Software livre no 1.º Ciclo
    do Ensino Básico




  Uma proposta de distribuição
  Linux adaptada à organização
       ...
Motivação para o tema

• Prática profissional no 1.º Ciclo E. B.
• Interesse pessoal pelo software livre
• Literatura cien...
Pertinência do estudo

• Competências tecnológicas
  mencionadas no Currículo Nacional
  do Ensino Básico (Abrantes, 2001)...
Objectivo

É possível criar uma distribuição Linux
adaptada à organização curricular do 1.º
Ciclo do Ensino Básico?
Que ca...
Aferição do sucesso do estudo:

• Qualidade da proposta do conjunto
  de aplicações incluídas na
  distribuição
• Adaptaçã...
TIC na matriz curricular portuguesa
 Período                Tempo                                       Características

E...
TIC na matriz curricular portuguesa
 Período               Tempo                                     Características
Intro...
Estudo de Diagnóstico: modernização
      tecnológica do sistema de ensino em
               Portugal (GEPE, 2007)
• Nível...
Software livre
Porquê a escolha do Linux
•Teve a sua génese em                                        •Trabalho
ambientes ...
Software livre
Porquê uma distribuição

• Podem ser livremente duplicadas, maioritariamente
• Podem ser livremente descarr...
Software livre
Adequação a vários ambientes

• Adapta-se facilmente a especificidades culturais
  (língua, estrutura, conj...
Distribuições portuguesas
Caixa Mágica          (Prémio Milénio                            Alinex (Universidade de Évora /...
Distribuições portuguesas
Paipix                                                      Protech
•Ambientes científicos e    ...
Distribuições portuguesas
so.simplis
•Começou por chamar-se
                                                            Em...
Distribuições Linux
           Disponibilização                                         Execução
Descarregamento pela     ...
Técnicas e problemas
• Há aplicações que não têm correspondência
  no software livre (bancárias, médicas…)
• Há jogos de g...
Integração em ambientes
               educativos
• Todas as ferramentas que
  permitam prosseguir os seus
  desígnios são...
Criação da distribuição Pinguim
Escolha das aplicações - critérios de
 usabilidade

• Funcionamento adequado, o sistema
  ...
Aplicações: Chlidsplay
                                                             Língua Portuguesa
• Pacote de jogos   ...
Aplicações: GCompris
Língua Portuguesa                                             • Pacote de actividades
Matemática
Estu...
Aplicações: KDE-Edu
                                                              • Pacote de actividades
                ...
Aplicações: TuxType
                                                             Língua Portuguesa
• Aprendizagem do      ...
Aplicações: TuxMath
• Aprendizagem da
  matemática
• Diversos níveis de
  dificuldade                                     ...
Aplicações: Stellarium
                                                              • Aplicação de
                      ...
Aplicações: Tuxpaint
• Editor de imagens
  (bitmap)                                                   Educação Visual
    ...
Aplicações: Pidgin
                                                            • Mensageiros
   Língua Portuguesa         ...
Aplicações: OpenOffice.org
• Conjunto de
  aplicações de
  produtividade                                              Líng...
Aplicações: Kaffeine
                                                             • Reprodução de
Educação Musical        ...
Materialização da distribuição
           Pinguim




                                                            112-117
...
Materialização da distribuição
            Pinguim
Algumas capturas de ecrã




                                          ...
Materialização da distribuição
            Pinguim
Formas de disponibilização




                                        ...
Conclusão (questões de partida)
Existe um conjunto de conteúdos curriculares no currículo do
1.º Ciclo do Ensino Básico qu...
Conclusão                        (Objectivo)


É possível criar uma distribuição Linux adaptada à
organização curricular d...
Paulo Luís Gomes Nunes – Abril de 2009
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apresentação da dissertação de Mestrado de Paulo L G Nunes

2,208 views
2,107 views

Published on

Apresentação para a dissertação de Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia - Universidade Aberta - Abril de 2009 - Paulo L g Nunes

Published in: Education, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,208
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação da dissertação de Mestrado de Paulo L G Nunes

  1. 1. Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico Uma proposta de distribuição Linux adaptada à organização curricular Paulo Luís Gomes Nunes – Abril de 2009
  2. 2. Motivação para o tema • Prática profissional no 1.º Ciclo E. B. • Interesse pessoal pelo software livre • Literatura científica pouco abundante acerca desta temática 5 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  3. 3. Pertinência do estudo • Competências tecnológicas mencionadas no Currículo Nacional do Ensino Básico (Abrantes, 2001) • Incremento do uso de recursos informáticos no 1.º Ciclo • Software livre: “custo”, flexibilidade, opções, portabilidade, customização 6-7 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  4. 4. Objectivo É possível criar uma distribuição Linux adaptada à organização curricular do 1.º Ciclo do Ensino Básico? Que características deve ter e quais as condições necessárias à sua implementação? 8 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  5. 5. Aferição do sucesso do estudo: • Qualidade da proposta do conjunto de aplicações incluídas na distribuição • Adaptação à organização curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico • A materialização da distribuição 13 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  6. 6. TIC na matriz curricular portuguesa Período Tempo Características Escola Século XIX e •Escassez de recursos pobre princípio do •Método de ensino “tradicional” baseada no século XX •O manual único. método verbalista Escola Pós- •Liceus: biblioteca, laboratórios, salão cinematográfico Nova implantação (1918, Sidónio Pais) da república •Cinema educativo (1925) •Fonógrafo, grafonola, discos, microfone, máquina fotográfica, quadros temáticos… Adopção da Década de •Integração de novos meios audiovisuais Tecnologia 60 do •Centro de Pedagogia Audiovisual (1963) – projecção Educativa século XX fixa, rádio, gravação sonora, televisão •Instituto de Meios Audiovisuais no Ensino (Imave – 1964) •Telescola (1964) – CPTV (1968) •Instituto de Tecnologia Educativa (ITE – 1971) •Universidade Aberta (1988) •Ensino Básico Mediatizado (1991) 26-30 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  7. 7. TIC na matriz curricular portuguesa Período Tempo Características Introdução da Adesão à •Lei de Bases do Sistema Educativo (1986) informática CEE •A escola como modelo comunicativo, colaborativo e partilhado. “Entrada de material vídeo, áudio e informático na sala de aula”. •Reorganização dos planos curriculares D.-L. 286/89: equipamento das escolas com meios audiovisuais e informáticos. •Projecto Minerva (1985) – introdução de meios informáticos no ensino não superior – Centros de Apoio Local e Centros Escolares Minerva Reorganização Virar do •A “Sociedade da Informação” curricular do século •Programa Internet na Escola (1997-2003) Ensino Básico •A UARTE (Unidade de Apoio à Rede Telemática e Secundário Educativa) •Programa Nónio – Século XXI (1996-2002) •A ECRIE (Equipa de Computadores, Redes e Internet nas Escolas) •A ERTE / PTE (Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas) / Plano Tecnológico da Educação •Centros de Competência 30-36 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  8. 8. Estudo de Diagnóstico: modernização tecnológica do sistema de ensino em Portugal (GEPE, 2007) • Nível de dotação de computadores reduzido. Computadores obsoletos. • Nível de utilização das TIC muito inferiores aos da média dos países UE15. • Caminho para a Sociedade da informação implica alteração dos métodos tradicionais de ensino e aprendizagem. • Utilização de conteúdos informáticos também muito abaixo da média dos países UE15. • É importante antecipar o contacto dos alunos com as TIC. • Níveis de investimento em tecnologias na Educação cerca de 48% dos países UE15 38-42 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  9. 9. Software livre Porquê a escolha do Linux •Teve a sua génese em •Trabalho ambientes educativos colaborativo •Diversidade de aplicações •Legalidade na •Interoperabilidade utilização •Formatos dos ficheiros •Custos do software •Vantagens pedagógicas •Qualidade e (estudo do código-fonte) segurança Flexibilidade 47-50 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  10. 10. Software livre Porquê uma distribuição • Podem ser livremente duplicadas, maioritariamente • Podem ser livremente descarregadas • Podem funcionar em modo de virtualização • Um ambiente mais protegido • Admite maior profundidade na customização ao invés de uma aplicação 50-51 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  11. 11. Software livre Adequação a vários ambientes • Adapta-se facilmente a especificidades culturais (língua, estrutura, conjunto de aplicações) • Reflecte facilmente adequações aos grupos etários e aos conteúdos educativos • Permite fácil adequação a ambientes de hardware “obsoletos” • Apetência por ambientes em rede e arquitecturas cliente / servidor 56-57 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  12. 12. Distribuições portuguesas Caixa Mágica (Prémio Milénio Alinex (Universidade de Évora /Junta da Sagres / Expresso 2000) Estremadura) •Distribuição genérica, hardware e •Distribuição genérica e software educacional (3.º Ciclo / Secundário) •Distribuição Linius (M Justiça) •Computadores portáteis (Escolas, •Projecto 1000 Salas TIC, Professores e Computadores Portáteis) •Computadores portáteis (Escolas, Professores e Computadores Portáteis) •Portátil Magalhães (E-Escolinha) 61-63 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  13. 13. Distribuições portuguesas Paipix Protech •Ambientes científicos e •Segurança informática e tecnológicos. Engenharias programação e Matemáticas •Redes •Resultou do entusiasmo •Em inglês de um autor 64-66 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  14. 14. Distribuições portuguesas so.simplis •Começou por chamar-se Em resumo: Vixta •Semelhanças gráficas com o Windows Vista™ •Utilização generalista •Várias distribuições, •Variante para os net pc para públicos diferentes •Estruturas complexas •Não se adequam especificamente aos conteúdos curriculares do 1.º Ciclo do ensino Básico 66-67 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  15. 15. Distribuições Linux Disponibilização Execução Descarregamento pela Instalação em disco internet (http, ftp, .torrent) Cliente / servidor (terminais leves) “Instalador” Instalação em diskette Compra de Cd’s ou DVD’s Modo “live” (pen usb, cartão de memória, CD, Aquisição em DVD) CD’s/DVD’s de revistas Virtualização Aquisição de pen usb Encapsulamento (ficheiro dentro de outro S.O.) Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  16. 16. Técnicas e problemas • Há aplicações que não têm correspondência no software livre (bancárias, médicas…) • Há jogos de grande sucesso que não são executados em Linux (aceleração gráfica…) • Instalação menos amigável • Hardware não suportado em Linux • Interfaces gráficas variadas e com diferentes modelos de trabalho 67-69 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  17. 17. Integração em ambientes educativos • Todas as ferramentas que permitam prosseguir os seus desígnios são úteis • A informática é cada vez mais utilizada • Linux predispões a trabalho colaborativo (código aberto, redes…) • Custos iniciais menores • Países em vias de desenvolvimento – especialmente adequado • One Lapto Per Child – XO (Nicholas Negroponte) 72-74 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  18. 18. Criação da distribuição Pinguim Escolha das aplicações - critérios de usabilidade • Funcionamento adequado, o sistema funciona da forma esperada • Ergonómico, do ponto de vista do hardware • Cognitivamente adequado Cardoso (2007), citando Wyriana (1988) 80 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  19. 19. Aplicações: Chlidsplay Língua Portuguesa • Pacote de jogos Matemática Estudo do Meio educativos, com Educação Visual interface comum Educação Musical Educação Física • Maioria traduzida Atitudes e Comportamentos em Pt • Área de ajuda • Som, animação • Adequada ao 1.º Ciclo EB 80-83 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  20. 20. Aplicações: GCompris Língua Portuguesa • Pacote de actividades Matemática Estudo do Meio educativas, com Educação Visual interface comum (cerca Educação Musical Educação física de 100) Atitudes e Comportamentos • Maioria traduzida em Pt • Área de ajuda • Som, animação • Adequada ao 1.º Ciclo EB 84-88 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  21. 21. Aplicações: KDE-Edu • Pacote de actividades educativas • Sem interface comum Língua Portuguesa • Algumas traduzida Matemática Estudo do Meio em Pt Atitudes e Comportamentos • Área de ajuda • Som, animação • Adequada ao 1.º Ciclo EB 89-92 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  22. 22. Aplicações: TuxType Língua Portuguesa • Aprendizagem do Educação Física teclado • Perícias de escrita com teclado • Som, animação • Adequada ao 1.º Ciclo EB 80-83 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  23. 23. Aplicações: TuxMath • Aprendizagem da matemática • Diversos níveis de dificuldade Matemática • Som, animação, “interface de jogo” • Adequada ao 1.º Ciclo EB 93-94 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  24. 24. Aplicações: Stellarium • Aplicação de astronomia • Área de ajuda Estudo do Meio • Animação • Adequada ao 1.º Ciclo EB 94-95 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  25. 25. Aplicações: Tuxpaint • Editor de imagens (bitmap) Educação Visual (Língua Portuguesa, • Programa de Matemática, Estudo do Meio…) desenho • Som • Botões inactivos quando não utilizáveis • “Carimbos” 96-98 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  26. 26. Aplicações: Pidgin • Mensageiros Língua Portuguesa instantâneo Atitudes e Comportamentos • Vários protocolos • Interface simples • Verificação ortográfica • Sem possibilidade de utilização de webcam • Adequada ao 1.º Ciclo EB 98-100 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  27. 27. Aplicações: OpenOffice.org • Conjunto de aplicações de produtividade Língua Portuguesa Matemática • Compatibilidade Estudo do Meio com outras “suites” de aplicações de produtividade • Writer • Calc • Impress 100-105 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  28. 28. Aplicações: Kaffeine • Reprodução de Educação Musical conteúdos de som e Estudo do Meio imagem Outras áreas • Interface simples, em português 106 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  29. 29. Materialização da distribuição Pinguim 112-117 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  30. 30. Materialização da distribuição Pinguim Algumas capturas de ecrã 117-121 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  31. 31. Materialização da distribuição Pinguim Formas de disponibilização 121-124 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  32. 32. Conclusão (questões de partida) Existe um conjunto de conteúdos curriculares no currículo do 1.º Ciclo do Ensino Básico que são passíveis de ser ministrados com recurso a meios informáticos? Sim (descritos junto às aplicações propostas) Existe um conjunto de aplicações de software livre que podem ser utilizadas para auxiliar na exploração de conteúdos curriculares do 1.º Ciclo do Ensino Básico? Sim. Propostas na presente dissertação É possível criar uma distribuição Linux que possa conciliar estes conteúdos curriculares e aplicações informáticas de software livre? Sim, conforme descrevemos 126-127 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  33. 33. Conclusão (Objectivo) É possível criar uma distribuição Linux adaptada à organização curricular do 1.º Ciclo do Ensino Básico? Sim, julgamos ter demonstrado Que características deve ter e quais as condições necessárias à sua implementação? Adequação aos conteúdos curriculares do 1.º ciclo do ensino Básico – inexistente nas distribuições actuais Facilidade de execução, ambiente protegido Portabilidade 128 Software livre no 1.º Ciclo do Ensino Básico: Uma distribuição Linux adaptada à organização curricular
  34. 34. Paulo Luís Gomes Nunes – Abril de 2009

×