Categorias da narrativa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
7,032
On Slideshare
6,919
From Embeds
113
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
240
Comments
0
Likes
5

Embeds 113

http://mestrefinezas2011.wordpress.com 113

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Texto Narrativo Categorias da Narrativa Sistematização
  • 2. ACÇÃO
    • é um conjunto de acontecimentos que se desenrolam num determinado espaço e num tempo mais ou menos extenso com a participação de personagens.
    • A ação pode ser aberta , se permite ao leitor imaginar a continuação da história ou fechada se dá um fim definitivo à história, impedindo a sua continuação.
  • 3. TIPOS DE ACÇÃO
    • Ação principal – integra o conjunto de sequências narrativas que detém maior relevo.
    • Ação Secundária – relata acontecimentos menos importantes relativamente à ação principal.
  • 4. Organização das sequências narrativas (segmentos narrativos com princípio, meio e fim)
    • Encadeamento – a sequência narrativa surge encadeada, segundo a sua ordem cronológica.
    • Encaixe – uma sequência narrativa é introduzida numa outra que estava a ser narrada e que depois se retoma.
    • Alternância – várias sequências narrativas vão sendo narradas alternadamente.
  • 5. Personagens Relevo
    • Personagem principal – desempenha um papel central na ação.
    • Personagem secundária – assume um papel menos importante que o do protagonista, sendo, no entanto, importante no desenrolar da ação.
    • Figurantes – têm um papel irrelevante na ação, tendo o papel de ilustrar um ambiente ou espaço social.
  • 6. Personagens Composição
    • Personagem modelada – apresenta uma dinâmica interior profunda, capaz de alterar o seu comportamento e, por isso, pode evoluir ao longo da cena.
    • Personagem plana – comporta-se de forma previsível ao longo da sequência narrativa, mantendo a maneira de ser de forma inalterada.
    • Personagem tipo – representa um grupo social ou profissional.
    • Personagem colectiva – é constituída por um grupo de indivíduos que age como se fosse animado por uma só vontade.
  • 7. Personagens Caracterização Física e Psicológica
    • Autocaracterização – a própria personagem apresenta as suas características.
    • Direta
    • Heterocaracterização – a caracterização da personagem é-nos facultada pelo narrador ou por outra personagem.
    • Indireta o narrador põe a personagem em ação, cabendo ao leitor fazer a sua caracterização, a partir do seu comportamento ou das suas palavras.
  • 8. Espaço
    • Físico – é o espaço real que serve de cenário à ação.
    • Social – é o ambiente social em que decorre a ação.
    • Psicológico – espaço interior das personagens, abarcando as suas vivências mais íntimas, os seus pensamentos e os seus sentimentos.
  • 9. Tempo
    • Tempo histórico – refere-se à época ou momento histórico em que a ação se desenrola.
    • Tempo psicológico – é o tempo subjetivo que é vivido e sentido pela personagem.
    • Tempo do discurso – resulta do tratamento ou elaboração do tempo feita pelo narrador.
  • 10. Narrador Presença
    • Não participante heterodiegético
    • Autodiegético (personagem principal)
    • Participante -
    • Homodiegético (personagem secundária)
  • 11. Focalização
    • Omnisciente – o narrador mostra conhecer toda a história, manipulando todas as categorias da narrativa.
    • Interna – o narrador adopta o ponto de uma das personagens.
    • Externa – o conhecimento do narrador limita-se ao que é observável do exterior.
    • Nota Bem: O narrador pode apresentar uma atitude objectiva e subjetiva perante a narração.
  • 12. Modos de representação do discurso
    • Narração – apresentação de ações e acontecimentos que fazem avançar a história;
    • Descrição – caracterização de personagens, objetos e espaços que nos permitem uma melhor compreensão da história, mas que normalmente retardam o avanço da ação;
    • Diálogo – conversa entre as personagens, ganhado a história contada maior vivacidade e Monólogo.
  • 13.
    • O FIM
    FIM