Pré-História

15,019 views
14,693 views

Published on

Published in: Education
3 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
15,019
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
217
Comments
3
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pré-História

  1. 1. 1- O QUE É PRÉ-HISTÓRIA? Dentre as divisões da História, esta é a fase inicial, que corresponde ao período anterior ao desenvolvimento da escrita. É a mais longa das Idades na periodização histórica. Iniciou por volta de 6 milhões de anos atrás, quando surgiu a humanidade, e terminou em aproximadamente 4 mil anos antes de Cristo, quando a escrita foi inicialmente desenvolvida. Por esta razão, as sociedades pré-históricas eram ágrafas (sem escrita).
  2. 2. As informações que temos a respeito da Pré-História foram obtidas a partir do estudo dos objetos encontrados na escavações paleontológicas. Os estudos sobre a Pré-História são recentes, pois somente tiveram início no final do século XIX e estes estudos estão em constante transformação, pois novas descobertas arqueológicas ocorrem freqüentemente. Urna funerária pré-histórica
  3. 3. 2- ORIGENS DO HOMEM A- CRIACIONISMO Explicação que atribui a origem do homem à criação divina. As diversas explicações religiosas apresentam narrações sobre variadas formas através das quais os homens foram criados. Criacionismo Ato sobrenatural
  4. 4. B- EVOLUCIONISMO Explicação de base científica que afirma que o homem teve seu desenvolvimento a partir de outras espécies. Esta é a base utilizada para o estudo da Pré-História. Evolucionismo Ciência
  5. 5. 3- EVOLUÇÃO DO HOMEM De acordo com a teoria evolucionista, a espécie humana também passou por transformações ao longo dos tempos. Durante o processo de evolução, várias foram as modificações físicas e também as mudanças no comportamento e adaptação.
  6. 6. 4- ESPÉCIES HUMANAS Há cerca de 6 milhões de anos, surgiu a humanidade. Muitas das características das primeiras espécies humanas eram diferentes daquilo que costumamos reconhecer no homem atual. As condições do meio-ambiente e a adaptação do homem à natureza influíam em sua vida e em sua própria estrutura física. As principais teorias sobre desenvolvimento e evolução do homem e os vestígios arqueológicos indicam que a humanidade surgiu na África.
  7. 7. Sahelanthropus tchadensis Em Chade, país da África Central, foi localizado o fóssil mais antigo de um hominídeo até agora identificado. Batizado como Toumai, o fóssil ainda está sendo estudado por cientistas que estão procurando verificar suas características, que podem revelar novas informações sobre os primeiros seres humanos. Tem cerca de 6 milhões de anos. Crânio de Toumai, o mais antigo ancestral humano identificado
  8. 8. Kenyanthropus platyops Localizado no Quênia, na África, esta espécie está sendo estudada e e identificada. É uma das mais antigas representantes da ancestralidade humana. Surgiu há cerca de 5 milhões de anos. Reconstituição artística da espécie, identificação do local onde foi encontrada e crânio do Kenyanthropus platuops
  9. 9. Ardipithecus ramidus Fósseis e imagem reconstituída do Ardipithecus ramidus Localizado na Etiópia, África, esta espécie surgiu há cerca de 5 ou 4,5 milhões de anos. Viveu em florestas e tinha estatura semelhante a dos chimpanzés atuais. Uma característica curiosa: entre esta espécie era comum o dismorfismo sexual.
  10. 10. Australopithecus afarensis A mais conhecida espécime pré-histórica, batizada como Lucy, foi encontrada na Etiópia, mas outros fósseis foram localizados no Quênia. A espécie surgiu há cerca de 4 milhões de anos e podia ser completamente bípede, como indicam os estudos a seu respeito. Seu cérebro tinha o tamanho de uma laranja, mas já representava um grande avanço entre os hominídeos.
  11. 11. Australopithecus africanus Surgiu há cerca de 4 a 3,5 milhões de anos e foi descoberto na África do Sul. Alimentava-se de grãos e locomovia-se eretamente, embora não tivesse um cérebro muito desenvolvido. Muitos cientistas acreditam que ele é o antecessor do Homo habilis.
  12. 12. Australopithecus anamensis - Australopithecus garhi Estas duas espécies surgiram aproximadamente na mesma época (cerca de 4 milhões de anos) e eram os menores representantes do gênero dos Australopithecus. Localizados no Quênia e na Etiópia, eram descendentes diretos da espécie Afarensis. Estas espécies foram descobertas recentemente e ainda há diversos estudos não concluídos a respeito de ambas. Há teorias que indicam que a espécie A. garhi pode ter sido antecessora do gênero Homo.
  13. 13. Australopithecus boisei Surgiu há cerca de 2,5 milhões de anos. Era o mais forte australopiteco: media cerca de 1,4 metro e pesava 49 quilos (homens) e 1,1 metro e 34 quilos (mulher). Os machos tinham uma crista óssea no crânio. Foram localizados no Quênia e na Tanzânia.
  14. 14. Homo habilis Surgiu há cerca de 2 milhões de anos. Foi localizado na Tanzânia e no Quênia e é o primeiro representante conhecido do gênero Homo, significando uma grande evolução em relação aos seus antecessores. Sua anatomia era mais próxima dos homens atuais e já se diferenciavam de maneira clara da anatomia dos macacos. Com seu avançado desenvolvimento, possuía a capacidade de produzir suas ferramentas.
  15. 15. Homo ergaster Espécie que muitos cientistas afirmam não ter desenvolvido descendência evolutiva, pois esteve confinado no continente africano mesmo tendo características semelhantes ao Homo erectus . Existiu na África do Sul, Tanzânia, Quênia e Etiópia. Ainda são feitos estudos para identificar melhor esta espécie, que é a menos conhecida do gênero Homo. Surgiu há cerca de 1,5 milhão de anos.
  16. 16. Homo erectus Muito mais desenvolvido que os australopitecos, migrou da África para outras regiões. Dominou a Ásia, onde não havia espécies concorrentes. Dominou o uso do fogo, fabricava ferramentas, vivia em cavernas e foi um predador mais hábil. Um macho da espécie chegava a ter 1,8 metro. Surgiu há cerca de 1,7 milhão de anos e só foi extinto por volta de 200 mil anos atrás.
  17. 17. Homo neanderthalensis Surgiu há cerca de 250 mil anos. Conviveu durante milhares de anos com a espécie de homem moderno, o Homo sapiens . Seus restos foram encontrados na Europa Ocidental. Desenvolveu uma linguagem primitiva e foi extinto durante a Idade do Gelo, há cerca de 30 mil anos.
  18. 18. Homo sapiens Surgiu há cerca de 200 mil anos e é atualmente a única espécie humana existente. Com uma capacidade cerebral muito mais desenvolvida, dominou a natureza e tornou-se o mais eficiente predador do reino Animal.
  19. 21. 5- FASES DA PRÉ-HISTÓRIA Ao longo da Pré-História, várias transformações ocorreram na forma de organização da vida humana. Durante estas fases, a humanidade passou a se adaptar cada vez melhor à natureza, realizando então um processo de evolução técnica.
  20. 23. 7- ARTE PRÉ-HISTÓRICA Além de sua luta pela sobrevivência no meio natural, os homens pré-históricos também utilizavam a expressão artística. A arte era empregada para comunicação, para seus rituais religiosos e também para ornamentação. A arte rupestre é a denominação dada ao conjunto de pinturas realizadas em rochas e no interior de cavernas.
  21. 24. Imagens que ilustram cenas de caçadas. Pinturas pré-históricas realizadas na Espanha.
  22. 25. Representação de uma batalha. Pintura rupestre realizada no Brasil. Representação da natureza. Pintura realizada no Brasil
  23. 26. 8- O HOMEM NAS AMÉRICAS Através de migrações, o homem chegou até o continente americano. A “Teoria de Clóvis” explica que a chegada do homem à América ocorreu há cerca de 12 mil anos através da travessia do Estreito de Bering, entre a Sibéria (Ásia) e o Alaska (América do Norte). Na época, o derretimento das geleiras facilitou a travessia por terra.
  24. 27. Outras possibilidades surgiram para explicar a chegada do homem à América. Pesquisas arqueológicas localizaram vestígios anteriores à travessia do Estreito de Bering e indicaram que a Teoria de Clóvis não era a única migração possível. Estes vestígios foram encontrados em diversas partes das Américas e indicavam datações que variavam entre 15 e 30 mil anos. Novas possibilidades de migração foram apontadas.
  25. 29. 9- PRÉ-HISTÓRIA DO BRASIL Muito antes da chegada dos portugueses, o Brasil já era habitado. Os habitantes primitivos e ancestrais de nossos índios povoavam o território brasileiro há milênios. Estes habitantes chegaram através de rotas migratórias. Há indício de que a presença humana no Brasil tenha iniciado há, pelo menos, 20 mil anos. Ainda são feitos estudos que procuram comprovar que já havia habitantes no Brasil há 50 mil anos.
  26. 30. O fóssil humano mais antigo encontrado nas Américas foi descoberto em Minas Gerais. O esqueleto de uma mulher foi datado em cerca de 12 mil anos, mas a característica mais importante a seu respeito: era o esqueleto de uma mulher de traços negróides. O fóssil foi batizado como Luzia. Esta descoberta representou uma grande novidade, pois indicava mais uma possibilidade migratória para o continente: teria havido migração da Polinésia? Reconstituição da face de Luzia
  27. 31. FIM

×