhoria contínua. Não altera de forma expressiva oIncremental produto, processo ou estratégia. Inovação Apresenta um novo paradigma para algum segmento, modificando o Radical modelo de negócios.
  67. 67. Inovação em TI• Níveis de Inovação Inovação Inovação Inovação em Produto em Processo em Estratégia Inovação iPhone Dell App Store Radical Inovação Câmera Microsoft NetFlix Incremental Digital / MP3
  68. 68. Inovação em TI• Barreiras à inovação • Expertise: especialização maior que o necessário; • Processos: valorização excessiva do processo atual; • Recursos: falta de; • Leis e normas: regulamentações podem impedir alterações
  69. 69. Inovação em TI• Ferramentas para gerir a inovação • Gestão de portfólio de projetos • Programa de idéias • Inovação com fornecedores • Redes de Inovação • Método Delphi • Auditoria Tecnológica
  70. 70. Inovação em TI• Ferramentas para gerir a inovação • Análise de patentes • Open Innovation • Technology Roadmap • Pesquisa centrada no usuário
  71. 71. Inovação em TI Lei 11.196 - Lei do Bem
  72. 72. Inovação em TI• Lei 11.196 - O que é? Oferece incentivos fiscais para apoiar as atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica nas empresas.
  73. 73. Inovação em TI• Lei 11.196 - Características
  74. 74. Inovação em TI• Lei 11.196 - Conceito de Inovação Pode ser um produto (físico) ou serviço! Pode ser NOVO para omercado, para o Brasil ou para a empresa!
  75. 75. Inovação em TI• Lei 11.196 - Benefícios Exclusão de 60% do dispêndios com inovação da Base de Cálculo do IR Dependendo do número de pesquisadores pode chegar a 80% Pode chegar a 100% se envolver registro de patentes Redução de 50% do IPI Depreciação integral no ano de aquisição 0% de alíquota de IR retido na fonte sobre registro de patentes no exterior Subsídio na contratação de pesquisadores com mestrado ou doutorado
  76. 76. Inovação em TI• Lei 11.196 - Exemplo de aplicação
  77. 77. Inovação em TI• Lei 11.196 - Relatório de Utilização
  78. 78. Inovação em TI• Lei 11.196 - Relatório de Utilização
  79. 79. Inovação em TI• Lei 11.196 - Relatório de Utilização
  80. 80. http://www.mcti.gov.br/formpdInovação em TI
  81. 81. Inovação em TI WEB 2.0 e Mídias Sociais
  82. 82. Web 2.0 / Mídias Sociais• Web =• Plataforma =• Colaboração
  83. 83. Web 2.0 / Mídias Sociais • Análise de patentes • Open Innovation • Technology Roadmap • Pesquisa centrada no usuário
  84. 84. Web 2.0 / Mídias Sociais
  85. 85. Web 2.0 / Mídias Sociais
  86. 86. Web 2.0 / Mídias Sociais ISSO ERA WEB
  87. 87. Web 2.0 / Mídias Sociais ISSO É A WEB
  88. 88. Web 2.0 / Mídias Sociais O QUE SERÁ A WEB?
  89. 89. Web 2.0 / Mídias Sociais• Diferenças Web 1.0 (93˜03) Web 2.0 (93˜...) Leitura Modo Leitura e Escrita Usuário expectador Comportamento Usuário faz parte do show Página Conteúdo Post Estática Condição Dinâmica Browser Web Acesso Browser, RSS, Podcast, etc Client-Server Arquitetura Web-Service Programadores Conteúdo criado por Qualquer um
  90. 90. Web 2.0 / Mídias Sociais• Consequência: • Foco no usuário não na tecnologia • Foco na utilidade não na funcionalidade • Valor na distribuição, não no dado • Melhoria contínua (beta eterno) • O motivador é a satisfação do usuário (comprador)
  91. 91. Web 2.0 / Mídias Sociais • Integração d Ao final de cada episódio você escolhe se ele termina ou não !!
  92. 92. Web 2.0 / Mídias Sociais
  93. 93. Web 2.0 / Mídias Sociais • Google 1998
  94. 94. Web 2.0• Google 2.0
  95. 95. Web 2.0• Yahoo 1995
  96. 96. Web 2.0• Yahoo 2000
  97. 97. Web 2.0• Yahoo 2005
  98. 98. Web 2.0• Yahoo 2010
  99. 99. Web 2.0• E nós com isso? • O país mais online do mundo (23 horas por mês em média) • O 2º país que mais acessa o Youtube • O 4º país em acesso ao Second Life • O 1º país em acesso ao Orkut • 40 milhões de pessoas conectadas
  100. 100. Web 2.0• Conceito • Geração X vs Geração Y vs Geração Z • Incremento da participação e colaboração • Popularização da Internet • Inclusão digital (Classe C na rede)
  101. 101. Web 2.0• Antes era assim ... paulofg@gmail.com
  102. 102. Web 2.0• Agora é assim ... paulofg@gmail.com www.linkedin.com/in/nascimentopaulo www.slideshare.com/paulonascimento paulofgnascimento www.paulonascimento.net
  103. 103. Web 2.0ENÃOPARA!
  104. 104. Web 2.0• E a TI?

×